"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."
Sexta-feira, 11 de Março de 2016
Presidente da República de visita ao Porto

Marcelo visita o Porto 11Mar2016 e.jpg

No âmbito das cerimónias de tomada de posse do novo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa visitou hoje a cidade do Porto, onde foi recebido, nos Paços do Concelho, pelo presidente da Câmara Municipal, Rui Moreira. Seguiu-se um almoço na Casa do Roseiral e uma visita à Galeria Municipal, onde está patente a exposição "P.-uma homenagem a Paulo Cunha e Silva, por extenso". A deslocação do novo Presidente da República ao Porto terminou com uma visita ao Bairro do Cerco - um dos maiores e mais degradado da cidade, com 34 blocos, 892 casas, 835 famílias, e um total de 2.074 habitantes - incluindo um percurso a pé até ao Largo dos Afectos onde foi exibido o projecto OUPA! ('hip hop' por jovens residentes no bairro) e uma visita a uma instituição de solidariedade social.

 

  Alguns apontamentos sobre esta visita do PR ao Porto

A cerimónia de recepção formal ao Presidente da República no Salão Nobre da autarquia portuense teve um momento musical pela Orquestra Juvenil da Bonjóia.

Marcelo foi cumprimentado pelo Manuel do Laço, um grande boavisteiro que se encontrava entre os populares que assistiam à chegada do Presidente da República aos Paços do Concelho.

O portal «Porto.» transmitiu em directo a cerimónia de recepção formal, no Salão Nobre dos Paços do Concelho da Câmara do Porto.

"Portugal é muito mais do que o Palácio de Belém" disse Rui Moreira no seu discurso.

Rui Moreira falando para o novo Presidente da República: "Erga também, Senhor Presidente, a sua voz em defesa de um Portugal menos centralista, um Portugal que deixe enfim respirar os que querem ousar, arriscar, fazer mais e melhor. E, digo-lho do fundo do coração e cheio de vontade de acreditar: estou certo de que o fará. Porém, permita-me que lho diga, estamos a falar de muito mais do que de um centralismo de interesses. Estamos a falar de mentalidades, e da sua necessária mudança. E, aí, a dificuldade que tem pela frente é ainda maior, porque interfere com aculturações ancestrais, porque é interior, porque esta pulsão pelo Centro, em detrimento de tudo o resto, quase sempre se dissimula e embeleza para não ser notada."

Marcelo relembra, no seu discurso, que “o Porto é de algum modo o berço da Liberdade e da Democracia”.

"Aqui no Porto não é possível não acreditar em Portugal" - foi assim que Marcelo Rebelo de Sousa terminou o seu discurso na cerimónia solene de boas-vindas nos Paços do Concelho.

Banho de multidão à saída do Presidente da República dos Paços do Concelho da Cidade Invicta. Grande dor de cabeça para a segurança… que vai ter que se habituar a estas coisas, pois Marcelo vai quebrar o protocolo muitas vezes durante o seu mandato.

Como era de esperar a recepção ao Presidente da República no Bairro do Cerco foi fantástica e demonstrativa do carinho que esta gente tem por quem se dignou visitá-los logo nos primeiros dias do seu mandato. Desde a inauguração deste bairro, nos idos anos de 1963 pelo Almirante Américo Tomás, que nenhum presidente em funções vinha aqui.

 

 Orquestra Juvenil da Bonjóia

A Orquestra Juvenil da Bonjóia foi criada, em 2011, pelo Município do Porto, através da Fundação para o Desenvolvimento Social do Porto, FP, em parceria com o Curso de Música Silva Monteiro, resultante do trabalho desenvolvido no âmbito do Projeto "Música para Todos", projeto que promove a aprendizagem da música a alunos do Ensino Básico integrados no sistema do ensino articulado, com vista a colmatar o insucesso e o abandono escolar, apontados pelo Diagnóstico Social do Porto como um dos eixos de intervenção prioritária.

  OUPA!

OUPA! parte de uma residência artística de quatro meses com jovens do Bairro do Cerco do Porto e é liderado pela rapper Capicua, a psicóloga Gisela Borges, o músico André Tentúgal e o videasta Vasco Mendes. Este é um processo de empoderamento que pretende estimular o espírito DIY e reforçar a identidade culturar e a autoestima dos jovens da zona Oriental do Porto através da palavra e da música, permitindo a diluição de barreiras culturais e vivenciais entre o bairro e a cidade, dando visibilidade ao território e potenciando o sentimento de pertença dos participantes.



Publicado por Tovi às 17:30
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Julho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Posts recentes

Tomada da Bastilha - 14 d...

Fim-de-semana de Exposiçõ...

Parabéns Alice

Atribuição de Medalhas Mu...

D. Pedro IV, o Libertador

Populista Português Moder...

Malhar em ferro frio

Legislativas'2019... no G...

Saladas da Culinária Viet...

Mercadona... em Portugal

Acho bem...

Sinais dos tempos

Morreu Mordillo

Pedro Duarte sobre as esc...

Paulo Portas e Rui Moreir...

Que a Justiça lhes seja p...

The other side of the...

A canibalização da STCP

Criar um Homem novo...?

São João... um pouco molh...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus