"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."
Terça-feira, 24 de Agosto de 2021
“Quero o meu Porto de volta!”

Em janeiro deste ano Fernando Matos Rodrigues, atual candidato do PAN à Junta de Freguesia do Bonfim, escrevia no jornal ‘Nascer do Sol”:
Sol 19jan2021 .jpg
Notícia completa aqui.

 

   Comentários no Facebook
David Ribeiro - Sabem quem é o Fernando Matos Rodrigues?... Eu, assim de repente, não estava a ver quem era, mas fui à sua página e já fiquei a saber muito deste candidato do PAN à Junta de Freguesia do Bonfim. Vejam aqui um bocadinho... o resto podem ver na sua página do Facebook.
Fernando Matos Rodrigues ago2021.jpg

António Alves - Concordemos ou não, é uma pessoa com ideias. Não se limita a proclamar que "o porto é o nosso partido".
Rodrigues Pereira - David Ribeiro… Ora que surpresa 😂
David Ribeiro - Curiosamente os portuenses já disseram por duas vezes nas urnas que não estão de acordo com o autor deste texto.
David Almeida - Eu não quero o 'seu' Porto, velho, usado e sujo! Prefiro, de longe, o Porto renascido, das sobras e negrumes do passado, onde a frieza das ruas e vielas deu lugar à animação e à (nova) alegria de viver a cidade!
João Pedro Maia - É o Porto pobre, a cair aos bocados, sem emprego, sem aglomerado urbano, sem população, sem cultura, com emigração e nenhuma imigração, sem tecnologia, cheio de dívidas, sem Bolhão, sem batalha, sem Intermodal de transportes, sem investimento em Campanhã ou expansão do metro... Volta Porto... Porto sem futuro! É isto que querem?
Manuel Maria Moreira Neto - Há 23 anos atrás, no Zimbabwe, encontrei umas turistas Australianas, e quando lhes disse que eu era do Porto, disseram que tinham passado por aqui, e era uma cidade fantasma, muitas casas em ruínas e muita pobreza. Confesso que tive vergonha. Não se pode ter tudo, mas prefiro o Porto de agora.
Helder Cervantes - Manuel Maria Moreira Neto… há 23 anos atrás eu não só achava o mesmo como não me passava pela cabeça morar no centro e até evitava passar por lá. A sensação de insegurança era enorme. A cultura inexistente. O Porto de hoje é incomparavelmente melhor.
Isabel Maria Mendes - Helder Cervantes… sem dúvida.
Rodrigues Pereira - Donde se prova que ainda há "Velhos do Restelo".
David Ribeiro - Eu até acredito que ainda haja muito a fazer na nossa cidade, mas o argumento que “antigamente é que era bom” é confrangedor.



Publicado por Tovi às 07:15
Link do post | Adicionar aos favoritos

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Dezembro 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Posts recentes

Vantagens e Desvantagens ...

Dia Nacional do Pijama

Não chamem a isto Descent...

Um elemento de segurança ...

Ómicron ou B.1.1.529 - O ...

Eleições no PSD no dia de...

Arouca 2 - 1 Boavista

Se as Legislativas fossem...

Onde estavam no 25 de Nov...

Diana com Galgo

Os “Talibã 2.0” são iguai...

Chegou a Portugal a CNN

A uma semana das eleições...

Um presente envenenado

Crise na fronteira da Bie...

Terceiro dia do julgament...

Começou ontem o julgament...

Terrorismo em Liverpool

Portugal 1 - 2 Sérvia

Comboio elétrico... brinq...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus