"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."
Quinta-feira, 28 de Julho de 2022
Embaixada russa sobre Pedro Abrunhosa

No início deste mês de julho, Pedro Abrunhosa adaptou a sua música "Talvez F****" para condenar a invasão da Rússia à Ucrânia. Embaixada russa em Lisboa condenou o ato do artista... e aqui fica, para memória futura, o texto da "condenação russa":

 


Captura de ecrã 2022-07-27 160422.jpg
A Embaixada tem recebido cartas dos compatriotas russos zangados que afirmam estar chocados pelo comportamento dum dos famosos cantores portugueses Pedro Abrunhosa. Durante o concerto no festival “AgitÁgueda 2022”, a 2 de julho de 2022, ele se permitiu dizer várias coisas grosseiras e inaceitáveis sobre os cidadãos da Federação da Rússia, bem como os seus mais altos dirigentes. Além disso, Pedro Abrunhosa incentivava em êxtase os espectadores, entre os quais os russos que também pagaram os bilhetes, que repetissem o que estava a gritar, tendo no final expressado o desejo que as palavras dele fossem ouvidas em Moscovo.
Senhor Abrunhosa não deve ter dúvidas: as suas palavras, indignas do homem de cultura que ainda por cima representa o país, que está a se manifestar abertamente contra qualquer tipo de ódio e discriminação, foram ouvidas. As respetivas conclusões serão tiradas.
Gostaríamos ainda de relembrar a senhor Abrunhosa que os seus gritos vergonhosos se enquadram em mais de que um artigo da legislação penal portuguesa, sendo que neste contexto informámos através dos canais diplomáticos os órgãos competentes de aplicação da lei.
A Embaixada da Rússia continua a vigiar os interesses dos cidadãos russos residentes em Portugal, e nenhumas provocações ignóbeis contra eles ficarão sem resposta.

 

  Resposta do Ministério dos Negócios Estrangeiros
O Ministério dos Negócios Estrangeiros repudiou o "tom e conteúdo" do comunicado da Embaixada da Rússia em Portugal sobre um concerto de Pedro Abrunhosa onde este músico condenou a guerra na Ucrânia, e defendeu a liberdade de expressão como "inalienável". 
"Foi transmitida à embaixada da Federação Russa, através dos canais diplomáticos, o repúdio pelo tom e conteúdo do comunicado da embaixada relativo ao concerto do músico Pedro Abrunhosa", adiantou esta sexta-feira [22jul2022] à agência Lusa fonte oficial do Ministério dos Negócios Estrangeiros. A mesma fonte do ministério liderado por João Gomes Cravinho destacou ainda que foi sublinhada à embaixada russa "a liberdade de expressão, com particular ênfase no domínio cultural e artístico, como um valor inalienável em Portugal".

 


Captura de ecrã 2022-07-30 114524.jpg



Publicado por Tovi às 08:01
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Setembro 2022
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9



25
26
27
28
29
30


Posts recentes

Exposições Caninas de Ave...

Fernando Araújo é o prime...

A União Europeia perante ...

O tão esperado discurso d...

A Europa numa profunda cr...

Uma escalada bélica...

O 15.º aniversário do Bal...

Boavista 2 - 1 Sporting

Bag-in-Box... Branco M. J...

O renovado Mercado do Bol...

Contraofensiva ucraniana

Até o António Costa o diz

Forças russas em retirada...

Arouca 1 - 2 Boavista

Manuel Pizarro é o novo M...

Contra-ofensiva ucraniana...

Morreu a Rainha Elizabet...

E o inverno está à porta

Medidas de apoio às famíl...

Boavista 1 - 0 Paços de F...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus