"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Sexta-feira, 9 de Maio de 2014
Centro Materno Infantil do Norte

Gosto disto!... {#emotions_dlg.smile}

(Este “outdoor” está escarrapachado no Largo da Maternidade, no Porto)


«Joaquim Leal» no Facebook >> Não estou a perceber os "louros" colhidos ou eventualmente de forma "indevida" apropriados (PS)...

«David Ribeiro» no Facbook >> Não deves estar a par da "história" do Centro Materno Infantil do Norte, amigo Joaquim Leal. Esta obra do anterior governo e do qual Manuel Pizarro era secretário de estado da Saúde, foi sempre "deitada ao abandono" por Passos Coelho e seus pares, sendo que o PS-Porto soube sempre lutar por esta nova unidade hospitalar que ainda só vai na primeira fase (de três). Não foram os únicos nesta luta, mas o seu a seu dono.

«Joaquim Leal» no Facebook >> Pois, aguardava essa explicação para perceber o cartaz. Obrigado

«Ruben Santos» no Facbook >> O centro materno infantil é só uma batalha. A verdadeira guerra, a regionalização, o PS tal como o PSD não querem saber. Gosto de comer pão e não migalhas!

«Tiago Barbosa Ribeiro» no Facebook >> Sem querer entrar na discussão, permitam-me só dizer que não é verdade que o PS não queira saber da regionalização. Pela minha parte, nunca a deixarei cair. Sobre o CMIN: http://eepurl.com/TDjHr

«Ruben Santos» no Facebook >> Tiago, falo do partido como um todo. O PS e o PSD Porto fazem sempre essa referência, mas depois a nível nacional é o que se vê.

«Tiago Barbosa Ribeiro» no Facebook >> Cabe-nos não abdicar do tema, lutar, colocá-lo na agenda, dentro e fora.

«Joaquim Leal» no Facebook >> Permitam meter "foice em seara alheia". Regionalização comigo népia, nunca, never, jamé... Estou farto de chulos (na verdadeira acepção do termo), chegam (para já) os 230 ladrões e mais uns quantos que temos por aí. Com licença...

«Ruben Santos» no Facebook >> Joaquim, acredite que era melhor. O Joaquim não imagina quantos institutos públicos e outros organismos públicos seriam extintos!

«Joaquim Leal» no Facebook >> Reconheço algumas vantagens, é certo mas assusta-me a clientela que elas trazem atreladas. Resido numa zona que poderia ser uma experência piloto pelas suas características mas com os "camelos" de politicos autócones que temos, tenho bastante receio. Muito receio. Portugal, para mim enquanto nação, é uno e indivisivel do Minho ás desertas. Ponto

«Ruben Santos» no Facebook >> Eu também tenho receio, e o Bartolumeu Dias também tinha receio de passar o cabo bojador mas com arte e engenho lá o fez! Regionalizar não é dividir. Regionalizar é identificar zonas de diferentes características demográficas, geográficas, económicas, etc.. para definir politicas publicas especificas para cada região para assim aproveitar ao maximo as potencialidades dessa região, além de as decisões politicas estarem mais próximas do cidadão (ex: deixar de decidir em Lisboa o fecho tanto de uma escola em Valença como em Faro)

«Joaquim Leal» no Facebook >> Regionalizar quer queiramos ou não, será sempre dividir, mais que não seja nas mentalidades e nos propósitos. Depois com os politicos que temos em cada região, salvo rarissimas excepções, não passam de verdadeiros caciques. Ruben, há muito que deixei de acreditar no Pai Natal.



Publicado por Tovi às 10:31
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Setembro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Posts recentes

Centro Materno Infantil d...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus