"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Quarta-feira, 20 de Julho de 2016
Magistral esta “mensagem” da PSP

Cães perigosos aa.jpg

E já agora: Não estará na hora de se rever a portaria 422/2004 de 24 de Abril que determina as raças de cães e os cruzamentos de raças potencialmente perigosos?

 

  Portaria n.º 422/2004, de 24 de Abril

RAÇAS DE CÃES POTENCIALMENTE PERIGOSOS (versão actualizada)

O Decreto-Lei n.º 312/2003, de 17 de Dezembro, estabelece as normas aplicáveis à detenção de animais perigosos e potencialmente perigosos.
Para efeitos do disposto naquele diploma legal, são cães potencialmente perigosos os que, devido às características de espécie, comportamento agressivo, tamanho ou potência de mandíbula, possam causar lesão ou morte a pessoas ou outros animais.
Entendeu-se que determinados cães, devido às suas especificidades rácicas, como o tamanho e a potência de mandíbula que os caracterizam, são desde logo animais potencialmente perigosos, pelo que se determinou naquele diploma que essas raças e cruzamentos de raças constariam de portaria do Ministro da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas.
Assim: Manda o Governo, pelo Ministro da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas, ao abrigo do disposto na alínea b) do artigo 2.º do Decreto-Lei n.º 312/2003, de 17 de Dezembro, que as raças de cães e os cruzamentos de raças potencialmente perigosos sejam os que constam do anexo à presente portaria, que dela faz parte integrante.

O Ministro da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas, Armando José Cordeiro Sevinate Pinto, em 22 de Dezembro de 2003.

ANEXO - Lista a que se refere a alínea b) do artigo 2.º do Decreto-Lei n.º 312/2003, de 17 de Dezembro: I) Cão de fila brasileiro; II) Dogue argentino; III) Pit bull terrier; IV) Rottweiller; V) Staffordshire terrier americano; VI) Staffordshire bull terrier; VII) Tosa inu.



Publicado por Tovi às 10:51
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 6 de Junho de 2016
A Quina Carteirista volta a ser detida

Não será já altura da Quina receber uma comenda no 10 de Junho?... Ou as medalhas, no que toca a ladroagem, são só para banqueiros?

 

Quina Carteirista aa.jpg

  (JN - 5Jun2016)

A carteirista mais velha do país, Joaquina Gonçalves, 85 anos, conhecida por "Quina" voltou ontem a ser detida. Desta vez, foi na cidade de Amarante, onde uma patrulha da GNR a abordou, após ter recebido a queixa de uma mulher a quem tinha sido furtada a carteira.
"Quina", condenada há 15 dias a uma pena suspensa de cinco meses e que tinha sido avisada pela juíza que ia presa se voltasse a furtar, declarou ter encontrado a carteira no chão. Naquela cidade estavam a decorrer umas festas populares que atraem sempre centenas de visitantes.
A GNR contactou entretanto o Ministério Público que mandou libertar a mulher, que irá ser confrontada com as suspeitas mais tarde.
Há cerca de 15 dias, quando foi condenada, o Tribunal de Pequena Instância Criminal do Porto decidiu suspender a punição pelo período de um ano, com o aviso de que pode tornar-se efetiva a qualquer momento, se a arguida reincidir. A condenação ainda não transitou em julgado.
Joaquina Gonçalves viu ser dado como provado que no passado dia 3 de maio retirou o porta-moedas da carteira de uma mulher, de 71 anos, que assistia ao cortejo da Queima das Fitas, na Rua dos Clérigos, no Porto. Entre outros bens, o porta-moedas continha 25 euros, mas "Quina" não chegou a usufruir do dinheiro, porque foi logo intercetada por agentes da 1ª Esquadra de Investigação Criminal da PSP, que já a vigiavam há muito.
No julgamento, a arguida negou tudo, alegando que ia a passar no local quando deparou com uma "coisinha no chão, que parecia um telemóvel", e que a sua intenção era entregá-lo às autoridades. Essa versão foi desmentida pelos elementos policiais.
"Quina" já tinha no cadastro duas condenações por furto, ambas a pena de multa, nos tribunais de Tomar, em 2004 (360 euros), e Barcelos, em 2012 (300 euros). A juíza sublinhou que aquelas punições "não foram suficientes" mas entendeu suspender a pena, tendo em conta, entre outros fatores, a retaguarda familiar da idosa, que vive com dois netos.



Publicado por Tovi às 16:18
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 25 de Março de 2016
Tudo vai mal no combate ao terrorismo na velha Europa

Europa vs Estado Islâmico cartoon.jpg

O jornal belga Le Soir noticia que “les ministres de la Justice et de l’Intérieur ont présenté leur démission“ e embora “le Premier ministre Charles Michel les a refusées” a verdade é que a continuidade de Jan Jambon e Koen Geens no governo está altamente comprometida, tal foi o descalabro a que a polícia e a justiça da Bélgica chegaram na falta de rigor e laxismo na gestão da liberdade condicional de Ibrahim El Bakraoui. Os factos são cruéis, terríveis e brutais: Um homem belga, em liberdade condicional após uma condenação a 10 anos de prisão, atravessou por duas vezes a fronteira síria, foi deportado pelos turcos para a Holanda no passado mês de Julho, escapou a todos os controlos e fez-se explodir no aeroporto de Zaventem na passada terça-feira.

 

  Comentários no Facebook

«Renato Rodrigues» >> Disparou sobre a polícia com uma kalashnikov (arma de guerra) e ao fim de 4 anos é solto... A Bélgica é um país de palhaçada!

«David Ribeiro» >> ...é solto e ninguém quer mais saber dele. Depois queixam-se.

«Jorge Oliveira E Sousa» >> E quantos andarão nas mesmas condições?

«David Ribeiro» >> Sim... Quantos andarão?... É que o perigo está cá dentro, nados e criados na Europa.

«Renato Rodrigues» >> A Bélgica é um país que funciona bastante mal, bastante desorganizado. É sempre motivo de piada para todos os estrangeiros que lá moram, a ineficiência dos serviços públicos Belgas. Sempre estou para ver se alguém propõe a suspensão da Bélgica do espaço Schengen ou algo do género. Eu sou completamente o oposto de securitário, mas um rapaz que dispara uma arma de guerra sobre um polícia não pode sair ao fim de quatro anos!! E a coisa da extradição pela Turquia também tem que se lhe diga, se for verdade. Não entendo sequer porque extraditam um cidadão Belga para a Holanda?! É engraçado que haja estados de sítio em França e propostas para acabar com a privacidade, se a UE nem consegue ter um mínimo controlo das fronteiras externas...

«Ricardo Nuno» >> Mas da Bélgica já se tinham queixado os serviços secretos alemães e ingleses! Aliás o cúmulo foi terem de ser os franceses a dizer aos belgas q eles tinham terroristas em Molenbeek!

«Jorge Oliveira E Sousa» >> Tem de haver uma eficaz Policia Europeia

«Fernando Duarte» >> a culpa foi dos turcos que confundiram a Holanda com a Bélgica

«Jose Bandeira» >> Sugiro a leitura da obra de Gosciny ilustrada por Uderzo "Astérix entre os Belgas"

«David Ribeiro» >> Eu nunca tinha entendido muito bem a expressão “parece qu’és Belga”, muito usada na minha juventude… mas depois de ter trabalhado com eles durante dois anos, deu para perceber [Emoji wink] – Encontrado na NET: «Antigamente, não era raro ouvir alguém rotular outro de belga: "fulano é belga ou meio-belga!" Pretendendo dizer com isso que se tratava de uma pessoa muito pouco fidedigna ou finória, no sentido menos edificante do vocábulo. Qual a raiz da expressão? Desconheço. Apenas posso futurar que talvez isso se relacione com os problemas e os atritos constantes, pelo menos no passado, entre os povos belgas e os seus governos.»

«Fernando Duarte» >> os belgas estiveram recentemente 3 anos sem governo, e isso prova que não precisamos de governo para nada

«David Ribeiro» >> Não tenhas dúvida, amigo Fernando Duarte, que o facto da Bélgica ter estado tanto tempo sem governo central num passado recente contribuiu imenso para este descalabro que se veio a verificar no combate ao terrorismo. Para a gestão política e social dum dado território os governos regionais servem perfeitamente e até o conseguem fazer melhor que um governo central, mas os serviços secretos e controlo do sistema de justiça, nomeadamente o acompanhamento de indivíduos em liberdade condicional, são e devem continuar a ser funções exclusivas dos governos centrais.

«Fernando Duarte» >> é isso mesmo David, o governo central nunca deveria tomar decisões de nível regional, não é um deputado eleito no Algarve que vai decidir se podemos ou não tomar banho no rio Douro ou um deputado eleito em Bragança que vai decidir se em Lisboa o trânsito deve ser condicionado



Publicado por Tovi às 10:07
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 19 de Novembro de 2015
Cadela de assalto da RAID morre em Saint-Denis

Diesel cão Malinois 18Nov2015 ab.jpg

Diesel, uma cadela de sete anos da raça Pastor Belga Malinois das forças da RAID (unida da polícia anti-terrorista francesa), foi morta pelos jihadistas nas operações de ontem de manhã em Saint-Denis.

 

Logo_RAID_svg.jpg

RAID (Recherche, Assistance, Intervention, Dissuasion) é uma unidade de elite da Police Nationale Française. Fundada em 1985 a unidade participa em todo o território francês na luta contra todas as formas de criminalidade e grande banditismo. Atua em situações de crise, tomada de reféns, ou detenção musculada de infractores de alto risco conotados com o crime organizado, sendo também relevante a sua contribuição na luta contra o terrorismo.

 

Pastor Belga Malinois ab.jpg

Cão de Pastor Belga Malinois (Chien de Berger Belge Malinois) é a mais antiga das quatro variedades que constituem a família dos Cães Pastores Belga (Groenendael de pêlo comprido e de cor preta; Laekenois com pêlo de arame; Malinois de pêlo macio; Tervueren com pêlo comprido de vários tons). É um cão obediente, dotado com grande capacidade de aprendizagem e inteligência, que precisa, no entanto, de uma educação sistemática e positiva. É igualmente um animal talhado para o trabalho, já que é determinado, corajoso e dotado com grande resistência à fadiga.



Publicado por Tovi às 08:45
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 17 de Julho de 2015
Reunião Plenária do «Nós, Cidadãos!»

Hoje às 21h00, nas instalações do Grupo Musical de Miragaia (2º andar, Rua Arménia 10/18, Largo Artur Arcos; em frente ao Parque de Estacionamento da Alfândega, no Porto) vai realizar-se uma Reunião Plenária do «Nós, Cidadãos!». Eu vou estar presente.

Nós Cidadãos reunião plenário no Porto 17Jul20

ORDEM DE TRABALHOS:

1. Informações sobre o NC;

2. Apresentação da estrutura distrital do Porto;

3. Apresentação da lista concorrente às eleições legislativas pelo Círculo Eleitoral do Porto;

4. Outros assuntos.

Nota muito importante: Os cidadãos convocados que não comparecerem e não justificarem antecipadamente a ausência, partiremos do princípio de que não estão disponíveis para integrar quaisquer órgãos directivos ou grupos de trabalho no Nós, Cidadãos! Esta será a última reunião da estrutura do distrito do Porto, antes do Congresso Nacional, que terá lugar no dia 25 de Julho em S. Domingos de Rana (Lisboa). A sua presença não é importante, é FUNDAMENTAL!! Pelo bem comum.

 

  Porto, 23h00 de 17Jul2015

Tanto quanto me foi dado perceber a lista de candidatos a deputados para as próximas Legislativas elaborada no Porto para concorrer por este círculo eleitoral, foi IGNORADA pela estrutura central do «Nós, Cidadãos!» em Lisboa. Assim sendo, fica já aqui dito que eu abandono este projecto político.



Publicado por Tovi às 10:21
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 14 de Junho de 2015
Despejos em bairros sociais de Lordelo do Ouro

Despejos de bairros P24 12Jun2015.jpg

Vá lá que só estamos perante notificações tendo em vista eventuais despejos de habitações sociais… Se fosse no tempo de Rui Rio íamos imediatamente para a demolição do bairro

Sim, eu sei que a coisa não é assim tão simples como eu quis fazer crer na forma galhofeira como iniciei este post, mas é tempo de se fazer uma grande reflexão sobre o tráfico de droga nos bairros sociais da Cidade Invicta. Venham daí os vossos bitaites sobre esta matéria… bitaites sérios e minimamente fundamentados, tendo em especial atenção que o Regulamento de Gestão do Parque Habitacional é bastante claro quando diz que não devem ter direito a habitação social e/ou estão sujeitos a despejo quem tem um comportamento ilícito ou desviante.

 

  Comentários no Facebook

«José Luis Moreira» >> Que se phodam os delinquentes que se escudam por detrás da família com idosos e crianças!...

«José Camilo» >> Primeiro, rever a justiça cá praticada. Um indivíduo que, com 16 anos, assalta uma farmácia à mão armada, é apanhado em flagrante e após julgamento a decisão é envia-lo para casa com obrigação bi-semanal de se apresentar numa esquadra de polícia, é evidente que com esta medida quem vai sofrer é quem habita com ele vir a correr o risco de ficar sem tecto por culpa de outrem, mesmo sendo familiar.

«Pedro Baptista» >> Ó Caríssimo David Ribeiro, não me diga que o tráfico de droga se centra nos bairros dos trabalhadores... Se assim fosse a coisa dava pouco... e extinguia-se por si... Deixemo-nos de estigmas de xenofobia social que fazem lembrar o ambiente dos pogroms anti-judeus dos nazis... As pessoas dos bairros sociais são como as outras... E os fascistas, mesmo quando se vestem de socialistas, são também muito parecidos... Sobretudo quando vêm mesmo do social-fascismo...

«Zé João G» >> Por acaso já se deram ao cuidado de se questionarem das razões do "trafico de droga" se situar em bairros camarários limitrofes e não nos de por exemplo Fernão Magalhaes ou Ameal? A marginalizaçao e desenraizamento de familias e laços de vizinhança não tera áum pouco a ver com isso? Medidas imediatas e marginais podem aparentemente resolver um problema a muito curo prazo agravando entretanto a marginalização e o estigma.

«Gonçalo Moreira» >> Pinheiro Torres é limítrofe? Aldoar é limítrofe? É um problema infelizmente transversal e muito complicado de resolver. Mas os bairros não podem ser antros de droga, marginalizados. Têm que ser locais dignos onde famílias desfavorecidas possam habitar até reconstruirem a sua vida. Mas para serem exactamente isto, muito vai ter que mudar. Um passo de cada vez.

«José Luis Moreira» >> O ploblema é complicado de resolver?.. Pois é! Mas deve-se falar também dos irresponsáveis que o ajudaram a criar ao acabarem com as 'ilhas' e 'barracas' para formar 'guetos' como «S. João de Deus» e o «Aleixo» sem terem tido o devido cuidado com o estudo da distribuição das famílias desalojadas.

«Jorge Veiga» >> E desculpam-se os que fazem tráfico de droga por causa dos condicionalismos sociais? E dizem que são beirros de trabalhadores? O terem sido feitas estas "Ilhas" verticais e terem enfiado lá um determinado de pessoas é que deu origem a isso. O resto são desculpas...

«Rui Moreira» >> As pessoas em causa têm o direito de se defenderem em juízo, perante a notificação. Essa é a grande diferença. Quem conhece os bairros, conhece a realidade. Não estamos a falar de consumo, de exclusão. Estamos a tratar de sintomas óbvios de tráfego. As pessoas dos bairros têm direitos como os outros. Direito ao sossego, à dignidade, ao descanso. A viver em tranquilidade. A não estarem sujeitos a poderes informais. Quanto a ondas de revolta, a última vez que estive na Pasteleira Nova fui abordado por moradores revoltados. Tudo foi presenciado pelos jornalistas, noticiado pelo Público. Estavam revoltados por não haver combate aos traficantes...

«Jorge Veiga» >> Não me parece que quem tutela as casas camarárias e os bairros tomem medidas indiferentes à justiça e à lei. Muitos têm direito a viver com tranquilidade, sim, mas outros perdem-na quando optam por viver à margem. Em tudo deve haver moderação e ponderação. Acho que o sr PC Rui Moreira já mostrou muitas vezes ter essas qualidades, mas também não pode ser refém de que lhe digam que é discriminador, pois que se o tem de ser, acho que deve tomar esse caminho. Todos os cidadãos "normais" estão fartos de aturar as aventuras de meia dúzia e a quem ajustiça não consegue retirá-los do circulo onde se meteram e nós não os queremos ter por perto.

«Rui Moreira» >> Jorge Veiga, a CMP é inquilino de cerca de 13000 habitações / 25000 cidadãos. A esmagadora maioria não tem nem quer ter problemas. Quer fazer a sua vida, com a normalidade possível. A Cmp não investiga tráfegos, como se compreende.

«David Ribeiro» >> Não há dúvida que Rui Moreira acabou de tocar naquilo que para mim é o cerne da questão: “Estavam (moradores da Pasteleira Nova) revoltados por não haver combate aos traficantes”. É confrangedor ver o à vontade com que se vende droga em alguns bairros sociais e para mim mais difícil de entender é a aparente passividade das forças policiais. Sei perfeitamente que não é unicamente com repressão que se combate um flagelo deste tipo, mas fechar os olhos ao tráfico não se pode admitir. Diz na notícia do P24: "As pessoas fazem fila à porta para comprar droga" (...) "a polícia encontrou 11 mil euros. Noutra havia 4 mil e tal euros e o inquilino tinha outra morada, onde foram encontrados mais 4 mil".

«Rui Moreira» >> Publico 1/4/2015

Despejos de bairros jornal Público.jpg

«Jorge Veiga» >> mas que eu saiba, as Câmaras fazem reuniões com as forças de segurança, podendo ser solicitado a estas que tomem as medidas necessárias para minimizar estas ocorrência, Se não o fazem (qual o motivo) e qual a resposta que a CMP (neste caso) tem. Se são poucos os que perturbam muitos, não o deveriam fazer e de certeza que há meios legais para o evitar.

«Rui Moreira» >> Sim, há articulação com as forcas de segurança, no âmbito da lei.

«Jorge Veiga» >> Pois só falta que a segurança actue.



Publicado por Tovi às 07:24
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 18 de Maio de 2015
Boavista 0 - 1 Nacional

Fary 01.jpg

Só hoje se realizou este jogo da 33ª jornada da Liga NOS 2014/15 e o adiamento do encontro deveu-se a condições meteorológicas adversas na ilha da Madeira, que não permitiram o voo da equipa para o Continente. O Boavista perdeu por uma a zero com o Nacional, mas a verdade é que para os Axadrezados já não contava para nada, embora tenha o simbolismo de ser o último encontro em casa de uma equipa muito forte e que das tripas fez coração para atingir o objectivo de se manter na mais alta competição portuguesa de futebol. E não nos podemos esquecer que será seguramente o último jogo do avançado senegalês FARY, que aos quarenta anos de idade, nove deles ao serviço do clube do Bessa (entre 2004 e 2008, e desde 2011 até hoje), se vai despedir dos relvados.

 

Já agora e porque estas coisas não podem ser esquecidas: No dia de ontem, nas imediações do Estádio do Guimarães e no fim do jogo da equipa do Berço da Nacionalidade com os Águias, um adepto benfiquista – José Magalhães, empresário de Matosinhos -, seu pai e os seus dois filhos menores, foram violentamente e incompreensivelmente agredidos por um graduado da PSP – Filipe Macedo Silva, subcomissário da esquadra de investigação criminal da PSP de Guimarães - e mesmo que os agredidos tivessem chamado nomes feios à mãe do polícia, ou mesmo uma cuspidela na cara, como parece que está a ser argumentado pelo graduado da PSP, nada, mesmo NADA justifica esta agressividade. Já pensaram que a um polícia, com mais cinco outros colegas presentes, é mais do que fácil deter o mais agressivo dos meliantes?... Sobre tudo isto disse hoje a Polícia de Segurança Pública – “(...) No final do jogo, nas imediações do estádio, ocorreu uma intervenção policial que resultou na detenção de um cidadão. Esta ocorrência foi filmada em direto por uma estação de televisão e amplamente divulgada. Após o visionamento das imagens em questão, a PSP decidiu instaurar procedimento disciplinar contra o elemento policial que consumou a detenção. (...)"

Guimarães x Benfica 17Mai2015 polícia d.jpg



Publicado por Tovi às 22:27
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 19 de Novembro de 2014
Simulacro de incêndio na escolinha da Alice

Simulacro de incêndio 19Nov2014 d.jpg

Esta manhã houve um simulacro de incêndio na Creche da Liga dos Combatentes, a escolinha onde anda a minha neta Alice. Este exercício teve a supervisão dos Sapadores Bombeiros do Porto e da Polícia de Segurança Pública. Não houve motivo para alarme, apesar de tudo ter decorrido como se de uma situação real se tratasse. É bom saber que se fazem este tipo de exercícios  pois quer as educadoras quer as crianças têm que saber lidar com estes possíveis acidentes.



Publicado por Tovi às 10:50
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 20 de Agosto de 2014
Protestos violentos em Ferguson

Para melhor compreendermos tudo o que se está a passar em Ferguson convém não esquecer que esta é uma pequena cidade (16 km2) do estado americano do Missouri, com pouco mais de 21 mil habitantes, sendo 29,3% brancos e 67,4% afro-americanos (U.S. Census - 2010). O rendimento per-capita nesta cidade é de 20.524 USDollars (menos de metade do rendimento per-capita dos EUA) e 17,6% da população vive abaixo da linha de pobreza.

{#emotions_dlg.chat} Cronologia dos acontecimentos (por Marcus Lütticke da Deutsche Welle)

9 de agosto de 2014: Michael Brown, de 18 anos, é baleado por um policial em Ferguson, um subúrbio da metrópole de Saint Louis, no estado do Missouri. De início são contraditórias as informações sobre as circunstâncias que levaram aos tiros. Segundo a polícia, Brown teria tentado roubar diversos pacotes de cigarrilhas de uma loja e se comportado de forma "agressiva", antes de ser alvejado. Uma testemunha relata a jornalistas uma sequência de fatos diferente, porém: Brown estaria a caminho para a casa da avó. Ao receber os tiros, teria as mãos levantadas. Como a grande maioria da população de Ferguson, o jovem era afro-americano.

10 de agosto de 2014: Pela manhã a polícia convoca uma coletiva de imprensa. Segundo Jon Belmar, chefe de polícia do condado de St. Louis, o agente que disparou contra Michael Brown foi empurrado de volta para o carro policial e lá "atacado". O primeiro disparo teria sido feito ainda de dentro do veículo, sem atingir ninguém, e os tiros fatais, já do lado de fora. Diversas perguntas da imprensa sobre os acontecimentos permaneceram sem resposta. Em memória de Brown, um grupo se reúne à tarde, nas proximidades do local do homicídio. Alguns oram, outros protestam contra a polícia. Pela noite adentro, os protestos acabam em violência, lojas da área são saqueadas. Um helicóptero policial é atingido por tiros.

11 de agosto de 2014: Trabalhos de limpeza após uma noite de violência. À tarde, os pais de Brown apelam aos manifestantes para que mantenham a calma, mas à noite voltam a ocorrer protestos, violência e saques. Pela primeira vez a polícia emprega gás lacrimogêneo.

12 de agosto de 2014: A polícia se recusa a divulgar o nome do agente atirador, declarando que ele teria recebido ameaças de morte. O presidente Barack Obama pede calma aos habitantes de Ferguson e expressa condolências à família da vítima. Na terceira noite de protestos violentos, há emprego de gás lacrimogêneo e de veículos blindados.

13 de agosto de 2014: Durante o dia, os moradores de Ferguson se manifestam pacificamente. A intervenção da polícia é criticada pela opinião pública. À noite volta a ocorrer violência. As forças de segurança respondem com gás lacrimogêneo e bombas de efeito moral.

14 de agosto de 2014: Obama conclama à "paz e calma" em Ferguson. Jay Nixon, governador do Missouri, transfere o comando da operação, da polícia local para a Missouri State Highway Patrol, a policia estadual. A chefia é entregue a Ronald Jonson, afro-americano e natural de Ferguson. No início da noite, no Gateway Arch, marca registrada de St. Louis, há protestos, a maioria silenciosos, contra a violência policial, com a participação da família de Brown. A noite em Ferguson é tranquila.

15 de agosto de 2014: A polícia revela pela manhã o nome do atirador: Darren Wilson, policial branco com seis anos de experiência profissional que até então nunca chamara a atenção negativamente. À noite há protestos pacíficos, enquanto paralelamente os saques prosseguem. Ocorrem choques entre manifestantes e saqueadores. A polícia está presente, mas se mantém basicamente neutra.

16 de agosto de 2014: O governador Jay Nixon decreta estado de exceção e toque de recolher em Ferguson, entre a meia-noite e as 5h da manhã. Apesar disso, violência e saques continuam.

17 de agosto de 2014: Segundo uma perícia encomendada pelos pais de Michael Brown, o jovem foi atingido por seis balas, duas na cabeça e quatro no braço direito, todas pela frente. Acontecem novos distúrbios à noite, antes mesmo do início do toque de recolher. Manifestantes isolados atacam os policiais com coquetéis molotov, segundo a polícia há também disparos entre a multidão. Os agentes empregam gás lacrimogêneo para dispersar os protestos.

18 de agosto de 2014: Pela manhã cedo, o governador Jay Nixon assina uma portaria permitindo a mobilização da Guarda Nacional americana para Ferguson. Mais tarde, um advogado da família de Brown afirma que uma autópsia privada confirma que o jovem foi atingido por ao menos seis tiros.


«Manuel Rocha» no Facebook >> O problema está travestido de racismo.

«Mario Jeronimo» no Facebook >> David Ribeiro relativamente ao teu comentário inicial, porque é que uns são brancos... e os outros são afro-americanos, e não pretos ou negros???. Abraço.

«David Ribeiro» no Facebook >> Os Afro-americanos são realmente pretos, mas com a diferença que já nasceram e/ou foram criados nos EUA e isso faz a diferença, meu caro Mario Jeronimo.

«Manuel Rocha» no Facebook >> Quantas manifestações anti-racismo têm havido pelo facto da polícia balear criminosos brancos?pelo que me parece nesse estado há mais negros do que brancos... porque não dizem que o negro atacou roubando o branco porque era branco?

«David Ribeiro» no Facebook >> O facto de o negro baleado ter eventualmente atacado ou roubado um branco não dá o direito a ninguém de o matar. Mesmo nos países onde ainda há a a pena de morte, esta só pode ser efectuada após julgamento, meu caro Manuel Rocha.

«Manuel Rocha» no Facebook >> Eu nunca me referi ao direito de matar ou não... a que propósito o diz?

«David Ribeiro» no Facebook >> Foi o que entendi, mas aceito que deverá ter sido erro meu.

«Manuel Rocha» no Facebook >> Ando um pouco farto de se falar em racismo onde não é esse problema que existe.

«David Ribeiro» no Facebook >> Também não me parece que seja um problema de racismo o que se está a passar em Ferguson, mas muito mais um "luta" entre os mais desfavorecidos e os outros. Só que neste caso "os mais desfavorecidos" são negros.

«Manuel Rocha» no Facebook >> É a arma que têm. :(

«António Alves» no Facebook >> O racismo é um problema histórico nos EUA particularmente em relação aos negros. O Estado do Missouri tem uma história eloquente de discriminação e segregação racial. Fazer de conta que o problema não existe é no mínimo perigoso.

«Manuel Rocha» no Facebook >> Se existe; não foi este caso... se o é; porque não referiram o roubo e agressão de um preto com brutalidade contra um branco? É que por azar a maioria nesta comunidade é negra ok?

«António Alves» no Facebook >> Eu considero claramente que existe tendo em conta a sequência dos acontecimentos e o historial americano. Desde janeiro até hoje a polícia americana já abateu a tiro mais de 400 homens negros. Algo de mal se passa na América. Mas admito estar errado e possa pura simplesmente ter sido um caso de um polícia impreparado para o trabalho que tem de executar. Uma outra coisa: a acusação de roubo está por provar. O vídeo mostrado pela polícia em que se vê um negro a roubar uma loja e a empurrar o comerciante de um modo que não podemos inclusivamente considerar muito violento, mas isso obviamente não desculpa o crime de roubo, só apareceu dias depois dos acontecimentos e nele não é possível identificar claramente o assaltante. O que é factual é que o rapaz foi abordado na rua, às duas da tarde, por um carro patrulha para ser revistado e interrogado, recusou-se a isso. Após discussão com os polícias fugiu e de seguida o agente em causa saiu do carro e disparou. O rapaz parou e levantou os braços. De seguida foi abatido com seis tiros. Quatro nos braços e dois na cabeça. O tiro que o matou entrou no cérebro de cima para baixo, facto que é eloquente sobre a cena testemunhada por várias pessoas. A autópsia prova estes factos. Michael Brown, negro,18 anos, tinha acabado o liceu e ia ingressar este ano na universidade. menos de 15% dos negros americanos conseguem tal feito.

«Manuel Rocha» no Facebook >> E pode dizer no historial americano quantos brancos foram abatidos a tiro pela polícia estadunidense? Se acha que nada pode provar mesmo atravéz de um vídeo que seja algo indecoroso como violento, muito menos pode provar sobre a forma que o negro foi abordado pela polícia e como este reagiu não é? Digo-lhe isto frontalmente porque ando fartinho de ver por aqui no burgo atirar pedras de racismo só a brancos como se os negros nunca o fossem!

«António Alves» no Facebook >> Eu não pretendo provar nada. Isso compete aos tribunais americanos. Limito-me a enumerar FACTOS PÚBLICOS sobejamente documentados e a dar a minha opinião. Quanto aos brancos abatidos pela polícia americana. Este ano não chegam aos número dedos das mãos. E eles são a maioria da população. Além de terem uma menor propensão para o crime (vivem melhor e não são discriminados pelo sistema) a abordagem pela polícia e até as sentenças em tribunal, facto comprovado estatisticamente, para crime semelhante são por norma mais "generosas". De qualquer maneira acho inaceitável que alguém pretenda defender a legitimidade da polícia abataer alguém por ter roubado cigarros e bolachas. Se quiser dar-se ao trabalho de ler todos os nomes desta lista e contar aqueles que lhe parecem WASP faça o favor. List of killings by law enforcement officers in the United States 2014 - Wikipedia, the free... Em todas as comunidades humanas existe racismo. Isso não é novidade nenhuma. Existem países africanos que praticam um racismo claro contra outrros cidadãos e etnias. Mas isso não justifica que isso seja aceitável num país com um estado de direito organizado e civilizado.

«Manuel Rocha» no Facebook >> Aqui que eu saiba ninguém falou em "legitimidades" que eu consiga ver; não vislumbro no link que postou mais mortes de negros por assassinato que brancos.

«David Ribeiro» no Facebook >> É muito importante para a análise dos factos saber as alterações demográficas verificadas em Ferguson. A população da cidade desceu drasticamente nas últimas décadas (28.759 habitantes em 1970 para 21.203 em 2010), ao mesmo tempo que a percentagem de brancos e afro-americanos sofria uma alteração radical. No census de 1990 estavam identificados 73,8% brancos e 25,1% negros, mas no ano 2010 a situação era já completamente diferente, com 29,3% de brancos e 67,4% de negros.

«Jorge Veiga» no Facebook >> David Ribeiro eu volto atrás um pouco, mas essa dos afro-americanos faz-me comichão. Ainda ontem examinei uma boa dose de individuos de raça negra, Guineenses (Guiné-Bissau), com dupla nacionalidade. Serão esses Luso-Africanos ou Afro-Lusitanos? Eu acho que são pretos, como nós somos brancos, os chineses amarelos. Que treta de prurido têm os americanos de chamar os bois (como dizemos) pelos nomes? Não há qualquer racismo nisso, pelo menos é o que eu penso. Roubar seja o que for é "feio", mas matar por causa de uns maços de tabaco?!!!!

«David Ribeiro» no Facebook >> Não é uma questão de racismo mas sim uma forma correcta, no meu entender, de indicar que esses negros já nasceram nos EUA, a maior parte deles filhos, netos e bisnetos de negros nascidos no País.

«António Alves» no Facebook >> essa doa afro-americanos é fruto do politicamente correcto tal como os "native americans" para os índios. Em Portugal também é "feio" dizer preto. O "correcto" é negro.

«Jorge Veiga» no Facebook >> a raça é negra. Chamar Negro? por mim serve, mas não vou chamar afro-lusitano a um negro de angola, nem vou chamar luso-africano a um branco nascido em moçambique, ou como queiram...

«António Alves» no Facebook >> até porque as raças não existem. a cor da pele é uma característica que se engloba no mesmo nível de outras como a cor dos olhos ou do cabelo. não é biologicamente lá grande distinção :-)

«Jorge Veiga» no Facebook >> Lá teremos de ir à Wikipédia e substituir a palavra raça por outras, que no fim de contas dizem o mesmo. Há diferenças de genotipo.

«António Alves» no Facebook >> as questões etnoculturais são imensamente mais influenciadoras do comportamento humano que a cor da pele. Ou o genótipo

«Mario Jeronimo» no Facebook >>  David Ribeiro desculpa mas essa de terem ou não nascido no território... deixa a desejar. Ou os tratas por pretos ou negros... e nós por brancos... ou então podemos falar por aqui de afroamericanos.... e caucasianos... porra.

«Jorge Veiga» no Facebook > Concordo com o que diz o Sr Mário Jerónimo. Foi o que atrás referi no caso de um descendente de negros e sendo negro, nascido em Lisboa, para mim é um português (se ele o quizer) e não um Afro-Lusitano (até parece mais uma raça de cavalo, desculpem-me...).

«Diamantino Hugo Pedro» no Facebook >> Em Portugal, a julgar pelo que, por hábito, vem nas noticias, o termo politicamente correcto é "Jovem".



Publicado por Tovi às 09:28
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 3 de Julho de 2014
Cocaína... a maldita cocaína

{#emotions_dlg.blink} Hoje vou tirar a manhã para ir comprar bananas nos supermercados LIDL.

{#emotions_dlg.meeting} [JN] - Cocaína encontrada entre bananas em sete lojas do Lidl - Um cliente do Lidl de Valença procurava bananas verdes e descobriu uns  pacotes estranhos no fundo da caixa. Era cocaína dissimulada. A PJ Porto veio a descobrir 237 quilos, em sete lojas da cadeia de supermercados. Foi o que pode designar-se como uma  falha de logística de uma rede de traficantes de droga com ramificações na Colômbia e em Espanha. O contentor de  caixas de bananas com  cocaína escondida - possivelmente mais de uma tonelada - foi colocado num barco que partiu da América do Sul em direção a Espanha. Foi descarregado no país vizinho e o produto distribuído, com evidente desvio da droga para os mercados paralelos. Mas neste circuito surgiu uma oportunidade de venda de uma palete de bananas para Portugal. Concretamente, para a cadeia Lidl. Por falha dos traficantes, a droga não foi retirada e inadvertidamente acabou por chegar às prateleiras dos supermercados de Valença, Famalicão, Porto (vários), Valongo, Amarante, Marco de Canaveses e Arrifana.


«Luiz da Cunha» no Facebook >> Bolas...eu só compro maçãs!!!!!

«Vasco Jorge» no Facebook >> Já devem ter esgotado... Rs

«Zé Carlos» no Facebook >> Vou já ao Lidl.....

«Nicolau Pais» no Facebook >> "Taxi?... Bom dia. É para o Lidl, se faz favor"

«C Cristiano Neves» no Facebook >> O Pingo Doce vai lançar iogurtes c/ ginseng e marijuana!?

«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.star} Isto das bananas do Lidl trazerem brinde já não é de hoje. Em Janeiro de 2010 em Espanha já aconteceu o mesmo: (The Guardian) A line too far for Lidl as 100kg of cocaine turns up in banana boxes - It is famous for its budget offers and rock-bottom prices but when the Lidl supermarket chain received several batches of high-grade cocaine at its Spanish stores last weekend it decided that that was one product which would not be making it on to the shelves. Instead the budget supermarket group called in the police to solve the mystery of how a dozen of its stores had each received hundreds of thousands of euros worth of neatly wrapped cocaine mixed in with their fresh bananas.

«José Camilo» no Facebook >> Ó Jerónimo Martins, anda cá bêr.

«Carlos Wehdorn» no Facebook >> são as melhores bananas à venda... isto são denúncias da concorrência

«David Ribeiro» no Facebook >> Há quem ponha a hipótese de serem brindes que os fornecedores das bananas colombianas enviam para a malta da seção de compras do LIDL... e estes, displicentes, nem os retiraram das caixas ;-)



Publicado por Tovi às 08:21
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 22 de Maio de 2014
Manuel "Palito" foi preso

{#emotions_dlg.blink} Lá para os lados de S. João da Pesqueira há quem jure de pés juntos que Manuel Palito não “foi detido quando entrava em casa” mas sim que se entregou às autoridades que vigiavam a sua residência em Valongo dos Azeites.


«Albertino Amaral» no Facebook >> As autoridades terão agora oportunidade de poder saber, como foge um sujeito durante tanto tempo, dentro de uma área tão restrita, sem ser localizado... Nem o Rambo conseguia...!

«José Luis Moreira» no Facebook >> Mas afinal em que ficamos?... Foi a PJ que o encontrou, ou foi ele que encontrou a PJ? ;)

«Albertino Amaral» no Facebook >> Suponho que foi ele que encontrou a PJ por acaso, e pensou, pensou, e terá dito:  Desculpem, vão almoçar ? Eu sou o "Palito", também vou convosco...!



Publicado por Tovi às 09:35
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 19 de Maio de 2014
Manuel "Palito" em fuga há um mês

{#emotions_dlg.sidemouth} Desprestigiante para a GNR e para a Polícia Judiciária toda esta telenovela do "Palito". A zona de São João da Pesqueira é difícil de calcorrear para quem não é da região, mas hoje em dia as nossas forças policiais estão treinadas e equipadas para muito mais do que têm feito até agora.



Publicado por Tovi às 13:45
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 27 de Maio de 2013
Grupo Operacional Cinotécnico (GOC)

Durante o 2º Concurso Canino da Maia, que se realizou no passado dia 19 de Maio, o Grupo Operacional Cinotécnico (GOC) da PSP fez várias demonstrações da sua operacionalidade com cães.


«Ricardo Madureira» no Facebook >> Desculpe David, este grupo é Operacional mas da Guarda Prisional da Zona Norte. Nesta demonstração fizeram parte 3 canideos (2 de afixo Português e 1 Espanhol).

«David Ribeiro» no Facebook >> Sim, é verdade... Estes elementos dos GOC estão adstritos aos Serviços Prisionais da Zona Norte.

«Zé Zen» no Facebook >> Os cães são pastores de Malines. (Mechelen / Flandria / Bélgica)

«David Ribeiro» no Facebook >> Exactamente... Cães da raça Pastor Belga Malinois.



Publicado por Tovi às 18:27
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 24 de Agosto de 2012
Tentativa de furto em residência no Porto

Foi ontem, na cidade do Porto.

{#emotions_dlg.meeting} [PSP / Facebook] - Tentativa de furto no interior de residência - No dia 23AGO12, pelas 15H50, na Rua Dr. Arão de Lacerda, Porto, foi intercetado um homem de 36 anos de idade, desempregado e residente no Porto. Polícias do Dispositivo de Investigação Criminal deste Comando, na sequência de informações dando conta de ter ocorrido uma tentativa de furto no interior de uma residência localizada na referida artéria, ali se deslocaram. No local, a moradora efetuou a entrega sob detenção do suspeito que se encontrava prostrado no solo, na sequência da tentativa de fuga por si encetada depois de se ter introduzido no interior da habitação. De acordo com a testemunha, o mesmo caiu desamparado no solo, o que inviabilizou a tentativa de abandonar o local. Em virtude de o suspeito se queixar de dores abdominais, foi acionada assistência médica, tendo o mesmo sido conduzido para o Hospital Geral de Santo António, onde viria a falecer. De mencionar que o mesmo se encontrava referenciado por esta Polícia pela prática de diversos ilícitos criminais, nomeadamente furtos em residências, em estabelecimentos e roubos.


«Fernando Duarte» in Facebook >> morreu de caganeira?

«Humberto Moreira» in Facebook >> Menos um... o pior é que enquanto ele bateu a bota já nasceram tres para  o lugar...

«Fernando Duarte» in Facebook >> ...e mais 2 ciganos, que obtiveram a "licenciatura" por equivalência, ou seja nascer cigano equivale a ser ladrão... o Relvas é que explica bem essa cena das equivalências



Publicado por Tovi às 19:46
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 22 de Julho de 2012
Incêndios na ilha da Madeira

Honra e Glória aos membros das Equipas de Intervenção Rápida da PSP que durante o combate aos incêndios na Madeira não deixaram NINGUÉM para trás.


«Zé Zen» in Facebook >> Hà cães simpàticos. :))

«Maria Vilar de Almeida» in Facebook >> David, o nosso repórter especial! OBRIGADA. Outra a colocar no meu Mural! ;-)


«Teresa Canavarro» in Facebook >> Bem Hajam!


«Yoan Tânia Marques» in Facebook >> Excelente trabalho!



Publicado por Tovi às 07:48
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Junho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9



28
29
30


Posts recentes

Magistral esta “mensagem”...

A Quina Carteirista volta...

Tudo vai mal no combate a...

Cadela de assalto da RAID...

Reunião Plenária do «Nós,...

Despejos em bairros socia...

Boavista 0 - 1 Nacional

Simulacro de incêndio na ...

Protestos violentos em Fe...

Cocaína... a maldita coca...

Manuel "Palito" foi preso

Manuel "Palito" em fuga h...

Grupo Operacional Cinotéc...

Tentativa de furto em res...

Incêndios na ilha da Made...

Rui Rio é uma merda

Confrontos no Porto entre...

Teremos voltado ao tempo ...

Matador em risco de perde...

Activistas anti-NATO em L...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus