"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."
Quarta-feira, 27 de Abril de 2022
E a Transnístria mesmo ali ao lado

Captura de ecrã 2022-04-26 105227.jpg
Sendo mais do que provável terem sido as forças ucranianas a fazerem esta “brincadeira” no dia da Páscoa Ortodoxa [24abr2022], são capazes de estar a dar tiros nos pés. As tropas de Putin esfregam as mãos de contentes, pois assim têm mais um motivo para ir até à Transnístria. 

Não esquecer que o controle do sul da Ucrânia daria a Moscovo um caminho para a Transnístria (República Moldávia Peridniestriana), região separatista da Moldávia. Esta região começou a ser notícia após umas recentes declarações de Rustam Minnekayev, comandante russo que afirmou que a intenção da Rússia era controlar o sul da Ucrânia para dar acesso à Transnístria, região fortemente pró-russa e onde já estão estacionados militares do país liderado por Vladimir Putin.

 


Captura de ecrã 2022-04-26 225000.jpg"Se os militares russos vierem, todos vão gritar: Hurra!". Na Transnístria, a possibilidade de uma invasão russa é saudada. O repórter da CNN Internacional Karl Penhaul visitou a região separatista pró-Rússia Transnístria, alvo de três explosões esta terça-feira. Fica na Moldávia, muito perto da Ucrânia, e fala-se russo. É mais um território que o Kremlin quer anexar.

  David Ribeiro - Não há dúvida que o acordo assinado a 8 de dezembro de 1991 entre os líderes das três principais repúblicas soviéticas, Rússia, Ucrânia e Bielorrússia, acordo que declarou a dissolução da União Soviética, foi algo a que o mundo ocidental bateu palmas mas que nunca ficou muito bem resolvido, até porque uma grande parte da população das novas repúblicas independentes nem sabiam muito bem o que eram como Povo. As coisas ficaram em banho-maria durante estes anos todos e apesar de alguns casos perfeitamente declarados de "russofonia", ninguém acreditava, ou fingia-se não acreditar, que um dia podia haver problemas graves. Aquele minúsculo território na Moldávia - Transnístria - é um exemplo perfeito do que acabo de dizer.

 

  CNN Portugal, 14h56 de 27abr2022
Está a aumentar a tensão na zona da Transnístria, na Moldavia. O governo da região separatista pró-russa diz que foi alvo de novos ataques da Ucrânia na manhã desta quarta-feira e, a confirmar-se, este é o terceiro dia consecutivo de incidentes na Moldávia. O presidente ucraniano culpa o Kremlin de orquestrar os ataques, enquanto a presidente do país fala em forças internas interessadas em destabilizar a região.



Publicado por Tovi às 07:12
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Junho 2022
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





Posts recentes

Novo(s) Aeroporto(s) em L...

Já soam os tambores de gu...

Conferência dos Oceanos

Danos colaterais da invas...

123.º dia da invasão da U...

Morte trágica de uma meni...

Adesão da Ucrânia e risco...

Sismo no Afeganistão

O imbróglio das sanções a...

Salvar a Descentralização...

Sérgio Sousa Pinto sobre ...

Best in Show das Exposiçõ...

Exposições Caninas de Lam...

Onde se come bem e barato...

A Índia está a comprar pe...

Ainda vão chamar "putinis...

O 'novo' McDonald’s abriu...

Quem controla o quê na Uc...

Traidor ou herói?... e os...

Vladimir Putin... e o cza...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus