"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."
Domingo, 9 de Maio de 2021
Eleições Regionais no Reino Unido

escócia.jpg
Na Escócia, a chefe do Governo Nicola Sturgeon, anunciou a vitória do seu partido SNP nas eleições regionais: "Haverá uma maioria pró-independência" no parlamento escocês. Nicola Surgeon ficou a um deputado da maioria absoluta. A primeira-ministra reafirma que "a Escócia tem o direito de decidir sobre o seu futuro quando a crise da covid-19 passar". O Partido Nacionalista Escocês (SNP) assegurou 64 dos 129 assentos da Assembleia regional e um quarto mandato consecutivo à frente do Governo autónomo, mas ficou a um lugar da maioria absoluta.

 

pais de gales.jpg
Mark Drakeford, primeiro-ministro do país de Gales, é um dos grandes vencedores das eleições britânicas da última quinta-feira. A boa gestão da pandemia deu uma vitória significativa aos Trabalhistas que conquistaram 30 dos 60 lugares que formam o Parlamento galês.



Publicado por Tovi às 10:12
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 8 de Maio de 2021
Cimeira Social da União Europeia

A Cimeira Social da União Europeia realizou-se no Porto entre sexta-feira e hoje. Nestes dois dias estiveram na Cidade Invicta mais de 100 participantes na Cimeira.

 


image.jpg
Ontem, poucos minutos antes das 11 horas, a Câmara do Porto foi palco da receção de boas-vindas aos três mais altos dirigentes da UE - presidente do Parlamento Europeu, David Maria Sassoli; presidente do Conselho Europeu, Charles Michel; e presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen - que receberam das mãos de Rui Moreira as chaves da cidade.

 


transferir.jpg
A Cimeira Social da UE iniciou-se com uma conferência, na Alfândega do Porto, onde marcaram presença líderes políticos e institucionais, parceiros sociais e sociedade civil; e continua, neste sábado de manhã, com um Conselho Europeu informal no Super Bock Arena – Pavilhão Rosa Mota, de onde se aguarda que saia um compromisso político para a agenda social europeia.

 

   Porto, O nosso Movimento
Captura de ecrã 2021-05-09 104447.jpg



Publicado por Tovi às 08:46
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 7 de Maio de 2021
Boavista 1 - 1 Tondela

31488963592947a7628cdefaultlarge_1024.jpg

O Boavista somou um ponto e chegou aos 30, ficando a um do Rio Ave mas ainda no 16.º lugar e já com o Marítimo, Portimonense e Famalicão, mais longe da zona dos aflitos. A coisa não está fácil. 

 

   Outros resultados da 31ª jornada
Rio Ave 0 - 2 Sporting
Benfica 1 - 1 Porto



Publicado por Tovi às 23:30
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 6 de Maio de 2021
Obras do Metro na Boavista

Nova estação de metro 6mai2021.jpg

Uns bons metros abaixo desta área começa a nascer uma nova estação de metro... para servir a Linha Rosa do Metro do Porto.



Publicado por Tovi às 09:38
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 5 de Maio de 2021
Vitória arrasadora de Isabel Díaz Ayuso em Madrid

eleiçoes madrid.jpg

    SAPO24
A candidata de direita à presidência da região de Madrid Isabel Díaz Ayuso, do Partido Popular (PP), congratulou-se pela sua vitória nas eleições de hoje que considerou ser uma "moção de censura ao sanchismo". "O sanchismo não entra em Madrid", proclamou Ayuso, em referência ao primeiro-ministro que lidera o Governo nacional de coligação de esquerda, Pedro Sánchez, que tinha elegido como principal opositor durante a campanha eleitoral. À janela da sede nacional do PP, na avenida de Génova no centro de Madrid, Ayuso afirmou que "esta forma de governar com opulência e hipocrisia a partir de A Moncloa [sede do Governo espanhol] tem os seus dias contados e já chega”. "Madrid fez uma moção de censura democrática ao sanchismo, aos seus pactos com Bildu [separatistas bascos], com independentistas, ao Governo com Podemos [extrema-esquerda]. Madrid é o quilómetro zero da mudança de rumo em Espanha", proclamou por seu lado o presidente do PP, Pablo Casado, que sublinhou ainda que tinha ganho a "liberdade".



Publicado por Tovi às 08:32
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 4 de Maio de 2021
Tribunal Central de Instrução Criminal

ticao.jpg
O princípio do fim do Tribunal Central de Instrução Criminal... seguramente nunca mais será como hoje o conhecemos.

  Notícia completa aqui



Publicado por Tovi às 20:56
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 3 de Maio de 2021
O ambiente que se vive no concelho de Odemira
É realmente tudo isto que diz Elisabete Rodrigues no seu artigo de opinião no "Sul Informação"... mas é também o assobiar para o lado de todos nós que gostamos de framboesas, tomates cherry, saladinhas lavadas e outras produções agrícolas de luxo a preços baratos.
Quando há uns dias ouvi uma empresária do setor dizer "se não fosse assim o negócio não era rentável" apeteceu-me dizer "a terra a quem a trabalha"... e não, não sou, nunca fui, nem penso vir a ser comunista.
 

Captura de ecrã 2021-05-02 143421.jpg
"É triste que tenha sido preciso uma pandemia para pôr a nu a exploração e as condições de vida indignas dos muitos trabalhadores migrantes que garantem a produção das framboesas, dos tomates cherry, das saladinhas lavadas e outras produções agrícolas de luxo de que todos gostamos e que garantem muitos milhões ao país, em exportações, nos hectares e hectares de estufas de agricultura intensiva, situados sobretudo no concelho de Odemira."

  Notícia completa aqui

 

    Comentários no Facebook
Nuno Matos Pereira - Desculpe David Ribeiro ! Mas a maior hipocrisia não é de quem consome esses produtos, se não o fizessemos a vida dessas pessoas ainda seria pior. Hipocrisia é das esquerdas e das associações anti racismo, porque se se manifestarem contra, seria o fim da subsídio dependência. Já foi assim com o IHOR Homeniuk, foi assim com Moçambique e assim será com Odemira. Tudo o que seja contra o líder supremo, não se pode manifestar contra.
David Ribeiro - Claro que não é SÓ de quem consome esses produtos, Nuno Matos Pereira... é essencialmente de quem assobia para o lado perante uma situação que há muito se verifica mas que "ninguém" parece ver.
Pingus Vinicus - Somos um país de modas. Ficou tudo surpreendido com a falta de condições de trabalho, de habitabilidade, de dignidade humana dos migrantes em Odemira, com o eventual tráfico humano, com as alegadas máfias. Tudo coisas que já se sabiam, eventualmente, há muitos anos. Entretanto, a malta que governa a partir da capital do império já esqueceu que no outro lado do rio Tejo, na margem sul, em Alcochete, acontece o mesmo, com os apanhadores de ameijoa. Assiste-se quase todos os dias a episódios degradantes da condição humana. Migrantes amontoados em armazéns, em apartamentos. Violência entre eles, os negócios pouco claros, comportamentos indignos nas ruas. Tudo bem visível à vista desarmada. Se calhar, um dia destes, vamos ouvir falar da falta de condições dos migrantes na zona de Pegões, do Poceirão, onde trabalham, também, em explorações agrícolas, em que é possivel observar dezenas de pessoas numa só habitação. Modas de um país, o nosso, que teima em não ser um país sério
182331559_10208162492858264_4948588878634137522_n.



Publicado por Tovi às 07:33
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 2 de Maio de 2021
Valongo dos Cidadãos

178605943_10219527291157412_9212592959477409665_n.

   José Bandeira em "Valongo dos Cidadãos"

No rescaldo da Convenção Nacional Mais Cidadania podemos sem qualquer subterfúgio afirmar que a adesão ao objectivo de promover um modelo de sociedade onde o cidadão esteja próximo da governação, com ferramentas para poder influenciar e mesmo determinar decisões com impacto no seu futuro, se vai alargando na sociedade civil contando com o profundo empenho de muitos dos melhores pensadores do país.
Continuo contudo com um enorme amargo de boca quando constato que o bem fundamentado e vivamente sentido discurso dos pensadores sociais não tenha a correspondente adesão daqueles a quem se destina: os cidadãos.
O grande desafio neste momento é vencer a barreira que ainda separa a população daqueles que sentem as suas mágoas e pretendem servi-la mas, a partir do momento em que ousam confrontar o Poder, passam a ser conotados como sendo parte desse poder.
O grande desígnio do grupo Valongo dos Cidadãos é vencer essa barreira, ganhar a confiança dos munícipes de #alfena, #campo, #ermesinde, #sobrado e #valongo para que se juntem a nós na construção de um Concelho onde o respeito pelo outro, a consciência do outro, a percepção do quanto os nossos mais simples actos influenciam a vida do outro, sejam o pilar das nossas vidas.
Cidadãos anónimos mas com uma vivência social activa e participativa juntaram-se para dar início a um processo que possa conduzir o Concelho de Valongo, que até aqui tem sido mantido num vergonhoso estado de subdesenvolvimento pelos servos do poder central que o governam há 3 décadas, ao estatuto de baluarte da causa do Bem Comum.
Ousemos liderar pois sei que temos gente de qualidade para fazê-lo, desde que se juntem em torno desta causa. E, como esta Convenção provou, não faltarão homens e mulheres de boa vontade para apoiar-nos!
Para todos os cidadãos do Concelho de Valongo o meu abraço de profunda admiração, com plena consciência de que convosco tudo é possível!
Bem hajam!
 
    Comentários no Facebook
David Ribeiro - Tenho seguido com a máxima atenção o aparecimento de “Valongo dos Cidadãos”… e quando vejo agora o meu amigo José Bandeira a dizer que tem “um enorme amargo de boca quando constato que o bem fundamentado e vivamente sentido discurso dos pensadores sociais não tenha a correspondente adesão daqueles a quem se destina: os cidadãos” pergunto-me se não estaremos perante uma falta de comunicação. Perdoem-me este desabafo e entendam-no como uma crítica construtiva, mas além de crítica ao que não tem sido feito é fundamental um plano de obra a fazer, a nível social, habitacional e tudo o que será do interesse dos cidadãos. Aguardo o Manifesto Eleitoral, onde creio que tudo isto irá ser apresentado. E mais uma vez entendam esta minha “crítica” como construtiva.
Tiago Moreira - David Ribeiro... meu caro, temos ventilado nas redes sociais a nossa intenção mas não temos recebido feedback ao nosso apelo de participação por parte dos cidadãos, daí o amargo de boca que o Jose Bandeira refere...
José BandeiraCaro amigo David Ribeiro... as críticas são sempre bem vindas, em especial quando provêem de pessoas com objectivos comuns como o de promover a capacidade de intervenção dos Cidadãos nas decisões que afectam a sua vida em sociedade. No grupo Valongo dos Cidadãos, para o qual desde já convido todos os que se batem por este desígnio, pretendemos deixar bem claro que iremos até onde nos permitir a força conjunta dos Cidadãos que aceitarem este desafio. O objectivo é fazer de Valongo um importante pólo de desenvolvimento na Área Metropolitana do Porto, tirando partido da excelência dos seus habitantes, das óptimas acessibilidades e área disponível, para, em estreita ligação com a Academia, transformá-lo num centro de desenvolvimento de indústria de valor acrescentado, sem menosprezar obviamente os serviços, bem como projectos agrícolas de ponta. Contamos ser um elo forte na cadeia de construção de valor que queremos ver crescer e consolidar-se na Área Metropolitana do Porto e assim contribuir para o recrudescimento do seu poder no contexto nacional. Um abraço.


Publicado por Tovi às 10:51
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 1 de Maio de 2021
Santa Clara 3 - 3 Boavista

E0UzbFMWUAAMHVL.jpg

Empatamos... e  a verdade é que um golo sofrido ao cair do pano continua a manter o Boavista na linha de água.

    A Bola
Num encontro recheado de emoção e incerteza, foi o Boavista o primeiro a adiantar-se no marcador, com golos de Albert Elis aos 17 minutos. O Santa Clara reagiu e conseguiu mesmo dar a volta ao marcador, valendo as finalizações de Lincoln (45’) e Carlos Junior (50’). Porém, os axadrezados, com a corda na garganta, encontraram forças para regressar ao jogo e empataram com auto-golo de Marco após remate de Sauer, aos 69’. A segunda reviravolta do jogo chegaria para o Boavista aos 75 minutos, com Elis a bisar para recolocar os axadrezados na frente do marcador. Porém, o 'golpe de teatro' chegaria no último minuto dos descontos, com golo de Fábio Cardoso a selar o 3-3 final.

 

   Outros resultados da 30ª jornada
Tondela 0 - 2 Benfica
Porto 3 - 2 Famalicão
Sporting 2 - 0 Nacional



Publicado por Tovi às 20:45
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 30 de Abril de 2021
Acabou o estado de emergência... mas cuidado

179011984_3785747461523385_6607448560167817895_n.p



Publicado por Tovi às 08:11
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 29 de Abril de 2021
Vacina contra a COVID-19

179778976_10219598071330235_1038651815297295097_n.

Já me foi inoculada a primeira dose   



Publicado por Tovi às 11:20
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 28 de Abril de 2021
Morreu Nuno Ortigão

Requiescat in Pace

nuno ortigão.png

Morreu Nuno Ortigão, Presidente da União de Freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde.

Foi decretado pelo Presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, um dia de luto municipal, a respeitar amanhã, 29 de abril.

 

   Jorge Afonso Morgado, Diretor de Comunicação da Metro do Porto

O Nuno Ortigão dizia que tinha um único defeito, que era o de ser vaidoso. Por vezes, não tinha mesmo qualquer problema em reconhecer ser bastante vaidoso. A verdade é que tinha razões mais do que suficientes para o ser.
A verdade é que, no momento da sua partida e olhando para o legado que fica, o Nuno foi até humilde e contido na manifestação do seu orgulho.
O presidente de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde deixa uma bela obra no território das freguesias marítimas do Porto. Lembro-me do contentamento com que aceitou o convite do Rui Moreira e do Nuno Botelho para a missão de concorrer à presidência da União e da felicidade que todos tivemos com as suas expressivas vitórias. Com o Rui Moreira na Câmara, o Nuno tinha motivos para ser vaidoso pelo notável trabalho que produziu e de que a cidade se pode orgulhar.
Foi sempre homem de causas difíceis e de projetos desafiantes. Também por eles, era justo que fosse vaidoso. Esteve na transformação da imagem da Sonae, com Belmiro de Azevedo. Assumiu a modernização da STCP, nos mandatos de Carlos Brito, abrindo a empresa à cultura (no Museu do Carro Eléctrico) e rejuvenescendo uma marca centenária. Com Oliveira Marques, ajudou a construir o Metro do Porto, cujo posicionamento de qualidade e a reputação de excelência muito lhe devem. Esteve na comunicação da AIP, da Liga de Clubes e da Câmara da Maia, ao mesmo tempo que dava aulas no IPAM. Onde esteve, apresentou resultados e deixou admiração.
Tinha vaidade na família em que nasceu e na família que, por opção e amor, criou. Tinha vaidade nos amigos e, sobretudo, no sucesso dos amigos. Tinha uma dedicação intensa e serena que colocava nas causas a que se dedicava. Sem que o exibisse, foi um exemplo de educação e cavalheirismo. Sem perder a lucidez na análise, teve sempre uma atitude positiva perante os problemas, alguma esperança face à estupidez humana e uma imensa tolerância nas dificuldades.
A vaidade do Nuno nunca foi um defeito. Foi uma característica, bastante rara, de quem acredita no mérito e na obrigação de fazer as coisas bem feitas. Obrigado, Nuno.



Publicado por Tovi às 12:12
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 27 de Abril de 2021
Descentralizar, sim... Desconcentrar, não

image.jpg

    PortoCanal / Lusa

A Assembleia Municipal do Porto recusou a descentralização de competências na área da ação social para 2021, que representaria para o município um défice anual superior a seis milhões de euros.
A proposta foi votada, com o voto contra do PS, durante a sessão ordinária da Assembleia Municipal do Porto, que decorreu na segunda-feira na Biblioteca Municipal Almeida Garrett.
Na sessão, o deputado Nuno Caiano, do grupo municipal 'Rui Moreira: Porto, O Nosso Partido' destacou a diferença entre "descentralizar" e "desconcentrar", considerando que o modelo apresentado "não permite assumir em consciência as competências".
"A nossa prioridade é com os portuenses e se a aceitássemos era sob pena de prejudicarmos o Porto", disse, defendendo que se a autarquia validasse a transferência estaria a dar "um sinal errado".
Também o vice-presidente da Câmara do Porto, Filipe Araújo, que na sessão substituiu o independente Rui Moreira, disse existirem "dois pontos críticos" no processo, a transferência dos processos do Rendimento Social de Inserção e o atendimento e acompanhamento social.
"O que está aqui envolvido, e que estaria em causa, é a transferência de 1,8 milhões de euros. Pode parecer muito dinheiro, mas para nós, que fazemos as contas, fica muito aquém", disse, considerando a transferência de competências na área social "um descartar de responsabilidade dos serviços do Estado que não transfere os meios necessários".
A deputada Susana Constante Pereira, do BE, que partilhou da posição da autarquia ao considerar que o processo "não é favorável ao interesse do município", defendeu ainda não ser esta a descentralização "que agudiza os contrastes que se vivem no país" que o partido defende.
Também Artur Ribeiro, da CDU, disse concordar com a recusa da transferência de competências sociais, defendendo a necessidade de "dar corpo às regiões administrativas".
Já a deputada Bebiana Cunha, do PAN, considerou que o processo devia "ter sido melhor negociado e acordado", defendendo que este é o momento do município "pensar e refletir" sobre a resposta a dar em termos de ação social.
Também o social-democrata Alberto Machado concordou com a recusa da transferência, defendendo, no entanto, que a descentralização devia ser acompanhada de um "processo de regionalização" para o país "chegar mais longe".
Em 19 de abril, o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, afirmou, na reunião do executivo, que aceitar a descentralização de competências na área da ação social "era acabar com um défice [para o município] superior a seis milhões de euros/ano", salientando que a este valor a que somar os custos a suportar com as outras áreas a transferir no âmbito do processo de descentralização.
A Lei-Quadro da transferência de competências para as autarquias locais e para as entidades intermunicipais entrou em vigor a 17 de agosto de 2018, tendo sido ao longo de dois anos publicados os diplomas setoriais sobre as diferentes competências a transferir.
Esta legislação estabelecia que a transferência se possa fazer de forma gradual, conferindo às autarquias a faculdade de optarem por adiar o exercício das novas competências.
No âmbito desta prerrogativa, a Câmara do Porto tinha já rejeitado a transferência de competências em 2019 e 2020, por entender não ser possível ponderar atempadamente o conjunto de implicações financeiras, humanas e organizacionais decorrentes da descentralização.



Publicado por Tovi às 09:46
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 26 de Abril de 2021
A estratégia do Porto no combate à pandemia

image.jpg

    Milene Câmara em “Porto.” – 24abr2021

Rui Moreira aponta falta de complementaridade no combate à pandemia
A falta de complementaridade entre o poder central e local afetou de forma decisiva o combate à pandemia da Covid-19 em Portugal. Numa grande entrevista ao jornal Nascer do Sol que é publicada na edição deste sábado, 24 de abril, Rui Moreira falou sobre a estratégia seguida pelo Porto que divergiu, em muitos aspetos, da estratégia nacional, liderada pela Direção-Geral da Saúde. Para o presidente da Câmara do Porto “o poder central impôs todas as regras” e “depois viu-se na necessidade de pedir ao poder local e ao poder autárquico para resolver os problemas que ele já não conseguia resolver”.

Ventiladores e máscaras em tempo recorde
De entre uma multiplicidade de temas abordados, a pandemia destacou-se na conversa do autarca com o jornalista Vítor Rainho, até porque o Porto foi pioneiro em várias medidas implementadas no início da tragédia da covid. Os primeiros ventiladores trazidos para o país foram exemplo dessa ação rápida desenvolvida pelo município portuense, resultado da relação de geminação e de diplomacia institucional com Macau e a cidade chinesa de Shenzhen.
“Sabíamos que estavam a produzir ventiladores, certificados para a Europa, e o que fizemos foi antecipar a venda a Portugal, neste caso ao Porto, tendo previamente falado com os hospitais S. João e St.° António do Porto, para perceber se aqueles ventiladores eram os mais adequados à situação e se tinham a certificação necessária. Os ventiladores vieram a um preço bastante inferior até a outros que foram adquiridos posteriormente pelo Governo”, explicou Rui Moreira.
A compra de máscaras foi igualmente uma das prioridades para o autarca. Uma fábrica no Porto começou a produzi-las a baixo custo e a autarquia do Porto foi das primeiras a “ter um conjunto de máscaras disponíveis, numa altura em que a DGS pensava que as máscaras eram inúteis”.
“Começámos a fazer máscaras para aquilo que era essencial, ou seja, não só para as nossas necessidades próprias. Estamos a falar dos bombeiros, da Polícia que estava em contacto com a população. Mas também para IPSS e para lares”, explicou Rui Moreira.

“O problema dos lares é uma tragédia mal contada”
Para o presidente da Câmara do Porto a proliferação dos infetados em lares de idosos em território nacional “é uma tragédia com foros de escândalo”.
Na primeira vaga pandémica, o Município liderado por Rui Moreira montou uma estratégia que não passou apenas pela compra de ventiladores e máscaras, mas também por adquirir testes à China de modo a cobrir “muito rapidamente todos os lares da cidade”, formais e informais, dado à vulnerabilidade daquela população.
“A nossa estratégia era de separação dessas pessoas imediatamente e, nessa altura, houve uma grande resistência da Direção-Geral da Saúde, e nomeadamente na estratégia que implementámos. E acabou por ser implementada lentamente no país. Acho que a Direção-Geral da Saúde esteve mal. Por isso é que montámos em conjunto com a Ordem dos Médicos e também com o Hospital de St° António, o pavilhão Rosa Mota para rapidamente separar as pessoas”.
Rui Moreira não tem dúvidas de que a concretização célere desta medida de separação foi crucial na diminuição da taxa de contaminação e consequente mortalidade a nível concelhio, o que não se verificou a nível nacional.

Porto a postos para conseguir vacinar toda a população em 2 meses
À semelhança do início da pandemia, Rui Moreira tem tomado todas as diligências de modo a preparar a cidade para uma vacinação em larga escala, também aqui, optando por divergir do rumo nacional imposto pela DGS. O centro de vacinação drive-thru, instalado no Queimódromo e com capacidade para inocular até 2 mil pessoas por dia, pronto a arrancar a operação desde fevereiro mal hajam vacinas disponíveis, é exemplo disso.
“Neste momento temos um drive-thru instalado, que tem uma capacidade apreciável que não está a ser utilizada, esperemos que venha a ser utilizada quando houver vacinas. Tem uma capacidade de 7 mil a 8 mil vacinas por mês. Podemos multiplicar por mês esses modelos, rapidamente conseguimos chegar muito mais longe”, refere o presidente da Câmara do Porto que acredita ser possível vacinar toda a população da cidade em 2 meses.
Contudo, esse modelo de vacinação não é a opção seguida pelo Estado Central, que optou, para já, por utilizar estruturas e recursos dos centros de saúde, o que, no entender de Rui Moreira é um “erro”.
“Vamos precisar de vacinar muita gente e seria bom que a vacinação não fosse feita no centro de saúde. Os centros de saúde são para as necessidades de proximidade das pessoas que têm patologias, das pessoas que estão doente, das pessoas que precisam de consultas. Não acho que seja boa estratégia misturar as duas tribos. A tribo que está doente e a tribo que não quer estar doente”, explica ao jornal o autarca.
Apesar da discordância, a Câmara do Porto disponibilizou e agilizou todos os meios para auxiliar a Task-Force na vacinação. Foram cedidas duas escolas que estavam encerradas e recursos para montar uma tenda de recobro. Além disso, o Município estabeleceu um protocolo com as duas centrais de táxis da cidade para o transporte de pessoas até aos locais de vacinação.
Rui Moreira encontra-se, também, a delinear uma estratégia autónoma de compra de vacinas, juntamente com a Câmara de Cascais, logo que a quantidade disponível no mercado aumente.
“Mais cedo ou mais tarde, a capacidade a nível europeu e a nível mundial vai permitir que haja vacinas em quantidade suficiente. E qual é a nossa estratégia? A nossa estratégia tem a ver com o facto de a questão das vacinas não ser um problema apenas de este ano. Acho que as pessoas ainda não compreenderam que as vacinas para a covid-19 vão ser como as da gripe sazonal. Todos os anos vamos ter de ter stocks”.



Publicado por Tovi às 07:29
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 25 de Abril de 2021
Boavista 0 - 1 Marítimo

176930341_4310071645683229_5792116776654628259_n.j

Mais um jogo fraquito dos Panteras… Aos 63’ de jogo Pelágio, médio do Marítimo, faz um bom passe para Joel que assiste Alipour para um golo fácil. E assim se perdem três pontos que tanta falta nos fazem.

 

    Comentários no Facebook

Jose Pinto Pais - O JF nunca deveria ter voltado a entrar no Bessa, quando veio disse isso mesmo, mas disse que como o tempo começava a ficar escasso seria o meu treinador. Já foi tempo de mais e mau de mais o que tem feito. Rua imediatamente e alguém da casa que tome conta e esperemos que ainda vá a tempo.

 David Ribeiro - Jose Pinto Pais... também não tenho gostado da forma como Jesualdo gere a equipa, mas também é verdade que só temos "mancos" no plantel.

Jose Pinto Pais - David Ribeiro não vi melhores no marítimo, vi um Boavista que entrou a tentar não perder, em vez de entrar a carregar e ir para cima do Marítimo e não vi o JF a tentar mudar isso

 

   Outros resultados da 29ª jornada
Braga 0 - 1
Sporting
Benfica 2 - 1 Santa Clara
Moreirense 1 - 1 Porto



Publicado por Tovi às 16:54
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Maio 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Posts recentes

Eleições Regionais no Rei...

Cimeira Social da União E...

Boavista 1 - 1 Tondela

Obras do Metro na Boavist...

Vitória arrasadora de Is...

Tribunal Central de Instr...

O ambiente que se vive no...

Valongo dos Cidadãos

Santa Clara 3 - 3 Boavist...

Acabou o estado de emergê...

Vacina contra a COVID-19

Morreu Nuno Ortigão

Descentralizar, sim... De...

A estratégia do Porto no ...

Boavista 0 - 1 Marítimo

A história é feita por aq...

Alterações à Lei Eleitora...

O inferno dos ataques jih...

Braga 2 - 1 Boavista

A terceira fase do descon...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus