"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Domingo, 11 de Setembro de 2016
Braga 3 - 0 Boavista

Bacalhau à Moda de Braga ab.jpg

O Bacalhau à Narcisa já cá canta… E lá mais para a hora do lanche rumaremos ao Estádio da Pedreira para ver o jogo entre os Arsenalistas e os Panteras.

Força Boavista!... Até os comemos!...

 

  Comentários no Facebook

«Augusto Duarte Silva» >> Que maravilha de prato! Adoro

«Augusto Pinto» >> Muito bom aspecto ! Qual o restaurante que fez essa iguaria?

«Augusto Duarte Silva» >> David Ribeiro qual é o Restaurante?

«David Ribeiro» >> Esta é foto de arquivo, “roubada” na NET, caríssimos amigos… Mas o manjar fui buscá-lo a um restaurante perto cá de casa, mais propriamente na Rotunda da Boavista.

«Augusto Duarte Silva» >> Mas o da Rotunda infelizmente não tem esse maravilhoso aspecto

«Rafael Maciel Oliveira» >> Lembras- te de uma vez na petrogal de dares uma encomenda ao nosso fornecedor de azeitonas e ele te perguntar de que cor quer Sr. David e tu ficas-te admirado pois pelos vistos o artista ponha as azeitonas de qualquer cor.

«David Ribeiro» >> ...e não usava tinta [Emoji wink]

 

  Foi assim o jogo

Jogamos mal, muito mal mesmo… e com um árbitro a marcar penalty inexistente, o resultado não podia ser outro. Três golos sem resposta que valem a primeira derrota da época ao Boavista. O Sporting de Braga estreou-se a vencer em casa esta época, derrotando o Boavista com mais pragmatismo do que propriamente classe. Os homens do Bessa deram boa réplica na Pedreira e até impuseram algum nervosismo na equipa de Peseiro, mas a competência na finalização e golos em momentos-chave construíram um resultado tranquilo.

 

 Classificação após 4ª jornada

1º - Sporting c/ 12 pontos
2º - Braga c/ 10 pontos
3º - Benfica c/ 10 pontos
4º - F.C.Porto c/ 9 pontos
11º - Boavista c/ 5 pontos
18º - Nacional c/ 0 pontos



Publicado por Tovi às 14:14
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 30 de Agosto de 2016
Bacalhau Dourado

19Ago2016 Alice gosta de Bacalhau Dourado.jpg

A minha neta Alice adora Bacalhau Dourado… Tem bom gosto

 

  Bacalhau Dourado (receita de “petiscos.com”)

Ingredientes: 3 postas de bacalhau demolhado, 1 cebola média, 400 gr de batata, azeite, 3 ovos, salsa fresca.

Preparação: Coza o bacalhau cerca de 5 minutos no máximo; Escorra-o e desfaça-o em lascas; Lave e descasque as batatas, cortando-as em juliana (para obter batata palha); Corte a cebola em rodelas e aloure-as bem em azeite; Junte o bacalhau e deixe refogar uns 10 minutos; Junte as batatas à mistura do bacalhau e em lume brando deixe cozinhar uns 15 minutos, até a batata estar cozida; No final junte os 3 ovos, mexa para os ovos cozerem e sirva polvilhado com salsa e umas azeitonas. Servir com salada de alface.



Publicado por Tovi às 07:44
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 7 de Junho de 2016
Moelinhas

Moelinhas aa.jpg

Sempre gostei muito de moelinhas… mas só hoje as preparei pela primeira vez, usando a seguinte receita:

 

  Receita de Moelas

Ingredientes para 4 pessoas: 1kg de moelas de frango; 1 cebola picada; 2 dentes de alho picados; 80g de margarina; 70g de chouriço de carne; Malaguetas a gosto; 3 folhas de louro; 6 colheres de sopa de polpa de tomate; 3dl de vinho branco; 1 copo de água; Sal q.b.

Preparação: Limpe as moelas de peles e gorduras, lave-as e escorra-as; Corte as moelas em pedaços; Corte o chouriço em cubos grossos. Num tacho leve ao lume a margarina, com a cebola, os alhos e as folhas de louro; Deixe refogar; A meio do refogado, junte o chouriço e deixe refogar mais um pouco; Junte as moelas; Tempere com um pouco de sal, junte as malaguetas e deixe fritar ligeiramente. Junte a polpa de tomate e regue com o vinho branco e com a água; Tape e deixe cozer entre 30 a 40 minutos até ficarem tenrinhas; Sirva quente acompanhado com pão.



Publicado por Tovi às 16:19
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 23 de Maio de 2016
Bacalhau à Moda de Braga

Se há coisa de que eu gosto, é disto...

Bacalhau à Moda de Braga ab.jpg

Ingredientes: postas de bacalhau do lombo demolhado; 3 cebolas grandes; azeite; colorau; pimenta; sal; folha de louro; vinagre; 1 kg de batatas (fritas às rodelas).

Descrição: Frite muito bem as postas de bacalhau em azeite; Faça uma cebolada no azeite em que fritou o bacalhau e deite uma folha de louro, o colorau, a pimenta, o sal e uma gotas de vinagre; Coloque as postas do bacalhau numa travessa e coloque por cima a cebola; Acompanhe com batatas fritas às rodelas.

 

  Comentários no Facebook

«Filipe Vilhena» >> Parabens ao Braga... A verdade é que vem ao longo dos anos consolidando de forma inequivoca a sua posição de 4º clube nacional e com grande diferença para os demais Guimarães, Paços Ferreira, Maritimo e Estoril que fecham o lote de equipas que anos após ano sempre vão ocupando os lugares cimeiros e amealhando presenças europeias...

«Greno Brògueira» >> Bacalhau à Narcisa é para mim o nome dessa especialidade. Já lá vai o tempo em que toda a família rumava a Braga para o comer no restaurante duma tasca com esse nome, que ficava perto do cemitério.

«Jorge Veiga» >> Exacto João Greno Brògueira. Era aí que se comia o Bacalhau da Narcisa (nome da sra que fez a receita). Os outros restaurantes não lhe podendo chamar esse nome, chamam-lhe à Braga...

«José Camilo» >> Somos o único clube do mundo que quando não ganha nada (o que não é o caso, ver equipa B) é notícia em todos os jornais e facebook's...

«Jorge Veiga» >> a Equipa B ao Poder!!!!

«Ricardo Castro Ribeiro» >> Eu acho piada é aos "remendados" como o Tovi. Ganharam uma vez um campeonato (ainda estou para saber como) e não ganharam mais nada, andando é a ver sempre se não descem. E quando o F.C.Porto tem algo menos conseguido não se calam. Ó Tovi fala do teu clube e deixa os outros amigo [Emoji wink]

«David Ribeiro» >> Nós, os “Remendados” lutávamos nesta época para não descer e foi isso que conseguimos… Já os “Andrades” diziam que iam ganhar tudo e mais alguma coisa e foi o que se viu. E já agora: Ainda me lembro da claque do F.C.Porto, no último jogo deste ano no Bessa, gritarem: “Ides descer à segunda!...” Foi o que se viu… é que quem se ri no fim é que se ri melhor.

«Zé Carlos» >> Por mera coincidência foi o meu jantar ontem. Mas foi mesmo, não é ironia. Mas acaba por sê-lo !

«Mario Reis» >> E para terminar em grande umas papinhas de sarrabulho! com verde de pinta a malga!

«João Greno Brògueira» >> Por acaso era o que se comia ao final da tarde como lanche ajantarado já que a viagem até ao Porto ainda demorava.

«Victor Costa» >> A muita gente que diz que defende a regionalização mas dizem o que sabe mas não sabem o que dizem.

«Rafael Maciel Oliveira» >> BOM BOM É TRIPAS Á MODA DO PORTO

«Tiago Vasquez» >> O Braga toma o lugar do Boavista e os Boavisteiros ficam contentes com isso? Gostam do Boavista?

«Fernando Kosta» >> Estou espantado e desapontado. Muito.

«David Ribeiro» >> As desgraças que se abateram sobre o Boavista fazem com que nos próximos tempos os Panteras irão ter ainda muita dificuldade em assumir o lugar entre os grandes que sempre lhe foi reconhecido. Mas a garra boavisteira não morreu... está viva e bem viva.

«Tiago Vasquez» >> A garra não se ganha lembrando a desgraça dos outros mas concentrando no proprio umbigo e melhorando



Publicado por Tovi às 10:53
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 15 de Maio de 2016
Douradas no Forno com Batatinhas e Camarões

Douradas no Forno com Batatinhas e Camarões 15Mai

Para o almoço em família de hoje preparei este manjar… e estava de sonho.

 

  Receita

Ingredientes: 4 douradas grandes; 4 cebolas; 2 dentes de alho; 1 ramo de coentros; sal e pimenta; azeite; 1 kg de batatinhas pequenas; 350g de camarões sem casca.

Preparação: Numa assadeira de forno e sobre uma cama de cebolas cortadas às rodelas, colocar as douradas depois de amanhadas e com um golpe em cada lado, bem como as batatinhas. Temperar com sal, pimenta moída na altura, alho cortado fino e regar abundantemente com azeite. Levar ao forno quente a 180º durante aproximadamente 50 minutos ou até que as batatas esteja cozinhadas. A meio do tempo de cozedura polvilhar sobre as douradas os camarões previamente descascados e cobrir tudo com raminhos de coentros.



Publicado por Tovi às 15:39
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 27 de Março de 2016
Uma Páscoa feliz para todos

Páscoa 03.jpg

 


Já está adiantadito… o almoço de Páscoa
cabrito-assado-angola.jpg
  Comentários no Facebook

«Adao Fernando Batista Bastos» >> Bom apetite...

«Rafael Maciel Oliveira» >> Espero que tenhas tirado o bedum ao cabrito, Boa Páscoa Amigo

«David Ribeiro» >> Cabritinho de leite ainda não tem bedum, querido Amigo Rafael [Emoji smile] Uma boa Páscoa aí em casa.

«Isabel Simões Veloso» >> Aqui gastámos do mesmo. Apreciado devidamente ao som da chuva que nos brindou até meio da tarde.

 


 Quinta do Corujão Reserva 2008 tinto aa.jpg
E para acompanhar o Cabritinho Assado do almoço de Páscoa abriu-se uma garrafinha de um DOC Dão de encantar: Quinta do Corujão Reserva 2008, um tinto de características únicas, uma combinação de solo (fraldas da Serra da Estrela), clima e castas Touriga Nacional, Tinta Roriz, Jaen e Trincadeira.

  Comentários no Facebook

«Zé Carlos» >> Isso David Ribeiro, de 2009 para trás se tratando de um bom Dão.

«David Ribeiro» >> Pois é, Zé Carlos... Depois "daquela coisa" nunca mais o provei. Não é por nada, mas já não deverá ser a mesma coisa [Emoji wink]

«Mario Reis» >> Agora fiquei curioso!.... o que e' aquela coisa?

«David Ribeiro» >> Houve mudança de donos... e às vezes as coisas mudam, if you know what i mean [Emoji wink]



Publicado por Tovi às 07:58
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 21 de Março de 2016
Queijos... Manteigas... Presuntos...

Queijos Manteigas Presuntos.jpg

Portugal no seu melhor...



Publicado por Tovi às 15:35
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 10 de Março de 2016
Hard Rock Cafe chega ao Porto este verão

Hard Rock Cafe Porto aa.jpg

A cadeia norte-americana Hard Rock Cafe vai abrir no Porto o seu segundo espaço da marca em Portugal, mais de uma década depois da inauguração do espaço lisboeta, em 2003. Depois de uma longa procura de locais na Cidade Invicta, principalmente na Ribeira e Mouzinho da Silveira, um edifício recuperado entre a Rua do Almada e a Rua da Fábrica, a poucos metros da Avenida dos Aliados, foi o local escolhido. Dos seis pisos do edifício, estarão abertos ao público apenas três: o rés-do-chão irá receber a loja e o palco com direito a bar; nos andares superiores ficará um balcão com vista para o palco e os respectivos espaços de restauração. E apesar do prédio estar completamente remodelado, as exigências do Hard Rock Cafe vão obrigar a mais obras de adaptação que deverão durar até aos meses de junho e julho, altura em que está prevista a inauguração do espaço. A decoração vai ter mão portuguesa: o gabinete de arquitectura Floret vai juntar-se a um gabinete polaco para desenharem a decoração do Hard Rock Cafe Porto, dentro dos parâmetros definidos pela casa-mãe, mas sem esquecer os traços locais, como por exemplo os tradicionais padrões portugueses e os azulejos. E na gastronomia é praticamente certa a inclusão na ementa da “Francesinha”, uma das muitas coisas boas que tem a cidade.



Publicado por Tovi às 23:29
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 30 de Dezembro de 2015
Peru para o almoço de Ano-Novo

peru aa.jpg

Haja paciência para entender a gestão de stocks dos supermercados cá do burgo.
Saí hoje de manhã cedo para ir comprar um peru para o almoço de Ano-Novo. Fui ao Continente da Prelada e não tinha… Fui ao Continente de Matosinhos e o fornecedor não tinha entregue... Fui ao Jumbo do Mar-Shopping e só havia para quem tinha encomendado… Fui ao Lidl de Agramonte e não tinha… Fui ao Pingo-Doce da Avenida da Boavista e não tinha… e lá acabei por encontrar no El Corte Inglés (Supercor do Fluvial) a um preço muito simpático e parecendo de excelente qualidade.
Depois não se queixem… nem venham dizer mal dos espanhóis

 

  Comentários no Facebook

«Gonçalo Lavadinho» >> E que tal o comércio tradicional?

«David Ribeiro» >> Pois é… mas no que toca a talhos estamos conversados, tal é a falta de qualidade que tenho encontrado nos últimos tempos. Umas vezes a carne é dura, outras vezes tem mais nervo que carne, outras vezes até tenho dúvidas da sua frescura… Vai daí só compro carne nas grandes superfícies, cuja qualidade não me tem faltado.

«Mario Reis» >> Eu compro num talho tradicional porque alem de mais barata tem sido melhor que no Continente... O talho, passo a publicidade, é o talho em Pedro Hispano mesmo a chegar a Avenida da França. Embora não seja propriamente tradicional pois parte de um Grupo de Talhos nunca me deixou ficar mal.

«Carlos Wehdorn» >> se fosse antes um ganso... arranjava-se [Emoji wink]



Publicado por Tovi às 12:21
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 25 de Dezembro de 2015
Um bom dia de Natal para todos

Natal2015 aa.jpg

Mais umas horitas e começa o almoço do Dia de Natal, que é também o dia de aniversário da minha filha Joana. Agora já somos sete à mesa… e não vai faltar a Canja de Galinha (a Bilé fá-la como ninguém), o Peru Assado (com Vinho do Porto) e mais todas aquelas doçarias típicas deste dia. Os vinhos ainda não sei quais serão… o “escanção” de serviço este ano não sou eu. Um bom dia de Natal para todos.

E foram estes os soberbos vinhos que se beberam cá por casa neste Natal:

Maritávora Nº 4 Reserva Tinto 2011 – Um tinto DOC Douro feito pelo enólogo Jorge Serôdio Borges na “Maritávora Investimentos Lda” com uvas das castas Touriga Nacional, Tinta Roriz, Touriga Franca e outras.

Quinta do Vallado Touriga Nacional Douro 2009 – Outro tinto DOC Douro, este feito na mítica Quinta do Vallado (pertenceu à lendária Dona Antónia Adelaide Ferreira e mantém-se até hoje na posse dos seus descendentes) com uvas exclusivamente da casta Touriga Nacional.



Publicado por Tovi às 09:37
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 10 de Dezembro de 2015
A Francesinha do Avillez

Francesinha do Avillez aa.jpg

Não duvido que seja um snack saboroso isto que Avillez está agora a fazer… mas chamar-lhe “francesinha” é um insulto àquilo que há muito se come na Porto e arredores.

 

  Comentários no Facebook

«Albertino Amaral» >> Parece-me bem que o José Avillez, com esta "maquillage" da francesinha, ainda a vai transformar em açorda... Qualquer dia temos batata frita em palitos, nas tripas "à moda do Porto"...

«Fábio Teixeira» >> Isso é tudo, menos uma Francesinha... Eu sou apreciador, e garanto que essa "versão", não me dá vontade nenhuma de experimentar...

«Albertino Amaral» >> Aquela pão sob o ovo, será boroa frita ? Pela tua saúde...

«Jose Pinto Pais» >> Chamada Francesinha "panelaire". Só falta vir a associação das Francesinhas dizer que o meu comentário é homofobico

«Fernando Kosta» >> Muito bem observado David. Pela fotografia aquilo prece mais uma "lavagem" para porcos...

«Paulo Cruz» >> um dia destes chama-lhe feijoada "fricase á Porto" e depois leva tres feijões entalados no pão............... e no fim um traquesinho "pu", um pouco abixanado

«André Eirado» >> Isto é mesmo gozo de certeza



Publicado por Tovi às 13:38
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 28 de Outubro de 2015
Je suis bacon

Je suis bacon.jpg

 Organização Mundial da Saúde

No seu mais recente relatório sobre o cancro, tornado público na última segunda-feira, a OMS, através da sua Agência Internacional de Investigação do Cancro (IARC), colocou as salsichas, o bacon e o presunto (entre outras carnes salgadas ou fumadas) no mesmo grupo de substâncias cancerígenas (“grupo 1”) que o tabaco, o amianto e os gases de escape emitidos pelos motores a gasóleo.

 

  Comentários no Facebook

«Joaquim Leal» >> Qualquer dia é o vinho David grin emoticon

«David Ribeiro» >> Não tarda muito volto aos puros Cohiba... só para chatear.

«Gonçalo Moreira» >> Moi aussi!

«Ana Alyia» >> Um dia são os frangos no outro as vacas a seguir é o leite depois vem a onda dos enchidos e qualquer dia anda tudo a palha. Haja paciência. Ate o ar que respiramos nos pode oferecer alguma maleita ou contribui para ela... será que é melhor deixar de respirar???

«Joaquim Leal» >> Não fica cá ninguém, mais cedo ou mais tarde todos acabaremos por morrer. E morrer sem desfrutar é desperdiçar tão parco e precioso tempo wink emoticon

«David Ribeiro» >> Calma, que isso de todos acabarmos por morrer ainda não está provado... tem sido assim, mas não sabemos como vai ser no futuro, já dizia o grande filósofo Agostinho da Silva wink emoticon

 Está explicado…

Je suis bacon ab.jpg



Publicado por Tovi às 00:08
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 14 de Outubro de 2015
Morreu o Chefe Silva

Chefe Silva 14Out2015 ab.jpg

Requiescat In Pace

Trabalhei com o Chefe Silva nos anos oitenta do século passado na Eurest Portugal e aí cimentamos uma grande amizade.

 

  in Wikipédia

António da Silva, mais conhecido por Chefe Silva, nasceu na Vila Termal de Caldelas, no concelho de Amares, a 29 de março de 1934. A sua família materna, era de origem humilde, camponeses que se estabeleceram por Caldelas, já a família paterna, é proveniente da família Vinhas, família conceituada da terra. Cedo ficou órfão de pai, e como na escola o consideravam inteligente, passou para o seminário para estudar para padre, no entanto pela falta de vocação, fugiu, foi para Caldelas e começou a trabalhar nas obras e também como ferreiro. Pensou ser empregado de mesa, mas ganhou o gosto pela culinária com a mãe. Aos 18 anos mudou-se para Lisboa e trabalhou no actual Turim Suisso Atlântico Hotel e, depois, no Hotel Império. Com 24 anos, viajou até Lourenço Marques, onde se tornou chefe de cozinha do Hotel Girassol, do Hotel Xai-Xai e do restaurante do aeroporto local. De regresso a Lisboa, trabalhou no Hotel Avenida Palace e deu aulas na Obra das Mães e no Instituto Culinária Margarina Vaqueiro. Após ter terminado o curso na Escola de Hotelaria de Lisboa com distinção, foi chefe do Grill do Hotel Altis e depois diretor de Produção da Eurest Portugal. Mais tarde inaugurou o restaurante Super Chefe, em Lisboa. Foi, durante 30 anos, director técnico da revista Tele-Culinária. Autor de diversos livros, ao longo da vida foi agraciado com vários prémios e medalhas. É membro honorário de várias confrarias gastronómicas nacionais e internacionais, foi fundador e presidente da Associação de Cozinheiros e Pasteleiros de Portugal e membro honorário da Academia do Bacalhau em Nova Jérsia. Foi homenageado, em 2004, pela Câmara Municipal de Amares com o descerramento de uma placa toponímica com o seu nome na vila de Caldelas, sua terra natal.

 

 Comentários no Facebook

«Carlinhos da Sé» >> Uma excelente pessoa, estive várias vezes no restaurante dele e encontrava-o frequentemente numa estação televisiva. Vaidades não era com ele, que descanse em paz.

«Manuel Almeida» >> Paz á sua alma. Grande CHEFE. Foi meu professor na Escola de hotelaria no Porto em 1970. Mais tarde na Eurest Portugal bebi muita da sua grande experiencia e recordo varias passagens entre elas uma que muitas veses me recordo. Um dia questionado pelo D.Geral (Eurest) sobre determinado prato que tinha sido confecionado por um cozinheiro pouco experinte o CHEFE perguntou qual era o salario do cozinheiro, e ai a resposta foi: Por esse salario o prato está muito bom. Numa das suas visitas ao Porto eu fui com o meu amigo David Ribeiro acompanha-lo ao aeroporto, ai ele comprou umas lotarias que eram o resto do que um senhor tinha comprado (era o editor da tele-culinaria). Então eu disse: Chefe se sai acaba a tele-culinaria e a resposta foi: Nem penses, a tele-culinaria é muito mais importante que o dinheiro.

«Pedro Baptista» >> Mal me lembro dele da TV. Mas em Caldelas, onde passava na infância, regularmente, três semanas anuais de tratamento de meu pai aos pecados juvenais das tertúlias de Amarante, (com a presença de Pascoaes que, todavia, só bebia cafés e fumava, quem diria?), depois na adolescência quando, filho único, lá ia pendura de meu querido pai que me amava tanto quanto eu a ele (embora as provas dele fossem mais consistentes e duradouras que as minhas) na Lísbia, Suiço Hotel, na base da Calçada da Glória, aqueles hors d' oeuvre que abriam, a pescada à marinheira ou filetes que estendiam, o prato de carne que fechava que fomos sempre, felizmente, pouco compatíveis com doçarias (receio duma diabetes nos ancestros) teve lá as marcas, os atos e por vezes mesmo as presenças irradiantes dos prazeres que distribuía...

«Luiz Paiva» >> Lembro-me bem do Chefe Silva na televisão. Ao tempo, comprava também as Tele-culinárias e depois mandava-as encadernar com as capas que também eram vendidas para o efeito. Tenho todos os 40 e tantos volumes desde o nº 1. Paz à sua alma!

«Raul Vaz Osorio» >> Foi um pioneiro

«José Silva» >> Morreu António Silva, popularmente conhecido como chefe Silva. Para além de ter visto muitos dos seus programas, cruzei-me com ele várias vezes e até fomos júris de concursos de gastronomia. Há cerca de três anos participei numa singela homenagem que a câmara de Esposende justamente lhe prestou, ele que tinha sido o primeiro presidente do júri do concurso de gastronomia daquele município. Já bastante debilitado, fez questão de estar presente e falar, para agradecer a homenagem. Era um homem simples e educado. Um par de anos antes tive o prazer de o entrevistar para o meu programa de vinhos e fiquei espantado com a sua humildade. Não assumia a grandeza do seu trabalho, que partilhava com colegas e alunos e que espelhava nos seu livros de culinária, de consulta obrigatória. Os seus fascículos da teleculinária estão, encadernados, nas prateleiras lá de casa. Era um homem sábio. E um profundo conhecedor da nossa culinária, que dominava com o à vontade das pessoas simples. Era a sua vida, a sua paixão. Deixou-nos esse património incalculável. Obrigado chefe Silva, até um dia destes...



Publicado por Tovi às 13:42
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 2 de Fevereiro de 2015
Éclair de Mirtilo

Leitaria do Quinta do Paço 04.jpg

Desde sempre me lembro de ir à Leitaria da Quinta do Paço… em tempos que já lá vão era aí que comprávamos manteiga a granel, com mais ou menos sal, como o cliente desejava e ali mesmo preparada ao balcão. Hoje em dia são os éclairs, agora numa variedade tal que o melhor é levar para casa um de cada. O último que apareceu é o “Éclair de Mirtilo” - Juntando a compota deste fruto ao chantilly da Leitaria da Quinta do Paço obtivemos uma mousse levíssima, com a qual recheamos e cobrimos o Éclair; Para dar ainda mais sabor e textura juntamos pedaços de suspiro ao recheio e finalizamos a cobertura com bagas de mirtilo e pequenos suspiros – um produto tão lindo quanto saboroso. É nestas alturas que eu defendo uma petição ao Papa Francisco reclamando a abolição do pecado da gula.

 

  Comentários no Facebook

«Carlinhos da Sé» >> Ai a linha...

«Victor Meirinho» >> Domingo, Dia do Senhor e tem um judeu que andar a lembrar a estes cristãos que a gula é pecado mortal... ou venial... já não me lembro ! Loooool

«David Ribeiro» >> Curiosamente entre os Sete Pecados Capitais cristãos (gula, avareza, luxúria, ira, inveja, preguiça e vaidade) somente a gula é citada como um pecado judaico.

«Adao Fernando Batista Bastos» >> Que se lixe o pecado da gula, o que me contêm é a diabetes mas como é do tipo 2 muitas vezes a esqueço! Não posso é passar muitas vezes pela (s) Quinta do Paço e, já agora, pela Arcadia!

«Fatima Sousa» >> David são na verdade pecados capitais… não mortais nem veniais...

«Luiz Paiva» >> Lembro-me bem da Leitaria da Quinta do Paço de 68/69 a 70/71, quando andava nos preparatórios à FEUP na Faculdade de Ciências e na de Letras, aos Leões. Certo, certo é que eles não gostavam de nós... porque não íamos lá comprar nada, mas ocupávamos uma mesa para estudar... a troco de um café...

«Maria Helena Costa Ferreira» >> que delícia!!! pequemos!!!!



Publicado por Tovi às 10:44
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 1 de Janeiro de 2015
Feliz Ano 2015

Ano Novo a.jpg

 Ano Novo, Vida Nova... se nos deixarem

 

 Comentários no Facebook

«Jorge De Freitas Monteiro» >> ...e se fizermos por isso.

 

 

Almoço Ano Novo 2015 a.jpg

A mesa já está posta para o almoço de Ano Novo… e na cozinha a azáfama é muita.

 

  Comentários no Facebook

«Jorge Saraiva» >> Sempre gostei muito e fiz questão em ter um almoço de Ano Novo. Feliz 2015!

«David Ribeiro» >> Obrigado, Jorge Saraiva, um Bom Ano para todos aí em casa. Para a minha família o almoço de Ano Novo é tão ou mais importante que o jantar de fim d'ano.

«Victor Meirinho» >> E o David a ver umas dançaronas na TV !!! Vai lá, vai !!! Grande abraço. VM

«Eduardo Vasques de Carvalho» >> Bom ano e um bom almoço amigo David

«Zé Regalado» >> Qual vai ser a ementa com que vais iniciar o ano novo?

«David Ribeiro» >> Obrigado Victor Meirinho... Obrigado Eduardo Vasques de Carvalho. Um Bom Ano para vocês. O almoço vai ser Peru (um bicho de seis quilos) Assado. No molho do assado entre muito Vinho do Porto. Para acompanhar vamos abrir uma garrafa magnum de Domaine Grand Lafont Haut-Médoc 1989. Esperemos que esteja bebível, senão lá teremos que partir para um plano "B" que ainda não está feito.

«Fernando António Fraga Pimentel» >> Bom Ano.

«Pedro Silva» >> Bom ano!!!!

«Zé De Baião» >> Um dia destes o David Ribeiro poderia sugerir a organização de um jantar dos desassossegadores do novo norte. Afinal de contas somos todos pessoas e nem nos conhecemos como tal. Bom ano a tod@s. Este vai ser um ano de mudança

«Zé Carlos» >> Bom ano prezado amigo David Ribeiro ! Com essa toalha linda em cima da mesa fico cheio de esperanças… benfiquistas. Não deveria ser axedrezada ?!!!

«Zé Regalado» >> Todos somos benfiquistas de nascença, alguns tentam disfarçar esse destino mas a cada passo são traídos pelo berço.

«Carlinhos da Sé» >> Ó se Zé, fale por si, oubiu?

«António Lopes» >> Antes de avançar na conversa, desejo um excelente 2015 para todos. Caro David Ribeiro, o Zé de Baião tem razão, um jantar entre o membros poderá ser um excelente evento. A comida tem o chamado sentido quid pro quo, uma troca de ideias sobre o Norte de Portugal.

«Maria Teresa de Villas-Boas» >> Bom almoço.

«David Ribeiro» >> Pois é!... Às vezes acontece e este “vin de Bordeaux” escolhido para o almoço de Ano Novo já tinha entregue a alma ao Criador e lá tivemos que partir para um plano “B” que acabou por recair num Monte da Sobreira Tinto 2011.

«Zé Regalado» >> Óbi sim, Carlinhos, mas as verdades incomodam.

«Carlinhos da Sé» >> Adonde? Ó senhor Zé, a sua sorte é eu ter feito assim a modos duns botos de iducassom... Pra já, desde que emprenhou, acabou o burmelho na minha mãe, o senhor num andará à procura dum bermelhão? Bá a Londres... Num querem lá ber o lampiom? Aaaaaaarre! Sai-te melga...



Publicado por Tovi às 08:50
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


26
27
28
29

30


Posts recentes

Amêijoas à Bulhão Pato

Bom Ano 2018

Empadão de Peru

A minha Consoada

Corvina Assada no Forno

Castanhas... quentes e bo...

Vitória de Setúbal 1 – 1 ...

Pecado da Gula

Sardinhas ao Sal no Forno

Pimentos Padrón… unos pic...

Domingo de Páscoa

O Porto foi eliminado da ...

Calminha lá com isto…

Castanhas Assadas no Forn...

Fort Simon - Fortress Hil...

Braga 3 - 0 Boavista

Bacalhau Dourado

Moelinhas

Bacalhau à Moda de Braga

Douradas no Forno com Bat...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus