"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Quinta-feira, 13 de Maio de 2021
Israel e Palestina novamente a ferro e fogo

gaza hoje.jpg

Nova escalada já com 83 mortes, incluindo 17 crianças, e mais de 400 pessoas feridas nos últimos dias, segundo o balanço de hoje do ministro da Saúde da Faixa de Gaza... e está para durar.

 

    Comentários no Facebook

Raul Almeida - A paz é a tranquilidade na ordem justa. São Tomás de Aquino definiu o mais profundo sentido da paz, o único possível e viável. Não haverá paz possível em Israel e na Palestina, enquanto um povo quiser despojar o outro de qualquer tipo de direito sobre a terra em que nasceu, por via da opressão, da perseguição, do estigma, do enxovalho permanente. A violação permanente dos Direitos Humanos, do direito internacional, de todas as convenções, só incita a guerra. Enquanto Jerusalém for alvo de ocupação agressiva e não tiver um estatuto internacional neutro, respeitado pelas três grandes religiões que ali convivem, não haverá paz. Israel deseja ardentemente estes ataques do Hamas e a revolta por desespero do Povo Palestino; é mais uma desculpa para mais ocupação, humilhação e opressão. Os Judeus têm direito à sua pátria, Israel tem direito a existir em paz. Os Palestinos têm exactamente o mesmo direito. Enquanto isto não for tratado com decência e seriedade, teremos ali uma interminável chaga, não havendo agora aliados que intervenham, que se interessem pelo extermínio frio e metódico de um Povo e de uma nação.

António Alves (citando Renato Teixeira) - Israel perdeu o controlo de Lod (Lida), uma cidade de 65 mil habitantes, que alberga o aeroporto Ben Gurion, a principal infra-estrurura de transporte internacional israelita. Não se sabe quanto tempo vai demorar Israel a retomar o controlo desta cidade mista, que além do aeroporto fica apenas a 15 km de Telavive. É a grande novidade da revolta palestiniana, que em nenhum outro momento, em nenhuma das duas primeiras intifadas, obteve tal conquista. De resto, desde 1966 que Israel não declarava nenhum Estado de Emergência nas cidades mistas, sendo que a estupefacção e o dramatismo do campo sionista foi ilustrado pelo próprio Yair Ravivo, presidente da Câmara da cidade: "Perdemos o controle da cidade de Lod". O ministro da guerra, o fanático e carniceiro Benny Gantz, chamou parte do exército que estava nas fronteiras com a Cisjordânia quer para Lod quer para as outras cidades mistas que estão no limiar de replicar a situação, como são os casos Haifa, Akka, Ramlat, Oum al-Faham, Chafa Amro, Kafar Mandat e Arabat Der al-Assad, esta na região de Jalil, na Galileia. Estamos a falar de vilas ocupadas na primeira fase da Nakba, ainda em 1948, cuja população árabe pela primeira vez está a aderir em massa à revolta palestiniana. Em várias destas cidades a resistência palestiniana removeu a bandeira israelita dos edifícios públicos, levaram à debandada dos colonos que se viram sem apoio das forças policiais e do exército israelita que não está a ser capaz de restabelecer o domínio colonial. “O meu carro pegou fogo. Para mim, isso é tudo que sei. A polícia não apareceu. Vimo-nos a lutar sozinhos”, disse um dos colonos. O aeroporto foi encerrado, o tráfego ferroviário entre Lod e Telavive interrompido e há informações que dão conta que Israel está a evacuar de algumas destas cidades os seus colonos. Netanyahu já assumiu a gravidade da situação, afirmando que "os batalhões da guarda de fronteira virão da Judeia e Samaria (Cisjordânia) para cidades mistas esta noite. (...) Ordenei agir com firmeza contra os violadores da lei e da ordem e fortalecer as forças no terreno para restaurar a calma e a ordem em Lod e em todas as regiões de Israel o mais rápido possível”.

Nuno Matos Pereira - Ocupação atroz, onde a ONU nada faz e a comunidade internacional fecha os olhos. Judeus governados por gente bárbara. Vítimas de genocídio na segunda guerra e praticantes do mesmo na atualidade.

Gonçalo Graça Moura - Isso de opinar sem conhecer a história da região ou achar que só começou em 1946, normalmente dá asneira...
Roubado de um mural aqui ao lado:
URGENTE‼EXPLICANDO O CONFLITO ‼
1. Todo ano, durante os 40 dias de Ramadan vários muçulmanos em Israel saem das rezas incitados por discursos religiosos feitos por líderes irresponsáveis, atirando pedras e fazendo protestos violentíssimos.
2 - Esse ano eles perderam de fato a mão e vários 'fiéis' começaram a linchar judeus no meio de Jerusalém e jogar pedra nos policiais do Monte do Templo. A polícia revidou e aí eles começaram a vender a ideia de que os judeus estavam invadido a mesquita. O curioso é que os judeus é que são proibidos pela própria polícia de pisar lá, o lugar mais importante do judaísmo no mundo.
2. Há algumas semanas está acontecendo um processo Civil de uma disputa de propriedades, casas, no bairro de Shimon Hazadik (conhecido por árabes como sheikh jarakh). As casas foram compradas por imigrantes judeus nos anos de 1800. Após a ocupação jordaniana de Jerusalém em 1948, árabes começaram a morar nessas casas. Quando Jerusalém foi reunificada em 1967 e judeus puderam voltar pra suas casas começou a disputa legal de propriedade. As lideranças árabes transformaram a ordem de despejo em um assunto nacionalista e começaram a vender a ideia de que os judeus estavam fazendo uma limpeza étnica em Jerusalém expulsando árabes de suas casas.
3. Hamas tentando ganhar o apoio dos árabes israelenses e dos árabes da Cisjordânia assumiu o papel de "defensor de Jerusalém" contra "limpeza étnica" e "invasão" de Al Aksa lançando mísseis sobre civis de Jerusalém.
4. Israel disse que os genocidas do Hamas cruzaram uma linha vermelha ao atirar mísseis contra civis na capital de Israel, como qualquer país do mundo reagiria, e iniciou bombardeios contra terroristas e instalações de terroristas em Gaza.
5. Hamas disse que se Israel continuasse atacando seus membros iria lançar mísseis sobre civis de Tel Aviv. Em resposta Israel destrói o centro de comando de inteligência do Hamas - um prédio de 13 andares - Usando a tática de "bater no teto" na qual mísseis sem explosivos atingem o alvo para que qualquer inocente no local posso fugir antes do ataque real.
6. Hamas lança centenas de mísseis deliberadamente sobre civis das maiores cidades israelenses, como Tel Aviv. 4 pessoas morrem (poderiam ser centenas, mas as pessoas vão dormir em bunkers e o domo de ferro abate 85% dos mísseis)
7. Israel responde ao ataque horrendo, intencional contra civis inocentes, destruindo mais um prédio de 13 andares do Hamas e atacando membros do grupo genocida incluindo oficiais de alto escalão.
8. Hamas lança um Míssil antitanque contra um carro de civis matando 1 e ferindo 3 gravemente.
9. Israel responde eliminando um membro do mais alto escalão do grupo terrorista Hamas, membros do Hamas lançando mísseis e mais instalações da organização .

 

   07h31 de 14mai2021 - JN
A maior operação israelita em Gaza, desde o início da escalada da guerra, consistiu em 50 rondas de bombardeamentos por terra e ar em 40 minutos, disse o exército de Israel. Um porta-voz militar disse que Israel utilizou esta manhã 160 aviões, artilharia e infantaria durante o ataque ao território palestiniano. Ao mesmo tempo, as milícias palestinianas dispararam 50 foguetes contra Israel durante a madrugada.

   09h57 de 14mai2021 - BBC News / Facebook
Os militares israelitas intensificaram o seu ataque a Gaza, enquanto militantes palestinianos continuam a disparar foguetes contra Israel no quinto dia das hostilidades.

   10h35 de 14mai2021 - Al Jazeera English / Facebook
Médicos no hospital Al-Shifa de Gaza estão a lutar contra a escassez de medicamentos, equipamentos e cortes de energia para salvar pacientes gravemente feridos nos ataques aéreos israelitas.

   23h03 de 14mai2021 - José Maltez / Facebook
O que mais me incomoda nestas imagens de guerra não é apenas a banalidade do mal. É o comentário a torcer por uma das partes em conflito e a desejar que os seus favoritos matem ainda mais. Até alguns pretensos cristãos, assim de fora, desejam a morte dos primitivos cristãos, nestas voltas de uma história que, com este jogo, nunca se resolverá. E tudo provocado por Dreyfus, pelo sionismo e pelo protetorado colonial britânico, como se os visigodos pudessem voltar à Lusitânia, em oposição aos Viriatos que a consideravam sua pátria.



Publicado por Tovi às 10:26
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 9 de Outubro de 2015
Continuam os bombardeamentos russos na Síria

Rússia bombardeia alvos na Síria 08Out2015.jpg

Desde o fim do mês de setembro que caças russos Sukhoi Su-25, Su-24M e Su-34, com o apoio de aviões Su-30, executaram mais de uma centena de ataques cirúrgicos contra postos de comando, campos de treino e arsenais do Estado Islâmico na Síria. Só no dia de ontem (quinta-feira, 8Out2015) a aviação russa atacou 11 campos de treino do grupo terrorista nas províncias de Hama e Raqqa, oito fortificações na província de Homs e depósitos de combustíveis em Khan al-Asal, segundo o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da Rússia, Igor Konashenkov. Nestes ataques foram usadas bombas anti-bunker para destruir construções subterrâneas do Estado Islâmico no noroeste da Síria.

 

  Comentários no Facebook 

«Victor Meirinho» >> E o ocidente toma chá e critica!!!

«Jose Pinto Pais» >> O ocidente crítica… Diz que ele é amigo do chefe

«David Ribeiro» >> E com esta ajuda de Vladimir Putin as tropas de Bashar al-Assad já conseguiram uma grande ofensiva contra grupos opositores ao governo de Damasco, enquanto a NATO está cada vez mais alarmada com a actividade militar russa neste conflito sírio.

«Jose Pinto Pais» >> E cospem para o ar

«David Ribeiro» >> ÚLTIMA HORA - A Al Jazeera acaba de noticiar (9Out2015 8h03 GMT) que o comandante militar iraniano Brigadeiro General Hossein Hamedani foi morto durante a última noite pelo Estado Islâmico do Iraque e do Levante (ISIL) nos arredores da cidade síria de Aleppo. Esta alta patente do exército do Irão, um aliado incondicional do presidente Bashar al-Assad, prestava aconselhamento militar ao exército sírio.

«André Eirado» >> A eficiência russa põe os americanos de boca aberta

«Jose Riobom» >> .....nunca me passou pela cabeça que um dia estaria de acordo com Putin.....



Publicado por Tovi às 08:07
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 3 de Setembro de 2014
A guerra na Ucrânia está para durar

Nãããããã… Vladimir Putin não vai cair no erro de mandar os seus tanques para Kiev, pelo menos para já. Não é que as forças armadas ucranianas fiéis à “junta fascista” de Petro Poroshenko tivessem capacidade bélica para enfrentar o Grande Urs...o da Rússia, mas Moscovo está mais interessada que “a coisa estoire por dentro”, isto é, os separatistas pró-russos é que vão acabar por destruir a já frágil economia ucraniana. E entretanto e no meio disto tudo morre gente todos os dias… E não são só os rebeldes separatistas pró-russos nem os soldados de Kiev… Morrem ucranianos que nada mais querem da vida senão viver em paz e com dignidade.


«Pedro Baptista» no Facebook >> Quem criou esta situação?

«David Ribeiro» no Facebook >> Os senhores de Bruxelas, da Casa Branca e do Kremlin, uns mais outros menos (vá lá conseguir-se fazer a contabilidade), foram seguramente os que criaram isto tudo. E as últimas notícias [Al Jazeera – 17h25 1Set2014] dizem-nos que tropas regulares de Kiev acabam de abandonar o aeroporto de Luhansk, no leste ucraniano, após violentos combates com alegadamente uma coluna de tanques russos. Este aeroporto era vital para as tropas de Kiev, pois era aqui que estava a base mais importante das tropas pára-quedistas nesta região em conflito.

«Raul Vaz Osorio» no Facebook >> A próxima vez que me apetecer atirar pedras a uma montra, vou assegurar-me de que primeiro escolho bem os "responsáveis" que "criaram as condições" que me impeliram "inevitavelmente" ao acto. Poupem-me!

«Joaquim Leal» no Facebook >> O meu amigo David considera "fascista" o regime vigente na ucrânia. Se não for muito incómodo, consegues definir já agora o russo? Agradecido.

«David Ribeiro» no Facebook >> E onde está dito que eu considero fascista o actual regime de Kiev?... Apesar de Poroshenko ter o apoio de grupos fascistas perfeitamente identificados, nunca escrevi ou disse aquilo que insinuas, amigo Joaquim Leal. O uso de aspas tem o seu significado.

«Diamantino Hugo Pedro» no Facebook >> O Petro Porochenco é de origem Judaica, o que leva alguns Nacinais-Revolucionários (Neo-Nazis para quem gosta de abusar destes termos vindos da primeira metade do século passado) Europeus a acusarem os Ucranianos de Sionistas e colocarem-se, assim, do lado dos Russos. As posições acerca deste tema são engraçadas e sempre cheias de rótulos descabidos.

«Joaquim Leal» no Facebook >> Ok, estava entre "aspas" mas e sobre os russos?

«Diamantino Hugo Pedro» no Facebook >> O Batalhão Azov, que é constituido pelos tais elementos "fascistas" do Sector Direito, mais alguns voluntários Europeus também "fascistas", apesar de lutar contra os separatistas não apoia o actual governo de kiev.

«David Ribeiro» no Facebook >> Sobre os russos, amigo Joaquim Leal, está tudo dito quando lhes chamo o Grande Urso da Rússia.
...e já agora um desenho para melhor se compreender o meu ponto de vista:
 

«Jorge Veiga» no Facebook >> Com o Putin a falar assim grosso, o Durão foi logo mudar de cuecas...

«Mario Jeronimo» no Facebook >> Caro Joaquim Leal... so la vais com um desenho????... oh amigo David Ribeiro... isso nao se faz.

«Pato Duck» no Facebook >> Não falta muito e vamos ter um novo muro de Berlim, em plena Berlim e ninguém faz nada.

«Joaquim Leal» no Facebook >> Uma saída airosa á questão colocada não é David Ribeiro?  Mario Jeronimo, já agora opinião sobre o tema sugetsionado, tens? Sobre esta questão na ucrânia, tenho notado onde o tema é abordado um certo saudosismo dos "gloriosos" tempos da união soviética. Desenganem-se dos "amanhãs cantarão", aquilo por lá continua a ser criminoso mas o "nacional-socialismo" é residual. A russia é agora liderada por um mentecapto corrupto que persegue, manda prender e assassinar quem se lhe opõe como "estais" fartos de saber. Um dia poderá responder em "sede" própria. Haje pelo menos essa esperança.

«David Ribeiro» no Facebook >> Nunca me farás dizer aquilo que eu não quero dizer, amigo Joaquim Leal, principalmente quando a minha opinião sobre determinado assunto não é fundamentalista. Os meus "amores" por russos, ou por outro povo qualquer, têm a ver unicamente com as circunstâncias. Nunca parto para a análise de um assunto já com a trincheira em que vou "lutar" tão definida, como pareces tu fazer.

«Joaquim Leal» no Facebook >> Eu não te obrigo a nada mas é evidente que há muito que cavei a minha trincheira e tento defênde-la. Apenas isso.

«Mario Jeronimo» no Facebook >> Joaquim Leal... so por ironia abordei a questao ... do desenho... posta por aqui... pelo David Ribeiro... que de resto foi na minha modesta opiniao um comentario... pelo menos... desagradavel quanto a um amigo comum que es tu Quim. Quanto aos comentarios de fascistas... bem... o nosso amigo David Ribeiro... tem-nos habituado a este tipo de comentarios e linguagem... tipicamente da esquerda radical... que por este momento nao vou comentar... por respeito... mas nao me provoquem...

«Joaquim Leal» no Facebook >> ah ah ah o David Ribeiro é amigo de longa data daqui e pessoalmente. Jamais levaria a mal qualquer boquinha ou gesto da parte dele. Já o topei há muito.  Está bem, mas nós Mario Jeronimo já somos amigos há muito mais tempo e também sei o que espero de ti LOL carrega, vá

«Mario Jeronimo» no Facebook >> Joaquim Leal... tu queres e estrilho... deixa la o David Ribeiro responder.

«Joaquim Leal» no Facebook >> eh eh eh

«Mario Jeronimo» no Facebook >> De resto... esta tudo bem contigo? Amigo?

«Joaquim Leal» no Facebook >> Vamos indo amigo. Só nos encontramos de anos a anos não é?

«Mario Jeronimo» no Facebook >> Foda-se... os dois em Loule... e nao te encontro... ja pareces o David Ribeiro. Mas esse e so vinho do bom... ainda bebes Quim?

«Joaquim Leal» no Facebook >> Poucochinho

«Mario Jeronimo» no Facebook >> Pois... de e ser como eu... um copito de 0,75 de cada vez...

«Joaquim Leal» no Facebook >> LOOOL

«João Pedro Baltazar Lázaro» no Facebook >> Ainda isto... Este filho da puta é só garganta e medo e chantagem. Sempre quero ver como é que fica a Rússia depois de ele morrer.

«Mario Jeronimo» no Facebook >> So que as "pomadas" que o David Ribeiro... aqui anuncia... bem podia mandar 4 ou 5 .... a pagar a cobranca... que eu/nos levantava/mos nos correios de Loule... so nao sei se chegavam inteiras ao restaurante.

«David Ribeiro» no Facebook >> Quanto aos meus comentários e linguagem serem “tipicamente da esquerda radical” dá-me a certeza que ainda não entendeste quem eu sou, Mario Jeronimo, ou então tenho errado na forma de me exprimir. E quanto às “pomadas” digo-te que não sou de beber tanto como tu – um copito de 0,75 de cada vez – eu sou mais de beber pouco mas MUITO BOM. E mais ainda, eu não produzo nem vendo vinho, pelo que será improvável alguma ver chegar aos correios de Loulé uma encomenda – a pagar à cobrança – de garrafas enviadas por mim.



Publicado por Tovi às 08:20
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 31 de Agosto de 2014
A crise da Ucrânia

Na Idade Média a Ucrânia era uma forte nação eslava – Rus Kievana - tendo sido completamente fragmentada no século XIII, quando foi invadida e governada por uma variedade de povos. Teve alguma prosperidade nos séculos XVII e XVIII quando nela surgiu uma república cossaca - Zaporozhian Sich – mas a sua consolidação como nação só se verificou no século XX, quando integrou a União Soviética. Teve a sua independência como Estado-Nação em 1991. Desde Novembro de 2013 que a Ucrânia vive horas complicadas e de desfecho ainda incerto, quando uma grande parte dos seus habitantes passou a exigir uma maior integração na União Europeia - protestos do Euromaidan – provocando a renúncia do presidente Viktor YanuKovych e eleições em 25 de Maio de 2014 que colocaram no frágil poder Petro Poroshenko, um pró-União Europeia. Em Março deste mesmo ano o parlamento da Crimeia aprova a decisão de "entrar para a Federação Russa, com os direitos de uma entidade da Federação Russa", tendo um posterior referendo aprovado esta decisão. Imediatamente uma agitação popular começou nas regiões leste e sul do país - Donetsk e Lugansk – com milícias locais (supostamente armadas e integradas por tropas russas) a provocarem um verdadeiro estado de guerra. E assim se encontra a Ucrânia, um país com uma superfície de 603.628 Km2 (o maior país totalmente no continente europeu) e uma população estimada de 44.573.205 habitantes, dos quais 77,8% são ucranianos étnicos, e os restantes minorias de russos (17%), bielorrussos e romenos, um país que já foi considerado o “celeiro da Europa”, quando em 2011 foi o terceiro maior exportador de grãos do mundo.


«António Alves» no Facebook >> A Ucrânia actual é uma invenção soviética. Na alta idade média o Rus de Kiev deu origem à grande Rússia. Foi lá que foi escrito o Russkaya Pravda, o primeiro código civil eslavo. Se os americanos e europeus soubessem isso não teriam arranjado o problema que aí está.

«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.star} As últimas notícias (by Sabra Ayres / Al Jazeera, 30Ago2014) dizem-nos que em Donetsk cerca de 36 pessoas morrem por dia vítimas dos confrontos entre separatistas rebeldes e soldados ucranianos. Com a NATO e o Governo de Kiev a afirmarem estarem as tropas russas a lutar ao lado dos separatistas pró-Rússia, dizem residentes da zona que “não haverá fim para este conflito até que a Rússia e a América não matem todos nós”. Nos dias de hoje o som de fogo de artilharia pesada pode ser ouvido dia e noite e a cidade (milhão e meio de habitantes) está transformada num estado policial, em que a principal tarefa é tentar sobreviver, principalmente para aqueles que não têm dinheiro ou capacidade para abandonar a região. Estima-se que um total de 2.600 pessoas foram mortas e mais de 300 mil fugiram dos combates desde o passado mês de Abril.

«João Pedro Baltazar Lázaro» no Facebook >> Paz às suas almas... e às das pessoas que lá conheço, cujo destino ignoro, e a quem eu nunca quis mal nenhum.

«Joaquim Leal» no Facebook >> O que é que os russos andam lá a fazer?

«João Pedro Baltazar Lázaro» no Facebook >> MERDA.

«Pedro Baptista» no Facebook >> Morrem? São mortos pelos fascistas de Kiev que não querem reconhecer o direito dos povos a disporem de si próprios e não aceitam o direito à independência que eles próprio usufruíram quando se separaram da Rússia...

«Diamantino Hugo Pedro» no Facebook >> O Pedro Batista também deve apoiar o direito à criação do Estado Africano na Cova da Moura ....Se os Russófonos da Ucrânia não querem ser Ucranianos que vão para a Russia que há lá muito espaço !

« Pedro Baltazar Lázaro» no Facebook >> A sério que não quero envolver-me noutra discussão sobre política. (Lá disse o palavrão outra vez.) Não tenho nem tempo nem energia. Perdi-os todos a desesperar pelos meus amigos ucranianos, tanto pró-russos como pró-Kiev. Entretanto deixo aqui este link para irem todos pensando na situação de outra perspectiva: e se eu disser que os verdadeiros fascistas são o governo do Putin e todos os seus apoiantes? Fourteen Defining Characteristics Of Fascism

«Joaquim Leal» no Facebook >> Realmente apelidar de "fascistas" quem apenas defende o seu território perante uma invasão ao velho estilo soviético criminoso liderada por um mentecapto corrupto...

«Fatima Sousa» no Facebook >> é uma noticia triste

«João Pedro Baltazar Lázaro» no Facebook >> Alguém me explique isto: se a Rússia é um país assim tão fixe e justo, então porque é que há tanta gente DESESPERADA para sair de lá?

«Diamantino Hugo Pedro» no Facebook >> Tenho que reconhecer que o Putin é um gajo que gere as simpatias exteriores de forma suberba. A besta consegue, em poucos meses, passar do fascista que perseguia homossexuais e bandas de Rock para o agora salvador do mundo do maléfico fascismo.É uma comédia...

«Joaquim Leal» no Facebook >> Carrega Diamantino

«Pedro Felgar Couteiro» no Facebook >> As simpatias ao Putin-que-os-pariu diz tanto sobre a decadência de Ocidente... E sempre Hamas merda para apoiarem, ó emprenhadores pelos ouvidos que tudo esquecem e nada relacionam!




Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Julho 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9





Posts recentes

Israel e Palestina novame...

Continuam os bombardeamen...

A guerra na Ucrânia está ...

A crise da Ucrânia

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus