"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Terça-feira, 13 de Setembro de 2022
Até o António Costa o diz

306634237_10221885255508410_13256880891198234_n.jp

Paulo NevesVerdade. Mas ele também sabe muito bem porque e como perdeu Lisboa
David AlmeidaÉ por isso que vem buscar os seus ministros ao Porto, só para os 'alfacinhar'... e entrar na 'rotina'...😱
Albertino Amaral
Nunca é tarde para aprender......... 
José Lachado
Estava a falar em matéria de saúde.
Rui RochaJosé Lachado sim em matéria de saude, mas em outras matérias também podiam aprender, mas a corte sera sempre corte!!
Diogo CouceiroAdianta me muito Farto de alimentar 🦠 parasita
Raul Paula SantosDesfaçatez.
 
 
  JN de hoje às 13h26

Captura de ecrã 2022-09-13 150935.jpg
O presidente do Hospital de S. João, no Porto, foi convidado para assumir o cargo de diretor executivo do Serviço Nacional de Saúde. Já houve conversações com o Governo sobre o tema, mas Fernando Araújo ainda não aceitou.
  Seria bom para o SNS que aceitasse... mas só ele é que sabe o que deve fazer.



Publicado por Tovi às 08:59
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos (1)

Terça-feira, 6 de Setembro de 2022
Medidas de apoio às famílias e ao combate à inflação

Captura de ecrã 2022-09-05 211645.jpg

As oito medidas de apoio ao rendimento das famílias e que visa responder ao contexto atual de inflação e aumento do custo de vida:

1. Cada cidadão não pensionista com rendimento bruto mensal até 2700 euros vai receber um apoio de 125 euros pago em outubro na conta bancária indicada ao fisco.
 2. O Estado vai pagar 50 euros em outubro por cada criança/jovem dependente até aos 24 anos.
3. Pensão extraordinária de 50% para todos os pensionistas com atualização de pensões. Pago em outubro. As pensões até 886 euros vão ter um aumento de 4,43%; pensões entre 886 e 2659 euros vão ter um aumento de 4,07%; outras pensões sujeitas a atualização vão receber um aumento 3,53%.
4. O IVA da eletricidade vai descer de 13% para 6% a partir de outubro de 2022 até dezembro de 2023.
5. Casal com 2 filhos (consumidor-tipo) vai ter uma poupança mínima de 10% com a transição para o mercado regulado do gás.
6. Limitação da atualização das rendas das casas fixada nos 2%, com compensação no IRS e IRC dos senhorios.
7. Congelamento de todos os aumentos do preço dos passes de transportes públicos e viagens da CP em 2023.
8. Poupança de 16 euros e 14 euros num depósito de 50 litros de gasolina e gasóleo, respetivamente. Medida mantém-se até ao final de 2022.

 

  Comentários dos partidos políticos
Medidas de "caráter histórico", aplaude o PS.
PCP fala em “autêntica fraude” e “verdadeiro embuste”.
BE alerta para "truque" sobre as pensões. "Não há um aumento de pensões, há uma revisão em baixa do aumento legalmente previsto".
"A montanha pariu um rato", diz Rodrigo Saraiva da IL.
“São migalhas” e “uma fraude política”, critica Chega.
“Tarde é melhor que nunca e pouco é melhor que nada”, diz Rui Tavares, do Livre.
Medidas são de "curto prazo" e "não resolvem as necessidades reais", diz o PAN.
Pacto de medidas é “uma ilusão” e “não é pôr as famílias primeiro”, acusa PSD.

 

  Capas dos jornais de hoje
Captura de ecrã 2022-09-06 112112.jpg

 

  Conferência de imprensa do plano anti-inflação do Governo
Medina: "Este é um programa eficaz nas respostas às famílias". 
Governo mantém inalterados objetivos para o défice e dívida pública. Cheque de 125 euros custará um total de 730 milhões de euros. Pagamento de meia pensão em outubro vale 1000 milhões de euros. Limitação do aumento das rendas custa 45 milhões.
Medina: "Portugal ultrapassará o crescimento da zona euro este ano".
Ministra do Trabalho explica que meia pensão extra estará sujeita a "tributação normal".
Ana Mendes Godinho explicou: Bónus de meia pensão é pago por pensão (velhice, invalidez, etc) e não por pensionista.
Valor dos apoios às famílias e trabalhadores é líquido, frisa Medina.
Ministro do Ambiente, Duarte Cordeiro, esclarece: regressar às tarifas reguladas de gás permite poupança maior do que descida do IVA.
Ministra do Trabalho esclarece: Apoio 'one shot' de 125 euros abrange "todos os trabalhadores", mesmo quem não está sujeito a declaração de IRS e desempregados. 
Ministro da Habitação, Pedro Nuno Santos: Governo a “pensar medidas” para quem tem crédito à habitação.
Ministra Ana Mendes Godinho diz que medidas 'one shot' são mais abrangentes e complementam as "medidas estruturais" já tomadas para famílias desfavorecidas.
Medina diz que pacote pode vir a ser atualizado mas dentro "das contas certas". "Contas certas não é nenhum fetiche nem medalha".
Energia: "Importa que a Europa aprenda que não pode estar virada apenas para Leste", diz Duarte Cordeiro.
Medina não comenta Marcelo. E afasta Orçamento retificativo.

 

  Júlio GouveiaEu acho bem, todas as ajudas a quem menos pode, terão de ser sempre, mas sempre muito bem vindas e sujeitas a palmas. Contudo há duas medidas que são mentira; são apenas engodo ou seja as medidas para as pensões são mentirosas, os pensionistas não vão ser aumentados em 4 e 4 e pouco com o governo apregoa, pois para o ano o valor a que o governo se obriga a aumentar os reformados e que é indexado a valores de inflação será deduzido deste valor agora aumentado. Por outra lado tb é mentiroso que IVA da eletricidade vá baixar de 13 para 6 porque 13 são pequenas os primeiros 100 ka todos os restantes continuam não a 13 não a 6, mas a 23. Ou seja pagaremos menos 60 ou 70 centimos. Resumo: Parece-me que todas as medidas são bem acolhidas e o governo esteve bem, mas escusava de mentir e fazer propaganda daquilo que não existe. Enganar os ignorantes. De qualquer modo nota positiva.



Publicado por Tovi às 08:19
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 30 de Agosto de 2022
Marta Temido demitiu-se

301190130_10221834277113982_5487547139055559877_n.

Era previsível... infelizmente.
Dois bebés e uma grávida morreram entre junho e agosto (9 de junho - bebé morre no hospital das Caldas da Rainha. 28 de julho - grávida perde bebé depois de percorrer mais de 100 quilómetros. 27 de agosto - grávida morre enquanto estava a ser transferida por falta de vagas). Mas estes não foram os únicos casos a evidenciar as fragilidades do Sistema Nacional de Saúde (SNS). Os serviços de obstetrícia e ginecologia estão em rutura há vários meses - com médicos internos a ultrapassarem as linhas do trabalho extraordinário - mas agravaram-se desde junho, quando as urgências de vários hospitais anunciaram o fecho durante horas ou dias.

 


Pedro Santos Guerreiro, diretor executivo da CNN Portugal
"A ministra antecipou-se: não tinha força política para o impacto da morte da mulher grávida que foi mandada de um hospital para outro."
C
omunicado do gabinete do primeiro-ministro - António Costa "recebeu o pedido de demissão da ministra da Saúde". O chefe de governo "respeita a decisão e aceita o pedido, que já comunicou ao senhor Presidente da República". António Costa agradeceu "todo o trabalho desenvolvido" por Marta Temido, "muito em especial no período excecional do combate à pandemia da covid-19". Na nota divulgada pelo gabinete do primeiro-ministro acrescenta-se que o executivo "prosseguirá as reformas em curso tendo em vista fortalecer o SNS e a melhoria dos cuidados de saúde prestados aos portugueses".
Sindicato dos Enfermeiros
“Não estávamos à espera. Ficámos surpreendidos, mas parece lógico”. 
Sindicato Independente dos Médicos
“Nos últimos meses”, houve uma dissociação da realidade entre Marta Temido e os problemas na Saúde.
B
astonário da Ordem dos Médicos - Miguel Guimarães referiu que para o Ministério da Saúde se pretende "um ministro que faça acontecer e que resolva os problemas que afetam a saúde em Portugal e que de uma forma transversal afetam todos os portugueses". "A saída da senhora ministra do Governo é uma decisão dela e que só ela pode explicar aos portugueses. E só o senhor primeiro-ministro pode explicar porque aceitou de imediato esta demissão".
Luís Paixão MartinsNão interpreto a demissão de Marta Temido como uma vitória dos lóbis sindicais da Saúde. Pela prosaica razão de que as posições destas instituições estão extremadas, são tão partidárias, que não contribuem para influenciar a escolha do sucessor (ou da sucessora). É mais simples (simplista) provocar o desgaste de um membro do governo do que influenciar as políticas do governo. as acredito que os fãs dessas instituições aplaudam.
Raul Vaz OsorioA Martinha já tinha finalmente percebido que andava a navegar na maionese desde que foi a ministra. Estava à espera de um caso onde não tivesse culpas no cartório para usar como desculpa para sair sem perder a face. Aproveitou-o bem. Já vai é tardíssimo.
Raul Almeida
A grande notícia não é a demissão de Marta Temido. A verdadeira notícia é o facto de ter sido ministra tanto tempo, com um desempenho trágico numa área tão importante como a saúde. Costa tem responsabilidades óbvias nesta tragédia.
Rodrigues PereiraO Confusionismo. 1. A ministra Temido demitiu-se. 2. Desta vez, o Primeiro-Ministro aceitou a demissão. 3. Porém, exigiu que a demissionária ministra prosseguisse com a criação da entidade que vai administrar "de facto" o Serviço Nacional de Saúde, criando uma espécie de CEO do mesmo. 4. Para tal, teremos a demissionária ministra a exercer, de facto, funções durante mais quinze dias. 5. Quem quer que seja que venha a ser nomeado ministro da Saúde vai, portanto, ser colocado perante um "fait accompli" , algo de difícil explicação (e, para mim, de muito mau gosto). 6. É um facto indiscutível que, com todos os acidentes de percurso que teve, esta ministra desempenhou com êxito (inesperado ?!) o controlo da pandemia, durante mais de dois anos. 7. Também é sabido que a própria pandemia colocou os profissionais de saúde no limite do "burn out", não tendo muitos deles sequer tido férias durante estes últimos dois anos e meio. 8. E que não era possível continuar a exigir tal aos referidos profissionais de saúde. 9. A necessidade de aqueles descansarem e uma péssima gestão das escalas hospitalares conduziram ao estado pré-caótico em que se encontra o SNS, com urgências a encerrarem e até mortes que poderiam ter sido evitadas. 10. O estado mais ou menos de graça (não é piada) em que até há uns tempos se encontrava Marta Temido, resvalou rapidamente - muito à boa maneira portuguesa - para o epíteto "de bestial a besta". 11. Fica, pois, claríssimo que a ministra não tinha quaisquer condições de continuar no cargo e que a sua saída peca por tardia. 12. Não se pode ser Ministro da Saúde CONTRA os médicos e enfermeiros. Dá sempre mau resultado. Nem, tampouco, CONTRA as instituições privadas de saúde. Marta Temido sabia-o, mas fez orelhas moucas: tratou os profissionais de saúde abaixo de cão e desprezou as instituições privadas de saúde. Ficou sem interlocutores ... 13. Não sei que coelho irá António Costa retirar da cartola. Sei que, o mais fácil, é apostar tudo na "evolução na continuidade", nomear o tal CEO do SNS aconselhado por Marta Temido e promover Lacerda Salles a ministro. 14. E o que é que isto iria melhorar/alterar ? Pois a meu ver, absolutamente nada ! 15. Precisa-se de sangue novo , de gente com provas dadas (e há alguns) e de cessarmos de colocar as ideologias políticas à frente do bem-estar dos cidadãos. 16. Aqui bem perto, no Porto, temos alguém que preenche estes requisitos : Chama-se Fernando Araújo, é professor da Faculdade de Medicina e Presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar e Universitário São João. A ver vamos ...

 

  Um ano e nove meses passados não retiro uma vírgula ao que escrevi em finais de novembro de 2020 sobre Marta Temido:
21961533_vZorZ.jpegDurante a primeira vaga desta pandemia várias vezes elogiei a ministra Marta Temido pela forma como estava a gerir o SNS no “ataque” ao vírus SARS-CoV-2, mas nesta segunda vaga parece-me ter falhado redondamente. Vejamos o que esta semana nos disse sobre o número de camas nas unidades de cuidados intensivos – dobraram as camas em UCI – mas ao que consta as camas existem, não havendo porém pessoal qualificado suficiente para as tornar operacionais. Poder-se-ão desviar médicos, enfermeiros e demais técnicos hospitalares de outros serviços, mas quem vai “pagar” vão ser os doentes doutras patologias. Também a vacinação contra a gripe foi um desastre, havendo neste princípio de dezembro milhares de portugueses à espera de uma vacina. Há quem diga que no meio de uma batalha não se mudam os generais… mas mais vale um simples mas bom sargento do que um mau oficial superior. É verdade que a manta é curta e se a puxarmos para cima ficam os pés de fora e se taparmos os pés apanhamos frio na cabeça... mas já vamos no oitavo mês de pandemia pelo que já era exigida uma outra forma de "atacar" as dificuldades. Esperemos que a prometida vacinação contra a Covid-19 não seja um desastre... para já algumas afirmações e logo de seguida os desmentidos, não auguram nada de bom.


Altino DuarteSinceramente, caro David Ribeiro, não entendo a razão porque faz referência ao que escreveu em 2020 sobre Marta Temido e ao que diz "não retirar uma vírgula"...
David RibeiroAltino Duarte ... Unicamente porque continuo a pensar que já teve melhores dias no Ministério da Saúde.

 


22313114_5WgnI.jpegTudo leva a crer que a morte de uma grávida de 34 anos, depois de ter sido transferida do Hospital de Santa Maria para São Francisco Xavier devido à falta de vagas na neonatologia, foi a “gota de água” que provocou a demissão da ministra da Saúde Marta Temido, num “copo já cheio” de vários episódios, por vezes difíceis de entender, durante a crise das urgências obstétricas e pediátricas encerradas por falta de profissionais. E como é uso dizer-se “rei morto rei posto”... só que o Primeiro-ministro diz que ainda não tem um nome pensado para o lugar de Temido, sendo que a sua substituição será feita “quando for oportuno”, demonstrando a ideia de que demorará a escolher o próximo ministro. António Costa afirmou hoje que “Marta Temido tinha em curso respostas importantes para o SNS, e nós vamos prosseguir essas reformas", o que torna claro que as "políticas não vão mudar”. E isto é que me preocupa, pois o passado recente não me garante estar o problema nas “pessoas”, mas sim nas “ideias”.

 


image (1).jpg
O Ministério Público abriu, esta terça-feira, um inquérito à morte da grávida que foi transferida do Hospital de Santa Maria para o São Francisco Xavier, em Lisboa, confirmou a Procuradoria-Geral da República. "Confirma-se a instauração de inquérito, no âmbito do qual o Ministério Público determinou a realização de autópsia médico-legal". Já esta terça-feira a Inspeção-Geral das Atividades em Saúde (IGAS) tinha anunciado uma investigação às circunstâncias da morte.



Publicado por Tovi às 07:37
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 25 de Julho de 2022
Se as Legislativas fossem hoje

  Sondagens de Legislativas2022 aos dias de hoje
Sondagens 20jul2022.jpg

 

  Valores das sondagens de julho2022
Sondagens 20jul2022 valores.jpg



Publicado por Tovi às 08:04
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 24 de Março de 2022
XXIII Governo de Portugal

transferir.png
Novo Governo tem 17 ministros (menos dois do que o anterior) e 38 secretários de Estado (menos 12). E ao fim da tarde de ontem a SIC divulgou o que disse ser uma lista completa de nomes. Era esta:

  • Ministério da Presidência – Mariana Vieira da Silva (mantém-se)
  • Ministério dos Negócios Estrangeiros – João Gomes Cravinho (troca de pasta)
  • Ministério da Defesa Nacional – Helena Carreiras (novidade)
  • Ministério da Administração Interna – José Luís Carneiro (novidade)
  • Ministério da Justiça – Catarina Sarmento e Castro (novidade)
  • Ministério das Finanças – Fernando Medina (novidade)
  • Ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares – Ana Catarina Mendes (novidade)
  • Ministério da Economia e do Mar – António Costa e Silva (novidade)
  • Ministério da Cultura – Pedro Adão e Silva (novidade)
  • Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior – Elvira Fortunato (novidade)
  • Ministério da Educação – João Costa (novidade)
  • Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social – Ana Mendes Godinho (mantém-se)
  • Ministério da Saúde – Marta Temido (mantém-se)
  • Ministério do Ambiente e Ação Climática – Duarte Cordeiro (novidade)
  • Ministério das Infraestruturas e Habitação – Pedro Nuno Santos (mantém-se)
  • Ministério da Coesão Territorial – Ana Abrunhosa (mantém-se)
  • Ministério da Agricultura e da Alimentação – Maria do Céu Antunes (mantém-se)

safe_image.jpg

 

  E confirma-se o que a SIC divulgou... já está no site oficial de informação da Presidência da República Portuguesa
Captura de ecrã 2022-03-23 202502.jpg

 

  Adoro estes títulos de primeira página
277117859_10166473619595475_2124747533036137482_n.



Publicado por Tovi às 07:18
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos (1)

Segunda-feira, 25 de Outubro de 2021
A crise política está aberta

Captura de ecrã 2021-10-25 161804.jpg

O Bloco de Esquerda tinha anunciado no domingo que não estava disponível para viabilizar o Orçamento de Estado e esta manhã, depois das duas deputadas independentes terem anunciado as primeiras abstenções, o PAN seguiu o mesmo caminho (pelo menos na primeira votação). Mas Jerónimo de Sousa acabou por anunciar que o voto do PCP se mantém contra - "foram longas as horas de discussão, mas o Governo não nos quis acompanhar". Marcelo diz que vai esperar até ao último minuto, mas está pronto a dissolver a AR.
  
Da Mota Veiga Suzette - Cá estamos de nova numa situação instável! Prejudica muito o País! Imagine, se em Portugal não houvesse greve, o governo faz compromissos com a oposição, todos sabem que o bom funcionamento da economia, do sistema pode trazer mais investimentos, mais trabalho, mais riqueza e mais bem estar, o Pais ficava semelhante a Suíça, quem não queria?

 

  E se António Costa der um ministério ao BE, este é capaz de fazer flic-flac à retaguarda e viabilizar o Orçamento. Não acham?
  
Jorge Veiga - ...só se for o da Cultura

 

  Hummm!... Não quero ter razão antes do tempo, mas ouvi uns zum-zuns que me põem a acreditar num eventual volte-face, que ainda permita a aprovação, na generalidade, do Orçamento de Estado para 2022.
  
Jorge De Freitas Monteiro - David Ribeiro, creio, sem disso estar certo, que é o que vai acontecer
Jose Antonio M Macedo - David Ribeiro… Também pressinto o mesmo. Aguardemos.
Be Maria Eugénia - Claro que vai ser aprovado. Tudo show off !!!
David Almeida - Claro que tudo isto é 'conversa pra boi dormir' porque os meninos não vão largar mão do poleiro e sugeitar-se a votações, onde terão tudo a perder!!!

 

  E quando esta madrugada me fui deitar, já passava das duas horas, era este o ponto da situação.
Captura de ecrã 2021-10-26 092516.jpg

 

  OE2022 - O folhetim dos últimos dias
(Ilustração de Rafael Costa no DN)

Captura de ecrã 2021-10-26 105415.jpg
PS desgastado e em perda;
PSD a crescer e em transição;
Bloco - O fantasma de 2011;
CDU - Jogada de vida ou de morte;
CDS-PP - O risco de desaparecer;
PAN - Um teste à nova liderança;
Chega ansioso por eleições;
Iniciativa Liberal - Objetivo é crescer.



Publicado por Tovi às 16:33
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 24 de Setembro de 2021
Terceira e última fase do desconfinamento

  Covid-19. Tudo o que muda (e o que se mantém) a partir de outubro.
Captura de ecrã 2021-09-23 173252.jpg

Portugal continental passa a estar em Situação de Alerta;
Abertura de bares e discotecas para pessoas com certificado digital ou teste negativo;
Fim dos limites de horários;
Restaurantes sem limite máximo de pessoas por grupo;
Fim da exigência de certificado digital em restaurantes, estabelecimentos turísticos e alojamento local;
Fim do limite de lotação no comércio, casamentos e batizados e espetáculos culturais;
Certificado digital ou teste negativo necessário para viagens marítimas e aéreas, em visitas a lares e estabelecimentos de saúde. O mesmo é verificado para acesso a grandes eventos culturais, desportivos ou corporativos;
Máscara continua a ser obrigatória em transportes públicos, lares, hospitais, salas de espetáculo e eventos, grandes superfícies e locais interiores de permanência prolongada;
Máscaras deixam de ser obrigatórias nos recreios das escolas. A DGS irá também atualizar as normas sobre confinamento nos próximos dias;
A máscara também deixa de ser obrigatória no comércio local;
Eliminação da testagem em locais de trabalho com mais de 150 trabalhadores;
Fim da limitação à venda e consumo de álcool;
Fim da necessidade de certificado ou teste nas aulas de grupo em ginásios.



Publicado por Tovi às 07:18
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 25 de Julho de 2021
Morreu Otelo Saraiva de Carvalho

Otelo.jpg

Requiescat in Pace

Apesar de várias tomadas de posição no pós-25Abril difíceis de entender para muitos portugueses, não nos podemos esquecer que Otelo foi o responsável pela elaboração do plano global do golpe militar que pôs fim à ditadura do Estado Novo.

 

    Comentários no Facebook

José Maltez - Morreu Otelo. Ele foi Abril e um pedaço da ilusão do Império, filho de um alfacinha e de uma goesa, que tanto comandou o golpe que derrubou Marcello Caetano, como andou à procura de uma revolução proletária. Foi um pedaço do meu tempo e um português antigo. Quem o odiar, não nos compreende. Agradeço-lhe ter transformado em teatro político o que podia ter sido uma guerra civil. Matámo-nos menos.

João Baptista Vasconcelos Magalhaes - Morreu Otelo, mas ficará sempre como o símbolo do 25 de Abril. Quem o conheceu sabe que era um homem de ideais, mesmo quando foi polémico. A sua memória é a memória dos dias mais felizes da vida de quem conheceu uma noite de medo. Falar de Otelo tem de ser mergulhar no silêncio da memória do que ele nos trouxe de melhor, as suas utopias de um Portugal mais feliz e mais justo. Que esteja em paz!

Henrique Monteiro - Apesar de tudo, das prisões e mortes de que foi cúmplice, o 25 de Abril deve-lhe muito. Depois de saber que eu fora, com Rogério Rodrigues (melhor diria que foi ele com a minha colaboração) a denunciar que Otelo era o líder das FP25, nunca deixámos de falar. O mesmo se pode dizer de Vasco Lourenço, que no PREC não foi bem tratado por Otelo e puseram as divergências para trás. Como sempre, em Portugal, é tudo gente boa.

João Greno Brògueira - Apesar de todos os desvios, que entretanto a Democracia Portuguesa sofreu e de todos os que aproveitaram a oportunidade para assaltar o poder pós 25 de Abril... Obrigado Otelo Saraiva de Carvalho

David Ribeiro – Completamente de acordo, Brògueira… e é mesmo por isso que não posso esquecer que na madrugada de 25 de Abril de 1974 Otelo conduziu, juntamente com outros cinco oficiais, do Posto de Comando do Movimento das Forças Armadas no Regimento de Engenharia N.º 1 na Pontinha, as operações militares que derrubaram o decrépito Estado Novo. (Entre estes cinco oficiais encontrava-se o meu saudoso comandante do Batalhão de Engenharia N.º 3, o Tenente-coronel Fischer Lopes Pires)

João Geirinhas Rocha - Otelo. Assim, sem mais, uma personagem maior que o homem, luzes e sombras, utopias e delírios, bravatas e ingenuidades, coragem e fuga, muitas vidas para caber numa pessoa só. O Expresso revelou há anos que era bígamo, tinha e vivia tranquilamente com duas famílias. Não há melhor metáfora para resumir a figura.

 

Várias figuras nacionais reagiram à morte de Otelo Saraiva de Carvalho

  O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, reagiu à morte de Otelo Saraiva de Carvalho, lembrando o papel central de comando na revolução do 25 de Abril e apresentando as condolências à família. "É ainda cedo para a História o apreciar com a devida distância", escreveu na nota enviada.

  "Otelo Saraiva de Carvalho foi o coordenador operacional da ação militar do Movimento das Forças Armadas, que, no dia 25 de abril de 1974, derrubou o regime do Estado Novo, pondo fim à mais longa ditadura do século XX na Europa e abrindo caminho à democracia", referiu o Governo em comunicado.

  "Se este país fosse justo, deveria ter morrido na prisão". Foi assim que André Ventura, líder do Chega, reagiu à morte do Capitão de Abril Otelo Saraiva de Carvalho.

  O presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, homenageou hoje Otelo Saraiva de Carvalho, "o maior símbolo individual do Movimento das Forças Armadas", que concretizou o sonho de todos os que "ansiavam por viver em liberdade".

  A ativista política e médica Isabel do Carmo lamentou a morte de Otelo Saraiva de Carvalho, considerando que, com o desaparecimento do militar e estratego do 25 de Abril de 1974, "acaba também uma época e uma utopia". "Esta manhã [ao saber da notícia da morte] senti uma coisa, senti que acabou, que, com [a morte de] este homem, acaba também uma época, uma utopia. Senti isso, emocionalmente. Senti a perda, o desaparecimento. Já não vai ser possível falar com ele", afirmou Isabel do Carmo a agência Lusa. Para a antiga dirigente do extinto do Partido Revolucionário do Proletariado (PRP), movimento que exerceu atividade clandestina através das suas Brigadas Revolucionárias (no PRP-BR), Otelo é, juntamente com Vasco Lourenço, "o dirigente do 25 de abril [de 1974], do Movimento dos Capitães e do derrube da ditadura".

  O PCP registou este domingo o papel de Otelo Saraiva de Carvalho no 25 de Abril, considerando que o momento da sua morte "não é a ocasião para registar atitudes e posicionamentos que marcam o seu percurso político". "Sobre o falecimento de Otelo Saraiva de Carvalho deve registar-se no essencial o seu papel no levantamento militar do 25 de Abril. O momento do seu falecimento não é a ocasião para registar atitudes e posicionamentos que marcam o seu percurso político", refere uma nota do gabinete de imprensa do PCP. O Partido Comunista Português endereça ainda condolências à família e à Associação 25 de Abril.

  Tweet de Rui Rio - O dia da morte de Otelo Saraiva de Carvalho é momento para reconhecer o seu papel corajoso e decisivo no 25 de Abril e na conquista da liberdade. Competirá à História fazer, com isenção, a avaliação global de tudo que ele fez de bom e de mau. Hoje, não é o dia para isso.

  Declaração do ex-Presidente Ramalho Eanes - A notícia da morte do Otelo Saraiva de Carvalho magoou-me e surpreendeu-me. Magoou-me, por se tratar de mais um amigo que parte. Surpreendeu-me, porque estive, recentemente, com o Otelo, no funeral da sua mulher, e achei-o, naturalmente, abatido, mas, aparentemente, com vigor e saúde. Conheci o Otelo na Guiné, onde o substituí na Direcção da Secção de Radiodifusão e Imprensa do Comando-Chefe. Tornámo-nos amigos. Foi, aliás, essa amizade que me levou a testemunhar em seu favor no julgamento a que foi submetido, apesar de muitos reparos e apelos para que o não fizesse. O Otelo era um homem bom, generoso, embora, por vezes, pouco prudente, pouco realista – contraditório, mesmo. Adorava representar, até na vida real, esquecendo que a representação exige um espaço delimitado, em que tudo o que aí é normal não o é na vida real. Para mim, e apesar de todas as contradições, o Otelo tem direito a um lugar de proeminência histórica. E tem esse direito, apesar da autoria de desvios políticos perversos, de nefastas consequências, porque foi ele quem liderou a preparação operacional do 25 de Abril, a mobilização dos jovens capitães, o comando da operação militar bem-sucedida. E penso assim porque entendo que um Homem é uma unidade e continuidade, uma totalidade complexa, e que só é bem julgado quando considerando, historicamente, esse quadro e o seu contexto. Mas há homens que, num momento histórico especial, se ultrapassam, ganhando dimensão nacional, indiscutível, porque souberam perceber e explorar uma oportunidade histórica única, e sentir os anseios mais profundos do seu povo. Otelo é uma dessas personalidades. A ele a pátria deve a liberdade e a democracia. E esta é dívida que nada, nem ninguém, tem o direito de recusar.



Publicado por Tovi às 10:44
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 26 de Maio de 2021
Não pode haver portugueses de primeira e de segunda

image (1).jpg

    Rui Moreira, ontem às 20h18
O presidente da Câmara do Porto considera ser “inaceitável que subitamente se crie uma situação de verdadeira exceção” quanto ao recrudescimento da Covid-19 em Lisboa e Vale do Tejo. Rui Moreira exige ao Governo e às autoridades de saúde “um tratamento equitativo”, considerando que não se podem alterar regras só porque se trata de Lisboa. “Prejudica a unidade nacional”, alerta.
O autarca, que numa declaração em vídeo, manifesta que, “como qualquer português”, é “totalmente solidário” com o recrudescimento da Covid-19 em várias zonas do país, em particular em Lisboa e Vale do Tejo, não deixa, no entanto, de observar que o que aconteceu nesta zona do país não pode ser tratado de ânimo leve.
“Depois do que sucedeu em Lisboa e Vale do Tejo, e estão identificadas as razões pelas quais houve este crescimento súbito, e muito preocupante, do número de casos, aquilo que se esperava é que fossem tomadas medidas semelhantes àquelas que foram tomadas no resto do país”, declara.

 

   Malta de Lisboa... vejam o que nós, os do Norte, já sofremos.
Captura de ecrã 2021-05-25 193700.jpg

 

  Task Force esclarece "aceleração" anunciada pelo Governo
Afinal, maiores de 30 e 40 serão vacinados em junho, em todo o país. "Aceleração" das inoculações é para a faixa etária que se encontra a ser vacinada agora, os maiores de 50. O secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, anunciou esta terça-feira que a vacinação contra a Covid-19 será acelerada em Lisboa e Vale do Tejo (LVT), onde se encontra mais atrasada do que no resto do país, antecipando a inoculação dos dos maiores de 40 e de 30 anos. Contudo, fonte da Task Force disse à RTP que a medida será estendida a todas as Administrações Regionais de Saúde, ou seja, não foi criada exclusivamente para esta região.

 

   Governo na rede social Twitter
vacinas .jpg



Publicado por Tovi às 07:46
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 1 de Abril de 2021
Vem aí uma bronca do caraças

costa constitucional.jpg
Como era previsível... e o Tribunal Constitucional vai dar razão ao Governo, seguramente. A Assembleia da República não podia ter aprovado esta lei, apesar de ser socialmente justa nos tempos que atravessamos, mas a verdade é que os deputados não têm mandato para isto. E o Presidente da República não ficou bem na fotografia.

    JN de 31mar2021 às 18h25

 

    O que diz a Constituição...
const.jpg



Publicado por Tovi às 07:26
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 12 de Março de 2021
As medidas do novo Plano de Desconfinamento

desconfinamento bb.jpg

   Comunicado do Conselho de Ministros de 11 de março de 2021



Publicado por Tovi às 07:34
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 11 de Março de 2021
Qual o ritmo do próximo desconfinamento?

159436558_10161009364682995_3368589644928680010_o.

Entendo que em casos muito especiais, como é esta Pandemia, as decisões políticas só deverão ser tomadas depois de ouvidos os mais reputados cientistas… mas convenhamos que não é tarefa fácil.



Publicado por Tovi às 10:40
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2021
Conselho de Ministros extraordinário

Situação hospitalar 18jan.jpg

No dia de ontem a ministra da Saúde disse-nos que todo o sistema de Saúde, incluindo Serviço Nacional de Saúde (SNS), setor social e privado e estruturas de retaguarda, está próximo do limite. E como se pode ver o gráfico da evolução da caraterização clínica em Portugal (atualizado ao dia de hoje) dá-nos “um sinal de elevada preocupação”, confirmando que a saúde está “numa situação de extremo esforço”.

Para hoje o Governo convocou um Conselho de Ministros extraordinário de cuja reunião deverão sair novas regras para o confinamento em vigor. Em cima da mesa estará a proibição de venda de bebidas ao postigo para evitar ajuntamentos à porta dos cafés, sendo também provável a possibilidade de abrir os centros de tempos livres (ATL) para crianças até aos 12 anos. O Presidente da Repúblia admitiu um agravamento de medidas,  considerando que o confinamento não está a ser levado a sério.

Ainda hoje um grande Amigo meu escreveu na sua página do Facebook (não digo quem ele é porque não lhe pedi autorização para o que estou aqui a contar): A propósito de pandemia e dos cuidados que a população continua a não assumir. Em conversa com um dirigente Chinês sobre liberdade, dizia-me: "Se tens tempo faz uma campanha de sensibilização, se não tens a campanha tem de ser de repressão". Na altura não fiquei muito convencido. Como hoje o entendo.
 
 
    Novas medidas de restrição decididas pelo Governo

Proibida venda ao postigo de bebidas alcoólicas.
Proibida permanência e consumo de bens alimentares à porta ou nas imediações dos estabelecimentos alimentares.
Encerrados todos espaços de restauração em centros comerciais, mesmo em take away.
Proibidas todas as campanhas de saldos, promoções e liquidações que promovam deslocação de pessoas.
Permanência em espaços públicos como jardins, pode ser apenas frequentados, não de permanência.
Solicitar aos autarcas que limitem acesso a locais de grande concentração de pessoas em frentes marítimas ou ribeirinhas, assim como de bancos de jardins, parques desportivos - como ténis ou padel.
Encerrados centros de dia e de convívio.
Teletrabalho: todos os trabalhadores que tenham se deslocar carecem de credencial emitida pela empresa, todas mas empresas de serviços com mais de 250 trabalhadores têm de enviar em 48h à Autoridade para Condições de Trabalho da lista nominal dos que estarão em trabalho presencial.
Reposta a proibição de circulação entre concelhos ao fim‑de‑semana. Todos estabelecimentos devem encerrar às 20h dias úteis e às 13h aos fim‑de‑semana (menos retalho alimentar, que aos fim‑de‑semana se pode prolongar até às 17h).
Reforço de fiscalização da ACT e das forças de segurança - que terá mais visibilidade nas imediações de estabelecimentos escolares, para dissuadir e impedir ajuntamentos.



Publicado por Tovi às 14:20
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 14 de Janeiro de 2021
Novo Confinamento Geral

mno-mupis-fica-em-casa-08.jpg

   O Parlamento aprovou a renovação do Estado de Emergência
O Parlamento aprovou ontem a renovação do estado de emergência por mais 15 dias, até dia 30 de janeiro. PS, PSD, CDS, PAN e Cristina Rodrigues votaram a favor, PCP, PEV, Chega, IL e Joacine Katar Moreira votaram contra e o BE absteve-se. Houve duas alterações no sentido de voto relativamente à última votação: CDS e PAN, passaram da abstenção para o voto a favor. Fica assim formalmente confirmado que o país iniciará um novo confinamento nesta quinta-feira. O Governo irá agora decidir e divulgar as medidas concretas.

 

    Confinamento a partir de sexta-feira
As missas serão permitidas, as farmácias e dentistas estarão abertos, mercearias e supermercados ficam de porta aberta, mas com espaço delimitado. Ginásios e pavilhões fechados, mas a primeira Liga de futebol prossegue. Cultura fechada, mas tribunais abertos. Os serviços públicos só funcionarão com marcação.
mw-1920.jpg

    O que vai fechar... e as 52 exceções.  - Ver aqui.

 


138816843_10208551563744202_8996444851598740192_n.


139311415_4285677358125578_6822368322633309348_o.j



Publicado por Tovi às 07:33
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 8 de Janeiro de 2021
Primeiras sondagens do ano da Pitagórica

   Se as Legislativas fossem hoje
Partido Socialista lidera com uma vantagem de perto dos 15 pontos percentuais sobre o PSD.
Sondagens 08jan2021.jpg

 

   Presidenciais 2021
Uma clara indicação da reeleição de Marcelo Rebelo de Sousa (67,9%) e um empate no segundo lugar para Ana Gomes e André Ventura (11,4%).
Presidenciais2021 07jan2021.jpg



Publicado por Tovi às 11:49
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Dezembro 2022
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


Posts recentes

Até o António Costa o diz

Medidas de apoio às famíl...

Marta Temido demitiu-se

Se as Legislativas fossem...

XXIII Governo de Portugal

A crise política está abe...

Terceira e última fase do...

Morreu Otelo Saraiva de C...

Não pode haver portuguese...

Vem aí uma bronca do cara...

As medidas do novo Plano ...

Qual o ritmo do próximo d...

Conselho de Ministros ext...

Novo Confinamento Geral

Primeiras sondagens do an...

Declaração de amor... em ...

O que dizem os peritos na...

Ministra assumiu estar ca...

Novas medidas para o comb...

Avaliação dos portugueses...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus