"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."
Sábado, 6 de Março de 2010
Bullying nas Escolas Portuguesas

Impressionante este artigo de Helena Teixeira da Silva no Jornal de Notícias. Eu até não sou muito lamechas, mas há coisas que nos deixam de rasto.

 [jn.sapo.pt] - Morreu para evitar agressão de colegas - Leandro, 12 anos, é a primeira vítima mortal conhecida de bullying em Portugal. Atirou-se ao rio Tua. Colegas garantem que não é caso único de violência na escola. (...) Havia motivos para baterem tantas vezes no Leandro? Responde Christian: "Todos batem em todos".


«XôZé» in ViriatoWeb ► A degradação daquilo que é basilar na formação do indíviduo enquanto jovem - a escola. A geração rasca do cavaquismo dá agora lugar à geração socretina. Resta-nos a grata consolação de que serão estes os homens que amanhã governarão esta espécie de nação.

«zézen» in ViriatoWeb ► Achas que Cavaco e Sòcrates têm alguma coisa a ver com estes pequenos monstros? Não serà mais um problema de educandos e educadores?

«XôZé» in ViriatoWeb ► Têm, têm mas a familia também não deve ser dispensada de responsabilidades.

«Matildinha» in ViriatoWeb ► Principalmente a família. O mal vem, principalmente, da família. Hoje em dia os pais desligam-se dos seus deveres. Deixam a educação dos filhos às escolas, como se essa obrigação fosse delas. Esquecem-se que a educação começa em casa. As escolas têm, essencialmente, de formar e completar a educação dada pelos pais. Não há milagres. Por muito que nas escolas se tente educar não adianta se os pais não fizerem nada nesse sentido. Hoje em dia os pais deseducam mais do que educam. Claro que não são todos, mas grande parte, sim.

«zézen» in ViriatoWeb ► "Hoje em dia os pais deseducam mais do que educam" - Permite-me concordar a cem por cento e sublinhar.

«XôZé» in ViriatoWeb ► Também tenho essa sensação de que os infantários como as escolas, são autênticos depósitos de crianças. Os pais transferem-lhes a responsabilidade de muito mais do que ensinar, da sua própria formação enquanto pessoas. A vida está complicada, os problemas inerentes ao emprego que lhes condicionam a disponibilidade, cava em muito esse distanciamento.

«Scalabis» in ViriatoWeb ► Se um filho meu tivesse este fim tragico, nem que fosse a ultima coisa que eu fizesse em vida, mas não ficaria cá nenhum para contar o que tinha feito. É um pensamento primário? pois deve ser, mas há meios que justificam os fins. Quando a minha mais pequena entrou para o ciclo, ainda houve alguns problemas com ela e com umas miudas de um lar da santa casa, ou ficava sem lanche, ou sem material escolar ou lhe davam uns caldos, enfim era um vê se te avias, cá o JE foi á escola esperou as meninas á porta, apenas com dois dedos, o polegar e o indicador, agarrou a pobre orelha que não tinha culpa, um abanão para ver se estava bem agarradinha e foi até hoje, nunca mais houve problemas.

«Max» in ViriatoWeb ► É precisamente por isso que o "Bullying" é algo de grave e mais sério do que possa pensar. Aparentemente tudo ficaria resolvido com esse puxão de orelhas. Os "ruins" deixam de chatear/bater em determinado aluno, e esses aluno deixa de ser vítima de outros alunos. O problema é que os "ruins" vão sempre arranjar outra vítima que não tenha o pai por perto, e o aluno (neste caso a tua filha) aprendeu que um dos primeiros grandes obstáculos que teve na sua vida não o ultrapassou sozinho mas sim, com a ajuda do pai para resolver um problema de miúdos. A partir daqui poderia haver um grande debate, com argumentos válidos para ambos os lados.

«zézen» in ViriatoWeb ► "...apenas com dois dedos..." - Abençoados dedos.

«XôZé» in ViriatoWeb ► No meu caso, uma tarde fui chamado à escola porque o meu filho se tinha trancado numa sala. Frequentava na altura o 5º ano e foi acusado injustamente de ter furtado uma calculadora, se a memória não me falha. Juntou-se um rebanho de uma dúzia de basófes para lhe fazerem a folha. A coisa felizmente resolveu-se mas mesmo sabendo quem teria cometido o acto, o puto nunca se chibou. Nem sobre quem teria organizado a excursão para lhe bater. Daqui se calcula a pressão do silêncio a que estão vinculados os putos.


«Jose Antonio Salcedo» in Facebook ► Bullying é um problema muito serio entre jovens, e devemos estar muito atentos a ele, combatendo-o com educação e tolerância zero.

«Isabel Taborda Oliveira» in Facebook ► Se os donos de cães, ditos potencialmente perigosos, são culpados pelos ataques dos seus animais, porque é que os pais dos jovens perigosos o não são?

«David Ribeiro» in Facebook ► Boa pergunta, minha querida amiga Isabel.

«Jose Antonio Salcedo» in Facebook ► Isabel: nos Eua, são responsáveis.



Publicado por Tovi às 07:56
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

1 comentário:
De Eusinha a 6 de Março de 2010 às 11:36
Tem de existir uma forma de combater este tipo de violência. É cada vez mais frequente e muitas vezes surge sem motivo aparente.
Alertem-se as conscências! Que o Leandro não tenha morrido em vão...


Comentar post

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Setembro 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


22
23
24
25

26
27
28
29
30


Posts recentes

Longa vida ao Timtim... a...

Benfica 3 - 1 Boavista

Erupção vulcânica na ilha...

E assim vai o Afeganistão...

Exército Europeu vs NATO

Campanha Eleitoral de "Aq...

Equipa de Rui Moreira na ...

E se os Talibã adquirirem...

Campanha eleitoral no Por...

Boavista 1 - 1 Portimonen...

Cronograma do 11 de setem...

Morreu Jorge Sampaio

A propósito do processo d...

As últimas tropelias do j...

Azerbaijão 0 - 3 Portugal

As últimas notícias sobre...

Dos talibã aos talibã – a...

Coimas da CMVM sobre o Bo...

Os dias seguintes no Afeg...

Portugal 2 - 1 República ...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus