"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Sexta-feira, 8 de Dezembro de 2017
Este ano vai ser assim...

...e a culpa é do Trump.

Se fosse hoje 01.jpg

 

  Comentários no Facebook

«Gonçalo Graça Moura» - Já é assim há décadas, caso não tenhas reparado...

«Fernando Kosta» - Culpa porquê? Não entendo o ódio aos judeus. Estes não assassinam cristãos, não dizem que querem subjugar o mundo, não rebentam com bombas, não invadem a europa. Quantos prémio-nobel judeus existem? E quantos muçulmanos/palestinianos? Quem já esteve na Terra Santa passeou livremente em todos os lugares menos naqueles controlados pelos palestinianos. Liberdade? Pensem porra!

«David Ribeiro» - Da minha parte e em consciência não há anti-semitismo, nem ódio a Israel, nem morro de amores pela forma explosiva das populações palestinianas se expressarem na rua. O que me dói é constatar que quando há uma réstia de esperança de encontrar um acordo de paz para a região há sempre alguém, e sempre os mesmos, a estragarem a coisa.

«Gonçalo Graça Moura»Pois são, os árabes...

«Jorge Saraiva» - E esses mesmos são...?

«David Ribeiro» - Umas vezes são uns e outras vezes são outros, mas desta vez inequivocamente foi Trump e os Israelitas que despoletaram a confusão.

«Gonçalo Graça Moura» - Nada, tanto como o Putin há seis meses atrás...

«Jorge Saraiva» - Quer dizer, indispuseram os senhores

 

   14h30 de hoje, o "dia da ira"

Milhares de palestinianos saíram às ruas nesta sexta-feira em Jerusalém, na Cisjordânia e na Faixa de Gaza, protestando contra a decisão do Presidente dos Estados Unidos de reconhecer Jerusalém como capital de Israel — uma mudança que inflamou a Palestina e todo o Médio Oriente. Segundo a televisão Al Jazira, que cita as autoridades da Cisjordânia (onde há protestos em Hebron, Nablus, Jenin, Tulkarem e Jericó), mais de 50 palestinianos ficaram feridos nos confrontos desta sexta-feira e 16 deles foram hospitalizados. Israel reforçou a presenta de tropas nas ruas dos territórios. O Ministério da Saúde palestiniano, citado pela Reuters, diz que uma das pessoas que foi atingida por soldados junto à fronteira da Faixa de Gaza acabou por morrer. O jornalista Hoda Abdel-Hamid, que está em Ramallah (a sede do governo da Autoridade Palestiniana), disse que os confrontos estavam a dissipar-se, depois de "várias horas de confrontos entre jovens palestinianos e o Exército israelita".

 

   17h10 de hoje, o "dia da ira"

Um comunicado serviço de imprensa do exército israelita acaba de informar que o sistema de defesa de mísseis Iron Dome interceptou um míssil alegadamente disparado da Faixa de Gaza no sul de Israel.

 

   Comentários no Facebook

«Gonçalo Graça Moura» - E ainda há quem defenda os palestinianos...

«Jorge Veiga» - ...e houve quem votasse no Trumpas...

«David Ribeiro» - Pois é!... Os Estados Unidos da América o único país do mundo a reconhecer a Cidade Santa como capital do Estado israelita, quando a comunidade internacional nunca reconheceu Jerusalém como capital de Israel, nem a anexação da parte oriental da cidade, conquistada em 1967.



Publicado por Tovi às 09:38
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 18 de Novembro de 2012
Novo conflito na Faixa de Gaza

Nesta foto de Ronen Zvulun da Reuters, publicada ontem no "Público online", podem-se ver forças militares israelitas a prepararem-se para uma eventual investida contra os territórios da Faixa de Gaza. Desta vez é muito provável que a ofensiva israelita contra os palestinianos não seja tão “simples” como têm sido todas as outras feitas pelo estado de Israel contra estas localidades palestinianas. Os membros do governo Egípcio já disseram não estarem tolerantes contra esta nova ofensiva do exército israelita. E os “fundamentalistas” iranianos estão muito calados… é mau sinal.

«Jose Antonio Salcedo» in Facebook >> Infelizmente. Israel tem vindo a ser governado por extremistas loucos, fanáticos que obedecem a ideologias ortodoxas completamente imbecis e criminosas.

«Rui Lopes A. D'Orey» in Facebook >> Dizer uma barbaridade destas é mesmo de quem não conhece nada de história.

«David Ribeiro» in Facebook >> Meu caro Rui... O professor catedrático de Engenharia Jose Antonio Salcedo conhece o Médio Oriente melhor do que muitos portugueses conhecem Portugal.

«Jose Antonio Salcedo» in Facebook >> Tenho imensa admiração por Israel e pelo povo Israelita. Tenho muitos amigos lá. Mas o actual governo de Israel considero-o extremista e não representativo dos próprios Israelitas.

«Rui Lopes A. D'Orey» in Facebook >> Não digo que não, mas será melhor pensarmos então onde andam as ideologias ortodoxas completamente imbecis. Senão vejamos, 1) o povo de Israel já ocupava aqueles territórios muito antes dos muçulmanos, 2) Pensar que os Israelitas não se devem defender dos ataques exteriores????, 3) Mais ortodoxismo fanático que o extremismo islamita, talvez só a ortodoxia comunista.

«Jose Antonio Salcedo» in Facebook >> Infelizmente, considero que a política de apartheid violento que Israel tem vindo a implementar é injusta e criminosa até. Não me levem a mal, mas hoje estou em Fança numa celebração familiar do dia de acção de graças. E a minha família tem elementos judeus de quem gosto muito. Terei todo o gosto em continuar estar conversa noutro dia, apenas por hoje não ter disponibilidade. Um ponto apenas, Rui: temos de evitar dogmas, porque dogmas - todos, sem excepção - são baseados em ignorância ou na manipulação de ignorância. Abraço. Um curto comentário: "Israeli Prime Minister Benjamin Netanyahu is hoping the offensive in the Gaza Strip wins his Likud party more votes in January’s election".

«David Ribeiro» in Fcebook >> Pois é!... Triste quando a violência (seja ela de que tipo for) faz ganhar votos.

«Jose Antonio Salcedo» in Facebook >> Triste e hipócrita. Muitos intelectuais em Israel (cientistas, escritores e artistas), apesar de direita, estão a protestar vigorosamente, de novo, contra as iniciativas criminosas e internacionalmente ilegais do seu PM - ocupação ilegal de terras (Harvard demonstrou que não existem diferenças no DNA das populações judaicas e palestinas que habitam a região), apartheid forçado, separação de populações palestinas pelo famigerado muro, roubo de nascentes de água em terras agrícolas palestinas e expulsão forçada de palestinos apesar de pagarem impostos em Israel, apenas para apontar alguns dos problemas. Mas este é um ensaio para o Irão. É isso que ainda me preocupa mais.

«David Ribeiro» in Facebook >> Já há notícias que nos dizem ter o ministro da Defesa do Irão feito um apelo aos países islâmicos para pegarem em armas contra Israel - “Só com uma frente unida, uma retaliação revolucionária da parte do mundo muçulmano, se porá fim aos crimes do regime sionista” – e isto é extremamente perigoso para a região do Médio Oriente e para toda Europa.

«Jose Antonio Salcedo» in Facebook >> Espero que todos os países da região tenham um mínimo de senso.


«David Ribeiro» in Facebook >> O jornal "The Jerusalem Post" está a noticiar a negociação de um cessar-fogo na Faixa de Gaza. Esperemos que se chegue rapidamente a um acordo.

«Joaquim Leal» in Facebook >> O Hamas está a pedi-las...

«António Campos Leal» in Facebook >> Não me diga Joaquim? A sério?

«Joaquim Leal» in Facebook >> Imagine estar no seu quintal sujeito a levar com um balázio...

«António Campos Leal» in Facebook >> E imagine estar no seu deserto, na sua aldeia, na sua tenda, no seu chão. E chegarem uns gajos armados e dizerem: Aqui é uma nação, a nação de Israel e isto tudo com a conivência de um certo grupo de nações que acharam que era o melhor que se arranjava e até dava jeito. Ficavam com uma guarda avançada para o século seguinte. E ASSIM ESTÁ.

«Joaquim Leal» in Facebook >> Desculpe mas sou divergente, posso não posso?

«António Campos Leal» in Facebook >> pode, concerteza, está no seu direito.

«Maria Teresa de Villas-Boas» in Facebook >> Bom... eu tb não concordo com o António Campos Leal. Que começou não foi Israel.


«David Ribeiro» in Facebook >> Até doi a alma ao ver esta imagem, publicada pelo "The Times online" (foto de Sadie Gray), onde se veem crianças da cidade de Gaza atingidas pelos ataques aéreos dos israelitas.

«Alexandra Cavaleiro de Mira» in Facebook >> :(((((

«Mónica Joadi» in Facebook >>  :'(:'(

«Zé Zen» in Facebook >> No comment :(:(

«Fátima Gabriel» in Facebook >> Tem toda a razão, por cá andamos mais preocupados com incidentes na greve... é assim



Publicado por Tovi às 07:31
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Julho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13


23
24
25
26
27

28
29
30
31


Posts recentes

Este ano vai ser assim...

Novo conflito na Faixa de...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus