"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."
Segunda-feira, 13 de Junho de 2016
Criança em estado grave após ataque de pitbull

INEM aa.jpg

Estes ACIDENTES são sempre muito graves e necessitamos urgentemente de iniciar uma discussão pública e séria sobre a detenção dos chamados “cães potencialmente perigosos”. É óbvio que a maior parte das vezes os donos não têm as necessárias condições para manterem como “pet” um cão deste tipo, ou então são irresponsáveis e deverão por isso ser severamente punidos. E eu até estou à vontade para dizer isto, pois gosto destes cães a que genericamente chamam de “pitbull”.

  Notícia do JN

 

  Comentários no Facebook

«Rui Moreira» >> Creio que agora temos de fazer exames psicológicos ao pitbull para saber se tem culpa, ou se foi inadvertidamente. E, depois, se a criança sobreviver, proceder a uma acareação entre os dois. Está tudo doido... Ninguém tem condições para ter animais destes.

«Gonçalo Graça Moura» >> o problema é ao contrário, com a legislação absurda que temos estes cães passaram a ser criados quase exclusivamente no bas-fond pelo que ninguém sabe qual o grau de consanguinidade ou que linhas usadas, e, por causa da mesma lei, impede-se a correcta sociabilização destes animais e promove a estigmatização dos donos, só estranho é não haver muitos mais acidentes.

«David Ribeiro» >> No que toca aos chamados “pitbull” a Organização Canina Internacional FCI (Fédération Cynologique Internationale) só reconhece como “raça” as seguintes: Bull Terrier (GB), Miniature Bull Terrier (GB), Staffordshire Bull Terrier (GB) e American Staffordshire Terrier (USA). E estas muito pouco ou nada têm a ver com os "pitbull" que para aí andam.

«Gonçalo Graça Moura» >> e na maior parte dos casos das identificações como "pit bull" a única coisa que têm em comum é o terem quatro patas e cauda (como se identifica uma raça que não tem identidade morfológica?)...

«Raul Vaz Osorio» >> Para mim, e aprendi isto logo no meu primeiro ano a exercer Medicina, a regra é: crianças pequenas e cães grandes não se podem misturar. O caso que me ensinou esta máxima foi o de uma menina de 4 anos mordida pelo pastor alemão da casa na cabeça, cão que nada tinha de perigoso e nunca tinha feito mal a uma mosca. Morreu, mas não sem antes nos ter brindado com o seu encanto e com um sorriso triste nos ter pedido para não deixarmos isso acontecer. Teria hoje a mesma idade que a minha filha mais velha.

«Carlinhos da Sé» >> Esta notícia que o David Ribeiro aqui partilha daria, como diz o Povo, "pano para mangas"... Há muitos anos ouvi um velho amigo (veterinário) já falecido dizer que para ter um cão, os potenciais donos deveriam passar por um ensinamento tipo carta de condução... Depois passavam, ou chumbavam.

«Fatima Gabriel» >> Há uns 2 meses fui à dependência bancária onde tenho 2 tostões. De seguida entra um cliente um cão de porte grande.... com trela e quer o cão quer o dono com ar de civilizados de tal modo que, eu que tenho medo de cães, fiquei tranquila. Não passaram 10' sai um cliente acompanhado de 2 funcionarios e um poderoso cão (pareceu-me pastor alemão). Ambos os cães se cumprimentaram de forma sonora e nada amistosa, contrastando com a passividade dos donos e bancários. Claro refilei - Mas venho eu ao banco tratar de assuntos e levo com uma situação destas?????..... Escusado será dizer que um pedido de desculpa da entidade bancária zero e ainda fui a única personagem má deste insólito filme. E esta hem !!!!! como dizia o saudoso Fernando Pessa

«David Ribeiro» >> Há muitos anos que lido com cães… e com gente que tem cães, sendo que ainda hoje me irrita solenemente aqueles donos que têm prazer em ver o seu cão, seja ele de pequeno ou grande porte, a “fazerem-se” a outros cães. Qual será o prazer de ver um cão a tentar morder outro?... Parece-me frustrações de quem nunca teve corpinho para andar à estalada, quanto mais a entrar num arraial de porrada.

«Maria Manuela Cameira Cardita» >>Totalmente de acordo consigo, David Ribeiro!

«Nuno Granja» >> A minha filha (4 anos) foi atacada por 3 cães num parque público, nenhum era de raça perigosa e como pai foi a a situação mais complicada que passei. Neste momento estou em modo tolerância zero, com os cães e com os donos.

«Fatima Gabriel» >> Totalmente de acordo

«David Ribeiro» >> Infelizmente, caro Nuno Granja, há que ter “tolerância zero” com um grande número de donos de cães… E também já era tempo de se fiscalizar nas zonas públicas toda a regulamentação nacional que há sobre o "ter cão".

«Ricardo Castro Ribeiro» >> Em primeiro lugar, e partindo do princípio que é um Pitt.Bull (Raça proíbida de criar e na lista das raças perigosas), e como refere a peça jornalística, ficou com os donos após visita da GNR. Ora se ficou, é porque tem tudo em ordem no que se refere a papeis, vacinas, seguro, e o Registo Criminal do Proprietário limpo. Partindo daqui, não se pode opinar mais nada. Os cães, sejam de que raça forem, têm de ser educados, tratados com critério e estimados. Se de raça, com consciência de onde o comprou, as linhas de sangue, as doenças e problemas da raça. Não se pode opinar porque se desconheçe o que se passou. A criança não era da casa. O que se terá passado? Falar do que não se sabe é que não, e tirar conclusões, muito menos. Lamento muito pela criança. Ela é única inocente neste caso seguramente, mesmo que tenha feito algo ao cão (com dois anos não poderia fazer muito) Os adultos têm as responsabilidades todas. Já agora como complemento. A FCI, não é a única no Mundo a reconhecer raças e a definir estalões. A raça Pit-Bull Terrier está proibida, e portanto não existe, Porém, nos EUA, a raça Pitt-bull Terrier continua a existir, a ter estalão e a competir, no âmbito do United Kennel Club, do American Dog Breeder Association e All American Dog Registry. No caso do AMerican Kennel Club, o estalão é o do American Staffordshire Terrier. Os Amstaffs inclusivamente, competem nas exposições das outras Associações.

«Marta Brito» >> "...terá arranhado com as patas a menina de dois anos, num momento de distracção dos adultos, quando a criança corria na sua direcção. Terá ficado ferida numa orelha, tendo sido suturada. Além dos bombeiros, estiveram no local militares da GNR, que tomaram conta da ocorrência. O cão estava na casa dos proprietários, que eram amigos da mãe da criança. Aconteceu tudo em espaço privado", referiu fonte da GNR citada pela Lusa. Fonte da GNR adiantou ao JN que o cão ficou entregue à família e será agora alvo de exame por parte do veterinário municipal, para decidir as medidas a adotar. Se a menina fosse contra a bicicleta do menino... e se tivesse magoado numa orelha... Cambada de jornalistas atrasados mentais!!!!!! Gostava de ter um desses jornalistas imbecis aqui... para ele me chamar de pit!!!!!!

«Isabel Oliveira» >> comunicação social e a pior escumalha que existe fazem tudo por sensação sem apurar as verdadeiras razões. criticam julgam e ate matam

«Maria Madalena Paixão Marques» >> Mas o cão não atacou ninguém, arranhou com as unhas, a criança é pequena e teve que ser suturada numa orelha, não é o cão que está mal, são os adultos que deixaram que uma criança de 2 anos estivesse sem supervisão ao pé de um cão, que independentemente de ser pitbull ou caniche não deve estar sem supervisão ao pé de uma criança tão pequena.

«Ricardo Castro Ribeiro» >> A ética e cuidados jornalísticos estão cada vez mais ausentes. Reparem no titulo. Se entrarem agora na página, o titulo mudou. Uma vergonha a fase que o Jornalismo Português está a passar (espero que seja só uma fase)

«Maria Madalena Paixão Marques» >> Uma fase Ricardo, só se for para pior ...

«José Camilo» >> Não há jornalismo em Portugal. Isso acabou e a democracia também. Estou a falar daquela, da outra, da que eu fiz parte e os grandes magnatas ainda não se tinham interessado por notícias e publicidade nos campos de futebol.



Publicado por Tovi às 08:56
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Agosto 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Posts recentes

Pichardo é Medalha de Our...

Ernesto Santos recandidat...

Fernando Pimenta Medalha ...

Boavista 2 - 0 Portimonen...

Patrícia Mamona é Medalha...

Ser, ou não ser, um Enófi...

Assembleia Municipal do P...

Resultados preliminares d...

Falcões que nasceram no e...

João Aguiar é candidato à...

Marítimo 0 - 1 Boavista

Morreu Otelo Saraiva de C...

Só para os amantes do clu...

Autárquicas no Porto

Do lodaçal para o lamaçal

Vandalismo no Parque da P...

Assembleia Municipal do P...

PS a descer... Bloco e Ch...

Popularidade de Marcelo e...

Da série "Certificado ou ...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus