"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Sábado, 4 de Fevereiro de 2017
O Porto sempre contra a Ditadura

...mesmo quando o nosso sangue corria pelas ruas da cidade.

3 de Fevereiro de 1927.jpg

  Pedro Baptista no Facebook

Fez ontem 90 anos - 3 de Fevereiro de 1927 – que eclodiu no Porto a primeira tentativa de golpe militar contra a Ditadura que se tinha instaurado em 28 de Maio no ano anterior. Malgrado a grande mobilização militar e popular na cidade do Porto e o apoio de grande parte das unidades militares nortenhas, o levantamento acabou por falhar pela indisponibilidade das unidades da capital que parece, tal como em 31 de Janeiro de 1891, não terem gostado da iniciativa a Norte. Lisboa haveria de aderir ao levantamento militar apenas no dia 7, ou 8, quando o Porto, depois de ferozmente bombardeado durante toda a semana e com centenas de mortos, já tinha sido obrigado a render-se para poupar a vida dos seus soldados. Sarmento Pimentel, um dos revoltosos que só haveria de voltar ao país depois de 1974, chamou ao levantamento lisboeta do Largo do Rato, a Revolução do Remorso! Bem observado!



Publicado por Tovi às 08:30
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 28 de Maio de 2016
Assim nasceu o Estado Novo

28Maio1926 Gomes da Costa aa.jpg

Em 28 de Maio de 1926 um pronunciamento militar de cariz nacionalista e antiparlamentar põe fim à Primeira República e implanta um regime ditatorial que se manteve no poder em Portugal até à Revolução dos Cravos de 25 de Abril de 1974. O General Gomes da Costa esteve desde a primeira hora à frente das tropas que se sublevaram em Braga (Regimento de Infantaria 8), com acompanhamento e apoio civil, incluindo do operariado da região, tendo recebido a adesão imediata de outras cidades como Porto, Lisboa, Évora, Coimbra e Santarém. Consumado o triunfo do movimento, a 6 de Junho de 1926, na Avenida da Liberdade, em Lisboa, Gomes da Costa, montado no seu cavalo, desfila à frente de 13 mil homens, sendo aclamado pelo povo da capital. Estava a começar o Estado Novo… e ia durar 48 longos anos.

 

  Comentários no Facebook

«Jose Riobom» >> Gosto ? .....não ....não gosto ! ....tenho é que denunciar uns novos candidatos a este tipo de coisas que por aí andam encapotados armados em democratas neo-liberais...

«Fernando Duarte» >> o importante é saber como morreu, se é que jà morreu !

«Adao Fernando Batista Bastos» >> No espírito de alguns o Estado Novo continua, apesar de velho e podre! Vou partilhar esta excelente Memória.

«Natércia Bragança Fontes» >> Ainda estamos a pagar o resultado destes 48 anos de estagnação e humilhação.



Publicado por Tovi às 08:21
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Julho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Posts recentes

O Porto sempre contra a D...

Assim nasceu o Estado Nov...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus