"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."
Quarta-feira, 24 de Março de 2021
“Cowboyada” no Bairro da Quinta das Lagoas

bairro.jpg

23mar2021
   12h20 - A PSP foi chamada à zona de Santa Marta de Corroios, no concelho do Seixal devido a alguns distúrbios, tendo sido recebida a tiro.
   14h55 - Há pelo menos dois homens armados e escondidos no telhado, após o tiroteio que surpreendeu os agentes da autoridade. Um dos suspeitos será ex-recluso.
   15h02 - A PSP reforçou os operacionais no local e alargou o perímetro de segurança. Foi também acionado o Grupo de Operações Especiais.
   15h54 - Montado um Posto de Comando Tático no local devido à complexidade da operação. A PSP levantou também um drone na zona.
   16h26 -Os 10 indivíduos que a PSP procura já foram localizados. Estão encapuzados e barricados em duas casas do bairro da Quinta das Lagoas.
   17h39 - PSP evacua casas no Seixal e “garante segurança” dos moradores em cerco a 10 homens armados. A Comissária da PSP fez um ponto da situação do cerco sanitário no bairro do Seixal tendo se recusado a responder às perguntas dos jornalistas. A agente referiu que chegaram ao bairro por volta das 12h20, após terem sido chamados para conflitos na zona (Rua Bento Gonçalves), foram recebidos com tiros por parte de moradores tendo os polícias ripostado recorrendo igualmente a armas de fogo, mas garante que não há agentes feridos. O local foi reforçado com mais forças de segurança, algumas casas foram evacuadas e carros retirados do perímetro de segurança.
   18h27 – A PSP vai iniciar negociações com os suspeitos que ao início da tarde dispararam contra os agentes que se deslocaram ao bairro da Quinta das Lagoas, em Santa Marta de Corroios, no Seixal, na sequência de "desordens e agressões". "Será iniciado o contacto verbal com os suspeitos - negociação - tendendo a resolver os incidentes sem necessidade de intervenção tática", afirmou a comissária da PSP Sara Ferreira.
   
19h16 - Os moradores do bairro de Corroios estão na rua à espera para poderem voltar às suas casas. No aglomerado de pessoas que espera para poder regressar a casa incluem-se crianças e pessoas que saíram de manhã para trabalhar e regressam agora ao bairro sem ter para onde ir. A câmara já assegurou que vão ser distribuídas refeições a estes moradores até que sejam autorizados a regressar a casa.
   
20h12 - O presidente da Associação de Moradores da Quinta das Lagoas e a família estão entre as dezenas de moradores daquele bairro que estão impedidos de regressar a casa devido ao incidente entre um grupo e a polícia. "Estou à espera para entrar em casa há mais uma hora, mas a minha mulher já aqui está desde o meio-dia", disse pelas 19h15 aos jornalistas Nelson Mendes, de 34 anos, operário da construção civil, residente naquele bairro, no concelho do Seixal, distrito de Setúbal, há cerca de 12 anos. "Não temos para onde ir, só tenho família em Cascais, mas não é fácil levar para lá toda a família neste momento", acrescentou o presidente da associação de moradores da Quinta das Lagoas, onde residem mais de 300 pessoas.
   
20h15 - Terminou a operação musculada no bairro do Seixal. A megaoperação resultou na detenção de um suspeito e há dois que se encontram em fuga. De acordo com a comissária, os suspeitos não estariam nas habitações que foram cercadas pela polícia.

 

    Títulos dos jornais de hoje sobre este assunto

Correio da Manhã – Gang armado fura cerco da PSP.

Jornal de Notícias – Polícia cerca bairro de lata em Corroios depois de ser recebida a tiro.

Público – Cerco de várias horas acaba com um detido e dois suspeitos em fuga.

Expresso onlineTroca de tiros, um detido, dois suspeitos em fuga, oito horas de impasse e um princípio de negociação.

Observador onlineTroca de tiros em Corroios. Suspeitos fintaram cerco, estão em fuga e não estavam barricados. O único detido não estava no local.

 

24mar2021
   12h16 - A PSP foi esta quarta-feira chamada de volta ao bairro de lata em Corroios, no Seixal, para uma ocorrência que não está relacionada com a troca de tiros de terça-feira. Em causa estará um episódio de desavenças familiares. Não são conhecidos feridos.
   15h38 - O homem suspeito de envolvimento no incidente que ocorreu na terça-feira no bairro da Quinta das Lagoas, no Seixal, em que terão sido efetuados disparos contra a polícia, foi libertado depois de inquirido, revelou esta quarta-feira a PSP.
   18h11 - 
A PSP voltou esta quarta-feira ao bairro da Quinta das Lagoas, em Santa Marta de Corroios, no Seixal, depois de há menos de 24 horas ter estado numa troca de tiros que se transformou num impasse de várias horas e que culminou na detenção de um suspeito (entretanto libertado) e na fuga de outros dois. Desta vez foram detidas duas pessoas no bairro - uma delas esteve envolvida nos incidentes de terça-feira. A PSP diz em comunicado que “uma pessoa encontrava-se a ser agredida e ameaçada por outras duas”, com recurso a uma arma branca, “fruto de desentendimentos antigos entre vizinhos”. O comunicado diz mais: “uma das pessoas detidas encontrava-se envolvida nos incidentes verificados ontem no mesmo bairro”. O Comando Distrital de Setúbal desmente a possibilidade de esse detido ser um dos suspeitos em fuga. “Estar envolvido pode ser como testemunha, como vítima”, exemplifica fonte do comando local.

 

   Tanto quanto parece, foi assim...
O cerco policial ao bairro de Santa Marta do Pinhal foi motivado por um emigrante regressado esta semana, ao fim de 15 anos em França, e que, alcoolizado disparou três tiros de caçadeira, do telhado de sua casa, contra um café onde estavam vários moradores. Quando a Polícia chegou, disse que estava a defender-se de encapuzados barricados na sua casa, o que desencadeou todo o aparato de segurança. Testemunhas garantiram que o emigrante tinha sido o único a disparar e não houve outros intervenientes. O homem chegou a ser levado pela PSP, mas foi libertado durante a noite. Na quarta-feira de manhã, o suspeito foi visto a ser de novo conduzido para fora do bairro por polícias, agora algemado, mas não pela PSP, apesar de esta força ter regressado ao local, para acudir a uma rixa entre vizinhos. A Polícia Judiciária, que investiga o caso, não tinha, na quarta-feira à noite, formalizado qualquer detenção, sem confirmar ter levado Roberto.


Tags: , ,

Publicado por Tovi às 08:01
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Julho 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Posts recentes

Ser, ou não ser, um Enófi...

Assembleia Municipal do P...

Resultados preliminares d...

Falcões que nasceram no e...

João Aguiar é candidato à...

Marítimo 0 - 1 Boavista

Morreu Otelo Saraiva de C...

Só para os amantes do clu...

Autárquicas no Porto

Do lodaçal para o lamaçal

Vandalismo no Parque da P...

Assembleia Municipal do P...

PS a descer... Bloco e Ch...

Popularidade de Marcelo e...

Da série "Certificado ou ...

Primeira sondagem para as...

Se regarem os cravos este...

Cubanos nas ruas a exigir...

Medalhas Municipais de Ho...

Já tenho as duas doses da...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus