"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Segunda-feira, 31 de Julho de 2017
Assembleia Constituinte na Venezuela

18_venezuela.jpg

Foi ontem eleita na Venezuela uma Assembleia Constituinte que irá reescrever a Constituição. E dou comigo a pensar que a Ilha da Madeira sempre foi uma das regiões portuguesas que mais imigrantes “forneceu” à Venezuela e a actual crise naquele país da América Latina vai trazer-lhe uma grave situação social nos próximos tempos. Aguardemos o que vai acontecer ao governo de Nicolás Maduro, mais à sua oposição. Segundo diz a comunicação social cá pela Europa metade dos venezuelanos não acredita nem nuns nem noutros… e isso poderá querer dizer que aproximamo-nos de um vazio de poder democrático, meio caminho andado para o aparecimento de ditaduras, sejam elas de que cores forem.



Publicado por Tovi às 09:49
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 15 de Novembro de 2016
Morreu Miguel Veiga

Requiescat In Pace

Miguel Veiga morreu em 14Nov2016.jpg

Morreu ontem de manhã Miguel Luís Kolback da Veiga, um dos fundadores em Maio de 1974 do Partido Popular Democrático (PPD), um grande Senhor, um ilustre Portuense, um grande Homem do Norte… um grande PORTUGUÊS.

Há uns cinco anos disse Miguel Veiga numa entrevista a Anabela Mota Ribeiro a propósito de um convite para ser ministro: “Não me apetecendo, não tendo o desejo, perdendo a minha autonomia, a minha liberdade, que é o factor para o qual tenho vivido toda a minha vida, e que me assegura a boa disposição ou o meu gosto de viver, pensei que me ia meter num buraco.”

 

 Comentários no Facebook

«Pedro Baptista» >> Chegou a sua hora! Seu pai e meu avô, vizinhos em Nevogilde, foram amigos. Foi colega de Primária e, pelo que me disse, amigo muito dilecto de meu falecido primo Armando Rui Rocha de Sousa. Quanto a mim, convivemos nos últimos anos... Não foram muitos, mas o convívio quando ocorria era intenso e profícuo... Pelo menos no que me diz respeito desenvolveu-se uma amizade. Apreciando os meus trabalhos em torno do pensamento português contemporâneo, entregou-me muita documentação sobre o seu tio Pedro Veiga, Petrus, nomeadamente o dossier da "Renovação Democrática" que este fundou com António Alvim, Álvaro Ribeiro e Eduardo Salgueiro por 1931 e de que foi o seu mais persistente e prolongado militante. Também o dossier da correspondência do Pedro Veiga com o filósofo Amorim de Carvalho, que entreguei a seu filho Júlio Amorim de Carvalho. Ofereceu-me as primeiras edições de quase toda a obra do tio, incluindo o estudo (em 4 ou 6 volumes) sobre Proudhon, obras raras. Ficou de me escrever a História (picaresca e pitoresca) da fundação do PPD, mas a sua bonomia era tal que, foi adiando, no caso eternamente, penso que com receio de poder ferir suscetibilidades ou ser menos simpático para com alguém. Na sua sala biblioteca, em Nevogilde, onde passámos numerosas tardes solarengas, ostentava de forma destacada um original do Manifesto de 9 de Junho de 1932, dos liberais que desembarcaram em Pampolide, Matosinhos, para fundarem o Portugal moderno. Com ele já bastante debilitado e limitado, ainda estivemos juntos, este princípio de verão, na Esplanada do Molhe de que sempre tanto gostámos. Foi uma tarde animadíssima e desta vez fui eu a pagar o lanche. Disse-me: - Bem, quando quiser lanchar já sei com quem hei de ir ter! Pois é, Miguel, infelizmente por aí não fico eu pobre. Um abraço caloroso e solidário à Belicha, sua mulher.

«Gonçalo Graça Moura» >> Nunca escreveu poemas, mas tem a arte de transformar os seus textos "em verdadeiros animais de companhia". Nasceu, cresceu e vive no meio de livros e centenas de pinturas que povoam as paredes da sua ampla casa, na Foz. É advogado, ajudou a fundar o PSD, e, garante, sempre esteve "bem com a vida. Há dias completou 75 anos: cinco amigos, "à revelia", fizeram esboços para um retrato do homem que, desde menino, diz andar com um poema no bolso. Os cinco esboços para um retrato de Miguel Veiga, reunidos, ganharam a forma de livro. Aliás, era a essa a intenção de José da Cruz Santos, o editor, quando convidou Artur Santos Silva, Luís Neiva Santos, Luís Valente de Oliveira, Mário Cláudio, Vasco Graça Moura e Álvaro Siza Vieira. Os quatro primeiros autores, através da palavra, esboçam o perfil do multifacetado Veiga "advogado", "amigo", "escritor, "político" e "portuense". Siza, com o seu traço inconfundível, faz o retrato. Há ainda, a abrir os depoimentos, um belíssimo poema de Marta Cristina de Araújo. A obra, como o próprio revela no prefácio, nasce à "revelia" do retratado. E ele gostou dos atributos com que foi enfeitado. "Graças a eles pude reconciliar-me comigo próprio, neste fim de tarde da minha vida, rente ao mar da foz." Miguel Veiga nasceu no Porto em 1936. E poucas pessoas, diz Vasco Graça Moura, terão sabido como ele falar da sua cidade. Sabe "captar-lhe a dimensão burguesa e popular, a altiva tradição cívica e a pungente humanidade, a luminosidade da paisagem, entre o granito, rio e mar". A Vasco Graça Moura cabia-lhe falar do Miguel Veiga portuense, mas não esqueceria o escritor e o advogado, que habitam a mesma personagem. "Nos idos de 1960, o Miguel Veiga era um jovem e fogoso advogado, com alta qualificação académica, fortíssima preparação técnica e uma combatividade fora do vulgar", lembra o escritor, também portuense e "fozeiro de gema". Entre a barra de tribunal e, às vezes, a política, Veiga teve ainda tempo para a escrita . Não em papel selado, isso fazia-o todos os dias: a outra escrita, que o fascinava desde a infância. "A alegria da escrita", como diz Vasco Graça Moura, que havia de partilhar nos ensaios, na intervenção política e na crítica cultural. Em todos os cinco esboços para um retrato de Miguel Veiga, a faceta do homem de cultura é valorizada. Leitor atento, coleccionador "quase infalível" nas aquisições, o que não o impediu de "ajudar muitos artistas em dificuldades, sobretudo os mais novos". Graça Moura lembra ainda a relação curiosa que o advogado mantém com os artistas. "Ouvi o Veiga garantir com toda a seriedade que tinha mandado instalar na banheira uma 'menina' do João Cutileiro, porque era uma maneira de tomar banho com ela todos os dias...". Na casa de campo em Loivo, no Minho, não terá a "menina" na banheira, mas o advogado levou para um canto do jardim uma "Anja", do mestre José Rodrigues. "A vida tem-me tratado bem desde o berço, a meninice e por aí fora, nesta minha sorridente, mais repousada e confortavelmente instalada veterania de três vezes vinte cinco anos." (DN, 27.08.2011)



Publicado por Tovi às 07:44
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 12 de Setembro de 2015
Estamos a ser invadidos por uma horda de refugiados

“Roubado” por aí… Não é um documento verdadeiro, mas podia ser da primeira metade dos anos setenta do século passado.

 

 AMEAÇA AOS NOSSOS VALORES FRANCESES E EUROPEUS
Amigos franceses, como todos sabemos estamos a ser invadidos por uma horda de refugiados portugueses. Dizem fugir de uma ditadura onde vivem na miséria mas todos sabemos que na realidade procuram roubar as benesses do nosso generoso Estado Social, pago com os nossos impostos de honestos cidadãos franceses. Estas imagens procuram desmontar as mentiras que circulam na comunicação social sobre esta vaga de futuros criminosos e violadores que não se vão assimilar na nossa cultura.

Imigrantes portugueses em França aaa.jpg

(Legenda desta foto - Vejam como espalham a sujidade e imundície por todo o lado por onde passam! E algumas das suas mulheres cobrem a cabeça com lenços por motivos religiosos, claramente nunca se vão assimilar na nossa cultura francesa moderna)

 

  Comentários no Facebook

«Fernando Duarte» >> esta foto é de um sr. chamado Gerard Bloncourt, é uma família portuguesa a viver nas barracas em França nos anos 60. Nessa altura ainda não existiam as ajudas do estado francês, era preciso trabalhar e a sério. As ajudas e subsídios diversos começaram a aparecer com a chegada dos socialistas ao poder em 1981

«Pedro Baptista» >> É, os burros novos não sabem e os velhos fazem-se esquecidos...

«Jose Riobom» >> ...demagogia pura no seu melhor...parabéns! ...agora fogem da democracia ?

«Fausto Santos» >> Esta é uma verdade que diz respeito a Portugal e nesse sentido à Europa. Todos os Países na Europa tem uma história e uma narrativa que a ajustam em função dos seus interesses e quanto a isso a diferença plasma-se no tempo. Os emigrantes Portugueses foram à data designados de les bidonville.



Publicado por Tovi às 08:07
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 13 de Março de 2014
Morreu D. José Policarpo

  Requiescat In Pace

Morreu ontem, na sequência de um aneurisma, o cardeal José Policarpo, ex-patriarca de Lisboa. Ficará para sempre na minha memória a frase que proferiu não ha muito tampo: Ninguém saia da política com as mãos limpas... e tinha muita razão.



Publicado por Tovi às 08:46
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 10 de Junho de 2013
Luís Vaz de Camões

 

 

 

 

 

Faz hoje 433 anos que morreu em Lisboa uma das maiores figuras da literatura em língua portuguesa e um dos grandes poetas do ocidente, Luís Vaz de Camões.

 

Cessem do sábio Grego e do Troiano

As navegações grandes que fizeram;

Cale-se de Alexandro e de Trajano

A fama das vitórias que tiveram;

Que eu canto o peito ilustre Lusitano,

A quem Neptuno e Marte obedeceram:

Cesse tudo o que a Musa antígua canta,

Que outro valor mais alto se alevanta

(Os Lusíadas, Canto I)


«José Camilo» no Facebook >> Hoje é dia do corpo do Deus da poesia...

«Zé Regalado» no Facebook >> Tão grande, que até o quiseram afastar da história a seguir ao 25/4

«José Silva» no Facebook >> Os Lusíadas são o meu livro de cabeceira, onde mergulho vezes sem conta, para vaguear por esse mundo ao sabor das ondas que Camões escreveu com mestria. Quando saio do livro e me enxugo, pareço outro, mais forte e mais exigente comigo próprio. Camões é grande, enorme...

«Fernando Duarte» no Facebook >> a porra do acordo ortográfico é que não dà para compreender o que ele escreveu

«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.away} 12h20 - Silva Peneda, que este ano preside às comemorações do 10 de Junho, acaba de fazer o discurso de abertura da Cerimónia Solene do Dia de Portugal em Elvas, e mais uma vez fez notar que é necessário um grande compromisso entre todas as instituições nacionais para sairmos desta situação grave em que nos encontramos.

«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.away} 12h40 - O Presidente da República Cavaco Silva, no discurso da Cerimónia Solene do Dia de Portugal, apontou como imprescindível para os próximos tempos uma aposta forte no Património Cultural, base do desenvolvimento económico assente no turismo.

«António Cruz» no Facebook >> as pescas e a agricultura por ele exterminados no século passado fazem agora parte do que ele chama Património Cultural e, que teve como consequências, exctamente o oposto daquilo que ele agora pretende o desenvolvimento económico. Estas contradições que nos fazem chorar de tristeza e rir da figura do dito cujo, dá-nos o direito de lhe chamar hipócrita, para além de palhaço

«David Ribeiro» no Facebook >> O Aníbal de Boliqueime deve andar mal assessorado lá pelo Palácio de Belém, pois quem ouvir o que está a dizer sobre a agricultura portuguesa até fica convencido que estamos na maior e que o futuro dos que trabalham a terra vai ser risonho.

«António Cruz» no Facebook >> ele devia estar caladinho pois de agricultura não percebe nada, devia deixar essas coisas para a Cristas que além de saber mais é também mais influente no além

«Joe Medicis» no Facebook >> Por patrimonio cultural ele deve estar a referir-se aos edificios de lisboa e ao faduncho, o folclore, a senhora dele de fatima e o futebol. Ja' o desenvolvimento de cultura nas escolas (com educacao musical e artistica que abranja 12 anos de escolaridade, que seja central no programa escolar, e que desenvolva um povo culto e criativo) foi cortado pela base desde que este governo entrou, deliberada e intencionalmente. O ministerio da cultura deixou de existir e passou a SEC, os cortes nas artes foram de cima abaixo, salvando-se apenas o circo onde esse palhaco trabalha. Ainda por cima assume que e' cultura para os outros (os turistas) nao para os que ca' estao (esses convem que continuem brutos como casas).  Demagogia barata!

«António Cruz» no Facebook >> bastante acertivo, Joe...

«Zé Carlos» no Facebook >> Quando MST lhe chamou palhaço, ofendeu toda uma classe profissional séria que vive de divertir crianças e adultos. Cavaco é o pai canalha de toda a presente situação. Como todos os dessa raia não assume sequer a paternidade

«António Cruz» no Facebook >> o MST não ofendeu ninguém apenas revelou um segredo de Estado, por isso vai a tribunal. MAS, parece que funcionou pois as vendas não param

«David Ribeiro» no Facbook >> {#emotions_dlg.blushed} Quem será o assessor da Presidência da República que escreve os discursos ao Cavaco?...

«João Barbosa» no Facebook >> É o Camões

«Maria João Pereira» no Facebook >> Será a MARIA?????????

«António Cruz» no Facebook >> qual? a de Fatima, a mulher a dias ou a de Boliqueime? pior do que aquilo que o inerte diz ainda é o facto de haver quem aplauda

«Joaquim Leal» no Facebook >> O homem parece que vive numa redoma, não conhece o mundo que o cerca.

«António Cruz» no Facebook >> Joaquim, é verdade não conhece o mundo que o cerca mas que tem muito medo dele ai isso tem.. até dá para sair pela porta dos fundos fora a gendarmerie necessária para manter a populaça a uma distância segura. Um dia leva no focinho assim como levou o Soares

«Joaquim Leal» no Facebook >> António Cruz, suspeito que o teor dos seus discursos e intervenções públicas residam em algo mais grave. Questão de saúde do foro psicológico. Há poucos anos perdeu um irmão com uma doença degenerativa do género e não me admiraria que algo de grave o comece a afectar.



Publicado por Tovi às 07:27
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 19 de Outubro de 2012
Morreu Manuel António Pina

 Requiescat In Pace

Morreu hoje Manuel António Pina, jornalista e escritor português galardoado em 2011 com o Prémio Camões. Tive o prazer de o conhecer pessoalmente há uns quatro ou cinco anos e desde então era um fiel leitor dos artigos de opinião que publicava regularmente no Jornal de Notícias. Vai-me fazer falta a sua escrita.


«Isabel Taborda Oliveira» in Facebook >> :-(

«José António Salcedo» in Facebook >> RIP.




Sábado, 13 de Outubro de 2012
Acordai, portugueses!...
 
 
 
 
 
 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


«Pedro Boa-Nova» in Facebook >> É! Acho estranho este silêncio!!!!

 «David Ribeiro» in Facebook >> Hoje à tarde a cultura saiu à rua no Porto, em luta contra a austeridade. Engrossada pelos manifestantes que desceram da Batalha, por Santa Catarina, a "manifestação cultural" juntou artistas da área da música, do teatro e de outras artes. O momento mais alto foi com a leitura de "Acordai" (música de Fernado Lopes-Graça e letra de José Gomes Ferreira) que se transformou no hino contra a austeridade.



Publicado por Tovi às 18:57
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 7 de Outubro de 2012
Manuel António Pina

(Foto "roubada" do site "SotaquesBrasilPortugal")

Manuel António Pina, jornalista e escritor português galardoado em 2011 com o Prémio Camões, continua internado no serviço de nefrologia do Hospital de Santo António… E que falta me fazem os seus artigos no JN.

{#emotions_dlg.smile} Votos de rápidas melhoras.


«João Baptista Vasconcelos Magalhães» in Facebook >> A minha amizade de muitos e muitos anos deixa-me triste. Deus queira que melhore rapidamente.

«José Silva» in Facebook >> Confesso que não sabia, mas estranhava aquele espaço vazio na última página do JN... Uma escrita sábia, em bom português, dum homem culto e lúcido, com refinado sentido de humor. Concordo consigo David, que falta nos fazem as crónicas do Manuel António Pina. Por isso acho que temos o direito de lhe exigir que se ponha bom rápidamente, e retome o lugar na sua secretária para nos dar uma visão límpida e independente sobre o nosso dia a dia. É a escrever que ele deve estar, sempre. As melhoras rápidas Manuel António Pina!!



Publicado por Tovi às 07:29
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 5 de Outubro de 2012
Portugueses de merda

Vergonha Nacional!... Nos Paços do Concelho em Lisboa, onde decorreu hoje de manhã a cerimónia de abertura das comemorações da Implantação da República, a Bandeira Portuguesa foi hasteada ao contrário.

{#emotions_dlg.mad} Portugueses de merda, estes.


«António Campos Leal» in Facebook >> Vergonha é estarem estes senhores a comemorar uma data pela qual não têm respeito algum. Vergonha é estarem a destruir a República.

«Isabel Alex Nobre» in Facebook >> Temos de admitir q tem algum sentido poético... eu cá hasteava a meia haste...

«Zé Carlos» in Facebook >> Cambada de FDP, não respeitam nada.

«David Ribeiro» in Facebook >> Em teatro de guerra, quando as bandeiras estão hasteadas ao contrário é sinal que o local está dominado pelo inimigo. Será que Cavaco Silva, o chefe supremo das Forças Armadas Portuguesas, já reconhece que fomos dominados pelos inimigos da Pátria?

«Joaquim Leal» in Facebook >> A bandeira até que está bem. O país é que está ao contrário.

«Rui Lopes A. D'Orey» in Facebook >> Portugueses de merda e merda de portugueses. Povo mole, imbecil e cobarde.

«David Ribeiro» in Facebook >> Tenho um amigo que no “tempo da outra senhora” e quando estava a prestar serviço militar na marinha, levou cinco dias de detenção por ter hasteado a Bandeira Nacional de pernas para o ar. E a estes gajos não acontece nada?

«Joaquim Leal» in Facebook >> O mais estranho é que todos estavam a ver a bandeira ao contrário e não emendaram a cena.

«David Ribeiro» in Facebook >> Bardamerdas, é o que eles são.

«Joaquim Leal» in Facebook >> E a cerimónia "intima" para meia duzia de iluminados?... alegaram contenção de custos, o crl! Tiveram foi medo da "rua" eh eh eh

«David Ribeiro» in Facebook >> Um Governo e um Presidente que têm medo do POVO só têm que ir à vida... Este não é o País deles.

«Carla Molinari» in Facebook >> Andam todos de pernas para o ar...

«Carlos Mimoso» in Facebook >> Mas ainda não verificaram que isto é um SOS, porque o inimigo são eles?


«David Ribeiro» in Facebook >> {#emotions_dlg.mad} Cavaco Silva e os outros políticos presentes na cerimónia de hoje de comemoração da Implantação da República, deviam borrar a cara com merda ao lerem esta notícia.

{#emotions_dlg.meeting} [El Mundo] - La bandera de Portugal izada por error al revés, símbolo de un país 'patas arriba' - (...) Lo más curioso del día, que ha contado con los tradicionales discursos políticos, se ha vivido precisamente al comienzo de la ceremonia, cuando el presidente portugués se disponía a izar la bandera nacional en el balcón principal de la casa consistorial de Lisboa. Para sorpresa de los pocos asistentes que había en ese momento, muchos menos que otros años, en la Plaza del Municipio, la bandera lusa empezó a subir por el asta colocada al revés, con el escudo para abajo.

«Manuel António Sarmento Silva» in Facebook >> Infelizmente temos uma classe política desavergonhada, e que se confunde com a própria merda. Não sabem distinguir, David Ribeiro.

«João Pedro» in Facebook >> Borrar a cara com merda, demitir-se e ficarem enfiados num buraco o resto da vida...

«Victor Meirinho» in Facebook >> Hastear uma bandeira de forma invertida significa SOS ou RENDIÇÂO!! Constatação de pescoço ajoujado ao jugo da Troika! COBARDES... FILHOS DA CURIOSIDADE!!!

«Carlos Mimoso» in Facebook >> Hastear a bandeira ao contrário, dá 2 anos de prisão a qualquer militar! Para o chefe supremo das forças armadas, qual será a pêna?!.....

«Rui Vilaça» in Facebook >> A incompetência de Lisboa explica o estado da nação...

«Rui Lopes A. D'Orey» in Facebook >> Até lá fora já nos gozam!

«João Pedro» in Facebook >> Portugal é noticia!! Nem sempre pelos melhores motivos...



Publicado por Tovi às 12:02
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 24 de Abril de 2012
Morreu Miguel Portas

Um dos seus últimos posts no Facebook, na quinta-feira 19, foi sobre o cerco policial à antiga escola básica da Pontinha, no Porto: "A Es.col.A da Fontinha, que tem um trabalho mais do que meritório com a população do bairro, está a ser despejada à bruta por uma cruzada de políticos idiotas. Que todas as boas vontades se juntem contra a estupidez. Já". Requiescat in Pace.

{#emotions_dlg.meeting} [Expresso] - Morreu hoje, cerca das 18h, em Antuérpia, na Bélgica, o eurodeputado Miguel Portas. O fundador do Bloco de Esquerda não resistiu ao cancro. A sua vida dividiu-se entre o jornalismo e a poltica. Fazia 54 anos na próxima semana.


«Luís Vaz de Macedo» in Facebook >> RIP



Publicado por Tovi às 21:00
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 18 de Março de 2012
Morreu António Leitão

Portugal e o Desporto Nacional ficaram hoje mais pobres. Morreu o grande campeão António LeitãoMedalha de Bronze nos Jogos Olímpicos de Los Angeles, em 1984 – nascido em Espinho, ali mesmo perto da casa onde eu vivi na minha juventude e que foi grande amigo e companheiro de um dos meus irmãos. Que a sua memória perdure para todo o sempre entre os portugueses.


«Fernando Duarte» in Facebook >>  tive a honra de disputar uma prova com ele, nos anos 80, numa altura em que eu ainda tinha saúde. Claro está que ele ganhou e eu apenas participei (não fiquei em ultimo, já foi bom)

«Pataxó Lima» in Facebook >> Adorei o seu coment, moço fffrorrrr Fernando Duarte... Lindo isso... E... Muita saúde para vc... rs!!

«Fernando Duarte» in Facebook >> ...como podem ver, eu apenas tinha um objectivo que era de não chegar em ultimo

«Vítor Ferreira» in Facebook >> Grande Benfiquista :-(



Publicado por Tovi às 16:32
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 23 de Setembro de 2011
"Vintage" - versão vinícola do Monopólio

Excelente este jogo de tabuleiro criado por uma empresa portuguesa e que é uma espécie de versão vinícola do famoso jogo Monopólio.

 

Quem não tem vinhas mas gosta de vinho e do seu processo de produção, particularmente do Vinho do Porto, pode tentar a sua sorte como produtor no tabuleiro do jogo “Vintage”, criado e lançado no mercado nacional e internacional pela portuguesa MESAboardgames. Vence o jogo aquele que for o produtor mais bem-sucedido. Para isso é preciso vender Vinho do Porto mas “primeiro é preciso comprar quintas, plantá-las, vindimar vinho, transportar o vinho para as respetivas caves em Vila Nova de Gaia, envelhecer e só depois se pode vender”, explicou Gil d’Orey, sócio fundador da MESAboardgames e responsável pelo conceito do jogo. O jogo foi oficialmente apresentado em Lisboa no mês de setembro e em novembro será apresentado no Porto. Mas os próximos meses serão decisivos já que a MESAboardgames fará a sua apresentação nas feiras de jogo mais importantes da Europa e do mundo, como a Essen, que se realiza em Outubro, na Alemanha.



Publicado por Tovi às 21:01
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 21 de Setembro de 2011
Morreu o pintor Júlio Resende

Tive a honra de conhecer pessoalmente este grande Senhor das Artes.


                                                    R I P  


Painel de Azulejos Ribeira Negra, na Avenida Gustavo Eiffel, oferecido pelo pintor Júlio Resende à cidade do Porto. Neste painel pode ver-se retratada a vida e as cores da Ribeira ao longo de 54 m de comprimento. Foi inaugurado em 1987.



Publicado por Tovi às 20:05
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 12 de Maio de 2011
Parabéns, Manuel António Pina

{#emotions_dlg.star} Manuel António Pina (nasceu no Sabugal em 18Nov1943) - Poeta, autor de livros infantis e tradutor. É licenciado em Direito pela  Universidade de Coimbra. Entre 1971 e 2001 foi jornalista profissional no Jornal  de Notícias (Porto), onde desempenhou igualmente funções de editor e chefe de  redacção. Além do JN, tem ainda colaboração dispersa por outros órgãos de  comunicação, entre imprensa escrita, rádio e televisão (República, Diário de  Lisboa, O Jornal, Expresso, Jornal de Letras, Artes e Ideias, Marie Claire,  Visão, Rádio Porto, RTP, Península (Barcelona), etc.). Foi também professor da  Escola Superior de Jornalismo do Porto e membro do Conselho de Imprensa. A obra de Manuel António Pina consegue uma forte coesão, mantendo em ambos os  registos — o da poesia e o da chamada “literatura para a infância” — aquilo que  já foi classificado como “um discurso de invulgar criatividade e de constante  desafio à inteligência do leitor”, qualquer que seja a sua idade.



Publicado por Tovi às 18:53
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 29 de Abril de 2011
David Lopes Ramos

Morreu hoje, aos sessenta e três anos de idade, o grande jornalista e crítico de gastronomia e vinhos, David Lopes Ramos, que vai ficar na nossa memória para todo o sempre.

R. I. P.


«Zé Regalado» in Facebook >> Sabia da existência dele há muitos anos, mas não o conhecia apesar de ser natural de um concelho vizinho e irmão de um amigo meu, que conheço há mais de 40 anos. Curiosamente só há pouco mais de 3 meses é que soube da sua queda para a crítica gastronómica e vínica onde, fiquei a saber hoje, era mestre, conhecimentos que lhe vinham dum profundo estudo que dedicava às coisas por que se interessava. Paz à sua alma. Aqui fica um pequeno registo duma homenagem que lhe fizeram o ano passado no Peixe em Lisboa 2010: http://youtu.be/mOLWfiyqgB



Publicado por Tovi às 14:48
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Outubro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9


23
24
25
26
27
28

29
30
31


Posts recentes

Assembleia Constituinte n...

Morreu Miguel Veiga

Estamos a ser invadidos p...

Morreu D. José Policarpo

Luís Vaz de Camões

Morreu Manuel António Pin...

Acordai, portugueses!...

Manuel António Pina

Portugueses de merda

Morreu Miguel Portas

Morreu António Leitão

"Vintage" - versão viníco...

Morreu o pintor Júlio Res...

Parabéns, Manuel António ...

David Lopes Ramos

Artur Santos Silva

Morreu Ângelo de Sousa

Eusébio da Silva Ferreira

Morreu Carlos Castro

Morreu Carlos Pinto Coelh...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus