"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Segunda-feira, 31 de Janeiro de 2022
O dia seguinte às Legislativas2022

rtp rrsultados.jpg

A vitória do PS não me surpreendeu, mas não contava com uma maioria absoluta. Esperemos que António Costa a saiba usar para o bem dos portugueses.

Rui Rio, por quem nunca tive simpatia política, não conseguiu que o PSD se afirmasse como alternativa ao Governo. Está provado que o País não é a cidade do Porto onde foi presidente por 12 anos.

Chega é, sem dúvida, o partido dos “descontentes” e há muitos descontentes em Portugal.

A Iniciativa Liberal foi um dos vencedores da “direita” nesta noite eleitoral. Mas tem ainda que sair das zonas urbanas e ir à conquista do país.

O Bloco de Esquerda e o Partido Comunista Português deram um trambolhão maior do que era esperado e vão ficar reduzidos a cinco e seis deputados, respetivamente.

Contra o que eu esperava o Livre lá conseguiu eleger deputado o Rui Tavares, não parecendo ter acusado a rutura com Joacine Katar Moreira na legislatura anterior.

O PAN, o “Cavalo de Troia” da política nacional, ainda conseguiu eleger Inês de Sousa Leal, mas não vai longe com este resultado.

O CDS desapareceu, na minha opinião fruto da infantilidade política do Chicão.

E pronto… siga para bingo.


João Geirinhas Rocha - Quem viesse de Marte e aqui aterrasse nos últimos dias ao ler o Facebook ficava convencido que o Costa era o politico mais odiado do país. E no entanto…

 

  A Liga dos Últimos
a liga dos últimos 31jan2022.jpg


  A iliteracia política nacional
31jan2022.jpg

 

  A melhor explicação para se saber de quem é a culpa do resultado eleitoral de domingo: "...dos tradicionais malandros ex-abstencionistas que, desta vez, para baralhar as contas, decidiram ir votar". (roubado por aí)



Publicado por Tovi às 09:24
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 4 de Janeiro de 2022
Debates televisivos para as Legislativas2022

Rio vs Costa.jpg

António Costa disse que uma solução estável "só é possível com uma maioria do PS". Rui Rio garantiu que "é impossível haver uma coligação com o Chega".

Já tenho dois motivos para votar PSD… e, politicamente falando, nem morro de amores por Rui Rio.
 

Nuno Matos Pereira - Mas o David vota num representante que defenda o seu distrito ou vota num primeiro ministro para o governo?
João Simões - Não sabia que o David agora votava diretamente no PM. Nem sabia que tinha gostado da governação de Rio, no Porto.
David Ribeiro - Eu voto para um Parlamento donde sairá um Governo. Obviamente que me terei de identificar politicamente com quem integra as listas em que votarei.
 
 
  Debate André Ventura x Rui Rio - 03jan2022
Ventura x Rio 3jan2022.jpg
Ventura continua a garantir que só apoia o PSD se entrar no Governo. Rio não acredita nas ameaças e diz que Chega tem de escolher se viabiliza um Governo de direita ou se faz o frete aos socialistas.

Questionado se prefere entregar o poder ao PS a fazer um entendimento com o Chega, Rio contrapôs com um desafio a André Ventura. "Se o PSD apresentar um programa de Governo na Assembleia da República - não é votado, mas podem meter uma moção de censura - aí naturalmente o dr. André Ventura tem de decidir se quer chumbar o Governo do PSD e abrir portas à esquerda", afirmou. Confrontado com esta questão, o líder do Chega reiterou as suas condições para essa viabilização: "O Chega só aceita um Governo de direita em que possa fazer transformações e isso implica presença no Governo", disse.

 

  Pois é!... Mas eu não quero uma "Geringonça 2.0"
Eu não quero uma Geringonça 2.0 .jpg

 

  Debate António Costa x Jerónimo de Sousa - 04jan2022
Costa vs Jerónimo 04jan2022.jpg

 

  Debate Cotrim Figueiredo x Rodrigues dos Santos - 05jan2022
IL vs CDS 5jan2022.jpg
Com o debate de hoje entre IL e CDS fiquei a perceber porque é que a Iniciativa Liberal cresce e o CDS minga... eu já desconfiava mas hoje tive a confirmação que Cotrim Figueiredo sabe ser um líder partidário, ao contrário do Xicão que até me faz lembrar o André Ventura na forma como debate política.
  David Ribeiro - O que mais me irritou neste debate foram as graçolas de mau gosto que o Xicão usou para tentar fazer valer os seus parcos argumentos. Nisto até conseguiu superar o André Ventura. E é nestas pequenas (grandes) coisas que se faz a opinião.

 

  Debate Rui Rio x Catarina Martins - 05jan2022
PSD x BE 05jan2022.jpg
Para mim uma coisa ficou clara neste debate: Rui Rio é um social democrata e Catarina Martins está muito longe de o ser.

David Ribeiro - Mas uma coisa também é certa... Rui Rio continua a ser o "casmurro" que sempre foi e já era tempo de ouvir os seus conselheiros (se é que os tem) e saber falar para audiências. Continua um mau comunicador.
Paulo Jorge Teixeira - David Ribeiro e insiste no erro. Quem prepara o homem para os debates deve vir de uma agência de publicidade do Burkina Faso pedindo desculpa desde já ao país pela comparação.



Publicado por Tovi às 09:22
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 3 de Janeiro de 2022
Catarina Martins vs André Ventura

271182424_10159302039367949_166586493608517170_n.j

  Expresso - Debates Legislativas2022
No segundo debate das legislativas, as notas dos comentadores do Expresso dão negativa a André Ventura: o líder do Chega não passa a médio dos 3,8 valores, contra 5,5 da líder do Bloco. Veja porquê, aqui em baixo, lendo a avaliação dos comentadores do Expresso.
Daniel OliveiraCatarina Martins 7 x André Ventura 5
Pela primeira vez, um dirigente de esquerda conseguiu impedir a sabotagem. A todas as interrupções, Catarina Martins nunca se deixou levar. Nunca baixou o nível ou perdeu a calma. Os dois candidatos falavam para os seus potenciais eleitores, não a indecisos entre si. E Catarina Martins precisava de deixar claro que a simetria entre Ventura e ela são absurdas. O que deixou alguns comentadores dececionados. E centrou o debate no terreno que Ventura costuma tentar focar sozinho: na corrupção. Ventura disse para marcar o dia e a hora para debater a corrupção. Faltou, no parlamento, quando se votaram as medidas anticorrupção. Como o conteúdo conta, deve-se reforçar que não teve medo de defender a decência, seja sobre imigrantes ou os mais pobres, mesmo em temas que podem ser impopulares. Foi inteligente na utilização do Papa Francisco no confronto com Ventura.
Martim SilvaCatarina Martins 4 x André Ventura 2
Catarina Martins procurou levar o debate para temas como a corrupção, tentando combater André Ventura em áreas com que este adora encher a boca. A opção era difícil e arriscada, convenha-se. De qualquer forma, André Ventura (com um discurso que, há que reconhecer, é fácil e pode ter impacto) continua a querer assustar e a usar o discurso do medo, dizendo por exemplo que o RSI é “distribuir subsídios para o pessoal” ou que o apoio aos refugiados e migrantes cria subsidio-dependência. Quem o faz não pode, necessariamente, ter uma avaliação positiva.
David DinisCatarina 4 x Ventura 1
Ventura está mais agressivo, mais demagogo, mais insultuoso, mais irascível, mais perigoso do que nunca. Ventura foi, porventura, eficaz para os seus, leva um ponto, porque um ponto é o melhor que se consegue dar a quem entra num debate como se entrasse no Squid Game. Catarina Martins foi cilindrada com ataques e muitos insultos e, em contenção (lembram-se de Marisa Matias?), só mais perto do fim decidiu dizer a verdade: “André Ventura é um condenado por racismo”. Pois é, mas Catarina foi pouco eficaz.
 
  Só para contextualizar... sondagens dos últimos dois meses para BE e Chega, comparadas com o resultado das Legislativas2019.

30dez2021 BE e Chega.jpg



Publicado por Tovi às 09:52
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 16 de Julho de 2021
Primeira sondagem para as Autárquicas no Porto

Sondagem e evolução 16jul2021.jpg
Sondagem da ICS/ISCTE (para SIC e Expresso) em comparação com os resultados das Autárquicas de 2013 e 2017.

  Rui Moreira pode repetir a maioria absoluta de há quatro anos. PS baixa resultado de 2017, PSD nem chega aos 10%.

 

   Comentários no Facebook

Tiago Barbosa RibeiroNão tenho o hábito de comentar sondagens, mas vale a pena olhar para tendências. Gostaria por isso de destacar a primeira grande sondagem conhecida para a Câmara Municipal do Porto (ICS e ISCTE-IUL para SIC e Expresso). Os números sugerem o seguinte:
1. Há apenas dois candidatos que podem vir a liderar a autarquia. Um é Rui Moreira, o outro sou eu. Os descontentes e desalentados com o actual poder municipal têm uma alternativa clara para concentrar o seu voto e possibilitar a mudança.
2. O PS parte de uma posição destacada que iremos reforçar dia a dia. Está em marcha uma grande campanha com centenas de candidatos, apoiantes e voluntários. Nas últimas 4 semanas tenho estado de manhã à noite no terreno e é notório - e crescente! - o apoio ao nosso projecto.
3. Lidero uma candidatura pelo PS que vai muito para além do PS. Isto é válido para cidadãos sem partido e para tradicionais votantes de outros partidos. Respeito todos os candidatos e opções. É sabido que sempre mantive diálogo com forças progressistas do Porto e não há nenhuma razão, nem de protagonistas nem de programa, que impeça o seu apoio a este projecto. Ele é o único capaz de corporizar um mudança sem provocar uma fragmentação eleitoral que tornará inconsequente a mobilização daqueles que aspiram a outro Porto. Neste diálogo não esquecemos, porque está na nossa identidade, a sustentabilidade ambiental e a protecção dos animais.

David Ribeiro - Com toda a amizade e simpatia que tenho por Tiago Barbosa Ribeiro, e ele sabe que o tenho em grande consideração, gostaria no entanto de saber se ele ficará ou não como vereador socialista no executivo camarário, no caso mais que provável de não ganhar a Câmara do Porto.



Publicado por Tovi às 11:15
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 11 de Junho de 2021
António Fonseca e as próximas Autárquicas

CHEGA-ANTONIO-FONSECA-REUNIAO-810x1080.jpg
(Reunião de António Fonseca com dirigentes do Chega em maio, a pedido destes. Oficialmente, foi só para apresentar cumprimentos)

Desde o início da semana que se dizia que António Fonseca, Presidente da União de Freguesias de Cedofeita, Santo Ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau e Vitória, iria encabeçar a lista do partido de direita radical e populista na corrida à autarquia da Invicta. Falei com ele e confirmou-me ter havido convite do Chega para encabeçar uma candidatura à Câmara Municipal do Porto, mas que ainda não tinha tomado uma decisão. Fiquei a aguardar... mas apreensivo.

 

   JN de 12jun2021
JN 12jun2021 António Fonseca candidato do Chega .

    Comentários no Facebook

Fernando Duarte - Qual é o erro na tua opinião (ele tem a dele), ser candidato à Câmara do Porto ou ser do CHEGA ?

David Ribeiro - O erro, meu amigo Fernando Duarte, é o Fonseca ter sido em dois mandatos eleito nas listas de "Rui Moreira, Porto o nosso Partido" e até hoje ainda não ter dado notícia porque é que abandonou o projeto.

Manuel Alexandre Solla - David Ribeiro - Por outras palavras - AF esteve alguma vez no projecto... Não esquecer a retirada de confiança politica na parte final do 1o mandato. Rui Moreira apostou no " cavalo errado ". AF correu em pista própria. Como sempre fez. Destruiu a rede social do Centro Histórico. O comportamento dele é de um protofascista.

Rodrigues Pereira - Como dizia um velho Amigo, auto-suicidou-se 😂

Alfredo Fontinha - Meu amigo David Ribeiro, no movimento a que pertence cabe lá de tudo, até isto! Admira-me o facto de ainda não ter havido da parte do seu inspirador uma posição a contrariar este oportunismo mais desleal do que bacoco. Mas cada um é como é!

Manuel Alexandre Solla - Alfredo Fontinha - Não é de admirar. Os comentários dizem tudo. Conheço, é meu amigo, tem experiência suficiente, etc. Rui Moreira cometeu um erro inaceitável ao indicar AF para um segundo mandato depois de lhe ter tirado a confiança politica. AF promoveu o desgoverno do Centro Histórico. É um zero como autarca.

Eduardo Vasques de Carvalho - Discordo das análises que estão a ser feitas. Parece evidente que Rui Moreira vai continuar a ser o presidente CMP. Mas na disputa dos lugares seguintes o PSD vai ser muito infeliz, o PS, se encontrar alguém para ser candidato, não vai ter um resultado expressivo; dado existir cada vez mais eleitores insatisfeitos com o governo PS que vão aproveitar as autárquicas para um voto de protesto; penso que Antonio Fonseca vai ser eleito e continuar a ter o seu lugar na política do Porto. (consequências? O tempo dirá)

Manuel Alexandre Solla - Eduardo Vasques de Carvalho - AF passou a linha Vermelha. Tem comportamento e atitudes próximas do protofascismo. Isso não é tolerável. Não vale tudo...

David Almeida - Se, um dia, houver alguma justificação, não será, com toda a certeza, a seu favor!



Publicado por Tovi às 09:00
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 6 de Janeiro de 2021
A Grande Ilusão: o ódio saiu do armário

Anotação 2021-01-06 111958.jpg

Não me parece que o “timing” para a exibição d’ «A Grande Ilusão: o ódio saiu do armário» tenha sido o melhor, mas a Ficha Técnica deste trabalho da SIC merece-me credibilidade (reparem no último item da ficha técnica).

FICHA TÉCNICA:
Reportagem – Pedro Coelho e José Silva (imagem);
Edição de Imagem – Andrés Gutierrez;
Grafismo – Marta Coelho;
Produção – Diana Matias com Maria Rodrigues e Rita Murtinho (bolseiras);
Coordenação - Amélia Moura Ramos;
Direção – Ricardo Costa e Marta B. dos Reis.
Trabalho apoiado pela bolsa de jornalismo de investigação da Fundação Calouste Gulbenkian.


Publicado por Tovi às 18:41
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 4 de Janeiro de 2021
Há coisas que não entendo

Sondagens 02jan2021 cds.jpg

Estou em crer que muitos dos votantes CDS procuraram agora o “conforto” de um partido populista e muito provavelmente pró-fascista… mas isso não impede, na minha forma de ver a Democracia, que os dirigentes dos democratas cristãos, nacionais, distritais e concelhios, tivessem que dar um murro na mesa e afirmassem de uma forma clara os seus princípios programáticos. É que, salvo raríssimas exceções, não vejo ninguém a traçar de forma clara a linha vermelha de separação do CDS para o Chega.

 

   Expresso, 3jan às 18h37
agora.jpg



Publicado por Tovi às 07:24
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 17 de Novembro de 2020
Separemos as águas entre o Chega e a CDU e o BE
Tenho muita consideração por Rui Lage, deputado à Assembleia Municipal do Porto na bancada do PS, e igualmente respeito e admiração tenho por seu pai, Carlos Lage, a quem o Rui se refere neste bonito texto.
Forte abraço, companheiros de muitas lutas.

rui lage.jpg
Que penoso é ver uma fatia assinalável da inteligência nativa usar das categorias políticas comuns para se referir a um fenómeno tão desprezível e grotesco como é o Chega. Um estrangeiro lusófono que hoje chegasse a Portugal e se pusesse a folhear a imprensa dos últimos tempos ficaria com a ideia de que o Chega é um elemento válido do regime, um peão experimentado no xadrez da direita, uma formação partidária apta para alianças parlamentares e entendimentos governativos, enfim, uma peça do mobiliário da nossa democracia e não o rato de rodapé que se esgueirou por um buraco para lamber o ranço da ignorância e do preconceito mais espúrio. A normalização do Chega é (quase) tão desprezível quanto o Chega. E não menos (ou até mais) funesta. E ela vem a pretexto do extremismo que segundo tais inteligências equipara o Chega aos ex-parceiros do PS na malograda "geringonça", uma analogia indecente e indesculpável para quem conhece o itinerário da nossa democracia e os rudimentos da história das ideias políticas. Com todos os seus anacronismos, o seu discurso calcificado, uns quantos votos de política externa cujo valor é essencialmente litúrgico e cuja única consequência é desconceituar quem os oficia, e sem escamotear os riscos a que nos expôs in illo tempore, o PCP teve um papel de relevo na construção do Portugal que temos, seja na resistência ao fascismo, seja na marca que deixou na Constituição de 76, seja até, a Sul, enquanto força autárquica respeitada e prezada. Nos últimos vinte anos, o Bloco de Esquerda estimulou e diversificou o debate político, criou raízes e agregou gente de elevada qualidade humana e intelectual; mesmo quando as suas propostas se revelam (no meu entender) irresponsáveis, despesistas, ingénuas ou moralistas, obedecem a uma ideia de justiça redistributiva e a um desígnio emancipatório nos antípodas das "propostas" peçonhentas que o sacripanta Ventura vocifera ou patrocina. Neste triste episódio, extremista parece ser também o ressentimento que a "geringonça" plantou bem fundo na cabeça de tantas pessoas informadas e preparadas mas a quem esmoreceu a razoabilidade e a capacidade de distanciamento. Sou insuspeito para dizê-lo: não só não morri de amores pela solução como ela me suscitava inúmeras reservas, algumas dissipadas com o passar do tempo, outras que mantenho. Não sou, sequer, um socialista de filiação marxista: Proudhon, passado pelo crivo de Antero de Quental, sempre me interessou muito mais (o que faz de mim, suponho, um "utopista pequeno-burguês"). Mas como homem de esquerda sinto-me indignado com esta miserável tentativa de meter a CDU e o Bloco na mesma prateleira do Chega por operação de geometria descritiva. O património doutrinário do meu partido resulta da separação das águas orquestrada por Mário Soares. Essa é uma separação que não só não renego como é ainda hoje pressuposto da minha militância no PS, mas a decência impõe agora que separemos as águas entre o Chega e a CDU e o BE. Enquanto as águas ainda são navegáveis.
Declaração de "interesse": O meu pai esteve preso cinco anos nos calabouços da PIDE, na cadeia da Machava, em Lourenço Marques, acusado de crimes contra a segurança do Estado e de atentar contra a coesão moral das Forças Armadas. Leram bem: cinco anos, de 69 a 73, dois dos quais em regime de solitária, naquela que tinha a fama de ser a pior cadeia de África, onde muitos detidos eram executados por privação de água e alimento e outros sucumbiam à tortura e aos espancamentos. O meu pai passou cá para fora listas de presos a quem estava reservada a morte por inanição. Na Machava, quase todos os presos políticos, ele incluído, professavam alguma forma de marxismo, que lhes adubava a revolta contra a dominação colonial. Ideais extremistas, parecidos com os do Chega, não é mesmo? Não me lixem.



Publicado por Tovi às 11:35
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 23 de Maio de 2020
Mais duas semanitas e já temos futebol

...só não sei como é que se vai chamar nomes à mãezinha do árbitro
Captura de Ecrã (232).png

E para quem tem memória curta... era assim que estava a classificação:
Captura de Ecrã (233).png

 


Isto vai de mal a pior 
Captura de Ecrã (235).png



Publicado por Tovi às 07:57
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 16 de Maio de 2020
Nova sondagem da Intercampus

Captura de Ecrã (209).png

Conhecida ontem mais uma sondagem da Intercampus (para Correio da Manhã e Jornal de Negócios).
O PS volta a ganhar terreno no mês de maio e seria o grande vencedor das Legislativas, se estas se realizassem atualmente. Esta vantagem aumenta também o fosso para a oposição. A intenção de voto no PSD é de 23,3%, igual ao mês anterior. Destaque ainda para a queda do Bloco de Esquerda, que, ainda que mantenha a terceira posição, desce de 11,9% em abril para 9% este mês. O mesmo acontece com o Chega de André Ventura: cai de 7,8% para 6,8%. A CDU, com 5,9%, tem uma subida ligeira em relação a abril (5,8%). O PAN regista uma descida acentuada, para 3,6%, a mesma percentagem do CDS, que também perde eleitores.



Publicado por Tovi às 07:49
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 23 de Dezembro de 2019
Presunção e água benta...

 ...cada qual toma a que quer.
Captura de Ecrã (370).png



Publicado por Tovi às 07:58
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Agosto 2022
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Posts recentes

O dia seguinte às Legisla...

Debates televisivos para ...

Catarina Martins vs André...

Primeira sondagem para as...

António Fonseca e as próx...

A Grande Ilusão: o ódio s...

Há coisas que não entendo

Separemos as águas entre ...

Mais duas semanitas e já ...

Nova sondagem da Intercam...

Presunção e água benta...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus