"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Quinta-feira, 11 de Setembro de 2014
Seguro versus Costa - 2º debate televisivo

Já gostei mais da prestação de António Costa no debate de ontem, na SIC, com o outro candidato às Primárias do PS, António José Seguro. Mas ainda há muito por dizer e até me parece que ainda não é desta que os socialistas têm alguém com estaleca para o cargo de Primeiro-Minitsro de Portugal.

{#emotions_dlg.star} Para memória futura… As melhores tiradas do debate de ontem:

António Costa > O António José Seguro tende a ter uma visão de que tudo gira em volta dele.

António José Seguro > O programa de reindustrialização que propomos é uma coisa completamente nova.

António Costa > O António José Seguro gasta mais tempo a fazer oposição aos anteriores Governos do PS do que ao atual Governo.

António José Seguro > Não enjeito nenhum passado do partido socialista. Mas também não trago nenhum passado de volta.

António Costa > As soluções da dívida a seu tempo chegarão.

António José Seguro > O nosso país não pode continuar nesta rota de empobrecimento.

António Costa > Temos de ter um programa de recuperação económica que trave o empobrecimento. Para isto precisamos de um PS mais forte.


{#emotions_dlg.chat} Comentários no Facebook - Grupo «Um novo norte para o Norte»

«Ana Santos Silva» >> Já agora David, tem alguma sugestão de alguém com estaleca?

«João Simões» >> O costa hoje na entrevista falou na descentralização coisa que o seguro nem deve saber o que é

«Carlinhos da Sé» >> Espero que Ana Santos Silva não se arrelie por causa da minha ousadia já que a pergunta é feita a David Ribeiro, eu diria que neste momento é difícil descortinar alguém, era Jorge Coelho, mas também ele pensou primeiro na vidinha, estragou tudo. Augusto Santos Silva? Não é seu familiar por acaso?

«Pedro Baptista» >> Ó David Ribeiro, o Costa ganhando, o que não vai acontecer, podia sempre candidatar-se em qualquer altura, mesmo uma semana depois do Costa ser eleito que não vai ser, e mamo sendo o David simpatizante apenas, não interessa porque os estatutos não interessam para nada, a falta de vergonha e jeito para a arruaça são suficientes...

«David Ribeiro» >> Pois claro que há gente com estaleca em Portugal para ser Primeiro-Ministro, mal estávamos se assim não era, Ana Santos Silva. E fora dos partidos é onde mais estão as minhas preferências, não sendo no entanto correto da minha parte estar aqui a nomear gente que eventualmente até está a léguas de querer ocupar lugar de destaque na politica nacional.

«Ana Santos Silva» >> Se o David o diz, fico contente por ainda haver esperança no país! É que vejo tanta gente a falar mal quando deviam meter a viola no saco! Não tenho partido, mas sou simpatizante do AC sim, pois tenho reparado que com o AJS estão todas as pessoas com características que detesto.

«David Ribeiro» >> Também me sinto mais próximo de António Costa do que do actual Secretário-Geral do PS, mas sinceramente esperava muito mais do ainda autarca de Lisboa.

«Carlinhos da Sé» >> Sabe o senhor Jorge E Sousa que chego a achar que é do ar? Tive um chefe que era alfacinha, lá em baixo ninguém o aturava, esteve aqui uns meses, quando regressou à sede era outro homem, os meus colegas nem queriam acreditar, portanto o ar muda as pessoas, no caso do meu antigo chefe o vinho também ajudou.



Publicado por Tovi às 09:03
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 10 de Setembro de 2014
Seguro versus Costa - 1º debate televisivo

Vi com atenção este primeiro debate televisivo entre António José Seguro e António Costa, os dois candidatos das Primárias do PS. Para mim e tentando ser o mais imparcial possível, pareceu-me que Seguro não ganhou o debate, mas António Costa perdeu-o, sem dúvida. Desta forma é possível até dar uma ligeira superioridade ao actual Secretário-Geral socialista, quebrando a tendência das últimas sondagens. O ainda Presidente da Câmara de Lisboa tem que assumir uma nova forma nesta luta, mais dura e mais assertiva, que este tipo de debates também se fazem para o espectáculo, saindo sempre vitorioso aquele que provocar o confronto e se apresentar mais aguerrido. É isto que a história nos tem dito, embora cá para mim o ideal fosse haver um debate sério da realidade que espera o novo primeiro-ministro de Portugal, venha ele a ser quem for.


{#emotions_dlg.chat} Comentários no Facebook - Grupo «Um novo norte para o Norte»

«Pedro Baptista» >> Ó David, isso nem parece seu... Isto não é o Boavista. Um perdeu, muito bem, que foi arrasado, e outro não ganhou. Empataram com um a perder? O meu querido amigo está é a perceber que o salvador da pátria centralista não passa de um bluff, ou um blefe! E que não sendo, felizmente, Seguro, o JC dos novos tempos, é a alternativa e muito melhor do que qualquer neosócrates... Já que os portugueses não querem arriscar em melhor... Concentremo-nos no referendo escocês, de os um banho ao centralismo dos Costas, e notemos com gente sem carisma como somos todos nós, porque os carismáticos foram todos lixo. Até já...

«Paulo Barros Vale» >> Foi uma banhada monumental... Só quem for ceguino nao admite que Seguro deu KO

«João Simões» >> Para espectáculo já temos o marinho e pinto, o que quis ir para a europa e nem um mês lá este defraudando as expectativas dos que nele votaram

«David Ribeiro» >> Mas Marinho e Pinho não é candidato às primárias do PS, felizmente. Lamento chegar à conclusão que, até ver, António Costa AINDA não é a solução.

«João Simões» >> Pois não mas é o AJS que faz o mesmo papel.

«Xica von Hafe» >> O AJS nunca ha-de ganhar o que quer que seja, coitadinho... e so o que me ocorre dizer

«David Ribeiro» >> Diz Cristina Figueiredo, no Expresso, sobre o debate de ontem: “Momentos zen do debate, um para cada lado: Seguro a garantir, num gesto dramático, que se demitirá se tiver de aumentar impostos; Costa a assumir como seu o compromisso de Seguro de baixar o IVA da restauração.”

«João Simões» >> Passos Portas e Relvas a esfregarem as mãos em casa e a assistir. Era para isto que seguro queria os debates? Perdido por um, perdido por mil? Afinal quem é que anda a trair o PS?

«Henrique Camões» >> Mais um jogo da selecção nacional, só conversa, até parece que estes dois caíram de para quedas de um qualquer planeta das proximidades, e não fizeram parte do partido que levou Portugal à banca rota, eu estive a ver o Odisseia, foi mais interessante.

«Pedro Baptista» >> Esta sondagem é para rir, só pode ser, mas claro que o grande vencedor foi o Passos Coelho mais o Portas e o grande perdedor foi o PS e toda a oposição ao governo...

«Jorge Oliveira E Sousa» >> Quanto mais confusão houver no PS mais apoiantes Rui Rio terá. E ainda bem. É preciso "desgrafitar" de vez, as cabeças dos "habitues" pseudopensantes iluminados (a petroleo) deste País.

«João Simões» >> Quanto mais lama houver no PS mais probabilidade deste consenso se prolongar no tempo: Seguro e Relvas discutem consensos para uma década - Portugal – DN

«Jorge Oliveira E Sousa» >> @João Simões - Se Relvas ainda respira (às escondidas) será por pouco tempo pois acontecerá a seu tempo no PSD uma também tão necessária limpeza cirúrgica com retorno ao PPD. Os portugueses estão fartos de toda esta gente corrupta e/ou impreparada, destes partidos que nos levam o dinheiro, destes sindicatos cujos dirigentes alimentamos. Já assim aconteceu no passado e tudo isto é cíclico.

«Carlinhos da Sé» >> Ó senhor Jorge Oliveira E Sousa, “retorno ao PPD”? Como? Quem? Rui Rio está para o PSD tal qual António Costa está para o PS, eles só não são gémeos verdadeiros porque um é branco e o outro não (peço que não entendam esta comparação como uma atitude racista), um e outro foram desejados pelas bases nas últimas eleições internas dos respetivos partidos, esquivaram-se usando como argumento o compromisso autárquico, é que (como diz o Povo) “pimenta no cu dos outros é refresco”, a crise “queimava”, a mesma crise que permitiu a chegada de um negro (Obama) à presidência dos Estados Unidos da América, e Durão Barroso à da Comissão Europeia. Eu dano-me todo porque este País caiu nas mãos de meia dúzia de intelectuais da treta, de uma comunicação social globalizada vendida a grupos económicos que, ajudava por políticos de “rabo trilhado”, acabaram com a Imprensa Regional. Eu nunca entendi por que razão o atual Governo passa a vida a responsabilizar o PS pela crise que atravessamos e os socialistas não ripostam com o BPN que desfalcou Portugal, que foi criado por “homens” de confiança do atual Presidente da República (Aníbal Cavaco Silva), que também “mamou” no esquema, que manteve Dias Loureiro no Conselho de Estado até não poder mais. O senhor fala do PSD do “manhoso de Boliqueime” que Granadeiro chama ao imbróglio dos 999 milhões de euros da PT investidos no Grupo BES, ou do antigo? É que do antigo só conheço uma “personalidade”, o busto de Sá Carneiro que “enfeita” comunicações mais sérias e congressos.

«Albertino Amaral» >> Quando os intervenientes são políticos profissionais, é sempre difìcil saber quem ganha, porque realmente nenhum deles é favorito. A conversa é a mesma, a intenção é igual e o objectivo está à vista...!

«Jorge Oliveira E Sousa» >> @Carlihos da Sé. Pois o mail é mesmo esse. Falta de personalidades integras. Gostava de ver não políticos profissionais a governar. Rotação na missão. E para além disso acho que o Senhor Cardeal Patriarca definiu bem as gentes do Porto (lá teremos de ir a Lisboa por ordem...) quando foi para a capital. Foi mais ou menos isto com este sentido. As gentes do Porto pauteiam-se globalmente por terem e exigirem, uma vida pessoal integra. É o que precisamos integridade e honestidade no governo deste País.

«Carlinhos da Sé» >> O grande responsável pela aversão aos políticos profissionais tem um nome, chama-se Aníbal Cavaco Silva que sempre se considerou professor universitário (pouco apreciado pelos alunos tal qual Carlos Abreu Amorim), aliás, se fizermos um esforço para considerar o atual Presidente uma pessoa séria somos levados a concluir que de economia (que lecionou) não percebe nada, quem usufruiu lucros no BPN como ele não pode ser as duas coisas. Eu sou tripeiro, portista, nortista ferrenho, mas não sou extremista a ponto de considerar a dignidade é exclusivo da nossa gente, não é o chão que formata a personalidade das pessoas, tenho família em Vila Real de Trás-os-Montes, gente muito séria, no entanto…

«Fernanda Velho» >> Vamos lá ver se ganha o país! Nestes anos de partidocracia ganhou muita gente, à se ganhou... O pais foi perdendo tudo.. e a CONFIANÇA em quem quer que seja! É o sentimento generalizado... Que pena nºao é?

«Jorge Oliveira E Sousa» >> @Carlinhos da Sé. Claro que não se pode generalizar a mensagem referida perfeitamente localizada no tempo e no local do Senhor Cardeal. Cá no Norte também temos "Valentins" e "Ferreira's Torres" até "Varas". Mas que a gentes do Norte são globalmente diferentes da escumalha politica lisboeta ou aí recém chegada e contagiada é uma realidade.

«João Simões» >> Ninguém é perfeito caro David. Nem você, nem eu nem o Costa. Mas há uns mais imperfeitos que nós os 3 por isso voto Costa! É seguramente aquele que está melhor colocado para nos governar e derrotar este desgoverno de direita centralizados de Passos, Portas, Relvas e Marco António!

«Zé De Baião» >> Quando de fala de linha de acção, de estratégia político/governativa e de capacidade e competência de governança, António Costa sai sempre a ganhar. Nota-se que tem experiência governativa. Em debates de vitimização Seguro é expert. O problema é que as birras internas de Seguro nada resolvem aos portugueses.

«Carlinhos da Sé» >> Atenção que o PS não está dividido em dois, é em três.

«Gonçalo Graça Moura» >> demoraste a chegar ao que era óbvio meu caro David Ribeiro, o ps neste momento não tem nem projecto nem soluções para Portugal, o melhor era extinguir-se e refundar-se, deitando fora o lastro.



Publicado por Tovi às 08:52
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 10 de Julho de 2014
As Primárias do PS no Facebook

{#emotions_dlg.sidemouth} Tenho acompanhado com muita atenção e interesse a luta pelas Primárias do PS que se vem desenrolando no Facebook. E cada vez me convenço mais que a maior parte dos apoiantes de António José Seguro e de António Costa não valem um estouro de um foguete, pois o nível dos seus comentários é abaixo do minimamente aceitável para gente que se diz “estar na causa pública”. Nem tudo vale na política e cidadania é bonito e devia fazer parte das formas de estar na vida de todos os portugueses.


«Pica Miolos» no Facebook >>  Os apoiantes são o reflexo dos candidatos, ou os candidatos são o reflexo dos apoiantes?

«Carlos Wehdorn» no Facebook >> e não há uma terceira via? que raio de autoestrada para o socialismo é esta?

«Henrique Camões» no Facebook >> Socialismo? Que ponham cá fora (tornem publico) o seu património, não é o socialismo contra a propriedade privada?

«Jorge Veiga» no Facebook >> Embora seja um combate que a mim pouco diz, manifesto o meu completo desânimo ao ver a quantidade de promessas que os candidatos a candidato já fazem. Muito pouco crediveis.

«Antonio Cardoso» no Facebook >> Caro David Ribeiro, foi o comentário mais inteligente que ouvi até agora sobre esta temática!!!

«Mario Pinheiro» no Facebook >> Meu caro David Ribeiro, não haverá um pouco de exagero nessa nota tão pessimista? Não será sempre assim e em todos os quadrantes? Porque haveria de ser diferente nesta disputa?! E mal estariam os contendores se lhes pudéssemos colar as imperfeições de alguns dos seus apoiantes. Já lhes bastam as próprias. E será que andamos à procura de pessoas e soluções perfeitas? Talvez que as possamos encontrar noutros ambientes, que não o político. Quem sabe junto de alguma ordem religiosa, mas mesma nessas é ver como as coisas correm!!! Até tu, com esta simples nota, desencadeaste os comentários que aqui foram postados e por certo não podes ser responsabilizado por isso. Deixemos os rapazes resolver as suas questões. Depois alguém há-de ir a votos e logo se vê se a decisão foi ou não acertada.

«David Ribeiro» no Facebook >> Efectivamente não há soluções perfeitas, amigo Mario Pinheiro, mas eu pelo menos exigia a quem por aqui escreve a defender A ou B um pouco mais de tininho... É que de ver lavar roupa suja em praça pública estou eu farto.

«Mario Pinheiro» no Facebook >> David Ribeiro, nem tu consegues impor essa regra no teu post!




Sábado, 5 de Julho de 2014
As Primárias no PS e a Regionalização

O meu eventual apoio (como simpatizante) a António Costa nas próximas eleições primárias no Partido Socialista está fortemente condicionado ao que este candidato me tiver a dizer sobre a implementação da Regionalização. É evidente que há outros assuntos pertinentes – política de acordos para governamentação, Tratado Orçamental, renegociação e/ou reestruturação da dívida, privatizações, promiscuidade entre o PS e os negócios – mas uma urgente clarificação sobre a Reforma do Estado, em que a criação de Regiões terá que ser considerada, parece-me fundamental e até poderá fazer a diferença entre António Costa e António José Seguro.


«Jorge Veiga» no Facebook >> ninguém quer a regionalização. perdem poder...



Publicado por Tovi às 08:47
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 15 de Junho de 2014
A "guerra" no PS

 

{#emotions_dlg.serious} Está ao rubro a "guerra" no PS.




Sexta-feira, 13 de Junho de 2014
E agora, como é que vai ser?

Maria de Belém, Presidente do PS, pediu um parecer ao Conselho de Jurisdição e este concluiu, pela análise dos estatutos, que um congresso extraordinário não pode eleger um líder, pois este sendo eleito em diretas (como acontece desde António Guterres), tem legitimidade própria e se não se demitir do cargo não pode ser destituído por qualquer outro órgão do partido.


«Manuel Tiple» no Facebook >> A questão está aí: Convoca um congresso ou não?

«David Ribeiro» no Facebook >> Segundo diz o Conselho de Jurisdição socialista um congresso extraordinário não pode mudar o líder. E será que pode alterar os estatutos? Vamos ter "guerra" para muitos meses.

«Zé De Baião» no Facebook >> O que mais me indigna é que esta gente que produziu as alterações estatutárias, tal como António José Seguro, entre outros que por lá andam desde jovens, sabiam bem o que estavam a provocar com as alterações estatutárias. Depois há os militantes e mesmo dirigentes das estruturas de base que quase nunca prestam atenção a nada nem sequer representam devidamente as bases que os suportam.

«David Ribeiro» no Facebook >> (Já escrevi isto noutro lado mas vou repetir) O que me parece é que vocês socialistas nem conhecem os vossos estatutos. Ainda há muito pouco tempo perguntei ao PS-Porto o que era necessário para eu me inscrever como "Simpatizante" (art. 8º dos Estatutos do PS) e a resposta foi: "Caro David, obrigado pelo seu interesse! Assim que o modelo for definido pela direcção do PS iremos divulgar nesta página." Então está escrito nos estatutos e não sabem qual é o modelo?

«Luiz da Cunha» no Facebook >> E quem aproveita desta " guerra" ? Adivinhem!!!!

«Joaquim Leal» no Facebook >> O mal está em quererem quebrar a tradição partidária. Os líderes só se mudam depois de derrotados. Á excepção do pcp e be que ganham sempre

«Zé Regalado» no Facebook >> Tal como nos governos, eu acho que os mandados são para levar até ao fim. O resto é querer ganhar os jogos na secretaria. Não é exactamente assim mas é quase.

«Campos Barros» no Facebook >> E se calhar com árbitros "comprados"...

«Fernando Kosta» no Facebook >> Tanta preocupação com um partido de lisboa... Que ardam todos no inferno! O PS não é alternativa a nada. temos que eliminar um dos cancros deste país: os partidos políticos de lisboa e a escumalha que os apoia e que vive da bajulação e do favorzinho!

«José Costa Pinto» no Facebook >> Isto antigamente resolvia-se com um duelo entre cavalheiros num arvoredo ali a Monsanto. Mas como já não há homens como antes, que tal um julgamento de Deus? Caldeirão de azeite a ferver a ver qual aguenta mais tempo... Fernando Kosta, assim é que é. Esta página é para gajos do Norte, não para metrosexuais sulistas infiltrados - ainda por cima xuxas, francamente! A pior espécie de sulistas metrosexuais que existe! - que andam por aqui a chorar-se pelos cantos, à espera de um tacho e que pensam que com o António vão mais bem servidos que com o António.

«Fernando Kosta» no Facebook >> O que está em causa é que os Nortenhos não devem alimentar essas "guerrinhas" das elites (ha ha ha) lisboetas. Está mais do que demonstrado que são tudo tricas dos bastidores da política lisboeta. PS, PSD, CDS, PC, BE e quejandos não passam de partidecos sulisto-lisboetas, elitistas e que vivem à custa da nossa complacência e beneplácito. Digam lá o que os partidos de lisboa já fizeram pelo Norte!? Sempre que se aproximam uma eleições lá chegam com a conversa da regionalização. Depois, bem depois já sabem: é mais um centro cultural para lisboa, mais um evento internacional para lisboa, mais do mesmo, digo eu. Estou farto dessa corja. Ponto Final! Devemos, na minha opinião, investir as nossas atenções e dedicação ao Norte e por agora parece estarmos a ter um Líder (pese o raio da condecoração ao execrável rui rio...). O David R é um Senhor e está tudo dito!

«João Garcês» no Facebook >> o que está em causa aqui, é que o António Costa não pertence ao "arranjinho", ou seja, isto está tudo combinado, desde o parecer negativo do tribunal Constitucional que serve para legitimar as medidas repressivas que estavam escondidas, como o acordo táctico que existe entre o PS, o CDS e o PSD. O António Seguro está feito com a maioria de direita. Basta ver quem se mexe na sua sombra (todos os Socráticos) e os discursos idiotas do Presidente da Républica. Se não houvesse já um "arranjinho" ele não vinha com estes apelos "ridiculos" de entendimento que já existe. Quando houver eleições legislativas, o PS ganha mas sem maioria e com quem vai alinhar? com o PSD ou/e o CDS claro está. Isto meus caros, há muito que está combinado, e a candidatura do António Costa, veio por isto tudo em risco… isto sim, tirou o sono a muita gente, não o esperado "chumbo" do constitucional que toda a "gente" estava à espera... não pensem, por amor de Deus, que estes que nos governem são parvos... isso é um erro grave... e faltou rematar... por isso tudo que disse anteriormente, é que o Seguro e toda a maquina partidária se agiganta tanto contra o António Costa. O que está em causa é a Partidariçe, o interesse pessoal e do partido, porque estavam e estão todos combinados. Daí todas as dificuldades contra o António Costa... os socráticos não querem perder os privilégios e querem voltar ao Poder... e estão a fazer um favor ao Governo e favores com favores se pagam... capiches

«Zé Zen» no Facbook >> É triste ler comentários NACIONALISTAS próprios da extrema direita, por gente que se reinvindica de regionalista. Tristes tigres, nem o Douro merecem. Desculpa Amigo David, mas gentinha desta, só prejudica a regionalização. Abraço ;) 


«Narcisa Silva» no Facebook >> Portanto, António Costa que espere pelo prazo estatutário para se candidatar a Secretário-Geral. Nessa altura, é capaz de levar em cima com Jorge Coelho ou António Vitorino e perder!

«Pedro Baptista» no Facebook >> O que é evidentíssimo, e o Costa, que até fez um curso de direito, sabe-o muito bem. O que se pretendeu foi uma golpe de mão, picado pela Comunicação Social, e fez-se tudo para que o PS tivesse a menor vitória possível nas europeias, enquanto se quis salvar a Direita de cair, só para o Secretário Geral do PS não vir a ser indicado Primeiro-ministro em legislativas antecipadas. - Que alívio! - disse o Cavaco!



Publicado por Tovi às 17:17
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 1 de Junho de 2014
António José Seguro versus António Costa

Na madrugada de 25 de Abril de 1974 peguei em armas para “fazer um Portugal novo”, como disse na altura o Major que me comandou nas operações militares que se desenrolaram no Batalhão de Engenharia n.º 3 em Santa Margarida. Após os tempos quentes do PREC aproximei-me do Partido Socialista, sem no entanto ter alguma vez saído do estatuto de “apoiante independente”, situação em que me mantive até às Autárquicas de 2009, ao lado da na altura candidata à Câmara do Porto, Elisa Ferreira. Depois houve o “sonho” de um partido regional – Movimento Partido do Norte – e mais recentemente o acreditar num novo rumo para a Cidade Invicta com a candidatura independente de Rui Moreira, que me deu a certeza ser possível fazer cidadania fora da “partidarite” instalada no nosso País. Mas como não renego a necessidade da existência de partidos políticos na nossa democracia, vou acompanhando com o maior interesse o que se passa nas “cúpulas” dos partidos com assento no Parlamento, aqueles de onde me parece possível sair nos tempos mais próximos qualquer coisa de útil para Portugal. E por isso estou expectante do que vai sair das próximas reuniões do Partido Socialista. Irá o PS continuar com António José Seguro ou iremos ter à frente dos socialistas o António Costa? Não quero de forma alguma funalizar esta “luta política” mas a verdade é que para já só conheço as famosas “80 medidas” do Seguro… aguardo com interesse o que me irá dizer António Costa, tendo para já a certeza de que é fundamental e urgente acabar com este desgoverno do PSD/CDS.


«Jorge Garcia» no Facebook >> David... prepara-te e empolga-te com a mudança.... Vai por mim...

«David Ribeiro» no Facebook >> António José Seguro diz que quer convocar eleições primárias para o PS eleger o candidato a primeiro-ministro. E isso é coisa para demorar um mês, três meses, ou meio ano?... É que quanto mais tempo passar pior e nós temos pressa de saber quem vai liderar e como vai ser a oposição ao PSD/CDS.

«Paulo Pereira» no Facebook >> O Seguro podia ter proposto os círculos uninominais e um círculo nacional de forma a reduzir a influência dos aparelhos partidários e nao o fez apesar de ter sido uma hipótese para ele.

«David Ribeiro» no Facebook >> No rescaldo das Europeias o agora candidato a líder dos socialistas, António Costa, defendeu que o PS tem que convencer um bloco social “que não tem expressão política”, que existe, que se formou com a crise, mas que ninguém o capta, pelo que “é uma oportunidade extraordinária para o PS”. Para mim este “bloco social” é o que tem dado maiorias parlamentares, seja ao PS seja ao PSD, mas também pode ser uma nova força de esquerda que ainda não experimentamos. É que há outros além dos do arco do poder.

«Paulo Pereira» no Facebook >> O Costa tem é de apresentar um programa de reforma do sistema político e um programa de desenvolvimento económico a serio. Duvido que faça isso. Penso que é parecido com o Seguro ideologicamente, demasiado pro sistema.



Publicado por Tovi às 15:29
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 27 de Maio de 2014
A vitória do PS... com sabor a derrota

Os socialistas do Norte já contam espingardas... Vamos ter um fim-de-semana quente no PS.

{#emotions_dlg.meeting} [Expresso] - No Porto já há quem peça a demissão de José Luís Carneiro, o líder da Federação Distrital, muito próximo de António José Seguro. Em Braga, distrito pelo qual Seguro foi cabeça-de-lista, já se ouve que "o PS perdeu (ficou dois pontos abaixo da direita) por causa do rumo seguido pela atual liderança".


{#emotions_dlg.away} 13h00 - “Estou disponível para assumir a responsabilidade de assumir essa liderança. Portugal precisa de um Governo forte. É meu dever corresponder àquilo que sinto”, declarou o presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, no final da inauguração de um monumento a Maria José Nogueira Pinto, que foi vereadora da Câmara de Lisboa, na Ribeira das Naus, da autoria do escultor Rui Sanches.



Publicado por Tovi às 09:47
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 18 de Março de 2014
Divergência insanável

Parece não haver dúvidas que António José Seguro ganhou o dérbi de ontem, mas estou em crer que o único golo da partida foi marcado em fora-de-jogo. Tivesse a equipa socialista jogado bem nos vários encontros deste campeonato e estaria muito à frente do team de Passos Coelho, não sendo preciso neste momento uma liguilha para saber quem é o melhor na política nacional.

 {#emotions_dlg.meeting} [JN] - Seguro alega "divergência insanável" com Governo sobre estratégia orçamental - O secretário-geral do PS, António José Seguro, disse esta segunda-feira, no final de  um encontro de três horas com o primeiro-ministro, que existe uma  "divergência insanável" com o Governo sobre a estratégia orçamental para o país. "Há uma divergência insanável entre o PS e o Governo no que diz respeito à estratégia orçamental. Foi isso que esteve em debate na reunião solicitada pelo primeiro-ministro e a que eu acedi", disse Seguro aos jornalistas em São Bento, no final de uma reunião, que admitiu que "não foi fácil", com Pedro Passos Coelho.


«Paulo Pereira» no Facebook >> O PS tem tido uma estratégia cautelosa e até demasiado modersd porque o povo português assim prefere.

«Zé Zen» no Facebook >> Obrigado David. Quando queres acertas. ;)

«Zé De Baião» no Facebook >> O problema no meio de todos estes encontros e desencontros é que não se vislumbra qualquer alternativa. Em março de 2011 o PSD cantava a mesma cantiga e derrubava um Governo, mas dava seguimento a um rumo ainda pior. Este ano, em situação muito pior e de todo um povo já em desespero, parece haver receio em se assumir uma política verdadeiramente alternativa. Costumam dizer que "não há almoços grátis" e que "um político assume-se". Preocupa-me que um País e todo um povo venham, mais uma vez, a cair nas mãos de governantes, não pelas suas competências e alternativas políticas, mas por cansaço e desgaste desse mesmo povo. Não há pior rumo político do que aquele que é determinado pela resignação e falta de esperança. A resignação e falta de esperança não podem ser um programa de ação política e muito menos de ação (des)governativa.

«Zé Zen» no Facebook >> Obrigado Zé De Baião. Direto e sem espinhas. (y)

«Eduardo Vasques de Carvalho» no Facebook >> o grande problema é que os dois andam preocupados em ganhar, não com Portugal...

«Fernando Kosta» no Facebook >> Deve ser na matéria do spill over: quanto mais podemos roubar ao Norte?!

«Mario Jeronimo» no Facebook >> golo na própria baliza?



Publicado por Tovi às 09:42
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 20 de Julho de 2013
Constituição da República - Demissão do Governo

{#emotions_dlg.sidemouth} Eu cá preferia um acordo… é que esperar que o Presidente da República demita o Governo é capaz de ser pedir muito a Cavaco Silva.


«Sérgio Ribeiro» no Facebook >> Comunicado da Presidência da República - A Presidência da República divulga o seguinte comunicado: "O Presidente da República recebeu hoje, em audiência, sucessivamente, o Secretário-Geral do Partido Socialista, Dr. António José Seguro, o Presidente do Partido Social Democrata, Dr. Pedro Passos Coelho, e o Presidente do CDS-Partido Popular, Dr. Paulo Portas, para conhecer a avaliação que os respetivos partidos fazem do processo negocial visando alcançar um compromisso de salvação nacional." Passados alguns minutos o (in)Seguro fez as declarações que são conhecidas. Fico com a impressão que quem tem que ser demitido é o palhaço.

«Jorge De Freitas Monteiro» no Facebook >> Acordo para?...

«Jose Riobom» no Facebook >> ... ao fazer isso e ao comunicar no site do PS as propostas do partido, nada mais fez que defender-se da armadilha da Múmia e seus apaniguados..... ficaram descalços ..... em primeiro a Múmia e depois PSD e PP..... é que falar em primeiro deixa os outros a falar para o boneco....

«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.serious} Anda muita gente a pedir ELEIÇÕES JÁ, mas não nos podemos esquecer que o Presidente da República, na sua comunicação ao País de 10 de Julho deste ano, disse que “um cenário de eleições legislativas, no actual contexto, seria extremamente negativo para o interesse nacional” e também que “a terem lugar proximamente, as eleições iriam processar-se num clima de grande instabilidade financeira e seria muito elevado o grau de incerteza e a falta de confiança dos agentes económicos e dos mercados no nosso País”, pelo que me parece muito pouco provável a hipótese de Cavaco Silva marcar eleições legislativas antes do final do Programa de Assistência Financeira, ou seja, em Junho do próximo ano. Mas como já não é a primeira vez que este PR me surpreende com as suas atitudes, vou esperar para ver.

«Antonio Sabao» no Facebook >> Espera sentado! Ele nem vai piar mais!

«Joaquim Leal» no Facebook >> Hoje tive uma tarde de praia como há muito não recordo. Temperatura nos 30º e "mar chão" (sem ondas) com água a bater nos 22/23º que me levou a decidir não comentar o assunto do dia.

«Sérgio Ribeiro» no Facebook >> "Se não chegarem a acordo os portugueses vão saber os poliiticos que tem" (o palhaço) como se ele não fosse politico! Ele tomou nota dos recados da ugt, associações patronais e das personalidades que são os portugueses que ele entende e como é estrábico tem uma visão e análise errada ou imperfeita.

«Joaquim Leal» no Facebook >> Se o pêiesse tivesse assinado gostava de ler esse teu comentário na diagonal... (^^^)

«Sérgio Ribeiro» no Facebook >> "o pêiesse" vai ser preso por ter cão e por não ter. Se tivéssemos eleições pagava caro ter ido aos encontros como pagou o BE o facto de não ter ido.

«Joaquim Leal» no Facebook >> Não me convides para o tango que hoje não estou em "forma", abraço

«Joao de Faria-lopes» no Facebook >> David. Se não fosse péssimo para Portugal gostaria de ver eleições antecipadas (que o PS não quer de modo nenhum) e por mera hipótese com o vencedor o PS. Estariamos todos bem: (i)com baixa nos rácios do desemprego, da fome, no IRC e claro também no IRS, a abolição do IVA (não creio que chegassem a tanto mas aos 13% seria garantido). (ii)Crescimento do. IB na casa dos 5% (poderia pedir o dobro, mas não quero ser muito exigente), dos salários, mais regalias sociais como casa no Algarve para todos os cidadãos nacionais, estrangeiros residentes ou em trânsito no novo aeroporto de Alcochete ou aquando da compra do bilhete para o TGV, 4 subsidios anuais a pagar trimestralmente, construção de pontes (para que haja derrapagens com proveitos para os mesmo de sempre) ligando a sua cidade á cidade de Ponta Delgada em S.Miguel nos Açores e uma outra ligando a cidade de Sines á Selvagem Grande e ainda a garantia da reposição da nossa soberania sobre Olivença. PS: BOLAS O QUE O PS ME FAZ SONHAR. DESCULPEM-ME ESTAVA MESMO SONHANDO!

«José Costa Pinto» no Facebook >> David Ribeiro, espero que o homem tenha uma qualquer solução na manga que não passe por eleições antecipadas. A haver as ditas cujas, o PS ganhava-as com maioria relativa e passava a governar com o apoio parlamentar da esquerda, isto é, com a amável colaboração chantagista dos senhores do Bloco (meu deus, do Bloco!) e do PCP (o menos irreesponsável dos dois). Não que o PS precise desta parelha para governar à PS, ou seja, com toda a elegância de um herdeiro rico e estroina. O País, esse, daria um gigantesco salto em frente de volta aos anos 80. Uma trajectória clássica, dos manuais.

«Laura Sarmento» no Facebook >> eu só gostava de saber se mantendo as coisas como estão,  "a falta de confiança dos agentes económicos e dos mercados no nosso País" não vai ser exactamente a mesma, já que temos sido o alvo da chacota internacional com o governo tomado por putos... mas isto sou eu a divagar... não percebo nada de política e tal...

«Zé Zen» no Facebook >> Extremamente negativo é deixar que continuem no poleiro !  PQosP !!    >>>///>>>    “um cenário de eleições legislativas, no actual contexto, seria extremamente negativo para o interesse nacional” e também que “a terem lugar proximamente, as eleições iriam processar-se num clima de grande instabilidade financeira e seria muito elevado o grau de incerteza e a falta de confiança dos agentes económicos e dos mercados no nosso País” (acs)

«João de Faria-lopes» no Facebook >> Então estes "PQosP" é que são os culpados. Este meu Portugal enquanto tiver sonhadores que sonham em viver com o que não têm NUNCA se levantará!!! ACORDAI PARA A REALIDADE gentes lusa! Só podemos viver com o que se tem!! Abandonámos África, para enganar o povinho, os do 25A, deram o que não podiam dar, somos colonizados por Angola, andamos de joelhos perante a Frau Merkel e os arrogantesinhos querem diminuir as receitas e aumentar as despesas....! Vá ponham o PenicoSujo no poleiro e verão o resultado. Eu estou preparado para lavar escadas, ser porteiro ou sujeitar-me a todos os trabalhos quando me faltar a pensão, o que não tarda muito que entremos em colapso de tesouraria e BANCARROTA total! Tenho a vantagem porque sou realista, sei o que nos espera!

«Joaquim Leal»» no Facebook >> Zé Zen tu vives num mundo diferente...

«Zé Zen» no Facebook >> Olhe que não, olhe que não Dr.

«Joaquim Leal» no Facebook >> Não sei o que o Presidente amanhã decidirá mas não esperes por eleições para já. Aguenta os cavalos, é obrigar os que lá estão a continuar a governar como deve ser pelo menos até Julho de 2014, depois vê-se...

«Zé Zen» no Facebook >> Independentemente da época e do regime, em termos de inteligência, nunca conheci um PR que pudesse ser tão cínico e incompetente. PQoP, a ele e à tropa macaca do bpn/psd.

«Laura Sarmento» no Facebook >> obrigar?????? desculpem a colherada... mas sorri ao ler essa...

«Zé Zen» no Facebook >> A pior coisa que nos pode acontecer é continuar com esta corja no poder. Já nem a classe média se safa neste país de vígaros. Por aqui se pode imaginar a miséria a que chegou o povo português. É possível que alguém desespere e...

«Joaquim Leal» no Facebook >> Laura Sarmento, ao que se saiba e apesar das asneiras de poleiro, o governo tem toda a legitimidade para exercer o seu mandato. Foi eleito, tem maioria e ao que consta a legitimidade não se mede pelo comportamento porque senão assim tinhamos que andar atrás dois anos, governação de aldrabões e criminosos... percebe?

«Laura Sarmento» no Facebook >> ok, ok, Joaquim Leal... peace and love... só achei piada ao termo utilizado de "obrigar"... ali ninguém fica obrigado, que eu saiba. Outros valores se levantam sempre. Isso, eu percebo bem.

«Joaquim Leal» no Facebook >> Tá tudo bem, utilizei o termo "obrigar" porque o governo parece uma "cresche". Responsabilidade exige-se! Cumprimentos.

«Zé Zen» no Facebook >> Ti Jakim Leal, achas que este desgoverno está a cumprir o programa que foi sufragado nas eleições? Mais uma assim e, ficas a dever uma grade de Minis

«Laura Sarmento» no Facebook >> sim, creche perfeita, a começar pelo director da mesma em Belém. Cumprimentos também

«Zé Zen» no Facebook >> "tu vives num mundo diferente..." (ti Leal) É possivel mas, não quero esquecer o mundo de onde venho.

«Joaquim Leal» no Facebook >> Escrevi ontem algures por aqui e volto a repetir. Julgava eu que após o 25 de Abril o anedotário governativo seria liderado pelo "Sancana" Lopes quando desde há uns dias a esta parte estou em condições de confirmar que temos na actualidade o 1º ministo mais estúpido da história recente de Portugal.

«Laura Sarmento» no Facebook >> sou obrigada a concordar

«Sérgio Ribeiro» no Facebook >> Com amigos destes não precisas de inimigos!

«Joao de Faria-lopes» no Facebook >> :Esta malta inconsciente vive num Mundo áparte. Verão o estalo que a situação lhes vai pregar. A BE-BrigadaEsclerosada do PenicoSujo, composta entre outros pelo Medíocre, pelo Pateta e pelo Almeida dos Diabos, encostaram o inseguro TóZé á parede para não assinar o acordo de SN. Tal como com a descolonização vão, mais uma vez, lixar Portugal. A Factura do 25A chegou, o que esperavam? Farra ad eterno?

«Zé Zen» no Facebook >>Só não suporta o 25 de Abril, quem tem problemas de anilha ou grelo. A ciência Republicana, aconselha vaselina.

«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.sidemouth} Pois é!... A situação que o fim das negociações entre PS, PSD e CDS criou vai mais uma vez colocar nas mãos de Cavaco Silva a resolução do imbróglio com que nos temos vindo a debater nestes últimos tempos. E o panorama não é muito animador: (1) O Presidente da República convoca eleições antecipadas, dentro de mais ou menos dois meses; (2) Aceitar a remodelação governamental anteriormente apresentada por Passos Coelho; (3) Manter o actual Governo em funções, continuando a rejeitar as alterações do elenco governativo em que Paulo Portas passava a vice-primeiro ministro. A primeira hipótese parece-me estar fora de questão, tendo em conta o que Cavaco Silva tem vindo a dizer, restando-nos as outras duas, que, quer queiramos ou não e no meu ponto de vista, são mesmo más. Estamos mesmo tramados.

«Jose Antonio Salcedo» no Facebook >> Estamos.

«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.sidemouth} O PS disse que esteve "disponível" para uma reforma do Estado que garantisse "sustentabilidade". O PSD diz estar "de consciência tranquila" e sugere que foi o "irrealismo" do PS que impediu acordo. O CDS, pelo menos até agora, não disse nada, que eu saiba. É o que eu já tenho vindo a dizer: Ainda não temos cultura democrática suficiente para entender as dificuldades e necessidades de uma crise financeira, económica e social como a que estamos a atravessar. Vamos pagar muito caro esta irresponsabilidade.

«José Costa Pinto» no Facebook >> O problema, como eu tenho vindo aqui a explicar há muito tempo (aparentemente sem sucesso), é que os negociantes estão a negociar uma coisa que não lhes pertence. Eles querem lá saber...

«Zé Carlos» no Facebook >> O problema chama-se CAVAQUISTÃO. O problema de Portugal vai para mais de 20 anos é o que Cavaco Silva construiu. Vamos pagar muito caro a irresponsabilidade desse Dom Sebastião de Boliqueime. Como Deus é grande e escreve direito por linhas tortas, esse mesmo Cavaco vai ter de levar com a hecatombe toda do país que construiu. Claro que vamos pagar caro. Mas o PS fez um favor às gerações futuras. Agora não há reforma do estado possível. Vai ter mesmo que se amputar o monstro!

«José Costa Pinto» no Facbook >>> Você, Zé Carlos, é um optimista. Os realistas acreditam, ao invés, que a perfídia humana encontra sempre uma terceira via. A ver vamos...



Publicado por Tovi às 08:00
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 13 de Julho de 2013
Muito mal anda a popularidade desta gente

(Este estudo de opinião foi efetuado pela Eurosondagem, S.A. para o Expresso e SIC, de 5 a 10 de julho de 2013)



Publicado por Tovi às 07:48
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 28 de Abril de 2013
Congresso Nacional do PS – 3º dia

Ontem foi aprovada no XIX Congresso Nacional do PS a moção de orientação de António José Seguro – “Portugal tem Futuro” - subscrita por 7.120 militante e aprovada por uma expressiva maioria, 99% dos delegados ao Congresso. Hoje teremos, por volta das 13 horas, a última intervenção do Secretário-geral neste Congresso e em que se espera que Seguro nos diga como vai responder ao recente apelo ao consenso feito pelo PSD e pelo CDS.


«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.away} 13h00 - Já se ficou a saber que os “Socráticos” José Lello, Isabel Santos, Renato Sampaio, Fernando Sarrasqueiro, Paulo Campos e André Figuiredo ficaram de fora da lista da Comissão Nacional do PS. Alberto Martins encabeça este órgão estatutário socialista, o mais importante entre congressos, com António Costa em segundo lugar.

«Zé Regalado» no Facbook >> E eu ralado. :)

«José Riobom» no Facebook >> Há pelo menos dois na lista que conheço bem ....... no Porto chamamos-lhes "AZEITEIRO DA POLÍTICA"... AZEITEIRO LELLO e AZEITEIRO SAMPAIO...

«David Ribeiro» no Facebook >> Parece que chegou ao fim a hegemonia política dos "socráticos" do PS-Porto. E ainda bem.

«Joaquim Leal» no Facebook >> Mas eles "andem" aí...

«David Ribeiro» no Facebook >> Não... Vão passar à história.

«Joaquim Leal» no Facebook >> Achas mesmo meu bom amigo?...tenho sérias dúvidas.

«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.away} 14h10 - Ouvi com a maior atenção o discurso de António José Seguro no encerramento do XIX Congresso Nacional do PS e estou certo que o Secretário-geral do Partido Socialista está já a iniciar a pré-campanha das próximas eleições legislativas, venham elas a ser antecipadas ou no fim da actual legislatura.

«Carla Teixeira» no Facebook >> E está errado? Não é natural que assim seja?

«David Ribeiro» no Facebook >> Seria, no meu entender, mais interessante uma concertação política com o actual Governo, pois não estou certo que o Partido Socialista esteja à altura de sozinho enfrentar a governação de Portugal.

«Paulo Pereira» no Facebook >> Esse é o papel dos partidos. Este PSD é tão dogmático e retrógrado que não vale a pena para já ter uma aproximação.

«David Ribeiro» no Facebook >> Aceitar reuniões de aproximação, nem que depois se dê um murro na mesa, é nesta altura uma forma de marcar uma posição construtiva, na minha forma de ver.

«Paulo Pereira» no Facebook >> Sim concordo, mas mantenho claras as diferenças à partida e deixar o governar assumir as suas asneiras mais troikistas que a troika

«Pedro Baptista» no Facebook >> Concordo com as razões de ambos. O PSD-CDS já não pode governar e o PS não se mostra com essa capacidade. Esperava-se o quê, não há uma palavra de reforma do sistema político nem do fim das poucas-vergonhas à custa do erário público?! Falando a sério, não há uma ideia para Porugal, face à situação. Na verdade o sistema está podre e temo que não tenha soluções dentro de si.

«Joaquim Leal» no Facebook >> Penso que o esquema partidário como está, está esgotado. Há que abrir o caminho à sociedade civil através de grupos ou movimentos de cidadãos. Não vejo o PS como alternativa credível para a situação actual do país mas também manter a situação com este governo, não resolve. Para mim o PCP e o BE não contam neste baralho.

«David Ribeiro» no Facebook >> Atenção... Num baralho de cartas até os duques e os ternos são importantes ;-)

«Joaquim Leal» no Fcebook >> Depende do jogo :P

«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.confused} Estive sempre com atenção a tudo o que se disse no XIX Congresso Nacional do PS e parece-me que ninguém falou em REGIONALIZAÇÃO... Será que já nem sabem o que isso é?

 



Publicado por Tovi às 07:53
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 27 de Abril de 2013
Congresso Nacional do PS – 2º dia

É às 10 horas que se reiniciam os trabalhos do XIX Congresso Nacional do PS. Não deverá ser um dia muito rico em intervenções, mas… esperemos para ver.


«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.smile} Edite Estrela, líder dos eurodeputados socialistas, afirmou em Santa Maria da  Feira que só Portas "pode decidir se e quando cai o Governo" - Está cá a parecer-me que ainda vamos ter um Governo PS-CDS... o que não é inédito, já o tivemos de Janeiro a Agosto de 1978.

«Maria Henriques» no Facebook >> Eu li essas declarações como uma ironia

«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.away} 13h30 - Das intervenções da manhã neste XIX Congresso Nacional do PS só vi (via TV) a de António Costa e foi interessante, embora me pareça que qualquer português medianamente informado politicamente e com bom senso, teria dito o mesmo.

«José Carlos Ferraz Alves» no Facebook >> Mas há muita sabedoria em se ser simples e em dizer o que se pensa, sobretudo quando está certo. É preferível o elitismo e pseudo conhecimento do Gaspar, que todos têm medo de contrariar e de lhe dizer que é um demente, arrogante ignorante?

«David Ribeiro» no Facebook >> Estamos numa época de roturas de políticas partidárias e isso terá que ser assumido publicamente. Os consensos só se encontrarão depois de estarmos em desacordo, seja com quem seja.

«José Carlos Ferraz Alves» no Facebook >> Estamos numa época de boas políticas. Ruptura por ruptura, por mim, não me diz nada. Não  sou do partido contra partidos, sou a favor de causas e projectos que têm de ser estudadas e avaliadas num cenário de confiança e de consenso, com partidos.

«David Ribeiro» no Facebook >> Isto é, amigo José Carlos Ferraz Alves, somos ambos a favor do CONSENSO, única forma democrática de diferentes opiniões conseguirem lutar para o bem comum.



Publicado por Tovi às 09:06
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 26 de Abril de 2013
Congresso Nacional do PS – 1º dia

Inicia-se hoje, no Europarque em Santa Maria da Feira, o XIX Congresso Nacional do Partido Socialista, com o início dos trabalhos marcado para as 19 horas e a primeira intervenção do Secretário-geral António José Seguro às 19h45. Tendo em conta as declarações de Seguro logo a seguir ao “fantástico” discurso do Presidente da República na cerimónia da 39ª comemoração do 25 de Abril, é de esperar uma atitude forte e demolidora para com a forma de estar na política de Cavaco Silva. Vou estar com atenção.


«Rui Lopes A. D'Orey» no Facebook >> Vamos todos rir ou chorar??

«David Ribeiro» no Facebook >> Já muito pouco me fará rir no PS... só se for de escárnio.

«Rui Lopes A. D'Orey» no Facebook>> No PS ou noutro partido qualquer deste cantinho à beira mar plantado.

«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.sidemouth} Um congresso partidário em que o líder leva consigo mais do que 99% dos delegados (1702 delegados, contra os 12 do concorrente Aires Pedro) nunca poderá ser senão uma reunião para os militantes dizerem “ámen” ao que o Secretário-geral vier a dizer. É por isso que no XIX Congresso Nacional do PS só são importantes as intervenções de António José Seguro.

«Joaquim Leal» no Facebook >> Um congresso à "soviete".

«Augusta Barreira» no Facebook >> Amigo o congresso é aberto ao público. Venha a santa Maria da Feira

«David Ribeiro» no Facebook >> Minha amiga Augusta Barreira... Só irei a um congresso socialista quando os "simpatizantes e/ou independentes" também poderem dizer o que pensam.

«Adao Fernando Batista Bastos» no Facebook >> David na Secçao do PS da Maia as reuniões são abertas a todos  os militantes e aos simpatizantes/independentes que defendam os  mesmos valores democráticos e queiram participar. Há, mesmo, um esforço pela sua participação porque conscientemente se reconhece o valor, o mérito, a importância das  experiências da dita sociedade civil num projecto politico que sirva as populaçoes.

«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.serious} Neste seu primeiro discurso no XIX Congresso Nacional o Secretário-geral do PS fez muito mais “diagnóstico” que “receituário”. Qual é a nossa doença já todos sabemos, o que queremos é a cura.

«Zé Carlos» no Facebook>> O Tó Zé é um InSeguro. Deus nos livre de ele ir para lá.

«Carla Teixeira» no Facebook >> Isso fica para o discurso de encerramento, David! A abertura dos congressos partidários visa estimular o debate e os trabalhos no conclave. Respostas só no encerramento.

«David Ribeiro» no Facebook >> Debate?... Mas entre quem é que vai haver debate, minha querida Carla?... Este XIX Congresso Socialista SÓ tem Seguro e mais ninguém.

«Carla Teixeira» no Facebook >> Seguro está longe de ser consensual no PS. E o debate é de ideias, não de pessoas...

«David Ribeiro» no Facebook >> A Carla consegue-me explicar como é que se pode debater ideias se 96% dos delegados ao congresso foram nomeados pela facção António José Seguro?

«Carla Teixeira» no Facebook >> David, eu acho que há sempre espaço para debater ideias. Eu faço-o constantemente, mesmo com pessoas que têm da vida ideias muito semelhantes às minhas.

«Paulo Pereira» no Facebook >> Basicamente a receita da Internacional Socialista é a mesma da troika mas com menos dor, austeridade mais suave. A Internaconal Socialista é dominada pelo SPD alemão. A Int. Socialista desta época vai ficar na história  como o grande inimigo do povo europeu. É o cavalo de Tróia moderno.

«David Ribeiro» no Facebook >> {#emotions_dlg.sidemouth} No discurso de abertura do XIX Congresso Nacional do PS, António José Seguro propôs um “pacto para o emprego” a todas as forças políticas e a todos os parceiros sociais. Disse também que a sua proposta é um “novo acordo de concertação social de médio prazo em torno de políticas orientadas para o emprego e de medidas de combate à precariedade e à pobreza” para que em 2020 se atinja a taxa de emprego superior a 70% e a redução do desemprego jovem para metade. É pouco, muito pouco o que o Secretário-geral do PS nos promete. Ainda não é desta que o Partido Socialista será alternativa válida ao actual Governo.



Publicado por Tovi às 17:14
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 25 de Março de 2013
O estado em que este País se encontra

O “regresso” de Sócrates, a anunciada moção de censura ao Governo feita por António José Seguro e o estado em que este País se encontra.

“Estamos na merda!”… “Estes gajos lixaram isto tudo!”... “Já não há perdão para os políticos!”... “Que se lixe a Troika!”... Estas são algumas das muitas frases, nada abonatórias para os políticos que nos têm (des)governado nestes últimos tempos, que me fazem acreditar ter chegado a hora da sociedade civil dar “uma bofetada de luva branca”  aos políticos do chamado “arco do poder”. E uma forma de começarmos a dizer-lhes que estamos fartos disto é eleger nas próximas Autárquicas’13 verdadeiros candidatos independentes às Câmaras Municipais. Rui Moreira no Porto é um exemplo de uma verdadeira candidatura independente.


«Cmc Nelo» no Facebook >> O regresso do Sócrates deve ser pra dar uma mãozinha ó Seguro!!



Publicado por Tovi às 07:55
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Novembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Posts recentes

Seguro versus Costa - 2º ...

Seguro versus Costa - 1º ...

As Primárias do PS no Fac...

As Primárias no PS e a Re...

A "guerra" no PS

E agora, como é que vai s...

António José Seguro versu...

A vitória do PS... com sa...

Divergência insanável

Constituição da República...

Muito mal anda a populari...

Congresso Nacional do PS ...

Congresso Nacional do PS ...

Congresso Nacional do PS ...

O estado em que este País...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus