"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Sábado, 25 de Junho de 2022
Morte trágica de uma menina em Setúbal

Na manhã de quinta-feira [23jun2022] foi conhecido este comunicado da Polícia Judiciária de Setúbal:

pj 23jun.jpg
Na sequência da morte de uma criança de três anos, ocorrida no passado dia 20 de junho, a Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Setúbal, localizou, identificou e deteve um homem, de 58 anos, e duas mulheres de 52 e 27 anos, por sobre eles recaírem fortes indícios da prática dos crimes de homicídio qualificado, ofensas à integridade física grave, rapto e extorsão.
Os detidos serão presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

 

 

A PJ de Setúbal tinha fortes suspeitas de que Ana Cristina, a mulher que inicialmente foi tida como ama de Jéssica Biscaia - a criança de 3 anos que morreu na segunda-feira [20jun2022] no hospital de Setúbal - e o marido, Justo, decidiram sequestrar a menor enquanto Inês Tomás, a mãe, não pagasse uma dívida de 400 euros por serviços de bruxaria. A filha de Ana Cristina e de Justo terá assistido a tudo o que aconteceu durante o sequestro da criança.
Segundo declarou 
João Bugia, coordenador da PJ de Setúbal, a mãe da menina foi “ardilosamente enganada” e levada a entregar a filha devido a uma dívida de 400 euros que tinha para com a suspeita. “A mulher agora detida convenceu a mãe a levar a criança a sua casa com o pretexto de que a menina poderia ficar a brincar com a neta, da mesma idade, enquanto conversavam sobre a dívida”, referiu. No entanto, quando se quis vir embora, não foi permitido à mãe da menina levar a criança de volta para casa.
Foi só passado cinco dias, mais precisamente na última segunda-feira de manhã, que a mãe da menina reconheceu os sinais de maus-tratos, quando a foi buscar a casa da suposta ama. No entanto, só algumas horas mais tarde é que a família pediu socorro às autoridades.
A autópsia ao corpo da menina foi realizada na quarta-feira [22jun2022] no Gabinete Médico-Legal de Setúbal e foi revelado que a criança tinha sido mesmo sujeita a maus-tratos, tendo hematomas e lesões internas, mostrando ainda que foi violentamente espancada. 

 

  Diretor nacional da PJ sobre o caso de Jéssica
Captura de ecrã 2022-06-24 190125.jpgNa manhã de sexta-feira [24jun2022], à margem de uma conferência de imprensa de apreensão de droga, o diretor nacional da Polícia Judiciária (PJ) disse que o sistema tem de estar preparado para intervir o mais cedo possível nos casos de crianças expostas ao perigo. "Todos nós nos sentimos tristes, revoltados", afirmou. Sem revelar pormenores sobre o paradeiro da neta da alegada agressora, uma criança também de três anos que terá presenciado as agressões, Luís Neves disse que a PJ vai atuar em conformidade, caso seja necessário.

 

  Manhã de sexta-feira, 24jun2022... Lamentável
Captura de ecrã 2022-06-24 112622.jpg

 

  A meio da tarde de sexta-feira, 24jun2022... Expectável
Captura de ecrã 2022-06-24 180533.jpg

 

  Ao fim do dia de sexta-feira, 24jun2022
Captura de ecrã 2022-06-24 224926.jpg

 

  Capas dos jornais de hoje
jessica publico.jpg

 

  Medidas de coação anunciadas este sábado no Tribunal de Setúbal
Cristina "Tita", o marido, Justo, e a filha, Esmeralda, vão ficar em prisão preventiva pela morte de Jéssica, a menina de três anos que terão espancado brutalmente em Setúbal por uma dívida da mãe. Os três estão indiciados por homicídio qualificado, extorsão, ofensas físicas graves e coação. Este último crime foi acrescentado pelo Ministério Público e tem em conta às ameaças de morte pelos suspeitos à mãe da menina. A medida foi aplicada esta tarde de sábado pelo juiz de instrução criminal de Setúbal, a quem Justo e Cristina negaram a participação no crime. Esmeralda não falou. Os pressupostos validados pelo juiz para aplicação da prisão preventiva foram o perigo de fuga, tendo em conta que os três foram capturados em Leiria a preparar a fuga do país, e o alarme social. O Ministério Público tinha pedido esta medida mais gravosa.



Publicado por Tovi às 07:48
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 10 de Junho de 2022
Operação "Fim de Festa"

  Na passada quarta-feira [8jun2022] a PJ do Porto emitiu o seguinte comunicado:
A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte, pelas 07:00 de hoje, desencadeou uma vasta operação policial com vista a dar cumprimento a 13 (treze) mandados de busca domiciliária e 9 (nove) de detenção fora de flagrante delito, emitidos pelo Ministério Público do DIAP do Porto, visando um conjunto de indivíduos sobre os quais recaem suspeitas de coautoria do homicídio qualificado ocorrido na madrugada do dia 08.05.2022, na cidade do Porto.
A investigação desenvolvida pela Polícia Judiciária permitiu, no espaço de um mês, recolher indícios de que os suspeitos ora detidos, atuaram em conjugação de esforços nas agressões que provocaram a morte do jovem na referida data, estando, por isso, todos indiciados da coautoria nesse crime.
Das buscas realizadas, as quais contaram com o apoio do Corpo de Intervenção da PSP do Porto, resultou a apreensão de relevantes elementos probatórios, os quais irão ser agora devidamente processados.
Os detidos, com idades compreendidas entre os 20 e os 42 anos, alguns com vastos antecedentes criminais pela prática de crimes violentos, vão ser presentes à autoridade judiciária competente para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

 

  Na manhã de ontem [9jun2022], por motivos que não interessam para o caso, estive toda a manhã em frente de um ecrã de televisão, onde nos era relatado ao pormenor a chegada aos TIC do Porto dos nove detidos pela PJ na operação “Fim de Festa”. E se tudo isto não fosse dramático até tinha piada.
Captura de ecrã 2022-06-09 134839.jpg

 

  Nove arguidos foram presentes a primeiro interrogatório judicial
O Tribunal de Instrução Criminal (TIC) do Porto decretou esta quinta-feira a prisão preventiva para três dos nove arguidos detidos na quarta-feira, incluindo Marco Gonçalves, por envolvimento na morte do adepto nos festejos do título do FC Porto. Fonte judicial explicou à agência Lusa que os nove arguidos foram presentes esta quinta-feira a primeiro interrogatório judicial, tendo o TIC do Porto aplicado a Marco Gonçalves (conhecido por Marco "Orelhas"), ao cunhado deste e a um terceiro elemento, que irá cumprir primeiro uma pena de dois anos e meio de prisão, no âmbito de um outro processo, a medida de coação mais gravosa: a prisão preventiva. Aos restantes seis arguidos, o TIC do Porto determinou que os mesmos ficassem com a medida de coação de apresentações periódicas às autoridades, proibição de contactos e proibidos de abandonarem o país. O filho de Marco Gonçalves era até esta quinta-feira o único arguido em prisão preventiva pela morte de Igor Gonçalves, de 26 anos, na madrugada de 08 de maio.

 

  A primeira página do JN desta sexta-feira 10 de junho
Captura de ecrã 2022-06-10 092644.jpg

  Correio da Manhã de hoje
Captura de ecrã 2022-06-10 093548.jpg


Tags: ,

Publicado por Tovi às 07:42
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 2 de Junho de 2022
P r e o c u p a n t e ! . . .

Captura de ecrã 2022-06-01 113811.jpg

  JN 31mai2022 14h06A Polícia Judiciária (PJ) deteve um dos dois suspeitos que tentaram matar um homem, em junho do ano passado, na Rua Cidade do Recife, no Bairro do Viso, Porto, ao que tudo indica por questões de tráfico de droga. A tentativa de homicídio ocorreu a 26 de junho de 2021 e resultou de um desentendimento entre o detido, um amigo do mesmo e a vítima. Os suspeitos deslocaram-se ao Bairro do Viso, surpreendendo a vítima, disparando vários tiros contra a mesma, atingindo-a na perna esquerda.

  JN 31mai2022 15h02Um homem de ascendência cabo-verdiana, com 35 anos, morreu baleado esta madrugada de terça-feira, no Seixal. A vítima, que residia na Amadora, foi atingida com dois tiros nas costas. O homicídio ocorreu perto da meia-noite no bairro da Quinta da Princesa. A vítima encontrava-se na via pública, na rua Cidade de Maputo, quando foi atingida mortalmente com dois tiros nas costas.

  JN 1jun2022 10h21A Polícia Judiciária deteve dois suspeitos das agressões a um jovem fafense, de 24 anos, na madrugada de domingo, à porta de uma discoteca na Zona Industrial do Socorro, em Fafe. Os jovens envolveram-se numa rixa e a vítima continua internada no Hospital de Braga com prognóstico reservado. Os jovens detidos, de nacionalidade brasileira, têm 19 e 27 anos e são suspeitos da prática de um crime de homicídio qualificado na forma tentada e de um crime de ofensa à integridade física qualificada.

  JN 1un2022 18h23Um elevado número de militares de várias valências da GNR estão envolvidos, desde a noite de terça-feira, numa operação no âmbito de um processo relacionado com o tráfico de estupefacientes para cumprimento de cinco mandados de detenção, nove buscas domiciliárias e 15 não domiciliárias, fruto de um trabalho de investigação do Núcleo de Investigação Criminal de Mirandela. Até ao momento, foram detidas seis pessoas (cinco homens e uma mulher) que as autoridades acreditam pertencer a uma rede de tráfico de droga que operava em vários concelhos do Norte do país, sendo que o epicentro era no concelho de Mirandela (distrito de Bragança).

  JN 1jun2022 18h31Cláudio P., o estudante de 17 anos que foi detido pelo homicídio de Diogo Pereira e por ter baleado um amigo deste, num bar em Gandra, Paredes, vai aguardar julgamento em prisão preventiva, por decisão do juiz de instrução criminal do Tribunal de Penafiel. Foi a proposta do Ministério Público (MP) e o juiz concordou. Tal como não tinha prestado declarações nas instalações da Polícia Judiciária, onde se entregou anteontem, Cláudio também optou pelo silêncio perante o juiz.

  CM 2jun2022 08h50 - A PSP iniciou na manhã desta quinta-feira uma megaoperação no bairro da Ameixoeira, no concelho de Lisboa, e também o cumprimento de buscas domiciliárias nos concelhos da Amadora e Odivelas. Esta acção visa especialmente a deteção e apreensão de armas de fogo ilegais e a identificação e detenção de suspeitos da prática de crimes. A operação que teve início pelas 07h00 resultou até ao momento, na detenção de duas pessoas, na apreensão de armas de fogo ilegais e no resgate de um cão que se encontrava com ferimentos considerados graves. Segundo o comissário Tiago Mota, as detenções, de dois homens, ocorreram nos concelhos de Lisboa e Odivelas. Pelas 08h50 a megaoperação estava quase concluída, sendo ainda apreendidas dezenas de munições e cartuchos. 

  JN 2jun2022 14h19Polícia Judiciária deteve um suspeito por assalto à mão armada de uma loja de câmbio na Costa da Caparica, no qual houve intervenção dos bombeiros. O assalto deu-se na tarde de 5 de janeiro e o suspeito fugiu quando foi acionado o alarme de incêndio. No dia do assalto, o suspeito entrou na loja situada na Rua dos Pescadores, na Costa da Caparica, disfarçado com um boné, luvas e máscara cirúrgica. No interior, apontou uma arma à funcionária exigindo o dinheiro. A vítima acionou de imediato o alarme que lançou uma nuvem de fumo dentro da loja. Assustado, o arguido colocou-se em fuga. Populares deram o alerta para incêndio, o que motivou a presença de bombeiros, mas estes acabaram por regressar ao quartel. O suspeito foi agora detido pela Unidade Nacional de Combate ao Terrorismo da Polícia Judiciária e na sua casa foram apreendidos vários telemóveis e cerca de 1700 euros em numerário.

  CM 2jun2022 14h57Um homem de 28 anos foi baleado nesta quinta-feira, na rua de Angola, em Odivelas. Pelo menos dois disparos foram efetuados através de um carro que estava em andamento. A vítima foi atingia num dos braços e transportada para o Hospital Beatriz Ângelo. O alerta foi dado pelas 13h33 da tarde. A PSP preservou o local do crime e as autoridades estão a investigar o caso e tentam localizar os suspeitos.

  JN 2jun2022 15h09Dois jovens, de 14 e 17 anos, foram detidos pela PSP, na estação da CP de Carcavelos, depois de terem agredido e ameaçado com uma faca duas pessoas. Os presumíveis assaltantes foram detidos, na segunda-feira, cerca das 15 horas, por agentes da Divisão Policial de Cascais. Após o alerta, os polícias rapidamente chegaram à estação de Carcavelos. Ali recolheram as informações necessárias sobre os suspeitos junto de testemunhas e intercetaram nas imediações dois jovens que correspondiam às características fornecidas. Na sua posse, os jovens tinham um telemóvel cuja proveniência não souberam justificar.

  JN 2jun2022 22h11Ficam em prisão preventiva cinco dos 19 indivíduos detidos pela GNR, na segunda-feira, durante a megaoperação lançada pelo Comando do Porto, na zona Norte, para desmantelar uma rede criminosa organizada que se dedicava ao assalto e sequestro de idosos, entre outros crimes. As medidas de coação foram aplicadas pelo Tribunal de Instrução Criminal (TIC) do Porto, nesta quinta-feira. Segundo o JN apurou, o TIC aplicou ainda a medida de coação de prisão domiciliária a outros três indivíduos. Um outro suspeito foi conduzido à cadeia, uma vez que sobre ele pendia um mandado de detenção para cumprimento de cinco anos de prisão efetiva pelo crime de tráfico de estupefacientes.

 

 Crimes sexuais contra menores é um outro flagelo
A Polícia Judiciária (PJ) registou cerca de 700 investigações a crimes sexuais contra menores no primeiro trimestre de 2022, revelou hoje o diretor nacional adjunto da PJ, Carlos Farinha, sublinhando terem sido identificadas 497 novas vítimas neste período. "Se quisermos fazer médias, temos 5,2 novas vítimas por dia, o que significa a cada 4-5 horas por dia, o que significa que quando chegarmos ao fim desta conferência teremos tido mais duas vítimas... para percebermos o impacto desta realidade", referiu o responsável da Judiciária, que assinalou ainda a continuação de uma tendência de vítimas do sexo feminino e agressores do sexo masculino.

 

  Relatório Anual de Segurança Interna de 2021
Crimes cometidos por jovens entre os 12 e os 16 anos subiram 7,3% em 2021, o segundo maior aumento da década. Associado a este fenómeno a criminalidade grupal voltou também a crescer (7,7%). O Relatório Anual de Segurança Interna regista uma subida de 0,9% da criminalidade geral participada mas uma descida de 6,9% na criminalidade violenta e grave. As polícias tiveram menos gente para combater o crime, mas fizeram mais detenções.


Tags: , , , , ,

Publicado por Tovi às 08:33
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 11 de Maio de 2022
Todos muito jeitosos... alegadamente

Captura de ecrã 2022-05-10 094401.jpg
(À esquerda a vítima, Igor Silva; à direita o eventual agresso, Renato Gonçalves)

 

  10mai2022 – Comunicado da PJ
A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte, identificou e deteve na noite do dia de ontem, 09.05.2022, um homem pela prática do crime de homicídio qualificado.
Os factos ocorreram na madrugada do dia 08.05.2022, na cidade do Porto, em retaliação por uma sucessão de agressões que, desde janeiro deste ano, vinham ocorrendo entre o arguido, familiares deste e a vítima.
Na ocasião, um grupo de indivíduos, de entre os quais o arguido, perseguiu a vítima, alcançando e agredindo a mesma com murros e pontapés.
Dada a intervenção de alguns populares, que foram igualmente agredidos, a vítima logrou afastar-se do local, vindo a ser surpreendida pelo arguido, o qual, munido de uma arma branca de dimensões significativas, a atingiu repetidamente e com extrema violência, provocando-lhe a morte.
Em ato contínuo, todo o grupo agressor dispersou, tendo-se o arguido colocado em fuga.
Pese embora o contexto de enorme confusão em que os factos ocorreram e a existência de diversa informação errada transmitida, foi possível, em resultado de um trabalho ininterrupto e exaustivo de recolha de prova, reunir em menos de 48 horas elementos indiciários e, simultaneamente, localizar e deter o presumível autor das agressões mortais.
O detido, de 19 anos, empregado de limpeza, sem antecedentes criminais, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

  Poliana Ribeiro, advogada do arguido Renato Gonçalves, o principal suspeito da morte de Igor Silva durante os festejos do título de campeão nacional do F. C. Porto, esclareceu entretanto que na madrugada de 10mai2022 o seu cliente foi detido depois de se ter entregado "voluntariamente" nas instalações da Polícia Judiciária do Porto cerca da 1 hora. "Foi com um familiar. Estava previsto entregar-se ao longo do dia desta terça-feira, mas, para evitar o aparato e confusão, preferiu durante a noite", acrescentou.

  Renato Gonçalves, o principal suspeito da morte de Igor Silva, na Alameda do Dragão, tem 19 anos. Foi pai há cerca de dois meses e disse às autoridades que era empregado de limpeza. Renato é filho de um dos mais proeminentes membros da claque dos Super Dragões, Marco "Orelhas", que se tornou famoso por ter dado uma joelhada na cabeça a um árbitro durante um jogo do Canelas, em maio de 2017. Apesar de ainda não ter sequer completado 20 anos, Renato foi pai de um bebé há cerca de dois meses e já está referenciado pela PSP pela participação em desacatos. Tal como o pai, Renato também faz parte dos Super Dragões e jogou futebol. Quem se lembra dele no campo diz que, ainda miúdo, já era conhecido pela forma agressiva de jogar e que frequentemente costumava dizer que era filho do Marco "Orelhas" para intimidar os adversários. Agora, Renato apresentava-se nas redes sociais como lutador de UFC (artes marciais mistas) e trabalhador da empresa Super Dragões. Na sua página do Facebook, encontram-se várias fotos em que aparece junto ao pai, em momentos de descontração nas férias e em jogos do F. C. Porto.

  É provavel que tenha sido assim: Os dois jovens tinham um historial de desavenças. Renato provocou estragos num bar do Porto onde o irmão de Igor é segurança. Depois, Igor agrediu Renato e a irmã na Queima das Fitas; a mãe de Renato ameaçou depois a mãe de Igor; em pleno Estádio da Luz, durante o Benfica-FC Porto, Igor agrediu Marco ‘Orelhas’, em frente a todos os membros dos Super Dragões. Como é que teve lugar o homicídio? “Eram mais de  20 pessoas a correr entre a multidão e a gritar ‘abram alas, abram alas’. Vieram diretos ao Igor, com facas e outras armas brancas e deram-lhe até o matar. Já o rapaz estava no chão, todo desfigurado, o filho do Marco ‘Orelhas’ pôs-se em cima dele e deu-lhe várias facadas no peito, depois fugiram todos”. Igor, natural do bairro do Ramalde, ainda saiu vivo da Alameda das Antas, mas morreu a caminho do Hospital São João.

  Renato Gonçalves, o jovem de 19 anos que esfaqueou mortalmente Igor Silva na festa do título de campeão nacional do F. C. Porto foi colocado em prisão preventiva no final de tarde desta terça-feira. A decisão foi tomada pelo Tribunal de Instrução Criminal do Porto, onde Renato foi interrogado por um magistrado durante a tarde de ontem.

 

  Homicida na festa do FC Porto confessa crime e chora
'Correio da Manhã' avança que Renato diz que a culpa não foi dele. A faca era de Igor, que o queria matar. Envolveram-se em luta e esfaqueou-o. Um herói na rua, um cordeiro na Polícia Judiciária. O Correio da Manhã escreve esta quarta-feira que foi assim que reagiu Renato Gonçalves, o filho de Marco ‘Orelhas’, o jovem de 19 anos preso por matar Igor Silva, na festa de comemoração do FC Porto. Renato não aguentou a pressão e segunda-feira à noite - horas depois da sua fotografia ter sido divulgada pela CMTV - falou com os inspetores. Percebeu que eles sabiam que se escondia em casa do tio e que em poucas horas seria preso. Estava cercado.

 

  O Tribunal de Instrução Criminal do Porto revelou esta quarta-feira que existe uma efetiva guerra de grupos na origem da morte de Igor Silva, o adepto do FC Porto brutalmente assassinado durante os festejos dos dragões. No despacho que colocou Renato Gonçalves, de 19 anos, em prisão preventiva o juiz revela que o homicida confessou ter dado uma facada pelas costas à vítima e que depois fugiu. No entanto, o despacho destaca ainda que a investigação tem indícios suficientes de que Renato esfaqueou Igor "repetidamente". Renato Gonçalves está por isso indiciado de homicídio qualificadoA gravidade do crime e o alarme social, mas principalmente a guerra de grupos rivais, entre o lado de Igor Silva e do pai de Renato, Marco ‘Orelhas’, justificam a prisão preventiva.

 

  Só nos faltava mais esta...
Captura de ecrã 2022-05-11 171507.jpg
  Vídeo mostra momentos de tensão vividos durante a tarde no Bairro do Cerco no Porto. Segundo imagens a que a CMTV teve acesso vê-se o momento de tensão vivido esta tarde de quarta-feira no Bairro do Cerco, no Porto. O vídeo mostra dois homens com o que parecem ser caçadeiras. Ao mesmo tempo passam duas viaturas da PSP. O alvo dos disparos terá sido a casa da mãe de Marco 'Orelhas', a avó de Renato Gonçalves, suspeito da morte de Igor Silva ocorrida durante os festejos do FC Porto. Segundo apurou o Correio da Manhã, os indivíduos com as caçadeiras nas mãos não terão sido os autores dos disparos ouvidos mas terão surgido em defesa de amigos.



Publicado por Tovi às 07:32
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 25 de Março de 2021
Será este o último capítulo desta "telenovela"?

rosa grilo.jpg



Publicado por Tovi às 15:55
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 24 de Março de 2021
“Cowboyada” no Bairro da Quinta das Lagoas

bairro.jpg

23mar2021
   12h20 - A PSP foi chamada à zona de Santa Marta de Corroios, no concelho do Seixal devido a alguns distúrbios, tendo sido recebida a tiro.
   14h55 - Há pelo menos dois homens armados e escondidos no telhado, após o tiroteio que surpreendeu os agentes da autoridade. Um dos suspeitos será ex-recluso.
   15h02 - A PSP reforçou os operacionais no local e alargou o perímetro de segurança. Foi também acionado o Grupo de Operações Especiais.
   15h54 - Montado um Posto de Comando Tático no local devido à complexidade da operação. A PSP levantou também um drone na zona.
   16h26 -Os 10 indivíduos que a PSP procura já foram localizados. Estão encapuzados e barricados em duas casas do bairro da Quinta das Lagoas.
   17h39 - PSP evacua casas no Seixal e “garante segurança” dos moradores em cerco a 10 homens armados. A Comissária da PSP fez um ponto da situação do cerco sanitário no bairro do Seixal tendo se recusado a responder às perguntas dos jornalistas. A agente referiu que chegaram ao bairro por volta das 12h20, após terem sido chamados para conflitos na zona (Rua Bento Gonçalves), foram recebidos com tiros por parte de moradores tendo os polícias ripostado recorrendo igualmente a armas de fogo, mas garante que não há agentes feridos. O local foi reforçado com mais forças de segurança, algumas casas foram evacuadas e carros retirados do perímetro de segurança.
   18h27 – A PSP vai iniciar negociações com os suspeitos que ao início da tarde dispararam contra os agentes que se deslocaram ao bairro da Quinta das Lagoas, em Santa Marta de Corroios, no Seixal, na sequência de "desordens e agressões". "Será iniciado o contacto verbal com os suspeitos - negociação - tendendo a resolver os incidentes sem necessidade de intervenção tática", afirmou a comissária da PSP Sara Ferreira.
   
19h16 - Os moradores do bairro de Corroios estão na rua à espera para poderem voltar às suas casas. No aglomerado de pessoas que espera para poder regressar a casa incluem-se crianças e pessoas que saíram de manhã para trabalhar e regressam agora ao bairro sem ter para onde ir. A câmara já assegurou que vão ser distribuídas refeições a estes moradores até que sejam autorizados a regressar a casa.
   
20h12 - O presidente da Associação de Moradores da Quinta das Lagoas e a família estão entre as dezenas de moradores daquele bairro que estão impedidos de regressar a casa devido ao incidente entre um grupo e a polícia. "Estou à espera para entrar em casa há mais uma hora, mas a minha mulher já aqui está desde o meio-dia", disse pelas 19h15 aos jornalistas Nelson Mendes, de 34 anos, operário da construção civil, residente naquele bairro, no concelho do Seixal, distrito de Setúbal, há cerca de 12 anos. "Não temos para onde ir, só tenho família em Cascais, mas não é fácil levar para lá toda a família neste momento", acrescentou o presidente da associação de moradores da Quinta das Lagoas, onde residem mais de 300 pessoas.
   
20h15 - Terminou a operação musculada no bairro do Seixal. A megaoperação resultou na detenção de um suspeito e há dois que se encontram em fuga. De acordo com a comissária, os suspeitos não estariam nas habitações que foram cercadas pela polícia.

 

    Títulos dos jornais de hoje sobre este assunto

Correio da Manhã – Gang armado fura cerco da PSP.

Jornal de Notícias – Polícia cerca bairro de lata em Corroios depois de ser recebida a tiro.

Público – Cerco de várias horas acaba com um detido e dois suspeitos em fuga.

Expresso onlineTroca de tiros, um detido, dois suspeitos em fuga, oito horas de impasse e um princípio de negociação.

Observador onlineTroca de tiros em Corroios. Suspeitos fintaram cerco, estão em fuga e não estavam barricados. O único detido não estava no local.

 

24mar2021
   12h16 - A PSP foi esta quarta-feira chamada de volta ao bairro de lata em Corroios, no Seixal, para uma ocorrência que não está relacionada com a troca de tiros de terça-feira. Em causa estará um episódio de desavenças familiares. Não são conhecidos feridos.
   15h38 - O homem suspeito de envolvimento no incidente que ocorreu na terça-feira no bairro da Quinta das Lagoas, no Seixal, em que terão sido efetuados disparos contra a polícia, foi libertado depois de inquirido, revelou esta quarta-feira a PSP.
   18h11 - 
A PSP voltou esta quarta-feira ao bairro da Quinta das Lagoas, em Santa Marta de Corroios, no Seixal, depois de há menos de 24 horas ter estado numa troca de tiros que se transformou num impasse de várias horas e que culminou na detenção de um suspeito (entretanto libertado) e na fuga de outros dois. Desta vez foram detidas duas pessoas no bairro - uma delas esteve envolvida nos incidentes de terça-feira. A PSP diz em comunicado que “uma pessoa encontrava-se a ser agredida e ameaçada por outras duas”, com recurso a uma arma branca, “fruto de desentendimentos antigos entre vizinhos”. O comunicado diz mais: “uma das pessoas detidas encontrava-se envolvida nos incidentes verificados ontem no mesmo bairro”. O Comando Distrital de Setúbal desmente a possibilidade de esse detido ser um dos suspeitos em fuga. “Estar envolvido pode ser como testemunha, como vítima”, exemplifica fonte do comando local.

 

   Tanto quanto parece, foi assim...
O cerco policial ao bairro de Santa Marta do Pinhal foi motivado por um emigrante regressado esta semana, ao fim de 15 anos em França, e que, alcoolizado disparou três tiros de caçadeira, do telhado de sua casa, contra um café onde estavam vários moradores. Quando a Polícia chegou, disse que estava a defender-se de encapuzados barricados na sua casa, o que desencadeou todo o aparato de segurança. Testemunhas garantiram que o emigrante tinha sido o único a disparar e não houve outros intervenientes. O homem chegou a ser levado pela PSP, mas foi libertado durante a noite. Na quarta-feira de manhã, o suspeito foi visto a ser de novo conduzido para fora do bairro por polícias, agora algemado, mas não pela PSP, apesar de esta força ter regressado ao local, para acudir a uma rixa entre vizinhos. A Polícia Judiciária, que investiga o caso, não tinha, na quarta-feira à noite, formalizado qualquer detenção, sem confirmar ter levado Roberto.


Tags: , ,

Publicado por Tovi às 08:01
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 5 de Junho de 2020
Caso Maddie McCann… de novo

mw-860.jpg

Ao fim de treze anos volta a ser primeira página de jornais e abertura dos noticiários televisivos, o misterioso desaparecimento na Praia da Luz, no Algarve, de Maddie McCann. A Metropolitan Police (ajudada pela congénere alemã) voltou esta semana ao assunto e a Polícia Judiciária portuguesa também credibiliza esta nova pista. Embora a “coisa” me pareça estranha, a verdade é que NADA pode ser descartado num caso destes. O suspeito é alemão, de 43 anos, identificado como Christian Brueckner. Numa entrevista ao programa Crimewatch, da estação de televisão alemã ZDF, o Inspetor da BKA (agência federal de investigações dos governos da Alemanha e Áustria) responsável pelo caso Maddie, foi bastante claro: "A nossa investigação leva-nos a crer que a criança está morta e que este homem a matou". Este homem viveu em Portugal entre 1995 e 2007, ano em que Madeleine McCann desapareceu da casa da Praia da Luz onde passava férias com os pais e os irmãos. O suspeito tem cadastro por crimes sexuais contra menores "do sexo feminino" e tornou-se suspeito por causa de um telefonema que terá sido feito da zona da Praia da Luz pouco antes do desaparecimento da criança.

Aguardemos os próximos capítulos desta “história”.



Publicado por Tovi às 07:41
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 28 de Maio de 2020
Será um vírus que anda aí?

Captura de Ecrã (252).png

   10h35 de hoje - Correio da Manhã

Um jovem, de 25 anos, foi detido esta quarta-feira pela PJ por suspeita de assassinar a colega de universidade em Lisboa. As autoridades continuam a fazer buscas para encontrar o corpo da vítima, de 23 anos. Os pais da jovem deram conta do desaparecimento da filha na passada sexta-feira, dia 22, e o alerta foi dado às autoridades. A família revelou ainda à polícia que o suspeito do crime mantinha uma relação abusiva com a filha. A Polícia Judiciária tenta agora localizar o cadáver depois do suspeito ter confessado que atirou o corpo ao rio Tejo. O CM sabe que o detido tentou o suicídio nas instalações anexas à Polícia Judiciária e foi transferido para o Hospital de São José. O jovem suspeito do crime estava a terminar um mestrado em Psicologia e tinha já realizado vários trabalhos de voluntariado. A estudante era de Elvas mas estudava em Lisboa.

  11h47 de 29mai - Correio da Manhã

As autoridades encontraram, esta quinta-feira, a arma utilizada no crime de Beatriz Lebre. As buscas foram acompanhadas pela CMTV, que mostra o momento em que a Polícia Marítima encontrou o objeto perfurante, uma espécie de estilete, que estava preso numa zona de lodo do rio Tejo. As autoridades continuam as buscas para encontrar o corpo da jovem de 23 anos.

   16h00 de 29mai - Correio da Manhã

Foi encontrado ao início da tarde desta sexta-feira o corpo de Beatriz Lebre no rio Tejo, junto a Santa Apolónia. O corpo foi removido pelas 15h30 e encaminhado para o Instituto de Medicina Legal. O alerta terá sido dado por um popular que informou as autoridades.



Publicado por Tovi às 10:36
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 11 de Maio de 2020
Tragédia numa freguesia de Peniche

Concelhopeniche-050605-freg-atouguia.jpg

A comunicação social dava-nos a conhecer na manhã da passada quinta-feira que um menina de nove anos tinha desaparecido de casa de seu pai, em Atouguia da Baleia, em Peniche. A criança – Valentina – vivia permanentemente com sua mãe no Bombarral mas estaria a passar uma temporada com o seu pai, mais a madrasta e outras três crianças, uma de 12 anos, outra de quatro anos e ainda uma outra com meses. Durante três dias foram feitas buscas infrutíferas numa área de quatro mil hectares pela GNR, Bombeiros e muitos populares, mas no último domingo ficamos a saber que o corpo tinha sido encontrado morto, numa eucaliptal a cerca de seis quilómetros de Atouguia da Baleia, e o pai e a madrasta estavam detidos pela Polícia Judiciária. Em conferência de imprensa, o coordenador do Departamento de Investigação Criminal da PJ de Leiria, Fernando Jordão, referiu que o corpo da criança terá sido levado para uma zona de mato na Serra D'El Rei, em Peniche, onde foi tapado com arbustos. "Estamos a verificar o cenário da morte, mas claro que terá de ter acontecido em algum contexto de violência", disse o responsável, salientando que, "à partida" não terá sido uma morte acidental.

 

   17h00 de hoje

O pai e a madrasta suspeitos da morte da criança de nove anos, em Atouguia da Baleia, Peniche, só deverão ser ouvidos por um juiz de instrução criminal, no Tribunal de Leiria, na terça-feira de manhã. A autópsia da criança já se terá realizado e o relatório preliminar (o relatório final da autópsia ainda deverá demorar mais algum tempo) poder-se-á juntar ao inquérito na terça-feira, podendo ser mais um contributo para confrontar os suspeitos sobre a forma como a criança morreu.

 

  22h00 de hoje

 O resultado preliminar da autópsia de Valentina, encontrada morta em Atouguia da Baleia, no concelho de Peniche, aponta para uma morte violenta, com lesões na cabeça e indícios de asfixia.

 


Captura de Ecrã (201).png
“Fazer tudo isto sobre a tragédia que é o cadáver de uma criança inocente, é um condenável exercício de necrofilia, só ao alcance do pior dos abutres.” – Tem toda a razão o meu amigo que escreveu isto… apesar da dor que todos sentimos perante a brutalidade deste assassínio.

   Comentários no Facebook

 Eduardo Vasques de Carvalho - Sem ser simpatizante do André Ventura, admiro o modo politicamente incorrecto como diz "aquilo" que muitos pensam mas não dizem. A forma como os pseudo democratas se servem do governo para dizerem o politicamente correcto mas actuarem como uma ditadura de esquerda só tem valorizado o CHEGA e com o medo que o povo abra os olhos e por desgaste se virem para o outro extremo, até tentam ilegalizar o direito à liberdade de expressão.

Carla Molinari - Ditadura será sempre ditadura, seja da direita ou da esquerda, e limita as nossas vidas e impõe regras unilaterais. O que interessa ter liberdade de expressão se a liberdade de viver a nossa vida se torna inviável ?

David Ribeiro - O que está em causa neste meu post é o aproveitamento político desta tragédia, apesar da repugnância que este crime gera. Como dizia o meu amigo autor do texto citado: “É a diferença entre o homem moralmente sofisticado e o primitivismo impulsivo. É a diferença entre a civilização e a barbárie. É a opção consciente de não nos pormos no patamar do criminoso.”

 

   11h50 de 13mai2020

O Tribunal de Leiria decretou prisão preventiva para o pai e madrasta de Valentina, a menina de 9 anos encontrada morta em Peniche. Sandro Bernardo está acusado do homicídio qualificado e violência doméstica. Márcia está igualmente acusada de homicídio qualificado. Ambos os arguidos estão ainda acusados do crime de profanação de cadáver.



Publicado por Tovi às 13:57
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 15 de Agosto de 2019
Demorou um pouco... mas já está preso

Captura de Ecrã (197).png

Notícia completa aqui.



Publicado por Tovi às 10:07
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 16 de Abril de 2018
A Máfia do Pinhal

600_5ad10d7b0cf2c09c9a155f57.jpgA jornalista Ana Leal (com imagens de Romeu Carvalho e montagem de João Ferreira) tornou público na TVI o acto criminoso que está por trás do grande incêndio do Pinhal de Leiria entre 15 e 16 de Outubro do ano passado. Segundo esta reportagem o incêndio que consumiu 86% desta mata florestal do Estado terá sido planeado em reuniões secretas numa cave de um restaurante no mês anterior por madeireiros, empresários e fábricas de compra e venda de madeira, tendo sido também combinados na altura os preços da madeira consumida. A reportagem assinada pela Ana Leal revela que “o pinhal estava armadilhado” com vasos de resina com caruma no interior para iniciar as chamas. Embora não se tenham registado vítimas mortais na região do Pinhal de Leiria, os incêndios de Outubro provocaram 49 mortos e cerca de 70 feridos no país, além de terem destruído 1.500 casas e 500 empresas.

Vamos lá ver no que isto vai dar



Publicado por Tovi às 08:39
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 18 de Março de 2018
A “praga” dos Ciganos Romenos

Casa da Música 17Mar2018.jpgNos últimos tempos um bando de vinte a trinta ciganos romenos tem atazanado a vida dos residentes na zona da Rotunda da Boavista, não só pela lixeira que todos os dias espalham pelos passeios e jardins, mas também pelos pequenos roubos que fazem nos estabelecimentos da zona, principalmente em supermercados. E durante o dia lá temos mulheres romenas na mendicidade sentadas á porta das lojas e à noite a dormirem junto da estação do metro da Casa da Música ou na passagem de peões por baixo do viaduto de Domingos Sequeira.
E como a Praça Mouzinho de Albuquerque é muito frequentada por turistas, e ainda bem, nomeadamente os que visitam a Casa da Música, temos que admitir que não é um bom cartão-de-visita para uma cidade reconhecida como “Best European Destination”.
Por viver no “centro deste furacão” sou testemunha do grande esforço que o executivo camarário do Porto tem vindo a dedicar a este assunto, nomeadamente com um reforço de patrulhamento por parte da Polícia Municipal e um aumento considerável das acções de recolha de lixo, mas tudo isto parece inglório, pois horas depois lá estão os ciganos romenos a conspurcar e a importunar tudo e todos.
Reconheço que não tenho solução milagrosa para esta “praga” e muito provavelmente tudo deverá passar por decisões do Governo Central, mas o que sei é que a situação não pode continuar pois corremos o risco de começarem a aparecer respostas de cariz xenófobo, que de todo repudiamos.

 

  Comentários no Facebook.

«Jose Riobom» - As tuas queixas são iguais às minhas... embora por motivos diferentes... vamos ver se os resultados das queixas de um deputado municipal serão tratadas da mesma forma das dum simples cidadão... isto é ninguém liga nenhum...

«Raul Vaz Osorio» - Vão-me desculpar a franqueza politicamente incorrecta, mas não há qualquer xenofobia em correr com eles, não por serem ciganos, não por serem romenos, mas por serem ladrões, porcos, incómodos e ocuparem sem permissão e sem respeito espaços que são públicos

«David Ribeiro» - Em Franca, durante o mês de Agosto de 2010, efectuou-se o repatriamento de cerca de 950 ciganos romenos, fazendo na altura não só correr rios de tinta mas até se levantaram várias questões jurídicas e morais que alimentaram o debate europeu nos meses seguintes. Hoje não sei como está a situação por terras gaulesas. (O meu querido amigo Fernando é que nos podia dizer como é que as coisas estão por lá).

«Fernando Duarte» - pagaram-lhes uma viagem de avião para a Roménia, deram 300 euros a cada um e 2 meses depois regressaram todos acompanhados do resto da família

«Cecilia Santos» - E depois que se queixem do populismo... façam o favor de não "nos empurrarem"... Por que é que sempre vamos relatar algo que está errado do nosso ponto de vista... sentimo-nos quase na obrigação de dizer: não é xenófobia, racismo ou outra coisa qualquer do género? Não concordo com esta situação dos ciganos romenos e quero lá saber que digam que dou racista ou xenófoba... É para o lado que eu durmo melhor.

«Maria Amélia Taborda» - David, é bom nem falar... de perto... a visão é terrível...

«Albertino Amaral» - Pois bem, se o executivo camarários abrir uma petição para colectar as despesas desta gente para os recambiar para a sua santa terrinha, cá estarei para contribuir… Boa viagem...



Publicado por Tovi às 14:16
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 3 de Novembro de 2017
Início do julgamento de Pedro Dias

3Nov2017 aa.jpg

Começa hoje o julgamento de Pedro Dias, acusado de ter cometido vários homicídios em Aguiar da Beira e encetado posteriormente uma fuga digna de uma autentica série policial. Estou curioso por conhecer quais os motivos que o levaram a iniciar todos estes actos tresloucados, pois embora muito se tenha dito e escrito sobre esta tragédia, eu cá ainda não consegui entender o que é que Pedro Dias fazia na fatídica noite junto de um hotel em construção e abandonado. Nada justifica a carnificina que aconteceu, mas tenho para mim que há sempre um motivo para as coisas acontecerem. E desta vez não consigo entender o que despoletou tudo isto.

 

   No Expresso online ás 14h13

A primeira testemunha a ser questionada foi o militar da GNR que sobreviveu aos disparos alegadamente feitos por Pedro Dias. António Ferreira contou ao tribunal que, a 11 de outubro de 2016, a carrinha onde “Pedro Dias dormia, foi abordada cerca das 2h29”. Num primeiro contacto com o comando da GNR “não havia qualquer pendência com a carrinha ali estacionada”.
Acordado o condutor e vistoriada a caixa de carga, “onde estavam uns jerricans, não houve estranheza”. Uma afirmação contrariada pelo juiz presidente e pela defesa que questionou a testemunha, que é assistente no processo. “Se não havia alarme porque foi feito um segundo contacto para obter informações?”, perguntou a advogada Mónica Quintela que defende o arguido.
O militar da GNR, que exigiu depor com Pedro Dias retirado da sala, não soube responder. Mas esclareceu que “após o alerta sobre a perigosidade do suspeito” e quando Carlos Caetano, o outro militar da patrulha da GNR se dirigia a Pedro Dias, “houve um barulho” que perturbou a intenção de “revistar o suspeito”. E quando focou a atenção “já Carlos Caetano estava no chão, atingido a tiro”. Posteriormente, António Ferreira foi “algemado no interior do carro” e levado para uma zona erma onde Pedro Dias, “com uma pistola numa mão e um pé de cabra noutra, abriu a porta” e lhe disse para sair, tendo disparado em seguida sobre o segundo militar da GNR.
A audiência prossegue por volta das 15h, com a inquirição da mesma testemunha.

 

  No Observador

(…) Quando encontraram Pedro Dias, os dois militares da GNR estavam a fazer uma patrulha por causa dos focos de incêndio que se tinham registado naquela zona. Pedro Dias tinha na carrinha “quatro ou cinco jerricans de combustível” e material agrícola diverso. Quando lhe perguntaram para que servia, o arguido respondeu que este material era para semear aveia. Tanto o juiz Marcos Gonçalves como a advogado de Pedro Dias perguntaram a Ferreira se aquele material não levantou suspeitas e se não pensaram em lavrar “um auto”. “Eu que não sou da GNR e acharia suspeito”, disse o juiz. O militar respondeu que não. Que o arguido mostrou tudo tranquilamente e explicou para que servia o material, logo não havia motivos para um auto de contraordenação. (…) “Quando eu virei a cara, estava ele com a arma”, demonstrou Ferreira, usando a mão direita para exemplificar ao juiz. “Se te mexeres, fodo-te os cornos”, terá dito Pedro Dias, para depois abrir fogo contra o guarda Caetano. “Qual seria a arma?”, perguntou-lhe o juiz. “Devia ser uma 6.35 ou uma 7.65 mm, uma arma pequena”, respondeu. Ferreira disse ainda que, naquele momento, começou a gritar pelo colega. “És burro? Não vês que ele está morto?”, respondeu Pedro Dias, obrigando-o a levantar a mão direita e, com a esquerda, livrar-se do cinturão com o coldre da arma. (...) O guarda Ferreira, que entretanto pediu para se levantar, descreveu as voltas que deu sequestrado no carro patrulha, até que foi parar a um local ermo — que diz desconhecer. Foi obrigado a algemar-se num pinheiro. Baleado, tombou no chão. Quando estava a “perder os sentidos” sentiu que Pedro Dias lhe cobriu o corpo com vegetação. Só mais tarde conseguiu libertar-se. “Tem ideia do que é que Pedro Dias queria ou estava a pensar quando andou consigo no carro?”, perguntou-lhe o juiz. “Não faço ideia o que lhe passou pela cabeça. Ainda hoje não sei”, respondeu Ferreira, que admitiu ter sido impossível escapar. “Não tinha hipótese. A arma estava sempre apontada”. Já à tarde os juízes voltaram a insistir com o militar. Como é que ele se distraiu ao ponto de não ter percebido que Pedro Dias estaria armado e que iria abrir fogo, mesmo depois da informação policial que dava conta de que era um homem perigoso. “Às vezes o nosso cérebro faz coisas que não conseguimos explicar”, disse, mantendo que tudo aconteceu demasiado rápido.



Publicado por Tovi às 10:41
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 23 de Abril de 2017
Guimarães 2 – 0 Boavista

safe_image.jpeg

Não fomos agressivos, não fomos determinados e facilitámos nos aspectos onde devíamos ter sido fortes e isso fez com que o resultado fosse justo”, disse Miguel Leal, treinador dos Axadrezados, no fim deste jogo da 30ª jornada da Liga NOS 2016/17, em que o Boavista perdeu contra o Guimarães. E quem fala assim não é gago.

 

  Sporting 1 – 1 Benfica

Este dérbi ficou tristemente assinalado pelo atropelamento mortal de um italiano de 41 anos, adepto da Fiorentina mas com ligações à claque do Sporting, junto à rotunda Sul do Estádio da Luz, onde às 2h40 de sábado se verificaram confrontos entre elementos das claques leoninas e benfiquistas. Segundo as últimas notícias as imagens de videovigilância cedidas pelo Benfica e outros vídeos amadores recolhidos pela polícia poderão permitir identificar o condutor do veículo deste atropelamento mortal.

 

  Classificação após 30ª jornada da Liga NOS 2016/17

1º - Benfica c/ 72 pontos
2º - F.C.Porto c/ 69 pontos
3º - Sporting c/ 64 pontos
4º - Guimarães c/ 56 pontos
10º - Boavista c/ 35 pontos
18º - Nacional c/ 20 pontos



Publicado por Tovi às 23:45
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 25 de Março de 2017
Banho de Sangue em Barcelos

Bolas!... Isto anda mal cá pelo Norte.

Quem tem gente desta para que é que precisa de jihadistas?

   JN – 24Mar2017 ás 21h38

1PBV5LWX.jpgO autor confesso de quatro pessoas em S. Veríssimo, Barcelos, entre as quais uma grávida, está indiciado por quatro crimes de homicídio qualificado e de um crime de aborto. Segundo fonte da Polícia Judiciária, o detido será ouvido na manhã de sábado no Tribunal de Braga para primeiro interrogatório judicial e aplicação das respetivas medidas de coação. Adelino Briote, de 62 anos, entregou-se às autoridades depois de ter esfaqueado todas as vítimas no pescoço. As vítimas são um casal de 84 anos (ele) e 80 (ela), uma mulher de 62 anos e outra mulher de 37 anos, grávida de sete meses. "Neste caso, como a gravidez era visível, além de que o alegado agressor era vizinho da vítima e como tal saberia perfeitamente do seu estado, penso que em causa estarão um crime de homicídio e um crime de aborto", referiu a fonte da PJ. O quádruplo homicida já teria prometido vingar-se dos vizinhos que testemunharam contra ele ou que se recusaram a depor em seu abono num processo em que foi condenado por violência doméstica. "Já tinha ameaçado que se vingaria", disse o presidente da Junta de Freguesia de S. Veríssimo, João Abreu, aos jornalistas. As agressões à filha e à sogra, com um ferro, registaram-se em março de 2015. Por esse processo, o homem foi condenado numa pena de prisão de três anos e dois meses, suspensa na sua execução, ficando em liberdade. Desde então, e segundo vários testemunhos recolhidos no local do quádruplo homicídio, o homem ameaçou vingar-se quer de quem se recusou a testemunhar em seu abono, quer de quem foi a tribunal dar conta de que presenciou as agressões. O comandante do destacamento da GNR de Barcelos disse que o homem já confessou os crimes. O caso passou, entretanto, para a alçada da Polícia Judiciária (PJ).

   Expresso – 25Mar2017 ás 13h52

O suspeito do quádruplo homicídio em São Veríssimo, Barcelos, vai ficar em prisão preventiva. Este sábado, o homem foi presente ao juiz no Tribunal de Braga. Apesar de já ter confessado a autoria do massacre, agora optou por não responder a qualquer pergunta. Está indiciado por quatro crimes de homicídio.

 

Isto será uma virose que anda aí?...

[Correio da Manhã – 25Mar2017 às 16h27] - Um homem com 50 anos assassinou a mulher à facada, este sábado, em Esmoriz, Ovar. A vítima tinha 51 anos e foi morta num quadro de violência doméstica. Homicida chamou os bombeiros e já foi detido pelas autoridades. O comandante dos bombeiros de Esmoriz, Artur Ferreira, acrescentou que a vítima apresentava "ferimentos nas costas e no abdómen" que levam a crer que a agressão foi feita com uma faca. Depois de cometer o crime, o homicida terá chamado os bombeiros, que, por sua vez, alertaram as autoridades. Os bombeiros ainda tentaram fazer manobras de reanimação, mas a vítima acabou por falecer. O homem entregou-se voluntariamente às autoridades e foi, no entretanto, detido.



Publicado por Tovi às 07:22
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Julho 2022
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Posts recentes

Morte trágica de uma meni...

Operação "Fim de Festa"

P r e o c u p a n t e ! ....

Todos muito jeitosos... a...

Será este o último capítu...

“Cowboyada” no Bairro da ...

Caso Maddie McCann… de no...

Será um vírus que anda aí...

Tragédia numa freguesia d...

Demorou um pouco... mas j...

A Máfia do Pinhal

A “praga” dos Ciganos Rom...

Início do julgamento de P...

Guimarães 2 – 0 Boavista

Banho de Sangue em Barcel...

Resposta do Iraque ao ult...

Pedro Dias entregou-se à ...

Encontrada criança desapa...

E já lá vai uma semana

O que se passou em Aguiar...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus