"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Segunda-feira, 13 de Novembro de 2017
Ainda os meus "vizinhos" romenos

Estes romenos não podem de forma alguma serem confundidos com os sem-abrigo que ainda temos, infelizmente, na cidade do Porto. Estes romenos são bandos de delinquentes integrados em máfias organizadas e há muito referenciadas por essa Europa fora. Não é por acaso que se encontram há já algum tempo em Portugal elementos da polícia romena.

13Nov2017 aa.jpg

E ontem foi assim: Por volta das 18h45 avisei a Polícia Municipal que estavam a chegar os "campistas" do costume. Disseram que vinham mas não vieram; Às 20h00, após insistência minha vieram mas nem saíram do carro; Após novo telefonema meu, bastante duro, vieram dois agentes que estiveram a falar com eles mas ficou tudo na mesma.

E hoje de manhã os serviços camarários já estiveram a limpar a badalhoquice que os romenos deixaram nesta noite. E fizeram um bom serviço, tendo tudo ficado limpinho. A Polícia Municipal também esteve cá.

 

   20h30 de hoje

Depois de dois berros ao telefone para o agente que me atendeu, a polícia apareceu em força (2 viaturas com 6 polícias municipais, um carro patrulhada com 3 agentes da PSP e uma carrinha com polícia de intervenção) e correram com os romenos, sem sequer exercerem qualquer violência. Em cinco minutos limparam a zona. Vamos lá ver se hoje temos sossego.



Publicado por Tovi às 11:32
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 10 de Novembro de 2017
A praga dos romenos no Porto

Hoje à tarde os meus vizinhos romenos do “condomínio fechado” da Rotunda da Boavista foram finalmente despejados dos terrenos da antiga estação da CP da Boavista. Já desde o início de Setembro eu comunicava ao Comando Metropolitano da PSP do Porto que este acampamento estava a crescer todos os dias, havendo já carros lá estacionados, mas a resposta pouco variava: “O assunto apresentado foi encaminhado a quem de direito. Obrigado pelo contacto” ou posteriormente “Somos a informar que os espaços em causa são propriedade privada pelo que esta Polícia não tem legitimidade legal para atuar sem denúncia dos proprietários, sendo que os mesmos já foram alertados para a presente situação e da disponibilidade desta Policia e da Câmara Municipal do Porto para auxiliar”. Mas hoje a situação alterou-se e ao fim da tarde era vê-los que nem baratas tontas aqui pelas redondezas, carregados com os seus pertences. Uma vintena deles acabou por acampar mesmo em frente a minha casa. Chamada a PSP... não vieram; depois de insistirmos lá vieram e nada fizeram... mas avisada a Polícia Municipal está correu com eles. Para onde foram não sei, mas vão cair noutro local qualquer. Isto é um problema sério e não fácil de resolver.

 

   13h00 de 11Nov2017

Só cá estiveram pouco mais de duas horas... mas a pegada ficou. E quanto mais tempo iremos aguardar pela limpeza deste lixo?

23471952_10211002518846795_3055738868976031972_n.j



Publicado por Tovi às 23:45
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 31 de Outubro de 2017
Lixo e Trânsito… no Porto

31Out2017 ac.jpg

Nos últimos tempos tem-se vindo a notar um aumento de “reclamações” por parte dos portuenses, quer no Grupo do Facebook «Um novo norte para o Norte» quer um pouco por todo o lado, sobre o LIXO e o TRÂNSITO, não só na Baixa do Porto mas também um pouco por toda a cidade. Sem dúvida que os serviços da Câmara Municipal do Porto poderão sempre fazer mais e melhor nestas dois flagelos da nossa cidade, quer diminuindo os intervalos de recolha dos resíduos urbanos quando isso se justificar, quer controlando/disciplinando o estacionamento em locais que prejudicam gravemente a circulação automóvel e de peões. Mas primeiro do que tudo temos que PUXAR AS ORELHAS a todos aqueles cidadãos que põem o lixo em qualquer lugar e sem qualquer cuidado e também a todos aqueles que acham ter o direito de prantar a sua viatura em todo o lado, incluindo em cima dos passeios.

 

   Comentários no Facebook

«Raul Vaz Osorio» - O velho problema dos portugueses pos-PREC: Têm imensos direitos e poucos ou nenhuns deveres

«Carla Afonso Leitão» - Subscrevo por inteiro. Cuspir para o chão, deitar papéis e outros indiferenciados para o espaço público, não apanhar os dejectos do animal de estimação, seja no pavimento, seja relva, em alguns países dá direito a uma coima à patrão. Na verdade, a falta de civismo sai a custo zero para o infractor e a custo elevado para todos.

«Jose Riobom» - Não haverá remédio enquanto a pequena corrupção da amizade e do pequeno favor continuar. Quem se atreverá por exemplo a denunciar atitudes da PSP ? Eu não... já não tenho idade para isso...

«Raul Vaz Osorio» - Junto a minha casa, assisto diariamente a estacionamento desrespeitoso que condiciona gravemente o trânsito. Com frequência vejo alguém a protestar, buzinar, insultar, enquanto o seu automóvel está preso por outrem que colocou o carrinho à porta da confeitaria e não permite a passagem do diacho do autocarro, enquanto ignora olímpicamente os protestos alheios... apenas para, ultrapassado finalmente o obstáculo, estacionar em terceira fila à porta do café e se senta a tomar o cimbalino enquanto ignora olímpicamente os protestos de um terceiro que, ultrapassado por sua vez o obstáculo... estão a ver o filme?

«Carla Afonso Leitão» - Inqualificável! Para não falar das pessoas que dizem que levam o cão para a relva e nunca para o passeio e não apanham porque acham natural, ou seja, a relva para essa gente é um WC natural para caninos, isto brada aos céus!

«Raul Vaz Osorio» - Ui, acabas de me lembrar o jardim do meu condomínio cujo relvado evito como o diabo evita a cruz, dada a elevadíssima densidade populacional dos dejectos caninos naquele nicho ecológico!

«Alexandre Abreu» - Acho que a cidade devia pensar no estacionamento, cada vez que faz causa de rouba linhas de Metro à sua periferia... já a apologia do "em antes é que era bom" é a tradicional memória curta. Mas fica esta curiosidade histórica... não foi "Lesboa" que atropelou a visão de uma VCI pedonal que o Antão Garrett teve, foi mesmo o nosso provincianismo deslumbrado com as Avenidas Novas cá de cima.

«Albertina Leite» - Verdade era muito bom que ouve se multas pesada para essas pessoas mal furmados

«João Simões» - Mas tenho a certeza que o ilustre deputado municipal, David Ribeiro, irá levar estes assuntos à AM. Irei estar atento à próxima reunião para ver a determinação habitual do David Ribeiro na defesa do nosso Porto.

«Jose Riobom» - Confio nisso...

«David Ribeiro» - …e levarei, não tenha o João Simões qualquer dúvida, mas como sempre tenho para mim que o “trabalho de casa” tem que ser bem feito e exaustivo, estou a recolher a maior informação possível sobre estas duas matérias. Eu não emprenho facilmente pelos ouvidos… seja lá quem for o “emprenhador”.



Publicado por Tovi às 11:06
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 12 de Agosto de 2017
Há badalhocos na Ribeira

lixo b.jpg

Não sei em que dia foi nem a que horas... mas sei que é na nossa Ribeira. Algo está mal e não é seguramente culpa dos serviços camarários. Os cidadãos têm que ser responsáveis se querem ser respeitados.

 Não sei se sabem mas na Ribeira existe um serviço de excelência na recolha de lixo a restaurantes e comércio como não existe em mais lado nenhum. Os serviços camarários vão duas vezes por dia recolher porta-a-porta a todos os estabelecimentos, todo o reciclado e orgânicos. É um esforço gigantesco mas infelizmente na Ribeira há gente que não tem qualquer sentido cívico e que apesar do serviço ainda coloca resíduos na rua em qualquer lado até usando os sacos que a Câmara lhes fornece. A CMPorto está a fiscalizar mas não lhe é possível ter um polícia em permanência no local, porque infelizmente aos fiscais é impossível multar dado que se tem de pedir identificação e isso só a polícia o pode fazer.

Não se melhorou muito em civismo na Ribeira.



Publicado por Tovi às 08:08
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2013
Resíduos Sólidos Urbanos na cidade do Porto

 

(Rua da Madeira, junto da emblemática Estação de São Bento - Foto de José Carlos Ferraz Alves)

No que se refere aos RSU – Resíduos Sólidos Urbanos – a cidade do Porto apresente realidades muito diferentes. Na zona onde vivo, junto da estação do metro da Casa da Música, a recolha dos lixos e a distribuição dos ecopontos é verdadeiramente satisfatória permitindo que a população colabore de uma forma positiva e assim se consiga um patamar interessante da salubridade pública. Há no entanto outras zonas da cidade que se encontram em estado deplorável durante longas horas do dia, mesmo com ecopontos na zona, o que me leva a acreditar ser necessário fazer acções pedagógicas junto das populações e eventualmente reforçar e optimizar o sistema de recolha de resíduos sólidos. Nesta hora de mudança na Câmara Municipal do Porto este é um assunto a merecer o cuidado da equipa de Rui Moreira. Esperemos… mas andem rápidos que o que se vê nesta foto não é nada bonito.


«José Luis Moreira» no Facebook >> Seria necessário uma escola de educação para a cidadania...

«Raul Vaz Osorio» no Facebook >> Mas essa é precisamente uma das funções essenciais da Escola.


Publicado por Tovi às 19:18
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Janeiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

18

23
24
25
26
27

28
29
30
31


Posts recentes

Ainda os meus "vizinhos" ...

A praga dos romenos no Po...

Lixo e Trânsito… no Porto

Há badalhocos na Ribeira

Resíduos Sólidos Urbanos ...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus