"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Quinta-feira, 2 de Janeiro de 2020
Preocupada com o pagamento de salários?...

…não me faças rir, Isabelinha.  

Captura de Ecrã (377).png

 Notícia de hoje do JN

 

  Comentários no Facebook

Hélder Pais - Há muitas formas de ameaça... Esperemos que não venham aí tempos complicados (novamente) ali para os lados da Arroteia.

David Ribeiro - A mim, que não passo de um simples observador das estratégias empresariais e financeiras, já em 2015 me parecia que mais tarde ou mais cedo daria raia a compra de dois terços da Efacec pela empresária angolana Isabel dos Santos. É verdade que a empresa estava em agonia financeira e a filha do ex-presidente angolano apresentou-se como a solução para dar a volta, comprando uma grande parte da empresa aos seus acionistas portugueses, a José de Mello e a Têxtil Manuel Gonçalves, mas… Esperemos que num futuro próximo eu não venha a ter razão.

Jose Riobom - Juro que não percebo os teus comentários... Não és tu o "supremo markteer" do "clube de amigos da especulação imobiliária" que há não muito tempo andou com o séquito "Isabelino" por aí com toda a "pompa e circunstância" ??? Estará na altura do..... QUEM ??? EU ??? Não conhecemos de lado nenhum...!!!

David Ribeiro - Ena pá!... Estava convencido que me conhecias melhor do que parece que me conheces. Aposto, singelo contra dobrado, como não consegues encontrar em lado nenhum qualquer afirmação minha de apoio ao "séquito isabelino". E olha que convivi em Luanda (quando lá trabalhei no Ministério dos Petróleos nos anos de 1985-86) com a Isabelinha e sua mãe, era a filha de José Eduardo dos Santos uma linda e inteligentíssima menina com uns onze ou doze anos.

Mario Ferreira Dos Reis - Lembro que parte inicial da fortuna vem da sua mãe!

David Ribeiro - Conheci pessoalmente Tatiana Kukanova quando ambos trabalhamos em empresas ligadas ao Ministério dos Petróleos (1985-86) em Luanda e ninguém lhe conhecia fortuna pessoal.

 

   Joana Amaral dias no Correio da Manhã

Lembra-se quando a elite portuguesa escarnecia da justiça angola? Claro que se lembra. Foi até ao ano passado, 2019, e António Costa chamava-lhe ‘o irritante’. Lembra-se de como Isabel dos Santos e toda uma corte pútrida jactava pelo nosso país, ostentando riqueza e branqueando dinheiro, enquanto o capital português beijava o chão que pisava e lhe lambia os pés? Lembra pois. Foi até 2019.
Súbito tudo mudou. As autoridades angolanas decretaram o arresto de bens da Princesa (para quem herda e rouba o título ‘empresária’ só pode ser fantasia) e, afinal, deram uma chapadona de luva branca nas autoridades portuguesas. Enfim, a menina do ZéDu construiu um império no petróleo e nos diamantes que passou sempre pelo nosso país, pela NOS, pela banca, pela Efacec. O rei vai nu e para já está totalmente exposta a bajulação e a cumplicidade na corrupção e no nepotismo angolanos por parte dos responsáveis portugueses: das autoridades judiciais à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários e ao Banco de Portugal.
Em Angola, a Era da Impunidade vai acabando e o país está a tentar devolver às populações o que lhes foi roubado. Em Portugal, ninguém parece sequer querer saber porque é que a Sonangol emprestou dinheiro para Isabel dos Santos entrar na Galp.
O Mundo vai mudando. Portugal nem tanto. Que irritante.



Publicado por Tovi às 10:38
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 19 de Dezembro de 2019
E é isto... alegadamente

   Jornal Record em 18dez2019 pelas 20h00

img_920x518$2019_12_18_20_03_12_1640287.jpg

O Ministério Público constituiu esta quarta-feira sete arguidos na sequência de uma operação de combate ao branqueamento de "milhões de euros", que envolveu buscas em sociedades anónimas desportivas, escritórios de advogados e cofres bancários do norte.
"No inquérito não houve detenções, mas foram constituídos sete arguidos, dos quais uma pessoa coletiva e seis pessoas singulares", revelou a Procuradoria-Geral Distrital (PGD) do Porto, na sua página oficial.
A procuradoria explica que está em causa, quanto ao objeto do processo, "a canalização para sociedade desportiva de quantias monetárias obtidas por sociedade comercial, tudo contornando o circuito tributário através de expedientes diversos. O inquérito encontra-se em segredo de justiça. No âmbito de inquérito investigam-se factos suscetíveis de integrar os tipos legais de crime de fraude fiscal qualificada e de branqueamento de capitais", sustenta.
Em comunicado, a Diretoria do Norte da Polícia Judiciária (PJ) refere que foram levadas a cabo 10 buscas domiciliárias e três não domiciliárias nos concelhos do Porto, Vila Nova de Gaia, Trofa, Famalicão, Guimarães, Fafe, Matosinhos e Aveiro, sem especificar os alvos concretos.
A Procuradoria-Geral da República já confirmou à agência Lusa que um dos alvos das buscas foram instalações da Sociedade Anónima Desportiva do (SAD) do Boavista.
"De acordo com o apurado até ao momento pela investigação, em causa estará a não entrega da prestação tributária devida, e a sua subsequente ocultação através do desenvolvimento de atividade empresarial relacionada com a realização e gestão de eventos desportivos", indica a PJ.
Até agora, afirma a polícia, "foi identificada uma vantagem patrimonial de milhões de euros".
O Boavista esclareceu que as buscas de que o clube foi alvo pela Polícia Judiciária e pela Autoridade Tributária sucederam devido a "empresa ou empresas que têm ou tiveram" ligações comerciais com o emblema portuense.
"Muito embora nada tivesse a ver, diretamente, com a instituição Boavista, mas com empresa ou empresas que connosco têm ou tiveram acordos comerciais, toda a disponibilidade e colaboração foram dadas às autoridades envolvidas. Queremos deixar claro que nenhum dirigente ou quadro da instituição Boavista foi alvo de buscas domiciliárias por parte das autoridades", lê-se na página oficial do clube na rede social Facebook.
Também esta tarde, o Grupo Desportivo da Gafanha (GDG), em Ílhavo, distrito de Aveiro, disse estar a ser alvo de buscas por parte da Polícia Judiciária (PJ), no âmbito de um inquérito crime relacionado com fraude fiscal e branqueamento, informou fonte do clube.
Em declarações à Lusa, o presidente do GDG, Carlos Peleja, confirmou que elementos da PJ estão nas instalações do clube "a ver a contabilidade entre 2015 e 2017", que corresponde ao período da direção liderada por João Paulo Ramos.



Publicado por Tovi às 12:22
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 18 de Dezembro de 2019
Lito Vidigal deixa o Boavista

image.jpg

Nunca morri de amores pelo Lito Vidigal… mas só os próximos jogos dirão se Daniel Ramos, ao que consta o novo responsável técnico do Boavista, será o treinador que os Panteras necessitam.

-----------------------------------------------------------------------------------------------

  9h57 de hoje

A Polícia Judiciária e elementos da Autoridade Tributária estão, esta quarta-feira, a realizar buscas nas instalações da SAD do Boavista, no Porto, e numa empresa de organização de eventos. Segundo apurou o JN, em causa estão suspeitas de crime de fraude fiscal e branqueamento de capitais. Buscas domiciliárias e não domiciliárias estão a decorrer em simultâneo na região do Grande Porto. Ainda não há arguidos constituídos.

 13h07 de hoje

Dizem as últimas notícias que "os dirigentes do Boavista não estão entre os suspeitos: o clube terá sido usado para branquear capitais sem o seu conhecimento". Se assim é que venham já a púbico os nomes de todos os VIGARISTAS que usaram o Boavista para as suas falcatruas.

  14h30 de hoje

(Dogo Filipe Cunha no Facebook) - Está tudo tranquilo... Não foi preciso ninguém fugir para Vigo.

  16h40 de hoje

O presidente do Boavista, Vitor Murta, foi, esta quarta-feira, constituído arguido durante as buscas realizadas na manhã à sede do Boavista.  Cerca de 80 elementos da Polícia Judiciária e da Autoridade Tributária realizaram buscas nas instalações da SAD do Boavista, no Porto, e em mais 12 outros locais. Estão em causa crimes de fraude fiscal e branqueamento. Um comunicado da PJ, emitido ao final desta manhã, avança que "foram levadas a cabo dez buscas domiciliárias e três buscas não domiciliárias (que incluíram dois escritórios de advogados, duas sociedades anónimas desportivas e dois cofres bancários)", nos concelhos de Porto, Vila Nova de Gaia, Guimarães e Aveiro. O Grupo Desportivo da Gafanha, em Ílhavo, é uma das entidades que está a ser alvo de buscas, confirmou fonte do clube à agência Lusa. Os suspeitos envolvidos serviam-se de diferentes ferramentas, entre os quais a utilização de faturação falsa emitida por empresas nacionais e estrangeiras e a ocultação de proveitos.

   Comunicado do Boavista Futebol Clube

O Boavista F. C. e a Boavista F. C., Futebol, SAD foram, hoje, visitadas pela Polícia Judiciária e pela Autoridade Tributária, tendo sido feitas algumas buscas.
Muito embora nada tivesse a ver, directamente, com a Instituição Boavista, mas com empresa (s) que connosco têm ou tiveram acordos comerciais, toda a disponibilidade e colaboração foram dadas às Autoridades envolvidas.
Queremos deixar claro que nenhum dirigente ou quadro da Instituição Boavista foi alvo de buscas domiciliárias por parte das Autoridades.

Porto, 18 de Dezembro de 2019
A Direcção do Boavista F. C.
O Conselho de Administração da Boavista, F. C., Futebol, SAD



Publicado por Tovi às 07:48
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 15 de Outubro de 2019
Corrupção na legalização de imigrantes

Captura de Ecrã (297).png
No SEF, nas Finanças e na Segurança Social a esmagadora maioria dos funcionários são gente séria e por isso é URGENTE "limpar" a casa e desmascarar os corruptos que vivem à custa da máfia da imigração.

 

   Operação “Rota do Cabo”

A Polícia Judiciária, através da Unidade Nacional Contra-Terrorismo (UNCT), no âmbito de inquérito titulado pela 4.ª Secção do DIAP de Lisboa, desencadeou, no dia de hoje, uma vasta operação com vista ao cumprimento de Mandados de Busca e Apreensão e de Mandados de Detenção, com a finalidade de desmantelamento de uma organização criminosa responsável pela introdução ilegal em Portugal e na Europa, de milhares de imigrantes.
No decurso da operação, a PJ realizou dezenas de buscas domiciliárias e não domiciliárias e deteve dezenas de pessoas suspeitas de integrarem esta estrutura criminosa, constituída por indivíduos com vastos antecedentes criminais e com ligações a redes internacionais que determinam e controlam os fluxos migratórios irregulares com origem em diversos países da Ásia Meridional e África.
Os detidos, com idades compreendidas entre os 28 e os 64 anos, são suspeitos da prática dos crimes de associação criminosa, auxílio à imigração ilegal, de casamento por conveniência, de falsificação de documentos, de abuso de poder, de corrupção ativa e passiva, de branqueamento, de falsidade informática e acesso indevido, atividade criminosa que permitiu obter elevados proventos financeiros.
Entre os detidos encontram-se funcionários da Autoridade Tributária, do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras e do Instituto da Segurança Social, cumprindo destacar a melhor colaboração institucional por parte destes Serviços do Estado. Os detidos serão presentes amanhã no Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa para primeiro interrogatório judicial tendo em vista a aplicação das respetivas medidas de coação.



Publicado por Tovi às 10:39
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 18 de Setembro de 2019
Será só fumo?... ou haverá crime?

800.jpg

A Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC) da Polícia Judiciária (PJ) está esta manhã a realizar buscas em vários locais, por causa da polémica compra das 70 mil golas anti-fumo para as populações, no âmbito da do programa "Aldeia Segura". Em causa, estão os crimes de participação económica em negócio e desvio de subsídio.

 

 15h00 de hoje

O secretário de Estado da Proteção Civil, José Artur Neves,  demitiu-se esta quarta-feira, anunciou o ministério da Administração Interna em comunicado: "Na sequência do pedido de exoneração, por motivos pessoais, do Secretário de Estado da Proteção Civil, o Ministro da Administração Interna aceitou o pedido e transmitiu essa decisão ao Primeiro-Ministro".

 15h40 de hoje

A Polícia Judiciária também realizou buscas na casa do presidente da Proteção Civil, Carlos Mourato Nunes, na sequência do caso das golas inflamáveis. Foi uma das oito buscas domiciliárias que a PJ realizou esta quarta-feira.

 16h10 de hoje

Secretário de Estado da Proteção Civil constituído arguido por fraude e corrupção relativos a fundos europeus. Isto acontece na sequência das buscas no Ministério da Admnistração Interna relacionadas com a compra das 70 mil golas antifumo para as populações.

 11h45 de 19set2019

O presidente da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, Mourato Nunes, foi constituído arguido no âmbito da investigação ao negócio das golas antifumo, juntamente com o secretário de Estado José Artur Neves, segundo fonte ligada ao processo.

 15h00 de 19set2019

Numa nota enviada à comunicação social pela ANEPC, o tenente-general Mourato Nunes confirma que na manhã de quarta-feira foi constituído arguido, num inquérito que investiga suspeitas de fraude na obtenção de subsídio, de participação económica em negócio e de corrupção, nos contratos dos programas "Aldeia Segura, Pessoas Seguras", nos quais foram distribuídos cerca de 70 mil ´kits´ com as golas anti-fumo, e "Rede Automática de Avisos à População" (SMS). "Como teve oportunidade de transmitir a toda a estrutura da ANEPC, Mourato Nunes não concede nas imputações invocadas quanto ao seu envolvimento em quaisquer que possam ser os factos deste processo", lê-se na nota, não referindo, contudo, se vai permanecer no cargo.

 14h35 de 22set2019

Francisco Ferreira, líder do PS de Arouca e antigo adjunto do agora ex-secretário de Estado da Proteção Civil, tornou-se no terceiro arguido no caso das golas antifumo, por ter sido quem indicou nomes de empresas à Proteção Civil para as aquisições feitas no âmbito do programa "Aldeia Segura, Pessoas Seguras". O jovem, de 30 anos e padeiro de profissão, foi alvo de uma das oito buscas domiciliárias do Ministério Público e da Polícia Judiciária, na ultima quarta-feira. A operação abrangeu ainda outras 46 buscas não domiciliárias - como a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), várias empresas e diversos comandos distritais de operações de socorro (CDOS).



Publicado por Tovi às 11:13
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 23 de Agosto de 2018
Repórter TVI – “O Compadrio” em Pedrógão

Ontem, no Jornal das 8 da TVI, conhecemos a reportagem feita pela jornalista Ana Leal, com imagens de Tiago Eusébio e edição de imagem de João Ferreira. E eu pergunto: Segundo o Código Penal quantos anos de cadeia são devidos aos “artistas” da Câmara de Pedrógão Grande, nomeadamente para o presidente Valdemar Alves e o então vereador do Urbanismo Bruno Gomes?... E ao fim do dia de hoje já alguém ouviu algum comentário a esta reportagem por parte do Ministro da Administração Interna, Ministra da Justiça, Primeiro-Ministro ou mesmo do Presidente da República?




Quarta-feira, 16 de Maio de 2018
Corrupção no Sporting

Sporting 16Mai2018.jpg
(Inspectores da PJ fizeram buscas em Alvalade e André Geraldes foi detido)

Após buscas à SAD do Sporting em Alvalade logo pela manhã desta quarta-feira, a Polícia Judiciária, através da Directoria do Norte e no âmbito de inquérito dirigido pelo Ministério Público – DIAP do Porto, emitiu um comunicado em que confirmou a detenção de quatro pessoas no âmbito da Operação 'Cash-Ball', indiciadas por "corrupção no desporto", no âmbito da investigação às suspeitas de corrupção relativamente ao título de campeão de andebol do Sporting em 2016/17. A investigação atinge também o futebol, existindo seis jogos do Sporting que estão sob investigação: com o V. Guimarães, Feirense, Chaves, Tondela, Aves e Estoril. Os quatro detidos são André Geraldes, director de futebol do Sporting, os empresários Paulo Silva e João Gonçalves, e Gonçalo Rodrigues, funcionário dos leões e ex-braço direito de Geraldes no gabinete de apoio ao atleta. No caso do andebol, em causa estará um alegado esquema de corrupção de árbitros, com crimes praticados pelos empresários Paulo Silva (dedicava-se à prospecção de jogadores de futebol) e João Gonçalves, com ligações a funcionários do Sporting, como Gonçalo Rodrigues e André Geraldes, ambos do gabinete de apoio ao atleta. A investigação , documentada com a gravação de trocas de mensagens de voz através da aplicação Whatsapp, denuncia um esquema viciando o campeonato 2016/17. O principal implicado é Paulo Silva, que, em declarações àquele diário, assume-se autor de corrupção activa. Por exemplo, revelou ter comprado, por 2.000 euros, os árbitros do decisivo Benfica-FC Porto, de 20 de maio de 2017, que os encarnados venceram 28-27, resultado que deixou o Sporting na frente da tabela.



Publicado por Tovi às 17:33
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 4 de Julho de 2017
Assim vão as Forças Armadas

 cm 4juul2017 aa.png

A corrupção na Força Aérea (FA) subiu ao mais alto nível, com doze militares presos, entre os quais um major-general e outros seis oficiais de alta patente. Todos sob suspeita de se terem deixado subornar, ao longo de vários anos, por empresários do setor da restauração que fornecem bens alimentares para cerca de 15 bases da FA de norte a sul.
Ao todo foram feitas 16 detenções esta manhã - quatro dos quais civis, empresários - pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária, em articulação com a 9ª secção do DIAP de Lisboa e com a PJ Militar.
Em causa está a continuação da investigação que levou a outras seis detenções em novembro do ano passado, precisamente pelo mesmo esquema de sobrefaturação das compras de produtos alimentares para as bases aéreas - o que permitiu a esta rede de militares prejudicar o Estado, em proveito próprio, na ordem dos 10 milhões de euros.
Nesta segunda operação foram detidos alguns dos mais altos responsáveis da FA - entre os quais o major general que entre outras altas responsabilidades teve a de comandar a Direção de Abastecimento e Transportes, em Alfragide, junto ao Estado Maior da FA.
Em comunicado, a PJ confirmou entretanto que em causa nesta operação "participaram 130 elementos da Polícia Judiciária e 10 Magistrados do Ministério Público, foram realizadas 36 buscas nas áreas dos distritos de Lisboa, Porto, Santarém, Setúbal, Évora e Faro, das quais 31 domiciliárias e 5 não domiciliárias, tendo sido apreendidos documentos e material relacionado com a atividade criminosa em investigação". A Judiciária detalha que os detidos são suspeitos dos crimes de "corrupção passiva e ativa para ato ilícito, abuso de poder e falsificação de documentos".

E ainda dizem que os corruptos estão todos no futebol

 

  00h20 de 6Jul2017

Os doze militares presos, entre os quais um major-general e outros seis oficiais de alta patente, foram interrogados esta quarta-feira à tarde, no Campus de Justiça de Lisboa. Fiicaram em prisão preventiva no Estabelecimento Prisional de Tomar.
Para além destes, também quatro empresários foram ouvidos hoje, suspeitos de um esquema de suborno que durava há vários anos.



Publicado por Tovi às 14:09
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 20 de Junho de 2017
Hermínio Loureiro foi detido

herminio loureiro.jpg

A Polícia Judiciária do Norte anunciou ontem que, no âmbito da operação "Ajuste Secreto", deteve sete pessoas, entre elas o actual presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis e um seu funcionário, bem como alguns empresários e ainda Hermínio Loureiro, ex-autarca e vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, por suspeitas de crimes de corrupção activa e passiva, prevaricação, peculato e tráfico de influência, numa investigação que dura há um ano e que envolveu 31 buscas, designadamente a cinco câmaras municipais e cinco clubes locais de futebol. Devagar, devagarinho, eles lá vão indo dentro.



Publicado por Tovi às 08:17
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 6 de Junho de 2017
Corrupção na EDP e REN

antonio_mexia-925x578.jpg

Vi hoje na tv as explicações de António Mexia sobre as suspeitas de corrupção na EDP e REN… e este gestor várias vezes disse que só agiu no interesse dos accionistas, pelo que estou em crer estar na altura de se constituírem também arguidos todos os detentores de acções destas duas empresas.

 

  Comentários no Facebook

«Joaquim Figueiredo» - Sou accionista e não tenho nada a ver com isso...

«Antonio Cardoso» - Comentário enviesado, deturpado, e que em nada abona quem o escreve...

«David Ribeiro» - Tenho a certeza que o Amigo Antonio Cardoso me entendeu perfeitamente. [Emoji smile:-)]

«Antonio Cardoso» - Caro David Ribeiro, agiu e age na defesa do bom nome da EDP, da companhia, dos seus trabalhadores e Accionistas assim como obviamente dos consumidores e fornecedores!!!! E interesses de Portugal!!!!

«Carla Afonso Leitão» - Subscrevo na íntegra o seu texto, caro David Ribeiro. Obviamente.

«Jovita Fonseca» - Um nojo... agora que as acções baixaram, chorem um bocadinho! Inadmissível terem entregue a EDP a esses tipos que se governam à nossa custa...

«Ricardo Nuno» - ele esta certo ! agiu de maneira a maximizar o retorno dos acionistas e indirectamente o seu pq parte do seu rendimento deriva disso. Ate aí nada a apontar. Temos é de verificar se agiu eticamente e legalmente bem na maximização desse lucro.

«David Ribeiro» - O que está em causa neste processo agora desencadeado pelo Ministério Público é uma eventual adulteração falaciosa dos relatórios enviados pela EDP ao Estado tendo em vista receber valores superiores aos devidos nas rendas estipuladas por lei. E sobre isto António Mexia, na conferência de imprensa de hoje, disse NADA.

«Antonio Cardoso» - A alteração dos CAE em CMECS resultou numa diminuição das receitas e não o contrário. A Central da Tapada do Outeiro e a do Pêgo não alteraram os CAE'S. A repetição de uma mentira várias vezes era uma técnica usada por Goebbels e muito usada aqui pelos vistos ...

«David Ribeiro» - Eu estou unicamente a referir-me à acusação que levou Mexia a ser constituído arguido e a Justiça dirá quem tem razão... mas a verdade é que Mexia não quis hoje falar sobre este assunto.

«Vasquez da Gama»Alguém tem duvidas que a EDP é uma empresa corrupta, abusadora, sem grande moral? Defende accionistas? Depois do exemplo da PT, ainda confiamos nestes gestores? Eu vivi 10 anos fora de Portugal e pagava muito menos, uma barbaridade menos, de eletricidade e gás, mesmo tendo aquecimento central e aquecedores elétricos ligados por diversas casas onde morei. Vejo empresários a queixarem-se do mesmo. Temos barragens por todo o Norte e a Sede da dita empresa e onde realmente se ganha dinheiro é em Lisboa! Porque não terá a EDP com sede perto da produção?

 

  ÚLTIMA HORA

Mais três arguidos na investigação à EDP e REN

Rui Cartaxo, Pedro Resende e Jorge Machado foram hoje constituídos arguidos no caso que investiga as rendas e os contratos entre o Estado e as energéticas nacionais.
Rui Cartaxo, foi presidente da REN e é o atual presidente do conselho de administração do Novo Banco. Pedro Resende foi vogal da administração da EDP e Jorge Machado foi conselheiro da administração da energética.
Os três foram chamados esta tarde à Polícia Judiciária, onde foram constituídos arguidos por corrupção e participação económica em negócio.



Publicado por Tovi às 12:36
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 25 de Maio de 2017
Oliveira e Costa levou com 14 anos

oliveira costa.pngFoi ontem conhecida a sentença judicial da "maior burla da história da Justiça portuguesa julgada até ao momento" e que condenou um total de 12 arguidos, entre os quais Oliveira e Costa, antigo presidente do Banco Português de Negócios (BPN)­, condenado a 14 anos de prisão, pela prática dos crimes de falsificação de documentos, fraude fiscal qualificada, burla qualificada e branqueamento de capitais. É provável que haja recursos, mas a mim já me dá um enorme gozo o facto de não só irem todos gastar umas valentes pipas de dinheiro com os seus advogados como os seus nomes ficarão para sempre “queimados” na praça pública.



Publicado por Tovi às 07:07
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 3 de Março de 2017
Amnistia total... e já

amnistc3ada-77.jpgAlegadamente (fica sempre bem dizer alegadamente) e tendo em conta tudo o que se tem vindo a saber nos últimos tempos, mais aquilo que ainda se poderá vir a saber, o melhor é fazer-se neste cantinho à beira mar plantado uma amnistia a tudo e todos e partirmos da estaca zero para uma nova vida, séria e honrada. E no futuro sermos severos e implacáveis para corruptores e corrompidos, acabando de uma vez por todas com este flagelo. E como estamos perto do centenário da aparição da Senhora Vestida de Branco ali para os lados de Ourém, esta amnistia até podia ser no próximo dia 13 de Maio.

E tudo isto a propósito de ter sabido hoje que o procurador Orlando Figueira, suspeito de corrupção no “Processo Fizz”, emprestou dez mil euros ao juiz Carlos Alexandre para ajudar na construção de uma casa em Mação. E lembro-me perfeitamente de Carlos Alexandre ter ido a um canal televisivo dizer o que na altura disse e que só demonstrou ser um pedante a armar a “saloio de Mação”. Quem com ferros mata com ferros morre… e pena é que ao mais que provável corrupto José Sócrates tivesse calhado em sorte uma criatura a quem era exigido que só comentasse em sede própria e não na praça pública os actos judiciais que lhe foram entregues.



Publicado por Tovi às 08:17
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 10 de Fevereiro de 2017
Cuidado!... Eles andem aí…

ng8265447.jpg

O meu amigo Celestino Neves, membro da Assembleia Municipal de Valongo, foi considerado culpado do crime de difamação agravada, por ter publicado, num "blog", textos críticos relativamente ao presidente da Câmara Municipal valonguense, José Manuel Ribeiro. Terá de pagar uma multa de 1.820 euros, mais duas indemnizações: uma no valor de dez mil euros à Autarquia e uma outra de oito mil euros ao próprio edil.
Celestino Neves prometeu recorrer de uma decisão que considera "injusta". "Mantenho as críticas que fiz. Acho que a alteração do Plano Diretor Municipal de Valongo, em 2014, foi feita a pedido do fundo de investimento Novimovest/Santander. Devia ter sido este negócio a ser julgado e não eu", afirmou à saída do Tribunal de Valongo. Já José Manuel Ribeiro, que também marcou presença na leitura da sentença, mostrou-se satisfeito com a decisão judicial. "Fico contente, porque se fez justiça e porque se provou que tenho direito ao bom nome e à honra", justificou.



Publicado por Tovi às 09:58
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 4 de Novembro de 2016
Vai tudo preso, carago!

Força Aérea Portuguesa logo.jpg
A Polícia Judiciária e a Polícia Judiciária Militar realizaram ontem buscas nas messes da Força Aérea de todo o país, tendo sido detidos um major, dois capitães e três sargentos. Um sofisticado esquema de corrupção era uma prática corrente há vários anos, admitiu ontem uma fonte militar conhecedora da investigação que começou ainda no mandato do ex-chefe do Estado-Maior da Força Aérea, general José Pinheiro, e que decorria em absoluto sigilo há pouco mais de um ano. O Estado terá sido lesado em dez milhões de euros, cerca de um terço do orçamento deste ramo das Forças Armadas para a aquisição de alimentos (cerca de dois milhões de euros por ano, tal como consta do Orçamento Geral do Estado).

Já no meu tempo de tropa os vagomestres não tinham boa fama  
(Para quem não saiba VAGOMESTRE - do alemão Wagenmeister, «mestre das equipagens» - é o militar responsável pela alimentação numa unidade)

 

  Comunicado de Imprensa

Força Aérea Portuguesa

03 de Novembro de 2016

Operação Zeus

Na sequência das notas emitidas pelo Gabinete de Imprensa da Procuradoria-Geral da República (PGR) e pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária (PJ) sobre a Operação Zeus, a Força Aérea vem por este meio informar que:
- Desde o seu início, as investigações em curso eram do conhecimento de um núcleo restrito da estrutura de comando deste Ramo das Forças Armadas;
- Tal como consta na nota da PJ, a Força Aérea colaborou e colabora - com total transparência - com as autoridades competentes para o efeito;
- Esta colaboração teve como corolário a operação que decorre hoje e que é mencionada pela PGR e PJ nas referidas notas;
- O Ministro da Defesa Nacional foi sempre devidamente informado das diligências levadas a cabo no âmbito deste processo.



Publicado por Tovi às 08:36
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 25 de Maio de 2016
O caso BPN está a chegar ao fim

BPN Oliveira e Costa aa.jpg

Iniciaram-se hoje as alegações finais do julgamento do caso BPN, que já anda pelos tribunais há perto de seis anos e no qual Oliveira e Costa e outros 14 arguidos são acusados de terem sido os responsáveis por crimes financeiros que levaram ao descalabro do banco. Ainda estou para ver o que vai dar… ou se, mais uma vez, a montanha vai parir um rato.

 

  Comentários no Facebook

«Jose Riobom» >> Acho que seria bem mais interessante se parisse uma rata... Podia pelo menos dar-se-lhe algum uso que gerasse qualquer espécie de rendimento... quem sabe? [Emoji wink]

«José Camilo» >> Normalmente quem faz a ratoeira não morre nela.

«Maria Helena Costa Ferreira» >> estou farta dos "ratos"!!!

«Pedro Antunes» >> Então, já há novidades?

«David Ribeiro» >> As alegações ainda devem continuar na próxima sessão… Estes advogados gostam de grandes discursos [Emoji smile]

«Antero Braga» >> Santa inocência já estou como o Tome só vendo se acredita na justiça igual para todos. Vou esperar sentado para não me cansar

«José Paulo Matos» >> Absolvições, penas suspensas e ao fim de algum tempo liberdade incondicional por motivos de saúde ou idade para ficarmos de bem com a moral e os bons costumes e com a saída, perdão, consciência limpa. Senhores juízes não gastem mais caneta, papel e a benevolência do Zé Povinho... O Povo é sereno,... até um dia.

«António Lopes» >> Já antes do BPN, no Finibanco, Oliveira e Costa deu a conhecer o seu modus operadi. Se então a n/ corte não viu qualquer problema, não é agora que vai encontrar.



Publicado por Tovi às 13:27
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Abril 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Posts recentes

Preocupada com o pagament...

E é isto... alegadamente

Lito Vidigal deixa o Boav...

Corrupção na legalização ...

Será só fumo?... ou haver...

Repórter TVI – “O Compadr...

Corrupção no Sporting

Assim vão as Forças Armad...

Hermínio Loureiro foi det...

Corrupção na EDP e REN

Oliveira e Costa levou co...

Amnistia total... e já

Cuidado!... Eles andem aí...

Vai tudo preso, carago!

O caso BPN está a chegar ...

O “frango” está pela hora...

Eu não estou nesta lista,...

Ricardo Salgado pagou ‘lu...

Manuel Pinho... o do gest...

Para já o Norte a ganhar ...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus