"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."
Terça-feira, 14 de Junho de 2022
O 'novo' McDonald’s abriu em Moscovo

moscovo 0.jpg

“Rei morto, rei posto”... e os restaurantes do McDonald's em Moscovo reabriram no passado domingo [12jun2022], agora com nova propriedade russa e um novo nome, "Vkusno-i tochka", que se traduz como "saboroso e pronto".


Isabel Sousa Braga
Grande manobra só mudou o nome 😂😅
David Ribeiro
...e o dono. Alexander Govor é o novo dono dos 800 restaurantes que a McDonald's detinha na Rússia.
Fernando DuarteDepois vão abrir "Vkusno-i tochka" no Mundo inteiro e superar o McDo. Tal como em França, em que a McDo queria aumentar o preço da franchise e o gerente francês mandou-os à fava e mudou o nome, depois a McDo ao ver que estavam a perder o mercado do pais que mais turistas recebe no Mundo inteiro, compraram as lojas ao francês a preço de ouro. Na Rússia vai ser igual, ainda havemos de ver os americanos voltarem a comprar as lojas que abandonaram agora, mas ao preço forte!
Rodrigues Pereira
Os miudos russos - como os nossos - "comem" marcas e não hamburguers ou batatas fritas.
Paulo Barros Vale
Prontes. Já sabemos que os ucranianos se devem render e pedir desculpa ao urso . Todos os dias há mensageiros a insistir nessa tese . Presumo que seja gente que não se importe que um dia um russos lhe espetem um míssil na janela em Espinho

 

  E ao mesmo tempo temos fome em África
Captura de ecrã 2022-06-14 095350.jpg
O presidente da União Africana e presidente do Senegal, Macky Sall, alertou para o risco de um “cenário catastrófico” de escassez de alimentos e solicita à Rússia e ao Ocidente ajuda para aliviar a situação. A União Africana diz que com a interrupção das exportações de cereias da Ucrânia arriscamo-nos a um "cenário catastrófico" de escassez de alimentos e aumentos de preços. Hoje, 346 milhões de africanos, mais de um quarto da população do continente, sofrem de fome por causa de conflitos, secas e pobreza. Agora, uma guerra, a milhares de quilómetros de distância, ameaça agravar a crise de insegurança alimentar da África. O fornecimento de cereais é interrompido e os preços dos alimentos básicos e do combustível disparam.



Publicado por Tovi às 07:46
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Agosto 2022
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Posts recentes

Gasoduto de Sines ao cent...

A "desflorestação" da Ser...

Frederico Figueiredo é o ...

Dia de descanso na Volta ...

Um ataque contra Zaporizh...

Portimonense 0 - 1 Boavis...

83.ª Volta a Portugal em ...

Brincadeiras perigosas......

A velha amizade de Schröd...

E tanta gente com fome no...

Volta a Portugal em Bicic...

Parabéns BOAVISTA

O Fim do Homem Soviético

Irá o Patriarca de Lisboa...

A regra dos avôs

Embaixada russa sobre Ped...

W52-FC Porto suspensa das...

Quando há fome reduz-se à...

Se as Legislativas fossem...

Vamos entrar no sexto mês...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus