"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Quinta-feira, 17 de Novembro de 2022
"A honra antigamente lavava-se em duelos...

...agora felizmente é nos tribunais”. Mas isto ainda vai fazer correr muita tinta. 

Captura de ecrã 2022-11-17 084508.jpg

António Costa reagiu à polémica em torno do livro “O Governador”, escrito pelo jornalista Luís Rosas e na qual o ex-governador do Banco de Portugal diz que foi alvo de pressão do primeiro-ministro para proteger Isabel dos Santos.
O Presidente da República coloca-se do lado do primeiro-ministro na polémica com o antigo governador do Banco de Portugal, Carlos Costa. Marcelo Rebelo de Sousa não mencionou nenhum dos dois, mas afirma que a "intervenção do Governo era a única maneira de resolver o problema" do BIC.

Perante os desenvolvimentos das últimas horas, António Costa acusou o antigo governador de montar uma operação politica contra o seu caráter e a sua honra.



Publicado por Tovi às 08:41
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 12 de Outubro de 2022
Marcelo... Quem não o conhecer que o compre

Captura de ecrã 2022-10-11 175543.jpg

Parecia impossível mas o Presidente da República tinha-o afirmado publicamente. E rapidamente a comunicação social e as redes sociais não falavam doutra coisa na tarde de ontem.
marcelo 1.jpg
Depois lá veio um "Nota da Presidência da República" que pouco ou nada acrescentou de positivo ao que Marcelo Rebelo de Sousa tinha dito.

  Nota da Presidência da República - 11 de outubro de 2022
O Presidente da República tomou conhecimento da validação de 424 testemunhos de abusos sexuais na Igreja em Portugal, hoje anunciada pela Comissão criada pela Igreja Católica.
O Presidente da República sublinha, mais uma vez, a importância dos trabalhos desta Comissão, muito embora lamente que não lhe tenham sido efetuados mais testemunhos, pois este número não parece particularmente elevado face à provável triste realidade, quer em Portugal, quer pelo Mundo.
Vários relatos falam em números muito superiores em vários países, e infelizmente terá havido também números muito superiores em Portugal.
O Presidente da República espera que os casos possam ser rapidamente traduzidos em Justiça.
Tal como fez no início de setembro, transmitindo imediatamente à PGR a denúncia que recebeu, continuará a promover e apoiar todos os esforços para que os abusadores sejam responsabilizados e afastados de qualquer situação que possa permitir a reincidência nestes comportamentos, seja no seio da Igreja Católica, ou em qualquer outra situação.

 

  Expresso - 12out2022 às 13h27
O primeiro-ministro António Costa fez questão de sair em defesa do Presidente da República na polémica sobre as declarações de Marcelo relativas ao abuso de menores por membros da Igreja Católica. Em Viseu, onde participa numa conferência da Aicep, António Costa fez uma declaração em que defende o chefe de Estado da “interpretação inaceitável que tem estado a ser feita das suas palavras”. “Todos nós na vida politica por vezes não usamos a melhor expressão”, admitiu o primeiro-ministro a propósito da primeira declaração de Marcelo na terça feira. 

 

  Quem não o conhecer que o compre
311586487_5656677954384000_4526940735675025573_n.j

  Tão amigos que eles são
310514720_5685144228175158_7259465895985696180_n.j

  Jose Pinto PaisDavid Ribeiro não há almoços grátis



Publicado por Tovi às 07:43
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 29 de Setembro de 2022
Alta velocidade Porto-Lisboa e as pontes sobre o Douro

Captura de ecrã 2022-09-28 165457.jpg

  Expresso de 28set2022
“Revolução” foi a palavra escolhida pelo ministro das Infraestruturas para classificar o que se passa na ferrovia neste momento – “não consigo utilizar outra palavra”, disse Pedro Nuno Santos na apresentação do projeto da alta velocidade esta quarta-feira [28set2022] no Porto. A nova linha, que se espera que esteja concluída em 2030, reduzirá o tempo de ligação entre Lisboa e Porto das atuais 2h49 para 1h15 mas um dos elementos mais destacados na apresentação foi o facto de servir todo o país, dada a ligação que terá às linhas ferroviárias já existentes.

 

  JN de 28set2022
A Infraestruturas de Portugal (IP) revelou, esta quarta-feira [28set2022], que a construção de uma única nova ponte, com um tabuleiro inferior que absorve a ponte D. António Francisco dos Santos e outro para a linha do TGV, sobre o rio Douro, está "totalmente viabilizada" do ponto de vista técnico. A decisão, que implica a anulação do concurso público que decorre para o projeto da ponte rodoviária, será tomada "nas próximas semanas", entre os autarcas e a tutela. 
"Do ponto de vista financeiro, é muito mais barato fazer uma ponte do que duas [sobre o rio Douro, ligando o Porto e Gaia]. A viabilidade técnica da fusão das duas pontes está comprovada. Esta é uma solução totalmente viabilizada. Será uma decisão dos senhores autarcas [do Porto e de Vila Nova de Gaia] e do senhor ministro [das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos]", disse Carlos Fernandes, do conselho de administração da IP. No Porto, no terminal ferroviário de Campanhã onde ontem de manhã foi apresentado o projeto de alta velocidade para ligação de Lisboa ao Porto e do Porto a Vigo, em Espanha, Carlos Fernandes avançou que a decisão "será tomada nas próximas semanas".

 


David Ribeiro - Não me parece mal... e esperemos que não haja mais "contratempos".
Bernardo Sá Nogueira Mergulhão
Anúncios do PS tem pouca validade, só vendo, no terreno ..Mas em teoria boa solução
David Almeida
🙈🙈🙈 soluções a pedido nunca chegam a lado nenhum!!! 🤔🤔🤔
João Pedro Maia
Vai demorar anos e anos... e Campanhã e o Areinho a definhar tal como a ponte Luís I....
Antonio BarretoAndam a distrair a malta !
Diogo CouceiroContinuo a achar que é mais fácil e barato fazer umas pontes. E muito mais seguro
Gonçalo G. MouraNão vai acontecer, mas e como de costume, vamos pagar o dobro do que seria gasto se efectivamente acontecesse... 🙄
Anselmo Nascimento
Será a notícia publicada já em 1998?
Pode ser uma imagem de 3 pessoas
Paulo SantosJá vimos o TGV ser apresentado umas 5 vezes ao longo de 20 anos, vamos lá ver se agora é que é



Publicado por Tovi às 07:45
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 13 de Setembro de 2022
Até o António Costa o diz

306634237_10221885255508410_13256880891198234_n.jp

Paulo NevesVerdade. Mas ele também sabe muito bem porque e como perdeu Lisboa
David AlmeidaÉ por isso que vem buscar os seus ministros ao Porto, só para os 'alfacinhar'... e entrar na 'rotina'...😱
Albertino Amaral
Nunca é tarde para aprender......... 
José Lachado
Estava a falar em matéria de saúde.
Rui RochaJosé Lachado sim em matéria de saude, mas em outras matérias também podiam aprender, mas a corte sera sempre corte!!
Diogo CouceiroAdianta me muito Farto de alimentar 🦠 parasita
Raul Paula SantosDesfaçatez.
 
 
  JN de hoje às 13h26

Captura de ecrã 2022-09-13 150935.jpg
O presidente do Hospital de S. João, no Porto, foi convidado para assumir o cargo de diretor executivo do Serviço Nacional de Saúde. Já houve conversações com o Governo sobre o tema, mas Fernando Araújo ainda não aceitou.
  Seria bom para o SNS que aceitasse... mas só ele é que sabe o que deve fazer.



Publicado por Tovi às 08:59
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos (1)

Terça-feira, 6 de Setembro de 2022
Medidas de apoio às famílias e ao combate à inflação

Captura de ecrã 2022-09-05 211645.jpg

As oito medidas de apoio ao rendimento das famílias e que visa responder ao contexto atual de inflação e aumento do custo de vida:

1. Cada cidadão não pensionista com rendimento bruto mensal até 2700 euros vai receber um apoio de 125 euros pago em outubro na conta bancária indicada ao fisco.
 2. O Estado vai pagar 50 euros em outubro por cada criança/jovem dependente até aos 24 anos.
3. Pensão extraordinária de 50% para todos os pensionistas com atualização de pensões. Pago em outubro. As pensões até 886 euros vão ter um aumento de 4,43%; pensões entre 886 e 2659 euros vão ter um aumento de 4,07%; outras pensões sujeitas a atualização vão receber um aumento 3,53%.
4. O IVA da eletricidade vai descer de 13% para 6% a partir de outubro de 2022 até dezembro de 2023.
5. Casal com 2 filhos (consumidor-tipo) vai ter uma poupança mínima de 10% com a transição para o mercado regulado do gás.
6. Limitação da atualização das rendas das casas fixada nos 2%, com compensação no IRS e IRC dos senhorios.
7. Congelamento de todos os aumentos do preço dos passes de transportes públicos e viagens da CP em 2023.
8. Poupança de 16 euros e 14 euros num depósito de 50 litros de gasolina e gasóleo, respetivamente. Medida mantém-se até ao final de 2022.

 

  Comentários dos partidos políticos
Medidas de "caráter histórico", aplaude o PS.
PCP fala em “autêntica fraude” e “verdadeiro embuste”.
BE alerta para "truque" sobre as pensões. "Não há um aumento de pensões, há uma revisão em baixa do aumento legalmente previsto".
"A montanha pariu um rato", diz Rodrigo Saraiva da IL.
“São migalhas” e “uma fraude política”, critica Chega.
“Tarde é melhor que nunca e pouco é melhor que nada”, diz Rui Tavares, do Livre.
Medidas são de "curto prazo" e "não resolvem as necessidades reais", diz o PAN.
Pacto de medidas é “uma ilusão” e “não é pôr as famílias primeiro”, acusa PSD.

 

  Capas dos jornais de hoje
Captura de ecrã 2022-09-06 112112.jpg

 

  Conferência de imprensa do plano anti-inflação do Governo
Medina: "Este é um programa eficaz nas respostas às famílias". 
Governo mantém inalterados objetivos para o défice e dívida pública. Cheque de 125 euros custará um total de 730 milhões de euros. Pagamento de meia pensão em outubro vale 1000 milhões de euros. Limitação do aumento das rendas custa 45 milhões.
Medina: "Portugal ultrapassará o crescimento da zona euro este ano".
Ministra do Trabalho explica que meia pensão extra estará sujeita a "tributação normal".
Ana Mendes Godinho explicou: Bónus de meia pensão é pago por pensão (velhice, invalidez, etc) e não por pensionista.
Valor dos apoios às famílias e trabalhadores é líquido, frisa Medina.
Ministro do Ambiente, Duarte Cordeiro, esclarece: regressar às tarifas reguladas de gás permite poupança maior do que descida do IVA.
Ministra do Trabalho esclarece: Apoio 'one shot' de 125 euros abrange "todos os trabalhadores", mesmo quem não está sujeito a declaração de IRS e desempregados. 
Ministro da Habitação, Pedro Nuno Santos: Governo a “pensar medidas” para quem tem crédito à habitação.
Ministra Ana Mendes Godinho diz que medidas 'one shot' são mais abrangentes e complementam as "medidas estruturais" já tomadas para famílias desfavorecidas.
Medina diz que pacote pode vir a ser atualizado mas dentro "das contas certas". "Contas certas não é nenhum fetiche nem medalha".
Energia: "Importa que a Europa aprenda que não pode estar virada apenas para Leste", diz Duarte Cordeiro.
Medina não comenta Marcelo. E afasta Orçamento retificativo.

 

  Júlio GouveiaEu acho bem, todas as ajudas a quem menos pode, terão de ser sempre, mas sempre muito bem vindas e sujeitas a palmas. Contudo há duas medidas que são mentira; são apenas engodo ou seja as medidas para as pensões são mentirosas, os pensionistas não vão ser aumentados em 4 e 4 e pouco com o governo apregoa, pois para o ano o valor a que o governo se obriga a aumentar os reformados e que é indexado a valores de inflação será deduzido deste valor agora aumentado. Por outra lado tb é mentiroso que IVA da eletricidade vá baixar de 13 para 6 porque 13 são pequenas os primeiros 100 ka todos os restantes continuam não a 13 não a 6, mas a 23. Ou seja pagaremos menos 60 ou 70 centimos. Resumo: Parece-me que todas as medidas são bem acolhidas e o governo esteve bem, mas escusava de mentir e fazer propaganda daquilo que não existe. Enganar os ignorantes. De qualquer modo nota positiva.



Publicado por Tovi às 08:19
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 12 de Agosto de 2022
Gasoduto de Sines ao centro da Europa

Captura de ecrã 2022-08-11 210057.jpg
Lembram-se de eu há uns tempos ter aqui defendido esta solução para colmatar o embargo de gás russo na Europa Central?... Pois parece que o chanceler alemão, Olaf Scholz, é da mesma opinião.

 

  António Costa, em resposta a Olaf Scholz: "A Alemanha pode contar 100% com o empenho de Portugal para a construção do gasoduto. Hoje para o gás natural, amanhã para o hidrogénio verde. Até lá, o Porto de Sines poderá ser utilizado como plataforma logística para acelerar a distribuição de GNL para a Europa".


Isabel Sousa Braga - ...l
á para 2030 🙄
David Ribeiro
Vai demorar, seguramente, mas até lá, como disse e bem o António Costa, "o Porto de Sines poderá ser utilizado como plataforma logística para acelerar a distribuição de GNL para a Europa".
Jose RamalhoSe Sines fosse no Norte, acredito... assim daqui a 2 anos se calhar estará pronto...
Isabel Sousa BragaJose Ramalho, era igual

 

  Não é assim tão complicado como dizem
(E
xpresso de hoje, 12ago2022)
O primeiro-ministro garantiu esta sexta-feira, 12 de agosto, que o percurso português do gasoduto para o centro da Europa já está definido, estando os “trabalhos muito avançados”, e assegurou que a Península Ibérica pode substituir "grande parte" do gás importado da Rússia. “Nós temos os trabalhos muito avançados: são cerca de, creio, 160 quilómetros entre Celorico da Beira e o ponto da fronteira onde amarramos com a rede espanhola”, sublinhou António Costa em declarações aos jornalistas à margem de uma visita à creche Luís Madureira, na Amadora (Lisboa), após ter sido questionado sobre as declarações feitas na quinta-feira pelo chanceler alemão, Olaf Scholz, que apelou à construção de um gasoduto entre Portugal e o centro da Europa. Costa afirmou que, no que se refere ao percurso português desse gasoduto, “houve dúvidas sobre o traçado” devido ao impacto ambiental que poderia ter, designadamente a travessia do Vale do Douro, que “é uma travessia muito sensível”. “Há um traçado que agora está definido, cuidadoso, que protege os valores ambientais, que importa proteger também no Vale do Douro. Portanto, do nosso lado as coisas têm vindo a avançar, da Espanha também”, indicou. O chefe do executivo recordou que “a existência desta interconexão da Península Ibérica com o resto da Europa é uma ambição antiga” de Portugal, que tem sido confrontada “com uma dificuldade, que são as limitações ambientais que a França tem invocado sobre o impacto do gasoduto na travessia dos Pirinéus”. Costa sublinhou que essa resistência francesa tem “atrasado bastante o problema”, mas referiu que a Comissão Europeia já está a ponderar um novo trajeto que crie interconexões energéticas entre a Península Ibérica e o resto da Europa sem passar pela França. “A Comissão Europeia já colocou em cima da mesa a possibilidade de, se não for possível ultrapassar o bloqueio com a França, o ‘pipeline’ possa ter uma ligação direta de Espanha para Itália, de forma a chegar ao centro da Europa por via de Itália e não por via de França”, frisou. 



Publicado por Tovi às 08:01
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos (1)

Sábado, 16 de Julho de 2022
Avião de combate aos incêndios caiu em Foz Côa

img_900x509$2022_07_15_22_03_28_1169072.png

Ao fim do dia de ontem tivemos a triste notícia da morte de André Serra, o piloto do avião anfíbio de combate a incêndios que caiu em Foz Côa. O piloto seguia sozinho a bordo do avião anfíbio Fire Boss quando perdeu o controlo da aeronave que tinha acabado de reabastecer de água no rio Douro. O alerta foi dado cerca das 20 horas, para a freguesia de Castelo Melhor, em Vila Nova de Foz Côa. Para o local - uma vinha da Quinta do Crasto, numa encosta entre Orgal e Castelo Melhor, junto à EN 222, a alguns metros das margens do rio Douro - seguiram de imediato 52 operacionais, 15 viaturas e três meios aéreos: um helicóptero do INEM, um meio de busca e salvamento da Força Aérea Portuguesa e um helicóptero de coordenação da Proteção Civil. O corpo do piloto português foi encontrado carbonizado dentro do aparelho.

 

  Comunidado da Presidência da República (15jul2022)
Foi com pesar que o Presidente Marcelo Rebelo de Sousa recebeu a notícia do falecimento do Comandante Piloto André Serra, durante o combate a um incêndio no teatro de operações de Torre de Moncorvo, Bragança. O Comandante André Serra será recordado pela sua coragem, bravura e dedicação ao serviço. À família enlutada, amigos e camaradas da Força Aérea Portuguesa - ramo das Forças Armadas onde serviu Portugal - apresenta o Presidente da República as suas sentidas condolências, nesta hora igualmente difícil para todos os operacionais do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais.

 

  António Costa na rede social Twitter (15jul2022)
comunicado ant costa.jpg

 

  O adeus ao piloto André Serra
funeral-piloto-foto-liliana-monteiro1606302cdefaul
O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, participou no domingo [17jul2022], na capela da Força Aérea, em Lisboa, na missa de corpo presente do piloto de combate aos incêndios que morreu num acidente na sexta-feira, em Foz Coa, distrito da Guarda. O Governo esteve representado nas cerimónias fúnebres pelo ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro. Marcelo Rebelo de Sousa tinha estado presente no velório, no sábado à noite. O funeral seguiu, pelas 14 horas, para o cemitério de Barcarena, Oeiras, onde o piloto foi cremado.

 

  Dez acidentes e nove mortes com aeronaves em combate a incêndios em Portugal desde 2009 (Fontes: Agência Lusa e Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários - GPIAAF)

2022
7 julho, Foz Coa, distrito da Guarda: Um avião anfíbio "Fire Boss", de combate a incêndios, despenhou-se em Castelo Melhor, concelho de Foz Côa. O piloto morreu na queda do avião.

2020
8 agosto, Lindoso, Ponte da Barca, distrito de Viana do Castelo: Um avião anfíbio pesado (Canadair CL215) que fazia parte do dispositivo de combate a incêndios rurais despenhou-se na zona do Lindoso, Ponte da Barca, distrito de Viana do Castelo, quando combatia um incêndio na Serra do Gerês, provocando um morto e um ferido grave. Em 21 de setembro, morreu o co-piloto do avião envolvido neste acidente.

2019
5 setembro, Sobrado, Valongo, distrito do Porto: Um helicóptero AS350-B2 colidiu com linhas elétricas e despenhou-se quando combatia um incêndio em Sobrado, Valongo, distrito do Porto, causando a morte ao piloto Noel Ferreira, de 36 anos, também piloto da Força Aérea e comandante dos Bombeiros Voluntários de Cete, em Paredes, distrito do Porto.
4 setembro, Pampilhosa da Serra, distrito de Coimbra: Um helicóptero ficou parcialmente destruído depois de cair durante a descolagem na Pampilhosa da Serra para combater um incêndio no distrito de Castelo Branco. O acidente deveu-se a um erro do piloto, que pensava estar a operar um modelo diferente daquele que realmente pilotava, concluiu Gabinete de Prevenção e Investigação de Acidentes com Aeronaves e de Acidentes Ferroviários (GPIAAF).
3 julho, barragem de Castelo de Bode: Um avião ligeiro de combate a incêndios ficou destruído quando abastecia água na barragem de Castelo de Bode. O acidente deveu-se ao facto de o piloto não ter recolhido o trem de aterragem, concluiu o GPIAAF.

2017
20 agosto, Cabril, Castro Daire: Um helicóptero da empresa Everjets caiu, tendo provocado a morte ao piloto, em Cabril, Castro Daire, distrito de Viseu, quando combatia um incêndio florestal.

2015
8 agosto, Arcos de Valdevez: Um helicóptero ligeiro de combate a incêndios despenhou-se quando regressava de um fogo em Miranda, Arcos de Valdevez, e duas pessoas ficaram feridas.
29 junho, Paços de Ferreira: Um helicóptero ligeiro da Proteção Civil caiu na localidade de Lamoso, concelho de Paços de Ferreira, quando estava a reabastecer-se de água numa lagoa para combater um incêndio naquela localidade, causando ferimentos ao piloto.

2012
3 setembro, Ourém: A queda de um helicóptero de combate ao fogo junto ao parque de merendas de Espite, no concelho de Ourém, fez dois feridos ligeiros.
19 julho, Beja: Registada amaragem de um avião anfíbio, que participava no combate ao incêndio em Tavira na albufeira do Roxo, devido a uma falha técnica, sem causar vítimas.

2009
12 agosto, Fundão: Um avião de combate a incêndios aterrou de emergência em Ferreiras, concelho de Fundão. Os dois tripulantes saíram ilesos.



Publicado por Tovi às 08:39
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 14 de Julho de 2022
Perigo máximo para fogos no interior norte e centro

Captura de ecrã 2022-07-14 094010.jpg 

"Hoje será o dia mais grave em termos de temperaturas, com o aumento do vento de leste e uma humidade baixa", disse António Costa, sublinhando que é preciso "mais cuidado do que nunca para evitar novas ocorrências" esta quinta-feira.

 

  Ponto de situação dos incêndios rurais em Portugal às 09h44 de hoje (Fonte: site da Proteção Civíl)

Número total de incêndios rurais: 54 (15 em curso, 8 em resolução e 31 em conclusão)
Número total de operacionais mobilizados: 3.606
Número total de viaturas operacionais mobilizadas: 1.087
Número total de meios aéreos mobilizados: 30

 

  11h38 de hojeFogo que começou em Vilar de Mouros, em Caminha, em fase de resolução. O incêndio que deflagrou na quarta-feira em Vilar de Mouros, concelho de Caminha, no distrito de Viana do Castelo, está em resolução depois de uma “noite de sobressalto” devido a reacendimentos, disse esta quinta-feira o presidente da Câmara. “Passámos uma noite de sobressalto porque, apesar de haver algum controlo sobre o fogo, havia muitos fogachos que se reacendiam e isso junto a casas é igual a sobressalto”, afirmou à agência Lusa o socialista Miguel Alves. O autarca referiu que, pela manhã, a “situação estava mais controlada”, realçando ainda a mobilização de um meio aéreo (helicóptero ligeiro) que, “logo à primeira hora do dia”, foi até Lanhelas onde andou a “apagar fogo atrás das casas que estavam mais ameaçadas”. “A situação neste momento é de alguma serenidade e a sensação de controlo. As equipas vão manter-se posicionadas, algumas foram rendidas, e as equipas municipais quer de sapadores, quer de funcionários com cisterna estão também no local, porque achamos que a tarde pode ser complicada, com algum vento a entrar de sul”, explicou Miguel Alves. O incêndio teve início pelas 14h00 de quarta-feira, em Vilar de Mouros, estendeu-se a Lanhelas, obrigou ao corte durante quase cinco horas da Autoestrada 28 (A28) e foi dado como estando em resolução pelas 10h00 de hoje. Miguel Alves disse que o fogo queimou “muita floresta”, que circunda a nascente de Vilar de Mouros e de Lanhelas, e referiu que “estiveram sob ameaça não só casas, como também pequenas fábricas, carpintarias e até um armazém de pirotecnia”. “E tudo foi debelado”, frisou. O autarca apontou que durante o combate a este incêndio três bombeiros tiveram de “ser retirados”, na quarta-feira, por “alguma exaustão”, pois vinham já de outro fogo em Lindoso (Ponte da Barca), e um outro bombeiro de Vila Praia de Âncora sofreu uma fratura óssea, durante uma mudança de um pneu de um camião.

  11h45 de hojeFogo corta EN101 que liga Amarante à Régua. Há pontos de "visibilidade totalmente nula". Incêndio deflagrou às 6h28 e abrange três freguesias de dois concelhos. A densidade de fumo e a proximidade da estrada já obrigou ao corte da Estrada Nacional 101, estando a consumir uma zona de mato. No local estão 107 operacionais, apoiados por 28 veículos e 3 meios aéreos.

  12h31 de hojeUm incêndio que começou ao início da manhã de hoje em Baião, no interior do distrito do Porto, alastrou, entretanto, ao vizinho município de Amarante, com três frentes ativas, informou fonte dos bombeiros. Pelas 11h45, segundo o comandante dos Bombeiros Voluntários de Baião, Alexandre Pinto, as chamas estavam a ser combatidas por cerca de uma centena de bombeiros, de 10 de corporações da região Norte, apoiados por 28 veículos e três meios aéreos. O incêndio deflagrou na localidade de Teixeira, em Baião, tendo o alerta sido registado às 06h28. O comandante referiu que a principal frente de fogo ativa está a dirigir-se para Carneiro e Murgido, em Amarante. Alexandre Pinto acrescentou não haver casas ou outras estruturas em perigo, sublinhando: "Os bombeiros não vão deixar que isso aconteça”.

  15h20 de hojeGNR deteve homem na Trofa que ateava fogo no mato para queimar cobre. Um homem de 50 anos foi hoje detido na Trofa por atear fogo em zona de mato para queimar cobre, o que viola a situação de contingência em que se encontra o país, revelou hoje em comunicado a GNR. A detenção ocorreu após uma denúncia de que o homem estava a atear fogo para queimar cobre, tendo o indivíduo sido apanhado quando já se encontrava em fuga e com um saco que continha no seu interior pedaços de cobre ainda quentes, descreve a Guarda. Após ter sido intercetado, o homem “confirmou a veracidade dos factos”, motivo que levou à sua detenção, tendo sido apreendido um isqueiro, acrescenta a nota de imprensa. Fonte da GNR revelou à Lusa que “não chegou a haver incêndio, tendo a fogueira sido apagada pelos militares da Guarda com o apoio da Polícia Municipal”. O detido vai ser presente hoje ao Tribunal Judicial de Santo Tirso.

  15h59 de hojeFogo de Baião com três frentes ativas. O fogo de deflagrou numa zona de mato em Baião está com três frentes ativas. Cerca das 15h43, estavam no local 129 operacionais, acompanhados por 39 meios terrestres e um meio aéreo. 

 

  Ponto de situação dos incêndios rurais em Portugal às 16h16 de hoje (Fonte: site da Proteção Civíl)

Número total de incêndios rurais: 71 (19 em curso, 9 em resolução e 43 em conclusão)
Número total de operacionais mobilizados: 3.975
Número total de viaturas operacionais mobilizadas: 1.195
Número total de meios aéreos mobilizados: 22



Publicado por Tovi às 09:40
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 1 de Julho de 2022
Abriu oficialmente a «silly season» em Portugal

  Capas dos jornais de hoje

j.jpg

 

  O que se ouve por aí
ANA está disponível para construção do Montijo já e melhorar Portela de forma mais modesta. Alcochete logo se vê.
Líder do CDS considera que Primeiro-ministro destruiu “a sua credibilidade e a do ministro em direto perante um país inteiro“.
Costa fica com gestão política do aeroporto e dá tempo a Montenegro para negociar.
Desautorização de Costa está longe de ser a primeira polémica de mandato marcado por tensões com TAP e Ryanair e até colegas de Governo.
No terramoto político de ontem em Portugal, Pedro Nuno Santos marcou-se como seguro. Só uma visão muito ingénua da política pode admitir que o processo de decisão sobre a construção de um novo aeroporto (ou de dois, no caso em concreto), já amplamente debatida com autarquias, com a ANA e outras entidades, anunciada pelo próprio ministro em "prime time" televisivo, possa ter sido omitido a António Costa e a outros membros do Governo. É muito difícil acreditar no acto de contrição do ministro das Infraestruturas quando tudo soa a tacticismo e sobrevivência. O desconforto é evidente. (Miguel Guedes no JN)
Da noite para o dia, passamos de ter tudo para voltar a ter tudo na mesma. (...) Se o país já tem problemas suficientes para perder tempo com a realpolitik, guerrilhas pelo poder e calculismos, menos tempo tem ainda para estas trapalhadas que fariam qualquer um corar de vergonha. (Manuel Molinos no JN)

 


1024.jpgNinguém terá dúvidas das ambições políticas de Pedro Nuno Santos no Partido Socialista, mas António Costa é “puta velha” (pardon my french) e não esquece alguns episódios recentes. Nos congressos dos PS não faltam também histórias que evidenciam um certo mal-estar entre ambos. Em 2018, quando Pedro Nuno Santos apresentou uma moção própria na reunião magna do partido, Costa sentiu necessidade de deixar um aviso aos potenciais sucessores: “Não meti os papéis para a reforma”. Postura diferente teve no último congresso, em agosto do ano passado, onde o tema da sucessão marcava as conversas de bastidores. Pedro Nuno Santos chegou atrasado e não falou – algo que foi interpretado como um novo sinal de desconforto. Já na última campanha eleitoral, no seu discurso em Aveiro, Pedro Nuno Santos não fez qualquer referência ao secretário-geral do PS.

 

  Pois!...
290645366_1072031600076744_8808076294219879780_n.p
290167333_10224816248565873_9166639169635573617_n.



Publicado por Tovi às 09:29
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 29 de Junho de 2022
Já soam os tambores de guerra na Europa

Captura de ecrã 2022-06-28 095647.jpg

Estão reunidos em Madrid os líderes da NATO, a maior aliança de defesa do mundo. A reunião de alto risco de 28 a 30 de junho ocorre num momento de maior tensão global, com origem na invasão russa da Ucrânia. 

 

  Artigo de Priyanka Shankar publicado na Al Jazeera em 27jun2022 
Cinco coisas que devemos saber sobre as prioridades de defesa e segurança dos países, não apenas do Ocidente, mas também de todo o mundo.
1. O que está acontecendo e por que é importante - Na reunião do ano passado em Bruxelas, o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, destacou que o relacionamento da aliança com a Rússia estava no seu “ponto mais baixo desde o fim da Guerra Fria”. (...) 
2. Esperava-se que a adesão à NATO da Suécia e da Finlândia fosse rápida. Isto ainda se mantém? - A cereja no topo do bolo da reunião deste ano será a candidatura da Finlândia e da Suécia à NATO. (...) 
3. A Ucrânia algum dia se juntará à NATO? - O Kremlin há muito critica o alargamento da NATO na Europa Oriental. (...) 
4. Reforço das despesas de defesa - Um dos maiores debates entre os aliados da NATO é quanto cada país gasta em defesa. (...) 
5. China na agenda? - Na reunião da NATO no ano passado, Stoltenberg destacou que “a China estava a aproximar-se da aliança” e disse que era importante para a NATO desenvolver uma posição clara e unida em relação a Pequim. (...) 

 

  Ao fim da tarde de ontem [28jun2022] soubemos que a Turquia assinou memorando de entendimento para a adesão de Suécia e Finlândia à NATO.
Captura de ecrã 2022-06-28 203559.jpg
A situação no Leste da Europa vai sofre inevitavelmente alterações político-militares com a adesão à NATO destes dois países nórdicos. Os próximos dias vão ser muito importantes para o rufar dos tambores de guerra. E já agora: Quer se goste quer não se goste a verdade é que Erdogan é um grande político e mais uma vez lá levou a água ao seu moinho.

 

  Ucrânia pode já não recuperar todo o seu território - CNN 28jun2022
Captura de ecrã 2022-06-28 223054.jpg
As autoridades na Casa Branca começam a perder a confiança de que a Ucrânia será capaz de recuperar todo o território que perdeu para a Rússia nos últimos quatro meses de guerra, mesmo com o armamento mais pesado e sofisticado que os EUA e os seus aliados pretendem enviar. Conselheiros do presidente Joe Biden começaram a debater internamente como e se o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky deveria mudar a sua definição de “vitória” ucraniana - adaptando-se à possibilidade de o seu país ter encolhido de forma irreversível.

 

  Ao 126.º dia do conflito é assim que estamos
Ucrânia quem controla o quê 29jun2022 dia 126.jp
Um ataque com mísseis russos matou três pessoas e feriu cinco na cidade portuária de Mykolaiv na manhã de quarta-feira, disseram autoridades locais, um dia depois dos ataques que mataram três pessoas, incluindo uma menina de seis anos, nas proximidades de Ochakiv. 
Existe uma possibilidade real de que o míssil russo que atingiu um shopping-center lotado em Kremenchuk e matou pelo menos 18 pessoas, tenha sido destinado a um alvo próximo, disse o Ministério da Defesa britânico. 
Autoridades pró-russas na região ocupada de Kherson, na Ucrânia, disseram que as suas forças de segurança prenderam o prefeito da cidade, Ihor Kolykhayev, na terça-feira, depois de ele se ter recusado a seguir as ordens de Moscovo, enquanto uma autoridade local de Kherson disse que o prefeito foi sequestrado. 
Um referendo para a região de Donetsk, maioritariamente ocupada, a ser absorvida pela Rússia será realizado em 11 de setembro, disse o assessor do prefeito de Mariupol. 

 

  
António-Costa-2.jpgNa chegada à Cimeira da NATO, que se realiza em Madrid, o primeiro-ministro António Costa frisou a importância de “construir a paz e garantir uma paz duradoura nesta região euro atlântica, em especial na Europa”. Aos jornalistas e quando questionado sobre o reforço das forças de elevada prontidão anunciado por Jens Stoltenberg - que passarão de 40 mil para 300 mil - António Costa não se alongou com datas nem números concretos sobre o papel de Portugal, mas defendeu que o país irá participar “da forma adequada”“Temos incrementado a nossa participação nas forças especiais, nomeadamente na NATO. Participaremos da forma adequada àquilo que são as nossas circunstâncias”, disse. O primeiro-ministro admitiu que Portugal não pode “objetivamente comprometer” com uma data para atingir a meta de 2% do PIB destinados à Defesa, sublinhando que o país só assume “compromissos que pode cumprir”. "Nós assumimos compromissos que sabemos que podemos cumprir. (...) De uma forma séria, não podemos objetivamente comprometer-nos com uma data [para atingir os 2% do PIB destinados à Defesa], atenta a situação de incerteza que a economia global está a viver, com um enorme crescimento da inflação, com uma pressão sobre as taxas de juros, e a grande determinação que temos de uma forte redução da nossa dívida pública", justificou António Costa.

 

  Forças da NATO no leste europeu
289847463_10221593725140333_8780971681948366286_n.

 

  NATO - Novo Conceito de Estratégia (em pdf) 
Captura de ecrã 2022-06-29 171542.jpgA NATO aprovou esta quarta-feira o novo conceito de estratégia para a próxima década. Um viragem naquilo que tem vindo a ser feito, e que confirma muitas novidades, grande parte delas impulsionadas pela invasão russa da Ucrânia. Num clima constante de tensão desde 24 de fevereiro, os 30 países-membros decidiram redefinir a relação que têm com a Rússia, que passa de um "parceiro estratégico" à "mais significativa e direta ameaça aos aliados", esquecendo todo um caminho que tinha sido iniciado em Lisboa, em 2010, e com o qual a Rússia decidiu romper este ano. Nesse ano, abriu-se caminho para uma aproximação entre NATO e Rússia, sendo que o presidente da altura, Dmitry Medvedev, chegou mesmo a participar no evento que decorreu na capital portuguesa. 




Terça-feira, 28 de Junho de 2022
Conferência dos Oceanos

Captura de ecrã 2022-06-27 091955.jpg

Sendo a Zona Económica Exclusiva de Portugal a 3.ª maior da União Europeia (1.727,408 km2), a 5.ª maior da Europa e a 20.ª maior do mundo, a CONFERÊNCIA DOS OCEANOS, que se realiza em Lisboa de 27 de junho a 1 de julho, é da maior importância.

  As Nações Unidas, com o apoio dos Governos de Portugal e do Quénia, acolhem a Conferência dos Oceanos, em Lisboa, de 27 de junho a 1 de julho de 2022. A Conferência é um apelo à ação pelos oceanos – exortando os líderes mundiais e todos os decisores a aumentarem a ambição, a mobilizarem parcerias e aumentarem o investimento em abordagens científicas e inovadoras, bem como a empregar soluções baseadas na natureza para reverter o declínio na saúde dos oceanos. A Conferência dos Oceanos acontece num momento crítico, pois o mundo procura resolver muitos dos problemas profundamente enraizados nas nossas sociedades e evidenciados pela pandemia da covid-19. Para mobilizar a ação, a Conferência procurará impulsionar as muito necessárias soluções inovadoras baseadas na ciência, destinadas a iniciar um novo capítulo na ação global pelos oceanos.

  Jose Antonio M MacedoClaramente. Assim, se vê o valor de cada uma das onze ilhas portuguesas habitadas, das Desertas e das Selvagens para Portugal. Um valor que muitas vezes é esquecido.

 


mw-860.jpgO Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, saudou nesta segunda-feira [27jun2022] as "promessas concretas e vinculativas" assumidas na Conferência dos Oceanos e destacou o compromisso do primeiro-ministro, António Costa, de ter 30% das áreas marinhas nacionais classificadas até 2030. Em conferência de imprensa, na Altice Arena, em Lisboa, onde ontem começou a 2.ª Conferência dos Oceanos da Organização das Nações Unidas (ONU), Marcelo Rebelo de Sousa manifestou a esperança de que este encontro seja "um ponto de partida para uma grande mudança" na ação global em relação a esta matéria. Marcelo Rebelo de Sousa tinha ao seu lado o secretário-geral da ONU, António Guterres, e Uhuru Kenyatta, Presidente do Quénia, país com o qual Portugal partilha a organização desta conferência.

 

  Biodiversidade... by António Gaspar
289694628_1070040806942490_1998656618155848121_n.j



Publicado por Tovi às 07:17
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 20 de Junho de 2022
Sérgio Sousa Pinto sobre a situação crítica no SNS

O Sérgio não é "cartilheiro"... o Sérgio é um socialista sério e assertivo nas suas afirmações.

 


Captura de ecrã 2022-06-20 215040.jpgSérgio Sousa Pinto, deputado do PS e presidente da Comissão de Negócios Estrangeiros no Parlamento português, defende demissão de Marta Temido: "País já não tem confiança na ministra". Em programa de comentário na CNN, Sousa Pinto foi taxativo: o país "já não tem confiança" em Temido e não acredita que venha a ser "protagonista" de reformas no SNS. É a primeira voz no PS a fazê-lo. É uma crítica rara vinda do próprio partido - e é, de resto, frequente que a oposição nem sequer se atravesse a defender demissões de membros do Governo e argumente que esse tipo de decisões pertence ao primeiro-ministro, ou que não se resolvem com uma mudança de protagonistas. Na passada quarta-feira, a ministra da Saúde anunciou a criação de uma comissão de acompanhamento de resposta em urgência de Ginecologia-Obstetrícia e Bloco de Partos, para garantir o atendimento atempado dos utentes em caso de emergência. As críticas à gestão do Sistema Nacional de Saúde intensificaram-se há uma semana, quando uma grávida que se dirigiu ao hospital das Caldas da Rainha numa altura em que a urgência de Obstetrícia estava encerrada acabou por perder o bebé.

  “E então? Era o que faltava agora andar a seguir as opiniões do Sérgio Sousa Pinto”, disse o primeiro-ministro quando confrontado com declarações do deputado socialista que pediu a demissão de Temido.



Publicado por Tovi às 09:44
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 15 de Junho de 2022
Ainda vão chamar "putinista" ao Papa... e ao Costa

Captura de ecrã 2022-06-14 180455.jpg

"Alguém pode me dizer neste momento: mas você é pró-Putin! Não, não sou”, disse Francisco. “Seria simplista e errado dizer uma coisa dessas. Sou simplesmente contra reduzir uma situação complexa a uma distinção entre bons e maus, sem raciocinar sobre raízes e interesses, que são muito complexos.” O Papa também relembrou uma conversa que teve antes da guerra com um chefe de Estado não identificado – um “homem sábio” – que disse a Francisco que estava preocupado com a NATO e a Rússia. “Ele disse: ‘Eles estão latindo nos portões da Rússia. A situação pode levar à guerra'", disse o Papa. “Aquele chefe de Estado foi capaz de ler os sinais do que estava acontecendo.” (tradução Google)
 
  Uma adesão rápida e sem debate sério seria catastrófica para a UE

Captura de ecrã 2022-06-14 211448.jpgO primeiro-ministro português alerta para o risco de se criarem falsas expectativas à Ucrânia relativamente à adesão à União Europeia. Em entrevista ao Financial Times (acesso pago, conteúdo em inglês), António Costa sublinhou que “o grande risco é criar falsas expectativas que se tornam em desilusão amarga”. São necessários “menos debates legais e mais soluções práticas”, disse o chefe de Governo português, que não se mostrou abertamente contra conceder à Ucrânia o estatuto de país candidato na cimeira da próxima semana, a 23 e 24 de junho, mas disse estar à espera da avaliação da Comissão. Era essencial responder à emergência que a Ucrânia e o povo ucraniano estão a viver presentemente”, acrescentou António Costa, defendendo que a atribuição do estatuto de candidato não resolverá os problemas urgentes da Ucrânia e apenas exibirá as divisões europeias a este nível, dando um presente ao Presidente russo, Vladimir Putin. O meu foco é obter no próximo Conselho Europeu um compromisso claro no apoio urgente e criar uma plataforma de longo prazo para apoiar a retoma da Ucrânia”, disse António Costa. “Esta é a minha prioridade” e para isto “não precisamos de abrir agora uma negociação ou procedimento que levará muitos anos”, concluiu.

 

  O foco da Rússia no conflito agora é Donbas
Captura de ecrã 2022-06-14 213748.jpg
Dia após dia, as tropas de Putin estão ao ataque na região de Donbas, com implacável artilharia e ataques aéreos, fazendo um progresso lento, mas constante, para conquistar o coração industrial da Ucrânia. Com o conflito agora no seu quarto mês, é uma campanha de alto risco que pode ditar o curso de toda a guerra.

 

  A triste realidade ao 112.º dia da invasão russa da Ucrânia
Captura de ecrã 2022-06-15 114459.jpg
Moscovo pede rendição de Severodonetsk, mas as forças ucranianas não mostram sinais de atender à demanda russa enquanto a batalha pelo controle de uma importante cidade do leste continua acirrada.



Publicado por Tovi às 08:03
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 21 de Maio de 2022
António Costa em visita à Polónia e Ucrânia

 António Costa na Polónia
Captura de ecrã 2022-05-20 204843.jpgO primeiro-ministro António Costa confirmou ontem, após reunir-se com o seu homólogo polaco, Mateusz Morawiecki, em Varsóvia, que Portugal está a discutir com vários governos a possibilidade de usar o porto de Sines como plataforma de distribuição de gás, transferindo-o de navios maiores para embarcações mais pequenas, capazes de operar nos mares Báltico e do Norte. Mateusz Morawiecki, por seu lado, revelou que a Polónia está interessada em cooperar com Portugal num eventual transporte de gás natural liquefeito (GNL), referindo que o seu país está a tornar-se num eixo para o gás e, portanto, "se pudermos obter gás adicional [...] estaríamos muito interessados neste tipo de cooperação com Portugal", concluiu Morawiecki.
Para além das questões energéticas, António Costa, deixou a garantia de que Portugal vai reforçar o apoio material à Polónia no esforço que este país está a fazer no acolhimento aos refugiados ucranianos, num valor “até ao montante máximo” de 50 milhões de euros, traduzidos no envio de “casas pré-fabricadas, casas modelares, produtos farmacêuticos e bens alimentares, roupa e calçado”, entre outros, voltando a referir que o país continua disponível para colaborar com as autoridades polacas na partilha do esforço de acolhimento dos refugiados ucranianos. Após o encontro com o seu homólogo polaco, António Costa deslocou-se ao Estádio Nacional de Varsóvia, onde está instalado o maior centro de acolhimento a refugiados da guerra na Ucrânia, reiterando a promessa de solidariedade de Portugal no processo de acolhimento, instalação e encaminhamento.

 

  António Costa em Irpin
Captura de ecrã 2022-05-21 095735.jpg
O primeiro-ministro dirigiu-se até Irpin, uma das zonas mais afectada pela guerra que fica a cerca de 20 quilómetros da capital ucraniana. “Ver ao vivo é algo absolutamente devastador pela brutalidade do ataque, a forma cruel como os carros foram metralhados com pessoas lá dentro”, disse Costa em Irpin. “É muito duro ver”, diz o primeiro-ministro em visita à cidade que esteve tomada pelos russos. “A guerra é sempre dramática, mas quando é entre militares são as regras do jogo. Quando é sobre civis, as suas habitações e viaturas quando estavam a fugir, já não é uma guerra normal, já estamos a falar de algo absolutamente criminoso que visa a pura destruição da vida das pessoas e do futuro de um país”. Antes de terminar a breve visita a Irpin, o primeiro-ministro disse, em relação aos crimes de guerra, que “é fundamental que a investigação prossiga” e que os “responsáveis devem ser levados perante a justiça e punidos”.

 

  António Costa em Kiev
jporfirio-antonio-costa-kiev-01-4-scaled.jpg
O primeiro-ministro português esteve hoje reunido com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, e na conferência de imprensa que se seguiu ao encontro António Costa revelou que propôs o apoio de Portugal na reconstrução de escolas na Ucrânia. “Estamos disponíveis para patrocinar uma zona geográfica ou a reconstrução de escolas e jardins de infância”. A discussão continuará agora em reuniões com o governo, disse Costa que apontou com vantagem nacional no apoio à reconstrução de escolas a experiência na reconstrução destas infraestruturas em Portugal pela Parque Escolar. No início da declaração que fez no palácio presidencial, Costa disse ter sido “com grande emoção” que teve a “oportunidade de ser recebido pelo presidente Zelensky. “Um líder que inspira o mundo e nos tem dado a todos grande exemplo de coragem, personalizando notável resistência contra agressão ilegal e forma bárbara como a Rússia tem conduzido a guerra em território ucraniano”.  Nesta conferência de imprensa depois da reunião com António Costa, o presidente ucraniano afirmou que “Portugal nesta luta está do lado justo da história”.

 

  Adesão da Ucrânia à União Europeia 
Captura de ecrã 2022-05-21 135513.jpg
O primeiro-ministro português elogiou a resistência do povo ucraniano: “Persistência, determinação e coragem não lhes falta. Se têm tido para esta guerra, não há de faltar para desafios muito mais fáceis como a adesão europeia”, disse afirmando que a UE é “o destino” da Ucrânia, mas frisou: “Os processos de adesão são altamente complexos, incertos e difíceis. O nosso levou 9 anos”. Zelensky responder depois: “Compreendo que muitos países esperaram muitos anos para chegar a ser candidatos e depois membros. Mas é incorreto comparar a Ucrânia com esses países que passaram esse caminho em paz. Nós, em guerra, não estamos só a perder o tempo, mas também pessoas, vidas humanas, por isso agradeço quem apoia a nossa candidatura”. 

 

  Al Jazeera - 15h26 (TMG) de 21mai2022
Portugal PM Costa visits Ukraine, meets Zelenskyy
Portugal’s Prime Minister Antonio Costa says he supports Ukraine’s European Union accession bid. Speaking alongside Ukrainian President Volodymyr Zelenskyy during a visit to Kyiv, Costa backed Ukraine’s EU ambitions saying “the worst thing the European Union could do to Ukraine would be to divide itself now over any decision regarding the future.” Costa reaffirmed Portugal’s commitment to the reconstruction of Ukraine stating it should be a priority in the next European Councils to find a collective response on how to rebuild the war-torn country. “We must be together, because it is together that we can build our Europe,” Costa said.

 

  
transferir.jpgAntónio Costa entregou a insígnia da Ordem da Liberdade a um funcionário diplomático na embaixada portuguesa em Kiev. Trata-se de Andrei Putilovskiy que ajudou dezenas de portugueses e luso-ucranianos a abandonar o país. O funcionário da Embaixada recebeu a insígnia da Ordem da Liberdade por ter permanecido em Kiev, disponível no apoio aos portugueses, luso-ucranianos e ucranianos que procuravam sair do país e chegar a Portugal. "Prestar esse auxílio em tempo de guerra exige, muitas vezes, gestos excecionais de bravura e coragem como aqueles de que deu prova. Estão-lhe gratos, seguramente, todos aqueles que pode salvar", afirmou António Costa. 

 

  Público e JN de 22mai2022
Captura de ecrã 2022-05-22 103717.jpg



Publicado por Tovi às 08:35
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 19 de Maio de 2022
As inconfidências de Marcelo

mw-860.jpg

António Costa está de visita à Roménia e à Polónia e assumiu que, como se previa, vai aproveitar a oportunidade para ir a Kiev, respondendo ao convite que lhe foi feito pelo primeiro-ministro ucraniano. Contudo, por questões de segurança, essa visita não estava anunciada nem incluída no programa oficial de Costa. Mas Marcelo Rebelo de Sousa, numa escala da viagem para Timor, em declaração aos jornalistas, anunciou que o primeiro-ministro vai esta semana à Ucrânia. O Primeiro-ministro, com muito fair-play, acabou por dizer: "O sr. Presidente anunciou está anunciado. Fez certamente bem, é por isso que é Presidente da República. Não condicionamos o timing do uso da palavra pelo sr. Presidente".


Luis Miguel Moreira - De um palhaço espera se sempre uma patetice! Marcelo, depois de ter sido gozado - e muito bem - pelo RAP no inimigo público por andar sempre a dizer que sabe das notícias pelos jornais, resolveu vingar-se e mostrar que ele, Marcelo, também é capaz de dar notícias antes dos jornais, e veio assim revelar em público e em directo um segredo de Estado! Se fosse um ministro a revelar uma viagem secreta de um representante de estado, seria possivelmente demitido de funções! Ao palhaço nada acontece! Faz parte da profissão dizer patetices! 
Rodrigues Pereira - E temos também um monarca putativo - que, por mero acaso, foi eleito Presidente da República - que resolveu dar uma entrevista em plena lounge da First Class da Emirates, no Dubai, a anunciar aos quatro ventos quando o nosso primeiro-ministro iria visitar Kiev. Ora se o cavalheiro ia a caminho de Timor - e bem - não poderia ter-se atido à comemoração da independência, do magnífico café que ainda vai produzindo ou, até, do papel do Comendador Nabeiro na revitalização da economia da ilha??? Arre, que o homem não consegue ficar calado!!! 
David Almeida
Foi para não ser informado, outra vez, pela comunicação social...🤣🤣🤣
Alfredo FontinhaMarcelo, um incontinente verbal!

  JN e Público de hoje
Captura de ecrã 2022-05-19 100509.jpg

 

  Primeiro-ministro português na Roménia
Captura de ecrã 2022-05-19 143148.jpg
Captura de ecrã 2022-05-19 180651.jpg

 

  Kremlin... esta manhã
281835921_5051575391592796_7998629907837158249_n.j



Publicado por Tovi às 08:27
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos (1)

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Dezembro 2022
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Posts recentes

"A honra antigamente lava...

Marcelo... Quem não o con...

Alta velocidade Porto-Lis...

Até o António Costa o diz

Medidas de apoio às famíl...

Gasoduto de Sines ao cent...

Avião de combate aos incê...

Perigo máximo para fogos ...

Abriu oficialmente a «sil...

Já soam os tambores de gu...

Conferência dos Oceanos

Sérgio Sousa Pinto sobre ...

Ainda vão chamar "putinis...

António Costa em visita à...

As inconfidências de Marc...

Desempenho dos políticos,...

Um novo Parlamento e um n...

Limitação do preço da ene...

XXIII Governo de Portugal

28.º dia da invasão russa...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus