"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Quinta-feira, 5 de Dezembro de 2013
Eleições na Concelhia do PS-Porto

A Concelhia do PS-Porto vai a votos nos próximos dias 6 e 7 de Dezembro e a “guerra” está aberta entre Manuel Pizarro e José Luís Catarino.  Esta “luta interna” vai acima de tudo clarificar a posição dos militantes portuenses no que concerne à legitimação do acordo alcançado por Pizarro com Rui Moreira para o executivo camarário da Invicta. O candidato Catarino é muito próximo do líder da distrital, José Luís Carneiro, que nunca concordou que os vereadores eleitos pelo PS assumissem responsabilidades no executivo. Se eu tivesse direito a voto nestas eleições seria Manuel Pizarro o meu candidato, não só porque teve a coragem de assumir um acordo político para a governação da cidade, como ainda me parece ser quem no PS-Porto eleva a bandeira da Regionalização. De José Luís Catarino pouco sei, embora ele tenha sido meu médico de família no Centro de Saúde da Carvalhosa e o tenha em grande consideração quer como médico quer como Homem.



Publicado por Tovi às 13:00
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 30 de Novembro de 2013
Linda a Árvore de Natal da Cidade Invicta

{#emotions_dlg.star} Uma Árvore de Natal, "plantada" na Praça General Humberto Delgado, iluminou-se ontem, ao final da tarde, dando início ao programa natalício na cidade. O Presidente da Câmara, Rui Moreira, acompanhado de alguns vereadores, esteve presente na cerimónia.



Publicado por Tovi às 08:16
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 29 de Outubro de 2013
Câmara Municipal do Porto

Já se sabe qual vai ser a composição do Executivo da Câmara do Porto. É a seguinte:
{#emotions_dlg.star} Rui Moreira – Presidente de Câmara – Pelouros da Reabilitação Urbana, do Desenvolvimento Económico e Social e o do Desporto, Lazer e Turismo. {#emotions_dlg.star} Guilhermina Rego - Vice-presidente da autarquia - Pelouro da Educação, Organização e Planeamento.
{#emotions_dlg.star} Sampaio Pimentel - Pelouro da Fiscalização e Protecção Civil.
{#emotions_dlg.star} Paulo Cunha e Silva - Pelouro da Cultura.
{#emotions_dlg.star} Filipe Araújo - Pelouro da Inovação e Ambiente.
{#emotions_dlg.star} Cristina Pimentel – Pelouro da Mobilidade.
{#emotions_dlg.star} Manuel Pizarro (PS) – Pelouro da Habitação e Acção Social.
{#emotions_dlg.star} Manuel Correia Fernandes (PS) - Pelouro do Urbanismo.

Carla Miranda (PS), os três vereadores do PSD e o da CDU ficam sem pelouros.


«Pedro Aroso» no Facebook >> A escolha do Arq. Manuel Correia Fernandes para o Urbanismo é a nota mais importante desta lista.

«Jorge Garcia» no Facebook >> Já esperada e muito bem acolhida por todos, Pedro Aroso

«José Manuel Barbosa Júnior» no Facebook >> E os Srs. Vereadores com pelouro vão ter horário de atendimento ao munícipe, ou mais uma vez, lá terá de ser o Vereador da CDU a receber os munícipes e transmitir as preocupações ao Executivo?

«Pedro Aroso» no Facebook >> Rui Moreira vai precisar de bons assessores para lidar com tantos pelouros.

«David Ribeiro» no Facebook >> Se a Carla Miranda (número três da lista do PS) tivesse abdicado do seu lugar de vereadora, muito provavelmente teria sido dado ao Tiago Barbosa Ribeiro (número quatro da lista do PS) o pelouro do desporto, lazer e turismo. A Carla parece que bateu o pé e queria o pelouro da cultura. Lá temos o sapateiro a ir além da chinela. Claro que isto não passa de conjeturas minhas, mas sou capaz de andar perto da verdade.

«Albertino Amaral» no Facebook >> Colaborem, trabalhem e sigam o exemplo do Presidente. Só têm a ganhar com isso... Nada de birrinhas, gente...

«Pedro Aroso» no Facebook >> O pelouro do Paulo Cunha e Silva não vai ser fácil. Durante a Porto 2001, o grosso da população passou ao lado das suas escolhas.

«David Ribeiro» no Facebook >> Um dos "pecados" dos portuenses é terem vindo a passar ao lado de muita coisa que se tem feito no Porto, umas boas e outras más, mas sempre a passarem ao lado, meu caro Pedro Aroso.

«Pedro Aroso» no Facbook >> Eu referi-me concretamente à Porto 2001. Nesse ano não consegui ver um único espectáculo porque os bilhetes esgotavam-se antes de serem postos à venda. Eram todos distribuídos pelos patrocinadores e pelos amigos.



Publicado por Tovi às 07:56
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 20 de Outubro de 2013
Acordo de governação para a Câmara do Porto

Aqui está na íntegra o acordo celebrado entre Rui Moreira e Manuel Pizarro para a governação da cidade do Porto:
{#emotions_dlg.star} Artigo 1.º - (Objecto) - O Acordo para o Governo da Cidade do Porto (doravante, "Acordo"), com a duração de quatro anos, é celebrado entre "Rui Moreira, Porto, Nosso Partido" e o Partido Socialista tendo em vista garantir a governabilidade estável, eficiente e competente na Cidade do Porto e, mais especificamente, na Câmara Municipal, na Assembleia Municipal e nas Juntas de Freguesia.
{#emotions_dlg.star} Artigo 2.º - (Princípios Fundamentais) - As Partes assumem o compromisso solene perante a Cidade e os Portuenses de que, na execução do Acordo: a) Actuarão com respeito pleno dos princípios da boa-fé, da lealdade, da cooperação mútua e de serviço. b) Respeitarão, no exercício da governação da Cidade, as prioridades que foram amplamente sufragadas pelos Portuenses: Coesão Social, Economia e Cultura. c) Definirão níveis de cumprimento de diversos indicadores financeiros, nomeadamente, montante do défice, prazo de pagamento a fornecedores, dívida de curto prazo e dívida de médio e longo prazo.
{#emotions_dlg.star} Artigo 3.º - (Autonomia das Partes) - Sem prejuízo dos princípios expressos no artigo anterior, as Partes mantêm autonomia nas questões de natureza política de âmbito nacional e nos assuntos da esfera metropolitana nos quais não seja possível alcançarem uma posição comum.
{#emotions_dlg.star} 
Artigo 4.º - (Câmara Municipal) 1. Os Signatários acordam que os vereadores do Partido Socialista integrarão o Executivo da Câmara Municipal do Porto, com pelouro atribuído. 2. A governação municipal respeitará as linhas fundamentais do programa eleitoral do Primeiro Signatário, maioritariamente sufragado pela população da cidade. 3. As partes reconhecem nos programas de ambos os signatários a existência de pontos significativos em comum e que consideram fundamentais, nomeadamente: - A valorização da área social e da importância de uma Rede Social como instrumento prioritário de intervenção da autarquia no sentido de ampliar o apoio domiciliário aos idosos, qualificar os equipamentos ou retirar os sem abrigo das ruas, em colaboração e com o apoio de IPSS, paróquias e outras organizações; - A importância dada a uma reabilitação urbana que assegure a manutenção da identidade da cidade, assegurando o direito dos actuais moradores permanecerem nas zonas reabilitadas e a rápida necessidade de se recuperar o Mercado do Bolhão mantendo a sua natureza de mercado de frescos; - O reforço dos mecanismos de participação dos moradores dos bairros sociais e a defesa da transferência para a Câmara da gestão dos bairros sociais que pertencem ao Estado, desde que seja assegurado o financiamento da sua recuperação. - O objectivo de reduzir as desigualdades entre a zona Oriental e o resto da cidade, promovendo iniciativas que permitam a reanimação económica, urbanística, social e cultural daquela zona da cidade. - A prioridade atribuída à Cultura como factor distintivo do Porto e da sua criação de riqueza assegurando, nomeadamente, a devolução do Rivoli à cidade como Teatro Municipal. - O reforço dos mecanismos de participação dos portuenses na gestão municipal.
{#emotions_dlg.star} Artigo 5.º - (Assembleia Municipal) 1. Durante a vigência do presente Acordo, a Presidência da Assembleia Municipal do Porto será assegurada por um representante da candidatura do Primeiro Signatário. 2. O Partido Socialista terá o direito de indicar o Vice-Presidente do órgão referido no n.º 1 deste artigo.
{#emotions_dlg.star}Artigo 6.º - (Juntas de Freguesia) 1. As Partes garantirão a maioria absoluta nas Juntas de Freguesia da Cidade onde os resultados por si obtidos permitem a realização de tal objectivo. 2. Nas situações em que as Partes não detenham a maioria nas Juntas de Freguesia, assumem o compromisso de, em execução do presente Acordo, concertarem as respectivas posições e actuarem de forma conjunta.


«Antonio Sousa Dias» no Facebook >> Desconfio dessa aliança.

«David Ribeiro» no Facebook >> Então porquê, Antonio Sousa Dias?...

«Pedro Aroso» no Facebook >> Colocar os interesses da cidade acima dos interesses pessoais e partidários, só dignifica os subscritores deste acordo.

«Antonio Sousa Dias» no Facebook >>  Penso que essa ideia de independência fica ultrapassada desde que aparecem os políticos profissionais, sejam eles rosa ou laranjas. Mas era previsível . O futuro dirá.

«David Ribeiro» no Facebook >> Está lá bem explícito, caro Antonio Sousa Dias: "A governação municipal respeitará as linhas fundamentais do programa eleitoral do Primeiro Signatário, maioritariamente sufragado pela população da cidade."

«Antonio Sousa Dias» no Facebook >> Eu li. Enfim, esperemos para ver no que da esta coligação governativa.

«David Ribeiro» no Facebook >> É evidente que "coligações políticas" é como os "casamentos", uns duram outros não... mas quando não duram, sejam "coligações" ou "casamentos", a culpa é sempre das partes.

«Eduardo Coelho» no Facebook >> Eu pergunto qual era a alternativa? Deixar a Câmara Municipal do Porto ingovernável ou fazer uma aliança com o PSD?

«José Camilo» no Facebook >> Quer dizer, o respeito demonstrado ao povo por Rui Moreira a um partido que perdeu por peequena margem e o documento acima assinado, ainda consegue colocar dúvidas e desconfianças....

«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.star} O Porto e os Portuenses só ficaram a ganhar com este acordo de governo para a Cidade.

«Jorge Veiga» no Facbook >> Se ficaram a ganhar, iremos ver David Ribeiro O PS já lá esteve e fez muitas asneiras. Espero que o RM tenho o bom senso que antes não tiveram e modere a gestão.

«David Ribeiro» no Facebook >> Claro que sim, Jorge Veiga, o PS já fez muitas asneiras na autarquia portuense, mas acredito que o facto d' "a governação municipal respeitará as linhas fundamentais do programa eleitoral do Primeiro Signatário, maioritariamente sufragado pela população da cidade" poderá marcar a diferença.

«Eduardo Vasques de Carvalho» no Facebook >> só quem não conhece Rui Moreira pode pensar que este se deixará ultrapassar pelos acontecimentos....

«Jorge Veiga» no Facebook >> Assim espero. Quanto a conhecer uma pessoa ou não conhecer, aqui levantado pelo Sr. Eduardo (que não conheço), esperemos que RM governe de acordo com o que disse, porque por vezes eles parecem uns e saiem-nos furados, como alguns que nós conhecemos. Não estou a pensar mal de RM, porque não tenho motivos para isso e espero que ao fim de 4 anos o possa apoiar, com o voto (espero já estar no Porto e vivo) se for esse o caso. E não me incomoda nada apoiar candidaturas que não passem pelo meu partido...



Publicado por Tovi às 14:51
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 10 de Outubro de 2013
A concelhia e a distrital do PS-Porto não se entendem

Estou certo que há nos vereadores eleitos pelo Partido Socialista gente que poderá contribuir, e bem, para uma excelente governação da nossa Cidade. Rui Moreira está aberto à colaboração da equipa de Manuel Pizarro, pelo que não entendo as "dificuldades" que alguns socialistas da distrital estão a colocar a este entendimento. Cuidado!... Os portuenses não se esquecem de quem lhes prega partidas. Fernando Gomes era um socialista querido pelos portuenses, mas esqueceu-se que cá pela Invicta não gostamos de quem abandona os destinos da Cidade por dá-cá-aquela-palha.


«José Camilo» no Facebook >> O amigo David já reparou com que facilidade se transmite cá para fora que foi o PS que apoiou Rui Moreira e não Rui Moreira que se mostrou disponível a uma, digamos, coligação. A falta de respeito pelo povo vai a este ponto por parte de um pasquim vendido.

«David Ribeiro» no Facebook >> O JN ainda não conseguiu digerir a vitória de Rui Moreira... agora resolveu pegar no "apoio" socialista ao candidato independente vencedor.

«José Carlos Ferra Alves» no Facebook >> As duas, claro. Com grande sentido de Estado de RM.

«Joaquim Leal» no Facebook >> David Ribeiro, não foi o JN o principal incentivador do candidato laranja?

«David Ribeiro» no Facebook >> Pois foi, Joaquim Leal... O JN estava completamente "vendido" ao Menezes.

«Joaquim Leal» no Facebook >> Lembro-me da última sondagem... ;)

«Manuel Ribeiro da Silva» no Facebook >> Se fosse só ao Menezes...

«Albertino Amaral» no Facebook >> Seria bom que a oportunidade que Rui Moreira está a dar ao PS, fosse por este aproveitada, porque os portuenses não perdoam mesmo qualquer tipo de traição... Parece-me que certos sectores da PS ainda não se convenceram que quem ganhou as eleições foi um Independente de nome Rui Moreira, e é ele quem decide o que fazer e com quem... Que esses sectores do PS, estejam ao nível daquelas que foram as boas relações de Manuel Pizarro com o vencedor Rui Moreira.

«Jorge De Freitas Monteiro» no Facebook >> "Parece-me que certos sectores da PS ainda não se convenceram que quem ganhou as eleições foi um Independente de nome Rui Moreira, e é ele quem decide o que fazer e com quem..." Aqui esta um raciocinio extraordinario! Como ganhou escolhe e os escolhidos têm a obrigação de aceitar a escolha.

«Albertino Amaral» no Facebook >> As palavras são suas, Jorge de Freitas Monteiro... Pelos vistos ainda não está documentado sobre a confusão que vai no seio do PS, entre eles próprios, face a essa posição alvitrada pelo novo Presidente...

«Jorge De Freitas Monteiro» no Facebook >> As palavras são minhas??? Copy and paste meu caro. Assuma o que escreveu. A confusão no PS é um assunto diferente. O Albertino é que acha que não devia haver confusão no PS, deviam aceitar a escolha "real".

«Albertino Amaral» no Facebook >> Essa comigo não pega, Jorge de Freitas Monteiro, o senhor escreveu: "Aqui está um raciocínio extraordinário! Como ganhou escolhe e os escolhidos têm a obrigação de aceitar a escolha "... estarei errado ? Passe bem...

«Jorge De Freitas Monteiro» no Facebook >> E não é isso que decorre necessariamente das suas interessantes palavras que eu me permiti citar?

«Albertino Amaral» no Facebook >> Não, meu caro, sinceramente gostaria de ser eu a pensar com a minha própria cabeça... Importa-se?

«Jorge De Freitas Monteiro» no Facebook >> Por mim não hesite.

«Albertino Amaral» no Facebook >> Obrigado. Fique bem.



Publicado por Tovi às 17:11
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 5 de Outubro de 2013
As Autárquicas'13 no Porto

Resumo da votação nas Autárquicas'13 no Porto (Câmara Municipal, Assembleia Municipal e Juntas de Freguesias)


«Raul Vaz Osorio» no Facebook >> Qual é a fonte? a DGAI, pelo menos da última vez que vi e os votos estavam todos contados, tinha um resultado diferente para Paranhos

«David Ribeiro» no Facebook >> Estes valores são da DGAI... mas atenção: são valores para as Assembleias de Freguesia, não a votação por freguesia para a Câmara do Porto.

«Raul Vaz Osorio» no Facebook >> Ah ok... Mesmo porque:

«David Ribeiro» no Facebook >> Em Paranhos verificou-se uma particularidade que, no meu entender, só demonstra que os eleitores têm perfeita consciência do que estão a fazer ao "botar o papelinho nas urnas", seja o resultado do nosso agrado ou não. Para a Câmara do Porto votaram em Rui Moreira nesta freguesia 8.002 eleitores (36,80%) e para a Assembleia de Freguesia só votaram 5.702 no candidato das listas de Rui Moreira, tendo a vitória sido do candidato do PSD com 6.394 votos (29,41%).

«Zé De Baião» no Facebook >> Resultados Porto: Como sou da área socioeconómica e socioeducativa, olho para estes resultados nessa base, sendo que, é notório um distanciamento entre os fluvienses e os outros, entre as zonas mais ricas e as mais pobres. Espero que Rui Moreira compreenda o mundo e a cidade atual e tenha uma veia mais social e menos aristocrata, ou seja, que olhe mais para as zonas e pessoas mais desfavorecidas. É óbvio que para se redistribuir é necessário rentabilizar, mas que não se esqueça de praticar a justiça social. Sei que Manuel Pizarro se manterá atento e tudo fará pela coesão social e económica.

«David Ribeiro» no Facebook >> Tudo leva a crer que haverá perfeito entendimento entre Rui Moreira e a sua equipa, com os vereadores eleitos pelo PS. Estou esperançado e confiante numa equipa de luxo na Câmara do Porto.



Publicado por Tovi às 10:56
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 27 de Setembro de 2013
Rui Moreira a caminho da vitória

Não há dúvidas que as sondagens valem o que valem... mas já que os deuses não nos deram o condão de adivinhar, temos que partir de alguma coisa para imaginarmos o que vai acontecer no domingo. Eu cá quero que vença Rui Moreira, mas se este não ganhar e ficar a centímetros do vencedor, para mim é uma vitória dos independentes contra os "meninos" dos partidos e foi por isto que eu lutei nos últimos tempos.


«Jorge Saraiva» no Facebook >> Francamente não há maneira de encontrar conteúdo na frase "as sondagens valem o que valem"... As sondagens são válidas se bem feitas por quem esteja tecnicamente habilitado a tal (desde a forma das perguntas, ao método usado e às conclusões tiradas), tenho ideia de que o Centro de Sondagens da Univ. Católica, supera qualquer suspeita. Mas onde as sondagens são mais reveladoras e relevantes, além de 'adivinharem' resultados eleitorais, é no demonstrar a dinâmica do eleitorado e aqui é que esta é muito reveladora: nas últimas semanas, mesmo ainda antes de a candidatura do PSD ter tido via livre para ir a votos, era Menezes que se apresentava à frente, a diferença foi diminuindo e agora foi ultrapassada. Isto é que dá grandes expetativas de uma vitória muito importante para o Porto e para o país.

«David Ribeiro» no Facebook >> Exactamente, Jorge Saraiva... O tempo das "sondagens valerem o que valem" já era, se é que isso alguma vez foi verdade.

«Ricardo Moreira» no Facebook >> isso seria optimo

«José Camilo» no Facebook >> Tunga

«Fatima Gabriel» no Facebook >> Acho que Portugal torce por esta vitória

«Jose Riobom» no Facebook >> por tudo isto defendo a ABSTENÇÃO... temos que acabar com este sistema corrupto...

«Victor Meirinho» no Facebook >> Juro que irei ao Porto abrir u Porto de 2.000, ano em que nasceu a minha filha!!!

«José Camilo» no Facebook >> Com todo o respeito por outras opiniões. Porto é que me interessa.  O resto do país terá de viver a sua própria custa e acabar com as benesses do trabalho deste povo. José Riobom, depois ainda quer mandar palpites sem ter legitimidade. Conclusão, já caiu na esparrela. Só me admira como é possível ainda alguém acreditar no Meneses a ponto de chegar a tal percentagem.

«António Alves» no Facebook >> Meneses vence. O voto partidário tem muita força. Uma sondagem telefónica não simula a camara de voto.

«Victor Meirinho» no Facebook >> Creio que teremos Porto, Gaia e Matosinhos livre de Partidos e nas mãos de Independentes!

«José Camilo» no Facebook >> Afinal o Meneses é do PSD? Olha, não sabia...

«António Alves» no Facebook >> Se não sabia é pq anda a dormir. Vá ver o boletim de voto e veja q símbolo lá está.

«Jorge De Freitas Monteiro» no Facebook >> Com 17% de indecisos qualquer um dos três pode ganhar.

«David Ribeiro» no Facebook >> Muito mal vai o PS na Cidade Invicta se se confirmarem nas urnas estas percentagens, o pior resultado de sempre no Porto, 10,7% abaixo do resultado de Elisa Ferreira em 2009.

«Zé De Baião» no Facebook >> Ainda não começou a vindima! Só faltam 5 pontos ao PS, sendo que os mais carenciados já nem telefone têm e estão fartos destas políticas de direita a que Moreira e Meneses pretendem continuar a dar cobro. Força Manuel Pizarro

«Jorge Saraiva» no Facebook >> Olha que boa notícia!

«António Alves» no Facebook >> Não me parece verosímil que no actual contexto político o PS perca mais de 10 pontos e a CDU não consiga subir. Domingo veremos.

«Zé De Baião» no Facebook >> Boa notícia!!!??? Continuarmos com falsos independentes que concorrem para dar cobro a este (des)Governo!!!??? Já não bastou a discriminação que este Governo tem feito? Ainda querem continuar a dar suporte a quem tem ignorado o Porto e o Norte? Força Manuel Pizarro e toda a esquerda. É necessário desmascarar estes falsos independentes

«Victor Meirinho» no Facebook >> O PS de Seguro não é o partido dos Socialistas!

«Zé De Baião» no Facebook >> Caro Victor Meirinho, o PS não é de nenhum líder, mas sim dos socialistas e de todos que acreditam na ideologia e nos princípios que se adequam à nossa sociedade e ao nosso País. É verdade que nem sempre, ou quase nunca, os líderes representam as bases, mas numa sociedade onde não há cultura cívica nem política muito ainda há a fazer para chegarmos a uma democracia representada e participada. A culpa é de nós todos e de um sistema elitista que não tem interesse em preparar os cidadãos.

«Victor Meirinho» no Facebook >> Tandem quosque, Securus, patientia nostra abutere ??? ("Até quando, Catilina, abusarás da nossa paciência?"  - Catilinárias de Cícero)

«José Camilo» no Facebook >> Por aqui o Tom Waits continua a patinar. Ds duas uma ou é vaidade ou anda a gozar comigo. Se for a última hipótese esteja à vontade. Se for a primeira, cuidado que pode cair.

«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.star} Acaba de ser conhecido o estudo de opinião feito pela Eurosondagem, nos dias 23, 24 e 25 de setembro:
Luís Filipe Menezes deu um trambolhão na corrida à Câmara do Porto, de  acordo com a sondagem JN  - perde meia dúzia de pontos, empata com Rui  Moreira e até Manuel Pizarro volta a ter hipótese de vencer. 
No espaço de dois meses, o candidato social-democrata perde 5,6 pontos percentuais, de acordo com o trabalho da Eurosondagem. Passa dos 32,5% de final de julho para os 26,9%, quando faltam dois dias para as eleições. Ou seja, transformou uma confortável vantagem de 7,3 pontos sobre Rui Moreira numas irrisórias quatro décimas de diferença. As consequências da queda de Menezes na sondagem têm mais efeitos, para além da colagem do candidato independente. Embora os mais bem colocados para o sprint final nos Aliados sejam Menezes e Moreira, a corrida será a três. O socialista Manuel Pizarro fica a escassos 2,8 pontos percentuais do primeiro lugar, o que, na prática, corresponde a um empate técnico, uma vez que a margem de erro da sondagem é de 3,08%.

«Jorge Saraiva» no Facebook >> Parece evidente que a dinâmica de vitória de Rui Moreira  vai ser imparável

«José Costa Pinto» no Facebook >> As sondagens são uma 'joke'. Veja as fichas técnicas de algumas delas.

«Vítor Teixeira» no Facebook >> Infelizmente não vivo no Porto, mas faço votos de que o Rui Moreira ganhe, é preciso dizer aos partidos do dito arco da governação BASTA

«Pedro Baptista» no Facebook >> {#emotions_dlg.star} A dois passos da vitória... É preciso concentrar os votos no candidato que pode derrotar Meneses, porque ainda nada está ganho. O "jogo" é até ao fim!

«David Enes» no Facebook >> Atenção que o Nuno Cardoso é um "testa de ferro" do Menezes, logo são 28%...



Publicado por Tovi às 07:59
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 10 de Agosto de 2013
O ruído do silêncio é ensurdecedor

Em 9 de Maio do corrente ano três membros da direcção do MPN – Nuno Moreira, Alexandre Ferreira e António Alves – concordam com a proposta do Presidente José Carlos Ferraz Alves em que este diz: “O MPN – Movimento Pró-Partido do Norte irá concorrer, nas próximas eleições autárquicas, à Assembleia Municipal do Porto. O MPN integrará as listas de candidatos do projecto do PS, liderado por Manuel Pizarro, para o Porto. Será assim possível ao MPN, pela primeira vez, ser eleito e ter a sua voz em Órgãos Institucionais Político-Administrativos. (…)”.

Logo no mesmo dia eu insurgi-me publicamente contra esta tomada de posição da Direcção do MPN, pois na última assembleia geral do Movimento tinha sido mandatada a comissão executiva para estabelecer os contactos com os partidos para eventuais coligações nas eleições autárquicas no Porto, mas essa deliberação teria de ser obrigatoriamente ratificada por uma nova assembleia geral, o que nunca aconteceu.

Uns dias mais tarde, mais precisamente a 17 de Maio, Ferraz Alves diz a um jornalista do Semanário Grande Porto que o apoio a Pizarro não foi aprovado em assembleia geral, não só pelo facto de ter sido necessário “tomar uma decisão célere” e “porque também não houve condições para reunir devido à falta de sede do movimento”. Ainda nestas declarações ao GP foi dito por Ferraz Alves que o acordo com os socialistas previa a inclusão de três representantes do movimento na lista que vai concorrer à Assembleia Municipal do Porto, sendo que apenas um ficaria colocado em lugar elegível, o que Pizarro negou posteriormente, alegando que não havia promessas de lugares em troca de apoios.

Ontem, 9 de Agosto de 2013, conheceu-se a composição da lista do PS-Porto para a Assembleia Municipal e ficamos todos a saber que Ferraz Alves aparece em 17º lugar e que mais nenhum membro do MPN está nesta lista, nem sequer nos suplentes.

Não sei, mas gostava de saber, quem foi que quebrou o acordo ou porque é que o acordo não foi feito, mas que Pizarro (PS-Porto) e Ferraz Alves (MPN) ficaram mal na fotografia, lá isso é verdade.


«Valdemar Morais» no Facebook >> PREVISÍVEL.

«Pedro Boa-Nova» no Facebook >> Ai as cores e a vontade de crescer... Eu também tenho côr, mas não deixo de lhes dar nas orelhas só porque são do partido com o qual simpatizo. E depois antigos carrascos do nosso querido País voltam de estudos e já voltam a ser os maiores... que vontadinha de crescer!!! É o que transparece neste acordo do MPN - será que é do MPN? Por isso e outrs razões me afastei - mas é pena!

«Pedro Baptista» no Facebook >> Claro, só quem nãp conhecer o Pizarro! Deram-lhe o 17ª quando elegerão, 7, 8, ou 9 no máximo. Só que a ambição cega este José Ferraz, em quem confiei e fui eu próprio que propuz para Secretário Geral do MPN, quando entendi que deveria tirar conclusões pessoais da derrota eleitoral , uma vez que os companheiros estavam a reagir negativamente a que todos tirássemos conclusões, dissolvendo o MPN através de uma reunião geral da Coordenadora. E assim me demiti, ficando com uma esperança, embora muito ténue, que já que queriam continuar o fizessem com sucesso. Desilusão total, foi de cavalo para burro. O Senhor Ferraz, num movimento que surge na crítica à partidocracia, comporta-se como os piores dos partidos. E reduzidos a meia-dúzia, foram nas costas dos outros muitos poucos, grande parte dos quais já apoiantes de Rui Moreira desde que este se candidatasse (como era natural num partido que chegou a pensar convidá-lo para seu presidente) com a corda ao pescoço bater à porta do socratino Pizarro, contra cujo centralismo o MPN se tinha constituído, mndigar um lugarejo na Assembleia municipal. Nesta altura já o MPN está reduzidos a três pessoas, mais ou menos lunáticas ou então aldrabões, que se dizem um movimento que são três, não tem registo legal por caducidade, não tem atividade, não tem reuniões regulamentares, nem tem sede tendo antes deixado ao Senhorio, um solicito apoiante que tinha cedido com uma renda baratinha, um vergonhoso Calote, tanto mais grave quanto te trata nesse tal "presidente" do nada, de um empregado bancário. É uma peça destas que o PS tem na lista da AM a 17. Claro que o Pizarro, depois de aldrabar com o apoio de um movimento fantasma, fartou-se de rir, porque nos tempos que correm já não há nabos assim. E espero não voltar a falar mais deste assunto que me entristece ou não tenho eu dado, conjuntamente com o João Anacoreta Correia, que comigo fundou o MPN, o couro e o cabelo pelo seu sucesso, rodeado por um naipe de companheiros quase todos do melhor, mas que não tivemos apoios onde devíamos ter tido.

«António Alves» no Facebook >> Caro David Ribeiro eu compreendo-lhe a euforia mas não se apresse porque a última palavra ainda não foi dita. Mas grave mesmo é o comportamento de alguns elementos e ex-elementos do MPN correndo atrás de um prato de lentilhas (7º lugar na lista da AM), ou suportando um senhorito que acha que o Porto é um partido e não passa da candidatura do actual edil do Porto que como todos nós sabemos é um "regionalista" dos sete costados. É uma candidatura redutora,Fac que não alcança absolutamente nada para além da Circunvalação, que só desprestigiará ainda mais o Porto no resto das populações nortenhas. O Porto perdeu a oportunidade de liderança do Norte permitindo e regozijando-se com a introdução de um comboio directo com a Galiza que interrompeu a ligação secular do Minho com aquele território irmão. Não se ouviu uma única palavra de protesto por parte do candidato que apoia e, pelo contrário, vimos o patrono dessa candidatura regozijar-se com a situação. Para bem do Norte e dos seus anseios espero que tal candidatura saia derrotada. Não passa dum acto de desespero dos actuais tenentes dos negócios em volta da Câmara com medo de os perderem para o "staff" do Menezes. Pena que pessoas que se dizem "regionalistas" não sejam capazes de ver algo tão óbvio. Abraço ;-)

«David Ribeiro» no Facebook >> Aguardo com curiosidade essa "última palavra que ainda não foi dita", caro António Alves.

«António Alves» no Facebook >> E já agora se quer saber dos negócios que falo, cá ficam alguns. Mas há mais. Estes são apenas aqueles em volta das corridinhas - A ver: BASE - Pesquisa de Contratos

«David Ribeiro» no Facebook >> Este assunto das "corridinhas" é importante mas não é esse o tema agora e aqui em discussão. Terei muito gosto em dar-lhe a minha opinião sobre esta matéria, caro António Alves, mas será forçosamente noutro local e hora.

«António Alves» no Facebook >> claro que é o tema em discussão: quem tem dirigido esses negócios estão todos nas listas do seu candidato.

«David Ribeiro» no Facebook >> Mas o que aqui está a discutir-se não são "quem tem dirigido esses negócios" e que segundo a sua opinião "estão todos nas listas" do meu  candidato. O que aqui chamei à discussão foi a "cambalhota" que Pizarro deu no compromisso que tinha com o MPN. E sobre isto vocês ainda não me conseguiram dar uma única justificação, nem que fosse uma justificação esfarrapada. Estou em crer que nada de concreto existia e/ou isto foi tudo uma invenção de quem queria ir para as listas do PS-Porto.

«António Alves» no Facebook >> Caro David compreenderá que se houver explicaçòes a dar elas serão dadas oficialmente e, por razões óbvias, nunca a si. Tenha paciência e espere pelo tempo próprio. O MPN nunca esteve melhor que hoje: os carreiristas, os arrivistas e os oportunistas de personalidade autocrática já sairam todos. O caminho correcto começa agora. :-)

«David Ribeiro» no Facebook >> Gostei da sua resposta, António... embora tenha ficado na dúvida em que categoria me engloba:  os carreiristas, os arrivistas ou os oportunistas de personalidade autocrática :-)

«António Alves» no Facebook >> O amigo já saiu do mpn?

«David Ribeiro» no Facebook >> Da forma como vocês me têm tratado, até parece que sim. Desde que pedi a suspensão do meu mandato que nunca mais soube nada do MPN.

«António Alves» no Facebook >> Se está suspenso e a apoiar uma candidatura não apoiada pelo mpn é natural que assim seja.

«David Ribeiro» no Facebook >> Não entendo muito bem isso, mas aceito que assim queiram que seja. E os outros simpatizantes, sabem como vai indo o Movimento? Tenho falado com alguns e nada sabem.

«António Alves» no Facebook >> Não temos obviamente  escondido nada. Sempre que há algo relevante colocamos online.



Publicado por Tovi às 08:23
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 3 de Agosto de 2013
Rui Moreira é muito mais socialista que Pizarro

Brutal o que Pedro Baptista escreveu hoje no seu mural do Facebook:

{#emotions_dlg.chat}  É natural que cada vez mais socialistas se revejam na candidatura de Rui Moreira. Se ser socialista é estar motivado socialmente com o estado das pessoas num momento como o que passamos, Rui Moreira está léguas à esquerda do candidato da concelhia do PS-Porto. Se ser socialista é procurar uma alternativa de um estado social distanciado dos modelos soviéticos ou salazaristas, Rui Moreira está léguas à esquerda do dito cujo, ex-homem de mão de Sócrates. Se ser socialista é ser de boas contas e querer um desenvolvimento sustentado e não a riqueza do calote, Rui Moreira está de novo a léguas do ex-funcionário do PCP que é o candidato do PS. RUI MOREIRA É MUITO MAIS SOCIALISTA DO QUE PIZARRO! Não é por acaso que estou com ele. É também POR SER SOBRETUDO UM HOMEM DO PORTO QUE QUER UMA CÂMARA A PENSAR NO PORTO E EM NADA MAIS!

«Gonçalo Graça Moura» no Facebook >> um bom motivo para não votar em nenhum deles...

«Jose Antonio Salcedo» no Facebook >> Ser socialista é ser de boas contas??? Lololol

«David Ribeiro» no Facebook >> Bravo, Pedro Baptista. Está na hora de se dizerem as verdades.

«António Alves» no Facebook >> ser socialista implica querer mudar as relações de produção. não me parece que Pizarro, e muito menos Moreira, estejam nessa ;-)

«Jorge De Freitas Monteiro» no Facebook >> Socialista o Rui Moreira? Ja lhe disseram?

{#emotions_dlg.chat} A campanha do PS/Porto para a Câmara foi imposta pelo próprio candidato, um especialista em comprar apoios (votos) dentro do partido a troco de favores, que fez com esse método toda a carreira partidária no PS, quer enquanto médico do SNS quer enquanto secretário da saúde de Sócrates. É uma candidatura que os próprios dirigentes distritais do PS quiseram evitar, sabendo-a condenada ao fracasso, uma vez que preferiam convidar Rui Moreira sem nunca saberem, todavia, se ele aceitaria uma candidatura partidária. Como o candidato conseguiu arregimentar o velho e famoso aparelho da concelhia do Porto, não pode o PS fazer mais do que engolir o sapo. Todavia, toda a gente percebeu que é a pior candidatura de sempre do PS, pior do que a do Assis e da Elisa, com o pior resultado de sempre, e que CADA VOTO AÍ  DEIXADO É UM VOTO PERDIDO que vai favorecer o Meneses (se este for candidato). PORQUE RUI MOREIRA É O ÚNICO CANDIDATO QUE AFRONTA FILIPE MENESES, O ÚNICO QUE O PODE DERROTAR E O ÚNICO QUE O VAI DERROTAR COM A AJUDA DE TODO O PORTO. É nele que se devem concentrar todos os votos CONTRA A DIREITA QUE É O MENESES e este triste candidato do PS não quer mais do que ser eleito vereador para negociar umas coisinhas com o poder e abichar alguma coisa, que não tem mentalidade para mais nem para menos do que isto. Além disso, last but not least, SÓ A CANDIDATURA DO RUI MOREIRA É UMA PEDRADA NO CHARCO PODRE DA PRETENSA DEMOCRACIA, capaz de assustar e fazer recuar o arbítrio com que os partidos põe e dispõe do país... TODOS AS RAZÕES PARA QUE TODOS OS QUE NÃO QUEREM O CANDIDATO DO GOVERNO ENGROSSEM A CAMPANHA EM FAVOR DE RUI MOREIRA!

«José Camilo» no Facebook >> PS: mais uma biografia que desconhecia. Obrigado Pedro Baptista

«José Costa Pinto» no Facebook >> Este texto podia ser dissecado até ao tutano. Muito divertido e exemplar.

{#emotions_dlg.chat} Como pelo que se vê, algumas verdades estão a enervar as hostes da candidatura dos da concelhia do Porto do PS, afirmo e repito que este candidato, que tem vindo a atacar ferozmente, nos últimos dias, a candidatura independente de Rui Moreira, é dentro do próprio PS uma segunda escolha, pois a Distrital socialista do Porto bem preferiria ter como seu candidato o Dr. Rui Moreira no caso de ele aceitar. Simplesmente o presidente da concelhia impôs a sua própria candidatura, com os apoios com que sempre fez e  faz política suja: troca de favores. É neste contexto que é natural que cada vez mais socialistas dirijam o seu voto para Rui Moreira e também para Nuno Cardoso que foi vítima de ataques inaceitáveis porque inteiramente falsos. O que aparece mais assustar tanto o PS como o PSD é vir a ser eleito no Porto um candidato independente, abrindo terreno para as necessárias alterações legais que permitam candidaturas independentes em círculo uninominais à A.R. e assim o fim do monopólio partidário sobre a vida política portuguesa.

«David Ribeiro» no Facebook >> O PS-Porto cavou a sua própria sepultura.

«Albertino Amaral» no Facebook >> Pois é, esta candidatura do Dr. Rui Moreira veio agitar muito as águas... Não estava previsto nos planos e muito menos por agora... Que grande chatice...!

«Jose Pereira» no Facebook >> Os políticos estão a abrir um cova, onde mais tarde ou mais cedo todos eles vão cair... assim seja...

«António Baptista Lopes» no Facebook >> Se fosse eleitor no Porto votaria Rui Moreira. Enquanto militante socialista lamento que o PS nao  tenha apoiado esta candidatura.

«José Ribeiro» no Facebook >> Isso é que é fazer campanha!!! Porque será ???

«Pedro Baptista» no Facebook >> É uma boa pergunta, José Ribeiro, mas a resposta ainda é melhor: é que eu amo a minha cidade, não a um grupo partidário que se serve dela para obter vantagens pessoais. E foi SEMPRE assim. Neste caso, nem dá para dizer que é mais fácil um burro fazer perguntas do que um sábio responder...


Publicado por Tovi às 08:37
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 28 de Julho de 2013
Autárquicas no Porto - Sondagem de Julho

Aqui está a intenção de voto dos portuense para as próximas autárquicas (Eurosondagem/JN). Luís Filipe Menezes e Rui Moreira praticamente continuam com as mesmas percentagens do mês passado, mas Manuel Pizarro desce 2,3 pontos percentuais. Será que é  Nuno (e não Rui como está escrito no gráfico) Cardoso que está a "roubar" votos ao PS?


«José Camilo» no Facebook >> Acho estranho e ignóbil que por baixo do nome de Menezes apareçam as siglas de três partidos. Nos cartazes não. Querem ver que Carlos Cruz tem razão?

«David Ribeiro» no Facebook >> Em relação à última projecção da Eurosondagem/JN feita em 2 de Junho, a de hoje apresenta Luís Filipe Menezes (PSD) a descer 0,5%, o independente Rui Moreira a subir 0,2% e Manuel Pizarro do PS com uma descida verdadeiramente significativa e que atinge os 2,3%. Nesta sondagem entrou pela primeira vez o independente Nuno Cardoso e consegue uns surpreendentes 3,6% de intenções de voto.

«Fatima Gabriel» no Facebook >> Acho que vai alterar-se

«José Costa Pinto» no Facebook >> O Rui Moreira devia colocar a figura do Rui Rio num canto dos seus cartazes, para os eleitores mais distraídos saberem do facto. A maioria das pessoas vota por inércia.

«António Alves» no Facebook >> mudanças de 0,2% ou 0,5% numa amostra de 800 pessoas são estatisticamente não significativas.

«David Ribeiro» no Facebook >> ...já a descida de 2,3% de Manuel Pizarro é bastante significativa do estado a que chegou o PS-Porto.

«Jorge Godinho» no Facebook >> ISSO É PROPAGANDA DO MENEZES. OS CÃES LADRAM E A CARAVANA PASSA.

«António Alves» no Facebook >> talvez. mas à algo que estão a esquecer e que não é tido em conta nestas sondagens: no boletim de voto estão símbolos partidários não o nome nem as caras dos candidatos ;-)

«David Ribeiro» no Facebook >> Penso que o nome oficial da candidatura de Rui Moreira é "Rui Moreira Porto 2013" e será isso que vai aparecer no boletim de voto.

«José Camilo» no Facebook >> Leio cada disparate. Típico dos apoiantes da "união nacional".

«António Alves» no Facebook >> não me parece q possa aparecer uma candidatura nominal no boletim

«David Ribeiro» no Facebook >> Segundo a Lei em vigor "a denominação identificadora do grupo de cidadãos eleitores não pode conter mais de cinco palavras que, por seu turno, não podem fazer parte das denominações oficiais dos partidos políticos ou das coligações com existência legal" pelo que estou certo ser possível a denominação «Rui Moreira Porto 2013», caro António Alves.

«António Alves» no Facebook >> mas o que mais me agrada é verificar que as sondagens do JN já são óptimas ;-)

«Zé Carlos» no Facebook >> Menezes ainda consegue aparecer destacado. Se esse oportunista profissional  ganhar os portuenses que votaram nele deviam ser responsabilizados também por tudo o que acontecer ao Porto

«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.chat} Manuel Pizarro, candidato do PS, não vai além de 22,5% de intenções de voto na sondagem publicada hoje no JN, o que é inferior ao resultado de Elisa Ferreira nas eleições autárquicas de 2009 em 12,2 pontos percentuais. As últimas tomadas de posição políticas do Partido Socialista a nível nacional e uma má escolha de candidato à Câmara do Porto, deverão ser as causas mais importantes deste resultado negro para os socialistas portuenses. Luís Filipe Menezes ainda não sabe se vai ou não poder concorrer à Câmara do Porto, mas para já lá vai conseguindo enganar os tolos com papas e bolos. Rui Moreira é, sem dúvida, o candidato mais bem preparado para assumir a Câmara do Porto.



Publicado por Tovi às 08:53
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 2 de Junho de 2013
O primeiro milho é para os pardais

(Fonte: Eurosondagem / JN)


«Pedro Felgar Couteiro» no Facebook >> Oh my f***ing god! Mas o Menezes ainda está em campo? O tribunal não pôs fora? [estou mesmo a leste, literalmente]

«David Ribeiro» no Facebook >> Ainda não, caro Pedro... Aguarda-se decisão do Tribunal Constitucional.

«Pedro Felgar Couteiro» no Facebook >> Esta justiça ridícula não sabe o que é juris- PRUDÊNCIA? Se vários candidatos lapa já foram barrados, qual a dificuldade em despachar sentenças iguais??? [a Tugalância não tem emenda e não tem futuro com estes juízes sem juízo]

«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.star} É óbvio que a procissão ainda vai no adro, mas a projecção da Eurosondagem que o JN hoje publica confirma aquilo que tenho vindo a dizer: Manuel Pizarro e o Partido Socialista já não são a escolha dos portuenses para liderarem a Câmara da Invicta. Repare-se que Elisa Ferreira, candidata independente pelo PS nas últimas autárquicas, obteve 34,7% dos votos, quando Pizarro nesta sondagem não vai além dos 24,8%.



Publicado por Tovi às 08:35
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 17 de Maio de 2013
Regionalistas em pé de guerra

Na primeira página do Semanário Grande Porto de hoje (17Mai2013 - Ano III - Edição nº 203):

{#emotions_dlg.star} Eleições autárquicas aprofundam divisões entre regionalistas 

Integrantes do Movimento Partido do Norte estão em lados opostos da barricada. Em causa a presença de Ferraz Alves na Comissão de Honra da candidatura socialista ao Porto. (notícia completa na página 10)


«Fernando Ferraz Alves» no Facebook >> só o meu irmão é que é "a notícia" ... :D

«Ana Silva» no Facebook >> É Fernando, o teu irmao de facto é tao importante, que esta malta começa logo cedo a falar nele! Isto já nem tem história! Julgam que tem todos mau caracter! Enfim... obrigada pelo tempo de antena que lhe estao dar!

«Zé Zen» no Facebook >> Pode um ativista do MPN, apoiar uma candidatura independentemente do partido em causa, ou não? Como desconheço os estatutos, fico na duvida do sim e do não. :/

«Sérgio Ribeiro» no Facebook >> O MPN foi um projecto que ficou na gaveta. Por isso cada um apoia quem quer e, estão até este momento divididos entre o PS e a candidatura "independente" mas que os ilegais do mp discutem forte entre eles é verdade. Insultam-se reciprocamente com "respeito".


«David Ribeiro» no Facebook >> Pontos mais importantes do trabalho jornalístico de João Queiroz, publicado no semanário Grande Porto de hoje (17Mai2013 – Ano III Edição nº 203) , com o título “Eleições autárquicas colocam regionalistas em pé de guerra”:

{#emotions_dlg.chat} O ex-deputado do PS à Assembleia da República, Pedro Baptista, um dos rostos que esteve na génese da criação do movimento, não se conforma com o facto do líder do MPN, José Ferraz Alves, integrar a Comissão de Honra da candidatura de Pizarro. “É uma vergonha que o faça alardeando-se como presidente do MPN. Segundo me dizem, os que lutaram pela causa e me têm contactado, indignados e revoltados, ninguém lhe deu nenhum mandato para isso”, afirma o fundador do movimento, para quem é o candidato do PS quem “fica pior na fotografia, porque lhe deu a cheirar um lugar na Assembleia Municipal, com a condição de aparecer como representante do MPN”.

{#emotions_dlg.chat} David Ribeiro integrava a direcção do movimento até há cerca de mês e meio, altura em que suspendeu o mandato por “discordar da posição tomada quanto às autárquicas e para estar ao lado da candidatura de Rui Moreira”, que também é apoiado por Pedro Baptista. E lembra que “a última assembleia geral mandatou a comissão executiva para estabelecer os contactos com os partidos para eventuais coligações, mas que teriam depois de ser ratificadas por uma nova assembleia geral”, o que não aconteceu.

{#emotions_dlg.chat} Contactado pelo GRANDE PORTO, Ferraz Alves confirma que o apoio a Pizarro não foi aprovado em assembleia geral, não só pelo facto de ter sido necessário “tomar uma decisão célere”, e “porque também não houve condições para reunir devido à falta de sede do movimento”. Mas recorda que a Comissão Executiva, que foi mandatada para concorrer às próximas eleições, decidiu por unanimidade apoiar Pizarro, de quem partiu o convite ao líder do MPN para integrar a sua Comissão de Honra. “Fui convidado pessoalmente pelo mérito do meu trabalho e pediram-me para tomar a opção de ir sozinho ou ir em representação do movimento. E eu considerei que eta seria uma boa forma de o promover, porque nos revemos nas propostas e na posição do candidato quanto à Regionalização”, acrescenta o líder do MPN, que admite que o apoio a Rui Moreira chegou a ser equacionado, mas mereceu “uma forte oposição por parte dos seus membros por ter uma estratégia muito elitista em relação ao Porto e ao Norte do país”.

{#emotions_dlg.chat} De acordo com Ferraz Alves, o acordo com os socialistas prevê a inclusão de três representantes do movimento na lista que vai concorrer à Assembleia Municipal do Porto, sendo que apenas um ficará colocado em lugar elegível. Ao GP, Pizarro nega, porém, que haja promessas de lugares em troca de apoios.

 

«Pedro Baptista» no Facebook >> A mais divertida é a última linha da notícia. O Pizarro nega-lhes os lugares que lhe prometeu. O trabalhinho de enganar meia-dúzia de pessoas, se tanto, está feito, iam agora dar-lhe os lugares para quê? Só se o Pizarro não fosse quem nós sabemos que é. Mestre no de que pior tem a política! Uma vergonha esta experiência, que terminou há muito, ter acabado com a comissão liquidatária (Dois?, Três?, Um?) a ver se arranja um tachinho que o mariola que lhe deu a cheirar e agora NEGA. Enfim, em tanta tristeza, tanta estupidez, ainda dá para rir. Quando os NORTENHOS QUISEREM há-de haver um Partido do Norte, ou semelhante, e nós estaremos lá... Um bom passo em frente, JÁ, será a vitória independente de RUI MOREIRA!

«Ana Silva» no Facebook >> "...o movimento do doutor Pedro Baptista, de ruptura e de guerra com todos, morreu." Felizmente morreu, pois o de Ferraz Alves nao entra guerras, nem falta ao respeito a ninguem! O MPN de Ferraz Alves nao se vende aos burgueses que conquistam votos na troca de favores. A ler na pagina seguinte:" Rui Rio e Rui Moreira: tao amigos que os antigos inimigos se tornaram". Rui Moreira, o "independente" dependente dos amigos de Rui Rio. Lamentavel e vergonhosa toda esta polemica, David Ribeiro!

«David Ribeiro» no Facebook >> Quanto a "não falta ao respeito a ninguém" eu tenho muitas dúvidas, mas não é aqui o local para se falar disso, até porque eu gosto de debater ideias e não pessoas. E já agora fica aqui dito que tenho muito apreço e consideração pessoal por José Ferraz Alves, apesar de não concordar com a posição que tomou em relação às próximas autárquicas enquanto líder do MPN.

«Ana Silva» no Facebook >> Apreço?! O David sabe perfeitamente que o José Carlos nao falta ao respeito a ninguem, e erradamente pensa mais nos outros que nele! Isto é uma traiçao lamentavel que eu, Ana Santos Silva, jamais esquecerei!

«David Ribeiro» no Facebook >> Pois!... A este seu último post vou responder-lhe por mensagem privada.


«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.star} Já agora, e sem qualquer tipo de bajulação ao autor, gostaria de salientar a imparcialidade e rigor do trabalho que o jornalista João Queiroz publicou no semanário Grande Porto de hoje (17Mai2013 – Ano III Edição nº 203), com o título “Eleições autárquicas colocam regionalistas em pé de guerra”. Isto sim, isto é fazer JORNALISMO.



Publicado por Tovi às 08:26
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 14 de Maio de 2013
Comissão de Honra de Manuel Pizarro

Chegou-me hoje às mãos esta imagem da Comissão de Honra de Manuel Pizarro, Candidato à Câmara do Porto pelo PS e sobre ela quero fazer o seguinte comentário:

Faz parte desta Comissão de Honra o Dr. José Carlos Ferraz Alves, pessoa que muito estimo e a quem me habituei a reconhecer como um defensor da Regionalização e do Norte. No entanto e na minha humilde opinião, Ferraz Alves na campanha do PS à autarquia portuense não devia invocar a qualidade de Presidente do Movimento Partido do Norte, pois este movimento cívico nunca colocou à votação dos seus militantes esta “coligação” com o Partido Socialista para as Autárquicas’13, quando na última Assembleia Geral do MPN tinha sido aprovado que qualquer eventual associação a partidos políticos para as próximas eleições deveria ser aprovada pelos militantes em nova AG.


«Guilherme Lickfold» no Facebook >> Já deve haver uma grande comunidade chinesa com direito a votar nas autárquicas no Porto.

«Emanuel Santos» no Facebook >> Não se admire. É mais do mesmo!!!

«Fernando Kosta» no Facebook >> Nem mais; ou se trata de uma colagem abusiva (e não surpreendente) do PS ou então o JCFA, não sendo mandatado, com esta atitude  não honra o seu passado e muito menos o Movimento e todos aqueles que de alguma forma, num ou noutro momento, ajudaram o MPN a dar os seus primeiros passos...



Publicado por Tovi às 13:00
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 22 de Abril de 2013
As próximas Autárquicas no Porto

As Autárquicas’13 não tarda muito estão aí e cá pela Cidade Invicta a luta vai ser bonita de se ver. Neste momento e ainda sem se saber concretamente se o “dinossauro” actual autarca de Vila Nova de Gaia pode ou não concorrer à Câmara do Porto, temos como candidatos: Pedro Carvalho / CDU, um candidato nomeado pela estrutura central do Partido Comunista e que, independentemente de lhe reconhecer algum valor, mais não irá fazer que repetir a “cassete” mais que conhecida e há muito já gasta; Filipe Menezes / PSD, um antigo dirigente dos sociais-democratas que é, sem qualquer sombra de dúvida, um dos principais apoiantes de Passos Coelho; Manuel Pizarro / PS, antigo Secretário de Estado de Sócrates e que ainda não fez um acto de contrição sobre essa sua serventia ao Socratismo; e sobra-nos o independente Rui Moreira, uma pessoa integra e sem mácula, a quem ninguém pode apontar o querer usar o Porto para ser alguém, um Homem da cidade e que sempre lutou pelo Norte contra o centralismo do Terreiro do Paço. E vocês, quem vão apoiar?... Eu cá não tenho dúvidas, Rui Moreira é o meu candidato.



Publicado por Tovi às 07:31
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 7 de Novembro de 2012
Tertúlia do semanário Grande Porto

Estive hoje ao fim da tarde na Tertúlia que o semanário Grande Porto organizou no Hotel Infante Sagres e que versava o tema “Políticas e Coligações à Esquerda para o Porto”. Desta reunião fica para memória futura que cada vez tenho mais consideração por José Luís Carneiro, líder da Distrital-Porto do Partido Socialista, muito mais “espírito aberto” do que Manuel Pizarro, da Concelhia PS e candidato à Câmara Municipal do Porto. João Semedo do BE, o outro interveniente nesta tertúlia, também me agradou, especialmente quando deu um “puxão de orelhas” a Manuel Pizarro, por já se ter anunciado como candidato à autarquia portuense e vir depois convidar o BE e PCP para uma eventual coligação à esquerda nas próximas autárquicas. Convenhamos que Pizarro “borrou a escrita toda”, pois uma coligação faz-se antes de se anunciar o candidato, mesmo que esse candidato pudesse ser de consenso geral. Também se falou de Regionalização, assunto que José Luís Carneiro e João Semedo consideram importante, só que o primeiro diz ser agora a altura de resolver como pagar (ou renegociar) a dívida soberana e depois se avançará para o “dossier” Regionalização, quando João Semedo afirma ser agora a altura ideal para tirar da gaveta este assunto.



Publicado por Tovi às 21:39
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Julho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Posts recentes

A clubite partidária de P...

A Velha Guarda ganhou o P...

A noite das Autárquicas20...

Autárquicas no Porto – Ma...

Autárquicas no Porto – Du...

Morreu o Bispo do Porto

Autárquicas no Porto – De...

Autárquicas no Porto – Pa...

Aquilo anda mal por Aldoa...

A estratégia de “Cavalo d...

Fala quem sabe…

Primeira sondagem sobre ...

Socialistas do Porto aban...

Afinal o PS vai a votos n...

Rui Moreira descarta apoi...

Quem irá ser o número doi...

Sabem o que é um "chuço"?

Luís Cunha Ribeiro detido...

Então como é?... O PS vai...

O PS vai a votos nas Autá...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus