"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Segunda-feira, 5 de Fevereiro de 2024
Eleições Regionais nos Açores

Resultados finais (provisórios)

Captura de ecrã 2024-02-04 233843.png

Tenho uma dúvida: Esta vitória da coligação PSD+CDS+PPM irá ter influência nas Legislativas2024?... O que vocês acham?

  
Paulo NevesVentos de mudança. PNS já disse tudo: não querem o Chega no governo, mas também não viabilizam um governo da AD. Conclusão: o maior aliado dos socialistas é o Chega.
Júlio Gouveia
Paulo Neves se a direita tiver maioria e os socialistas não viabilizarem governo da AD , infelizmente que remédio vão ter eles senão aguentarem com o Chega. Ao fim e so cabo foi o que eles fizeram com a geringonça. É pegar ou largar: ou apoias ou levas com o Chegq . Há outra solução?
Fernando PeresAquando das últimas legislativas o PS levantou o problema das sondagens que nunca deram maioria ao PS resultado que veio a obter. Será que hoje também vão pedir a cabeça das mesmas agências de sondagens que nunca deram a vitória da AD, colocando sempre o PS á frente?
Paulo Teixeira
Fernando Peres boa malha Peres
Paulo NevesSim, as sondagens e os comentadores são também os derrotados da noite.

  Reação da AD
"Governarei com uma maioria relativa. É com este cenário que vou tentar a estabilidade governativa durante 4 anos", diz José Manuel Bolieiro. O líder da AD Açores diz que está feliz e alegre e refere que a AD aumentou 5297 votos. "É a crescer que vemos a confiança do povo, o povo adere em massa à nossa governação", disse. O vencedor das eleições acusa o PS de fazer coligação negativa e "ainda assim sair derrotado". "Bolieiro é, de facto, o vencer da noite. Obteve para esta coligação uma vitória que não alcançávamos há 32 anos. É uma inspiração para dia 10 de março", começa por dizer Luís Montenegro. "Estes resultados dão condições de governabilidade", afirma.

 Reação do PS Açores
Vasco Cordeiro começa por dizer que já felicitou José Manuel Bolieiro pela vitória da AD nas eleições. "Os votos são claros e evidentes. A minha candidatura não alcançou o sucesso que eu desejava", afirma. Acrescentou que todas as "decisões e reflexões" sobre este resultado "serão feitas no tempo e local próprio". 
Já Pedro Nuno Santos afirma que "quando o PS ganha, ganha todo o PS, e quando perde, perde todo o PS". O líder do PS afirma que quer estabilidade, com progresso social e económico. 

  Reação do Chega
André Ventura diz que o PS e a esquerda não terão a maioria parlamentar e, segundo o líder do Chega, "isso deve-se ao crescimento exponencial do Chega em todas a ilhas dos Açores, em São Miguel e Terceira, com maiores círculos eleitorais".  O Chega mais que duplicou os resultados das eleições de 2020. "Já felicitei o presidente e a equipa dos Açores pelo resultado obtido", diz André Ventura. "A partir de hoje, com estes resultados, o Chega começará a trabalhar em conjunto com o PSD para um governo com estabilidade nos Açores. Estamos em articulação para haver uma convergência durante 4 anos", afirma.

  
David Ribeiro
Uma leitura que se pode fazer destas eleições nos Açores é que cabe aos socialistas impedir que o governo minoritário dependa do Chega, mas, infelizmente, não parece ser assim que pensa Pedro Nuno Santos. Mas os Açores são dos açorianos e eles é que sabem.
Jorge Ferreira MarvãoDavid Ribeiro, a estabilidade do futuro governo da AD nos Açores depende, pura e simplesmente, da vontade de PNS. Vota com o Chega e impede a maioria de governar. É só escolher
Bernardo Sá Nogueira MergulhãoA sondagem que dava vitória do PS da RTP é que pelos vistos não. Não faço a mínima ideia. O Chega apesar de todo o esforço para se tornar relevante é um desperdício de voto, nem cheira-rá poder e ainda bem.
David RibeiroBernardo Sá Nogueira Mergulhão... no meu entender se a AD da Madeira cair na esparrela de aceitar o Chega para lhe garantir uma maioria absoluta no Parlamento Regional, deixa de ser "um desperdício de voto", mas é capaz de vir a ser a breve trecho um problema para PSD+CDS+PPM.
Júlio Gouveia
David Ribeiro estou em querer que o PAN votará a favor do orçamento. Eles só não queriam era o Albuquerqie.v Claro que fazer acordos com o Chega é um desastre nacional aqui no continente , mas como vai ser se a direita tiver maioria???? Quem governa?
Bernardo Sá Nogueira Mergulhão
David Ribeiro já respondeu a isso, não. Irá governar em minoria negociando. Agora democratas tem de demonstrar sê-lo.
Manuel Alexandre SollaA direita tem que ganhar juízo . Sei que é difícil . A Coligação teve mais 5000 votos mas mantém uma minoria de deputados . O resto são flores. 
Fernando Peres
Manuel Alexandre Solla tem uma minoria de deputados com 42% , faltam 3 deputados para a maioria absoluta, mas cá o Costa / PS tiveram maioria com 41 %!!! O sistema nos Acores com o círculo de compensação da representatividade aos partidos mais pequenos e faz com que todos os votos contém, mantendo a importância de todas as 9 ilhas. Ca em Portalegre só elegem 2 deputados e todos os votos sobrastes vão para o lixo!!!
Manuel Alexandre Solla
A governação nos Açores que ter sair do binómio : Coligação de Direita - PS . A alternativa terá de ser à esquerda . Esperemos que o PS aprenda alguma coisa . Os Açores não precisam de alternância mas sim de alternativa . Mais 4 anos perdidos.
David Ribeiro - .Meu caro amigo Manuel Alexandre Solla... não estou muito à vontade para falar da política açoriana, porque em boa verdade não estou a par de todos os dados, mas uma coisa me parece certa: há partidos, os mais pequenos, que ou não fizeram um bom trabalho nos últimos anos ou já não têm qualquer credibilidade.
Manuel Alexandre Solla
David Ribeiro - A boa política não se mede pela quantidade . Hitler subiu ao poder com o voto popular e deu no que deu ... Não é para comparar mas apenas para justificar que nem sempre o voto popular justifica as políticas que se seguem.
Paulo Teixeira
Manuel Alexandre Solla so mesmo tu. A esquerda tem o seu pior resultado e nem a esperança no faial salvou a noite. A esquerda esta fora de moda. Foi o que disse o povo ontem
João CerqueiraSim, tem influencia



Publicado por Tovi às 07:21
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 28 de Setembro de 2023
Encontrada solução governativa na Madeira

Captura de ecrã 2023-09-27 093337.png 

Não quero meter foice em seara alheia, mas dando uma voltinha pelas redes sociais vejo muita e boa gente da área política da coligação madeirense PSD-CDS altamente crítica deste "casamento".

 
Jorge Oliveira E Sousa
Seria bem melhor com a IL. Até porque depois no continente poderia haver coligação para as europeias e depois das autárquicas com PSD, CDS e IL abafando o Chega. Acredito que um CDS ressuscitado volta a ter no seu seio os militantes que fugiram para o partido de um homem só.
Paulo Neves
Então, onde está a autonomia? E leituras nacionais? Se assim for porque não perguntar:por onde anda A? Ele foi o culpado do resultado do PS na Madeira quando chamou Paulo Cafofo para o governo. Em 2019, Cafofo, que não era do PS, conseguiu o melhor resultado de sempre da oposição. Agora, lá voltaram eles à normalidade. Não é estranho que um partido ganhe eleições consecutivas há 50 anos?!!!! Se querem leituras nacionais é preciso falar disto tudo
David Ribeiro 
O que eu já me ri com esta notícia.
Captura de ecrã 2023-09-27 210334.png
Bernardo Sá Nogueira MergulhãoÉ, queriam fidelidade eterna a esquerda?o importante é governar como nos ensinou Costa.



Publicado por Tovi às 07:50
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos (1)

Segunda-feira, 25 de Setembro de 2023
Eleições Regionais na Madeira

mw-1920.webp

Vitória da coligação "Somos Madeira" - PSD+CDS - na Eleição para a Assembleia Legislativa da Região Autónoma da Madeira, mas sem a "prometida" maioria absoluta. 

 

  Resultados provisórios
PSD+CDS - 43,1%; 58.399 votos; 23 mandatos (-1 que em 2019)
PS - 21,3%; 28.844 votos; 11 mandatos (-8 que em 2019)
JPP - 11,0%; 14.933 votos; 5 mandatos (+2 que em 2019)
Chega - 8,9%; 12.028 votos; 4 mandatos (sem mandatos em 2019)
CDU - 2,7%; 3.677 votos; 1 mandato (o mesmo em 2019)
IL - 2,6%; 3.555 votos; 1 mandato (sem mandatos em 2019)
PAN - 2,3%; 3.046 votos; 1 mandato (sem mandatos em 2019)
BE - 2,2%; 3.036 votos; 1 mandato (sem mandatos em 2019)

 


Joaquim Figueiredo
Então não tinham garantido a maioria absolutissina?
David RibeiroE agora como é que vai ser?... é que Miguel Albuquerque disse que só formaria governo se "Somos Madeira" ganhasse com maioria absoluta.
Jose Pinto PaisDavid Ribeiro vai meter a viola ao saco. A sobranceria sempre deu nisto. Se ele vivesse no Porto sabia bem o que isso quer dizer
Júlio Gouveia
David Ribeiro peço desculpa mas tanto quanto ouvi e sei ele disse que não governaria sem maioria absoluta. Ora segundo parece já tem acordo com a IL e / ou PAN que já tem a geringonca com maioria absoluta . O Antonio Costa ensinou como se faz uma geringonça, agora queriam o quê??? Aliás o PSD pode ter perdido a maioria , alias já a tinha perdido em 2019 , mas ganhar com 43 % , ganhar todos os concelhos , ganhar 52 das 54 freguesias , ganhar as 3 maiores camaras que pertenciam aos socialistas ( Machico , Funchal e Porto Santo) se isto não é ganhar o que será???? Será que quem ganhou foi o PS , perdendo 8 deputados , ou será que foi o PC ou BE que com 2% ganharam e representam o povo???? Que povo??? Onde anda o AC????? Em 2019 quando tiveram bom resultado apareceu logo em todo o lado em todas as televisões. Agora ninguém sabe dele, mandou o secretario (adjunto). É mesmo uma palhaçada, a que este governo e partido já nos habituou.
David Ribeiro - Afinal Miguel Albuquerque não se demitiu e diz que já tem acordo que permite formar governo na Madeira e que vai torná-lo público nos próximos dias. IL e PAN estão na calha e Chega está excluído. Ficamos a aguardar. E já agora, que também não podemos esquecer: À esquerda do espectro político madeirense o PS teve uma hecatombe que permitiu a reentrada do Bloco, a manutenção de um deputado do PCP e o crescimento do Juntos Pelo Povo.



Publicado por Tovi às 07:26
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 9 de Maio de 2021
Eleições Regionais no Reino Unido

escócia.jpg
Na Escócia, a chefe do Governo Nicola Sturgeon, anunciou a vitória do seu partido SNP nas eleições regionais: "Haverá uma maioria pró-independência" no parlamento escocês. Nicola Surgeon ficou a um deputado da maioria absoluta. A primeira-ministra reafirma que "a Escócia tem o direito de decidir sobre o seu futuro quando a crise da covid-19 passar". O Partido Nacionalista Escocês (SNP) assegurou 64 dos 129 assentos da Assembleia regional e um quarto mandato consecutivo à frente do Governo autónomo, mas ficou a um lugar da maioria absoluta.

 

pais de gales.jpg
Mark Drakeford, primeiro-ministro do país de Gales, é um dos grandes vencedores das eleições britânicas da última quinta-feira. A boa gestão da pandemia deu uma vitória significativa aos Trabalhistas que conquistaram 30 dos 60 lugares que formam o Parlamento galês.



Publicado por Tovi às 10:12
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 15 de Fevereiro de 2021
Independentistas vencem eleições na Catalunha

Anotação 2021-02-15 104609.jpg
Os partidos independentistas da Catalunha conseguem a maioria no parlamento, após o ato eleitoral deste domingo. A Esquerda Republicana da Catalunha (ERC) e o Juntos pela Catalunha conseguem 65 lugares num parlamento de 135 assentos. Mas a grande vitória da noite vai para o Partido Socialista da Catalunha, liderado por Salvador Illa, que alcança o maior número de votos e o mesmo número de deputados (33) que a Esquerda Republicana da Catalunha e mais um que o Juntos pela Catalunha.

Os independentistas — ERC, JxC, Candidatura de Unidade Popular (CUP, esquerda radical) e Partido Democrata Catalão (nascido de uma cisão do JxC e sem deputados nesta eleição) — somam mais de 51% dos votos e 74 deputados, quando bastam 68 para a maioria absoluta.

A vitória dos socialistas catalães poderá vir a ser uma "vitória de Pirro", mas a verdade é que têm o maior número de votos e sobem mais 16 lugares no Parlamento.



Publicado por Tovi às 10:51
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 26 de Outubro de 2020
Eleições Regionais nos Açores

Açores 25out.jpg

Vejam no gráfico a comparação dos resultados eleitorais de 2012 e 2016, com uma sondagem recente e o resultado das Eleições Regionais nos Açores de ontem, 25out2020.

 

 
A propósito do resultado destas eleições na Região Autónoma dos Açores dizia ontem um amigo meu, com carradas de razão, que o PCP é um movimento institucionalista sobrevivente do PREC, mas que já perdeu a sua raiz operária e camponesa, ficando-se pelo funcionalismo público e pelo seu sindicalismo. E o BE é um partido classista e urbano, profundamente populista, uma espécie de salada (não russa) de caviar e outros géneros, com grandes contradições.



Publicado por Tovi às 09:11
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 23 de Setembro de 2019
Eleições Regionais na Madeira

Distribuicao-partidaria-madeira-FN.jpg

Vitória só teve o PSD, mas com o sabor amargo de ter perdido a maioria absoluta. BE foi à vida, CDU e CDS levaram um grande tombo (CDU de dois deputados para um; CDS de sete deputados para dois) e o PS teve uma subida considerável mas que soube a pouco. No meio disto tudo o CDS pode-se gabar de ser por ele que tem que passar o Governo da Madeira… e a “oposição” nem com geringonças lá vai.



Publicado por Tovi às 09:13
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 30 de Março de 2015
Eleições Regionais na Madeira

Madeira eleições Mar2015 a.jpg

Pois!... A vitória do PSD parecia-me óbvia, mas uma derrota tão grande do PS não sei se estaria nas previsões de muita gente.

 

  Comentários no Facebook

«Joaquim Leal» >> Pois foi, espero que o ps do largo do rato da capital do império tenho hoje aprendido alguma coisa porque não é liquido que isto em outubro vão ser favas contadas. Adivinho até que a desilusão acontecerá. No caso da Madeira apenas para dizer que Miguel Albuquerque não tem nada a ver com Alberto João Jardim, inimigos figadais, dizem. Acho que se abre de facto um novo ciclo. Um reparo: Não aprecio nada o facto do líder madeirense ser um "aventalado" ponto.

«Raul Vaz Osorio» >> Em Outubro vai ser um desastre. O PS ou perde ou ganha por um pelo e depois fica esta merda ingovernável a não ser que o centrão se una e então é que estamos mais uma vez lixados com F

«Joaquim Leal» >> eh eh eh. Raul Vaz Osorio, eu prevejo uma coligação ps-psd e até com o cds.

«Antonio Cardoso» >> O PS com esta gente está à espera de derrota sobre derrota. Enquanto não se renovar... Não é surpresa enquanto Lellos, Elisas e outros quejandos teimarem manter... Disseram-me que hoje [ontem] no Rivoli era um reviver do passado...

«Jorge Baldinho» >> E diziam mal do Seguro... Eu não sou PS mas até simpatizava com o homem por me parecer um "não alinhado"

«Pedro Simões» >> Eram estas as grandes vitorias que o Antonio Costa ia trazer e que justificaram a substituicao de Seguro apos as europeias? Eu diria que alguem se fosse coerente fazia as malas...

 

 E mais comentários no Facebook

«José Camilo» >> Fico com a sensação que ganhou o candidato e não o partido.

«David Ribeiro» >> Sim, é verdade, José Camilo, mas nos dias de hoje na hora de "botar o papelinho" cada vez mais os candidatos se confundem com os partido por que concorrem... e o contrário também é verdade.



Publicado por Tovi às 08:12
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Maio 2024
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Posts recentes

Eleições Regionais nos Aç...

Encontrada solução govern...

Eleições Regionais na Mad...

Eleições Regionais no Rei...

Independentistas vencem e...

Eleições Regionais nos Aç...

Eleições Regionais na Mad...

Eleições Regionais na Mad...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus