"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."
Domingo, 28 de Junho de 2020
O pensamento de Agostinho da Silva

Agostinho da Silva.jpg
(Estação Aeroporto do Metropolitano de Lisboa)

A figura do grande filósofo, poeta e ensaísta Agostinho da Silva [George Agostinho Baptista da Silva - Porto, 13 de fevereiro de 1906 — Lisboa, 3 de abril de 1994] sempre me fascinou pelo seu pensamento afirmar a Liberdade como a mais importante qualidade do ser humano.

 

   Algumas das citações deste grande filósofo
- O que impede de saber não são nem o tempo nem a inteligência, mas somente a falta de curiosidade.
- O homem não nasce para trabalhar, nasce para criar, para ser o tal poeta à solta.
- O que interessa na vida não é prever os perigos das viagens; é tê-las feito.
- Quem fala de Amor não ama verdadeiramente: talvez deseje, talvez possua, talvez esteja realizando uma ótima obra literária, mas realmente não ama; só a conquista do vulgar é pelo vulgar apregoado aos quatro ventos; quando se ama, em silêncio se ama.
- Não me interessa ser original: interessa-me ser verdadeiro.
- Como tudo é possível, ousemos fazer rumo ao impossível.
- Entre as palavras e as ideias detesto esta: tolerância. É uma palavra das sociedades morais em face da imoralidade que utilizam. É uma ideia de desdém; parecendo celeste, é diabólica; é um revestimento de desprezo, com a agravante de muita gente que o enverga ficar com a convicção de que anda vestida de raios de sol.

 

Agostinho da Silva nasceu no Porto em 1906, tendo-se ainda nesse ano mudado para Barca d'Alva (Figueira de Castelo Rodrigo), onde viveu até aos seus 6 anos, regressando depois ao Porto, onde inicia os estudos na Escola Primária de São Nicolau em 1912, ingressando em 1914 na Escola Industrial Mouzinho da Silveira e completando os estudos secundários no Liceu Rodrigues de Freitas, de 1916 a 1924. Realizando um percurso académico notável e excecional, de 1924 a 1928 Agostinho da Silva faz Filologia Clássica, na Faculdade de Letras da Universidade do Porto, tendo concluído a licenciatura com 20 valores. Em 1929, somente um ano depois de se licenciar, e quando contava apenas 23 anos, defende a sua dissertação de doutoramento a que dá o título O Sentido Histórico das Civilizações Clássicas, doutorando-se com louvor.



Publicado por Tovi às 07:28
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Outubro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9



29
30
31


Posts recentes

Assim vai a pandemia em a...

Discussão do Orçamento do...

Eleições Regionais nos Aç...

Famalicão 2 - 2 Boavista

Hospitais sobem patamares...

TGV... Infarmed... e outr...

Da série "repensar o Nata...

Não chamem "isto" ao que ...

Programa Alimentar Mundia...

Boavista 0 - 1 Vitória de...

A opinião livre, lúcida e...

Situação hospitalar de in...

As quatro rotas da TAP no...

Instalar ou não a StayAwa...

Novo Estado de Calamidade...

A eleição indireta para p...

Orçamento de Estado para ...

Gérard Lopez entra na SAD...

Requiescat in Pace

O eterno conflito em Nago...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus