"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."
Sábado, 8 de Abril de 2017
Acidente em fábrica de pirotecnia em Lamego

Explosão%20em%20fábrica%20de%20pirotecnia%20em%2

Mais uma vez, infelizmente, um acidente grave nas fábricas de pirotecnia do Norte. Foi na passada terça-feira, poucos minutos antes das 18 horas, que terríveis e ainda inexplicáveis explosões destruíram completamente uma fábrica de pirotecnia em Avões, freguesia de Penajóia, concelho de Lamego, mantando oito pessoas: o proprietário, uma sua filha, três genros e uma sobrinha, mais dois empregados. Na altura em que escrevo este texto (20h30 de 6Abr) ainda só se recolheram seis corpos, continuando as buscas no local para se encontrar os restos mortais de outros dois.
Nos últimos 12 anos, morreram 22 trabalhadores em acidentes em fábricas de fogo de artifício em Portugal. Muitas vezes as condições de segurança até existem, pois são obrigatórias para a legalização da actividade, mas as muitas encomendas nesta época do ano provocam pressas que fazem “esquecer” todas as normas. Não sei se foi o caso, mas é muito provável que tenha sido.

 

   Cronologia dos principais acidentes em pirotecnias

4 de Abril de 2017: Seis mortos e duas pessoas desaparecidas numa explosão numa fábrica de pirotecnia em Avões, Lamego.
9 de Março de 2017: Um morto numa explosão numa fábrica de pirotecnia em Mancelos, concelho de Amarante.
23 de Janeiro de 2014: Um homem de 42 anos morreu num paiol de uma fábrica de pirotecnia de Rio de Mouros, concelho de Penafiel.
12 de Agosto de 2010: Um morto num paiol da freguesia de Mancelos, concelho de Amarante.
30 Julho de 2010: Um morto numa fábrica de pirotecnia, em Amares.
4 de Maio de 2010: Um morto e dois feridos graves morrem num acidente numa fábrica em Canidelo, Vila do Conde.
17 de Fevereiro de 2010: Dois trabalhadores morrem em oficina de pirotecnia da Póvoa de Lanhoso.
7 de Agosto de 2008: Explosão numa oficina de Ponte de Lima causa ferimentos em oito trabalhadores, um dos quais acabou por falecer nove dias depois.
26 de Setembro de 2006: Morre um dos quatro feridos numa explosão numa fábrica de pirotecnia de Vila do Conde.
8 de Junho de 2006: O filho do dono de uma oficina da freguesia de Calde, Viseu, morre numa explosão que causou outros dois feridos.
30 de Junho de 2005: Explosão numa oficina de Nespereira Alta, S. Pedro do Sul, provoca três mortos e um ferido grave.
30 de Março de 2005: Morre uma funcionária numa explosão numa fábrica de S. Vicente de Ponte, Vila Verde.
31 de Janeiro de 2005: Explosão do paiol de uma fábrica de pirotecnia em S. Paio de Antas, Esposende, mata um trabalhador.



Publicado por Tovi às 08:28
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Agosto 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Posts recentes

Guimarães 1 - 1 Boavista

Manhã de um domingo de Ve...

Morreu Alexandre Soares d...

Continua a "Guerra dos Pe...

Demorou um pouco... mas j...

Greve dos motoristas de m...

Mais eleitores nas Legisl...

Boavista 2 – 1 Desportivo...

81ª Volta a Portugal em B...

Rodrigues de Pinho... do ...

A "guerra dos petroleiros...

PSP - Comando Metropolita...

Moqueca de Camarão

Hiroshima, 6 de agosto de...

Pimentos Padrón

Casa Pia 2 - 0 Boavista

Novilho Aberdeen-Angus Na...

Sondagem da Multidados pa...

Candidatos do PSD pelo Cí...

Partido RIR... de Tino de...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus