"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."
Quarta-feira, 9 de Fevereiro de 2011
Couves de Barça

Um grande amigo meu, a viver há já uns anos na ilha do Corvo, deu-me a conhecer um dos pratos mais típicos daquela pequena ilha do arquipélago dos Açores: O mais típico é "as couves de barça". Trata-se de um prato feito à base de carne de porco, toucinho, orelhas que são salgadas logo no dia da matança do porco. Coze-se todos estes ingredientes junto com as couves. É um prato muito calórico e bastante salgado. É acompanhado com pão de milho, além das batatas brancas e doces. Come-se geralmente durante o Inverno.

Fiquei curiso... fui tentar saber mais... e encontrei este interessante texto no "SaborIntenso.com":

Receita de Couves de Barça 

(...) antigamente aqui na minha ilha havia muita pobreza, então a criação de porcos e sua respectiva matança era o sustento das famílias, a riqueza das famílias era medida um pouco neste sentido, quanto maior o porco e quantos mais porcos tinham, mais fartura havia à mesa. Os porcos chegavam aos 200 kg, sendo mais de 1/3 destes, gordura. Parte do porco era frita e depois coberto com a gordura do mesmo e a outra parte era salgada (não se esqueçam que não havia frigoríficos nem congeladores). A parte dos joelhos, orelhas, rabo, parte do toucinho era salgada num recipiente de madeira chamada barça. Antigamente essas partes eram salgadas e chegavam a durar mais de um ano conservadas numas vasilhas, hoje em dia faço barça mas só de 1 semana ou 2, confesso que não é tão bom, mas resulta na mesma bastante bem.

Então passemos à receita: 1 a 2 semanas antes salgue com pelo menos 2 kg de sal, 1 orelha, 1 rabo, 1 joelho, 1 chispe e se quiserem outra qualquer parte com mais carne do porco; Na véspera de fazer o prato demolhe em apenas 1 agua as carnes; No dia coza as carnes bem cozidas até ficarem como as de feijoada, retire 2/3 da agua da cozedura despeje fora. Retire as carnes. Na restante agua coza couves picadas (corte 2 a 3 vezes mais grossas que a do caldo verde), batatas brancas, batatas doces, 1 cebola e 2 dentes de alho; Quando tiver cozido junte as carnes (aldrabo 1 pouco e junto 1 caldo de galinha); Este prato é uma sopa mas ao mesmo tempo um prato principal; Normalmente aqui come-se num prato de sopa e com um garfo vai-se comendo as carnes e a batata e ao mesmo tempo com uma colher bebendo o caldo (confuso, acho que sim, mas para mim resulta na perfeição); Acompanha-se com pão de milho.


«Ana Alyia» in Facebook >> se achaste a receita boa... experimenta provar hhhmmmm nham nham



Publicado por Tovi às 22:16
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Posts recentes

Piadas das Legislativas'2...

Alternativa à Geringonça…...

Boavista 1 - 1 Sporting

PS praticamente na maiori...

Piadas das Legislativas'2...

Força, Rui Moreira... est...

Foi há dezoito anos

Piadas das Legislativas'2...

Programa eleitoral do PAN

Tolentino de Mendonça nov...

Estudo de opinião para as...

A Regionalização na campa...

Queda de helicóptero de c...

Piadas das Legislativas'2...

Piadas das Legislativas'2...

Belenenses 0 – 1 Boavista

Rui Rio é um poeta

Sondagem da Pitagórica co...

Urgente!... Oposição prec...

Partido RIR… e a Regional...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus