"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."
Sexta-feira, 2 de Setembro de 2022
AIEA na Central Nuclear de Zaporizhzhia

Captura de ecrã 2022-09-01 110514.jpg 
E assim vai a visita dos inspetores da AIEA à Central Nuclear de Zaporizhzhia. Durante o dia de ontem pareceu haver descoordenação entre os decisores políticos que aceitaram esta visita e aquilo que se passa no terreno, não havendo confirmação por fontes independentes se os ataques a localidades próximas da central nuclear são de forças russas ou ucranianas. Importante, mas muito difícil ao que parece, era a desmilitarização da zona em torno desta central nuclear, a maior da Europa e a nona maior do mundo.

 

000-32hf7hv.jpg

Ao fim do dia de ontem alguns elementos da equipa de inspeção da Agência Internacional de Energia Atómica deixaram a central nuclear de Zaporizhzhia, depois de terem passado várias horas no local, de acordo com a Reuters. Quatro dos nove veículos envolvidos na missão deixaram as instalações da central nuclear, segundo a agência de notícias russa Interfax. O líder do órgão de vigilância nuclear da ONU, Rafael Grossi, admitiu que a equipa conseguiu reunir "muitas" informações em poucas horas, tendo observado “elementos-chave” que era necessário ver. “Conseguimos, nessas poucas horas, reunir muita, muita informação. As principais coisas que eu precisava ver vi." Não foi especificado quantas pessoas permanecerão no local e por quanto tempo.

 

Captura de ecrã 2022-09-01 220502.jpg

Inspetores da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) permanecerão na Central Nuclear de Zaporizhzhia para verificar os danos causados ​​pelos repetidos bombardeamentos no complexo, disse o chefe da agência da ONU. A Ucrânia acusou a Rússia de bombardear Enerhodar (cidade satélite da central nuclear), bem como a rota acordada da equipa da ONU. Enquanto isso, o Ministério da Defesa da Rússia acusou “sabotadores” ucranianos de tentar capturar a central nuclear.
 
  Situação ao 191.º dia do conflito
Ucrânia quem controla o quê 01set2022 dia 190.jp
Parece não haver dúvidas que nas últimas semanas o Kremlin procura acelerar a integração política na Rússia da Ucrânia ocupada e Kiev avança com uma ofensiva para reconquistar território à volta da cidade estratégica de Kherson. 


Publicado por Tovi às 08:33
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos (1)

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Dezembro 2022
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Posts recentes

Ana Paula Martins vai lid...

Bactéria Xylella Fastidio...

Rússia lança nova vaga de...

A "queda" de Putin... e o...

Grande naufrágio de 1947

Uma prisioneira ou uma mu...

Ainda há tanta janela sem...

Um clima de mal-estar no ...

Se as eleições fossem hoj...

Continuam os problemas na...

Boavista 1 - 0 Vilafranqu...

As modulações da paz na U...

Sondagem de Intercampus.....

Tráfico de seres humanos....

Nove meses de guerra... a...

O maior orçamento de semp...

Estas "brincadeiras" aind...

O meu boicote ao Mundial2...

Discurso de ódio das polí...

Belenenses SAD 2 - 3 Boav...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus