"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."
Sexta-feira, 18 de Junho de 2010
Morreu José Saramago

Até ao dia de hoje só li três livros de José Saramago… de um gostei muito (Memorial do Convento), de outro apreciei a imaginação (Jangada de Pedra) e de um outro (O Evangelho segundo Jesus Cristo) nem sei bem se o entendi. Mas isto não me impede de admirar este grande escritor da língua portuguesa, um homem com “H” grande, daqueles que “antes quebrar que torcer”, o primeiro português (e até agora único) Nobel da Literatura. E nesta hora da sua morte, como é hábito neste País, vai aparecer muita gente a “mandar bitaites”, uns a endeusarem-no e outros a crucificarem-no, apesar de muitas dessas pessoas nunca terem lido uma única linha dos 46 livros que publicou (16 romances e também poesia, teatro, contos, crónicas, viagens, memórias e diários), obras traduzidas em 42 línguas de 53 países, estimando-se num número próximo de 10 milhões os exemplares vendidos em todo o Mundo. Infelizmente é o Portugal que temos… ou será antes os portugueses que temos?...

Que o nome de José Saramago perdure para todo o sempre nas nossas memórias.



Publicado por Tovi às 21:00
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

1 comentário:
De mau a 25 de Junho de 2010 às 17:14
http://livros.sapo.pt/noticias/artigo/28347.html

mau
De facto, muitos dos que aqui opinam são homens maus. Sofrem do mal da maior parte dos portugueses, INVEJA. José Saramago não era perfeito, como todos nós era um homem com virtudes e defeitos. O que a maioria dos seus detractores não lhe perdoa era ser Saramago um autor português reconhecido, ganhador de um prémio Nobel e ser comunista. Infelizmente são um bando de carneiros, que só fazem o que alguém lhes manda fazer. Concorde-se ou não com as idéias do escritor, Saramago era um homem livre que pensava por si próprio, ao contrário de muitos dos que para aqui vêm destilar o seu veneno primário instigados por ideologias politicas e religiosas, pena é que não mordam a lingua.
mau


Comentar post

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Maio 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9



28
29
30

31


Posts recentes

COVID-19 não é uma doença...

TAP quer condenar o Porto...

A pandemia terminará em P...

The New York Times de hoj...

Mais duas semanitas e já ...

Trevo-de-Quatro-Folhas

Devemos-lhes um grande OB...

Papillon... de Henri Char...

Os “amigos” do pai do Mar...

Sessão de hoje da Assembl...

Xicos-espertos a aproveit...

Nova sondagem da Intercam...

A segunda fase do desconf...

Quem vai ser o próximo Mi...

Sessão Extraordinária da ...

Preparando o “dia seguint...

Tragédia numa freguesia d...

Neste Porto que arregaça ...

A propósito de "Propósito...

A minha Cactus Orquídea

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus