"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."
Sexta-feira, 9 de Junho de 2017
Theresa May ganhou as eleições, mas…

Reino Unido 9Jun2017 aa.jpg

Ninguém conseguiu a maioria absoluta nestas eleições no Reino Unido e vamos ter que esperar pelos próximos dias para ver quem se vai coligar com quem para atingir os necessários 326 lugares no Parlamento e formar o governo que executará o Brexit.

 

   Comentários no Facebook

«Carla Afonso Leitão» - alguns "rasgaram-lhe" os planos, fico muito feliz com isso!

«David Ribeiro» - Os Unionistas da Irlanda do Norte (DUP) vão fazer-lhe o jeito e Theresa May safa-se desta bronca.

«Diamantino Hugo Pedro» - Nem mais

«Carla Afonso Leitão» - A bronca que ela própria criou, estas eleições foram para esmagar o Jeremy Corbyn e o calar de vez. Não foi a debates, logo, abriu o flanco por dar a entender que o temia, aludia a rasgos nos direitos humanos por questões de segurança, mas, hello (!) ela cortou gravemente no budget das polícias enquanto ministra que as tutelava. Normalmente, um atentado, atentados, levam a considerar como vítima o poder vigente, mas ela sujeitou-se e aí está!

«Gentil Gomes Da Costa» - Com 318 lugares alcançado, basta um acordo com os Unionistas para ter uma maioria parlamentar de 328.

«David Ribeiro» - Unionistas que, recorde-se, ganharam mais dois lugares no Parlamento.

«Gentil Gomes Da Costa» - Sim, e o facto de o Sinn Feinn não ocuparem os lugares no parlamento, apesar de terem sido eleitos, da mais conforto a uma possível maioria Tory/DUP

«Carla Afonso Leitão» - o mérito do Jeremy é o demérito da May…

«Gentil Gomes Da Costa» - O tiro no pé de Theresa May foi ter convocado eleições sem ter necessidade. É uma líder que não tem carisma e demonstrou ser de pouca confiança, visto que mudava de opinião com frequência. Desde que foi eleita líder do Partido, nos últimos meses, disse 7 vezes que nunca convocaria eleições. May ignorou o eleitorado, e a camada mais jovem, de certo modo desacreditada do establishment político e queima pelo referendo, foi captada com eficácia por Corbyn.

«Carla Afonso Leitão» - Claramente! A arrogância tem os seus custos.



Publicado por Tovi às 09:37
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9



29
30


Posts recentes

Juntos Por Todos

Cascata sem “o cagão” não...

O Nosso Partido é o Porto

Floresta Portuguesa

Um Homem do Norte

Proibido o lançamento de ...

Os Homens do Presidente

O Canadair que não caiu

Hermínio Loureiro foi det...

Continua o combate aos in...

Tragédia no incêndio de P...

Candidatura de Portugal à...

Palhete da Mêda

Estamos fartos deles!...

A verdade… sobre a mentir...

Está um calor do caraças

Manuel do Laço

Autárquica no Porto – Tes...

Dia de Portugal comemorad...

Theresa May ganhou as ele...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus