"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Segunda-feira, 9 de Abril de 2018
Batalha de La Lys

No centenário da Batalha de La Lys curvo-me perante a memória dos heróis portugueses.

 

Batalha La Lys.jpgBatalha de La Lys travada em 9 de Abril de 1918, durante a Primeira Guerra Mundial, entre as forças da Alemanha e do Império Austro-Húngaro, por um lado, e a coligação de países em que se destacavam a Inglaterra, a França e Portugal, por outro. A batalha decorreu numa planície pantanosa banhada pelo Rio Lys e seus afluentes. Este foi um dos mais sangrentos confrontos em que esteve envolvido o Corpo Expedicionário Português, que aqui teve as seguintes baixas: 1341 mortos, 4626 feridos, 1932 desaparecidos e 7440 prisioneiros.



Publicado por Tovi às 10:00
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 25 de Março de 2018
Região Norte de Portugal vs Estados da Alemanha

Região Norte vs Alemanhã.jpg

Para todos os que dizem que somos muito pequeninos para sermos regionalizados, aqui fica a comparação da Região Norte de Portugal com as Regiões/Estados da Alemanha, em área e população.
Região Norte vs Alemanha dados kms e habitantes i



Publicado por Tovi às 14:35
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 14 de Fevereiro de 2018
Da crise alemã à crise europeia

Eu cá ainda acredito na Europa das Regiões... mas parece-me assunto completamente esquecido.

 

   Rui Moreira no Facebook

27657740_10216183913259170_4501155787373178489_n.j

A saída de cena de Martin Schulz, depois da derrota do SPD nas eleições alemãs, coloca mais uma vez sob pressão o projecto europeu.
A Große Koalition, a grande coligação negociada entre Merkel e Schulz ( reatando a coligação governativa pró-europeia e juntando a CDU/CSU com o SPD) está sujeita a um referendo interno do partido social-democrata de desfecho interno. A queda nas sondagens do SPD poderá levar os seus militantes a recusarem essa solução. Até porque o partido nacionalista continua a subir nas sondagens à custa do sentimento anti-europeista.
Repete-se, dramaticamente, com a crise do SPD transformada em crise europeia, o que vem sucedendo em várias frentes europeias. As alianças ao centro, favoráveis ao projecto europeu, vão causando vítimas entre os partidos tradicionais, enquanto crescem, nas franjas, os movimentos e partidos que se opõem ao projecto europeu.
No caso alemão, a debacle já se verificara com o FDP, o partido centrista e liberal de Genscher e Darendorf, que durante anos apoiou ora o SPD de Helmut Schmidt ora a CDU/Csu de Kohl, e que quase desapareceu com a deriva populista de Westerwelle.
Dentro de três semanas, saberemos o que se passa com o SPD. Se os jovens turcos, que se estão a filiar para impedir a grande coligação, vencerem, o partido terá que se reinventar. Sem Schulz, tentará angariar o voto dos que não acreditam no projecto europeu. Se os seus líderes tradicionais vencerem, o partido ficará como muleta de Merkel. Até ao dia em que, dispensável ou dispensado, irá morrer.
É por isso, também, que enquanto europeista convicto lamento que a solução transnacional tenha sido recusada.
Teria uma vantagem: é preciso que alguém diga aos eleitorados nacionais que as más políticas não vêm todas de Bruxelas; que Bruxelas serve de desculpa para muitas das más políticas dos governos nacionais; que Bruxelas pode deixar de ser um poder não escrutinado e pouco transparente se os europeus puderem votar directamente e escolher a sua Bruxelas. Infelizmente, isso concorre com os interesses instalados...infelizmente, esses interesses instalados alimentam o populismo e a demagogia anti-europeia.

 

   Comentários no Facebook

«Jose Bandeira»Estamos mais no caminho de retorno à Europa dos Impérios.

«David Ribeiro» - Merkel está sem maioria e não vai certamente poder iniciar o seu quarto mandato de chanceler, sendo muito provavelmente forçada a aceitar a realização de novas eleições, correndo no entanto o risco de perder ainda mais espaço para a extrema-direita. E eu só me lembro do Partido Nazi, mais correctamente “Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães”, que depois de 1930 focava toda a sua ideologia no anti-semitismo e anti-marxismo, mas que tinha inicialmente como estratégia política o anti-grandes empresas, o anti-burguês e a retórica anti-capitalista, embora esses aspectos tivessem sido posteriormente minimizados a fim de ganhar o apoio das grandes entidades industriais.



Publicado por Tovi às 09:46
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 27 de Janeiro de 2018
Não esquecer... nunca

concentration-camps-rare-photos.jpg

Há 73 anos (27 de Janeiro de 1945) as tropas soviéticas libertavam o campo de concentração nazi de Auschwitz.

 

  Comentários no Facebook

«Raul Vaz Osorio» - Para quem nunca lá esteve... vão lá. Tudo o que já sabiam ou ignoravam sobre o holocausto sobe vários níveis de compreensão. Devia ser uma visita obrigatória, para garantir que não se repete

«Andre Cordeiro Dos Santos» - Por acaso gostaria de visitar. Para me ajudar a compreender como homens conseguem através da força obrigar outros a não serem diferentes. Pelo que sei vários tipos de pessoas foram escolhidas para serem enviadas para os campos de concentração. Para além de origem judia, foram católicos que se opunham a ser pro regime, ciganos, homossexuais, deficientes e comunistas… de tudo um pouco. Quem fosse útil de afastar do ideal de pureza e supremacia. Mas para mim a pergunta é o que se continua a fazer em nome desse ideal de pureza, beleza, utilidade, produtividade, idealogia? Será que o respeito humano pela vida e o amor entre os povos está ainda em risco

«Raul Vaz Osorio» - Infelizmente, está sempre em risco é o caminho mais rápido para que se repita é convencer-mo-nos de que isso é impossível



Publicado por Tovi às 09:32
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 2 de Janeiro de 2018
Previsão astrológica para 2018

Fui à bruxa de São Miguel O Anjo… e foi isto que ela me disse sobre o que trará 2018 a algumas figuras da política mundial.
Mas ela também me disse que tudo isto é um “suponhamos” e com a intenção única de divertir os meus Amigos.

10153857.jpg

Ashraf Ghani (Touro) - A melhor notícia do ano para os taurinos é a aproximação do planeta Júpiter, que aconteceu em outubro de 2017 e permanecerá até novembro de 2018. Nessa conexão, os nascidos sob esse signo, entre os quais está o presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, têm todas as oportunidades para resolver problemas que permanecem já durante muito tempo. No entanto, para o ano que já começou é aconselhável que os taurinos prestem mais atenção àqueles que chamam de "seus amigos" — nem toda amizade possui interesses mútuos e dá frutos para ambas as partes.

Donald Trump (Gémeos) - Para o presidente dos EUA Donald Trump, a segurança será a maior preocupação em 2018. Portanto, é vital estabelecer relações amigáveis com seus vizinhos — isso ajudará a minimizar os riscos. Aqueles que nascem sob a influência deste signo terão muitas ideias e projectos no ano que começou. Entretanto, os astros aconselham a todos de Gémeos a ler melhor sobre o assunto em questão para saber ao certo onde aplicá-lo. Resta esperar que este aviso não esteja ligado com a Estratégia de Segurança Nacional autorizada pelo presidente no fim do ano passado.

Angela Merkel (Caranguejo) - Para este novo ano é previsto que os caranguejos, inclusive para a chanceler da Alemanha, tenham a falsa impressão de fazer esforços inúteis, mas é necessário ter paciência. Os resultados virão na hora certa e de maneira inesperada. Os astrólogos aconselham aos representantes desse signo sentimental, que estão passando por algumas pressões no trabalho, a evitar o stresse e dedicar mais tempo à saúde e vida pessoal. O início do ano surgirá com sinais de que é vital mudar algo na vida. Assim, é possível que Angela Merkel consiga encontrar outra ocupação mais favorável, do que se tornar chanceler alemã pela quarta vez.

Bashar Assad (Virgem) - A posição adequada dos planetas em 2018 ajudará os virginianos a superar a crise prolongada e controlar seus instintos impulsivos que, às vezes, vêm à tona. Os Virgens devem dar mais preferência à vida social e buscar um sentido maior para a vida. Agora o perigo ficou para trás, pois os terroristas foram expulsos do país. No entanto, a Síria não foi mencionada na Estratégia de Segurança Nacional dos EUA. Talvez, o ano de 2018 trará finalmente a mudança tão esperada já há muito tempo.Mas as estrelas avisam aos virginianos que mesmo com a chegada do novo ano, nem todos os problemas serão resolvidos e lembram o presidente sírio, que as tropas norte-americanas permanecem no país até o momento.

Vladimir Putin (Balança) - O alinhamento dos planetas promete aos representantes da balança — prosperidade financeira e progresso. Recentemente tornou-se conhecido que Vladimir Putin pretende concorrer à presidência da Rússia nas próximas eleições. Segundo acredita o porta-voz do presidente e experiente político, Dmitry Peskov, apesar de haver muitos candidatos à altura que concorrerão à presidência do país, "nenhum deles chegou perto de desafiar o poder do libriano Vladimir Putin para as eleições presidenciais em março de 2018". Contudo, sob a influência do planeta Vénus, é previsto um ligeiro desequilíbrio quanto à aproximação de duas loiras russas que também decidiram se candidatar. Qualquer que seja o resultado, resta apenas desejar boa sorte a Vladimir Putin.

Emmanuel Macron (Sagitário) - O fim do ano passado tornou-se muito favorável para alguns representantes deste signo. Entre eles, encontra-se Emmanuel Macron, que conseguiu ganhar as eleições presidenciais em 2017 e se tornar o presidente da França. Essa nova etapa também será favorável para viagens. É claro que há relações que devem ser melhoradas ou estabelecidas, apesar dos vários obstáculos que constroem as vizinhanças. Não obstante, o ano novo sem dúvidas trará novos desafios para os sagitarianos. Portanto, o "protestador da França" deve fazer o possível para defender sua pátria e povo de várias ameaças, especialmente daquelas com armas e que fogem do Oriente Médio para a Europa.

Kim Jong-un (Capricórnio) - O ano que passou foi intenso para os representantes deste signo zodiacal, especialmente para o líder norte-coreano Kim Jong-un, que tornou seu país muito popular graças a seus programas nucleares e de mísseis que ameaçam o mundo inteiro. No fim do ano passado, seu último avanço foi o lançamento de um novo míssil Hwasong-15 que voou 4475 km. Assim, para que neste ano Kim Jong-un realmente possa cumprir suas promessas de atingir a costa oriental dos EUA, Kim deve manter os esforços e mudar as estratégias, lançando o míssil balístico intercontinental de modo horizontal a uma distância de 11.000 km. Por outro lado, os astros predizem que os próximos 12 meses devem ser destinados para estabelecer boas relações com vizinhos longínquos e, até mesmo, adversários. Então, ainda não é tarde para buscar diálogo e paz com os EUA. O futuro é muito incerto e é difícil saber exactamente o que acontecerá.

João Lourenço (Peixes) - O horóscopo de 2018 incentiva os Peixes, entre os quais se encontra o recém-eleito presidente de Angola, João Lourenço, a manter os olhos abertos, especialmente durante a primavera. As possibilidades que pensava que nunca mais voltariam, irão aparecer. Assim, as estrelas o aconselham a continuar seguindo o mesmo caminho que foi escolhido há alguns meses. Além disso, os piscianos não devem esquecer sobre suas responsabilidades e concentrar-se no trabalho. Tudo promete correr perfeitamente bem, se a disposição for optimista.



Publicado por Tovi às 10:28
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 21 de Dezembro de 2016
Terá sido um ataque terrorista?

Ataque terrorista em Berlim 19Dez2016.jpg

Continua a haver dúvidas se foi ou não um ataque terrorista o que aconteceu ao fim do dia de segunda-feira em Berlim, quando um camião com matrícula polaca irrompeu num mercado de Natal na Breitscheidplatz, provocando a morte a 12 pessoas e cerca de 50 feridos, alguns em estado grave. As autoridades alemãs inicialmente disseram que o condutor do camião era um refugiado de 23 anos, de origem paquistanesa, sem antecedentes relacionados com terrorismo, que chegou à Alemanha a 31 de dezembro de 2015 e que se fixou em Berlim há cerca de dez meses. Este indivíduo tinha sido detido pouco depois do ataque, mas negou sempre as acusações de que era alvo, tendo posteriormente a polícia assumido que tinha detido o homem errado e que continuava à procura do autor do atentado. Aguardemos… mas a pressa nunca foi boa conselheira e a polícia alemã espalhou-se ao comprido neste trágico dia.

 


Ataque terrorista em Berlim 20Dez2016.jpg

 

  10h00 de 21Dez2016

Ainda há muito por averiguar (ou tornar publico) no que se refere ao que aconteceu em Berlim na segunda-feira ao fim do dia. De concreto sabe-se que um camião saiu da estrada e entrou numa zona pedonal na praça Breitscheidplatz, em Berlim, onde estava instalado um mercado de Natal. O resultado trágico foi de 12 mortos e 48 feridos. Inicialmente as autoridades alemãs evitaram usar expressões como “ataque terrorista” e só na terça-feira pela manhã, o ministro do Interior alemão Thomas de Maizière confirmou que o incidente se tratava de um atentado. Angela Merkel falou ao país e disse: “Há muito que ainda não sabemos com suficiente clareza, mas temos de assumir que foi um ataque terrorista”. Nessa mesma noite de segunda-feira, foi detido um suspeito de estar envolvido no atentado, um paquistanês de 23 anos, que segundo o ministro do Interior alemão, Thomas de Maizière, não tinha antecedentes relacionados com terrorismo. O suspeito negou sempre o envolvimento no ataque e o chefe da polícia de Berlim, Klaus Kandt, acabou por anunciar que não era possível confirmar se o indivíduo detido era o condutor do camião, como anteriormente se pensara, ficando no ar a possibilidade de o verdadeiro responsável pelo morte de 12 pessoas ainda estar em fuga. O paquistanês foi libertado. O homem de origem polaca morto no ataque com um tiro e encontrado pela polícia dentro do camião foi identificado como Lukasz Urban, tinha 37 anos e era da zona da ocidental da Polónia, perto da fronteira com a Alemanha, não estando ainda oficialmente confirmado se era o condutor a quem o camião estava confiado, embora tudo leve a crer que sim.

 

  Comentário no Facebook às 13h30 de hoje

Ataque terrorista em Berlim 21Dez2016.jpg«Nuno Rogeiro» - A polícia alemã procura este homem, suspeito de ter sido o responsável pelo ataque do Daesh a Berlim. Ananis (ou Anis) A., tunisino, de 23 anos, nascido em Tataouine, Pediu asilo em 2016, foi rejeitado, mas conseguiu autorização de permanência temporária no Norte do Reno-Vestfália. Estava associado ao pregador Abu Walaa, preso em Novembro. Detido em Friedrichshafen, já este ano, com um passaporte falso italiano, mas outra vez libertado. Detido em Dortmund, suspeito de preparar um ataque, mas solto por falta de provas. Vivia no campo de refugiados de Emmerich am Rhein, perto da fronteira holandesa, em Kleve. Tinha iniciado um outro processo de asilo. A sua história alemã parece ser isso: uma longa série de actos preparatórios. Está ferido, é perigoso, está armado.
O que se sabe, ou se supõe: Anis Amri matou o motorista polaco do camião Scania, que tentou opôr-se ao acto selvagem. Usou uma pistola de calibre 5.6 mm/0.22 e uma faca. Ficou também ferido na luta. As amostras de ADN levaram a polícia a juntar as peças que faltavam. Um documento encontrado na cabine completou o puzzle. A presunção é de que tudo tenha sido planeado pelo alegado «comando» da Daesh na Alemanha, controlado por um grupo que veio da Síria, pela «rota balcânica».
100 mil euros de recompensa. Que devem ser vistos como incentivo a que o fugitivo, e a sua célula, sejam neutralizados. Mas isto põe em causa tantas coisas sobre a parte securitária do asilo, o problema dos bancos de dados Schengen, da vigilância por CCTV, da relação entre BND, BFV, BKA e polícias federais e estaduais, e destas com os grupos de intervenção (SEK, GSG9, etc), que estamos só perante um começo.

 

  Expresso, 11h54 de 23Dez2016

Ministro italiano confirma que suspeito de atentado em Berlim foi abatido pela polícia
Anis Amri, o tunisino suspeito de ter conduzido o camião que abalroou o mercado de natal da Breitscheidplatz, em Berlim, foi abatido esta sexta-feira pela polícia italiana, em Milão. A notícia foi avançada pela agência Reuters e confirmada esta manhã pelo ministro do Interior italiano, numa conferência de imprensa.

De acordo o ministro Marco Minniti, o suspeito foi abatido pela polícia depois ter disparado contra um agente das forças de segurança, num controle de segurança em que lhe pediram que mostrasse o seu documento de identificação, às 3h desta madrugada.
O polícia atingido ficou ferido sem gravidade e encontra-se internado no hospital. “Não há qualquer dúvida de que o homem abatido pela polícia é o mesmo que era procurado pelas forças policiais alemãs”, suspeito de ser responsável pelo ataque que provocou a morte de 12 pessoas e feriu outras 46 num mercado em Berlim, disse o ministro. Numa mensagem publicada no Facebook, o primeiro-ministro italiano Matteo Renzi elogiou as forças de segurança italianas pela sua “qualidade extraordinária e profissionalismo”.
De acordo com a agência Ansa, Anis Amri foi abatido pela polícia em frente à estação de Sesto San Giovanni, em Milão. O seu irmão Abdelkader Amri, que esta semana disse aos jornalistas, a partir da casa da família na Tunísia, que acreditava na inocência de Anis e que ele saiu de casa “por razões económicas, para trabalhar e ajudar a família” e não por causa do terrorismo, disse esta manhã estar “chocado” com o sucedido e recusou-se a prestar mais declarações sobre o assunto.
Na quinta-feira, as autoridades confirmaram ter encontrado impressões digitais de Amri dentro do camião usado para executar o ataque, que foi reivindicado pelo autoproclamado Estado Islâmico (Daesh). Perante isto, o ministro alemão do Interior informou que Amri é, “com alta probabilidade”, o autor do atentado de Berlim.
“Podemos dizer-vos hoje que há provas adicionais de que este suspeito é com alta probabilidade o autor” do atentado, disse Maizière esta quinta-feira, durante uma visita às instalações em Berlim do Departamento Federal de Investigação Criminal (BKA). “Foram encontradas impressões digitais na cabina e há outras indicações adicionais que sugerem isto”, disse ainda. “É crucial que a caça ao homem seja concluída tão depressa quanto possível”, acrescentou o ministro.



Publicado por Tovi às 08:19
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 26 de Agosto de 2016
Cautela e caldos de galinha...

tanques-do-exercito-da-turquia-na-fronteira-com-a-

Nos últimos dias “fontes geralmente bem informadas” dão conta de alguma actividade indicadora de um clima de pré-guerra na Europa. Podem ser só ameaças, mas carros de combate turcos entraram em território sírio e o governo alemão aconselhou os seus cidadãos a armazenarem comida e água. Damasco já condenou a operação militar turca, por a considerar uma “flagrante violação da soberania”, restando saber que atitude irá tomar Putin, um velho aliado de Bashar al-Assad. Por outro lado Washington incitou os curdos a atacarem o exército sírio. Neste verão as relações entre a Turquia e a União Europeia foi sempre tensa e aumentou ainda mais após a falhada tentativa de golpe que o presidente Erdogan considerou ter sido promovida pelo clérigo de 75 anos, Fethullah Gulen, que vive em exílio auto-imposto nos EUA. Já em Junho a Turquia retirou o seu embaixador da Alemanha após o Bundestag (parlamento alemão) aprovar uma resolução que reconhece o genocídio arménio. As autoridades turcas também proibiram uma delegação parlamentar alemã de visitar a base aérea da NATO em Incirlik. Em represália o Governo de Angela Merkel pretende mudar o seu contingente militar desta base para outras na Jordânia e Chipre, mas esta reafectação das aeronaves Tornado a outros locais iria interromper os voos de reconhecimento sobre a Síria e o Iraque pelo menos durante dois meses. Não há dúvida que as coisas estão a aquecer… mas pode ser que não seja nada, apesar de cautela e caldos de galinha nunca terem feito mal a ninguém, como diz o Povo.

 

  Comunicado do Ministro da Defesa Russo

Exército 25Ago2016.jpg"Hoje [Quinta-feira, 25 de Agosto], de acordo com a ordem do comandante supremo das Forças Armadas, foi iniciado um novo controle repentino. As Forças do Distrito do Sul, uma parte das Forças dos Distritos Oeste e Central, a Frota do Norte, o Comando Geral da Força Aeroespacial e o Comando das forças aerotransportadas foram postos em estado de alerta máximo a partir das 07:00 horas, horário de Moscovo", declarou o ministro da Defesa russo, general do Exército Sergei Shoigu.



Publicado por Tovi às 08:16
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 22 de Julho de 2016
Terrorismo em Munique

Terrorismo Munique 22Jul2016 aa.jpg

  19h30

Polícia alemã está a levar a cabo uma grande operação policial. Imprensa local diz que já morreram 15 pessoas, mas é uma informação que carece de confirmação. A agência Reuters cita fonte policial que fala em "vários mortos".

  20h30

Há mortos e feridos, mas ainda não se sabe ao certo o que se está a passar hoje em Munique. Muito provavelmente e mais uma vez estamos perante um acto “terrorista”. A Europa está “feita ao bife” e vai pagar muito caro erros graves cometidos nos últimos anos.

  Comentários no Facebook

«Fernando Duarte» >> Amigo Quirino, tudo bem contigo em Munich? ...../..... O nosso amigo alemão jà deu noticias à nossa amiga Cristina e está bem, tanto ele como a família !

  20h50

Polícia alemã diz que não há indícios de ligações ao DAESH. Atiradores terão fugido para fora de Munique.

  21h00

A polícia de Munique confirma cinco mortos e vários feridos.

  21h30

A estrema direita alemã tinha estado contida e controlada pelos Serviços de Inteligência da Alemanha, mas já se fala na possibilidade deste acto terrorista ser obra de algum grupo e/ou movimento xenófobo e racista.

  BBC às 21h40

German police are engaged in a huge anti-terror manhunt in the city of Munich after eight people died in a shopping mall shooting.

  23h00

Polícia confirma nove mortos e vários feridos graves; Munique em estado de emergência; Confirma-se o suicídio de um atacante; Há suspeitos ainda em fuga.

  Expresso às 0h44 de 23Jul

Atirador foi já identificado: trata-se de um jovem alemão de ascendência iraniana, de 18 anos, que vivia em Munique há “algum tempo”. Não tinha registo criminal. Ainda não são conhecidos os motivos do ataque. O seu corpo foi encontrado às 20h30 (horal local), a cerca de um quilómetro do centro comercial Olympia, onde ocorreu o tiroteio. Último balanço aponta para dez mortos e 21 feridos, três dos quais se encontram em estado grave. A chanceler alemã Angela Merkel convocou uma reunião do Conselho de Segurança federal para este sábado. Este tiroteio ocorreu dias depois do ataque no estado alemão da Baviera, levado a cabo por um jovem afegão de 17 anos. Munido de um machado e uma faca, este jovem atacou 11 passageiros que circulavam num comboio regional.



Publicado por Tovi às 20:29
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 7 de Julho de 2016
Alemanha 0 – 2 França

GERMANY - FRANCE SEMI FINAL EURO 2016-1920x1080-75

A selecção de Portugal já estava desde ontem apurada para a final do EURO2016 e ficou-se agora a saber que vamos defrontar na final a França, que acaba de derrotar a Alemanha por dois a zero. Os alemães jogaram forte e em ataques contínuos, enquanto os franceses foram perigosíssimos nos contra-ataques.

Mas quem jogou que foi um espanto foi o árbitro italiano Nicola Rizzoli  

E agora vamos lá ganhar aos franceses este Campeonato Europeu de Futebol.

E se perdermos, que se f… como diz o nosso capitão Cristiano Ronaldo

 

  Comentários no Facebook

«Elisabete Loureiro» >> O Platini ainda mexe... e eu a pensar que já era decujo!!!

«Albertino Amaral» >> Pressinto uma França, perfeitamente ao alcance da nossa selecção. Era o adversário que eu desejava. Boa sorte Portugal...



Publicado por Tovi às 21:50
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 28 de Junho de 2016
Oitavos-de-final do EURO2016

euro2016-logo.jpg

Terminaram ontem os jogos dos oitavos-de-final do EURO2016 com os seguintes resultados:

Polónia eliminou a Suíça (empate a um golo e depois 5 a 4 nos penalties);
País de Gales eliminou a Irlanda do Norte por um a zero;
Portugal eliminou a Croácia por um a zero;
França eliminou a República da Irlanda por dois a um;
Alemanha eliminou a Eslováquia por três a zero;
Bélgica eliminou a Hungria por quatro a zero;
Itália eliminou a Espanha por dois a zero;
Islândia eliminou a Inglaterra por dois a um.

A Itália terminou com o reinado da Espanha e desforrou-se das derrotas dos dois últimos Europeus; Não faltaram elogios pela exibição realizada pela Bélgica sobre uma Hungria cheia de orgulho por ter chegado aos oitavos-de-final; A Alemanha terá que melhorar, apesar do impressionante triunfo sobre a Eslováquia; A França teve de lutar durante todo o jogo para vencer a Irlanda; O País de Gales está a causar sensação nesta prova da UEFA; Fernando Santos reconhece que teria sido bom jogar bonito contra a Croácia, mas afirmou que nem sempre é assim que se ganham torneios;… e assim vai o EURO2016.



Publicado por Tovi às 08:35
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 16 de Janeiro de 2016
Norte de Portugal vs Estados da Alemanha

Um dos argumentos que muita gente usa para contestar a Regionalização é dizer que somos um País muito pequenino… Pois para todos esses aqui fica a comparação, em área e habitantes, da Região Norte de Portugal (NUTS II) com os dezasseis estados da Alemanha.

Região Norte vs Alemanha dados kms e habitantes i

  Comentários no Facebook

«Joao Antonio Camoes» >> E se falarmos de paises muito mais pequenos que estao regionalizados sob diversos formatos (Suiça, Belgica etc) reforça o argumento.

«David Ribeiro» >> Todos os dezasseis Estados Federados (Regiões Administrativas) da Alemanha estão representados no Bundesrat (Conselho Federal) que tem voto em todo o processo legislativo.

«Natércia Bragança Fontes» >> Este complexo de inferioridade de que sofremos é absurdo !

«Jorge Baldinho» >> Não tenho nenhum complexo de inferioridade e sou contra a regionalização... Não será complexo de inferioridade querer copiar as soluções dos outros quando as realidades são bem distintas?

«Vítor Carla Sequeira» >> Como, vivemos de quê, dos serviços???? Industria no Norte já era, só se podermos contar com o regresso ao Porto das empresas que estão sediadas no estrangeiro SONAE INDÚSTRIA,MOTA-ENGIL etc Alemanha é uma grande Economia. Quer se comparar aqui o quê. Mas é certo se fosse o Norte uma Região autónoma, certo é que muitos dos defensores teriam tacho no governo regional e eram muitos de certeza. Somos uma Região pobre, e só é assim porque não somos homogéneos.

«José Camilo» >> Só disparates de quem não quer pensar. Enfim, vão-se queixando, vão.

«Vítor Carla Sequeira» >> Disparates.... um assunto que já foi debatido desde o tempo do Guterres e bem debatido. Uma Cidade que se nega ao sotaque, é uma cidade sem identidade.

«Raul Vaz Osorio» >> Disparates sim, como "indústria no Norte já era" e "vivemos de serviços?". Em primeiro lugar não "era", basta ver de onde vêm quase todas as exportações que configuraram um dos "sucessos" do governo anterior. Grande indústria? Ainda vai havendo, para quem não está distraído. O que efectivamente foi deslocalizado à força para Lisboa foram precisamente os serviços, especialmente na área financeira, graças ao basbaquismo cavaquista, com o plano imbecil de fazer da capital uma "grande cidade europeia" que arrastaria o país para um amanhã brilhante. Só mesmo um complexado como o senhor silva para gizar tal plano. Vejo que há aqui vários outros complexados, mas nenhuma região está livre deles. Na verdade, a experiência e a história de outros países mostram que a regionalização iria inverter essa lógica e devolver ao Norte os centros de decisão que perdeu por esta política estupidamente centralista. Aliás, só mesmo no país mais centralizado do mundo se poderiam ouvir barbaridades destas. Aliás, para exemplo de mal e bem respectivamente (em minha opinião, claro), mas ambos com desenvolvimento inegável, basta olharmos para a Madeira e Açores.

«Vítor Carla Sequeira» >> Raul Vaz Osorio de todas as opiniões que vou lendo por aqui, a sua é que levo mais em conta. Agora o Porto não tem industria ponto final, mas nem sempre foi assim. A industria que fala esta no Minho. E será que os Vimaranenses ou os Bracarenses são a favor do Porto ser o poder central?

«José Camilo» >> E continuamos. Uma no cravo (do dia 25) e outra na ferradura (que por acaso até é no Algarve). Agora... enfim, desisto.

«Raul Vaz Osorio» >> Vítor, antes de mais agradeço o elogio que não será merecido, pois há por aqui opiniões capazes e bem sustentadas. Eu quando quero falar do Porto, falo do Porto, quando quero falar do Norte, falo do Norte. Aqui estou a falar do Norte como terá ficado claro. Quanto ao argumento de o Porto ser "poder central" é mais um disparate dos argumentos centralistas. Porque raio é que o Porto há-de ser ou querer ser, poder central? Isso fazia desta cidade uma provinciana "Lisboa wanna-be", o que nunca foi a sua postura. Quem se opõe de forma sincera ao poder centralista, não o quer reproduzir, porque reconhece os erros que ele acarreta, seja em que escala fôr. O (Grande) Porto terá sempre um papel decisivo no Norte e no Noroeste Peninsular, pela sua importância natural de maior cidade e centro de serviços, mas não pode nem deve aspirar a ser uma Lisboa mais pequena. Como tenho dito inúmeras vezes por aqui, a minha visão de uma região Norte passa por uma capital administrativa descentralizada, sendo pela sua centralidade e dimensão, Vila Real a candidata que me parece mais apropriada. Já numa visão mais alargada de Euro-região Nordeste Peninsular, surgem algumas alternativas interessantes à própria Vila Real, como Ourense pela sua centralidade geográfica ou Santiago pela tradição que já possui de capital autonómica. Se alguém quer reproduzir à escala essa centralidade lisboeta no Porto, são os que propõe o reforço das áreas metropolitanas como alternativa à regionalização. As áreas metropolitanas devem ser reforçadas, têm interesses próprios que disso beneficiarão, mas não como alternativa, senão como complemento a uma regionalização, reforçando-se mutuamente. E para os argumentos já acima aduzidos de dimensão, lembro que a Galiza toda tem menor população que o eixo Porto-Braga.



Publicado por Tovi às 07:57
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 24 de Setembro de 2015
Volkswagen em maus lençóis

VW Alemanha nazi.jpg

A Volkswagen, um dos símbolos da Alemanha desde o tempo de Adolf Hitler, foi assolada esta semana por um escândalo ao ter falsificado as emissões de gases poluentes em 11 milhões de automóveis nos EUA, por intermédio de um sofisticado software. Para já este gigante da indústria automóvel europeia teve uma perda em bolsa de 27 mil milhões de euros, mas a procissão ainda vai no adro e nem o anúncio da constituição de uma provisão de 6.500 milhões de euros os irá salvar de maiores males.



Publicado por Tovi às 19:14
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 24 de Agosto de 2015
A crise dos refugiados... chegou à Alemanha

Migrantes e Refugiados na Alemanha Ago2015.jpg

Era inevitável… O constante assobiar para o lado dos políticos da UE perante a tragédia daqueles que chegam à Europa à procura de alguma paz e segurança, só podia dar nisto. E ainda estamos no princípio.

 

  Comentários no Facebook

«Carlinhos da Sé» >> Ai julgavam que era só vender armas e roubar o petróleo? Agora paguem, pena os "states" serem tão longe.



Publicado por Tovi às 11:19
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 6 de Junho de 2015
O Dia D – Junho de 1944

Dia D 6Jun1944 mapa b.jpg

Na madrugada de 6 de Junho de 1944, dezoito mil pára-quedistas britânicos e americanos eram largados na Normandia, ocupando pontes de importância decisiva e destruindo linhas de comunicação alemãs. Às 6h30 da manhã, desembarcaram as primeiras tropas, forças americanas, que desceram na praia «Utah», com os seus tanques anfíbios. Menos de uma hora depois, às 7h25, os primeiros soldados britânicos chegavam às praias «Gold» e «Sword», seguidos, na praia «Juno», por 2.400 canadianos, apoiados por setenta e seis tanques anfíbios. Às 10h15, era levada a notícia destes desembarques a Rommel, que se encontrava então na Alemanha. Rommel meteu-se imediatamente num avião a caminha de França, tendo-lhe Hitler dado instruções no sentido de, até à meia-noite seguinte, «atirar de novo para o mar» os invasores. Mas á meia-noite tinham já desembarcado 155.000 homens das tropas aliadas. Apenas na praia «Omaha», os defensores alemães conseguiram conter os 35.000 assaltantes americanos no interior de um círculo que não teria mais de uma milha de perímetro. Em todos os outros locais de desembarque, os avanços terra dentro continuavam e tinham sido já consideráveis. [in “A Segunda Guerra Mundial” de Martin Gilbert, vol. 6, pag. 85; Publicações Dom Quichote]



Publicado por Tovi às 07:46
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 10 de Maio de 2015
Os 70 Anos da Derrota Nazi

Moscovo Dia da Vitória 9Mai2015.jpg

(Foto REUTERS / Host Photo Agency / RIA Novosti)

Ontem em Moscovo, grandioso desfile militar que assinalou os 70 anos do triunfo sobre a Alemanha Nazi na Segunda Guerra Mundial. A Rússia celebrou o Dia da Vitória  (em russo: День Победы, Den' Pobedy) com uma parada militar em que participaram 16.500 soldados, 140 helicópteros e aviões, tanques como o T-14 Armata - que é descrito como a nova arma de destruição russa – ou os novos mísseis balísticos RS-24 Yars.

 

  Comentários no Facebook

«Fernando Duarte» >> a capitulação alemã foi assinada em Reims às 2h41 de 7 de Maio 1945, a segunda capitulação foi em Berlim às 23h01 de 8 de Maio1945 à hora de Berlim, ou seja às 01h01 de 9 de Maio 1945 à hora de Moscovo (e é isso que explica porque é que os Russos festejam o fim da Guerra 2 dois dias depois), mas a guerra só acabou mais tarde com a rendição do Japão

«Joaquim Leal» >> As imagens da parada em Moscovo, algo que só me lembrava os tempos da antiga união soviética tal o aparato. Não apreciei a ausência de figuras internacionais de maior destaque porque o momento deve ser objecto de respeito e união de todos mas o presidente russo também não tem facilitado com os comportamentos na Crimeia e mais recentemente na Ucrânia. Ao que julgo saber, apenas estiveram presentes dirigentes internacionais próximos de Putin, dos antigos territórios, Venezuela e China. Ah, o Mugabe também e imaginem, ainda o Steven Segal.

«David Ribeiro» >> A reter na memória a presença do Chinês.



Publicado por Tovi às 08:18
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Setembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Posts recentes

Batalha de La Lys

Região Norte de Portugal ...

Da crise alemã à crise eu...

Não esquecer... nunca

Previsão astrológica para...

Terá sido um ataque terro...

Cautela e caldos de galin...

Terrorismo em Munique

Alemanha 0 – 2 França

Oitavos-de-final do EURO2...

Norte de Portugal vs Esta...

Volkswagen em maus lençói...

A crise dos refugiados......

O Dia D – Junho de 1944

Os 70 Anos da Derrota Naz...

Bayern 6 - 1 Porto

Acidente aéreo nos Alpes ...

Foi há 70 anos…

O Muro de Berlim caiu há ...

Região Norte versus Alema...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus