"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."
Terça-feira, 25 de Agosto de 2015
Isto é possível?...

stcpmetroporto 25Ago2015 a.jpg

 ..a Lei contemplará uma situação destas?

 

  Comentários no Facebook

«Carlos Wehdorn» >> pelos vistos, o máximo argumento é sempre o interesse público relevante...com esse argumento dá para resolver qualquer engulho

«David Ribeiro» >> Pressas de fim de mandato… Uma VERGONHA.

stcpmetroporto 25Ago2015 b.jpg

«José Luis Moreira» >> Despachar tudo, depressa e em força...

«Miguel C Reis» >> Como bem diz o Paulo Santos da Cunha, "A pressa é tanta que, ou muito me engano, ou isto traz água no bico. Vou ser mais explícito, isto cheira a descarada corrupção, e porque à mulher de César não basta ser séria..."

«Paulo Santos da Cunha» >> Dois dias para a apresentação de propostas? Ajuste directo? Mas estamos a brincar ou o "comprador" ja fez a encomenda? Vão brincar com o raio que os parta!

«Raul Vaz Osorio» >> Esta pressa toda ou é por pura teimosia, o que neste governo até nem me espantaria assim muito, ou com maior probabilidade, é corrupção da grossa. O que vai fazer a câmara do Porto, se é que pode fazer alguma coisa? Os tribunais não podem parar esta vergonha?

«Pedro Simões» >> Isto é muito questionavel e muito pouco inteligente...

«David Ribeiro» >> Será que alguém já gastou o dinheirinho que contava receber de luvas pela concessão da STCP e Metro do Porto e agora está com as calças na mão e quer arranjar negócio a qualquer preço? wink emoticon

«Carlos Wehdorn» >> só a compra da nova frota de autocarros deve dar umas boas luvas...e vem aí o frio não tarda

«Jose Riobom» >> DIAP... já....! PJ... já! TC... de imediato...! Tresanda, fede a merda… a filha da putice, a corrupção. Agora é que gostava de ver o Infante D. Henrique a puxar dos galões... mas como de costume falará depois da cagada feita...

«Pedro Simões» >> Meus caros, a adjudicaçao continuara a ser feita por concurso, e ao preço mais baixo. Assim sendo, isto nao é apenas um expediente para acelarar o processo? Por outras palavras, sendo o criterio objectivo e os requisitos os mesmos do concurso internacional - ao qual quem quis concorrer, concorreu; e tendo sido convidados todos os que anteriormente concorreram - tenho dificuldade em ver qual o problema neste procedimento - isto é, onde é que o interesse publico nao esta a ser defendido.

«David Ribeiro» >> Sérgio Monteiro, secretário de Estado dos Transportes, afirmou esta terça-feira de manhã que a opção de concessionar a STCP e o Metro do Porto por ajuste directo se prende com a urgência em terminar este processo até ao final do ano, em nome do "interesse público", já que, insistiu, este é um dos compromissos do programa de assistência financeira e o Estado vai poupar "mais de 120 milhões de euros” com a entrega dos transportes públicos do Porto a privados. Ou seja, a qualidade do serviço que os futuros “donos” vierem a prestar parece não ter qualquer interesse na escolha.

«Tiago Vasquez» >> Não pode haver nenhuma razão para se apressar o assunto a não ser que o ministro ou negociador queira receber os dividendos da sua posição. Se não andássemos tão ocupados na praia até podíamos nos juntar e mostrar a esta gente que não podem tratar o Porto e os passageiros dos transportes públicos Portuenses desta maneira...

«Raul Vaz Osorio» >> Pedro Simões, na melhor das hipóteses é um expediente para evitar o chumbo do TC a um processo pleno de ilegalidades e irregularidades e na pior, é apenas interesse pessoal. O resto é paleio para encher pneus e enganar velhinhas com Alzheimer.

«Pedro Simões» >> Alguem sabe-me dizer quais sao, ou ondo posso consultar, os requisitos que os concorrentes tem de cumprir?

«David Ribeiro» >> Para se ter o caderno de encargos é necessário candidatar-se à subconcessão ou, ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis a membros da Assembleia da República, requere-lo à Secretaria de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações.

«Raul Vaz Osorio» >> Uma vez que a câmara do Porto também levantou o caderno de encargos, fico à espera do ajuste directo com a empresa municipal a designar pelo presidente.

«Carlos Wehdorn» >> aqui o que saiu no DR em 2014

«Pedro Simões» >> Isso nao é de facto transparente. Quais os serviços minimos a cumprir?



Publicado por Tovi às 09:44
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Posts recentes

Será só fumo?... ou haver...

Piadas das Legislativas'2...

Alternativa à Geringonça…...

Boavista 1 - 1 Sporting

PS praticamente na maiori...

Piadas das Legislativas'2...

Força, Rui Moreira... est...

Foi há dezoito anos

Piadas das Legislativas'2...

Programa eleitoral do PAN

Tolentino de Mendonça nov...

Estudo de opinião para as...

A Regionalização na campa...

Queda de helicóptero de c...

Piadas das Legislativas'2...

Piadas das Legislativas'2...

Belenenses 0 – 1 Boavista

Rui Rio é um poeta

Sondagem da Pitagórica co...

Urgente!... Oposição prec...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus