"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Terça-feira, 1 de Agosto de 2017
Autárquicas no Porto – Eurosondagem Jul2017

Autárquicas Jul2017.jpg

 Rui Moreira a caminha da maioria absoluta.
 Partido Socialista mantém praticamente os valores de 2013.
 PSD em queda abruta.
 Comunistas sobem um poucochinho.
 Bloquistas na mesma… mas assim não chegam a eleger um único vereador.

Eu sei que sondagens são sondagens e que importante é o papelinho “botado” na caixinha, mas como não temos o dão da adivinhação, ficamo-nos pelas sondagens.



Publicado por Tovi às 11:52
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 25 de Novembro de 2016
Se as eleições fossem hoje…

Sondagem 25Nov2016.jpg



Publicado por Tovi às 11:18
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 11 de Dezembro de 2015
Marcelo à frente nas sondagens

Sondagem Católica 11Dez2015 aa.jpg

As intenções de voto recolhidas no fim-de-semana passado pelo Centro de Estudos e Sondagens de Opinião (CESOP) da Universidade Católica dão uma clara vantagem ao candidato Marcelo Rebelo de Sousa (62%) nas próximas eleições Presidenciais, ficando a grande distância Sampaio da Nóvoa (15%) e Maria de Belém (14%). Os outros candidatos não têm valores relevantes: Marisa Matias 3%, Edgar Silva 3%, Henrique Neto 1% e Paulo Morais 1%.

 

  Evolução das últimas sondagens conhecidas

Sondagens 11Dez2015 graf.jpg

 

  Comentários no Facebook

«Jose Bandeira» >> Ao ler estas notícias assola-me uma irreprimível vontade de atirar com a toalha ao chão. Como é possível que homens de coragem como Henrique Neto e Paulo de Morais somente recolham 1% de intenções de voto quando é por todos conhecida a sua posição de combate à máfia instalada no poder, enquanto se perspectiva uma vitória à primeira volta de um dos arautos do sistema podre que nos destrói a cada dia que passa? Estamos a falar de VOTO NOMINAL! Aqui não há desculpas de programas sem responsáveis: nestas eleições vota-se NA PESSOA! Não, não me venham com tretas, este país é maioritariamente composto por vermes rastejantes que agradecem a quem os pisa. Não vale a pena ter pena de seres cujo objectivo é somente ser dignos de pena. Não vou mais desgastar-me: têm o que merecem!

«David Ribeiro» >> Ainda há muita gente que não sabe, por exemplo, quem é Henrique Neto ou Paulo de Morais. Vota-se no mediatismo... e quem é engraçado cai em graça.

«Jose Bandeira» >> Consegue ouvir o meu urro de raiva?

«Antonio Pinto Caldeira» >> As sondagens hoje apresentam-se como instrumentos de manipulação política. Não me admira que neste caso concreto até estejam próximas da realidade, basta que atentemos à exposição mediática que tem Marcelo em comparação com os demais candidatos, por outro lado num país que confunde opção política com a popularidade alcançada nos reality shows tudo é possível. A nossa realidade faz-me lembrar um filme de Claude Lelouch, "les uns et les autres". Entre os dois existe um mundo estéril, uma terra queimada de ideias e princípios...

«Jose Bandeira» >> E ainda existe o limbo dos que procuram entender uns e outros.

«Judite Lina Sequeira» >> O populismo em força.

«Jose Bandeira» >> O rótulo "populismo" serve a muito tipo de produto. Vivemos numa sociedade muito complexa, onde o cidadão é bombardeado por informação contraditória, tem uma enorme carência de formação e está condenado a decidir em quem acreditar. Quantos mais anos vive mais dúvidas tem sobre onde está a razão, ou mesmo se esse conceito existe. Frequentemente, a palavra "populismo" é usada pelos políticos para carimbar promessas de outros que eles sabem não ser capazes de cumprir. Então chamam-lhes "populistas" e, com esse anátema, encerram uma discussão incómoda. Não gosto da palavra "populismo"; soa a insulto, a menosprezo pela capacidade de análise dos outros. E quem somos nós para nos assumirmos como donos da verdade? Só um esclarecimento: eu próprio me incluo no conceito de "cidadão" a que me referi acima.



Publicado por Tovi às 10:17
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 25 de Setembro de 2015
Ai Costa, a vida Costa

Eu sei que sondagens há muitas e para todos os gostos… e também sei que prognósticos só no fim do jogo… mas também sei que António Costa está feito se não conseguir dar a volta ao texto até ao dia do “botar o papelinho”.

 Legislativas2015 sondagens 24Set2015 ab.jpg

(Gráfico com as últimas sondagens conhecidas até ao dia de ontem)



Publicado por Tovi às 09:46
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 9 de Setembro de 2015
Partido Socialista desce 4,7 pontos percentuais

Legislativas2015 sondagens 8Set2015 Aximage.jpg

Evolução das sondagens da Aximage para as Legislativas.

Conhecida que é a última sondagem da Aximage, imagino a festa que vai lá para os lados de São Caetano, à Lapa… e o choro no Largo do Rato.




Sábado, 8 de Agosto de 2015
Evolução das Sondagens para Legislativas2015

Legislativas2015 sondagens 7Ago2015 Eurosondagem.j

Foi conhecido ontem mais um barómetro mensal da Eurosondagem, onde apenas 1,5% de intenções de voto separam agora PS da coligação PSD/CDS, com os socialistas a perderem quatro décimas em relação ao mês passado (agora estão nos 36,3%), e a aliança Portugal à Frente (com 34,8%), a recuperar duas décimas. CDU, PDR e Livre/tempo de Avançar todos perdem duas décimas e só o Bloco de Esquerda consegue um ligeiro aumento (+0,2 pontos percentuais) em relação a Julho.



Publicado por Tovi às 11:28
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 19 de Julho de 2015
Última sondagem da Aximage

Legislativas2015 sondagens 18Jul2015 Aximage.jpg

Esta sondagem, realizada entre os dias 12 e 16 de Julho pela Aximage, torna clara a bipolarização das intenções de voto no PS (38%) e no PSD/CDS-PP (37,8%). À esquerda, a CDU e o BE ficam nos 7,5% e 4%, respectivamente, tornando-se “vítimas” do “centrão”. O PDR de Marinho e Pinto, que no início deste ano chegou aos 4%, desce nesta sondagem para uns residuais 1,4%, ficando ao nível do Livre, de Rui Tavares, que obtém 1,3%.



Publicado por Tovi às 07:51
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 19 de Junho de 2015
PS desce... Coligação PSD/CDS sobe

Sondagem 2015Jun19.jpg

Os socialistas tantos tiros nos pés deram que o resultado está aqui. Já tenho dúvidas que António Costa consiga alterar o rumo das coisas até ao dia de “botar o papelinho”.

E aqui fica a evolução das sondagens para as Legislativas2015

(Trabalho feito cá pelo rapaz  )

Legislativas2015 sondagens 19Jun2015.jpg



Publicado por Tovi às 14:44
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 19 de Maio de 2015
Evolução das sondagens das "Legislativas2015"

Legislativas2015 sondagens Mai2015.jpg

Trabalho feito cá pelo rapaz

 

  Comentários no Facebook

«António Vidal» >> As sondagens vão falhar redondamente, como falharam em Inglaterra, e em França. Os dados históricos em que se baseiam, não são mais válidos, para a colocação dos indecisos, e para a abstenção. Esperemos para ver. Mas estou certo de que vão ser um enorme erro.



Publicado por Tovi às 09:43
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 14 de Abril de 2015
O PS não descola...

...porque será? 

Sondagem 2015Abr13 a.jpg

(Sondagem CM/Aximage, realizada de 4 a 8 deste mês)

 

  Comentários no Facebook

«Guilherme Lickfold» >> pela sondagem, em coligação PSD/CDS = 36,5%

«Raul Vaz Osorio» >> Porque o Costa é um bluff

«Narciso Miranda» >> Descola ou não descola????

«Raul Vaz Osorio» >> Cola

«Adao Fernando Batista Bastos» >> Enquanto a direita cocentra votos no PSD e CDS, a esquerda distribui votos por vários movimentos e partidos. Ou PS/Costa consegue propostas e discursos que mobilizem o centro e esquerda ou será muito dificil vencer um poder cada vez nais alicerçado na demagogia e manipulaçao com ampla cobertura da comunicaçao social. Veja-se por exemplo que nos tres canais de TV com sinal aberto (RTP SIC, TVI) os comentadores com programa regular são, todos, militantes doPSD!

«Amândio Moreira» >> A respeito desta "democracia", algumas perguntas: - Alguém do povo (e morador do local por que se candidata) se pode candidatar, sem fazer parte da partidocracia, para que o povo EFECTIVAMENTE possa votar em quem julgar mais competente para os representar? - Alguém sabe, à priori (mesmo à posteriori) qual é o candidato que o seu voto elege? - Esse candidato (que ninguém sabe quem será) tem algum programa a que se obrigue, para representar o povo do círculo por que é eleito? - O eleito pelo círculo eleitoral é morador e faz a sua vida habitualmente no círculo por que é eleito? - O eleito apresenta alguma medida ( e como pode o povo saber) em prol do povo que representa? - O eleito tem, sequer, direito a falar na assembleia, ou é o porta-voz do grupo parlamentar o único a falar (que apenas representa a partidocracia e nunca o povo)? - Existe verdadeira escolha de quem o povo desejaria para seu representante na assembleia, ou é-lhe, pura e simplesmente, impingida uma "escolha" entre aqueles que fazem parte da partidocracia? - Pode-se fazer parte destas listas, sem, antes, ir dizendo sempre "sim" aos dos degraus superiores das pirâmides partidárias, estando , assim, bem integrado dentro do espírito da partidocracia? Muitas outras questões se poderia colocar, evidentemente. É, realmente, muito interessante esta "democracia". E funciona muito bem, pelo que se tem visto.Em suma, ao menos os termos estão correctos e são literais: coloca-se uma CRUZ (para se ser crucificado) numa URNA (para se ser enterrado). Ao menos, nisso, não há camuflagem.

«David Ribeiro» >> As suas questões são pertinentes, caro Amândio Moreira, mas a verdade é que a nossa Constituição preconiza um sistema político baseado nos partidos e com os deputados a representarem todo o país e não apenas os círculos por que são eleitos. Também sou da opinião que as coisas deveriam mudar… mas a verdade é que poucos são os portugueses a exigirem uma revisão estrutural da nossa lei fundamental. Já para não falar na Regionalização que há anos está prevista constitucionalmente e é o que se sabe.

«Jorge Baldinho» >> Também entendo que deveria haver círculos eleitorais uninominais, por forma a que pudessemos saber efectivamente quem nos representa e em quem votamos. A solução seria um misto de círculos uninominais com círculos eleitorais por lista. Mais do que o David Ribeiro refere, acho que não são os portugueses que não reclamam contra a actual lei eleitoral, o que não há - como é óbvio - é vontade dos partidos em a alterar.

«Amândio Moreira» >> A Constituição é mais rígida que a própria Bíblia. E foi elaborada por deuses ainda mais poderosos e sábios que o próprio Deus, alegado inspirador da Bíblia. O sistema político lá plasmado, é uma DEMO CRACIA (poder do diabo). Uma ditadura "democrática". Está elaborada para bloquear qualquer tentativa de verdadeira democracia. Os partidos regionais, por exemplo, não são permitidos (existem nos outros países, como se sabe).A própria distribuição dos deputados é uma anedota. Lisboa elege 47, o Porto 39 e Portalegre 2, Beja 3, Bragança 3 , Évora 3, Guarda 4 ( e, mesmo assim, quantos viverão efectivamente, lá??). Ou seja, qualquer votação que siga os interesses regionalistas, logo à partida está condenada. Devia ser proporcional à ÁREA e não ao número de eleitores. Só assim permitiria que a população pudesse distribuir-se pelo país, mantendo-se a representatividade. Em termos humanistas, os ideias lá preconizados até são nobres, mas... não são cumpridas. É inconstitucional haver alguém sem alimentação, casa (os sem abrigo são inconstitucionais), assistência médica, educação. As campanhas para angariação de comida não têm sentido porque o estado tem a OBRIGAÇÃO constitucional de garantir isso a toda a população. E, porém, nunca ouvi o Tribunal Constitucional declarar tudo isto inconstitucional. Ou seja, nem sequer ESTA Constituição é cumprida. Só na parte que convém.

«Adao Fernando Batista Bastos» >> Espero sinceramente que o PS/Costa apresentem propostas de revisao do quadro polico atual, nomedamente revisão /refiorma da Lei eleitoral. AJSeguro/PS prometeu mas nunca apresentou proposta, espero que ACosta nao a meta na gaveta! O mesmo quanto à Regionalizaçao, claro.

«Pedro Baptista» >> São as pirronagens dos pirrónicos...

«Amândio Moreira» >> Acresce dizer que eu faço parte dos que conscientemente não votam, enquanto este sistema se mantiver. Ao menos não lhes dou mais 3,74 € por ANO, ao partido em que vote. Pelos votos das últimas eleições,ao "preço" actual, o PSD recebe 8 milhões e 77 mil € e o PS 5 milhões e 859 mil €. Por ANO. Para gastarem entre os "maiorais" como bem entenderem. Toca a manter este sistema, porque, claro, está muito bem (para eles, evidentemente).



Publicado por Tovi às 09:52
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 26 de Fevereiro de 2015
Ai Europa, Europa... onde vais parar?

Marine Le Pen a.jpg

Segundo uma sondagem do jornal francês «Le Figaro» a “Frente Nacional” de Marine Le Pen (extrema direita) é já o primeiro partido da França, com 30% de intenções de voto para as próximas eleições regionais (de 22 a 29 de Março), ficando em segundo lugar a UMP de Sarkozy (direita) com 28% e na terceira posição o PS com unicamente 20%.

 

 Comentários no Facebook

«José Costa Pinto» >> Gostei do 'unicamente'.

«Joaquim Leal» >> Sempre pensei que com o "je suis charlie", o pêisse lá do sítio tivesse descolado nas sondagens. Para cima... upa!

«Jorge Veiga» >> França à direita prova que por aquelas bandas os cidadão já se fartaram das incompetências das esquerdas. Não será??

«Fernando Duarte» >> os cidadãos fartaram-se das incompetências da direita que esteve no poder durante 10 anos ( de 2002 até 2012 ) puseram là os socialistas para ver , mas como também não prestam , agora vem a extrema-direita e para quem não gostar da extrema-direita : se é estrangeiro pode regressar ao seu país livremente , as fronteiras estarão abertas para saírem se é francês , as urnas estarão abertas no dia das eleições e podem , livremente, votar noutro partido, mas terão de respeitar a democracia se for o FN que tenha a maioria , porque em democracia manda a maioria e as minorias têm o direito de estarem calados



Publicado por Tovi às 09:55
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 15 de Novembro de 2014
Barómetro da Eurosondagem - Novembro 2014

 Sondagem 2014Nov14 a.jpg

(Resultado do barómetro da Eurosondagem deste mês para o Expresso e SIC)

E lai vai o PS a caminho da vitória... Mas para já é só uma vitorinha e muito mais já era nesta altura de esperar dos socialistas chefiados agora por António Costa.

 

 Comentários no Facebook

«Guilherme Lickfold» >> O Marinho e Pinto vai ter zero?

«David Ribeiro» >> Marinho e Pinto ainda não tem o partido legalizado, nem sabemos se irá ter as 7.500 assinaturas necessárias.

«Jorge Veiga» >> Ao fim de 3 anos desgraçados e o PSD ainda tem 25% e o PP 8%? E bem dito sr Guilherme Lickfold. O homem que ganha demais lá fora, mas cá dentro seria pouco, não leva nada?

«Guilherme Lickfold» >> acho que M&P não deve ter grande dificuldade no número de assinaturas. Pessoalmente acho que até outubro de 2015 ainda vai aparecer mais algum partido com pelo menos 5% dos votos. Muita água ainda vai correr... nem que seja nas ruas de Lisboa.

«António Lopes» >> A população portuguesa é um pouco adversa a mudanças. Olho para o LIVRE com interesse.

«David Ribeiro» >> As tentativas de criação de novos partidos não estão a correr como os seus proponentes desejavam. Quer o "Partido Democrático Republicano" quer o "Nós, Cidadãos" estão ainda a meio caminho de conseguirem as assinaturas necessárias.

«Guilherme Lickfold» >> sou mais da opinião que a população está cansada dos partidos existentes. Veja-se o caso de Espanha.

«Loja Do Pecado Guimaraes» >> Rsrsrs sondagens e estatísticas em portugal deixam muito a desejar.

«Guilherme Lickfold» >>   Partido de Marinho e Pinto já tem assinaturas suficientes para legalização

«Pedro Baptista» >> Caminho da vitória? Essa é boa! Em Maio antes d pouca vergonha o PS tinha 39%. Não me espantava que isto corresse mal... É que quem com ferros mata, com ferros morre...

«Mario Jeronimo» >> O PS ja ganhou... parabens. E o partido socialista e o SLB... vao os dois ao colinho dos jornalistas, comentadores e outros por aqui. Mas ao contrario do futebol... onde quem manda sao os arbitros nomeados, em democracia... quem manda e o povo atraves do voto, e nao as sondagens amigo David Ribeiro... ainda muita agua vai correr debaixo das pontes... abraco.



Publicado por Tovi às 08:42
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 23 de Maio de 2014
Sondagem para as Europeias2014

Embora com uma ligeira supremacia do PS em relação à coligação PSD/CDS o resultado desta sondagem não é nada lisonjeiro para António José Seguro e Francisco Assis. Numa altura de enorme descontentamento popular provocado pelo desgoverno de ...Passos Coelho, a verificar-se um resultado próximo do que indica esta sondagem, estas eleições «Europeias2014» não podem de forma alguma ser uma vitória para o maior partido da oposição português. Isto quanto ao nosso País, porque no que diz respeito ao Parlamento Europeu é tudo “mais do mesmo”.


«Gui Castro Felga» no Facebook >> É, diria mesmo mais, um ganda atestado d incompetencia.

«Albertino Amaral» no Facebook >> O que mais me choca, é ver que Portrugal em termos de política está entregue a três partidos infelizmente, sendo certo que dois deles em coligação conseguem ter valores inferiores àquele que durante a sua governação deixou o país num estado caótico. Pelos vistos e ao que tudo indica, para lá vai voltar com todos os vícios que lhe são reconhecidos... NÃO GOSTO...

«Pedro Silva» no Facbook >> Por norma nao gosto de comentar politica pois nao me parece ser este o sitio ideal para o fazer. No entanto penso que e do conhecimento geral que nenhum governo ou politico gosta de tomar medidas impopulares. Passo Coelho ate a data nao fez outra coisa que nao toma-las a descontentamento de muitos portugueses. Eu proprio como empresario tenho sido prejudicado por estas mesmas politicas e decisoes mas a verdade e que mais cedo ou mais tarde tudo isto iria acontecer. Talvez seja correcto pensar que apesar do impopulismo que Pedro Passo Coelho tem gerado em torno de si e do seu governo fez aquilo que outros ja deveriam ter feito e se calhar nessa altura nao teria sido necessario ir tao fundo. Como ja disse eu proprio nao concordo com tudo o que tem sido feito. Espero apenas que melhores dias cheguem para nosso contentamento.

«David Ribeiro» no Facebook >> Pois é, Pedro Silva, tem toda a razão quando diz "fez aquilo que outros ja deveriam ter feito e se calhar nessa altura nao teria sido necessario ir tao fundo".

«Gui Castro Felga» no Facebook >> Booom, esse argumentário é cínico ou pior, burrinho, nao tou para essa discussão-cortina-d-fumo, relembro q a divida ta a 130% e q eles justificaram td isto c a 'bancarrota' do país, qd a mesma quase q chegava aos 100%... E agora?  saravá.

«Pedro Silva» no Facebook >> Caro Gui!!! Nao o conheco de lado nenhum por isso agradeco que quando se dirigir a minha pessoa o faca com respeito. Como qualquer cidadao e vivendo num pais democratico tenho direito a minha opiniao. Como ja dizia alguem quando nao ha argumentos ou nao se sabe discutir salutarmente um assunto insulta-se ou ataca-se as pessoas. Tenho dito.

«Gui Castro Felga» no Facebook >> Não insultei a pessoa e sim o argumento. Q é ingénuo ou cinico, no minimo. A retoma é só até dia 25 d maio... Depois voltam as más noticias.

«Zé Zen» no Facebook >> Se o bpn/psd tiver 30% é porque o povinho aguenta! "Ai aguenta aguenta"

«Zé Regalado» no Facebook >> Se o pêsses tivesse alguma categoria, neste momento devia ter mais de 50% dos votos. Como não tem, é porque está reconhecido que não tem liderança com o mínimo de cólidade

«David Ribeiro» no Facebook >> A minha ciber-amiga Maria de Fátima Faria escreveu no seu mural do Facebook… e tem toda a razão no que disse: A campanha eleitoral tem sido a pior campanha de sempre. Tem sido uma campanha, que envergonha os portugueses. A falta de respeito alem de ser entre candidatos, tem sido sobretudo sobre os cidadãos e pior sobre os eleitores. Esta campanha tem provado que os actuais partidos políticos estão completamente obsoletos e a precisar de que surjam do povo alternativas politicas que os substituam. Alternativas que tragam Mais Democracia Participativa. Esta campanha tem sido a demonstração inequívoca da razão da abstenção, nas eleições. Uma campanha que não tem discutido os problemas da Europa, apenas tem lavado roupa suja entre políticos. Degradante, surreal e completamente desprezível. Uma campanha que confirma sem qualquer sombra de dúvida a razão porque é que a maioria se abstém de votar.

«Jorge Veiga» no Facebook >> Faço minhas as palavras do David Ribeiro, se ele permitir. Já o disse por aqui, noutros sitios, de outra maneira, mas o que foi dito pelo David aquilo que penso e a grande maioria dos portugueses pensam. Que estamos a ser insultados pelos miseraveis politicos que temos.

««Zé De Baião» no Facebook >> Antes de mais a saúde, depois nós enquanto seres humanos e sociais de Portugal e por último que se faça a devida análise europeia. Espero é que estas cambalhotas e a aproximação do PS/S&D para o centro-direita não venham a arrastar ainda mais os cidadãos e as políticas para a extrema-direita nacionalista ou neoliberal capitalista. Se muitos de nós já temos dificuldades em compreender o rumo de "catch all" e de "cartelização" partidário, como é que poderemos compreender esta Europa. Eu votarei estrategicamente a pensar no contexto europeu. Sobre o resto, como referiu o Prof. Augusto Santos Silva recentemente nos seus comentários, eu também já caminho para o PCC (Partido dos Carecas Calmeirões que não se deixam ir na onda). Mas vou votar e não vai ser em branco nem nulo. Vai ter certamente a minha interpretação europeia.

«David Ribeiro» no Facebook >> O Zé De Baião continua a esquecer-se que estas eleições são para o Parlamento Europeu e que o PS nacional já não tem nada de socialista. Até o Marocas foi "corrido" da campanha eleitoral.

«Zé De Baião» no Facebook >> Eu nem referi sequer em quem votava. Mas vou votar e não vai ser em branco nem nulo. Vai ter certamente a minha interpretação das políticas e das sondagens a nível europeu e que deveriam colocar a pensar todos os socialistas.

«David Ribeiro» no Facebook >> ...ou seja, vai votar PS :-)

«Henrique Camões» no Facebook >> Pelo contrário eu nem perco tempo com isso, sou contra a União Europeia enquanto união politica e monetária, (a favor da união económica) sou Português, quero continuara ser Português (nunca ninguem me perguntou se queria perder a minha identidade) e considero importante  o inicio da discussão da saída de Portugal desta UE e do Euro, portanto eu não voto.


«Zé De Baião» no Facebook >> Vai haver surpresas e quem vai ganhar é quem tiver mais militantes, sendo que a esmagadora maioria dos portugueses, lamentavelmente, vai ficar em casa. Na minha opinião quem vai ganhar é o Marinho Pinto, sendo que será eleito e se tornará num necessário desassossegador nacional e europeu. O LIVRE prometia vir a ser algo mas esbarrou logo na fundação. A CDU pode ficar mais acima e o BE será provavelmente o maior derrotado.

«Pedro Baptista» no Facebook >> Seria a vitória da demagogia e populismo baratas, Zé de Baião, de um povo que anda como uma barata tonta. E a não vitória do Assis seria a de António de Costa de quem foi o ponta de lança...



Publicado por Tovi às 08:42
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 12 de Maio de 2014
Nem as moscas mudam


«Jorge Veiga» no Facebook >> Nem o Pai morre, nem a gente almoça...

«Albertino Amaral» no Facebook >> Realmente esta intenção de voto, confirma que os portugueses não têm mesmo alternativas no banco. Têm que jogar sempre com os mesmos... Zé, Tozé, Pedro, Paulo, António, etc. etc. Estes cinco partidos, profissionalizaram a política de tal ordem, que durante décadas ninguém os demitirá certamente...! Aguentem portugueses...

«Carla Teixeira» no Facebook >> Não é à toa que lhes chamam "partidos da alternância"... :P

«Diamantino Hugo Pedro» no Facebook >> Ora mamas tu, ora mamo eu ...

«Jorge Veiga» no Facebook >> e às vezes até mamam juntos.

«Jorge Queiroz» no Facebook >> Em branco!

«Carlos Mimoso» no Facebook >> Mais uma vez se confirma: Os Portugueses, não se informam, não vêm televisão, são subservientes e amantes do choradinho. Os jornais não são para ser lidos, são para limpar o cú com eles. Triste fado...

«Zé Carlos» no Facebook>> A suprema estupidez do povo português.

«Joaquim Leal» no Facebook >> Não há mesmo hipóteses de mudar isto...



Publicado por Tovi às 17:12
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 15 de Março de 2014
Barómetro da Eurosondagem – Março 2014

(Resultado do barómetro da Eurosondagem deste mês para o Expresso e SIC)

{#emotions_dlg.sidemouth} O diagnóstico das maleitas de Portugal está há muito feito e o que nos faz falta é uma terapia. E como eu sempre digo ter confiança no nosso médico de família é tão importante como a sua prescrição farmacológica. E nós AINDA não confiamos nos “médicos”, sejam eles os que estão no poder ou os que estão na oposição. Se o problema é dos líderes mudem os líderes, se o problema é das políticas mudem as políticas, mas mudem porra!... que nós já não aguentamos mais estas sondagens que há um ano dão sempre a mesma coisa.


«Jorge Veiga» no Facebook >> Oh David Ribeiro, não é mais prático mudar de sondagens?

«David Ribeiro» no Facebook >> Da forma que isto está, Jorge Veiga, não sei se não será melhor mudar de país.

«Jorge Veiga» no Facebook >> já vai acontecendo... Cá só vão ficar os governantes e os vistos Gold


«Jorge Veiga» no Facebook >> Nem o pai morre, nem a gente almoça...!

«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.star} Praticamente nada mudou neste último ano.

Jorge Veiga» no Facebook >> nem pode mudar. São todos maus! As sondagens deviam também mostrar a % de abstenções...

«Raul Vaz Osorio» no Facebook >> O Livre não concorre?

«David Ribeiro» no Facebook >> Esta sondagem é sobre as intenções de voto dos portugueses se as legislativas fossem hoje. Nesta sondagem presume-se que os inquiridos que respondem “NS/NR” (21,6%) se abstêm.

«Joaquim Leal» no Facbook >> A abstenção "upa... upa..." veremos nas europeias.

«Jorge Veiga» no Facebook >> 22% de abstençao? Só? Pois...

«Tiago Vasquez» no Facbook >> Não há alternativas

«Pedro Sardo Pereira» no Facebook >> aposto no mínimo 65% de abstenção...

«Jorge Veiga» no Facebook >> 2/3 de abstenção? Quero ver se os partidos continuam sem tirar ilações!

«Victor Meirinho» no Facebook >> Ilações... eles querem é eleições e depois, corrupções e outras "ões" para rimar com o que são... uns grandes cabrões ! Dixit ! (agora o David que censure que eu não me importo ! lol)


«Eduardo Vasques de Carvalho» no Facebook >> estas sondagens mudam quando aparecer (e vai aparecer) um partido que sirva de suporte aos verdadeiros independentes e ponha de lado todos os politicodependentes.

«David Ribeiro» no Facebook >> Sem dúvida, Eduardo... E a autarquia portuense é a prova provada que é possível unir os INDEPENDENTES e fazer algo para mudar o estado deplorável a que chegamos.



Publicado por Tovi às 08:35
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Agosto 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Posts recentes

Autárquicas no Porto – Eu...

Se as eleições fossem hoj...

Marcelo à frente nas sond...

Ai Costa, a vida Costa

Partido Socialista desce ...

Evolução das Sondagens pa...

Última sondagem da Aximag...

PS desce... Coligação PSD...

Evolução das sondagens da...

O PS não descola...

Ai Europa, Europa... onde...

Barómetro da Eurosondagem...

Sondagem para as Europeia...

Nem as moscas mudam

Barómetro da Eurosondagem...

Autárquicas no Porto - So...

Barómetro da Eurosondagem...

Barómetro da Eurosondagem

Grande trambolhão do PSD

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus