"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Quinta-feira, 23 de Janeiro de 2020
Será que...?

82969961_10206561850640310_8114634617463504896_n.j

  Tudo sobre "Luanda Leaks", no Expresso

 


No início de 1986, estava eu a trabalhar em Luanda como responsável pela logística de importação de produtos alimentares para um supermercado privativo de funcionários estrangeiros da Fina Petróleos, quando uma arreliadora avaria inutilizou todos os artigos que se encontravam num contentor frigorífico, incluindo umas centenas largas de dúzias de ovos. Como o próximo contentor de produtos lácteos e ovos só chegaria a Luanda dentro de três meses havia que resolver o problema recorrendo à importação por avião (usando o voo semanal de carga da TAAG que fazia Ostende - Luanda) mas os custos eram elevadíssimos e o espaço de que dispúnhamos neste avião era limitado. Foi então que uma das frequentadoras da Loja Fina, Tatiana Kukanova, mãe de Isabel dos Santos na altura uma adolescente de 12 anos, me disse que sua filha criava galinhas poedeiras e que me poderia vender ovos. Educadamente disse-lhe que as minhas necessidades de ovos eram no mínimo de 50 dúzias/semana e que dificilmente a Isabelinha teria capacidade para tal. Que não, que sua filha tinha uma enorme produção e que estavam à vontade para as quantidades que eu desejava, disse a Tatiana. E assim ficou combinado: Uma sua empregada viria semanalmente entregar-me 50 dúzias de ovos (quantidade que poderia ser alterada em qualquer altura) e o pagamento far-se-ia por créditos em compras. E assim funcionou até ao meu último dia de trabalho em Luanda, finais de outubro de 1986.



Publicado por Tovi às 10:38
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 17 de Janeiro de 2020
Que Justiça seja feita

6987e1f7dfadee7948f357073b405bd5.jpg

Não menosprezando de forma alguma as violentas agressões verificadas nos últimos tempos contra professores e profissionais de saúde, quando todos estes se encontravam em pleno exercício das suas atividades profissionais, a verdade é que “a cereja no topo do bolo” verificou-se esta semana no Tribunal de Família e Menores de Matosinhos, onde uma juíza e uma procuradora, durante uma sessão de um processo de regulação de responsabilidades parentais, foram ambas agredidas por uma mulher que intervinha no referido processo judicial. Esta, após ter sido presente a juiz de instrução criminal, no Porto, foi acusada da prática de três crimes, um de coação contra órgão constitucional e dois crimes de ofensas à integridade física qualificada, pelo que foi internada compulsivamente na prisão de Santa Cruz do Bispo, em Matosinhos.
Não há que haver contemplações para com estes hediondos atos… que JUSTIÇA SEJA FEITA.

 

E num outro processo muito mediático Rui Pinto, criador do Football Leaks, ficou hoje a saber que vai ser julgado por tentativa de extorsão (juntamente com o advogado Aníbal Pinto), de sabotagem informática e ainda acesso ilegítimo e violação de correspondência.
Que se faça Justiça.

 

   Ainda a propósito de casos mediáticos da Justiça Portuguesa

O canal televisivo CMTV é muitas vezes acusado de “popularucho”, “facioso” e “ao serviço de interesses inconfessáveis”… e dando de barato toda esta adjetivação gostaria de realçar o facto de um dos seus comentadores – principalmente de atos relacionados com Justiça – ser Rui Pereira, um ex-Ministro da Administração Interna (nos governos XVII e XVIII Governos Constitucionais, de 2007 a 2011) que faz a diferença para todos os outros que pelas TV’s nacionais mandam bitaites sobre tudo e sobre nada.



Publicado por Tovi às 13:28
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 27 de Dezembro de 2019
Muito jeitosa esta malta

Captura de Ecrã (375).png

  Notícia no JN



Publicado por Tovi às 13:57
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019
Violência doméstica... um flagelo

73157118_10215585558459921_8212788978252775424_n.j
Segundo a Procuradoria-Geral da República (PGR) neste ano de 2019 há até agora pelo menos 23 vítimas do sexo feminino (incluindo uma criança) e seis vítimas do sexo masculino "com indícios seguros de morte ocorrida em violência domésticas …/… Existem outros casos, designadamente com vítimas mulheres, que ainda não é possível assegurar com a necessária segurança que as mortes ocorreram em contexto de violência doméstica, aguarda-se que as investigações esclareçam os exatos contornos".



Publicado por Tovi às 08:45
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 5 de Outubro de 2019
Artigo 141.º da Lei Eleitoral da Assembleia da República

images.jpg

Artigo 141º - Propaganda depois de encerrada a campanha eleitoral  

1 — Aquele que no dia da eleição ou no anterior fizer propaganda eleitoral por qualquer meio será punido com prisão até seis meses e multa de 2,49€ a 24,94€.

2 — Aquele que no dia da eleição fizer propaganda nas assembleias de voto ou nas suas imediações até 500 metros será punido com prisão até seis meses e multa de 4,99€ a 49,88€.



Publicado por Tovi às 00:05
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 27 de Setembro de 2019
Tiago Barbosa Ribeiro esteve mal

71561670_2727464657287791_5383802446826962944_n.jp

Tanto é ladrão o que vai à vinha como o que fica à porta... alegadamente.

 


Começamos agora a conhecer o que está no meio milhar de páginas da acusação deduzida pelo Ministério Público no TANCOSGATE. Está lá escrito que “foi dois meses antes da encenação da recuperação do armamento furtado em Tancos que o ex-ministro da Defesa soube da investigação secreta e ilegal da Polícia Judiciária Militar (PJM). Foi informado que esta polícia até estava a negociar a entrega do material com um dos suspeitos do assalto.”
António Costa tem razão quando diz “à Justiça o que é da Justiça e à Política o que é da Política”… mas o TANCOSGATE também é Política.



Publicado por Tovi às 09:07
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 26 de Setembro de 2019
Tancos… é também um caso político

Captura de Ecrã (265).png
Sendo Tancos muito mais do que um assunto da Justiça, já seria tempo do "Papagaio-mor do Reino" fazer uma limpeza higiénica na hierarquia militar nacional. E também é um problema político, pelo que é ensurdecedor o silêncio de António Costa.

 


Dois anos e três meses depois do grave assalto às instalações militares em Tancos, o Ministério Público (MP) acusou hoje 23 arguidos: o ex-ministro da Defesa, Azeredo Lopes (acusado dos crimes de denegação da justiça, prevaricação e abuso de poder), vários militares e traficantes de droga e armas. Entre os militares acusado estão elementos da PJM e da GNR, nomeadamente três coronéis: o diretor da PJM, Luís Vieira e dois da GNR, chefes máximos da investigação criminal daquele corpo.

 

   Comentários no Facebook

David Ribeiro - Conheço pessoalmente Azeredo Lopes e tenho por ele consideração e estima, mas continuo a afirmar que estou convencido que em todo este processo o ex-ministro da Defesa foi "comido de cebolada" pela hierarquia militar.
David Almeida - Traído pelas esferas militares... em bom português... 'comido de cebolada'
Duarte Nuno Correia - Azeredo Lopes e Tiago Barbosa Ribeiro são do pior que o Porto tem para apresentar. No entanto são do melhor que o PS tem para apresentar. Isso diz muito sobre o PS... Pensem nisso na hora de votar.
Fernando Pereira da Silva - Rio tinha avisado.



Publicado por Tovi às 10:03
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 18 de Setembro de 2019
Será só fumo?... ou haverá crime?

800.jpg

A Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC) da Polícia Judiciária (PJ) está esta manhã a realizar buscas em vários locais, por causa da polémica compra das 70 mil golas anti-fumo para as populações, no âmbito da do programa "Aldeia Segura". Em causa, estão os crimes de participação económica em negócio e desvio de subsídio.

 

 15h00 de hoje

O secretário de Estado da Proteção Civil, José Artur Neves,  demitiu-se esta quarta-feira, anunciou o ministério da Administração Interna em comunicado: "Na sequência do pedido de exoneração, por motivos pessoais, do Secretário de Estado da Proteção Civil, o Ministro da Administração Interna aceitou o pedido e transmitiu essa decisão ao Primeiro-Ministro".

 15h40 de hoje

A Polícia Judiciária também realizou buscas na casa do presidente da Proteção Civil, Carlos Mourato Nunes, na sequência do caso das golas inflamáveis. Foi uma das oito buscas domiciliárias que a PJ realizou esta quarta-feira.

 16h10 de hoje

Secretário de Estado da Proteção Civil constituído arguido por fraude e corrupção relativos a fundos europeus. Isto acontece na sequência das buscas no Ministério da Admnistração Interna relacionadas com a compra das 70 mil golas antifumo para as populações.

 11h45 de 19set2019

O presidente da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, Mourato Nunes, foi constituído arguido no âmbito da investigação ao negócio das golas antifumo, juntamente com o secretário de Estado José Artur Neves, segundo fonte ligada ao processo.

 15h00 de 19set2019

Numa nota enviada à comunicação social pela ANEPC, o tenente-general Mourato Nunes confirma que na manhã de quarta-feira foi constituído arguido, num inquérito que investiga suspeitas de fraude na obtenção de subsídio, de participação económica em negócio e de corrupção, nos contratos dos programas "Aldeia Segura, Pessoas Seguras", nos quais foram distribuídos cerca de 70 mil ´kits´ com as golas anti-fumo, e "Rede Automática de Avisos à População" (SMS). "Como teve oportunidade de transmitir a toda a estrutura da ANEPC, Mourato Nunes não concede nas imputações invocadas quanto ao seu envolvimento em quaisquer que possam ser os factos deste processo", lê-se na nota, não referindo, contudo, se vai permanecer no cargo.

 14h35 de 22set2019

Francisco Ferreira, líder do PS de Arouca e antigo adjunto do agora ex-secretário de Estado da Proteção Civil, tornou-se no terceiro arguido no caso das golas antifumo, por ter sido quem indicou nomes de empresas à Proteção Civil para as aquisições feitas no âmbito do programa "Aldeia Segura, Pessoas Seguras". O jovem, de 30 anos e padeiro de profissão, foi alvo de uma das oito buscas domiciliárias do Ministério Público e da Polícia Judiciária, na ultima quarta-feira. A operação abrangeu ainda outras 46 buscas não domiciliárias - como a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), várias empresas e diversos comandos distritais de operações de socorro (CDOS).



Publicado por Tovi às 11:13
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 28 de Junho de 2019
Que a Justiça lhes seja pesada

mw-860.jpg

Vão ser amanhã presentes a interrogatório judicial para aplicação de medidas de coação os três detidos pela Polícia Judiciária, com idades entre os 20 e os 40 anos, dois deles de nacionalidade portuguesa (estes com antecedentes criminais) e um outro, o proprietário do prédio, de nacionalidade chinesa e detentor de um Visto Gold (gerente da imobiliária Alvorada Oasis, com sede em Gaia). Estas deteções têm a ver com a tragédia provocada pelos detidos numa das residências de um edifício na rua Alexandre Braga, no centro do Porto, incêndio provocado com recurso a um produto acelerante de combustão, na madrugada de 2 de março em três pontos distintos das escadas, painéis e suportes em madeira de acesso ao terceiro andar, do prédio onde vivia uma octogenária com os seus filhos, vindo a provocar a morte de um deles.

 

JN, 1jul2019 às 16h53
O dono de uma imobiliária e um dos alegados autores de um incêndio que, em março, causou a morte de um homem no centro do Porto vão ficar em prisão preventiva. O terceiro suspeito ficará sujeito a apresentações obrigatórias. As medidas de coação foram decretadas esta segunda-feira na sequência da detenção, na passada sexta-feira, de três suspeitos do crime de fogo posto.



Publicado por Tovi às 17:27
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 14 de Junho de 2018
Uma visão lúcida da crise no Sporting

35268531_2145473382134796_773604960985153536_n.jpg

   João Baptista Vasconcelos Magalhaes no Facebook

Há uma falácia nos argumentos da Sra. Dra. Elsa Judas e do Dr. Bernardo Trindade Barros, quando dizem “quem manda são os sócios”. Os sócios estão organizados por um vinculo institucional. Fora desse vínculo são apenas um somatório de pessoas. Só mandam através dos seus órgãos, nos quais delegaram poderes. O órgão em quem delegaram poderes para os representarem é a assembleia geral. É pela convocação do presidente da assembleia-geral que os sócios são chamados a pronunciarem-se sobre os pontos da ordem de trabalhos que é fixada. A Sra. Dr.ª Elsa Judas e o Sr. Dr. Bernardo Trindade Barros falam dos Sócios como Robespierre falou do povo. E todos sabemos no que isso deu!



Publicado por Tovi às 14:04
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 13 de Junho de 2018
Continua a crise no Sporting

SportingLeão 04.jpg

Ainda há jogadores no Sporting?

Bruno foi suspenso pela Comissão de Fiscalização do Sporting. Agora é que vai ser.

P u t a t i v a m e n t e ! . . . LOL

Se eu fosse sportinguista tinha hoje ficado PUTATIVAMENTE esclarecido.

Assim de repente está a parecer-me mais difícil tirar o Bruno do poleiro que provar as culpas do Sócrates.



Publicado por Tovi às 22:25
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 8 de Junho de 2018
Concertar o que os romenos estragaram

romenoa 2.jpg

Fui tomar a minha chávena de café matinal à varanda e vi dois diligentes serralheiros a concertar o que os romenos estragaram. E dei comigo a pensar que bonito era mandar-se a conta destas despesas para a embaixada romena... é que isto, além dos incómodos, custa dinheiro.

 

   20h00 de 8Jun2018

Colocaram nova rede mas os romenos estão a montar a tenda do lado de fora, junto dos passeios para peões... e polícia nem vê-la.

   21h00 de 8Jun2018

A polícia chegou e está a correr com eles.

   22h00 de 8Jun2018

Incrível... uma hora depois de terem sido corridos pela polícia já cá estão todos novamente.



Publicado por Tovi às 09:18
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 7 de Junho de 2018
Quem é que pode chamar a polícia?

romenoa 1.jpg

Se durante a minha ausência de casa alguém entrar no meu espaço privado e um vizinho contactar com a polícia a relatar o facto, só tenho que agradecer, não é verdade?... Pois nestes dias a PSP disse-me que a participação que estava a fazer sobre vários romenos a entrar em zona vedada e propriedade da Metro do Porto, não tinha razão de ser e que teria de ser o proprietário a relatar os factos. É estranho, não é?

 

   Comentários no Facebook

«Cristina Vasconcelos Porto» - É descabido!

«Manuel Matos» - Não só é estranho como é vergonhoso. Nesse caso, porque não pedir o livro de reclamações? A polícia só tem que recebera denúncia e actuar, não tem que fazer juízos de valor sobre a mesma.

«Raul Vaz Osorio» - Chama-se cobardia

«David Ribeiro» - Claro que perante a minha insistência e desagrado pela resposta recebida acabaram por se desculpar com falta de meios. E um hilariante e repetido comentário: "Esse assunto não é um caso de polícia, é um caso político".

«Mario Azevedo» - Valha-nos que a Polícia não tenha dito que era um caso de xenofobia.

«David Ribeiro» - Também já me disseram... "aí na sua zona devem ser todos xenófobos, já é o terceiro que nos liga na última hora". Ouviu das que não quis... depois pediu desculpa.

«Rui Lima» - Será que o comando da PSP sabe destas situações? E O SEF ? É que existe um regulamento para um estrangeiro residir em Portugal e na União Europeia. 1º Documentos, 2º Meios de subsistência, depois há uma série de itens entre os quais um que se chama em linguagem Portuense " xatear" este último dá muito resultado, aplica-se ás prostitutas que andam pela Av. da Boavista , arrumadores etc . Ouvi dizer que roubaram uns patos do Jardim do Carregal ......

«Jose Riobom» - Para mim já estás na lista negra...estás a perturbar a ida aos frangos no churrasco da PSP...😂😂😂😂

«David Almeida» - Depois vêm dizer que a criminalidade está a aumentar, nomeadamente os assaltos a residências e que não percebem o fenómeno...

«Carlos Vale Pereira» - São muitas razões para esse procedimento: Foram as sucessivas mudanças de leis e código penal, as desautorizações constantes à PSP (A Municipal é só para multas e fechar ruas!!), muitas delas partindo dos próprios polícias, o aparecimento dos sindicatos, e é verdade, a escassez cada vez maior de meios. Por isso quanto menos fizerem, melhor!!!! É evidente que discordo desde estado de coisas mas fomos nós ao longo de décadas que o fomos alimentando. É triste!



Publicado por Tovi às 20:13
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 21 de Maio de 2018
Prisão preventiva para os agressores em Alcochete

Alcochete tribunal 20Mai2018.jpg

Na tarde de ontem foi conhecida a decisão do Ministério Público de pedir prisão preventiva para os 23 arguidos das agressões verificadas na Academia de Alcochete. Hoje o Juiz de Instrução Criminal do Tribunal do Barreiro considerou "que se verificam os pressupostos objetivos e subjetivos dos tipos de crimes que lhes são imputados" e confirmou os perigos invocados pelo Ministério Público, para justificar a medida de coação mais gravosa.



Publicado por Tovi às 20:16
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 16 de Maio de 2018
Corrupção no Sporting

Sporting 16Mai2018.jpg
(Inspectores da PJ fizeram buscas em Alvalade e André Geraldes foi detido)

Após buscas à SAD do Sporting em Alvalade logo pela manhã desta quarta-feira, a Polícia Judiciária, através da Directoria do Norte e no âmbito de inquérito dirigido pelo Ministério Público – DIAP do Porto, emitiu um comunicado em que confirmou a detenção de quatro pessoas no âmbito da Operação 'Cash-Ball', indiciadas por "corrupção no desporto", no âmbito da investigação às suspeitas de corrupção relativamente ao título de campeão de andebol do Sporting em 2016/17. A investigação atinge também o futebol, existindo seis jogos do Sporting que estão sob investigação: com o V. Guimarães, Feirense, Chaves, Tondela, Aves e Estoril. Os quatro detidos são André Geraldes, director de futebol do Sporting, os empresários Paulo Silva e João Gonçalves, e Gonçalo Rodrigues, funcionário dos leões e ex-braço direito de Geraldes no gabinete de apoio ao atleta. No caso do andebol, em causa estará um alegado esquema de corrupção de árbitros, com crimes praticados pelos empresários Paulo Silva (dedicava-se à prospecção de jogadores de futebol) e João Gonçalves, com ligações a funcionários do Sporting, como Gonçalo Rodrigues e André Geraldes, ambos do gabinete de apoio ao atleta. A investigação , documentada com a gravação de trocas de mensagens de voz através da aplicação Whatsapp, denuncia um esquema viciando o campeonato 2016/17. O principal implicado é Paulo Silva, que, em declarações àquele diário, assume-se autor de corrupção activa. Por exemplo, revelou ter comprado, por 2.000 euros, os árbitros do decisivo Benfica-FC Porto, de 20 de maio de 2017, que os encarnados venceram 28-27, resultado que deixou o Sporting na frente da tabela.



Publicado por Tovi às 17:33
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Janeiro 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9



28
29
30
31


Posts recentes

Será que...?

Que Justiça seja feita

Muito jeitosa esta malta

Violência doméstica... um...

Artigo 141.º da Lei Elei...

Tiago Barbosa Ribeiro est...

Tancos… é também um caso ...

Será só fumo?... ou haver...

Que a Justiça lhes seja p...

Uma visão lúcida da crise...

Continua a crise no Sport...

Concertar o que os romeno...

Quem é que pode chamar a ...

Prisão preventiva para os...

Corrupção no Sporting

Violência na Academia de ...

Deve ter-lhe saído no eur...

A tragédia de Sócrates

A Máfia do Pinhal

Lula da Silva foi preso

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus