"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Terça-feira, 31 de Maio de 2016
Nova Lei do Trabalho em França

França Mai2016 aa.jpg

Nós cá por este rectângulo à beira mar plantado temos problemas sociais, políticos e culturais que cheguem para nos ocuparem as discussões do dia-a-dia, mas não nos podemos esquecer do que vai por essa Europa fora, nomeadamente do que se está a passar em França com as alterações da Lei do Trabalho. Confrontado com as sondagens que mostram uma oposição de mais de 60% dos franceses contra estas alterações, o Governo de François Hollande continua a refugiar-se na desculpa esfarrapada das pessoas estarem a ser manipuladas por movimentos populistas. Vários agentes económicos já sugeriram a utilização de ferramentas como a requisição civil ou mesmo a utilização da força policial e o recurso à justiça para travar os bloqueios das refinarias, que já duram há vários dias, mas os confrontos entre sindicalistas e forças policiais continuam e não se vê uma solução para breve. Hollande não arriscou sujeitar esta reforma da Lei do Trabalho a votação no Parlamento, com medo que os seus próprios deputados a condenassem à morte, sendo esta atitude suficientemente esclarecedora de como vai o socialismo no País da «Liberté, Egalité, Fraternité».

 

  Comentários no Facebook

«Gonçalo Graça Moura» >> Socialistas a comprovarem que o socialismo não funciona... [Emoji devil]

«Fernando Duarte» >> a revolução aproxima-se a grandes passos



Publicado por Tovi às 18:14
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 19 de Dezembro de 2015
O negócio do petróleo do Estado Islâmico

Estado Islâmico petróleo Dez2015 aa.jpg

O auto denominado Estado Islâmico está já com grandes dificuldades financeiras, não só porque uma guerra custa “os olhos da cara” mas também porque a sua grande fonte de financiamento se encontra altamente comprometida devido aos constantes ataques aéreos russos, estimando-se que tenha baixado para metade o negócio ilegal de petróleo. Mas o que eu gostava de ver era os compradores deste petróleo sentarem o cu no mocho do Tribunal de Haia, pois cá para mim isto tem sido um autêntico crime contra a Humanidade.

 

  Comentários no Facebook

«Luiz da Cunha» >> E... há mochos em Haia???!!! [Emoji wink]

«João Greno Brògueira» >> E sabes quem são os principais? A Turquia e a França.

«Jorge Veiga» >> Concordo David Ribeiro, mas como verás isso não vai acontecer.

«Raul Vaz Osorio» >> A Turquia sem dúvida, aquele regime cada vez mais angolano, com o filhinho do presidente a ser o broker do Daesh para vender petróleo. Mas a França? Não digo que não, sou suficentemente cínico para imaginar a possibilidade, mas isso vem de onde? Há algum fundamento, alguma teoria que o explique e justifique?

«David Ribeiro» >> Fala-se também na Suíça... Quando o petróleo é barato não faltam compradores que se estejam borrifando para a origem.

«Raul Vaz Osorio» >> Pois... fala-se. Mas quanto à Turquia, prova-se. Há uma diferença, ou não?

«David Ribeiro» >> Sem dúvida. A Turquia é mais do que culpada nesta golpada... mas desde que entrou para a NATO tudo lhe é permitido pelo Ocidente. O Putin é que não vai em conversas e faz ele muito bem.

«Raul Vaz Osorio» >> É a suprema ironia, estarmos aqui a dizer bem do Putin... mas é inegável. Com todos os seus inúmeros defeitos, é claramente o maior estadista (para não dizer que é o único) da região.

«Fernando Duarte» >> estão com dificuldades financeiras ? chamem a troika

«David Ribeiro» >> Segundo o “Financial Times” (tradução de “RT”)… interessante esta análise.

Estado Islâmico petróleo Dez2015 ab.jpg



Publicado por Tovi às 15:14
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 13 de Dezembro de 2015
Eleições Regionais em França

França eleições regionais 13Dez2015 ab.jpg

Lá mais para o fim do dia saberemos como é que os franceses decidiram as “Régionales 2015”, mas seja qual for o resultado da FN de Marine Le Pen a verdade é que as políticas de François Hollande e de Nicolas Sarkozy nunca mais poderão ser as mesmas. Há males que vêm por bem.
E já agora: Quando é que em Portugal teremos umas “Régionales”?...

 

  Comentários no Facebook

«Isabel Barbosa» >> Sim a uma regionalização

«Jose Bandeira» >> Contra o centralismo corrupto, regionalismo cidadão.

«Patricia Santos» >> Espere sentado caro David [Emoji wink]

«Jorge Oliveira E Sousa» >> Seria verdadeira metade do pais azul e o resto rosa e cinzento

«David Ribeiro» >> Taxa de participação nestas eleições às 17h00 (Central European Time), segundo o Ministério do Interior francês: 50,54%. A esta hora a taxa de participação nas eleições regionais de 2010 era de 43,47%.

Christophe Madrolle, que foi cabeça de lista UDE com o PS na Bouches-du-Rhône, evocou assim o seu voto: «J’ai voté vite, comme on s’enlève un sparadrap pour ne pas avoir trop mal. D’un coup. Je n’ai pas voté pour Christian Estrosi mais contre le FN».

  19h00 (hora portuguesa)

Primeiras informações dizem que a mobilização republicana deu resultado – “La FN battu partout”. Mesmo com a desistência, em algumas regiões, dos socialistas em favor dos Republicanos, de Nicolas Sarkozy, estes ficaram aquém das esperanças. Os franceses não são tolinhos.

 Resultados definitivos

França eleições regionais 13Dez2015 resultados



Publicado por Tovi às 16:43
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 4 de Dezembro de 2015
Os neo-jihadistas vivem entre nós

jihadistas aa.jpg

Os ataques terroristas do passado dia 13 de Novembro em Paris vieram mais uma vez revelar-nos que os neo-jihadistas vivem entre nós, muito pouco têm a ver com a cultura muçulmana e o islão é primordialmente um pretexto para mostrarem à sociedade a sua revolta, sede de violência e desejo de radicalização. Se não tivessem origem magrebina e por isso considerados potencialmente muçulmanos, estes delinquentes com problemas de integração social poderiam facilmente estar em movimentos de extrema-esquerda ou extrema-direita, ou simplesmente num grupo punk qualquer. E é nestes jovens que o Estado Islâmico vai encontrar a sua “carne para canhão”, gente disposta a transformar a sua revolta pessoal em actos sangrentos. Mais tarde ou mais cedo o desejo de um califado jihadista nos territórios sírios e iraquianos irá extinguir-se, muito mais por falta de quem lhes compre o “ouro negro” do que pelas bombas dos aviões russos, franceses ou mesmo dos Estados Unidos da América, mas o vírus da violência está espalhado nos subúrbios das grandes metrópoles europeias e haverá sempre um extremista qualquer que se irá aproveitar da revolta destes jovens.

 

  Comentários no Facebook

«Laura Sarmento» >> concordo 100%

«António Lopes» >> Extrema-esquerda, movimento Punk? Vai-me desculpar caro David Ribeiro mas discordo totalmente nesse ponto. A Extrema-esquerda é demasiado generalista mas mesmo assim a leitura dos mais variados manuais a violência nunca é apregoada de forma tão banal como o ISIS produz. As revoluções de 68 (França), pouco ou nada têm a ver com o ISIS, etc, etc. Sobre o movimento Punk... grupos anarquistas/Punk (nem sempre uma coisa significa outra), o nascimento do Movimento Oi, nasce entre a classe operária inglesa como forma de proteger a Classe trabalhadora e não para destruir de forma violenta tudo o que lhe aparece pela frente. Por favor nunca mas nunca meter na mesma panela ISIS e Movimentos Punk ou Extrema Esquerda. Sobre a Extrema esquerda, Stalin nunca foi comunista, os seus gulags não fazem parte da ideologia comunista e até Lenine escreveu que Stalin não tinha o perfil de. ISIS não é representativo da Religião Muçulmana [wink emoticon]. Sobre o Movimento anarquista, temos um exemplo bem próximo de nós (Guerra civil espanhola 1936-39), em que algumas Igrejas foram queimadas mas numa guerra tudo o que é de mau acontece MAS nunca uma Igreja ou convento tinham sido queimados antes da Guerra Civil espanhola ter o seu início. Culpas? Para mim, a construção de seres-humanos frios, sem ideias e sem sentimentos próprios de um sistema económico baseado unicamente no material, no dinheiro produz tudo isto.

«Laura Sarmento» >> António Lopes, o que eu penso é que o David Ribeiro se quis referir aqui a gente extremista (sobretudo jovens), que estão em momentos extremistas porque sim, que são facilmente formatados porque sim, e que se deixam levar em qualquer onda diferente e extremista porque sim... não tem nada a ver com o teor, com o conteúdo de cada movimento. Tem a ver com revolta, falta de valores, vida oca e desocupada.

«António Lopes» >> O "extremismo" faz parte de uma juventude normal, agora temos é de incutir desde cedo valores como o respeito entre todos e não deixa-los entregues a toda uma máquina destruidora de sonhos, destruidora de Utopias. ISIS é um cancro, cancro esse alimentado pela ignorância. Embora não conheça pessoalmente o caríssimo David Ribeiro tenho a certeza que o texto dele foi escrito com alma e que não deixa de ter uma certa razão (conheço o David unicamente através da sua escrita e tenho pelo seu teor o máximo de respeito). Apenas ligar o Movimento Punk ao ISIS senti-me tentado a demonstrar a minha opinião contrária [smile emoticon]. Um excelente fim de semana a todos. PS: A extrema-esquerda (embora seja um termo muito difuso), é-me próxima [smile emoticon]

«Laura Sarmento» >> o problema que se levanta agora é incutir esses valores numa camada jovem que foi sucessivamente esquecida e habituada a não dar valor nenhum a quem nunca lhes prestou a atenção devida. São descrentes no sistema, num sistema que os esqueceu. Não sei se ainda iremos a tempo.

«António Lopes» >> A pobreza como a grande culpada?

«Laura Sarmento» >> Se calhar, Antonio Lopes, se calhar... ou riqueza a mais sem amor... um bom fim de semana.

«David Ribeiro» >> Provavelmente não me expressei bem… Nunca quis meter no mesmo saco os movimentos de extrema-esquerda, de extrema-direita e os punk, mas que estes jovens das periferias degradadas das grandes cidades são facilmente “recrutados” para seja o que for, terão que concordar que é verdade.

«Gonçalo Graça Moura» >> David, continua a acreditar no pai natal... mostra-me um islâmico "moderado" que condene de facto o jhiadismo... e sim, o islão é tanto uma religião de paz, que numa noite o mafoma só degolou 600 "apóstatas" que se recusaram a converter... e já agora, tirando o Breviq, diz-me um terrorista não-islâmico desde o 11/9. E sim, a maioria dos suicidas tem formação superior, sendo que só no último atentado de Paris é que não eram de classe média-alta...

«David Ribeiro» >> A “carne para canhão” do Estado Islâmico já não é a mesma do 11 de Setembro, assim como Abu Bakr al-Baghdadi não é o Bin Laden.

«Joaquim Leal» >> Assim por acaso lembrei-me do movimento "Black bloc" [tongue emoticon]

«Rogerio Silvestre» >> e também é verdade que esta gente com sede de sangue não conhece o Islão na sua essência, pois a doutrina não permite estes actos, basicamente são jovens e ocos, almas fracas

«Diamantino Hugo Pedro» >> Que bonito que é o politicamente correcto... A doutrina do Islão não permite estes actos, mas o Al-Corão está cheio de versos a justificarem os mesmos....



Publicado por Tovi às 11:45
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 19 de Novembro de 2015
Cadela de assalto da RAID morre em Saint-Denis

Diesel cão Malinois 18Nov2015 ab.jpg

Diesel, uma cadela de sete anos da raça Pastor Belga Malinois das forças da RAID (unida da polícia anti-terrorista francesa), foi morta pelos jihadistas nas operações de ontem de manhã em Saint-Denis.

 

Logo_RAID_svg.jpg

RAID (Recherche, Assistance, Intervention, Dissuasion) é uma unidade de elite da Police Nationale Française. Fundada em 1985 a unidade participa em todo o território francês na luta contra todas as formas de criminalidade e grande banditismo. Atua em situações de crise, tomada de reféns, ou detenção musculada de infractores de alto risco conotados com o crime organizado, sendo também relevante a sua contribuição na luta contra o terrorismo.

 

Pastor Belga Malinois ab.jpg

Cão de Pastor Belga Malinois (Chien de Berger Belge Malinois) é a mais antiga das quatro variedades que constituem a família dos Cães Pastores Belga (Groenendael de pêlo comprido e de cor preta; Laekenois com pêlo de arame; Malinois de pêlo macio; Tervueren com pêlo comprido de vários tons). É um cão obediente, dotado com grande capacidade de aprendizagem e inteligência, que precisa, no entanto, de uma educação sistemática e positiva. É igualmente um animal talhado para o trabalho, já que é determinado, corajoso e dotado com grande resistência à fadiga.



Publicado por Tovi às 08:45
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 18 de Novembro de 2015
Raides da Polícia nos arredores de Paris

Acção policial em Saint Dennis 18Nov2015 aa.jpg

Desde as quatro horas e trinta da manhã de hoje (Central European Time) que a polícia francesa está a proceder a uma acção altamente musculada em Saint-Denis, no norte da capital francesa, ao que tudo indica para capturar o alegado cérebro dos ataques terroristas em Paris, o belga Abdelhamid Abaaoud. As últimas notícias falam já em vários mortos, um dos quais será uma mulher que se fez explodir, e também várias detenções. Tudo leva a crer que ainda se encontram vários terroristas entrincheirados num apartamento já cercado pelas forças policiais e elementos do exército.

 

  Quem é Abdelhamid Abaaoud

Abdelhamid Abaaoud aa.jpg

O jihadista belga de 27 anos Abdelhamid Abaaoud é o presumível autor da planificação dos ataques terroristas de 13 de Novembro em Paris e terá aderido às forças do Estado Islâmico no início de 2013. É considerado próximo de um outro jihadista neste momento ainda em fuga, irmão de Salah Abdeslam, um dos kamikaze que se fizeram explodir no bar Comptoir Voltaire. Ambos já tinham sido presos por roubo na Bélgica no ano de 2010.

 

  Segundo informação da Police National francesa...

...relatada pelo “Le Monde”, uma cadela de sete anos da raça Malinois das forças da RAID (unida da polícia anti-terrorista francesa), foi morta pelos jihadistas durante as operações de assalto a um apartamento em Saint-Denis.

 

  Ponto da situação às 11 horas (CET) – in “Le Monde”

Au moins deux terroristes ont été tués lors de l'assaut du RAID dans un appartement situé à Saint-Denis, au nord de Paris, qui a débuté cette nuit: une femme portant une ceinture d'explosifs qu'elle a déclenchée, et un homme dont l'identité est inconnue. Cinq personnes ont été interpellées mais leur identité n'a pas été donnée. Cinq policiers ont été blessés et un chien de la brigade canine a été tué. Les forces de l'ordre étaient sur la piste d'Abdelhamid Abaaoud, le cerveau présumé des attentats de vendredi, qui ne figure pas parmi les tués ni parmi les interpellés. La police ne sait pas s'il était présent sur place, ni même en France. La ville de Saint-Denis est toujours en grande partie paralysée: la ligne 13 du métro est en partie coupée, les écoles sont fermées, et une partie du centre-ville est bouclée par le RAID et l'armée.

 

  Porta-voz do Governo Francês às 11h45 (CET)

Confirmada que a operação policial em Saint-Denis está terminada. O assalto a um apartamento onde se encontravam terroristas islâmicos resultou em dois mortos (incluindo uma mulher que se fez explodir) e sete detenções.

 

  Comentários no Facebook

«Zé Carlos» >> Obrigado pelas notícias amigo David Ribeiro. Tudo indica que o cérebro é belga. Faz mais de vinte anos que lá não vou. Alguns anos atrás um amigo foi lá passar uma semana com o seu importador de vinhos. Ingenuamente perguntei; então, Bruxellas uma maravilha, não? Respondeu alterado. Uma maravilha é isto é aqui em Portugal. Aquilo está uma tragédia, cheio de àrabes a arrastar-se pelas ruas a ver o que podem roubar.

 

  Procuradora de Paris em 19Nov2015

Foi confirmado que Abdelhamid Abaaoud, o alegado mentor dos atentados em Paris, morreu no raide policial em Saint-Denis. Hasna Ait Boulahcen, uma mulher de 26 anos nascida em França, é a bombista que se fez explodir após um violento tiroteio nesta mesma operação da polícia.



Publicado por Tovi às 09:17
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 17 de Novembro de 2015
Medo e Islamofobia

Refugiados sírios aa.jpg

(Mais de 4,2 milhões de sírios foram forçados a fugirem do seu país e a tornarem-se refugiados – Foto de Alkis Konstantinidis / Reuters)

Era inevitável que entre uma grande parte dos europeus, após os actos terroristas praticados por jihadistas do Estado Islâmico na capital francesa, que custaram a vida a 129 cidadãos e mais de três centenas de feridos (último balanço das carnificinas do passado dia 13), o medo e a islamofobia se revelassem perante o contínuo afluxo de refugiados sírios às costas da Grécia e da Itália, principalmente quando foi publicamente noticiado o aparecimento de um passaporte sírio junto de um dos corpos de um suposto terrorista abatido durante os incidentes em Paris. Mas apesar de ser de alguma forma compreensível este medo e esta islamofobia, não nos podemos esquecer que isto só vem favorecer os jihadistas e a sua forma de criarem o terror entre aqueles que consideram os seus inimigos. Há que estarmos calmos… atentos, mas calmos, e lembrar-nos que todos os refugiados vindos da Síria estão também a fugir das atrocidades desta malta do autoproclamado Estado Islâmico.

 

  Comentários no Facebook

«Jose Pinto Pais» >> A unica duvida é que controle é feito...

«Andreia Ribeiro» >> Há quem ache que há racas perigosas!!! Um absurdo.... no entanto deverá haver revisões legais e planificar bem socialmente o menor impacto social porque aí sim... Será uma luta de racas e não de fanáticos mas racistas.. Haja bom senso e prevenção ... Coisa que os países Europeus também descuram e fazem guetos.. Venham... Mas tudo para ali!! E de vez em quando a jaula abre-se!!!! E ups!!! Se aceitam, se recebem, saibam fazê-lo. Ou o princípio da causa transforma se rapidamente no seu oposto



Publicado por Tovi às 07:53
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 16 de Novembro de 2015
Financiadores do Estado Islâmico

Cartoon do jordano Osama Hajjaj.png

(Imagem: Cartoon do jordano Osama Hajjaj)

Ainda no rescaldo dos trágicos acontecimentos de Paris resolvi fazer uma pequena busca na NET sobre os “financiadores do Estado Islâmico” e encontrei este texto da iraquiana «Al Alam International News Channel» datado de Agosto de 2014:

 

  US says Kuwait is one of ISIL terrorist group funders

The US Treasury Department says Kuwait was being used to funnel large amounts of money to ISIL in Iraq and Syria. The United States says Kuwait is one of the financier of the so-called Islamic State of Iraq and the Levant terrorist group which has been active in Syria and Iraq. The Treasury Department asserted that Kuwait was being used to funnel large amounts of money to ISIL in Iraq and Syria. Treasury identified three financiers from the Persian Gulf Cooperation Council.

“We and our international partners, including the Kuwaiti government, need to act more urgently and effectively to disrupt these terrorist financing efforts,” Treasury Undersecretary David Cohen said on Wednesday.

Saudi Arabia has been blamed by the Syrian and Iraq government to be the biggest funder of ISIL. Qatar is also said to be a funder of the terrorist group, but not as large as Riyadh.

This marked the second US determination that Kuwait, which contains a major American military presence, was being used to fund the extremism in Syria, the World Tribune wrote in a report.

Officials said Al Qaeda-aligned financiers were appealing for funds over the Internet and other forums.

The latest ISIL financiers were identified as Shafi Al Ajmi and Hajaj al Ajmi, both based in Kuwait and linked to Al Qaeda’s Nusra Front for the Defense of Levant. Abdul Rahman Al Anizi was termed a financier for ISIL.

“Through fundraising appeals on social media and the use of financial networks, Shafi Al Ajmi, Hajaj Al Ajmi, and Al Anizi have been funding the terrorists fighting in Syria and Iraq,” Cohen said.

Treasury said Al Ajmi was one of the most active fundraisers for Nusra. He was also said to have acknowledged that he procured and smuggled weapons for Nusra, a rival of ISIL. Al Ajmi was accused of delivering money to Nusra in Syria.

“He [Al Ajmi] agreed to provide financial support to ANF in exchange for installing Kuwaitis in ANF leadership positions,” Treasury said. “In early January 2014, he offered ANF money to lead a battlefield campaign in Homs, Syria.”

Treasury said Al Anizi worked for ISIL since 2008 and transferred funds from Kuwait to Syria. He was also said to have sent foreign militants from Syria to Iraq as well as from Kuwait to Afghanistan.

“[He] was involved in extremist facilitation activities with Iran-based Al Qaeda facilitators, including the movement of extremists to Afghanistan via Iran,” Treasury said.

 

  Comentários no Facebook

«Gianpiero Zignoni» >> Muito sério...

«Ana Alyia» >> Se continuar a pesquisar, David Ribeiro, concluirá que muitos mais países (incluindo a França) sao financiadores de paises islamicos de onde saem terroristas...

«Albertino Amaral» >> Os contornos desta situação, serão certamente um dia bem explicados…

«Jose Pinto Pais» >> Bom, vamos lá a ver uma coisa. Todas as guerras (Tou a falar de guerras e não de ataques terroristas) teem de ser financiadas, não há dúvidas sobre isso, que há sempre gente (países) que ganham com isso, não há dúvidas, podem uns por uns motivos não vender, mas outros aproveitam a oportunidade e vendem. Ponto final parágrafo. Agora o k eu discuto e o sentido da guerra, o objectivo, esse preocupa-me

«David Ribeiro» >> Sequem-lhes as fontes de financiamento e verão que não há ideologia jihadista que resista.



Publicado por Tovi às 08:08
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 15 de Novembro de 2015
Pois é!... Quem financia isto?

Paris 13Nov2015 abb.jpg

A logística destes actos terroristas custa dinheiro, muito dinheiro mesmo, pelo que está na hora das agências de segurança europeias (e não só) se dedicarem seriamente à procura de quem financia esta gente que continua a atazanar-nos a vida. Como diz o Povo, tanto é ladrão quem rouba como quem fica à porta.

 

  Comentários no Facebook

«Zé Carlos» >> Sem dúvida, mas a França, sempre arrogante e convencida que sabe, parece não ter aprendido nada com o Charlie Hebdo. Não percebeu que o inimigo dorme dentro de si, que está armado até aos dentes, que vai regularmente ao Estado Islâmico fazer formação profissional de matança e que é completamente louco.  E não vai parar a não ser que seja aniquilado. A França está em guerra e é bom que eles percebam isso o quanto antes.

«David Ribeiro» >> A França tem muitas culpas no cartório, pois todos ainda devem estar lembrados da Frente Islâmica de Salvação (FIS) ter ganho as eleições de 1991 na Argélia, por uma clara maioria de 82% dos mandatos, e logo de seguida os franceses terem “patrocinado” um golpe de estado que anulou o processo eleitoral e obrigou o presidente Chadli Bendjedid a renunciar.

«Catarina Quintino» >> Eu gostava de saber o q andam os serviços secretos a fazer... o Charlie Hebdo foi o teste..agora fizeram a serio... resta saber se ficam por aqui...

«Zé Carlos» >> Claro que não vão ficar a não ser que sejam aniquilados o que duvido vá acontecer. Após o 11 de Setembro os EUA aprenderam a lição. Prenderam e investigaram milhares de pessoas, criaram Guantanamo e usaram até a tortura com método investigativo.

«Catarina Quintino» >> Pois... os franceses deviam pensar em aprender com os americanos...

«Isabel Varela» >> E para terminar quem paga? Claro, o Zé Povinho... Já eles vendem armas, fazem os treinos dos próprios terroristas e saqueam o petróleo, conclusão enchem os bolsos e depois na hora da desgraça só lhes falta a auréola na cabeça...

«Jose Pinto Pais» >> Meu caro David Ribeiro, permita-me que discorde da sua opiniao. Em 1 lugar como poderá imaginar desconheço o custo de uma kalashenicove (se é assim que escreve ?) é muito menos o prêço de um colete bombista. Também não sei o prêço de um drone. Contudo parece-me é minha opinião é vale o que vale , que o drone será mais caro, depois temos o custo do que está por traz do drone , a estrutura de controlo, além do próprio armamento que o mesmo leva, seguramente mais caro que a dita kalash.... Ou mesmo o colete de bombas. Face a isto, permito-me discordar da sua opinião, pois entendo que este é um meio muito barato, quer em termos humanos, quer materiais. E aí é que eu acho que está o problema

«Isabel Varela» >> Jose Pinto Pais, infelizmente o centro da polémica nem está no custo do armamento, mas sim quem lhes vende o mesmo... Choram por uma desgraça para a qual contribuem...

«David Ribeiro» >> Então vamos ver por outro prisma, caro Jose Pinto Pais. Quem será que compra o petróleo ao Estado Islâmico e, como bem disse a Isabel Varela, quem lhes vende o armamento? Já para não falar de tudo o resto que é necessário para viver, pois ao que se saiba aquela gente não produz nada, nem semeia uma única ervilha.

«Jose Pinto Pais» >> Meu caro. Penso que não me fiz entender. Eu não me referia a guerra e a quem a financia, apenas ao baixo custo de operações terroristas deste género. O que no meu entender é absolutamente preocupante.

«Isabel Varela» >> David Ribeiro, efectivamente é assim... depois os ditos srs vem como Madalenas pedir união contra o terrorismo e chamar bárbaros quando eles são as balas das armas que vendem...

«Fernando Duarte» >>  toda a gente sabe que é o dinheiro da venda de droga, sobretudo de hachiche vindo de Marrocos, por isso os primeiros culpados são os consumidores de droga

«José Luis Moreira» >> É evidente que há que eliminar esses desalmados quanto antes, mas os países ocidentais, em vez de os eliminarem, os clonam e armam, em vez de combatê-los. Já agora, quando os israelitas promoverem outro grande massacre na Palestina, gostaria de ver por aqui grandes manifestações de pesar por parte dos cidadãos e dos chefes de governo ocidentais.

«Fernando Kosta» >> Como vê David, criticar Israel não é o caminho. Podem ter extremos, mas pela vizinhança muçulmana, a toda a volta, percebe-se que tenham que se defender. Nós ocidentais europeus temos lideranças esquerdelhas que estão sempre a procurar soluções democráticas, quando essa gente muçulmana não conhece o conceito. Aliás, como eles dizem, não respeitam a vida: o nosso inferno é a morte, a morte para eles é o paraíso.

«José Luis Moreira» >> E eu a pensar que Gaza é que estava cercada por todos os lados!... Peço desculpa pela imperdoável ignorância.

«David Ribeiro» >> Eu tanto critico Israel como critico os "reizinhos" árabes que de democráticos e "santinhos" nada têm, sendo ambos, no meu entender, os grandes culpados do estado de guerra que se vive na região e que agora querem alastrar para a velha Europa.

«Inês Amorim» >> Quem financia? a Arábia Saudita, dizem...



Publicado por Tovi às 08:18
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 14 de Novembro de 2015
Ataques em Paris

Paris 13Nov2015 aaa.jpg

Grave a situação na capital francesa… Ainda não temos bem a noção do que se está a passar, mas é muito grave seguramente.

 

  Vários ataques simultâneos em diferentes locais de Paris

“Les attaques, qui semblent coordonnées, ont visé un restaurant dans le 11e arrondissement, Le Petit Cambodge, et le bar qui lui fait face, Le Carillon. Non loin de là, la salle de concert du Bataclan a également été visée, tout comme la terrasse du café La Belle Equipe, rue de Charonne. Enfin, deux explosions ont éclaté aux abords du Stade de France, selon plusieurs témoins. Sur place, notre journaliste a assisté à des scènes d’horreur: une femme, la figure couverte de sang, s’évanouit dans les bras d’un passant. Plusieurs corps gisent à terre. Les pompiers et les policiers arrivent peu à peu, établissant un périmètre de sécurité.” (Le Monde)

 

 Declarado estado de urgência em Paris

«Il y a plusieurs dizaines de tués. C’est une horreur», a annoncé le président François Hollande, qui est intervenu un peu avant minuit alors que des attaques étaient encore en cours. Quatre à sept attaques auraient eu lieu selon les sources. Le chef de l’Etat a décrété l’état d’urgence sur l’ensemble du territoire. Il a également annoncé la fermeture des frontières. (Le Monde)

 

 Agence France Presse 14Nov2015 00h20

Estavam mais de 1.500 pessoas no “Bataclan” em Paris e as últimas notícias anunciam que há cerca de 100 mortos dentro desta sala de espectáculos parisiense. A polícia descreve a situação como uma verdadeira carnificina. O assalto das forças policiais terminou com a morte de dois assaltantes e um terceiro em fuga.

 

 Estado Islâmico assumiu a autoria dos ataques

Rita Katz, directora do portal «SITE Intelligence Group», que monitoriza as actividades dos jihadistas na internet e redes sociais, revela que a revista do Daesh, intitulada “Dabiq”, escreveu esta noite frases como: a França “envia os ataques aéreos para a Síria diariamente”, que “matam crianças e idosos”. E ameaça: “Hoje vocês estão a beber do mesmo cálice”. De acordo com as mesmas fontes, os extremistas islâmicos garantem que os próximos ataques terão como alvo as cidades de Washington, Londres e Roma.

 

 Le Figaro 14Nov2015 06h08

Au moins 126 morts, plus de 200 blessés. Le bilan est très lourd, et encore incertain. Il y a 126 morts, selon un bilan provisoire communiqué au Figaro. Le procureur de Paris a parlé de 18 morts rue de Charonne, 5 morts rue de la Fontaine au Roi et au moins 12 morts rues Alibert/Bichat. Quatre personnes sont mortes dans le secteur du Stade de France, dont «sans doute trois terroristes, selon des sources policières. Il y a aussi des «dizaines de morts» au Bataclan. On dénombre aussi 83 blessés en urgence absolue et 132 blessés en urgence relative, selon les sources du Figaro. Au total, le parquet parle de huit assaillants morts, dont sept en se faisant exploser. On ne sait pas pour l'heure si des assaillants sont actuellement en fuite ou non. Le déroulé précis des faits n'est pas encore connu.

 

 Os erros históricos, mais tarde ou mais cedo, pagam-se caro

E a França tem muitas culpas no cartório, pois todos ainda devem estar lembrados da Frente Islâmica de Salvação (FIS) ter ganho as eleições de 1991 na Argélia, por uma clara maioria de 82% dos mandatos, e logo de seguida os franceses terem “patrocinado” um golpe de estado que anulou o processo eleitoral e obrigou o presidente Chadli Bendjedid a renunciar.

 

  Jornais franceses de hoje

Jornais franceses 14Nov2015 aa.jpg



Publicado por Tovi às 00:05
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 12 de Setembro de 2015
Estamos a ser invadidos por uma horda de refugiados

“Roubado” por aí… Não é um documento verdadeiro, mas podia ser da primeira metade dos anos setenta do século passado.

 

 AMEAÇA AOS NOSSOS VALORES FRANCESES E EUROPEUS
Amigos franceses, como todos sabemos estamos a ser invadidos por uma horda de refugiados portugueses. Dizem fugir de uma ditadura onde vivem na miséria mas todos sabemos que na realidade procuram roubar as benesses do nosso generoso Estado Social, pago com os nossos impostos de honestos cidadãos franceses. Estas imagens procuram desmontar as mentiras que circulam na comunicação social sobre esta vaga de futuros criminosos e violadores que não se vão assimilar na nossa cultura.

Imigrantes portugueses em França aaa.jpg

(Legenda desta foto - Vejam como espalham a sujidade e imundície por todo o lado por onde passam! E algumas das suas mulheres cobrem a cabeça com lenços por motivos religiosos, claramente nunca se vão assimilar na nossa cultura francesa moderna)

 

  Comentários no Facebook

«Fernando Duarte» >> esta foto é de um sr. chamado Gerard Bloncourt, é uma família portuguesa a viver nas barracas em França nos anos 60. Nessa altura ainda não existiam as ajudas do estado francês, era preciso trabalhar e a sério. As ajudas e subsídios diversos começaram a aparecer com a chegada dos socialistas ao poder em 1981

«Pedro Baptista» >> É, os burros novos não sabem e os velhos fazem-se esquecidos...

«Jose Riobom» >> ...demagogia pura no seu melhor...parabéns! ...agora fogem da democracia ?

«Fausto Santos» >> Esta é uma verdade que diz respeito a Portugal e nesse sentido à Europa. Todos os Países na Europa tem uma história e uma narrativa que a ajustam em função dos seus interesses e quanto a isso a diferença plasma-se no tempo. Os emigrantes Portugueses foram à data designados de les bidonville.



Publicado por Tovi às 08:07
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 8 de Setembro de 2015
Reino Unido e França prontos a atacar Síria

Síria conflito armado Set2015 aa.jpg

Agora que lhes está a chegar o fogo ao rabo é que o Reino Unido e a França se “alembraram” que o Estado Islâmico está na Síria a combater as forças do regime Assad, que, como bem sabemos, também não é flor que se cheire. A verdade é que deixamos aquilo chegar a um ponto que já não deverá haver retorno e a “factura” a pagar pelos europeus vai ser elevada.

 

  Comentários no Facebook

«Fausto Santos» >> Ainda tem Ministro dos negócios estrangeiros? Ainda tem este personagem a dirigir os destinos do que já foi um País. Era uma ditadura feroz, mas era uma Nação. Abriram a caixa de pandora e só agora é que deram por ela, mas agora ou muito me engano ou já só se poderá fechar de uma maneira.



Publicado por Tovi às 16:56
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 6 de Junho de 2015
O Dia D – Junho de 1944

Dia D 6Jun1944 mapa b.jpg

Na madrugada de 6 de Junho de 1944, dezoito mil pára-quedistas britânicos e americanos eram largados na Normandia, ocupando pontes de importância decisiva e destruindo linhas de comunicação alemãs. Às 6h30 da manhã, desembarcaram as primeiras tropas, forças americanas, que desceram na praia «Utah», com os seus tanques anfíbios. Menos de uma hora depois, às 7h25, os primeiros soldados britânicos chegavam às praias «Gold» e «Sword», seguidos, na praia «Juno», por 2.400 canadianos, apoiados por setenta e seis tanques anfíbios. Às 10h15, era levada a notícia destes desembarques a Rommel, que se encontrava então na Alemanha. Rommel meteu-se imediatamente num avião a caminha de França, tendo-lhe Hitler dado instruções no sentido de, até à meia-noite seguinte, «atirar de novo para o mar» os invasores. Mas á meia-noite tinham já desembarcado 155.000 homens das tropas aliadas. Apenas na praia «Omaha», os defensores alemães conseguiram conter os 35.000 assaltantes americanos no interior de um círculo que não teria mais de uma milha de perímetro. Em todos os outros locais de desembarque, os avanços terra dentro continuavam e tinham sido já consideráveis. [in “A Segunda Guerra Mundial” de Martin Gilbert, vol. 6, pag. 85; Publicações Dom Quichote]



Publicado por Tovi às 07:46
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 24 de Março de 2015
Acidente aéreo nos Alpes franceses

Avião acidente nos Alpes franceses 24Mar2015 b.jp

Primeira imagem divulgada por um jornal francês do local onde de despenhou hoje um Airbus A320 da companhia low cost alemã Germanwings com 150 pessoas a bordo.

Avião acidente nos Alpes franceses 24Mar2015 c.jp



Publicado por Tovi às 17:09
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 23 de Março de 2015
Nicolas Sarkozy vence Marine Le Pen

França eleições regionais 22Mar2015 a.jpg

Na primeira volta das eleições regionais em França - Départementales 2015 - a coligação de direita UMP-UDI-MoDem (Union pour un mouvement populaire + Union des démocrates et indépendants + Mouvement démocrate), liderada pelo anterior Presidente da República francesa, Nicolas Sarkozy, venceu a FN (Front National) de Marine Le Pen, ficando o partido socialista num humilhante, mas já esperado, terceiro lugar. No próximo domingo teremos a segunda volta destas eleições e é mais que provável a vitória da coligação de direita de Sarkozy, pois o PS francês já apelou ao “voto republicano” contra a FN.



Publicado por Tovi às 09:45
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


26
27
28
29

30


Posts recentes

E assim vai o Mundial2018

Já caíram mísseis sobre a...

Batalha de La Lys

Atentado terrorista em Ca...

Maio de 68

Previsão astrológica para...

Macron é o novo President...

Terrorismo em França a tr...

Diferenças culturais… ser...

Em França há medo... de t...

Final do EURO2016 - Duran...

Final do EURO2016 - Antes...

Alemanha 0 – 2 França

Le Tour de France / Mont-...

Oitavos-de-final do EURO2...

Nova Lei do Trabalho em F...

O negócio do petróleo do ...

Eleições Regionais em Fra...

Os neo-jihadistas vivem e...

Cadela de assalto da RAID...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus