"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."
Sexta-feira, 20 de Abril de 2012
Rui Rio é uma merda

Rui Rio tem ódio a todas as formas de cultura... A história não lhe perdoará.

(Esta foto foi feita por uma grande amiga minha - Xica von Hafe - durante a última campanha eleitoral autárquica... Mas continua actual)

{#emotions_dlg.meeting} [JN - Manuel António Pina] - Ódio à diferença- É em momentos como o ontem vivido no Alto da Fontinha que Rui Rio revela o seu rosto de autocrata e a sua aversão a tudo o que lhe cheire a diferença, particularmente a todas a formas de cultura e cidadania que escapem à Kultura, ao papel "couché" e à rotina institucional. No edifício da antiga Escola da Fontinha, há cinco anos ao abandono, nascera espontaneamente, por iniciativa dos moradores e outras pessoas, um projecto cívico autónomo que, durante um ano, sem mendigar subsídios, fez a "diferença", infeccionando de vida comunitária e, sobretudo, de esperança, o resignado quotidiano de uma das inúmeras zonas degradadas que, longe do olhar dos turistas, persistem no coração da cidade. Uma ilha de iniciativa, de partilha, de democracia participativa? Era de mais para Rui Rio. Ateliês de leitura, de música, de teatro, de fotografia?, formação contínua?, apoio educativo?, aulas de línguas?, xadrez?, yoga?, debates?, assembleias? - Intolerável! De nada valeu ao movimento Es.Col.A constituir-se em associação, como lhe exigira a Câmara com a promessa de um contrato que nunca chegaria. Como os "Blue Meanies" de "O submarino amarelo", as retinas de Rui Rio não suportam as cores vibrantes e indisciplinadas dos sonhos. Ontem, por sua ordem, a Polícia cercou o bairro, invadiu armada a Escola da Fontinha, prendeu pessoas e destruiu e pilhou as instalações. E Pepperland voltou de novo a ser cabisbaixa e cinzenta.


«Mário Jerónimo» in Facebook >> Esse bando de OKUPAS, de extrema esquerda/anarcas, que ocuparam uma escola publica, e que quando lhes foi dada a hipotese de pagar 30 € por mês para a utilização do espaço recusaram, e que incomodam com a algazarra toda a vizinhança seja dia seja noite... chamas a isso cultura David?.. olha o aspecto dos meninos e meninas e logo me dizes quem são. Não vejo uma ponta de cultura. mas como tb nunca gostaste do Rui Rio... nem tens que gostar... aceito o teu comentário.

«David Ribeiro» in Facebook >> Provavelmente o Mário Jerónimo não sonha a pouca vergonha que era aquela escola durante os cinco anos em que a Câmara do Porto a manteve encerrada e sem qualquer utilidade. Rui Rio permitiu que durante esse tempo todo aquilo fosse um antro de droga no meio de um bairro pobre mas sem grandes problemas sociais. E quando alguém (e a maior parte até não são "anarcas" nem "okupas") fez algo de interessante, lá vai polícia para desocupar, unicamente porque não aceitaram pagar trinta euros por mês de aluguer. Cabe na cabeça de alguém que o problema eram os trinta euros?

«Mário Jerónimo» in Facebook >>  ‎David Ribeiro... o argumento que hoje ouvi de uma das entrevistadas pertencentes ao movimento em questão, é que era esse precisamente o busilis da questão. dado que tinham que subscrever um contrato, e que o movimento não estava na disposição.

«David Ribeiro» in Facebook >> Evidente... Tive a oportunidade de ler a proposta desse contrato e era de morrer a rir, atendendo que só seria válido por dois meses.

«Mário Jerónimo» in Facebook >> Pois eu não tive, mas tenho muita curiosidade em saber quais os deveres e obrigaçãoes de AMBAS as partes. Se o documento for publico, manda David Ribeiro.

«David Ribeiro» in Facebook >> Apontamentos de um amigo meu que luta por causas na cidade do Porto e no Norte de Portugal: "A «licença provisória até ao final do ano» foi uma frase dita numa reunião sem carácter decisório entre representantes da CMP e uma delegação da assembleia do Es.Col.A; uma frase que deveria aparecer numa proposta de contrato que nos seria enviada - e nunca foi. A única relação formal entre a CMP e o Es.Col.A foi um contrato promessa (uma promessa de contrato), na qual nos comprometíamos a deixar o nosso caráter informal, transformando-nos em associação num prazo de 30 dias úteis e onde a autarquia se comprometia a, nos 10 dias úteis subsequentes, nos enviar a tal proposta de contrato. O Es.Col.A cumpriu a sua parte do acordo e, dentro do prazo, fizemos com que a vereadora soubesse que estava constituída a associação. A Câmara Municipal do Porto não cumpriu a sua parte: nunca chegou ao Es.Col.A, nem a alguém a ele ligado, qualquer proposta de contrato que falasse em final do ano. Será deste não contrato que falam Guilhermina Rego e os média, quando dizem que foi prolongado até março."

«André Eirado» in Facebook >> O Rui Rio é a imagem do governo, não sabem o que é cultura



Publicado por Tovi às 22:21
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Posts recentes

Será só fumo?... ou haver...

Piadas das Legislativas'2...

Alternativa à Geringonça…...

Boavista 1 - 1 Sporting

PS praticamente na maiori...

Piadas das Legislativas'2...

Força, Rui Moreira... est...

Foi há dezoito anos

Piadas das Legislativas'2...

Programa eleitoral do PAN

Tolentino de Mendonça nov...

Estudo de opinião para as...

A Regionalização na campa...

Queda de helicóptero de c...

Piadas das Legislativas'2...

Piadas das Legislativas'2...

Belenenses 0 – 1 Boavista

Rui Rio é um poeta

Sondagem da Pitagórica co...

Urgente!... Oposição prec...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus