"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."
Sábado, 24 de Outubro de 2015
Ferro Rodrigues é o novo Presidente do Parlamento

Ferro Rodrigues presidente AR ab.jpg

A prova que há um novo enquadramento das forças políticas no plenário da XIII Legislatura (há quem lhe chame “a direita” e “a esquerda”) foi a eleição para presidente da Assembleia da República do socialista Ferro Rodrigues, com 120 votos contra 108 de Fernando Negrão do PSD. Quebrou-se assim a tradição de 4 décadas de o presidente do Parlamento sair do partido vencedor das eleições. Estou tentado a admitir que esta eleição foi a primeira vitória de António Costa após o último discurso de Cavaco Silva com fortes críticas aos partidos à esquerda. Agora é praticamente certa uma moção de rejeição ao programa de Governo de Passos Coelho e Paulo Portas pelo Partido Socialista, Bloco de Esquerda e Partido Comunista Português.

 

  Comentários no Facebook

«José Eduardo Regalado» >> Votação que ficou muito longe das que o J. Gama conseguiu: Em 2005 conquistou 197 votos e em 2009 204.

«David Ribeiro» >> A legitimidade na eleição para a presidência da AR consegue-se pela metade dos votos mais um... e não há presidentes de Parlamento "qualificados" pelo número de votos.

«José Eduardo Regalado» >> Eu não disse isso, bastava ganhar por um voto. Só quis dizer que não é uma vitória como já houve outras. Segundo os critérios que hoje servem para deitar abaixo a coligação, ele perdeu a eleição por não ter conseguido tantos votos como um seu antecessor.

«David Ribeiro» >> Esse teu raciocínio não tem razão de ser... Em eleições deste tipo só há "classificação" (1º, 2º, 3º,...), não há "qualificação" (excelente, muito bom, bom, suficiente,...).

«José Eduardo Regalado» >> Se tu o dizes... Eu pensei que agora ganhava quem tivesse ganhado mais votos em relação à anterior, e perdia quem tivesse perdido votos em relação à votação anterior. Afinal não. Tenho que rever os meus conceitos. wink emoticon



Publicado por Tovi às 08:55
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

1 comentário:
De tron a 24 de Outubro de 2015 às 20:16
governo de curta duração como uma pilha de zinco-carvão.
era melhor um governo de iniciativa presidencial até se completarem seis meses desta legislatura e então serem feitas novas eleições


Comentar post

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Outubro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9


24

25
26
27
28
29
30
31


Posts recentes

TGV... Infarmed... e outr...

Da série "repensar o Nata...

Não chamem "isto" ao que ...

Programa Alimentar Mundia...

Boavista 0 - 1 Vitória de...

A opinião livre, lúcida e...

Situação hospitalar de in...

As quatro rotas da TAP no...

Instalar ou não a StayAwa...

Novo Estado de Calamidade...

A eleição indireta para p...

Orçamento de Estado para ...

Gérard Lopez entra na SAD...

Requiescat in Pace

O eterno conflito em Nago...

Num clube de strip...

José Tavares é o novo pre...

Eleição do Presidente da ...

Viva a República ! ! !

COVID-19 - Situação hospi...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus