"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Sexta-feira, 30 de Janeiro de 2015
A crise do petróleo em Angola

petroleo-caindo.jpg

A baixa do preço do petróleo nos mercados internacionais está a provocar graves problemas de tesouraria ao Governo de José Eduardo dos Santos e há já em Portugal quem se esteja a ressentir desta crise. Os pagamentos ao exterior estão condicionados pelo Banco de Angola e sectores exportadores portugueses, como o dos vinhos, da cerveja e da construção civil, encontram-se já em dificuldades, pois aquela antiga colónia portuguesa só em vinhos de mesa representa 20% das exportações nacionais, com o Douro e o Alentejo à cabeça. No sector cervejeiro a Unicer viu reduzidas as suas quotas de exportação em 60 milhões de litros. O “el dorado” angola não vai estar nada bem nos próximos tempos... e os portugueses vão ser os primeiros a sofrer na pele esta crise.

 

 Comentários no Facebook

«Carlos Wehdorn» >> o problema é que o eldorado angolado sempre foi uma ilusão... e, como se vê, a economia lá sem petróleo caro não funciona... não existe,.. fica logo tudo adiado

«José Camilo» >> Nacionalizar Angola, já.

«Zé De Baião» >> Estavam à espera de que? As colónias acabam por sofrer quando a história se inverte. Então mas não diziam que Portugal era uma colónia Angolana? El Confidencial fala em inversão da história e coloca Portugal como colónia...

«Joaquim Leal» >> Eu nem comento para não ter que "espingardar".

«David Ribeiro» >> Segundo dados da Confederação Nacional da Agricultura (CNA) a redução de exportações para Angola é catastrófica para a política económica portuguesa que teve como opção estratégica dos últimos anos as vendas ao exterior. No agro-alimentar (óleo, farinhas, arroz, açúcar, sumos, água, cerveja) deverá verificar-se cortes da ordem de um terço do total das nossas exportações para Angola e que deverão atingir mais de 200 milhões de euros.

«José Camilo» >> O nosso "governo" podia sortear Audi's A6 por cada encomenda para Angola.

«António Lopes» >> Até os dias de hoje ainda não senti grandes diferenças. Um das vantagens de ser vender "pouco" é essa. Verdade seja dita até ao dia 30/01/2015 os pagamentos efectuados pela empresa angola tem sido de salutar. Tenho a impressão que a crise tenha afectado os grandes investimentos, ou até as grandes compras. Trabalho para uma empresa agro-alimentar.

«David Ribeiro» >> Até ao 3º trimestre de 2014 tudo foi um mar de rosas nas exportações de Portugal para Angola. Estavam a crescer 49,8%, em termos homólogos, segundo dados oficias do Instituto Nacional de Estatística Angolano. Portugal exportou para Angola, entre Julho e Setembro do ano transacto, bens e serviços no valor de 171.513 milhões de kwanzas (cerca de 1,4 mil milhões de euros). Este volume corresponde a uma quota do mercado das importações angolanas de 14,7%, à frente de países como a China (12,6%), de Singapura (11,4%), Estados Unidos (8,8%), Emiratos Árabes Unidos (5,5%) e Brasil (5,1%).

«António Lopes» >> As empresas portuguesas estão a fazer um excelente trabalho, as que foram ao charco (uma grande maioria), não estavam preparadas para esta crise, obviamente que algumas delas (uma minoria) infelizmente foram apanhadas por tabela e embra tivessem uma gestão responsável devido a vicissitudes do próprio mercado não conseguiram aguentar. Infelizmente vejo na economia real algumas dificuldades por parte de empresas sérias e honestas. Aquilo que foi pedido a empresários e a trabalhadores portugueses foi algo inamaginável, de um mercado interno forte e pujante (até 2008), as coisas dacairam de tal maneira que o aparecimento de um mercado ávido como o angolano foi uma benção. Não vamos criticar o mercado angolano e as nossas empresas que viram nesse mercado uma boa oportunidade.

«David Ribeiro» >> Só para que se tenha uma ideia mais correcta da importância do mercado angolano no que diz respeito à comercialização de vinhos DOC Douro, digo-vos que de Janeiro a Setembro de 2014 exportou-se para Angola 4,518 milhões de euros (5,9% de toda a comercialização nacional), o que corresponde a 132 mil caixas (cx = 9 litros), colocando a República Popular de Angola como o segundo nosso maior cliente internacional, logo a seguir ao Canadá.

«Victor Meirinho» >> David... No vinho, muito muito sério. Sobretudo para quem pôs os ovos todos na cesta ! Felizmente, por cá tudo bem !!!



Publicado por Tovi às 10:04
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 11 de Agosto de 2014
Sovina Amber Vintage

 Cerveja artesanal

Ontem bebi em casa de uma das minhas filhas uma cerveja artesanal invulgar – Sovina Amber Vintage – maturada em casco antigo de Vinho do Porto da Quinta dos Tourais. A sua intensidade de aromas e textura aveludada, conferem-lhe uma complexidade e paladar subtilmente distinto. Acompanhou perfeitamente uma Feijoada de Marisco.



Publicado por Tovi às 15:25
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 15 de Novembro de 2013
Cerveja Sovina

 

Não sou um grande apreciador de bebidas produzidas a partir da fermentação de cevada maltada...

...mas desta gosto {#emotions_dlg.smile}



Publicado por Tovi às 21:10
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 7 de Abril de 2012
Cerveja Artesanal SOVINA

Como provavelmente já sabem eu não sou um apaixonado incondicional de fermentados de cevada maltada, mas de vez em quando lá bebo a minha cervejita. E isto vem a propósito de ontem ter comprado na “Mercearia das Flores” (Rua das Flores, 110 – Porto) uma garrafa de Cerveja Artesanal SOVINA (Cerveja Artesanal Gourmet, produzida na cidade do Porto por “Os Três Cervejeiros”) que me despertou para novos sabores e experiências. Estou a falar de uma cerveja genuína elaborada a partir de métodos artesanais, cerveja não filtrada, 100% malte, sem conservantes nem corantes, CO2 (gás) naturalmente produzido pela levedura e composta unicamente por água, malte de cevada, lúpulo e levedura.


«Luís Lopes» in Facebook >> E gostastes?

«David Ribeiro» in Facebook >> Sim!... Gostei desta cerveja artesanal (Sovina – Amber). Uma cerveja moderadamente forte, de cor âmbar, acentuada no malte e com amargor assertivo, frutada no aroma, macia e encorpada na prova.

«Sérgio Ribeiro» in Facebook >> Pela cor e pela narrativa descritiva tem que se boa. Tomei nota para provar em breve.

«Alexandra Magalhães» in Facebook >> A Mercearia tem coisas fantásticas... amanhã vou lá voltar e acho que vou provar então essa Cerveja... obrigado pela informação... Um beijinho e Boa Páscoa...

«David Ribeiro» in Facebook >> Uma boa Páscoa também para ti, minha querida Alexandra.



Publicado por Tovi às 08:04
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 18 de Julho de 2010
Exportação de cerveja para Angola

Em 2009 as exportações para Angola renderam a Portugal 2.262 milhões de euros. E sabem qual foi o produto mais exportado?... Foi CERVEJA.

Apesar de já haver várias fábricas em laboração nesta nossa antiga colónia, a verdade é que Angola ainda importa de Portugal cerca de 140 milhões de litros de cerveja, dos quais 125 milhões de litros são da Unicer, no conjunto das marcas Super Bock, Cristal e Carlsberg.


«Fernando Duarte» in Facebook >> e tu sabes bem o que eles fazem com a cerveja em Angola ! eh eh eh

«David Ribeiro» in Facebook >> ...sei bem, muito bem, o que se fazia com a cerveja nos anos oitenta do século passado, quando ainda havia guerra em Angola. Naquele tempo era moeda de troca para muita coisa.

«Luís Alexandre» in Facebook >> Vocês sabem qual é a base principal para ter uma boa cerveja? uma água de excelente qualidade.

«David Ribeiro» in Facebook >> ‎...mas se a cevada não for de excelente qualidade e a fermentação não for bem feita, não há qualidade de água que salve a cerveja.



Publicado por Tovi às 10:40
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 30 de Novembro de 2008
O que beber com uma "Francesinha"

A maior parte dos apreciadores de Francesinhas acompanham-nas com cerveja e apesar de eu considerar que a cerveja preta è uma boa escolha (a acidez e o corpo desta variedade combinam bem com a gordura e condimentos fortes deste prato) a verdade é que prefiro um bom vinho branco com algum corpo e estágio em madeira, ou então um rosé com acidez… E isto para não chegar à “combinação explosiva” que o crítico de vinhos Tiago Teles nos sugeriu num texto publicado na NovaCrítica-vinho em Fevereiro de 2005: A Francesinha, entenda-se portuguesa, é um prato complexo: por um lado, o seu perfil carnudo aponta na direcção de um vinho encorpado; por outro, a potencial gordura do queijo exige uma acidez aceitável - neste caso o queijo não é muito gordo, por isso a acidez não necessita de ser extrema. O toque condimentado a tender para o picante, vem baralhar as contas mas talvez, (a ver se não meto água) um compromisso entre secura e doçura, esta última característica no sentido de amaciar o picante, talvez lhe acalme o seu difícil temperamento. Teria curiosidade em observar o comportamento de um [Vinho do Porto] LBV... poderia ser uma combinação nortenha explosiva!!!!




Segunda-feira, 24 de Setembro de 2007
INQUÉRITO - Bebidas "esquisitas", ou não... (II)

Este inquérito foi por mim colocado no "NovaCrítica-Vinho" e no "ViriatoWeb" e até hoje o total de votos é de dezoito e distribuidos da seguinte forma:

 

NovaCriticaVinho

ViriatoWeb

TotalGeral

Já provei

46%

40%

44%

Bebi esporadicamente

15%

40%

22%

Bebo frequentemente

0%

20%

6%

O que é isso?...

38%

0%

28%

 

13 votos

5 votos

18 votos

 

Mais alguns comentários:

«rjmoreira» O traçadinho na antiga tasca da minha mãe (não que agora não o seja) era servido num copo de aproximadamente 25cl. Havia a gasosa GENIAL e o tintol corrente do garrafão. Regra geral era servido durante a tarde aos clientes que vinham do campo e por ali passavam para refrescar a garganta. A unica variável era a cor, uns preferiam-no mais claro, outros mais escuro... Aquilo vendia-se bem, mesmo tendo nós o fontanário de agua corrente a 30 metros...
Alguém sabe o que são as: Sopas de cavalo cansado

«Reboredo» Sopas de cavalo cansado - são sopas de vinho feitas com a broa do Regalado, gemas de ovos e açucar.

«rjmoreira» E a tudo isto, comido quente ainda se deverá adicionar um pouco de canela! Mas também ao final da tarde de verão, sem os ovos e com o vinho bem frio cai que é um regalo! Era muito usual quando eu era mais novo e trabalhava alguma coisita no campo

«Reboredo» Traçadinho ou traçado: aguardente e vinho do porto nas manhãs de frio! Favaios ou Martini: com cerveja (aperitivo em quanidade). “Receita” mais vinho tinto com cerveja a gasosa é uma coisa mais moderna e teve a ver com caristia.(alta de preço do vinho).

«rjmoreira» A RECEITA a que o Toví se refere era na Castanheira usada nas tardes de Domingo nos torneios de Malha! O meu pai também fazia parte do jogo e encarregava-me da receita. O primeiro a beber era sempre eu... Já lá vão alguns 20 anos.... rolando os olhos Triste  Uma picheira com 0.5l de vinho branco, 1 litro de cerveja e açucar amarelo. Tudo frio e bem mexido com uma colher de pau. Ao inicio da tarde os intervenientes eram exigentes na mistura! Lá mais para o final já queimavam tudo...
Gargalhando Chamávamos a isto o Champarrion!



Publicado por Tovi às 08:55
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 23 de Setembro de 2007
INQUÉRITO - Bebidas "esquisitas", ou não...
  • Já provei

  • Bebi esporadicamente

  • Bebo frequentemente

  • O que é isso?...

Quem é que já provou e/ou bebeu esporadicamente ou frequentemente estas “bebidas esquisitas”?...
Traçadinho Seta Nas tascas portuguesas: Vinho e gasosa; Nas festas académicas: Shot dos pobres - Aguardente traçada com licor de ginja ou com Ricard; ...
Favaios (Moscatel do Douro) com cerveja Seta Sempre que peço um “Favaios” nos tascos do Douro, perguntam-me sempre: Com cerveja?...
“Receita” Seta Em dias quentes de verão, vi servir em algumas tascas do Norte de Portugal, em grandes jarros de vidro, uma mistura de vinho branco, cerveja, açúcar e cubos de gelo.

Comentários à votação serão bem-vindos!...

«frexou»A Receita ainda é hoje a perdição dos meus amigos da faculdade!

«jms»Boa malha Tovi! Neste meio tão intelectualmente elevado das bebidas alcoólica, faz bem de vez em quando pôr os podres à vista. É assim mesmo! Razz

Claro que eu respondi " O que é isso?", nem seria preciso dizer. Cool Não, de facto sou um bocadinho fundamentalista, no que o conceito tem para mim de negativo, quanto a misturas deste e doutros géneros, no que respeita a bebidas. Nunca escolho bebê-las e se alguém mas propuser, recuso. No entanto este Verão, na casa de férias de um amigo, dei por mim a beber uma Sagres, de que agora não me recordo nome, mas que era nem mais nem menos que um panaché engarrafado. E não é que me soube bem?

«Abílio Neto»Caro Tovi, Fez-me pensar, recordar e rir Very Happy Wink ! Não perdia, ao fim da tarde, no verão e primavera, antes de começar a «sessão», nas tascas da baixa de Coimbra e nas dos aredores da cidade (Eiras, Bencanta, Taveiro etc.): Bem-Disposto - Ginja com gasosa. Agora, tem feito algumas aventuras nas cervejas «mais e menos sérias» ... Abraços,

«alentejano»Parece que por aqui ninguém foi jovem, ou se o foi terá sido muito santinho. Eu sou o que bebi esporadicamente, festas das tunas, arraial académico, festas dos santos, tascas e tabernas de Lisboa e mundo afora... Se os exemplos que colocaram são esquisitas então eu devia beber protótipos Laughing
Já agora , não vejo aí o Kalimotxo e porque não a Queimada Galega Cool

Queimada Galega adoro!... Smile   Kalimotxo não sei o que é... Confused 

«Spice Girl»Eu votei "O que é isso?" Porque era o que diria se me dissessem qualquer um dos nomes... Que falta de cultura a minha... Embarassed Embarassed Embarassed Embarassed Embarassed Mas felizmente aprende-se muito aqui... Very Happy Very Happy Very Happy Very Happy Very Happy




Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Julho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Posts recentes

A crise do petróleo em An...

Sovina Amber Vintage

Cerveja Sovina

Cerveja Artesanal SOVINA

Exportação de cerveja par...

O que beber com uma "Fran...

INQUÉRITO - Bebidas "esqu...

INQUÉRITO - Bebidas "esqu...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus