"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."
Segunda-feira, 11 de Janeiro de 2016
Cheia no Rio Douro

Cheias no Douro 11Jan2016 ad.jpg

O perigo já passou, felizmente… mas estava tudo pronto para acorrer a uma eventual grande cheia.

 

  Informação de "Porto.pt" actualizada às 4h00 de hoje

Água invadiu cidade em Miragaia e na Ribeira

Desde 2006 que a água não ultrapassava as margens do Douro, no Porto. Esta noite, cerca da uma hora da manhã, Miragaia começou a ser invadida e, pouco depois, era a Ribeira que se transformava em rio.

As águas, provenientes sobretudo dos afluentes do Douro, cujo caudal aumentou devido às chuvas persistentes dos últimos dias, entraram em algumas casas e estabelecimentos comerciais, mas não houve alarme, graças à informação prestada às populações e ao serviço de proteção civil, que auxiliou na retirada de bens e de viaturas.

No Centro de Previsão e Prevenção de Cheias, no Porto, desde cedo se começou a preparar a noite, com a presença dos presidentes das Câmaras de Porto, Gaia e Gondomar e a Secretária de Estado Adjunta e da Administração Interna, além das autoridades marítimas e terrestres. As previsões então traçadas e a gestão cuidada das descargas feitas pelas várias barragens no Douro permitiram minimizar os impactos. A noite, apesar de molhada, foi serena e sem incidentes de maior, no Porto.

O viaduto de Massarelos encontra-se encerrado por prevenção.

Há hora em que esta notícia foi escrita (4 horas da manhã), no mar, a maré já baixava e o rio começava a ter outra capacidade de escoar os mais de seis mil metros cúbicos que a barragem de Crestuma/Lever chegou a debitar.

O Porto, que recorda catástrofes de outrora, quando as previsões eram ainda insípidas e os instrumentos de controlo do caudal não existiam, viveu uma noite de cheia, como não vivia há anos, mas ultrapassou-a com serenidade e, até, naturalidade e boa disposição.

Rui Moreira, o presidente da Câmara; o seu vereador da Proteção Civil, Sampaio Pimentel; os comandantes dos Bombeiros Sapadores e da Polícia Municipal e todos os funcionários municipais envolvidos na operação, não largaram as margens do Douro enquanto não perceberam que o rio, embora indomável, estava a conviver bem e transitoriamente, com o seu novo leito. Nem se foram embora sem deixar um gesto de carinho a quem mais sofre com os humores da natureza.

 

  JN online - 13h00 de 11Jan

Um helicóptero da Força Aérea e meios da Marinha estão a realizar, esta segunda-feira, buscas próximo da foz do rio Douro, no Porto, para encontrar três possíveis desaparecidos após o alerta de um alegado naufrágio de uma embarcação de recreio.

 

  CM online 21h55 de 11Jan

Polícia Marítima suspende buscas na foz do Douro - Autoridades alegam falta de indícios de naufrágio - A Polícia Marítima suspendeu esta segunda-feira as buscas para encontrar três possíveis desaparecidos na zona da foz do rio Douro, no Porto, depois de ter recebido um alerta de naufrágio que não foi confirmado, disse à Lusa fonte daquele organismo. (…) Já à tarde, o capitão do Porto do Douro e Leixões, Teixeira Pereira, referiu haver indícios de que se tratasse de um "falso alarme". (…) Segundo o capitão Teixeira Pereira, o nome do navio "Odivelas" não foi encontrado na lista de registos, não havendo sequer um nome parecido, e também não se recebeu sinal da embarcação a emitir pedido de socorro. "São vários indicadores que levam a pensar em falso alarme", acrescentou.



Publicado por Tovi às 10:56
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Junho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9

20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Posts recentes

A Regionalização no "Mani...

Manifesto X

"Salas de chuto" no Porto

Como Afonso de Albuquerqu...

Estreito de Ormuz e a His...

Misteriosos ataques... ou...

Morreu Aureliano Veloso

Uma resposta como manda a...

Morreu Ruben de Carvalho

Uma pedrada no charco

Ganhamos a 1ª edição da L...

Queixomil... em Baião

A final é no domingo

Portugal 3 – 1 Suíça

Operação TEIA… para já fi...

Houve uma avaria... mas j...

Proibição de abate nos ca...

E pronto… instauraram-me ...

Angola… ainda há miséria

Repórter TVI – “O Compadr...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus