"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Domingo, 22 de Julho de 2018
Ciganos romenos no Porto

FB_IMG_15320918816382602-1.jpg

Não, não sou racista nem xenófobo, mas sou declaradamente contra quem recusa qualquer tipo de ajuda social e prefere continuar a viver da mendicidade, do pequeno furto e a dormir em jardins e espaços públicos, conspurcando os terrenos que são de todos nós e para uso de todos os cidadãos.
No último ano a zona da Rotunda da Boavista, especialmente o triângulo formado pela avenida da França, rua Domingos Sequeira e rua 5 de Outubro, tem sido o "dormitório" de um grupo de 20 a 30 romenos, maioritariamente mulheres e jovens, que criaram um autêntico martírio aos residentes e comerciantes da zona. Às entradas dos prédios deixam lixo, quando podem entram nas garagens e rapinam tudo o que encontram, nos supermercados roubam mais do que compram, e só agora parece haver uma acção concertada das autoridades, municipais e policiais, para tentar resolver este flagelo.
Qual a solução?... não sei nem sei se alguém sabe, mas há que refletir sobre a situação e encontrar rapidamente formas eficazes de proteger os cidadãos destes energúmenos.

 

   Censura do Facebook

O Facebook acaba de censurar este meu último post sobre um trabalho que estou a fazer sobre a comunidade cigana da Roménia na cidade do Porto. Contestei… mas não adiantou nada.

romenos 22Jul2018.jpg

   Comentários no Facebook

FB_IMG_15322733279125614.jpgFB_IMG_15322993580776577.jpg



Publicado por Tovi às 14:36
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 15 de Novembro de 2017
Se tivesse sido um jantar à luz das velas…

15nov2017 aa.jpg

   Notícia completa no Observador de ontem.



Publicado por Tovi às 09:47
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 3 de Outubro de 2015
Morreu José Vilhena

Requiescat In Pace

Neste dia, véspera de eleições e dia em que o sátiro cartoonista José Vilhena nos deixou, aqui ficam duas das suas pérolas.

Eleições Vilhena 3Out2015 c.jpg

 Comentários no Facebook

«Jose Pinto Pais» >> RIP

«Pedro Baptista» >> Agora, infelizmente, foi ele fazer de boletim de voto...

«Joaquim Leal» >> Tenho a sensação que o Vilhena terá sido das poucas pessoas verdadeiramente livres neste país de dependências. E ainda por cima publicando às suas custas. Apenas achei piada, sei que o termo poderá ser inapropriado para o momento mas acho que ele também concordaria comigo. O seu féretro será velado na basílica da estrela, quem será o padre que lhe fará a cerimónia? wink emoticon

«André Eirado» >> Tenho pena a morte dele, era o maior cartoonista mais satírico de sempre. Descanse em paz

«Joaquim Leal» >> David Ribeiro, que melhor homenagem ao Vilhena neste dia do que esta? wink emoticon

Eleições Vilhena 3Out2015 d.jpg



Publicado por Tovi às 18:20
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 9 de Maio de 2015
Lápis Azul

Censura Mai2015 a.jpg

Não pegou á primeira… Mas esta malta não desiste facilmente e lá vem outra vez com tiques totalitários a fazerem lembrar os senhores do Estado Novo… ou do PREC.

Censura Estado Novo.jpg

O "lápis azul" foi o símbolo da censura e da época da ditadura portuguesa do século XX. Os censores do Estado Novo usavam um lápis de cor azul nos cortes de qualquer texto, imagem ou desenho a publicar na imprensa. Para proteger a ditadura, os cortes eram justificados como meio de impedir e limitar as tentativas de subversão e difamação. Desde o Golpe Militar de 28 de maio de 1926 aos regimes de Oliveira Salazar e Marcello Caetano, o "lápis azul" servia para os censores decidirem o que devia ser noticiado ou divulgado. A 22 de junho de 1926 é instituída a Comissão da Censura, passando os jornais a serem obrigados a enviar a esta comissão quatro provas de página e a não deixarem em branco o espaço das notícias censuradas. Em 1933, a Constituição Portuguesa institui legalmente a Censura, que permanece até à Revolução dos Cravos, a 25 de abril de 1974. Até setembro de 1968, no governo de António de Oliveira Salazar, é a designada Comissão da Censura a responsável pelo "lápis azul". Durante o governo de Marcello Caetano esta comissão passa a chamar-se Comissão do Exame Prévio, mas, na prática, mantém o mesmo lápis com o mesmo sentido censório. (in Infopédia – Dicionários Porto Editora)



Publicado por Tovi às 09:52
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Julho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13


23
24
25
26
27

28
29
30
31


Posts recentes

Ciganos romenos no Porto

Se tivesse sido um jantar...

Morreu José Vilhena

Lápis Azul

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus