"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Quinta-feira, 17 de Novembro de 2016
Barracão de venda de fruta na Trindade

Estação de Metro da Trindade Nov2016 aa.jpg

Há já algum tempo que foi instalado um barracão de venda de fruta na envolvência da Estação de Metro da Trindade e eu, que até nem tenho pretensões de ser arquitecto paisagista, considero aquilo uma aberração, tendo em conta que esta principal estação da rede do Metro do Porto está localizada no centro da cidade, junto à Câmara Municipal. E ainda por cima os “empreendedores” deste posto de venda de fruta usam o passeio da rua de Camões contiguo ao barracão para “cargas e descargas” e “estacionamento prolongado”, dificultando enormemente a circulação de pessoas, como se pode ver nesta foto. Ainda há dois ou três dias vi uma senhora preocupadíssima a tentar ajudar um invisual que se dirigia para a estação por aquele passeio e que não encontrava local para passar.
Haja quem ponha fim a isto… não acham?

 

  Comentários no Facebook

«Antonio Jose Fonseca» >> Tem toda a razão.

«Judite Sousa» >> Sempre atento

«Jose Riobom» >> Impossível....i sso deve render uns milhares a alguem em licenças e rendas.... e essa gente é habitualmente pior que o Diabo (sim esse o do Trampa Tuga) por almas no que diz respeito a €'s.....

«Carlos Wehdorn» >> O que me parece mal é de facto o barraco. A venda de fruta podia ser feita em todas as estações do metro... utilizando pequenos veículos móveis... o street food da fruta... dos gelados... do vinho a copo... é o que se faz lá fora por todo o lado

«Jovita Fonseca» >> E com obrigação de limpeza no espaço envolvente! Nada de deixar lixo...como no final das feiras!

«Isabel Branco Martins» >> Acho sim David, concordo consigo    

«David Ribeiro» >> Outra coisa: O gerador a funcionar no passeio continuamente durante as “horas de expediente” também não me parece nada bem.

«José Camilo» >> É estranha a ASAE.

«Gonçalo Lavadinho» >> Por mim só se faziam carga e descargas, no centro da cidade com veículos motorizados, antes das 7 da manhã. Mas eu sou maluco.

«Nuno Santos» >> Caro David Ribeiro Estou solidário contigo. Mas deves endereçar a tua queixa à Metro. Esse espaço, por incrível que te pareça, é da única responsabilidade da Matro e a Câmara, mesmo que queira e quer, nada pode fazer. Coisas que vêm do passado. Aberrações, concordo

«Albertino Amaral» >> Bom, tem toda a razão, David Ribeiro, sem dúvida, assim como a recomendação de Nuno Santos, está correcta. Contudo, será que ninguém da CMP se apercebeu de tal transgressão, ali mesmo ao lado ? Se aberrações existem e são reconhecidas pela própria Câmara, então que se ponha cobro imediato a tal.....

«Nuno Santos» >> Não pode Albertino. Podemos, e já fizemos, chegar o nosso desagrado à Metro. Não podemos por cobro. Não é espaço público nem municipal. É da empresa e gerido pela empresa

«David Ribeiro» >> Mas o estacionamento em cima do passeio da rua de Camões é competência da Polícia Municipal, não é verdade Nuno Santos?

«Gonçalo Lavadinho» >> Eu vi o Rui Rio apagar grafites em propriedades privadas sem consentimentos dos moradores.

«Alexandra Magalhães» >> Concordo com um comentário que foi feito anteriormente. Se até 2015 era proibido os pequenos veículos móveis em determinadas zonas do Porto, agora já não é, já existem autorizações e legislação para tal... esta venda de fruta poderia perfeitamente passar para dentro das instalações do Metro... (evitava também estar ali ao sol, mas isso já são outras questões que me parece que ASAE não anda atenta). Esse espaço da venda de fruta pode estar dentro do espaço do metro, mas a carrinha está em cima de um passeio público que pertence à CMP... Haverá mesmo autorização para permanecer ali estacionado tantas horas ao fim da tarde?!

«Dario Silva» >> Não é obrigação legal a solidariedade entre organismos públicos? [o Metro é-o, não?]. A bem dos cidadãos, claro.

«Jovita Fonseca» >> Há que pôr ordem! Cada coisa no local certo...

 

  21Nov2016 - Resposta da Metro do Porto à minha reclamação

Bom dia David,
A situação foi reencaminhada para o departamento responsável para que tratassem de sensibilizar os vendedores.
Cumprimentos.



Publicado por Tovi às 09:41
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 6 de Dezembro de 2012
Compro o que é nosso

Este é um dos mais graves problemas da nossa economia interna: Temos produtos de grande qualidade para os quais não temos capacidade de compra. Ainda no passado fim-de-semana fui a um dos hipermercados do Gande Porto e encontrei Maçã Bravo Esmolfe (DOP / Genuinamente Portuguesa) de calibre 75/80, a 2,99€/Kg. Claro que outras variedades de maçã provenientes de Espanha custavam muito menos que metade deste preço.


«Guilherme Lickfold» in Facebook >> as pessoas comparam o que nao se pode comparar.

«David Ribeiro» in Facebook >> Claro que sim, meu caro amigo Guilherme Lickfold... Mas não nos podemos esquecer que o "preço" condiciona cada vez mais a opção de compra dos portugueses. No caso específico das maçãs Bravo Esmolfe que comprei hoje, temos que concordar que as quatro unidades (0,878 kg) que me custaram 2,63€ é um preço proibitivo para a maior parte dos portugueses. Ainda me foi possível ter este luxo, mais não sei até quando o poderei manter.

«Guilherme Lickfold» in Facebook >> isso e' verdade mas como e' possivel baixar precos com o custo de todos os factores produtivos a aumentarem?  Para nao falar da  carga fiscal...

«David Ribeiro» in Facebook >> Perfeitamente de acordo... Mas não venham com a "história" de comprar português. Há muitos produtos nacionais que não podem (INFELIZMENTE) serem comprados pelos portugueses.

«Guilherme Lickfold» in Facebook >> Depende das empresas. Para aquelas pequenas empresas em que os produtos não sao acessíveis a todos mas as quantidades sao relativamente reduzidas felizmente ainda existem compradores. Para as empresas com preços elevados mas com uma produção em largo numero, aí de certeza que se forem apenas pelo mercado interno não o futuro não é muito bom.

«Zé Zen» in Facebook >> Là estàs tu a chorar de barriga cheia :p:p



Publicado por Tovi às 07:34
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 4 de Dezembro de 2012
Compro o que é nosso

Este é um dos mais graves problemas da nossa economia interna: Temos produtos de grande qualidade para os quais não temos capacidade de compra. Ainda no passado fim-de-semana fui a um dos hipermercados do Gande Porto e encontrei Maçã Bravo Esmolfe (DOP / Genuinamente Portuguesa) de calibre 75/80, a 2,99€/Kg. Claro que outras variedades de maçã provenientes de Espanha custavam muito menos que metade deste preço.


«Guilherme Lickfold» in Facebook >> as pessoas comparam o que nao se pode comparar.

«David Ribeiro» in Facebook >> Claro que sim, meu caro amigo Guilherme Lickfold... Mas não nos podemos esquecer que o "preço" condiciona cada vez mais a opção de compra dos portugueses. No caso específico das maçãs Bravo Esmolfe que comprei hoje, temos que concordar que as quatro unidades (0,878 kg) que me custaram 2,63€ é um preço proibitivo para a maior parte dos portugueses. Ainda me foi possível ter este luxo, mais não sei até quando o poderei manter.

«Guilherme Lickfold» in Facebook >> isso e' verdade mas como e' possivel baixar precos com o custo de todos os factores produtivos a aumentarem?  Para nao falar da  carga fiscal...

«David Ribeiro» in Facebook >> Perfeitamente de acordo... Mas não venham com a "história" de comprar português. Há muitos produtos nacionais que não podem (INFELIZMENTE) serem comprados pelos portugueses.

«Guilherme Lickfold» in Facebook >> Depende das empresas. Para aquelas pequenas empresas em que os produtos não sao acessíveis a todos mas as quantidades sao relativamente reduzidas felizmente ainda existem compradores. Para as empresas com preços elevados mas com uma produção em largo numero, aí de certeza que se forem apenas pelo mercado interno não o futuro não é muito bom.

«Zé Zen» in Facebook >> Là estàs tu a chorar de barriga cheia :p:p



Publicado por Tovi às 07:49
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Julho 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13


21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Posts recentes

Barracão de venda de frut...

Compro o que é nosso

Compro o que é nosso

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus