"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Terça-feira, 22 de Dezembro de 2015
Ainda a entrevista de Sócrates à TVI

José Sócrates entrevista TVI 14Dez2015 ac.jpg

O Projecto de Programa Eleitoral do PS, de Maio de 2015, defendia no capítulo IV - Um Estado forte, inteligente e moderno – a “garantia de protecção e defesa do titular de cargos políticos ou públicos contra a utilização abusiva de meios judiciais e de mecanismos de responsabilização como forma de pressão ou condicionamento” e eu acho muito bem, pois sempre defendi e continuo a defender tudo aquilo que protege o cidadão de qualquer UTILIZAÇÃO ABUSIVA. Não falta quem diga ter isto sido feito à medida do “Processo Marquês” em que José Sócrates está indiciado pelos crimes de corrupção, branqueamento de capitais e evasão fiscal. E apesar de eu ter a intuição que Sócrates é altamente culpado de tudo que lhe é imputado, tenho dificuldade em admitir que um cidadão e ainda por cima um ex-primeiro-ministro, esteja sem acusação por mais de um ano e que isto não seja "utilização abusiva de meios judiciais", embora todos saibamos que esta investigação é complexa e morosa, além de que não é só José Sócrates que tem as suas liberdades condicionadas. É vulgar em Portugal dizer-se mal da Justiça e que só vão para a cadeia os “pilha galinhas”, mas o problema nacional parece-me estar no Ministério Público que se comporta cada vez mais como um grupo de meninos mimados que tudo podem fazer e a quem ninguém dá raspanetes. Não nos esqueçamos que se o MP não provar nada o Sócrates é inocente... É assim a Justiça e é assim que deve ser, apesar do que todos pensamos sobre o caso dos submarinos, no qual, se bem se recordam, ninguém se tramou.

 

  Comentários no Facebook

«Jorge Veiga» >> Quando se reclame por causa dos segredos de justiça e se vem para as TVs dizer o que ainda estará no tal segredo, está tudo dito. Programa mais mal amanhado, encomendado e tendencioso que nem vale a pena voltar a falar dele.

«João Cardoso» >> O problema é que os indícios nascem como cogumelos e o Ministério Público quer o maior cogumelo.

«Pedro Simões» >> 1- Essa proposta, da forma que esta escrita, pretende criar regras especiais para politicos. Se estar um ano preso sem acusacao e' mau para um politico, nao e' menos (antes pelo contrario) para os cidadaos comuns. Com esses nao houve preocupacao quando fez a lei como a fez...  2- Exactamente que raspanete devia levar o MP? Estao la varios juizes, e tem de aprovar os procedimentos conforme a lei. Que lei nao esta a ser cumprida?  3- "se o MP não provar nada o Sócrates é inocente"... perante o sistema judicial. Socrates pode ser inocente ou nao. E sendo culpado, o MP pode conseguir provar ou nao. Agora, inocente e' que ele nao e', e tem muito para explicar ao povo...



Publicado por Tovi às 08:13
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 9 de Dezembro de 2015
Vítor Pinto procurador no julgamento de Sócrates

José Sócrates 5Dez2015 Expresso aa.jpg

Vai ser Vítor Pinto o procurador do Ministério Público a acompanhar a telenovela em que José Sócrates vai a tribunal acusado de corrupção, branqueamento de capitais e evasão fiscal. Foi este procurador do MP que acusou o tribunal de “erro notório na apreciação da prova” no caso dos submarinos.

A coisa promete



Publicado por Tovi às 11:19
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 11 de Junho de 2015
José Sócrates em confronto com Rosário Teixeira

Revista Sábado 10Jun2015.jpg

Assim não vale… contam de uma só vez uma quantidade de episódios da “telenovela” Processo Marquês e a gente nem tem tempo para perceber a história

 

  Para memória futura

José Sócrates pediu a palavra. “O que tenho a dizer é muito desagradável, mas tenho de o dizer: estas imputações são falsas, todas elas. Não há neste documento um pingo de verdade. E lamento que o Ministério Público não se interesse pela descoberta da verdade, mas que esteja mais concentrado na perseguição”.

Sócrates acusa Rosário Teixeira de o insultar, acusando-o de ser corrupto “só por ter um contrato com uma farmacêutica”.

O procurador Rosário Teixeira levanta novas suspeitas sobre as operações de compra da antiga quinta em Sintra de Domingos Duarte Lima, nomeadamente com passagens de propriedade para um primo de Sócrates e, depois, para um empresário do grupo Lena. A resposta de Sócrates foi no mesmo registo: “E, portanto, como era do meu primo é meu. Pronto, é assim que os senhores fazem imputações. Epá, parabéns”.

Rosário Teixeira volta à quinta de Sintra. E Sócrates a negar conhecer o local ou sequer de ter conversas sobre o assunto: “Não me lembro de nada disso. Eu não sou íntimo do Duarte Lima. A não ser que queira pôr aqui que, como era propriedade do Duarte Lima, então pertencia ao Sócrates. Não quer acrescentar?“.

O procurador não desistiu e falou da venda da quinta e de um pagamento feito a Carlos Santos Silva, no valor de um milhão de euros, mais estranho quando o empresário não figurava como dono do terreno. Sócrates ironizou: “É natural, é meu”.

Rosário Teixeira perguntou a Sócrates se conhecia os negócios do seu primo no que respeita aos terrenos em Vale do Lobo e em Angola, também na mira do MP. A resposta foi negativa e veio com um desafio: “Pergunte-lhe a ele, não o posso ajudar”.

“Como é que o senhor se atreve a fazer-me imputações de corrupção em casas da Venezuela, concessões rodoviárias, TGV, Parque Escolar e, agora, o aeroporto? Se tem algum elemento, faça o favor de me apresentar”, disse Sócrates.

Rosário Teixeira perguntou: “Admite que alguma vez o senhor Carlos Santos Silva tenha pedido contrapartidas à Lena invocando o seu nome?”. E Sócrates respondeu: “Não, não admito, porque tenho a melhor das ideias do Carlos Santos Silva”. E acabou por desabafar: “Escreve aqui corrupção e pronto. Isso é só para me manterem na prisão. Não consegue precisar nada”.

Rosário Teixeira falou de uma “coincidência entre um pagamento a Hélder Bataglia e a aprovação pelo Governo de então do Plano de Ordenamento que autorizaria o empreendimento. Resposta de Sócrates: “A única coisa que sei de Vale do Lobo é o restaurante onde ia de vez em quando jantar. Não faço ideia quem são os accionistas”.

Nova pergunta do procurador: “Porque é que houve então um pagamento da parte de Vale do Lobo a Carlos Santos Silva?”. Resposta: “Desculpe lá, mas eu sei lá isso”.

Sócrates fez acusações sucessivas aos procuradores e ao modo como o estavam a “perseguir”. Rosário Teixeira respondeu que o tratava “como outra pessoa qualquer”, Sócrates reagiu dizendo que não, numa frase entendida por Rosário Teixeira como ofensiva. “Desculpe, eu não estou a ofendê-lo, estou a criticá-lo (…). O sr. procurador não pode ser assim uma virgem vestal a quem não se pode dirigir uma crítica”.



Publicado por Tovi às 08:50
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 18 de Dezembro de 2014
Submarino ao fundo

Processo dos submarinos 17Dez2014.jpg

Um Ministério Público que não deduz acusação porque demorou demasiado tempo (oito anos) em investigação e a existir crime este já terá prescrito, não me merece qualquer confiança, sendo que até se pode duvidar da sua imparcialidade perante aquilo que entendemos por Justiça. E depois de ter tido conhecimento que o Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) deu por concluído o inquérito-crime sobre corrupção no negócio de venda de dois submarinos por um consórcio alemão ao Estado português em 2004 por quase mil milhões de euros e que os procuradores Josefina Escolástica e Júlio Braga já assinaram o despacho de arquivamento do processo, sem que ninguém tenha sido acusado, declaro publicamente que estou solidário com José Sócrates… e que cada um tire as suas conclusões desta minha declaração.



Publicado por Tovi às 08:42
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Julho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Posts recentes

Prisão preventiva para os...

Operação Lex

Isto agora não para… é se...

Ainda a tragédia de Pedró...

Três Secretários de Estad...

Relações tensas entre Ang...

O "electricista" do Proce...

Vai haver acusação?

Bava e Granadeiro arguido...

Luís Cunha Ribeiro detido...

Presos sete militares dos...

Novas revelações no Proce...

Não há nada que o dinheir...

Os filhos do Embaixador d...

Sócrates de novo ao ataqu...

Ainda a entrevista de Sóc...

Vítor Pinto procurador no...

José Sócrates em confront...

Submarino ao fundo

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus