"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Sábado, 12 de Agosto de 2017
Há badalhocos na Ribeira

lixo b.jpg

Não sei em que dia foi nem a que horas... mas sei que é na nossa Ribeira. Algo está mal e não é seguramente culpa dos serviços camarários. Os cidadãos têm que ser responsáveis se querem ser respeitados.

 Não sei se sabem mas na Ribeira existe um serviço de excelência na recolha de lixo a restaurantes e comércio como não existe em mais lado nenhum. Os serviços camarários vão duas vezes por dia recolher porta-a-porta a todos os estabelecimentos, todo o reciclado e orgânicos. É um esforço gigantesco mas infelizmente na Ribeira há gente que não tem qualquer sentido cívico e que apesar do serviço ainda coloca resíduos na rua em qualquer lado até usando os sacos que a Câmara lhes fornece. A CMPorto está a fiscalizar mas não lhe é possível ter um polícia em permanência no local, porque infelizmente aos fiscais é impossível multar dado que se tem de pedir identificação e isso só a polícia o pode fazer.

Não se melhorou muito em civismo na Ribeira.



Publicado por Tovi às 08:08
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 28 de Outubro de 2016
Debate: "Bem-me-quer, Mal-me-quer"

Debate Bem Me Quer Mal Me Quer 28Out2016 ab.jpg

Estive hoje à noite no Salão Nobre da Junta de Freguesia do Bonfim, no Porto, onde se realizou um interessante debate sobre Violência Doméstica.

 

Debate Bem Me Quer Mal Me Quer 28Out2016 ac.jpgO painel era constituído pelos ilustres convidados: Professora Doutora CLARA SOTTOMAYOR, Juíza Conselheira do Tribunal Constitucional; Doutora MARIA RAMOS, Jurista; Professor Doutor ÃNGELO SANTOS, Psicólogo Clínico; Enfermeiro e Jurista DUARTE LEAL; Chefe FERNANDO RODRIGUES, Coordenador do Gabinete de Atendimento às vítimas – PSP do Porto; Jurista e Mestre em Ciências Jurídico Políticas e Doutorando em Direito Público da Universidade de Coimbra FRANCISCO ALEXANDRE FERREIRA.



Publicado por Tovi às 23:55
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 21 de Julho de 2016
Rais parta os Pokémon

Pokemon PSP.jpg

Atenção às instruções da PSP… em tudo é preciso ter cuidado

 

  Comentários no Facebook

«Isabel Simões Veloso» >> Amigo, passe no Rivoli à noite. Já me tinham dito, mas ontem com os meus olhos... O mundo está louco!



Publicado por Tovi às 11:29
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 26 de Abril de 2016
O imbróglio da Esquadra da PSP em Cedofeita

 

Esquadra da PSP em Cedofeita 15Abr2016 c.jpg

Está aqui a posição de deputados do PSD sobre o grande imbróglio das novas (?) instalações da PSP para Cedofeita. E o PS-Porto não tem nada a dizer?

 

  Comentários no Facebook

«Raul Vaz Osorio» >> Digamos que 3.100€ de aluguer mensal por aquele edifício me parece uma pechincha, pelo que o locatário devia ficar responsável pelas obras.

«David Ribeiro» >> Parece-me (mas até poderei estar errado) que o Presidente da Junta de Freguesia de Cedofeita e Centro Histórico do Porto continua de candeias às avessas com a Câmara Municipal da Invicta, mas este assunto é demasiado importante para não se unirem esforços tendo em vista o cumprimento daquilo que não há muito tempo foi assinado. Cedofeita PRECISA de uma esquadra da PSP e quer o edifício quer o local seriam o ideal. Se há algo a rectificar que seja feito… mas rápido.

«Mario Reis» >> E já agora ponham os mictorios a funcionar

«José Camilo» >> Ser partidário nos dias que correm começa a ser obsoleto a ponto de se incorrer em actitudes de desonestidade política e muitas vezes contra o seu próprio pensamento. Já não lhes interessa o povo.

«David Ribeiro» >> Fui reler o CONTRATO DE ARRENDAMENTO PARA FINS NÃO HABITACIONAIS assinado em 14 de Agosto de 2015 entre a “senhoria” - União das Freguesias de Cedofeita, Santo Ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau e Vitória / Presidente António Fonseca – e a “arrendatária” – Polícia de Segurança Púbica / Superintendente Luís Manuel Peça Farinha, Director Nacional – onde está preto-no-branco que a renda é de 3.100€/mês; destina-se à instalação de uma Esquadra da PSP de Cedofeita; o contrato é por 15 anos com início 10 dias após o fim das obras que a arrendatária irá fazer para adaptação do imóvel a esquadra de polícia; Nenhuma das partes pode denunciar este contrato neste primeiro período, sendo automaticamente renovável por períodos de 5 anos se não houver oposição por nenhuma das partes. Só não entendo porque é que a PSP não inicia as referidas obras, sendo certo que eu não encontrei no contrato nenhuma data indicativa do início da adaptação do prédio aos serviços policiais. Ainda vai tudo acabar em tribunal… o que quer dizer que vamos continuar por muito tempo sem esquadra de polícia em Cedofeita.

«Raul Vaz Osorio» >> Ou seja a minha análise foi correcta. Por esse aluguer, tinha que ser o inquilino a fazer as obras. É que, com obras feitas pelo senhorio e por esse preço, arrendava eu já! [Emoji tongue]



Publicado por Tovi às 15:24
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 10 de Novembro de 2015
O dia em que o Governo caiu

PâF aa.jpg

  08h00

Continua hoje na Assembleia da República a discussão do programa do XX Governo Constitucional, liderado por Passos Coelho e Paulo Portas, e que tudo leva a crer acabará por ser rejeitado pelos deputados do PS, BE, PCP e PEV. O início do debate está marcado para as 10 horas, com transmissão em directo em todos os canais televisivos.

 

  08h30

Lendo o que tem vindo na imprensa nacional sobre o “acordo à esquerda” fica-se a saber que PS desiste da reforma eleitoral – É uma ambição antiga de António Costa. Mas volta a ficar na gaveta, “vítima” das negociações com BE, PCP e PEV – que nunca quiseram círculos uninominais. Ora aqui está algo que muito me entristece… António Costa capitulou perante os centralistas do PCP e do BE no que à reforma eleitoral diz respeito.

  Comentários no Facebook

«Fernando Kosta» >> Cobarde; já está a pagar...

«Jorge Veiga» >> o que eu estou a ver é que fica tudo na mesma, excepto as moscas...

«Raul Vaz Osorio» >> Claro que não querem. Uma reforma deste tipo, que eu defendo, tem que pressupor mecanismos de compensação para não fazer desaparecer os pequenos partidos. Como um círculo nacional, ou uma câmara uninominal e outra proporcional, ou um dos outros que já foram propostos por esse mundo fora. O problema é que não é isso que os grandes partidos querem [wink emoticon]

 

  08h45

Não é REGIONALIZAÇÃO mas já dá um cheirinho aquilo que se lê no “acordo à esquerda”: A transformação das atuais áreas metropolitanas, reforçando a sua legitimidade democrática, com órgãos diretamente eleitos, sendo a Assembleia Metropolitana eleita por sufrágio direto dos cidadãos eleitores, o Presidente do órgão executivo o primeiro eleito da lista mais votada e os restantes membros do órgão eleitos pela assembleia metropolitana, sob proposta do presidente.

 

  09h00

No debate de ontem no Parlamento as bancadas do PSD e do CDS fartaram-se de acusar António Costa de fugir ao confronto directo com Passos Coelho – Luís Montenegro sentia-se “repugnado” com silêncio de Costa e Carlos Abreu Amorim desafiou o líder socialista: “Venha ao jogo democrático” – mas parece que Costa escolheu só falar no fim do debate do programa de Governo de Passos e Portas, ou seja, esta terça-feira, minutos antes da votação que ditará a queda da direita. É uma clara pose de Estado de quem sabe já ter ganho esta “batalha”.

 

  09h30

Estão marcadas duas manifestações para o dia de hoje à porta da Assembleia da República: Às 13 horas apoiantes do governo de Passos Coelho e Paulo Portas contra a moção de rejeição prometida pelo PS; às 15 horas a CGTP para “consumar a derrota”. Será que vai haver milho?... A PSP já admitiu que em caso de necessidade criará um corredor de segurança a separar os manifestantes.

  Comentários no Facebook

«Carlinhos da Sé» >> Huuuuuuuuuummmm... E agitadores? A "PSP" (desta vez) não leva?

«Adao Fernando Batista Bastos» >> A direita que nunca se preocupou porque lhe faltou páo , a sobremesa e dinheiro para férias, e por isso nunca teve de se manifestar pelos seus direitos, que são de todos, pouco habituada a "pensar e viver a democracia", está em pánico perante um Governo apoiado pelos comunistas! E grita nºão queremos um Governo Comunista! Afinal 40 anos de democracia e muitos Portuguesees ainda a nao apreenderam! Lamentavel!

«Joaquim Moura» >> O problema parece-me a mim que não é de direita ou da esquerda democrática, à qual o PCP não pertence. Ou será que o PCP mudou assim tanto desde os tempos em que tentou pela via de um golpe de estado impor um ditadura em Portugal?

«Carlinhos da Sé» >> "A vida é feita de mudança"! O "PSD" também mudou, está mais à direita... É a vida!

«Adao Fernando Batista Bastos» >> Passados 40 anos há ainda quem queira o PCP num gueto! Provavelmente proibir que concorra em eleçloes! Estive muitas vezes politicamente contra o PCP e o seu discurso e propostas mas também ao seu lado em lutas pelos direitos dos trabalhadores e dos mais desfavorecidos .No que, reconheço, sempre estiveram mais empenhados que outros.

«Joaquim Moura» >> Mas caso necessário o Norte mais uma vez estará à altura e atento caso seja preciso fazer outro 25 de Novembro.

«José Pinto» >> Os do CDS devem ocupar dois degraus...[ tongue emoticon]

«Jorge Oliveira E Sousa» >> Pancadaria certa...

 

  10h00

Já toca a sineta na Assembleia da República para chamar os deputados ao hemiciclo. Vai começar o derradeiro debate do programa do Governo de Passos Coelho e Paulo Portas, que tudo indica irá cair hoje.

 

  10h12

Ao terminar a sua intervenção, Pedro Filipe Soares do BE, deixou um pedido a Passos Coelho: diga ao “seu futuro eu que não seja piegas, que saia da sua zona de conforto”.

  Comentários no Facebook

«António Lopes» >> Foi uma excelente intervenção!!

 

  10h28

“Apresentaram um programa que nem sequer se atrevem a defender”, diz João Oliveira do PCP, depois de repetir que a coligação “perdeu” as eleições.

 

  10h45

João Oliveira diz que PCP se sente lisonjeado com a preocupação do CDS e PSD sobre a manutenção da identidade do partido, acusando-os de “campanha anticomunista e cavernícola”.

 

  10h50

André Silva do PAN centra a sua intervenção em várias questões de importância nacional, como a barragem de Foz-Tua e a permissão do uso de transgénicos.

 

  10h57

Que mais podia fazer Maria Luís Albuquerque senão defender que o país está hoje melhor?... Diz a ainda Ministra das Finanças que hoje a dívida é maior mas argumenta que acabaram “as práticas desorçamentais”.

  Comentários no Facebook

«António Lopes» >> É a única saída lógica que possui. A sua argumentação será sempre o dia de amanhã, isto é, o país tem já as bases criadas para que o amanhã seja o da real queda da dívida. E não deixa de ter razão. Muitas vezes para diminuir a despesa é necessário aumentar a curto prazo a mesma e é sempre muito difícil conciliar tudo, se isto fosse fácil qualquer um estava lá! É necessário ir ao cerne, à essência, mais tempo ou menos dívida.

 

  11h07

Tem toda a razão o deputado socialista Eduardo Cabrita quando acusa Maria Luís Albuquerque: "A estabilidade que nos fala foi marcada por três orçamentos inconstitucionais".

 

  11h11

Mariana Mortágua do BE acusa o Governo de “arrogância”, “engano” e “manipulação” e pergunta pelo corte de 600 milhões na Segurança Social. E cita uma notícia de hoje do jornal Público, sobre o corte de verbas ao Observatório da Emigração por ter revelado os números antes das eleições. A deputada bloquista questiona também qual será o valor da devolução da sobretaxa.

 

  11h24

As intervenções de Maria Luís Albuquerque já cheiram ao “chumbo” do programa do Governo PSD/CDS e à assinatura do acordo entre os partidos da esquerda. E tinha que vir à baila a colagem da imagem do futuro executivo à presente situação grega.

 

  11h48

Mário Centeno, já apontado como futuro ministro das Finanças do PS, diz na sua intervenção que o programa do Governo PSDS-CDS "tem poucos números e os que tem não estão certos". "Falta a troika ao seu Governo", afirmou.

  Comentários no Facebook

«Albertino Amaral» >> David Ribeiro, é louvável sem dúvida a sua atenção e o seu empenho, em seguir ao pormenor este " combate " político. Contudo, face ao desfecho que se prevê, coloquemo-nos na posição do simples e comum cidadão, que após as últimas eleições, face aos resultados, irá agora questionar-se: Mas afinal que fui eu fazer tão preocupadamente à mesa de voto no dia 4 de Outubro? Se votei no PS, demorou mais de um mês para confirmar a sua vitória… Se votei na coligação governativa, que por sinal ganhou, é caso para perguntar "ganhou o quê?"

«David Ribeiro» >> Meu caro Amigo Albertino Amaral... A Democracia é mesmo isto e só assim poderá ser, pois a Assembleia da República é e deverá continuar a ser o local onde o POVO se vê representado.

«Albertino Amaral» >> Amigo David Ribeiro, concordo consigo porque felizmente tenho capacidade de entendimento suficiente para perceber esse ponto de vista. No entanto, prometo que vou tentar levar para a mesa daqueles que passam dificuldades, têm dívidas porque o país os obrigou a ter, não têm filhos por receio do futuro, emigram porque aqui não vão a lado nenhum, dormem ao relento porque perderam a sua casa e os seus haveres, desesperam a toda a hora porque já não sabem como viver...Pois bem, vou ser um incansável estafeta, na entrega da Democracia que é a sua solução e que tão bem faz a estes necessitados... Viva a Democracia que não passa da desculpa do mau pagador... Não conheço ninguém "à rasca" que esteja grato à Democracia... Ora bolas...!

«Pedro Simões» >> David, hoje veremos se existem deputados que pensam pela sua cabeca no interesse dos portugueses, ou se sao todos paus mandados.

«Diogo Quental» >> David, este teu relato ficará como o relato da tragédia. Infelizmente, não consigo vislumbrar nenhum cenário em que esta história acabe bem.

«David Ribeiro» >> Olha que não... Olha que não... Os tempos do PREC já lá vão.

«Diogo Quental» >> O problema não é o PREC, mas o facto de termos a governar o partido que nos levou à bancarrota e dependente de dois partidos que negam a realidade. É provável que o Sócrates tenha já um bode expiatório para quando chegarmos a nova bancarrota, mas não evitará que o país se volte a atrasar.

«Pedro Simões» >> David, ha varios problemas. A falta de legitimidade, o historico de tentativa de controlo da imprensa e justica, um plano que nos coloca na bancarrota em ano e meio, e seguramente afasta qualquer investidor nacional e internacional, e um novo ataque fortissimo à classe media. Sobretudo pelo desespero de comprar votos para eleicoes a curto prazo valera tudo, excepto o bom senso...

 

  13h30

Agora vou almoçar... porque o Homem também vive de pão

 

  15h20

Cá estamos de volta ao plenário da Assembleia da República… mas agora debate já não existe e tudo o que se diga é chover no molhado. Vamos mas é à apresentação das moções de rejeição que se faz tarde.

 

  15h55

António Costa iniciou agora o seu discurso… Vai ser seguramente um discurso de vitória.

 

  O Governo caiu

A moção de rejeição do Programa do XX Governo Constitucional apresentada pelo Partido Socialista foi aprovada com os votos favoráveis do PS, BE, PCP, PEV e PAN (total de 123 votos), sem abstenções e com o voto contra do PSD e CDS (num total de 107 votos). E agora Cavaco Silva está entre a espada e a parede, tendo que tomar uma destas três atitudes: Convida António Costa a formar governo, manter Passos Coelho em governo de gestão, ou arranjar uma personalidade para chefiar um executivo de iniciativa presidencial.



Publicado por Tovi às 08:12
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 4 de Novembro de 2015
Calvão da Silva – cromo do XX Governo Constitucional

Calvão da Silva aa.jpg

O ministro da Administração Interna é um dos grandes cromos da caderneta deste novo Governo de Passos Coelho, para mal dos nossos pecados. Não bastava Calvão da Silva num passado recente ter emitido um parecer jurídico em que afirmava terem sido os 14 milhões de euros que o construtor José Guilherme deu a Ricardo Salgado um presente dado “ao amigo de longa data” que não punha de forma alguma em causa a “gestão sã e prudente” do BES, e de perante a calamidade que se abateu sobre Albufeira no passado fim-de-semana ter lamentado a "fúria demoníaca da Natureza" e assinalado que o homem que perdeu a vida "entregou-se a Deus e Deus com certeza que lhe reserva um lugar adequado", veio agora dar ordens para que as forças da GNR e PSP lhe preparem uma cerimónia oficial de boas vindas e que tem que ser ainda esta semana, antes do governo cair. Este cromo está a candidatar-se a ser o carimbado da caderneta.

 

  Comentários no Facebook

«Hugo Miguel» >> Caro David Ribeiro a quantidade de ódio ou inveja que observo nas suas palavras é acima da média. Fique sabendo que a parangona ilustrada do "quer cerimónia de boas-vindas" é um título que um jornalista escolheu. O que vejo aqui é um ministro que quer conhecer as bases e para isso organiza, e bem, uma visita às tropas. Onde está o mal disso? Antes de chamar pedante a quem quer que seja aconselho-o vivamente a olhar-se. Acredite que tenho-me contido muito com tanto disparate que aqui vejo. O ministro, como nortenho que sou e católico, não me envergonhou. A autenticidade conquistou-me. Acusam os políticos de serem de plástico e depois criticam-nos quando são autênticos. Sinceramente!

«David Ribeiro» >> Não tenho ódio nem inveja do ministro da Administração Interna, mas que é um dos grandes cromos da caderneta deste novo Governo de Passos Coelho não há dúvida, para mal dos nossos pecados.

«Antonio Camoes» >> Parolo provinciano

«Raul Vaz Osorio» >> Hugo Miguel, dê as voltas que quiser dar, um ministro a prazo que tem a pressa de fazer cerimónias de boas vindas neste contexto, é claramente pedante ou tonto. Qualquer pessoa de bom senso que não quisesse só aparecer, guardaria tais preparos para depois de perceber se vai ficar.

«Hugo Miguel» >> Caro Raul et vai para lá o ministro... recebe umas croas valentes e fica sentado a ler revistas sobre automóveis. Ng vai fazer visitas de boas vindas. Vai conhecer as tropas. Se trabalhar é ser pedante está tudo dito sobre o teor dos comentários que aqui leio ou dos gostos entusiásticos ao disparate. Caro David, já que percebe tanto de pareceres jurídicos e de Direito pode dizer-me onde fez a licenciatura, o mestrado e o doutoramento em Direito?

«David Ribeiro» >> Não tenho licenciatura em Direito mas o que estudei dá para perceber o que li sobre o parecer elaborado por Calvão da Silva sobre as "luvas" oferecidas por um construtor ao "Dono disto Tudo". E não foi só agora que li o que este senhor escreveu.

«Jorge Baldinho» >> Chamar provinciano ao ministro, não me parece nenhum insulto. Por mim, os Ministros poderiam ser todos oriundos da província. Um dos nossos últimos grandes Ministros até era de Santa Comba Dão. O que os jornalistas chamam de cerimónia de boas vindas, para mim, mais não é do que o cumprir de funções do Ministro da Administração Interna. Se tutela a GNR e a PSP, acho muito bem que se apresente e fique a conhecer as respectivas estruturas. Atacar o Ministro por ter chamado a atenção para a necessidade de ter seguro contra intempéries, sobretudo em zonas onde costumam ocorrer, também acho normal. O fenómeno que agora aconteceu em Albufeira, já tinha ocorrido em 2008 e a autarquia nada fez para evitar que se repetisse - engraçado é que ninguém ataca a Câmara que nada fez e todos atacam o Ministro da Administração Interna recém-chegado como se fosse ele o culpado. Portanto, qualquer pessoa minimamente avisada teria pelo menos tentado fazer um seguro. Aconselhar quem ainda não o fez, é um bom conselho. Quanto ao facto de o Ministro ter nascido em Montalegre e ter necessitado de ir para o Seminário para conseguir prosseguir os seus estudos, para mim, só abona a seu favor... Se fosse filho de alguém instalado no poder, com certeza que teria ido logo para um Colégio Privado com propinas principescas e acesso garantido à Universidade. Gostei da simplicidade, honestidade e humildade do Ministro. Houvesse muitos assim. Quanto ao parecer que o Ministro fez, enquanto professor de direito, num processo em que é arguido o Ricardo Salgado, entendo-o perfeitamente. Estava a fazer o seu trabalho, aquele para o qual com certeza foi pago e que lhe competia fazer. Ou será que o Sr Ricardo Salgado, O Sr Sócrates Pinto de Sousa e outros quejandos não terão direito a quem os defenda, sejam advogados, peritos ou professores de direito?

«Hugo Miguel» >> Jorge Baldinho comentários pertinentes, inteligentes, equilibrados e justos. Subscrevo.

«António Magalhães» >> Enquanto membro do corpo das SS, qualquer guarda de Auschwitz apenas fazia o seu trabalho. Também Adolf Eichmann (seguindo a cartilha de quem nada mais tem a alegar em sua defesa senão ser apenas um mero funcionário administrativo e até com com um trabalho burocrático sem valor acrescentado) o proclamou em Tribunal, o que não impediu que acabasse pendurado na ponta de uma corda! Quanto às declarações em Albufeira, nem o monsieur de La Palice teria dito melhor! Neste caso, e atendendo à sua escola em Singeverga, talvez seja mais apropriado actualizar o seu status para Monsenhor de La Palice...

«Maria Helena Costa Ferreira» >> declarações sem comentários possíveis!!!!

«António Magalhães» >> Uma questão que qualquer professor de direito deveria saber é que para acusar alguém, precisa de apresentar provas. Assim sendo, que provas é que o douto ministro tem em como os estragos em Albufeira foram obra de Deus? Eu, se fosse Deus, processava-o!

«Jorge Baldinho» >> Até os guardas do corpo da SS em Auschwitz e o Adolf Heichmann tiveram, em Nuremberga, advogados de defesa.

«Mario Reis» >> Eu sempre disse que o problema do centralismo Português não é Lisboa nem os Lisboetas... mas estes fidalgos das berças, habituados a todas as regalias e deferências da terrinha que os pariu que se alisbonam e levam com eles um sistema social caduco que nunca evoluiu, cheio de deferências antiquadas e caducas. Cresceram naqueles pequenos círculos de troca de favores, cheios de empregados baratos para tudo e transpõem para a governação as teorias do adro da igreja ...

«Gonçalo Graça Moura» >> se o ministro tivesse citado Maomé estava tudo caladinho... é chato um estado laico ter um ministro com um passado religioso, mas se isso for um factor de exclusão só estranho não ver o David Ribeiro a rasgar as vestes de ódio quanto ao candidato do PCP a presidente... o ministro só foi pré-seminarista e o Edgar Silva foi padre de facto... e quanto a Albufeira, já alguém se deu ao trabalho de ver o que é o "Act of God" em termos jurídicos internacionais para efeitos de seguro? fui ali ao lado "roubar": Acts of God: An event that directly and exclusively results from the occurrence of natural causes that could not have been prevented by the exercise of foresight or caution; an inevitable accident. Courts have recognized various events as acts of God—tornadoes, earthquakes, death, extraordinarily high tides, violent winds, and floods. Many insurance policies for property damage exclude from their protection damage caused by acts of God.

«David Ribeiro» >> Já não me dou ao trabalho de rasgar vestes por candidatos comunistas a inquilinos do Palácio de Belém… sejam ex-padres, ou daqueles que comem criancinhas ao pequeno-almoço :-)

«António Magalhães» >> É isso tudo e deixar queimar o refogado... wink emoticon

«Mario Reis» >> Esta tudo dito! foi um acto de Deus que pôs os corruptos do Município de Albufeira a contratar a impermeabilização de um leito de cheias para possibilitar outro acto de Deus que foram as cheias que permitisse que um Ministro que o é por um acto de Deus, pois por outra razão mais objectiva não vejo, vir a invocar em vão Deus numa acção de reconhecimento de um Acto de Deus! Ai Deus tira-me deste mundo que em que te fizeram há imagem deles e leva-me para um mundo onde nós somos há tua imagem.

«Gonçalo Graça Moura» >> o Acto de Deus não tem nada a ver com deus ou com que raio for que não seja a natureza... o facto de terem construído em cima de linhas de água e encanado uma ribeira é, na minha opinião, mais um dos actos criminosos feitos neste país que vão ficar sem castigo...

«Mario Reis» >> Fico mais descansado então que isto não tenha a nada a ver com ele Deus, pois já estava a ficar preocupado com tanta deusdice ! É os americanos para não O invocarem em vão dizem gosh (ou my gosh!), portanto este conceito de seguradoras qualquer dia vai-se chamar um Act of Gosh... com tanta beatice que nos envolve nos dias de hoje!

«Gonçalo Graça Moura» >> há jurisprudência sobre o assunto, houve até quem tivesse posto Deus em tribunal (até fizeram um filme sobre isso)... e não, não foi na América, mas na Austrália... provincianismos que a mim não me chocam, até porque sou ateu...

«Mario Reis» >> Eu sou agnóstico nem consigo afirmar que existe nem que não existe... na certeza porem que não existe o Deus inventado pelos homens! A existir será outro que está-se a marimbar para o que acontece ou não acontece com os humanos individualmente ou como um todo... e se somos há sua imagem comprova porque a maior parte só pensa nele mesmo e é ganancioso e está a marimbar-se completamente para com os outros e a humanidade.



Publicado por Tovi às 10:32
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 18 de Maio de 2015
Boavista 0 - 1 Nacional

Fary 01.jpg

Só hoje se realizou este jogo da 33ª jornada da Liga NOS 2014/15 e o adiamento do encontro deveu-se a condições meteorológicas adversas na ilha da Madeira, que não permitiram o voo da equipa para o Continente. O Boavista perdeu por uma a zero com o Nacional, mas a verdade é que para os Axadrezados já não contava para nada, embora tenha o simbolismo de ser o último encontro em casa de uma equipa muito forte e que das tripas fez coração para atingir o objectivo de se manter na mais alta competição portuguesa de futebol. E não nos podemos esquecer que será seguramente o último jogo do avançado senegalês FARY, que aos quarenta anos de idade, nove deles ao serviço do clube do Bessa (entre 2004 e 2008, e desde 2011 até hoje), se vai despedir dos relvados.

 

Já agora e porque estas coisas não podem ser esquecidas: No dia de ontem, nas imediações do Estádio do Guimarães e no fim do jogo da equipa do Berço da Nacionalidade com os Águias, um adepto benfiquista – José Magalhães, empresário de Matosinhos -, seu pai e os seus dois filhos menores, foram violentamente e incompreensivelmente agredidos por um graduado da PSP – Filipe Macedo Silva, subcomissário da esquadra de investigação criminal da PSP de Guimarães - e mesmo que os agredidos tivessem chamado nomes feios à mãe do polícia, ou mesmo uma cuspidela na cara, como parece que está a ser argumentado pelo graduado da PSP, nada, mesmo NADA justifica esta agressividade. Já pensaram que a um polícia, com mais cinco outros colegas presentes, é mais do que fácil deter o mais agressivo dos meliantes?... Sobre tudo isto disse hoje a Polícia de Segurança Pública – “(...) No final do jogo, nas imediações do estádio, ocorreu uma intervenção policial que resultou na detenção de um cidadão. Esta ocorrência foi filmada em direto por uma estação de televisão e amplamente divulgada. Após o visionamento das imagens em questão, a PSP decidiu instaurar procedimento disciplinar contra o elemento policial que consumou a detenção. (...)"

Guimarães x Benfica 17Mai2015 polícia d.jpg



Publicado por Tovi às 22:27
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 24 de Janeiro de 2014
Subiram a escadaria do Parlamento e...

 

{#emotions_dlg.blink} Pois é!... Estão a ver como valeu a pena subir a escadaria da Assembleia da República?


«Jorge Veiga» no Facebook >> Equanto uns sobem (a escadaria<), os outros descem (na vida).

«José Costa Pinto» no Facebook >> Eu já tentei e não levei nada. Talvez porque levasse um livro em vez de um casse-tête.

«Jorge Veiga» no Facebook >> Os livros só servem para calçar as secretárias dos Ministérios...

«Albertino Amaral» no Facebook >> Pois... sem mais comentários...!

«Mario Jeronimo» no Facebook >> A noticia e falsa, ou pelo menos o post. O que é correcto, é dizer que, a Lei Geral da Função Publica não deu excepção a PSP. Segundo o CM de hoje a PSP queria ficar de fora das medidas de austeridade aplicadas aos demais funcionários públicos, o que não mereceu a aprovação do governo. Ou seja, têm muitas escadas para subir.

«Joaquim Leal» no Facebook >> Como ficamos Mario Jeronimo??? Aqui está outra versão: Maioria PSD/CDS-PP anuncia regime específico para PSP na lei geral da Função Pública Mais um acrescento: PJ foi discriminada em relação à PSP na Lei da Função Pública, diz associação sindical

«Mario Jeronimo» no Facebook >> É o jornalismo que temos. No mesmo dia são anunciadas duas noticias sobre o mesmo tema completa e diametralmente opostas. Vamos aguardar sendo que Mantenho o meu comentário, esperando que não haja recuo sobre esta matéria por uma questão de justiça institucional.

«António Alves» no Facebook >> {#emotions_dlg.star} Já os romanos o sabiam. Um tipo armado e sem dinheiro no bolso é uma coisa perigosa.

«José António Almeida» no Facebook >> mas irão haver mais excepções

«António Alves» no Facebook >> Mas convém conhecer a história toda. Quando o dinheiro começou a faltar para pagar as legiões os romanos aumentaram os impostos e as exacções aos outros. O império começou a dissolver-se em crises políticas, criminalidade, guerras civis, etc.

«Pedro Baptista» no Facebook >> {#emotions_dlg.star} Querem-nos bem do lado deles, a defender-lhes as costas! Querem a polícia a defender os ladrões contra o povo!


Tags: , , ,

Publicado por Tovi às 19:45
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Posts recentes

Há badalhocos na Ribeira

Debate: "Bem-me-quer, Mal...

Rais parta os Pokémon

O imbróglio da Esquadra d...

O dia em que o Governo ca...

Calvão da Silva – cromo d...

Boavista 0 - 1 Nacional

Subiram a escadaria do Pa...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus