"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Sábado, 18 de Setembro de 2021
E assim vai o Afeganistão com os Talibã

  A Ministra das Relações Exteriores holandesa, Sigrid Kaag, acaba de se demitir do cargo na última quinta-feira (16set), após ter recebido fortes críticas do parlamento sobre a forma como tratou a crise afegã, agindo demasiado tarde relativamente à evacuação dos funcionários da embaixada dos Países Baixos em Cabul, deixando-os em "grave perigo" quando os militantes Talibã tomaram o controle do Afeganistão.
242249932_10220291190257775_1900910335632278941_n.

  Um dia após a saída da ministra das Relações Exteriores da Holanda a Ministra da Defesa holandesa também renunciou, devido à forma como o governo lidou com as evacuações do Afeganistão.
242210380_10220294332216322_8177283294507193084_n.

  A comunidade internacional não deve legitimar o governo dos Talibã antes que este demonstre que respeitará os direitos humanos de todos os afegãos.
242149948_10220291295540407_8074727351707885751_n.

  Não há dúvida que o controle dos Talibã sobre todo o Afeganistão vai remodelar o Oriente Médio por muitos anos e já podemos considerar que foi uma vitória do Paquistão e um novo âmbito de oportunidades para a China, enquanto o papel dos EUA passará a ser mínimo. Se houver uma luta geopolítica pelo Afeganistão, vamos ver o Paquistão e a China de um lado e a Índia, o Irão e a Rússia do outro.
242177581_10220293303710610_5512881792301358885_n.

  Desde que os Talibã reivindicaram "controle total" sobre o Vale Panjshir no nordeste do Afeganistão no início deste mês, o grupo tem vindo a ser acusado de "atrocidades generalizadas", forçando muitos afegãos a fugir da província, o último enclave remanescente de resistência contra o governo instalado em Cabul.
242233749_10220294347376701_7018476134888420414_n.

  Contado ninguém acredita… mas é verdade: Os governantes Talibã do Afeganistão criaram um ministério para a "Propagação da Virtude e a Prevenção do Vício" no prédio que antes abrigava o Ministério dos Assuntos da Mulher.
Captura de ecrã 2021-09-18 163217.jpg

 Segundo meios de comunicação social iranianos duas explosões atingiram hoje (18set2021) a capital do Afeganistão, uma das quais deixou várias pessoas feridas. A primeira explosão ocorreu em Dasht-e-Barchi, um distrito de Cabul, provocando vários feridos. A segunda explosão registrou-se num outro bairro do mesmo distrito e, por enquanto, não há informações sobre feridos.
Captura de ecrã 2021-09-18 164507.jpg




Sábado, 11 de Setembro de 2021
Cronograma do 11 de setembro de 2001

Foi há 20 anos... nos EUA  

11set.jpg

 


Neste dia e à hora em que dois aviões colidiram com as Torres Gémeas do World Trade Center, estava eu e alguns membros da Direção do Clube Português de Canicultura a almoçar no Restaurante Marisqueira Gambamar, na cidade do Porto, com uma delegação da Fédération Cynologique Internationale que se tinha deslocado a Portugal para visitar o Pavilhão Rosa Mota onde o CPC ia realizar nos dias 5, 6 e 7 de Outubro o Campeonato do Mundo de Agility desse ano. Durante toda a tarde fomos acompanhando os relatos que os diferentes canais televisivos nos iam dando e os delegados da FCI contactavam constantemente os seus países tentando saber algo mais do que nós lhes íamos transmitindo. Foi um dia difícil este em que o Mundo se viu confrontado com uma ação do terrorismo internacional em pleno coração da América.

  Vicente Ferreira da SilvaHá vinte anos estava a caminho da biblioteca da universidade. Preparava-me para subir notas e tinha combinado ajudar uns colegas na preparação para as frequências. Na altura frequentava Estudos Europeus, um curso que tinha política e relações internacionais como base transversal. Gosto de caminhar e como o dia estava bom fui a pé. Comecei a aperceber-me que algo estava errado ao chegar à Praça Carlos Alberto. Essa dúvida transformou-se em certeza em Santa Catarina. Independentemente da rua, independentemente das lojas, todas das televisões mostravam a mesma coisa: uma imagem estática das torres gémeas com uma coluna de fumo a crescer. Definitivamente, algo estava errado. E a estranheza assumiu outra dimensão quando vi a azáfama que crescia entre os turistas que estavam no Café Majestic. Aproximei-me duma televisão no momento em que o segundo avião atinge o World Trade Center. Já não fui para a universidade. Dei meia-volta e voltei para casa. O mundo ia mudar e ter mais informação era a prioridade. No regresso a casa, uma miríade de pensamentos e de pensadores, relacionados com o mesmo tema – o binómio liberdade e segurança –, assaltou-me a mente. Franklin, Adams, Jefferson e Acton foram alguns dos nomes. E a certeza que começou a crescer em mim foi de que o pendor da balança seria da segurança. Sete mil trezentos e cinco dias decorreram entretanto. E não há qualquer dúvida que o percurso da história da humanidade foi alterado nesse fatídico dia.



Publicado por Tovi às 07:14
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 31 de Agosto de 2021
Rambo III... filme de 1988 com Sylvester Stallone
Lembram-se deste filme?... Os russos eram os maus e o e os norte-americanos, aliados aos afegãos, eram os bons. A evolução dos acontecimentos históricos é muito interessante.
8e00b3be2db13f62273fedccbcaccec7-2.jpg
Rambo está na fronteira com o Paquistão. Ao seu lado, o afegão que o ajuda a entrar no território afegão explica que muitos já haviam tentado conquistar o país e falhado: Alexandre, o Grande, Gengis Khan, o Reino Unido — e, agora, era a vez dos soviéticos.

Ele comenta então que os afegãos são um povo que luta bravamente e que nunca será derrotado: "Um antigo inimigo fez uma oração. Ela diz: 'Meu Deus, livrai-nos dos venenos das cobras, do dente do tigre e da vingança dos afegãos'. Entendeu o que significa?".
Rambo responde: "Que vocês não se rendem por nada".

 

  O último avião das forças militares dos Estados Unidos, um Boeing C-17 Globemaster III, descolou do aeroporto de Cabul às 20h29 de ontem (30ago2021), abandonando o Afeganistão após 20 anos de guerra. A bordo deste último voo que partiu do aeroporto do Cabul seguiram militares e alguns representantes diplomáticos dos EUA.
img_900x508$2021_08_28_21_35_34_1075232.jpg

 

   Já me começaram a mandar “bocas foleiras” sobre eu publicar tanta coisa sobre o Afeganistão e antes que me comecem a apedrejar, forma de mostrar descontentamento tão em uso pelos Talibã, digo-vos que é assunto que sempre me interessou e que as fontes consultadas por mim para dizer o que tenho vindo a publicar são: “Al Jazeera”, “AFP News Agency”, “BBC News”, "CNN", “Sputnik” e alguma comunicação social nacional.
istockphoto-952123226-1024x1024.jpg

Vicente Ferreira da Silva - David, não ligue e continue a escrever o que pensa.
Carla Afonso Leitão - Seja sempre igual a si mesmo! Grande David! Beijinho.
Jorge Veiga - Há sempre alguém que manda bocas, seja qual for o tema.
João Moura Cunha Barbosa - Acompanhar os temas atuais e não mandar umas bocas, é como ver um jogo de futebol sem golos.
Sofia Mexia Alves - Obrigada pelas suas publicações, muito me tem servido como fonte de informação! É sim um assunto importantíssimo, não só pelas possíveis consequências políticas, mas em especial pelo sofrimento e dor que provoca as populações em risco!
Da Mota Veiga Suzette - Gosto muito de ser informada por varias fontes para perceber melhor a raiz dos problemas.
Vale Dos Princípes - Agradeço as suas publicações, pois para mim que nem sempre vejo Tv, são fonte de informação. Como tal ... uma vez mais obrigado

 

   Afeganistão, uma fonte de riquezas minerais
As reservas minerais no Afeganistão eram avaliadas em 2010, pelo Departamento de Defesa dos EUA, em 3 triliões de USDollars. O país continua um dos mais pobres do mundo, mas os Talibã sabem bem o tesouro em minerais que têm a nível mundial. Veremos como o próximo poder político irá num futuro próximo implementar e desenvolver a mineração desta riqueza.
(Na imagem os dados representam depósitos confirmados, enquanto sua quantidade real pode ser ainda maior)
riquizas 01.jpg



Publicado por Tovi às 07:38
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 29 de Agosto de 2021
O Afeganistão pelos olhos de um militar português

Coronel-Jorge-Torres-no-Afeganistão-768x512.jpg

Num artigo de Ana Tulha publicado no “Notícias Magazine” de 25ago2021, Jorge Torres, coronel do Exército português que no último ano foi o Representante Nacional Sénior na Resolute Support Mission, missão da NATO no Afeganistão que tinha como principais objetivos o treino, aconselhamento e assistência das forças afegãs, começa por realçar que de 2012 (primeira vez em que esteve no Afeganistão) para 2020 notou “uma evolução em termos de capacitação das forças afegãs”. Mas então como se explica que não tenham sequer sido uma posição de resistência? O atual comandante do Regimento de Infantaria 19, em Chaves, não responde diretamente à questão. Destaca, no entanto, vários aspetos que nos podem ajudar a uma leitura mais profunda. Desde logo a viragem que houve em 2014. “Até aí houve um enorme esforço feito pela comunidade internacional, no sentido de garantir que havia um ambiente seguro para que as instituições do país se levantassem e consolidassem. A partir desse ano, a liderança passou para os afegãos e a comunidade internacional passou apenas a apoiar essas estruturas. Além disso, a parte do treino e levantamento do Exército foi considerada consolidada e o trabalho passou a focar-se mais no treino das forças especiais. Depois, é preciso ver que a capacidade de um exército não é só o músculo, há outros vetores não tangíveis que são fundamentais. Um deles é a capacidade de liderança.”

 


afeganistao_mapa-738727.jpg
O Ocidente e especialmente os EUA, devem tirar ilações depois do que aconteceu no Iraque, na Líbia e agora da situação no Afeganistão. Tentar impor um sistema de valores alheio é criar situações explosivas. Há muito que se falava que os representantes do governo do Afeganistão colocavam no bolso parte da assistência internacional ou a enviavam para contas offshore. Mas insistiu-se em “apoiar” um governo corrupto e “equipar” e “treinar” forças da ordem que se borrifavam para aquilo para que tinham sido criadas. E agora?... Tudo vai depender, em primeiro lugar, daquilo que decidirem Rússia e China, bem como Paquistão, Irão, Índia e outros países asiáticos.

 


transferir.jpg
Os Estados Unidos anunciaram ontem (28ago2021) terem realizado um ataque aéreo com drone, na província afegã de Nangarhar [leste], contra membros do grupo jiadista Estado Islâmico da Província de Khorasan (ISIS-K, Daesh-K, ou ISKP na sigla em inglês) no Afeganistão, grupo rebelde que reivindicou o atentado terrorista no aeroporto de Cabul. Parece não ter havido “qualquer vítima civil” mas “matámos o alvo” (dois foram mortos, e um foi ferido), segundo o porta-voz do Comando Central dos Estados Unidos, Bill Urban.

António Conceição - Asneira da grossa. O problema do ocidente (leia-se, dos EUA) tem sido ir para o médio oriente fazer Justiça. É um erro. A nossa estratégia deve ser o fomento das rivalidades islâmicas, deixando que as várias facções se matem fraternalmente umas às outras e se entretenham entre elas. Bombardear o Daesh-K não contribui para esta estratégia. Contribui apenas para enfraquecer este grupo, dando força aos Talibãs. Isto não faz sentido. Só faria, se os talibãs fossem nossos amigos ou aliados. Não são. São nossos inimigos, como o Daesh-K. Portanto, a nossa política sensata é manter equilibrada rivalidade entre esses grupos, sem dar superioridade a nenhum.
David Ribeiro - Como já aqui disse, António Conceição, o Ocidente e especialmente os EUA, ainda não tiraram ilações depois do que aconteceu no Iraque, na Líbia e agora da situação no Afeganistão. Tentar impor um sistema de valores alheio é criar situações explosivas. E não esquecer que na região tudo vai depender, em primeiro lugar, daquilo que decidirem Rússia e China, bem como Paquistão, Irão, Índia e outros países asiáticos.
Chico Gouveia - Já se sabia que os EUA iam sair de lá por terra, mas voltariam pelo ar. Não se esperava é que fosse tão cedo.
Da Mota Veiga Suzette - Já se sabe: guerra gera guerra. Cada vez mais dicicil encontrar um caminho para a paz. A China e os Russos tem um certo interesse neste conflito e esperam conseguir disfarçar uma armadilha para os USA.

 

   Notícias de há momentos... 14h00 de 29ago2021

Segundo a "BBC", uma fonte do Ministério da Saúde confirmou que houve, de facto, uma explosão na área e terá sido causada por um rocket que atingiu uma casa perto do aeroporto. Por sua vez, a agência Reuters avança que os EUA realizaram um ataque aéreo em Cabul. O alvo seria um possível carro-bomba suicida que visava atacar o aeroporto. A "CNN" corrobora esta versão, acrescentando que uma explosão secundária significativa no veículo indicou uma quantidade substancial de material explosivo. Um porta-voz dos talibã também confirmou que o ataque aéreo dos EUA tinha como alvo um bombista-suicida suspeito, que viajava num carro, de acordo com a agência de notícias Associated Press (AP). Posteriormente veio a saber-se que dez pessoas de um bairro de Cabul, incluindo crianças, foram mortas neste ataque de drone dos EUA, tendo Washington afirmado que os combatentes do ISKP eram o alvo.
Al Jazeera 14h30 de 29ago2021 .jpg

 

   Al Jazeera, 07h40 de 30ago2021
Cerca de 500 soldados de infantaria motorizada russa estão a realizar exercícios nas montanhas do Tadjiquistão no contexto de instabilidade no vizinho Afeganistão. Todos os militares envolvidos no exercício vêm da base militar russa no Tadjiquistão, segundo informação do comando do Distrito Militar Central. Este exercício é o terceiro executado pela Rússia perto da fronteira com o Afeganistão neste mês. No mês que vem, um bloco de segurança liderado pela Rússia realizará outro exercício no Quirguistão, que abriga uma base aérea militar russa
size_960_16_9_exercito_russo.jpg



Publicado por Tovi às 07:18
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 26 de Agosto de 2021
O “negócio” dos opiáceos no Afeganistão

Captura de ecrã 2021-08-24 112023.jpg

A plantação da papoila no Afeganistão é de há muito uma produção de relevância e até hoje este país da Ásia Central continua a ser o maior fornecedor de opiáceos ilícitos do mundo, o que não deve mudar no futuro próximo com a retoma do poder pelos Talibã. A ONU estima que com este comércio de drogas só os rebeldes afegãos tenham lucrado mais de 400 milhões de dólares americanos entre 2018 e 2019, tendo em 2004 o Afeganistão sido o responsável por 86% do ópio usado em todo o mundo na produção de heroína. Outros grandes produtores são o Paquistão e a região do Triângulo Dourado (Birmânia, Tailândia, Vietname, Laos e a província de Yunnan, na China).

 

  
Captura de ecrã 2021-08-25 211349.jpgNesta quarta-feira (25ago2021), os presidentes da Rússia e da China discutiram sobre a posição dos seus países perante a situação atual do Afeganistão. Vladimir Putin e Xi Jinping estão dispostos a aumentar esforços na luta contra a ameaça terrorista e contra o tráfico de drogas no Afeganistão. Os dois líderes sublinharam a importância de ser estabelecida a paz no país em causa, bem como prevenir que sua instabilidade se propague para as regiões vizinhas. Xi Jinping, no entanto, reiterou que a China irá adotar uma posição de não-interferência, respeitando a independência e soberania do Afeganistão. O presidente russo mostrou estar de acordo, afirmando que está disposto a trabalhar com Pequim para impedir forças estrangeiras de interferir e destruir este país da Ásia Central.

O Primeiro-Ministro do Paquistão Imran Khan e o presidente russo Vladimir Putin também falaram no dia de ontem sobre o conflito do Afeganistão. Para Imran Khan um Afeganistão pacífico, seguro e estável é de vital importância para o Paquistão e para estabilidade regional.

 

   Lusa, 09h20 de 26ago2021
Na quarta-feira à noite os Estados Unidos, Reino Unido e Austrália apelaram aos cidadãos para saírem do aeroporto de Cabul devido a "ameaças terroristas", quando milhares de pessoas continuam a chegar ao aeroporto para tentar fugir do país. As pessoas que se encontram no aeroporto sobretudo "nas entradas leste e norte devem sair imediatamente", disse o Departamento de Estado norte-americano, citando "ameaças à segurança". A diplomacia australiana alertou para uma "ameaça muito elevada de ataque terrorista", enquanto Londres emitiu um aviso semelhante.

  
Captura de ecrã 2021-08-26 182406.jpgPoucas horas depois do aviso de ameaça terrorista emitido pelos EUA, Reino Unido e Austrália, duas explosões junto ao aeroporto de Cabul fizeram, pelo menos, 13 mortos, avança a imprensa internacional, que cita fontes talibã. Haverá mulheres e crianças entre as vítimas. A primeira explosão terá sido causada por um homem-bomba e a segunda ocorreu perto do Hotel Baron, em frente ao aeroporto e foi causada pela explosão de um carro. No centro das suspeitas acerca da autoria das explosões está o “Estado Islâmico - Província Khorasan” (Daesh-K), um braço da organização terrorista que está ativo no Afeganistão, e que se posiciona no terreno como um inimigo dos talibã. O jornal britânico “The Guardian” refere que o embaixador dos EUA em Cabul confidenciou a funcionários seus a existência de quatro norte-americanos mortos. O jornal “The Washington Post”, citado pela Lusa, refere que se trata de quatro fuzileiros norte-americanos.


O Pentágono acaba de confirmar, em conferência de imprensa, que pelo menos 12 militares dos EUA morreram - 11 fuzileiros dos Estados Unidos ('marines') e um médico da Marinha - esta quinta-feira, nos atentados suicidas que tiveram lugar junto ao Aeroporto de Cabul, no Afeganistão. Outros 15 militares norte-americanos ficaram feridos.

 
Segundo as últimas informações da equipa da Al Jazeera no Afeganistão, pelo menos 110 pessoas morreram nas duas explosões ocorridas no exterior do aeroporto de Cabul, incluindo 13 soldados dos EUA.

   Vejam quem é o grupo Estado Islâmico-Khorasan
Captura de ecrã 2021-08-27 140659.jpgO duplo atentado suicida junto do aeroporto de Cabul foi o primeiro golpe do grupo Estado Islâmico-Khorasan (EI-K) contra os Talibã, que assumiram o controle do Afeganistão em 15 de agosto. Khorasan é o nome da uma antiga região que englobava parte da Ásia Central e da Índia. O braço afegão do grupo Estado Islâmico nasceu quando o movimento era visado na Síria e no Iraque pela coligação ocidental liderada pelos Estados Unidos. É principalmente integrado por ex-membros talibã paquistaneses e afegãos e conseguiu recrutar facilmente jovens radicalizados do Afeganistão, que serviu de base durante anos para a rede Al-Qaeda e onde o grupo Estado Islâmico se enraizou, aproveitando-se do caos reinante. Com a nova geração de jihadistas, o EI-K ganhou ainda mais terreno. “Os dois grupos são sunitas, mas não têm a mesma agenda", afirmou Didier Billion, diretor-adjunto do Instituto de Relações Internacionais e Estratégicas francês (Iris), em entrevista ao jornal Le Parisien desta sexta-feira (27ago).



Publicado por Tovi às 07:31
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 17 de Agosto de 2021
O primeiro rescaldo da vitória Talibã no Afeganistão

300px-AFG-IRAN_border_map.jpg

A fronteira entre o Irão e o Afeganistão é uma linha de 936 km de extensão, sentido norte-sul, e não me devo enganar muito ao afirmar que é aqui que se irá disputar a próxima “guerra” entre xiitas e sunitas. Durante este mês de agosto e com a evidência dos Talibã chegarem rapidamente ao poder no Afeganistão, o Irão já tinha encerrado as suas fronteiras no sudoeste do país.

 
Vicente Ferreira da Silva - David Ribeiro 
é perfeitamente plausível.
Nikdel Farhad - David Ribeiro… Não é uma guerra xiita-sunita! É uma guerra étnica, os pashtuns contra o resto (falantes de persa), infelizmente o governo revolucionário do Irã está mais interessado em manter inimizade com os Estados Unidos do que em apoiar seus compatriotas!
David Ribeiro - Meu caro Nikdel Farhad... não será AINDA uma guerra xiita-sunita, mas esperemos para conhecer quem apoia quem e depois veremos.
Nikdel Farhad - David Ribeiro… Você é sábio. 1. Acabei de ler que o filho de Ahmad Shah Massoud veio a Panjshir e começou a criar milícias de resistência contra o Talibã com o apoio do Irão. 2. O Irão chama Fatemion de volta da Síria (milícia xiita Afgan na Síria). 3. Irão acredita que o Talibã e todos os grupos terroristas são apoiados com dinheiro saudita ... vamos ver.

 

  10h04 de 16ago2021 - Aeroporto de Cabul
16ago 10h00.jpg

 

   12h30 de 16ago2021 - SIC Notícias
Doze portugueses abandonaram o Afeganistão nos últimos dias, mas quatro ainda estão no país. Todos trabalhavam no aeroporto de Cabul, na segurança e na delegação da União Europeia. A Secretaria de Estado das Comunidades está a acompanhar a retiradas dos portugueses pelas Forças Internacionais. A informação obtida até ao momento por parte da embaixada em Islamabad é que estão bem.
Captura de ecrã 2021-08-16 133051.jpg

 

   13h02 de 16ago2021 - Al Jazeera
Acaba de se saber que um jato militar afegão cai no Uzbequistão.
Relatório: Um jato militar afegão caiu após cruzar a fronteira com o Uzbequistão e seu piloto foi ejetado e sobreviveu, disse o Ministério da Defesa do Uzbequistão. O jato caiu na noite de domingo na província de Surxondaryo, no extremo sul do Uzbequistão, adjacente ao Afeganistão. A agência de notícias russa RIA cita o ministério da defesa do Uzbequistão dizendo que o piloto foi ejetado e ficou ferido. Mais tarde, o ministério disse que as defesas aéreas do Uzbequistão derrubaram o jato enquanto ele tentava violar a fronteira.
uzbquistao.jpg

 

   17h10 de 16ago2921 - AFP
Sim, a Rússia já não é um inimigo... mas o Irão, ali mesmo ao lado, já se está a posicionar e dizem que já criou milícias para combaterem os Talibã - ou seja, a eterna "guerra" entre xiitas e sunitas.
Captura de ecrã 2021-08-17 110902.jpg

 

   00h00 de 17ago2921 - Expresso 
Captura de ecrã 2021-08-17 012007.jpg

 

   00h17 de 17ago2021 - Obervador
"O fim da Pax Americana?” – Artigo de Vicente Ferreira da Silva
Captura de ecrã 2021-08-17 112439.jpg

 

   16h30 de 17ago2021 - TVI 24

Captura de ecrã 2021-08-17 170411.jpg

O que os Talibã afirmaram hoje, na primeira conferência de imprensa:
- Não vamos permitir que ninguém seja magoado no nosso território.
- Queremos garantir a segurança das embaixadas e organizações internacionais em Cabul. O nosso plano era parar às portas de Cabul depois de capturar o resto das áreas para que a transição fosse pacífica, mas, infelizmente, o Governo anterior foi incompetente. Não conseguiram fornecer segurança. Forneceremos segurança a todas as organizações estrangeiras agora. Não procuramos nenhum inimigo, seja dentro ou fora do Afeganistão. Perdoamos todos aqueles que lutaram contra nós. As animosidades chegaram ao fim.
- As nossas mulheres têm direitos e poderão beneficiar desses direitos. Têm o direito de participar na educação, na saúde e em outras áreas (...) Serão muito ativas na sociedade, mas dentro da estrutura do islamismo.

  Transcript of Taliban’s first news conference in Kabul



Publicado por Tovi às 07:35
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 15 de Agosto de 2021
Os Talibã chegaram a Cabul

  20h30 15ago2021
Os talibã entraram no palácio presidencial do Afeganistão em Cabul
Captura de ecrã 2021-08-15 213425.jpg

 

  15h00 15ago2021 - Al Jazeera / Reuters
Captura de ecrã 2021-08-15 160555.jpg

 

  10h00 15ago2021 - Em direto no canal televisivo da Al Jazeera. Não vos faz lembrar Saigão em 30 de abril de 1975?
Captura de ecrã 2021-08-15 110258.jpg

 

   Notícias desta manhã - Al Jazeera
Negociadores talibã estão a discutir uma ′′transferência de poder′′ com os funcionários do governo afegão.
Fonte talibã confirmou à Al Jazeera que o grupo entrou em Cabul. ′′Estão pedindo a todos que fiquem tranquilos, que eles vêm com uma mensagem de paz”.
O Afeganistão terá uma ′′transferência pacífica de poder′′ para um governo transitório, diz o ministro do interior afegão Abdul Sattar Mirzakwal.
A liderança talibã disse em comunicado que instruíram as suas forças para não cruzarem os portões de Cabul e tomarem a cidade à força: "As negociações estão em andamento para garantir que o processo de transição seja concluído de forma segura".
Captura de ecrã 2021-08-15 102301.jpg

Adao Fernando Batista Bastos - A verdade escondida? Estranha a passividade do governo afegão!
David Ribeiro - A "passividade" do governo afegão, Adao Fernando Batista Bastos, deve-se á falta de tropas americanas (+ algumas da UE) para os protegerem. O presidente Ahsraf Ghani nunca foi além de um joguete nas mãos dos EUA.
Adao Fernando Batista Bastos - David Ribeiro pois, americanos que dizem deixar os afegãos bem equipados e treinados!
David Ribeiro - Dinheirinho dos impostos de muitos ocidentais foi atirado à corrupção dos batalhões de um pretenso exército. E nas fileiras desse exército haverá certamente também muitos que aguardavam há muito a chegada dos Talibã, meu caro amigo Adao Fernando Batista Bastos.
Serafim Nunes
Há vinte anos atrás fizeram a merda que fizeram. Arrasaram o Iraque com base numa mentira pela qual mereciam ter sido julgados como criminosos de guerra (Bush, Blair, Barroso, Aznar e mais uns quantos); libertaram as forças mais obscuras no Afeganistão e anunciaram uma primavera árabe que fragmentou e desestabilizou ainda mais uma região já de si instável. Pelo caminho mantiveram intocável o principal foco desse obscurantismo, os seus amigos dos petrodolares, com a Arábia Saudita à cabeça, e reforçaram e consolidaram o expansionismo sionista. Ouço agora que a Turquia vai ter de se haver com cerca de um milhão de refugiados afegãos. Que, muito provavelmente, repassará aos europeus. Os quais, muito provavelmente, dirão que não é consigo. Não obstante terem, como se referiu, fortes responsabilidades em todo o sucedido. Pena que o médio oriente não faça fronteira com os USA. Talvez fossem mais prudentes nas suas aventuras. Bardamerda!

 


Armamento americano nas mão dos Talibã.jpg

 


ministro sai do afeganistão.jpg

 


exercito portugues vs afegão.jpg



Publicado por Tovi às 08:31
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 13 de Agosto de 2021
A origem e passado recente dos Talibã
   Texto com base em informação recolhida na Wikipédia
Talibã - nas línguas faladas no Afeganistão (o persa moderno e o afegão), talib significa "estudante" - é um movimento fundamentalista islâmico que se difundiu no Paquistão e, sobretudo, no Afeganistão, a partir de 1994 e que governou efetivamente cerca de três quartos do Afeganistão entre 1996 e 2001, apesar de seu governo ter sido reconhecido por apenas três países: Emirados Árabes Unidos, Arábia Saudita e Paquistão.
No Outono de 1994, 40 a 50 estudantes muçulmanos, insatisfeitos com o caos do país, reuniram-se em Sansigar, a cerca de 40 quilómetros de Khandahar, com as duas principais figuras, o Mulá Abdul Salam Zaeef e Mohammed Omar, com a ideia de desarmar os bandos, acabar com os crimes e estabelecer a Xaria (o corpo da lei religiosa islâmica). Nomearam Mohammed Omar como seu comandante. Assim foi o começo modesto dos Talibã, mas a verdade é que na noite seguinte, surpreendentemente, já a BBC (em pachtun) anunciava o encontro. Seus membros mais influentes eram ulemás (isto é, teólogos) nas suas vilas natais e o grupo tinha apenas algumas armas, velhas motocicletas russas e quase nenhum dinheiro. O movimento poderia ter morrido no berço, não fosse o grande apoio da população local. Dentro de poucos dias já eram mais de 400 combatentes. Em 12 de Outubro de 1994, um grupo de 200 Talibã assumiu, em cerca de quinze minutos, o controle de Spin Boldak, na fronteira entre o Afeganistão e o Paquistão, um importante posto alfandegário no lucrativo comercio de camiões. Após essa vitória, o Paquistão intensificou a ajuda ao movimento, principalmente por meio de Nasrullah Babar, um integrante da etnia pachtun que era Ministro do Interior. Nos motivos deste apoio aos Talibã, estava a crença na sua capacidade de restaurar a ordem nas estradas afegãs e de estabelecer um governo estável, que viabilizaria a construção de um possível gasoduto, podendo ser seu aliado nas suas disputas contra a Índia. Subiram ao poder depois de derrotar o presidente Burhanuddin Rabbani e seu chefe militar, Ahmad Shah Massoud, tendo ocupado a capital, Cabul, em 27 de setembro de 1996, após meses de bombardeamentos desde o inverno de 1995.
Logo após tomar Cabul, os Talibã impuseram a sua versão do sistema islâmico. Todas as mulheres foram proibidas de trabalhar, as escolas femininas foram fechadas e as mulheres foram obrigadas a tapar-se da cabeça aos pés. Foi nesta altura que os Talibã destruíram inúmeros monumentos, incluindo os famosos Budas de Bamiyan, com 1.500 anos de idade.
Após o ataque terrorista às Torres Gêmeas em Nova York constava-se que os Talibã tinham dado refúgio a Osama bin Laden e por isso as forças dos Estados Unidos atacaram o país, derrubaram o regime talibã e favoreceram, com o apoio de outros países, a instalação do governo liderado por Hamid Karzai. No entanto os Talibã foram recuperando forças, obtiveram um certo nível de controle político e aceitação na região de fronteira com o Paquistão e iniciaram uma insurgência contra os Estados Unidos e contra o governo afegão constituído após as eleições gerais.
Desde 14 de Abril de 2021, quando o Presidente dos EUA Joe Biden anunciou a retirada de todas as tropas americanas do Afeganistão, os Talibã têm vindo a assumir o controlo de mais de 50 distritos.

Captura de ecrã 2021-08-13 192533.jpg

 

   Reuters, 03h36 de 13ago2021
EUA e Reino Unido vão deslocar a partir do Kuwait uma força de 3.500 a 4.000 soldados para apoiar a retirada dos funcionários da embaixada americana em Cabul e ajudar a retirar do país cidadãos afegãos que trabalhavam para as forças americanas e britânicas, numa altura em que os Talibã continuam a avançar e a capturar cidades importantes do país. 
Captura de ecrã 2021-08-13 115032.jpg

 

   Press TV, 22h59 de 13ago2021
Não há dúvida que o Irão vai ter uma importante palavra a dizer na atual crise no Afeganistão, pelo que não é de estranhar que o Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês) já tenha declarado no dia de hoje que a fronteira iraniana com o Afeganistão está segura e com a polícia e o Exército em prontidão total na região. O major-general Hossein Salami Salami, comandante do IRGC, afirmou que "as pessoas não se devem preocupar, pois o alcance das nossas observações vai além das fronteiras e estamos monitorizando e controlando todos os desenvolvimentos no país vizinho".
Captura de ecrã 2021-08-14 153700.jpg

 

   Al Jazeera, 23h00 de 13ago2021
Guterres exortou todas as partes a fazerem mais para proteger os civis... mas este apelo é capaz de já vir tarde.
Captura de ecrã 2021-08-14 101836.jpg



Publicado por Tovi às 10:09
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 11 de Agosto de 2021
Situação dramática no Afeganistão

f096a8c26891aaee5be1c4394c93a2e5.jpg

Milhares de afegãos que serviram as tropas e diplomatas norte-americanos nestes últimos vinte anos estão em risco de vida com o alastrar da “conquista” Talibã a todas as províncias do Afeganistão. Foi criada a “Operação Refúgio dos Aliados” que pretende retirar do país cerca de 50 mil pessoas, mas até à data unicamente 200 afegãos chegaram de avião na madrugada da última sexta-feira aos Estados Unidos.

 

   Al Jazeera, 21h00 de 10ago2021
10set 21h00.jpg

 

   AFP News Agency, 09h11 de 11ago2021
talibã 11ago9h10.jpg

 

   Lembram-se do que aconteceu no Vietname do Sul, em abril de 1975, quando Gerald Ford mandou as tropas e funcionários dos EUA abandonarem Saigão?... Pois é o mesmo que vai acontecer a muitos afegãos depois de Joe Biden, não se arrependendo da sua decisão de retirar tropas do Afeganistão e uma vez que os talibã mantêm o controlo de 65% do país, ter afirmado hoje “they've got to fight for themselves”.
https___d1e00ek4ebabms.cloudfront.net_production_4


Jorge Veiga - Pois dão-lhes cobertura da USAF. Pois dão-lhes material de guerra. Pois até lhes pagam os ordenados aos militares. Ao menos que lutem pela terra deles.
David Ribeiro - Jorge Veiga... mas o problema está nos vários milhares de civis que trabalharam para os americanos, militares e pessoal diplomático acreditado em Cabul. Vão todos ser executados, incluindo familiares mais próximos, tal-e-qual aconteceu em Saigão.
Jorge Veiga - David Ribeiro… pois eu sei. Que se alistem no exército e ao menos terão uma fusca.
Rui Lima - Vai acontecer o mesmo que aconteceu ás tropas africanas que combateram do nosso lado em Guiné, Angola e Moçambique e ninguém se preocupou nem na altura nem hoje!

 

   Al Jazeera, 18h45 de 11ago2021
11set 23h00.jpg

 

   Al Jazeera, 11h00 de 12ago2021
12ago 14h00.jpg



Publicado por Tovi às 07:53
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 7 de Agosto de 2021
Captura de Zaranj pelos rebeldes Talibã

Captura de ecrã 2021-08-06 215020.jpg

Na tarde de ontem (6ago2021) rebeldes Talibã capturaram a cidade de Zaranj (49.851 habitantes em 2015), capital da província de Nimroz, no sudoeste do Afeganistão, numa ofensiva que não teve resposta das forças governamentais, não sendo ainda claro se as forças de segurança locais fugiram ou desertaram para os Talibã. 

Com a invasão do Afeganistão pelos Estados Unidos em 2001, após os ataques de 11 de setembro em solo americano, os Talibã foram retirados do poder, mas este grupo fundamentalista islâmico tem vindo a conquistar uma série de vitórias no campo de batalha nas últimas semanas, garantindo já o controle de passagens cruciais da fronteira com o Irão, Uzbequistão, Tajiquistão e Paquistão, enquanto as forças estrangeiras lideradas pelos Estados Unidos estão prestes a retirarem-se do Afeganistão após 20 anos no terreno.

 

   Al Jazeera, 13h10 de 07ago2021
Captura de ecrã 2021-08-07 141111.jpg

 

   Al Jazeera, 20h50 de 08ago2021
Captura de ecrã 2021-08-08 235008.jpg

 

   Al Jazeera, 14h55 de 09ago2021
Captura de ecrã 2021-08-09 152043.jpg

 

   Al Jazeera, 10h25 de 10ago2021
Captura de ecrã 2021-08-10 102737.jpg



Publicado por Tovi às 07:50
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 12 de Fevereiro de 2021
SIDA – O estigma epidémico

hqdefault.jpg

A última epidemia do nosso tempo, antes da Covid-19, e ainda não erradicada, foi a SIDA, que, no princípio dos anos 80, começou por atingir especial e notoriamente a comunidade homossexual norte-americana. E foi emblematicamente na América, numa época de conservadorismo político-social, sob a presidência de Reagan, que ativistas de diversos movimentos se lançaram em campanhas de contestação e reivindicação marcadas pela radicalidade e por alguma violência. No entanto, seria através de uma estratégia de persuasão não-agressiva, de que o filme ‘Philadelphia’ foi um exemplo modelar, que se alcançaria uma maior consciencialização e aceitação nacional e global da pandemia e do seu principal grupo de risco. (“Contágios” de Jaime Nogueira Pinto, pag. 239 e seguintes)



Publicado por Tovi às 07:50
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 7 de Janeiro de 2021
Adoro uma boa cowboyada

Se não fosse demasiado sério, até dava para rir   
usa.jpg

   Washington DC entra em recolher obrigatório
Protestos prosseguem no Capitólio. A mayor da capital dos Estados Unidos decretou o recolher obrigatório a partir das 18h00 locais [23h00 em Lisboa - quarta-feira, 6jan], mas os protestos prosseguem junto ao Capitólio, agora também com um protesto desfavorável a Donald Trump. A decisão de Muriel Bowser vigora até as 6h00 desta quinta-feira.

   Polícia deteve pelo menos 13 manifestantes
Pelo menos 13 pessoas foram detidas, de acordo com a informação prestada pelo comandante da polícia metropolitana de Washington. Robert Contee adiantou que nenhum destes participantes nos tumultos e na invasão do Capitólio são residentes na cidade. Três são oriundos de Arlington, na Virgínia, e os restantes são de fora da região da capital norte-americana. As autoridades procederam à apreensão de armas, disse o mesmo responsável, e diversos polícias tiveram de receber assistência devido a ferimentos sofridos durante o confronto com os manifestantes.

   Mulher ferida com um tiro no peito durante os confrontos morreu
A polícia de Washington D.C., citada pelo "Washington Post", confirmou ao fim da tarde que a mulher que tinha ficado gravemente ferida depois de ter sido baleada nos confrontos no Capitólio acabou por morrer. Ainda não são conhecidos mais detalhes sobre este caso.

   Quatro mortos na invasão do Capitólio
Pelo menos quatro pessoas morreram na invasão do Capitólio, em Washington. Há 14 polícias feridos, dois em estado grave. A polícia da capital dos Estados Unidos usou armas de fogo para proteger congressistas e a agência de notícias Associated Press (AP) já tinha dado conta da morte de uma mulher, alvejada no interior do Capitólio. A mesma força policial adiantou agora que mais três pessoas morreram no hospital.

 


Trump perdeu estas eleições mas o número de votantes nos Republicanos é enorme… mas estou convencido que a esmagadora maioria dos votantes no Partido Republicano não se reveem nos insurretos que ontem invadiram e vandalizaram o Capitólio americano.
usa.jpg

 

   Claro que as coisas não estavam planeadas
Vocês não conhecem Washington, porque se conhecessem sabiam que ao fundo da rua do Capitólio há um estabelecimento comercial de um amigo meu que faz camisolas na hora e com os dizeres que quisermos.
Anotação 2021-01-07 191227.jpg



Publicado por Tovi às 00:10
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 2 de Junho de 2020
Trump ameaça mobilizar militares

trump.jpg

Passados mais de sete dias sobre o gravíssimo incidente em Minneapolis que acabou com a morte de um afro-americano, dou comigo a pensar:

George Floyd foi assassinado por um polícia?... Foi e por isso, esperamos, o polícia será julgado.

Aquando das manifestações de repudio por este ato ignóbil houve violência, destruição e pilhagens?... Claramente houve, sendo de repudiar a mais que evidente infiltração de elementos desestabilizadores nestes protestos.

E agora?... Agora, sejam eles republicanos ou democratas, conservadores ou liberais, de esquerda ou de direita, o que eu tenho dificuldade em aceitar num país como os Estados Unidos da América é vê-lo a ser “governado” por alguém que perante esta crise pouco ou nada mais faz que fomentar o ódio entre os diferentes estratos sociais da sua população.



Publicado por Tovi às 21:31
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 25 de Maio de 2020
A pandemia terminará em Portugal em 18 de julho?

Captura de Ecrã (242).png
   Notícia completa aqui

 

Segundo o britânico Daily Mail, pesquisadores da Universidade de Tecnologia de Singapura desenvolveram um complexo modelo matemático denominado “modelo SIR” (suscetíveis — infetados — recuperados), que com base na atual tendência dos casos de Covid-19, prevê a data exata em que a pandemia terminará em vários países por este mundo fora. Assim, por exemplo, para Portugal os cientistas estimam o fim da pandemia para 18 de julho, para Singapura em 19 de julho, Reino Unido em 30 de setembro, Itália em 24 de outubro e EUA em 11 de novembro.

 


A diretora do departamento de Saúde Pública da Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou hoje que é "cada vez mais" improvável uma segunda grande vaga do novo coronavírus, mas aconselhou muita prudência. Maria Neira considerou que se "baixou tanto a taxa de transmissão que o vírus terá dificuldade em sobreviver". "Devemos ter muita prudência em afirmar se este é o fim da vaga, mas, pelo menos, os dados mostram que se evitou a transmissão e explosão das primeiras semanas", declarou.



Publicado por Tovi às 07:58
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 24 de Maio de 2020
The New York Times de hoje

Vai ficar para a História a primeira página do The New York Times de hoje.
Captura de Ecrã (237).png

...e realmente o total do número de mortes por Covid-19 nos EUA é assustador, mas se considerarmos mortes por milhão de habitantes veremos que há vários países cá da Europa em situação muito pior.
mundo 23mai.jpg



Publicado por Tovi às 15:20
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Setembro 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Posts recentes

E assim vai o Afeganistão...

Cronograma do 11 de setem...

Rambo III... filme de 198...

O Afeganistão pelos olhos...

O “negócio” dos opiáceos ...

O primeiro rescaldo da vi...

Os Talibã chegaram a Cabu...

A origem e passado recent...

Situação dramática no Afe...

Captura de Zaranj pelos r...

SIDA – O estigma epidémic...

Adoro uma boa cowboyada

Trump ameaça mobilizar mi...

A pandemia terminará em P...

The New York Times de hoj...

E nos States a coisa está...

Lá vão os “polícias do Mu...

Irão ataca bases militare...

Jeanine Áñez na presidênc...

Mais um “incidente” no Ma...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus