"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Sábado, 18 de Setembro de 2021
E assim vai o Afeganistão com os Talibã

  A Ministra das Relações Exteriores holandesa, Sigrid Kaag, acaba de se demitir do cargo na última quinta-feira (16set), após ter recebido fortes críticas do parlamento sobre a forma como tratou a crise afegã, agindo demasiado tarde relativamente à evacuação dos funcionários da embaixada dos Países Baixos em Cabul, deixando-os em "grave perigo" quando os militantes Talibã tomaram o controle do Afeganistão.
242249932_10220291190257775_1900910335632278941_n.

  Um dia após a saída da ministra das Relações Exteriores da Holanda a Ministra da Defesa holandesa também renunciou, devido à forma como o governo lidou com as evacuações do Afeganistão.
242210380_10220294332216322_8177283294507193084_n.

  A comunidade internacional não deve legitimar o governo dos Talibã antes que este demonstre que respeitará os direitos humanos de todos os afegãos.
242149948_10220291295540407_8074727351707885751_n.

  Não há dúvida que o controle dos Talibã sobre todo o Afeganistão vai remodelar o Oriente Médio por muitos anos e já podemos considerar que foi uma vitória do Paquistão e um novo âmbito de oportunidades para a China, enquanto o papel dos EUA passará a ser mínimo. Se houver uma luta geopolítica pelo Afeganistão, vamos ver o Paquistão e a China de um lado e a Índia, o Irão e a Rússia do outro.
242177581_10220293303710610_5512881792301358885_n.

  Desde que os Talibã reivindicaram "controle total" sobre o Vale Panjshir no nordeste do Afeganistão no início deste mês, o grupo tem vindo a ser acusado de "atrocidades generalizadas", forçando muitos afegãos a fugir da província, o último enclave remanescente de resistência contra o governo instalado em Cabul.
242233749_10220294347376701_7018476134888420414_n.

  Contado ninguém acredita… mas é verdade: Os governantes Talibã do Afeganistão criaram um ministério para a "Propagação da Virtude e a Prevenção do Vício" no prédio que antes abrigava o Ministério dos Assuntos da Mulher.
Captura de ecrã 2021-09-18 163217.jpg

 Segundo meios de comunicação social iranianos duas explosões atingiram hoje (18set2021) a capital do Afeganistão, uma das quais deixou várias pessoas feridas. A primeira explosão ocorreu em Dasht-e-Barchi, um distrito de Cabul, provocando vários feridos. A segunda explosão registrou-se num outro bairro do mesmo distrito e, por enquanto, não há informações sobre feridos.
Captura de ecrã 2021-09-18 164507.jpg

  Os afegãos que fugiram para o Paquistão enfrentam futuro incerto. O Paquistão já disse que não pode receber mais refugiados e começou a deportar os recém-chegados de volta ao Afeganistão.
Captura de ecrã 2021-09-20 140321.jpg

   JN, 20set2021 às 11h42
Captura de ecrã 2021-09-20 141216.jpg




Domingo, 5 de Setembro de 2021
Dos talibã aos talibã – a obra sangrenta da NATO

Captura de ecrã 2021-09-03 183557.jpg
José Goulão, jornalista português que fez carreira na área de política internacional, especialmente nas questões do Médio Oriente, publicou no passado dia 2 de setembro n’ “O Lado Oculto/AbrilAbril” um interessante artigo de opinião - «Dos talibã aos talibã – a obra sangrenta da NATO» - do qual destaco o seguinte:

  Vinte anos, centenas de milhares de vítimas humanas, 2,23 biliões de dólares depois deixa um país destroçado, o sétimo mais pobre do mundo, com 47% da população abaixo do nível de pobreza e três quartos do orçamento do governo dependente da ajuda internacional; as únicas actividades económicas são a corrupção da elite colaboracionista e a exportação de ópio, responsável por mais de 80% da heroína comercializada ilegalmente no mundo.

  Verdade seja dita que a NATO perdeu, mas o mesmo não aconteceu com alguns dos seus principais patrocinadores: o valor das acções dos cinco mais importantes negociantes de guerra dos Estados Unidos cresceu 58% em 20 anos.

  Há também indícios comprovados de que os Talibã estão a negociar uma alargada coligação de governo, no mínimo para criar uma situação em que um novo executivo em Cabul seja reconhecido internacionalmente, uma hipótese remota para não ficar sujeito à asfixia financeira preparada pelos Estados Unidos: congelamento dos 9,4 mil milhões de dólares de reservas do Banco Central Afegão, cancelamento de empréstimos do FMI – autêntico instrumento da NATO – incluindo o de 460 milhões de dólares a título do combate à Covid-19, provável esbulho do ouro afegão depositado internacionalmente, como acontece em relação à Venezuela.

  As recentes visitas de delegações talibã à Rússia, à China e ao Irão revelam um esforço no sentido da estabilidade regional através da participação no processo de integração da Ásia Central e do Sul cujo principal veículo é a Organização de Cooperação de Xangai (OCX), entidade que dá corpo aos entendimentos entre Moscovo e Pequim.

  A Rússia preza sobretudo a estabilidade em países vizinhos do Afeganistão como o Usbequistão, o Tajiquistão e o Turquemenistão. A China pretende defender os investimentos que tem vindo a fazer no Afeganistão, nomeadamente na actividade mineira, na construção da autoestrada que vence a mítica passagem do Khyber, e na extensão ao território afegão do eixo entre o território chinês e o Paquistão integrado na Iniciativa Cintura e Estrada (ICE) ou nova Rota da Seda. Um oleoduto entre o Irão e território chinês é outro objectivo a ser equacionado, neste caso no âmbito do volumoso acordo económico estabelecido recentemente entra a China e Teerão.

 

   Artigo completo aqui



Publicado por Tovi às 07:57
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 29 de Agosto de 2021
O Afeganistão pelos olhos de um militar português

Coronel-Jorge-Torres-no-Afeganistão-768x512.jpg

Num artigo de Ana Tulha publicado no “Notícias Magazine” de 25ago2021, Jorge Torres, coronel do Exército português que no último ano foi o Representante Nacional Sénior na Resolute Support Mission, missão da NATO no Afeganistão que tinha como principais objetivos o treino, aconselhamento e assistência das forças afegãs, começa por realçar que de 2012 (primeira vez em que esteve no Afeganistão) para 2020 notou “uma evolução em termos de capacitação das forças afegãs”. Mas então como se explica que não tenham sequer sido uma posição de resistência? O atual comandante do Regimento de Infantaria 19, em Chaves, não responde diretamente à questão. Destaca, no entanto, vários aspetos que nos podem ajudar a uma leitura mais profunda. Desde logo a viragem que houve em 2014. “Até aí houve um enorme esforço feito pela comunidade internacional, no sentido de garantir que havia um ambiente seguro para que as instituições do país se levantassem e consolidassem. A partir desse ano, a liderança passou para os afegãos e a comunidade internacional passou apenas a apoiar essas estruturas. Além disso, a parte do treino e levantamento do Exército foi considerada consolidada e o trabalho passou a focar-se mais no treino das forças especiais. Depois, é preciso ver que a capacidade de um exército não é só o músculo, há outros vetores não tangíveis que são fundamentais. Um deles é a capacidade de liderança.”

 


afeganistao_mapa-738727.jpg
O Ocidente e especialmente os EUA, devem tirar ilações depois do que aconteceu no Iraque, na Líbia e agora da situação no Afeganistão. Tentar impor um sistema de valores alheio é criar situações explosivas. Há muito que se falava que os representantes do governo do Afeganistão colocavam no bolso parte da assistência internacional ou a enviavam para contas offshore. Mas insistiu-se em “apoiar” um governo corrupto e “equipar” e “treinar” forças da ordem que se borrifavam para aquilo para que tinham sido criadas. E agora?... Tudo vai depender, em primeiro lugar, daquilo que decidirem Rússia e China, bem como Paquistão, Irão, Índia e outros países asiáticos.

 


transferir.jpg
Os Estados Unidos anunciaram ontem (28ago2021) terem realizado um ataque aéreo com drone, na província afegã de Nangarhar [leste], contra membros do grupo jiadista Estado Islâmico da Província de Khorasan (ISIS-K, Daesh-K, ou ISKP na sigla em inglês) no Afeganistão, grupo rebelde que reivindicou o atentado terrorista no aeroporto de Cabul. Parece não ter havido “qualquer vítima civil” mas “matámos o alvo” (dois foram mortos, e um foi ferido), segundo o porta-voz do Comando Central dos Estados Unidos, Bill Urban.

António Conceição - Asneira da grossa. O problema do ocidente (leia-se, dos EUA) tem sido ir para o médio oriente fazer Justiça. É um erro. A nossa estratégia deve ser o fomento das rivalidades islâmicas, deixando que as várias facções se matem fraternalmente umas às outras e se entretenham entre elas. Bombardear o Daesh-K não contribui para esta estratégia. Contribui apenas para enfraquecer este grupo, dando força aos Talibãs. Isto não faz sentido. Só faria, se os talibãs fossem nossos amigos ou aliados. Não são. São nossos inimigos, como o Daesh-K. Portanto, a nossa política sensata é manter equilibrada rivalidade entre esses grupos, sem dar superioridade a nenhum.
David Ribeiro - Como já aqui disse, António Conceição, o Ocidente e especialmente os EUA, ainda não tiraram ilações depois do que aconteceu no Iraque, na Líbia e agora da situação no Afeganistão. Tentar impor um sistema de valores alheio é criar situações explosivas. E não esquecer que na região tudo vai depender, em primeiro lugar, daquilo que decidirem Rússia e China, bem como Paquistão, Irão, Índia e outros países asiáticos.
Chico Gouveia - Já se sabia que os EUA iam sair de lá por terra, mas voltariam pelo ar. Não se esperava é que fosse tão cedo.
Da Mota Veiga Suzette - Já se sabe: guerra gera guerra. Cada vez mais dicicil encontrar um caminho para a paz. A China e os Russos tem um certo interesse neste conflito e esperam conseguir disfarçar uma armadilha para os USA.

 

   Notícias de há momentos... 14h00 de 29ago2021

Segundo a "BBC", uma fonte do Ministério da Saúde confirmou que houve, de facto, uma explosão na área e terá sido causada por um rocket que atingiu uma casa perto do aeroporto. Por sua vez, a agência Reuters avança que os EUA realizaram um ataque aéreo em Cabul. O alvo seria um possível carro-bomba suicida que visava atacar o aeroporto. A "CNN" corrobora esta versão, acrescentando que uma explosão secundária significativa no veículo indicou uma quantidade substancial de material explosivo. Um porta-voz dos talibã também confirmou que o ataque aéreo dos EUA tinha como alvo um bombista-suicida suspeito, que viajava num carro, de acordo com a agência de notícias Associated Press (AP). Posteriormente veio a saber-se que dez pessoas de um bairro de Cabul, incluindo crianças, foram mortas neste ataque de drone dos EUA, tendo Washington afirmado que os combatentes do ISKP eram o alvo.
Al Jazeera 14h30 de 29ago2021 .jpg

 

   Al Jazeera, 07h40 de 30ago2021
Cerca de 500 soldados de infantaria motorizada russa estão a realizar exercícios nas montanhas do Tadjiquistão no contexto de instabilidade no vizinho Afeganistão. Todos os militares envolvidos no exercício vêm da base militar russa no Tadjiquistão, segundo informação do comando do Distrito Militar Central. Este exercício é o terceiro executado pela Rússia perto da fronteira com o Afeganistão neste mês. No mês que vem, um bloco de segurança liderado pela Rússia realizará outro exercício no Quirguistão, que abriga uma base aérea militar russa
size_960_16_9_exercito_russo.jpg



Publicado por Tovi às 07:18
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 26 de Agosto de 2021
O “negócio” dos opiáceos no Afeganistão

Captura de ecrã 2021-08-24 112023.jpg

A plantação da papoila no Afeganistão é de há muito uma produção de relevância e até hoje este país da Ásia Central continua a ser o maior fornecedor de opiáceos ilícitos do mundo, o que não deve mudar no futuro próximo com a retoma do poder pelos Talibã. A ONU estima que com este comércio de drogas só os rebeldes afegãos tenham lucrado mais de 400 milhões de dólares americanos entre 2018 e 2019, tendo em 2004 o Afeganistão sido o responsável por 86% do ópio usado em todo o mundo na produção de heroína. Outros grandes produtores são o Paquistão e a região do Triângulo Dourado (Birmânia, Tailândia, Vietname, Laos e a província de Yunnan, na China).

 

  
Captura de ecrã 2021-08-25 211349.jpgNesta quarta-feira (25ago2021), os presidentes da Rússia e da China discutiram sobre a posição dos seus países perante a situação atual do Afeganistão. Vladimir Putin e Xi Jinping estão dispostos a aumentar esforços na luta contra a ameaça terrorista e contra o tráfico de drogas no Afeganistão. Os dois líderes sublinharam a importância de ser estabelecida a paz no país em causa, bem como prevenir que sua instabilidade se propague para as regiões vizinhas. Xi Jinping, no entanto, reiterou que a China irá adotar uma posição de não-interferência, respeitando a independência e soberania do Afeganistão. O presidente russo mostrou estar de acordo, afirmando que está disposto a trabalhar com Pequim para impedir forças estrangeiras de interferir e destruir este país da Ásia Central.

O Primeiro-Ministro do Paquistão Imran Khan e o presidente russo Vladimir Putin também falaram no dia de ontem sobre o conflito do Afeganistão. Para Imran Khan um Afeganistão pacífico, seguro e estável é de vital importância para o Paquistão e para estabilidade regional.

 

   Lusa, 09h20 de 26ago2021
Na quarta-feira à noite os Estados Unidos, Reino Unido e Austrália apelaram aos cidadãos para saírem do aeroporto de Cabul devido a "ameaças terroristas", quando milhares de pessoas continuam a chegar ao aeroporto para tentar fugir do país. As pessoas que se encontram no aeroporto sobretudo "nas entradas leste e norte devem sair imediatamente", disse o Departamento de Estado norte-americano, citando "ameaças à segurança". A diplomacia australiana alertou para uma "ameaça muito elevada de ataque terrorista", enquanto Londres emitiu um aviso semelhante.

  
Captura de ecrã 2021-08-26 182406.jpgPoucas horas depois do aviso de ameaça terrorista emitido pelos EUA, Reino Unido e Austrália, duas explosões junto ao aeroporto de Cabul fizeram, pelo menos, 13 mortos, avança a imprensa internacional, que cita fontes talibã. Haverá mulheres e crianças entre as vítimas. A primeira explosão terá sido causada por um homem-bomba e a segunda ocorreu perto do Hotel Baron, em frente ao aeroporto e foi causada pela explosão de um carro. No centro das suspeitas acerca da autoria das explosões está o “Estado Islâmico - Província Khorasan” (Daesh-K), um braço da organização terrorista que está ativo no Afeganistão, e que se posiciona no terreno como um inimigo dos talibã. O jornal britânico “The Guardian” refere que o embaixador dos EUA em Cabul confidenciou a funcionários seus a existência de quatro norte-americanos mortos. O jornal “The Washington Post”, citado pela Lusa, refere que se trata de quatro fuzileiros norte-americanos.


O Pentágono acaba de confirmar, em conferência de imprensa, que pelo menos 12 militares dos EUA morreram - 11 fuzileiros dos Estados Unidos ('marines') e um médico da Marinha - esta quinta-feira, nos atentados suicidas que tiveram lugar junto ao Aeroporto de Cabul, no Afeganistão. Outros 15 militares norte-americanos ficaram feridos.

 
Segundo as últimas informações da equipa da Al Jazeera no Afeganistão, pelo menos 110 pessoas morreram nas duas explosões ocorridas no exterior do aeroporto de Cabul, incluindo 13 soldados dos EUA.

   Vejam quem é o grupo Estado Islâmico-Khorasan
Captura de ecrã 2021-08-27 140659.jpgO duplo atentado suicida junto do aeroporto de Cabul foi o primeiro golpe do grupo Estado Islâmico-Khorasan (EI-K) contra os Talibã, que assumiram o controle do Afeganistão em 15 de agosto. Khorasan é o nome da uma antiga região que englobava parte da Ásia Central e da Índia. O braço afegão do grupo Estado Islâmico nasceu quando o movimento era visado na Síria e no Iraque pela coligação ocidental liderada pelos Estados Unidos. É principalmente integrado por ex-membros talibã paquistaneses e afegãos e conseguiu recrutar facilmente jovens radicalizados do Afeganistão, que serviu de base durante anos para a rede Al-Qaeda e onde o grupo Estado Islâmico se enraizou, aproveitando-se do caos reinante. Com a nova geração de jihadistas, o EI-K ganhou ainda mais terreno. “Os dois grupos são sunitas, mas não têm a mesma agenda", afirmou Didier Billion, diretor-adjunto do Instituto de Relações Internacionais e Estratégicas francês (Iris), em entrevista ao jornal Le Parisien desta sexta-feira (27ago).



Publicado por Tovi às 07:31
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 28 de Junho de 2021
A Nova Rota da Seda

Um-roteiro-a-escala-humana-1068x600.jpg

Em julho do ano passado já aqui falei da iniciativa "Um Cinturão, Uma Rota", pretensão chinesa de criar uma vasta zona económica em toda a Eurásia. Hoje volto ao assunto, depois de ler um interessante artigo de Paulo Casaca, no Jornal online Tornado.

A União Europeia, timidamente, revelou finalmente que a China seria um ‘rival sistémico’ em alguns domínios, concluiu acordos sobre ‘conectividade’ com a Índia e o Japão, começou a reagir perante a óbvia intromissão chinesa na Europa e ameaçou abandonar a posição farisaica de espectador entre os EUA e a China.

Vejam aqui a notícia completa.

 

    Comentários no Facebook
Isabel Sousa Braga - Um documentário da RTP 3 de 2018 que todos deviam ver - O Mundo Segundo Xi Jinping
David Ribeiro - A China, minha amiga Isabel Sousa Braga, já é a maior potência económica mundial... e todos nós, União Europeia e USA, andamos a ver os comboios a passarem. Ser comunista, socialista, liberal ou capitalista não é o cerne da questão... é quem tem a força económica que tem o verdadeiro PODER.
Antero Braga - David Ribeiro... Estou de acordo consigo. Mas sempre acrescentaria com o beneplácito de quem apoia a mão de obra explorada dos povos sacrificados. Esses não estão na China mas sim nos ditos países civilizados.



Publicado por Tovi às 11:43
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 16 de Maio de 2021
Novos donos para a Efacec

efacec.jpg

Este artigo do Jornal de Negócios diz-nos serem cinco os candidatos aos 70% da Efacec detidos pelo Estado português. A chinesa Chint Group Corporation parece ser a melhor colocada. Temos ainda como candidatos o Grupo DST (Braga, Portugal); Elsewedy (Egito); Iberdrola (Bilbau, Espanha); Sodecia (Maia, Portugal). Não há dúvida que a Efacec voltu ao bom caminho com a mão estatal, depois da empresária angolana Isabel dos Santos, que tinha convetido a então falida Efacec numa multinacional lucrativa, ter-se tornado carrasca do grupo português.


Tags: ,

Publicado por Tovi às 07:03
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 12 de Maio de 2021
Dependência da China

pp 2.jpg
(Gráfico apresentado por Paulo Portas no seu comentário no Jornal das 8 do último domingo, na TVI)

 Alarmante a dependência que a União Europeia tem da China   


Publicado por Tovi às 07:07
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 3 de Março de 2021
O TOP3 dos investimentos chineses em Portugal

Era assim em 2019, agora já nem sei como será  

ni hao.jpg
(Ni Hao Portugal – nov2019)

Entre 2000 e 2017, Portugal ocupou o décimo lugar no Top10 dos países que a China mais investiu. Em relação aos países da Europa, posicionou-se no segundo lugar do pódio, atrás da Suíça. Quanto aos números, prevê-se que actualmente já foram investidos mais de nove mil milhões de euros chineses por cá.

   Fosun é o maior investidor chinês em Portugal
Liderado por Guo Gangchang, a empresa começou por investir na área farmacêutica e na compra e venda de imóveis. Ao longo dos anos foi-se expandindo para diversas áreas, desde os seguros às telecomunicações e actualmente é o maior investidor chinês em Portugal. Por cá, o grupo já comprou a maior seguradora portuguesa, a Fidelidade, uma das empresas mais conhecidas na prestação de serviços de saúde, a Luz Saúde e é o maior accionista do banco privado português BCP. Além disso, controla 5% da Rede Eléctrica Nacional (REN). Fundada em 1992, estima-se que já terá investido cerca de 2,8 milhões de euros em Portugal. O principal investimento para o grupo chinês aconteceu em 2014 à Caixa Geral de Depósitos com a compra da companhia de seguros Fidelidade. Com o apoio de bancos estatais chineses, a empresa comprou 80% da seguradora, tornando-se de imediato no maior investidor chinês no país. Os 80% traduziram-se num investimento de mais de mil milhões de euros. Mais tarde, o capital subiu para 85%. Em 2016, a empresa voltou a apostar e comprou, por 175 milhões de euros, 16,7% do BCP, assumindo-se como o maior acionista do grupo. Também na saúde, a chinesa possui capital, na Luz Saúde. Em 2018, e face às grandes crises que o grupo enfrentou, a Fosun esteve quase para possuir 100% da empresa portuguesa.

    China Three Gorges possui 21,35% da EDP
Fundada em 1993, a China Three Gorges (CTG) é uma empresa estatal chinesa e está entre as maiores a nível mundial, com capitais ativos superiores a 40 mil milhões de euros. A CTG foi a primeira empresa chinesa a investir em Portugal. Em 2012, o grupo decidiu investir em Portugal e comprou a Empresa de Energias de Portugal – EDP – por 2.690 milhões de euros que resultaram em 21,35% do total da empresa. No ano passado, e já sob o comando de Lu Chun, a empresa reforçou a sua posição e comprou mais 1,9% da empresa, traduzidos em 208 milhões de euros, elevando, assim, a sua participação para 23,3%. Ainda em 2018, em maio, a CTG lançou uma Oferta Pública de Aquisição (OPA) com o objetivo de controlar a totalidade da EDP. Ao todo, ofereceram 3,26 euros por cada ação, um valor superior a 4,8%.

   State Grid Corporation of China, a empresa de energia responsável por 25% da RNE
Foi a 2 de fevereiro de 2012 que a empresa da República Popular da China comprou por 287 milhões de euros a REN, possuindo 25% da RNE. Na China, esta empresa é responsável pela maior parte da operação de rede elétrica do país e é a maior empresa de transmissão de energia elétrica e de distribuição na China e no mundo. Criada em dezembro de 2002, a State Grid Corporation of China (SGCC) tem sede no distrito de Xicheng, em Pequim.



Publicado por Tovi às 07:02
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 25 de Janeiro de 2021
Novas estirpes do SARS-CoV-2

oms.jpg

Atendendo ao constante aparecimento de novas estirpes do SARS-CoV-2 há já quem admita ser “muito cedo" para se tirar quaisquer conclusões sobre se este vírus teve ou não a sua origem na China. Michael Ryan, diretor responsável pelas questões de urgência da World Health Organization (WHO) disse ontem numa conferência de imprensa em Genebra, que “todas as hipóteses estão sobre a mesa. É claramente muito cedo para se chegar a uma conclusão sobre a origem deste vírus, seja na China ou fora da China". E prosseguiu: "Existem diferentes (...) observações científicas em diferentes partes do mundo" …/… "É um grande quebra-cabeça e não se pode ter uma visão geral olhando para uma das 10 mil peças de um quebra-cabeça".



Publicado por Tovi às 07:41
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 13 de Julho de 2020
Um Cinturão, Uma Rota

1024px-One-belt-one-road.svg.png
(Na figura: China em vermelho, membros do Banco Asiático de Investimento em Infraestrutura em laranja, os seis corredores em preto e azul)

Na semana passada vi na RTP-2 um interessante documentário que revela a iniciativa chinesa "Um Cinturão, Uma Rota", pretendendo criar uma vasta zona económica em toda a Eurásia. O governo chinês está a construir infraestruturas e a incentivar o comércio e o investimento ao longo de duas rotas, por terra e por mar. O programa centra-se em três locais-chave ao longo de uma linha férrea construída entre a China e a Europa: o Cazaquistão, fonte vital de energia e alimentos para a China, a Polónia, novo mercado para os produtos chineses; e a Alemanha, líder da União Europeia que a China procura conquistar. Este documentário revela-nos a rápida expansão económica e a "nova Rota da Seda" chinesa que marcha em direção ao Ocidente. Escolas de línguas chamadas "Institutos Confucio" estão a abrir por toda a Europa. Com o apoio do governo chinês propagam o pensamento e a cultura chinesa. Atualmente, este país com mais de 1,4 mil milhões de pessoas está a expandir-se rapidamente para o Ocidente. "Um Cinturão, Uma Rota" é a política nacional da China. É a planta para uma rede económica colossal que liga a China à Europa através da Rota da Seda, por terra e por mar. Uma linha ferroviária transcontinental transporta a energia da China para o Ocidente, atravessando a Ásia Central para chegar à Europa. A China fornece pessoas, dinheiro e bens a locais que fazem parte dessa rota, criando pontos chave ao longo de um cinturão e uma rota. Grandes quantidades de trabalhadores chineses são enviados para o Ocidente para garantirem reservas estáveis de energia e alimento. Com a revolução no transporte de bens, os produtos de origem chinesa invadiram os mercados. A onda de capital chinês estendeu-se ainda mais para Ocidente, atacando o mercado e os produtos de tecnologia de ponta.



Publicado por Tovi às 07:53
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 5 de Maio de 2020
Donald Trump e a origem do surto do novo coronavírus

95613708_3205861619447069_688192264924561408_n.jpg

O presidente dos Estados Unidos da Amérca afirmou recentemente que viu provas que lhe dão "um alto grau de confiança" de que o covid-19 foi produzido num instituto de virologia em Wuhan, na China, mas recusou-se a entrar em pormenores. No entanto esta declaração contradiz aquilo que terá sido apurado pelos serviços secretos americanos, cujo diretor, algumas horas antes desta declaração de Trump, anunciou esta a ser feito um "exame rigoroso" sobre o que esteve na origem do surto de coronavírus, acrescentando que ainda não existem conclusões. Outras fontes, citadas pela estação de televisão CNN, garantem não haver qualquer teoria comprovada sobre o facto de a pandemia ter tido origem num acidente de laboratório ou através de animais. Ainda assim, questionado sobre se tem informações se o surto é de origem laboratorial, Donald Trump disse: "Sim, eu tenho." Mas sobre o grau de fiabilidade dessa informação, respondeu: "Não lhe posso dizer isso. Não tenho permissão para lhe dizer isso."

 

   COVID-19 - Dados da WHO ao dia de ontem
mundo 4mai.jpg

  COVID-19 - Situação em Portugal e na Região Norte em 5mai2020

25702 casos confirmados (15199 na Região Norte)
1074 mortos (613 na Região Norte)

De acordo com a Direção-Geral da Saúde (DGS), registaram-se na Região Norte nas últimas 24 horas mais 4 mortes, o número mais baixo das últimas semanas, sendo preciso recuar a 21 de março para encontrar um valor inferior. Mas a má notícia é que o boletim epidemiológico da DGS indica que houve, pela primeira vez, um óbito abaixo dos 30 anos. Até agora, todas as vítimas mortais da pandemia no país tinham mais de 40, sendo que a esmagadora maioria (87%) tinha mais de 70.
norte 5mai.jpg



Publicado por Tovi às 10:32
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 3 de Maio de 2020
COVID-19 - a doença que nunca mais nos larga

A doença COVID-19 é causada pelo vírus SARS-CoV-2 (em Inglês: Severe acute respiratory syndrome coronavirus 2), altamente contagioso entre seres humanos e cujas primeiras infeções conhecidas foram na cidade chinesa de Wuhan, na província de Hubei, no mês de dezembro de 2019.

   Mortes por milhão de habitantes (em países com grande incidência)
mundo 2mai.jpg

  Situação na Região Norte de Portugal
norte 2mai.jpg

 

   Sondagem da Pitagórica

Após ser conhecida hoje uma sondagem da Pitagórica (para JN e TSF) a evolução das intenções de voto fica assim:
Captura de Ecrã (180).png



Publicado por Tovi às 07:13
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 5 de Abril de 2020
O que é o COVID-19... para totós

Roubei ao Augusto Duarte Silva...

Dados úteis sobre o vírus Corona enviados pela Universidade Johns Hopkins. (As minhas desculpas pela tradução apressada do inglês)
* O vírus não é um organismo vivo, mas uma molécula de proteína, coberta por uma camada protetora de gordura que é absorvida pelas células da mucosa ocular, nasal ou bucal, causando o contágio.
* Como o vírus não é um organismo vivo, ele não é morto, mas se decompõe por si próprio. O tempo de desintegração depende da temperatura, humidade e do tipo de material em que se encontra.
* A única coisa que protege o vírus é a fina camada externa de gordura. É por isso que qualquer sabão é o melhor meio de o destruir, porque a espuma de sabão dissolve a gordura. Para isso é preciso esfregar por pelo menos 20 segundos e fazer muita espuma. Ao dissolver a camada de gordura, o vírus desintegra-se.
* O calor derrete a gordura; por isso deve-se usar água acima de 25 graus para lavar as mãos, roupas e tudo mais. A água quente produz mais espuma, o que a torna ainda mais eficaz.
* Álcool ou qualquer líquido com álcool superior a 65% dissolve qualquer gordura, incluindo a camada lipídica externa do vírus, provocando também a sua desintegração.
* Qualquer mistura com 1 parte de hipoclorito (lexivia) e 5 partes de água dissolve a proteína do vírus, destruindo-o.
* O peróxido de hidrogénio (água oxigenada) também é eficaz, depois do sabão, álcool e cloro, porque dissolve as proteínas do vírus, mas é necessário usá-lo puro o que causa lesão da pele.
* Os antibióticos não são eficazes. O vírus não é um organismo vivo como as bactérias; Não se pode matar o que não é um organismo vivo com antibióticos.
* O vinagre não é útil porque não dissolve a camada protetora de gordura do vírus.
* As bebidas alcoólicas não são eficazes. A vodka mais forte só tem 40% de álcool. Para ser eficaz é necessário álcool a 65%.
* Numa superfície porosa como a roupa, o Corona vírus desintegra-se após 3 horas, 4 horas em superfícies de cobre e madeira, 24 horas em papelão, 42 horas em metal e 72 horas no plástico.
* NUNCA agite roupas, lençóis ou roupas usadas ou não utilizadas e não use espanador, pois as moléculas do vírus flutuam no ar por até 3 horas e podem ser aspiradas pelo nariz ou pela boca.
* As moléculas virais permanecem muito estáveis no frio exterior ou artificial produzido pelos aparelhos de ar condicionado. Também precisam de humidade para permanecer estáveis e principalmente de escuridão. Portanto, ambientes secos, quentes e brilhantes o degradam mais rapidamente.
* A luz ultravioleta em qualquer objeto que possa conter vírus, lesa a proteína do vírus. É útil para por exemplo, desinfetar e reutilizar uma máscara.
* O vírus não atravessa uma pele saudável.
* Quanto mais limitado é o espaço onde se encontram as pessoas, maior a concentração do vírus. Quanto mais aberto ou naturalmente ventilado, menor a concentração e menor a possibilidade de contágio.
* Lave as mãos antes e depois de tocar nas membranas mucosas (boca, nariz e olhos), na comida, nas fechaduras, maçanetas, interruptores, controle remoto, telefone celular, relógios, computadores, mesa de trabalho, TV, etc.
* Mantenha também as unhas curtas para que o vírus não se aloje sob as unhas.

 

  Obrigado aos nossos amigos de Xangai e Macau

Captura de Ecrã (85).png

 

   Situação em Portugal e Região Norte

11278 casos confirmados (6530 na Região Norte)
295 mortos (158 na Região Norte)
COVID19 5abr.png



Publicado por Tovi às 07:44
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 19 de Outubro de 2019
O dia seguinte... em Barcelona

urquinaona-acn-maria-belmez-1571472572041.jpg
A capital da Catalunha acordou este sábado com a ressaca das manifestações de ontem, que reuniram mais de meio milhão de pessoas contra a sentença do “Procés” e só em Barcelona provocaram 152 feridos, cinquenta dos quais necessitaram de serem conduzidos a centros médicos. Para hoje já está marcado um novo protesto (convocado pela Arran, organização de jovens da esquerda pró-independência catalã, e a que aderiu a CDR, Comitês de Defesa da República) na Praça de Urquinaona, pelas 18 horas, exigindo a demissão do “conseller” do Interior, Miquel Buch.

Ventos de mudança parecem soprar na Catalunha… assim se fazem as Revoluções.

 

   elPeriódio

11h28 - El presidente de la Generalitat, Quim Torra, ha presidido este sábado el gabinete de seguimiento para analizar los disturbios de anoche, tras la quinta jornada consecutiva de protestas violentas en diferentes puntos del territorio, sobre todo, en la capital catalana. En la reunión, que ha comenzado a las 8.00 en el Palau de la Generalitat, han participado también el vicepresidente catalán, Pere Aragonès, el 'conseller' de Interior, Miquel Buch, la 'consellera' de Presidència, Meritxell Budó, la titular de Justícia, Ester Capella, y la de sanidad, Alba Vergés. Según informa presidencia de la Generalitat, durante la reunión se han evaluado los altercados de anoche así como el dispositivo de seguridad que se desplegó. En el encuentro se ha destacado la "necesidad de hacer un llamamiento a la movilización pacífica y cívica, y al aislamiento de las personas con actitud violenta. Asimismo, en esa reunión se ha acordado la comparecencia de Torra este mediodía en el Palau de la Generalitat y la de Buch, que se ve con Marlaska, en el departamento de Interior. 

13h09 - Salut ha informado de que 19 personas permanecen ingresadas por los disturbios que han comenzado en Catalunya desde que conociera la sentencia del procés'. Siete están en el Hospital Sant Pau: 5 graves (3 por lesiones oculares); 1 menos grabe y 1 evoluciona favorablemente (ingresó el día 16). Tres en el Sagrat Cor, uno de ellos grave y dos en Vall d'Hebron, uno de ellos muy grave y un segundo leve.

13h39 - La Guardia Urbana de Barcelona ha colgado un tuit en el que recomienda a los comercios de la plaza de Urquinaona y alrededores a bajar persianas esta tarde ante la manifestación convocada por Arran y apoyada por los CDR que arrancará a las 18.00 horas.

16h23 - Ya son 11 el número de detenidos a los que se les ha decretado prisión por los graves disturbios de esta semana en protesta por la sentencia del 'procés'. Seis fueron arrestados en Barcelona, dos en Girona, dos en Tarragona y uno en Lleida.

18h13 - Agentes de los Mossos d'Esquadra registran las mochilas de las personas que acceden a la plaza Urquinaona y graban a los asistentes, lo que ha generado gritos de 'Fuera las fuerzas de ocupación'.

18h59 - Varios dirigentes de la Candidatura d'Unitat Popular (CUP) se han situado en la cabecera de la manifestación convocada por los autodenominados Comitès de Defensa de la República (CDR) y movimientos de la izquierda independentista para pedir la dimisión del 'conseller' de Interior, Miquel Buch. La manifestación se ha iniciado hacia las 18.00 horas en la plaza Urquinaona de Barcelona, bajo un amplio dispositivo policial, y avanza lentamente hacia Ronda de Sant Pere, con una pancarta con el lema "Basta ya de represión. Libertad presas políticas. Brimo disolución. Buch dimisión".

19h14 - En los controles preventivos que los Mossos han realizado en las inmediaciones de la plaza Urquinaona para comprobar la posible existencia de material preparado para posibles disturbios, se han identificado a un número importante de vascos, navarros y extranjeros, según fuentes policiales.

20h06 - Una cadena humana formada por decenas de personas, en su mayoría de mediana edad, impide que manifestantes puedan acercarse al cordón policial instalado al comienzo de la Via Laietana. Este "cortafuegos" impide que personas que han asistido a la manifestación convocada por los autodenominados Comités de Defensa de la República (CDR) y movimientos de la izquierda independentista para pedir la dimisión del 'conseller' de Interior, Miquel Buch, puedan acercarse a los policías que impiden el tránsito por la Via Laietana.

22h16 - Los manifestantes más adultos de las primeras filas, claves para calmar los ánimos cada vez que salta una chispa. Manifestantes lanzan un bote de humo amarillo, intento de provocación que de nuevo ha calmado la fila de delante. Nuevos lanzamientos a la policía apaciguados por las primeras filas de la manifestación en la plaza Urquinaona. Quedan unas mil personas en la concentración, la gran mayoría de ellas sentadas en dirección al cordón policial.

23h51 - La tensión crece en la concentración de Urquinaona, donde un grupo ha encendido una gran barricada. Los avisos de carga del cordón policial son por este incidente. Los Mossos acuden al lugar, la parte posterior de la concentración, con los Bombers para apagar el fuego. La policía catalana dispara foam contra el grupo de exaltados, que se dispersa. Imágenes de contraste en el centro de Barcelona: celebración en Via Laietana después de la retirada del cordón policial y cargas de los Mossos en las Rambles contra un grupo reducido. Los agentes bajan por la emblemática vía dispersando a un pequeño grupo de exaltados con disparos de foam.

 

 ...e no Chile
0K9R8DW9.jpg
E enquanto na Europa as atenções estão viradas para a Catalunha, o Presidente do Chile, Sebastián Piñera, decretou nas primeiras horas deste sábado o estado de emergência em Santiago, após os violentos protestos desencadeados na capital contra o aumento do preço do bilhete de metro.
O Povo com a força da Razão.

 

   ...e em Londres
image.jpg
Ao mesmo tempo que os deputados debatem o Brexit no Parlamento britânico, milhares de pessoas enchem as ruas de Londres para exigir um novo referendo.

 

 …e em Hong Kong
mw-860.jpg
A polícia de Hong Kong proibiu hoje uma manifestação convocada para este domingo, pela Frente Cívica dos Direitos Humanos, por questões de segurança pública, considerando que este tipo de concentrações tende a dar origem a incidentes violentos.



Publicado por Tovi às 09:45
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 3 de Dezembro de 2017
Míssil norte-coreano Hwasong-15

Missil Norte Coreano Hwasong-15.jpg

No passado mês de Novembro a Coreia do Norte efectuou o lançamento de um míssil balístico Hwasong-15, projéctil que demonstrou capacidades impressionantes em comparação com seu antecessor, o Hwasong-14, considerando os especialistas que o alcance máximo do míssil recém-elaborado se situa entre 10.500 e 13.000 kms, uma ameaça não só para os países do leste asiático mas também para uma grande parte do território dos EUA. Analisando com cuidado as imagens e os comunicados oficiais do regime de Kim Jong-un vê-se que o camião de 18 rodas que transporta o míssil parece ser de fabrico nacional, o que demonstra que o país conseguiu autonomia na produção dessas máquinas sofisticadas. Os anteriores veículos eram de oito eixos - WS-52100 - adquiridos à China para uso industrial. Porém em 2012, uma vez que os WS-52100 apareceram no desfile militar em Pyongyang como plataformas móveis, o governo de Pequim cessou as exportações desses veículos à Coreia do Norte. É também de tecnologia mais sofisticada o sistema de propulsão deste novo míssil, dotado de asas e motores auxiliares, com dois estágios e medindo de 20 a 22 metros de comprimento e um ou dois metros de diâmetro, sendo seguramente capaz de levar uma ogiva nuclear superpesada. As imagens divulgadas do lançamento do míssil comprovam que o motor possui duas câmaras de combustão e carece de mecanismos auxiliares para mudar de direcção, o que representa um nível muito avançado de tecnologia.

 

Começam amanhã e duram até ao dia 8 de Dezembro os «Vigilant Ace», exercícios conjuntos de Washington e Seul, que contarão com a participação de mais de 1.200 militares dos EUA, 230 aviões, incluindo caças F-22 Raptor e F-35. A diplomacia norte-coreana já qualificou esta demonstração de força como um "prelúdio para a guerra nuclear".
vigilant ace 2017 aa.jpg



Publicado por Tovi às 14:56
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Setembro 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9



27
28
29
30


Posts recentes

E assim vai o Afeganistão...

Dos talibã aos talibã – a...

O Afeganistão pelos olhos...

O “negócio” dos opiáceos ...

A Nova Rota da Seda

Novos donos para a Efacec

Dependência da China

O TOP3 dos investimentos ...

Novas estirpes do SARS-Co...

Um Cinturão, Uma Rota

Donald Trump e a origem d...

COVID-19 - a doença que n...

O que é o COVID-19... par...

O dia seguinte... em Barc...

Míssil norte-coreano Hwas...

Será que há “sealy season...

Bombardeamentos atómicos ...

A Juventude é o futuro......

Transferência da soberani...

Manobras navais sino-russ...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus