"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017
Pecado da Gula

aertsen_the_meat_stall1352577894294.jpg

Alguém alinha comigo numa petição à Santa Sé para a abolição do Pecado da Gula?



Publicado por Tovi às 14:10
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 15 de Agosto de 2017
Bailha-nos-Deus... mais os santinhos todos

15Ago2017 aa.jpg

Já não há homens para levar o andor como antigamente

 

   Comentários no Facebook

«José Luis Moreira» - Os 'santos' da casa já não fazem milagres...

«Manuel Barbosa» - afinal nem todos os santos ajudam

«Jorge Veiga» - ...mesmo para baixo!

«David Ribeiro» - O que se diria por aqui se um acidente deste tipo acontecesse numa qualquer manifestação religiosa islâmica... nem quero imaginar.

«Rui Moreira» - Vícios do Guiness, uma maldição nacional

«Mario Ferreira Dos Reis» - A Santa Gravidade é muito maior que qualquer Fé...

«Jorge Velhote» - ... então, não é da ascensão o dia?

«Mario Ferreira Dos Reis» - Nossa Senhora das Dores de Costas, seria mais correcto

«Luís Império» - Crendices.... e o deus deles parece que tirou. estes dias para castiga-los...

«David Ribeiro» - Aqui em Lousada os feridos foram ligeiros, felizmente, o que dá para brincar um pouco com a “parolice” de se andar a construir e passear em procissão “o maior andor do Mundo”. Já no Funchal a situação foi gravíssima, contabilizando-se até este momento (14h30 de 15Ago) 11 mortos e 35 feridos na queda de uma árvore centenária durante uma cerimónia religiosa.

 

  Expresso - 19h34 de hoje

Uma fonte do hospital Dr. Nélio Mendonça, para onde foram transportadas as vítimas da queda de uma árvore no Funchal, esta terça-feira, confirmou que há 49 feridos, entre os quais cinco estrangeiros. Dos feridos, 12 encontram-se em estado grave, incluindo quatro crianças e oito adultos. Dois dos feridos estão, neste momento, a ser submetidos a uma intervenção cirúrgica. Das vítimas estrangeiras, quatro encontram-se em estado grave. A mesma fonte hospitalar confirmou que morreram 13 pessoas na sequência do acidente ocorrido no Largo da Fonte, na freguesia do Monte, no Funchal. Das vítimas mortais, dez morreram no local. Uma criança morreu a caminho do hospital e dois adultos - uma mulher e um homem - morreram já no serviço de urgência.



Publicado por Tovi às 14:43
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 13 de Maio de 2017
Canonização dos Pastorinhos de Fátima

20170511_rp_papa_fatima_0302-xl.jpg

Francisco e Jacinta Marto, as mais novas das três crianças videntes da Cova da Iria, vão tornar-se hoje – 13 de Maio de 2017 - os mais jovens santos não-mártires na história da Igreja Católica. A “Congregação para as Causas dos Santos”, organismo do Vaticano que acompanha todos os processos de beatificação e canonização na Igreja Católica, iniciou há mais de meio século, logo após a trasladação dos restos mortais de Francisco e Jacinta Marto para a Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, as audições dos seus peritos – teólogos, psicólogos, pedagogos – tendo em vista a possibilidade de beatificar estas crianças que morreram aos 10 e 9 anos, vítimas da epidemia da gripe pneumónica que assolou o país entre 1918 e 1919. Inicialmente a Igreja acreditava que, devido à sua idade, elas “ainda não tinham a capacidade de praticar em grau heróico as virtudes cristãs”, mas no pontificado de João Paulo II superou-se a oposição existente e o Papa assinou o decreto de heroicidade das virtudes do Francisco e da Jacinta, documento que iria iniciar de forma irreversível todo o complexo processo de beatificação e posterior canonização destes dois videntes de Fátima.

 

  O Papa Francisco disse ontem em Fátima:
Fátima abb.png
“Maria não é uma 'santinha' a quem se recorre para obter favores a baixo preço.”



Publicado por Tovi às 08:42
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 12 de Maio de 2017
Visita do Papa Francisco a Fátima

vip-pt-25082-noticia-papa-francisco-tudo-o-que-pre

Mesmo para mim que sou agnóstico, não renegando no entanto uma educação cristã, a visita do Papa Francisco a Portugal para comemorar os “Cem Anos das Aparições de Fátima” é um facto importante, não só porque o actual Chefe da Igreja Católica tem demonstrado ser um humanista digno de respeito, mas também porque “Fátima” é um lugar de enorme crença e fé para uma grande maioria de portugueses, por mais que isso me custe a entender. Já imaginaram qual seria o resultado de um hipotético referendo em Portugal à religiosidade das ditas aparições, ou “visões”, como alguns preferem chamar?... E não venham com a esfarrapada desculpa que o Povo é ignorante, pois esse foi o motivo que Salazar invocou durante muitos anos para não fazer eleições.

 

  Chegada do Papa Francisco à Base Aérea de Monte Real
Fátima aad.jpg



Publicado por Tovi às 11:22
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 15 de Agosto de 2016
Diferenças culturais… será?

Diferenças culturais Ago2016.jpg

  Le Figaro

Un nouveau maire interdit le burkini après des violences en Corse - La rixe de samedi soir à Sisco en Haute-Corse aurait eu pour origine la présence à la plage de la ville de femmes se baignant habillées. Les autorités corses appellent au calme après les heurts. Le maire du village de Sisco en Haute-Corse a décidé d'interdire le burkini sur les plages de sa commune après les incidents de samedi soir entre des jeunes et des familles d'origine maghrébine, a-t-il annoncé lundi à l'AFP.



Publicado por Tovi às 11:49
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 13 de Maio de 2016
O "13 de Maio"... em Fátima

Fátima 13Maio1917 ab.jpg

O dia “13 de Maio” está em Portugal (e não só) profundamente ligado, sejamos ou não crentes, às alegadas Aparições Marianas da Cova da Iria do ano de 1917. O “Padre” Mário da Lixa, homem que conheço bem e desde os anos sessenta do século passado, quando ele era professor de Religião e Moral no Liceu Alexandre Herculano, é hoje em dia um dos maiores críticos portugueses, senão o maior, do fenómeno de Fátima, tendo publicado os livros “Fátima Nunca Mais” em 1999 e “Fátima S.A.” em 2015. Esta última obra assenta numa releitura dos documentos oficiais compilados ao longo dos anos pelas estruturas do Santuário com o objectivo de comprovar a veracidade e a autenticidade histórica das chamadas aparições da Cova da Iria e a conclusão do padre Mário é que “Fátima é uma empresa multinacional religiosa”. A mim também me faz muita confusão a mercantilização que fazem da fé de muita e boa gente… é que é só ir a Fátima e ver o que por lá se passa com a venda de toda aquela parafernália de imagens e objectos (pseudo) religiosos.

 

  Comentários no Facebook

«Ana Alyia» >> a mim também me faz muita confusão... todo aquele comércio... toda aquela peregrinação em condições por vezes deploráveis (um Deus que quer isso??)... mas enfim também não quero ferir a susceptibilidade de nenhum crente pelo que habitualmente me abstenho de comentar sobre religião seja ela qual for...

«Luiz Paiva» >> Idem. Quanto a livros, tenho este e o seguinte - Livro : Fátima Desmascarada - João Ilharco - Edição do Autor

«Adao Fernando Batista Bastos» >> As Aparicoes sao evidentemente uma questao de fe' e muita gente perante as aflicoes da vida e a dificuldade/impossibilidade das alternativas... Agora e inquestionavel o grande, multimilionario negocio que a Igreja Catolica instalou! O Novo Santuario reflecte uma riqueza que fere o bom senso e questiona toda e qualquer humildade e solidariedade, crista ou nao crista, para com os mais necessitados. E um verdadeiro desperdicio... vergonhoso! Mas respeito a fe dos peregrinos.

«Jorge Saraiva» >> E o negócio, talvez mais in, mais cosmopolita dos caminhos de Santiago?

«Mário Almeida» >> Jorge, o envolvimento de Deus em questões mesquinhas e irrelevantes para a Fé como é o "negócio", é tão condenável aqui como em Marte...

«Mario Reis» >> Os Caminhos de Santiago sao tambem Historia e a fatima faltam muitos anos para comparativamente se parecer! Relativamente a fatima so posso dizer que aqueles cogumelos eram muito bons! Os Humanos sao os unicos animais que reconhecem diferença na agua benta ... de Augusto Abelaira

«Luiz Paiva» >> A propósito, ninguém tinha lá um telemóvel para, na semana passada, registar uma nova dança do sol? - 'Milagre do sol' sem investigação - Relatos foram considerados irrelevantes para abrir inquérito

«Mario Reis» >> Milagres nao sao aparecimentos nem levitacoes mas algo de intrinsicamente positivo para humanidade e desses nao existiram em fatima. levitacoes e aparentes deslocacoes solares nao passam de alucinacao ou numero de circo… algo de positivo para a humanidade nem na altura nem agora acontece portanto o que se pode passar por la nao e' mais do que remaques de vendilhoes do templo, algo foi muto explicito em cristo que deveriam ser expulsos... se aquilo e' catolicismo entao para mim havera alguma deslocacao para outros interesses que tem mais com venda e revenda de cera e de imagens pseudo milagrosas... logro e logro e logro... pobres os os pobres de espirito que a qualquer momento sao instrumentalizados para ritos desviante em favor da vendilhisse instantanea. Podem fazer esta experiencia vao a fatima e vejam se algum daqueles comerciantes de cera vos da um pe de cera ou mao para curar uma enfermidade de algum de vos e verao que eles so conhecem o valor do dinheiro e estarao bem indispostos a fornecer a pseudo accao de fe gratuitamente em comunhao com o vosso padecimento.



Publicado por Tovi às 13:10
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 29 de Março de 2015
Domingo de Ramos

Páscoa ramo de oliveira

Já foram levar o ramo às vossas madrinhas?...

Depois não se queixem que não receberam amêndoas na Páscoa

 

  Comentários no Facebook

«José Camilo» >> A Agramonte?

«David Ribeiro» >> Aprendam que eu não duro sempre:

O dia de hoje é o DOMINGO DE RAMOS, o domingo anterior ao Domingo de Páscoa, que é quando se benzem os ramos de oliveira e se celebra a entrada de Jesus Cristo em Jerusalém, montado num jumento, saudado pelo povo que á sua passagem estendiam as suas vestes e com ramos de oliveira na mão gritavam: "Hossana ao Filho de David!... Bendito o que vem em nome do Senhor!” Este dia foi instituído a partir do século IV como a forma de recordar a entrada de Jesus de Nazaré na cidade de Jerusalém. Vários outros costumes foram associados ao Domingo de Ramos e somente na segunda metade do século VII é que o Vaticano restaurou a ordem dos Domingos da Quaresma. Na religião católica e nos dias de hoje a celebração de Ramos tem dois momentos: o primeiro, em que é feita a bênção dos Ramos, e o segundo, em que se realiza uma missa, altura em que se faz uma reflexão sobre a Morte e Ressurreição de Jesus. No final da celebração, os ramos de oliveira são abençoados e levados pelos fiéis para ser colocados em cruz nas suas casas ou sobre alguma campa no cemitério, como sinal de compromisso com Cristo e simbolizando a força da vida e a esperança da ressurreição.

«Carlinhos da Sé» >> Bais pró céu... Sabe-la toda...



Publicado por Tovi às 10:54
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014
Noite das Bruxas

Geres Out2104 Trilho das Bruxas.jpg

A noite de hoje é a Noite das Bruxas, aquilo que a cultura americana chama Halloween e que não é mais do que a celebração do fim do Verão e o início do Outono, um ritual celta que os imigrantes irlandeses levaram para os Estados Unidos. A noite de 31 de Outubro era considerada a barreira que separava os vivos dos mortos, uma noite em que se tinha de homenagear os deuses e os entes queridos que já tinham partido. Para isso dançava-se e cantava-se para espantar os espíritos que, segundo a lenda, vinham procurar um novo corpo para ocupar em vida. Em finais do século IV início do século V, o calendário litúrgico católico consagra a data de 1 de Novembro como Dia de Todos os Santos e imediatamente a Inquisição inicia a perseguição de todos aqueles que celebrem a data fora dos ritos dedicados às santidades católicas. Apesar da forte repressão sobre a prática da Noite das Bruxas (ou Halloween) esta tradição consegue chegar aos nossos dias e no Norte de Portugal, mais precisamente no Gerês, vai realizar-se este ano o “Trilho das Bruxas”, uma caminhada nocturna (guiada) na zona do Núcleo Museológico de Vilarinho da Furna, na qual será recriada a lenda da "Luz da Veiga" e que versa sobre o aparecimento de uma luz misteriosa e inquietante. De acordo com a população local, era uma luz que regularmente "passeava" junto ao rio e se fazia acompanhar pelo vento, produzindo um som característico. No final da caminhada será feita uma Queimada com esconjuro e animação específica.



Publicado por Tovi às 09:00
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 14 de Junho de 2014
Papa Francisco entrevistado por Henrique Cymerman

A SIC-Notícias transmitiu ontem à noite a entrevista que o seu correspondente no Médio Oriente, Henrique Cymerman, fez ao Papa Francisco. Esta fascinante e muito interessante conversa teve lugar na residência oficial do Sumo Pontífice, que abriu a porta dos seus aposentos à equipa de reportagem da SIC. Se vos for ainda possível visionar esta entrevista, não percam.


«Fatima Gabriel» no Facbook >> É mesmo a não perder. A escolha deste grande homem para papa, faz-me acreditar em iluminação divina...

«David Ribeiro» no Fcebook >> Como agnóstico a "iluminação divina" diz-me pouco, mas acredito que o conjunto de cardeias que o escolheu, sabia bem que este Homem era diferente e o indicado para está época de crises sociais graves.



Publicado por Tovi às 10:13
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 13 de Março de 2014
Morreu D. José Policarpo

  Requiescat In Pace

Morreu ontem, na sequência de um aneurisma, o cardeal José Policarpo, ex-patriarca de Lisboa. Ficará para sempre na minha memória a frase que proferiu não ha muito tampo: Ninguém saia da política com as mãos limpas... e tinha muita razão.



Publicado por Tovi às 08:46
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 1 de Setembro de 2013
Sunitas e Xiitas

Os Sunitas são cerca de 85% dos muçulmanos e os Xiitas andarão nos 15%, sendo a grande diferença entre estes dois grupos muito mais política do que religiosa. Numa altura de grande instabilidade socio-política no Médio Oriente, é interessante ler este artigo - "As Religiões do Mundo” do Círculo dos Leitores:

{#emotions_dlg.star} O Islão é formado por dois grupos básicos: os sunitas e os xiitas. As suas origens podem ser seguidas até uma questão que os primeiros muçulmanos tiveram de enfrentar: quem iria suceder a Maomé como líder da comunidade islâmica? Para os muçulmanos, esta questão foi sempre tanto religiosa como política.

Sunitas: o consenso da comunidade

 A resposta dos sunitas, que constituem uma maioria de cerca de 90%, pode ser resumida como se segue: ninguém poderia suceder a Maomé na sua natureza e qualidade de Profeta, pois o Corão terminava e aperfeiçoava a revelação da vontade divina e declarava Maomé como o "último dos profetas". Assim, o sucessor de Maomé não poderia ser mais do que o guardião do legado profético. Seria um califa (khalita), com uma autoridade subordinada como líder dos crentes, com responsabilidade pela administração dos assuntos da comunidade, em obediência ao Corão e aos precedentes proféticos. Pelo processo do consenso (ijma), a comunidade escolheria o seu líder entre os homens que fossem membros da tribo Ouraish, a que Maomé pertencera. A seguir à morte de Maomé, em 632, a sucessão do califado passou por Abu Bakr (632-634), a Umar (634-644), Otman (644-656) e Ali (656-661). Estes, os "quatro califas em guiados", são considerados como tendo vivido tão perto do Profeta que o seu exemplo, bem como o de Maomé, é aceite como autoridade na sunna, ou costume, por todas s posteriores gerações de muçulmanos que se seguiriam. (…)

Xiitas: autoridade e liderança

 Para os muçulmanos xiitas, a principal figura da autoridade religiosa é o imã. Maomé completou o ciclo dos profetas e com ele a possibilidade de mais revelações divinas. Porém, os muçulmanos xiitas acreditam que ele instituiu o "ciclo da iniciação" como contínuo guia para a comunidade ao nomear um imã como seu sucessor. Este estava investido com as qualidades necessárias para uma interpretação inspirada e infalível do Corão. Deste modo, os xiitas referem-se a si mesmo como "povo de nomeação e identificação". O primeiro imã foi Ali. Como primo, filho adoptivo e mais tarde genro de Maomé (por casamento com Fátima), não era apenas um membro da tribo de Maomé, mas também "uma pessoa da casa". Esta relação familiar íntima é significativa: os xiitas acreditam que Ali herdou as "capacidades espirituais" de Maomé, a sua wilaya. Era infalível na interpretação do Corão e na liderança da comunidade e passou estas características aos filhos do seu casamento com Fátima, Hassan e Hussein, e estes aos seus descendentes da linha dos imãs. Os xiitas acreditam que o ciclo da wilaya prosseguirá até ao fim da história humana quando, no Último Dia, a Humanidade for ressuscitada e julgada para a segunda vida.

A maioria dos xiitas, conhecidos por imamis (vivendo quase todos no Irão), pensa que o ciclo ficará completo com o regresso do décimo segundo imã, muitas vezes referido como o "imã do período", que se diz ter sido retirado para um estado "Ocultação" desde o século III no Islão. Os seus conselhos são ainda acessíveis através de "agentes" ou "doutores da lei" (mujtahidum), entre os quais os mais importantes no Irão são os ayatollahs. São estes quem tem o direito de interpretar a Shari'a e de estabelecer as regras religiosas.(…)

O islamismo sunita e xiita reflectem a diversidade das respostas muçulmanas às revelações divinas. Os sunitas mostram-se mais preocupados em criar e preservar estruturas de sociedade em que a comunidade possa cumprir as suas responsabilidades perante Deus. Os xiitas começaram pelo martírio de Ali e do seu filho Hussein e sempre estiveram conscientes do sofrimento e da alienação que fazem parte da condição humana e procuram respostas para uma mais exotérica interpretação do Corão e da Shari'a, mas, na realidade, a distinção entre os dois movimentos não é importante. Os sunitas preocupam-se mais com a vida interior e os xiitas com a exterior. Para além disso, a importante tradição mística do sufismo tem visto em si uma confluência das consciências sunita e xiita.


«António Alves» no Facebook >> pois, mas tudo isso são pormenores que não interessam nada. Os sírios até podiam ser dervishes. Oil is the question!

«David Ribeiro» no Facebook >> Claro que o problema é o “oil” da Arábia Saudita, do Kuait, do Qatar e dos Emiratos Árabes Unidos. A estes “meninos” sobra muito dinheiro e com estas suas “sobras” têm vindo a comprar dívida pública americana, sustentando assim a crise financeira e/ou bancária dos EUA. Depois mandam na geoestratégia do Médio Oriente, acabando por ficar sempre na penumbra da guerra e bem na fotografia, “pagando” aos yankees para fazerem a parte feia da coisa. E Israel toda contente.

«António Alves» no Facebook >> Ora nem mais.



Publicado por Tovi às 07:18
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 18 de Junho de 2013
Ouvido da boca do Papa Francisco - #2

{#emotions_dlg.chat} "Pensai numa mãe solteira que vai à Igreja, à paróquia e diz ao secretário: Quero batizar o meu menino. E quem a acolhe diz-lhe: Não tu não podes porque não estás casada. Atentemos que esta mãe que teve a coragem de continuar com uma gravidez o que é que encontra? Uma porta fechada. Isto não é zelo! Afasta as pessoas do Senhor! Não abre as portas! E assim quando nós seguimos este caminho e esta atitude, não estamos fazendo o bem às pessoas, ao Povo de Deus. Jesus instituiu 7 sacramentos e nós com esta atitude instituímos o oitavo: o sacramento da alfândega pastoral. (...) Quem se aproxima da Igreja deve encontrar portas abertas e não fiscais da fé!"


«Xinha Borges» no Facebook >> Santo Deus, FINALMENTE !!!!! Era disto que a Igreja precisava faz muuuuuuuiiiiiiiiiiiiiiiiito  tempo. Este Homem, das duas uma, ou continua ou não o deixam continuar... Que Deus nosso Senhor o proteja! Que a idade média cada vez tá menos média...

«Carlos Miguel Sousa» no Facebook >> 500 anos de atraso não se recuperam num.... ele ainda está só a apontar o caminho.... vamos ver quantos passos dá.

«Maria Teresa de Villas-Boas» no Facebook >> Ainda bem que temos agora um Grande Papa. Deus o guarde.

«David Ribeiro» no Facebook >> Um chefe de uma qualquer Igreja deverá, no meu entender, ser um Humanista e o Papa Francisco parece sê-lo.

«Xinha Borges» no Facebook >> De Papa só tem o nome. Aliás basta ver as suas atitudes não só em palavras mas em posturas!!! Coisas aparentemente simples, mas profundamente importantes - a cruz que usa ao peito, os sapatos, o beijo que deu na Presidente da Argentina, etc. etc. etc. Temos agora um homem! não um "boneco"



Publicado por Tovi às 13:24
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 13 de Junho de 2013
Ouvido da boca do Papa Francisco - #1

{#emotions_dlg.chat} "A política é uma das formas mais altas de caridade porque busca o bem comum" …/… “Trabalhar para o bem comum é um dever do cristão" …/… "Envolver-se na política é uma obrigação para um cristão".


«Fatima Sousa» no Facebook >> Se um cristão tem obrigação de se envolver na politica (EU CONCORDO) só pergunto qual a obrigação dos politicos que temos para com os cristãos que somos...

«Jose Antonio Salcedo» no Facebook >> Concordo. Sugiro igualmente que muitos políticos e gestores públicos vão directamente para o inferno. De TGV se possível.



Publicado por Tovi às 07:00
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 3 de Junho de 2013
A Turquia, o Islão e a laicidade

Reconheço que sei pouco, muito pouco mesmo, sobre a Turquia dos nossos dias, mas lendo textos como este que Carlos Esperança publicou no seu mural do Facebook, estou certo que vou ficar a saber mais alguma coisa da realidade turca actual.

{#emotions_dlg.star} A Turquia, o Islão e a laicidade
A Turquia era a última esperança de um país laico com religião muçulmana maioritária. Era o exemplo que os otimistas apresentavam para justificar a compatibilidade de uma religião com a democracia e do proselitismo religioso com a pluralidade de pensamento que é apanágio dos regimes democráticos.
Todos esqueceram que as democracias são recentes na história da Humanidade e que o cristianismo só foi tolerante graças à repressão política sobre o clero; que só no início da década de sessenta, do século passado, a Igreja católica reconheceu o direito à liberdade religiosa, durante o concílio Vaticano II.
A Guerra dos Trinta Anos acabou em 1648 e, só depois 3 a 11 milhões de mortos e da paz de Vestefália, houve liberdade religiosa pela primeira vez.
A Turquia tem hoje um primeiro-ministro democraticamente eleito, com a ajuda de Alá e a misericórdia de Maomé mas o desrespeito à Constituição é total.
Os conflitos em Istambul, Ancara e Esmirna, os mais violentos, são uma luta de vida ou de morte onde se confrontam as liberdades e a submissão ao Islão. A violência policial é a amostra do que são capazes os mullahs. As restrições sobre o vestuário, a comida e os afetos são o princípio do fim da laicidade.
Por ora a polícia ainda não cheira o hálito dos transeuntes para averiguar se consumiram álcool mas já adverte os namorados que desafiam a pudicícia de Maomé ao caminharem de mãos dadas. O beijo entre um homem e uma mulher, na via pública, começa a ser tão inaceitável como o presunto. A televisão do Estado ignora os milhares de feridos que os polícias fizeram, os 1700 detidos, os dois mortos e o bloqueio à Internet.
Importante é que cada vez mais turcos façam cinco orações diárias e jamais se atrevam a urinar virados para Meca, a cidade santa que recebe anualmente 13 milhões de crentes.
O Governo de Recep Tayyip Erdogan hesita, mas sabe que se perder esta batalha pode perder as delícias do Paraíso e o direito de impô-las aos que as desprezam. O mal não é de quem acredita no Paraíso, é de quem o quer impor aos outros. Na Turquia joga-se a nossa forma de viver e a liberdade de que gozamos. O rastilho do fanatismo está aceso.


«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.serious} Uma amiga minha a viver há uns anos nos arredores de Istambul, escreveu ontem no seu mural do Facebook: "And yes, the Turks are not happy. Even here in Emirgan, so far from the city center, there is a non stop noise of pans being bashed and horns sounding. I hope all of this will make things change and no one gets hurt."

«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.sidemouth} Istambul no dia de hoje (Imagem do jornal "The Times")

«Antonio Sousa Dias» no Facebook >> Revolution loading.

«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.sidemouth} Ancara no dia de hoje (Imagem de "BBC News")



Publicado por Tovi às 19:24
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 29 de Março de 2013
"Jesus Cristo SuperStar" de Filipe La Féria

{#emotions_dlg.star} Jesus Cristo Superstar - Em 1970, Andrew Lloyd Weber e Tim Rice criaram o primeiro verdadeiro musical rock. Jesus Cristo Superstar baseia-se na vida de Jesus Cristo através dos olhos de Judas. Tecnicamente era uma ópera rock: todos os diálogos são canções. Quando foi produzido pela primeira vez ainda não era uma peça. Jesus Cristo Superstar era um álbum, que depressa alcançou os maiores tops de venda. O álbum surgiu porque Webber e Rice não arranjaram financiamento para o levar para o palco. Mas, devido ao seu sucesso, rapidamente tal aconteceu. Em 1973, Jesus Cristo Superstar passou para as tela do cinema pela mão de Norwan Jewison, transformando-se num enorme êxito que apaixonou corações. Relevante e intemporal, Jesus Cristo Superstar é o musical inspirado na maior história de todos os tempos e, nos nossos dias, mais actuante e revolucionária do que no tempo em que pela primeira vez subiu ao palco. O século XXI trouxe-nos o Terrorismo, a hegemonia dos Estados Unidos da América (a nova Roma do tempo de Cristo), o mundo super-capitalista e os fundamentalismos religiosos árabes. A ideia de contar a história de Cristo, identificando-a com as grandes audiências de agora, é revolucionária. Aqui estamos, vinte e um séculos mais tarde, talvez a precisar da mensagem desta História, agora mais do que nunca. (Sinopse de "Jesus Cristo SuperStar", um espectáculo de Filipe La Féria)


«Patrícia Santos» no Facebook >> Este meu amigo fez a partilha e fez-me recordar um espectáculo que adorei, principalmente pela prestação de Judas que tinha um vozeirão

«David Ribeiro» no Facebook >> Seria o Pedro Bargado?... Penso que nos espetáculos do Rivoli era o Pedro Bargado.

«Patrícia Santos» no Facebook >> Ia mesmo dizer-te que era o Pedro Bargado, foste, mais rápido que eu :)



Publicado por Tovi às 16:21
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


22
23

24
25
26
27
28
29
30


Posts recentes

Pecado da Gula

Bailha-nos-Deus... mais o...

Canonização dos Pastorinh...

Visita do Papa Francisco ...

Diferenças culturais… ser...

O "13 de Maio"... em Fáti...

Domingo de Ramos

Noite das Bruxas

Papa Francisco entrevista...

Morreu D. José Policarpo

Sunitas e Xiitas

Ouvido da boca do Papa Fr...

Ouvido da boca do Papa Fr...

A Turquia, o Islão e a la...

"Jesus Cristo SuperStar" ...

Habemus Papam

"Evangelho de Jesus..." p...

A Deusa Mãe

Halloween ou Dia de Todos...

Politeísmo Celta

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus