"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Sexta-feira, 6 de Março de 2020
Acabou o primeiro capítulo da “telenovela” Luís Grilo

jeg.jpg
Após 14 sessões de um julgamento que arrancou em setembro do ano passado, o Tribunal de Loures, constituído por juízes e jurados, anunciou no passado dia 3 de março a sentença de Rosa Grilo e António Joaquim. O tribunal deu como provado que Rosa Grilo matou o marido, Luís Grilo, e condenou-a a 25 anos de prisão, a pena máxima prevista na lei. António Joaquim, o homem com quem Rosa Grilo tinha uma relação extraconjugal e que estava acusado de co-autoria do homicídio, foi absolvido desse crime e do crime de profanação de cadáver. Acabou por ser condenado apenas a 2 anos de prisão — com pena suspensa — por posse de arma proibida. Rosa Grilo foi ainda condenada a pagar 42 mil euros de indemnização ao filho e ainda a uma pena acessória de indignidade sucessória. Quer isto dizer que a viúva não poderá usufruir do valor de cerca de meio milhão de euros dos seguros de vida do triatleta Luís Grilo.
A advogada de Rosa Grilo, Tânia Reis, já anunciou entretanto que vai recorrer da decisão. O Ministério Público também vai recorrer da absolvição de António Joaquim. Ou seja, vamos ter segundo capítulo desta triste “telenovela”.



Publicado por Tovi às 07:14
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 4 de Março de 2020
Bai tudo dentro, carago!...

Captura de Ecrã (18).png

  Revista 'Sábado'

(...) as revelações feitas por Rui Pinto, no caso Football Leaks, estão a ser úteis para esta investigação. (...) a suspeita principal é a de que “clubes, sociedades anónimas desportivas, administradores, jogadores, treinadores, diretores desportivos, agentes e advogados recorreram a alegados documentos contabilísticos fictícios para empolar custos”.

  CMTV ás 10h10

Juiz Carlos Alexandre presente nas buscas ao escritório na cidade do Porto do advogado Osório de Castro.

  Comunicado da Autoridade Tributária - Operação 'Fora de Jogo'

No âmbito da investigação de diversos processos-crime instaurados por suspeitas da prática de atos passíveis de configurar ilícitos criminais de Fraude e Fraude Qualificada a Inspeção Tributária e Aduaneira da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), através da Direção de Serviços de Investigação da Fraude e de Ações Especiais (DSIFAE), na qualidade de Órgão de Polícia Criminal, colocou no dia de hoje, em curso a "Operação Fora De Jogo" que se consubstancia no cumprimento de 76 Mandados de Busca, sendo 40 Mandados de Busca Domiciliária e 5 Mandados de Busca a Escritório de Advogados levados a cabo por cerca de 102 Inspetores Tributários e Aduaneiros, com o apoio operacional de 182 militares da Unidade de Ação Fiscal da GNR.
As investigações nos indicados processos-crime são da responsabilidade e têm a direção do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), cuja intervenção direta na Operação se traduz na presença de 9 Magistrados do Ministério Público e 7 Magistrados Judiciais nos locais de busca.
Os factos sob investigação e que motivaram a instauração dos processos em causa, tiveram origem em diversos procedimentos de inspeção levados a cabo desde o ano 2015 pela Autoridade Tributária e Aduaneira, e por esta impulsionados, com base na informação disponível internamente, no âmbito de negócios relacionados com o universo do futebol profissional.
Os mesmos negócios terão visado ocultar ou obstaculizar a identificação dos reais beneficiários finais dos rendimentos subtraindo-os, por estas vias, ao cumprimento das obrigações declarativas e subsequente tributação devida em Portugal.
A informação voltará a ser atualizada mais tarde, com um balanço da operação.

 


Foram constituídos 47 arguidos no âmbito da operação Fora de Jogo. Entre os arguidos - 24 pessoas coletivas e 23 pessoas singulares - constam jogadores de futebol, agentes ou intermediários, advogados e dirigentes desportivos. Há suspeitas de crimes de fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais. 



Publicado por Tovi às 09:45
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 22 de Fevereiro de 2020
Muito bem...

...como não poderia deixar de ser.
87263493_10157070617673531_7196635243988647936_n.j



Publicado por Tovi às 07:44
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 19 de Fevereiro de 2020
Inadmissível…

…a ser verdade o que hoje veio a público. 

Captura de Ecrã (2).png

Notícia do Correio da Manhã



Publicado por Tovi às 21:19
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 15 de Fevereiro de 2020
Rui Pinto tentou dar provas à Justiça

Captura de Ecrã (401).png
Lendo com atenção as declarações dos advogados de Rui Pinto começa a ser ensurdecedor o silêncio do Ministério Público sobre o manancial de informação na posse do hacker português, que deveria sem qualquer dúvida ser utilizado em investigações de alegados crimes. E o facto de Rui Pinto estar em prisão preventiva não me parece ser nesta altura o mais importante da coisa… até pode ser a forma mais segura de manter vivo e de boa saúde o jovem português.

   Notícia do Público

 

   Hoje... no Porto

84402731_10216556514613218_6745713422219870208_o.j



Publicado por Tovi às 09:58
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 11 de Fevereiro de 2020
Agora?...

...já devem estar todas sequinhas. 

Captura de Ecrã (395).png



Publicado por Tovi às 22:22
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 10 de Fevereiro de 2020
Lembram-se da Paula do Lagarteiro?

Captura de Ecrã (394).png

Gostava era de ouvir agora aqueles socialistas portuenses & C.ª que andaram com ela ao colo quando a Paula do Lagarteiro “exigia” voltar para um apartamento num bairro camarário.

   Notícia do JN de ontem

 

   Comentário de Pedro Baptista no Facebook

A vítima-heroína da "esquerda" da ganza do Porto, do BE, do PS e de toda a nacional-putaria, com a Interpol atrás, ao que nos narra o JN! Não há direito da Câmara do Porto não querer sustentar a parasitagem da "esquerda" do chuto. Deveríamos alojá-los e pagar-lhes o charro e a pica do dia a dia, direito humano e social da boa gente, tal como o erário público paga os abastecimentos nos acampamentos de verão que tantos votos rendem a esta gente... Também deveríamos garantir instalações ao que ascenderam na nomenklatura do tráfico, a distribuidores, armazenistas, contabilistas e investidores... Se alguns ideólogos, como o Pizarrote, do Cabaret PS, já andam pelo parlamento europeu, podemos ter a certeza, ou pelo menos a esperança, de que chegarão a deputados de Lisboa e, então, todos poderemos levantar voo...
Alguém tem de dizer a toda esta corja, que NÂO:
A DROGA NÃO É UM DIREITO HUMANO OU SOCIAL, É UMA DESGRAÇA QUE MATA E ESCRAVIZA MILHÕES APENAS PARA PROVEITO DOS MAIORES CRIMINOSOS DA HISTÓRIA DA HUMANIDADE. A GANZA NÃO É DE ESQUERDA, ANTES PELO CONTRÁRIO!



Publicado por Tovi às 07:14
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 29 de Janeiro de 2020
Novas revelações sobre homicídio do triatleta

Algo me diz que a atuação do Ministério Público em toda esta "telenovela" vai demonstrar a fragilidade de algumas investigações em Portugal.

img_900x508$2019_03_06_15_48_20_828256.jpg


Uma testemunha entregou uma carta em tribunal onde diz que viu o triatleta Luís Grilo a ser assassinado. O autor da carta diz ser amigo de António Joaquim e conta que assistiu ao crime. "Eu vi quem matou o Sr. Luís Grilo. Foi o António Joaquim quem matou. Eu vi tudo à minha frente, o que ele fez com a D. Rosa Grilo", escreveu a testemunha acrescentando que Rosa deu com um pau na cabeça do marido e que António Joaquim lhe pôs uma almofada na cabeça e que lhe deu dois tiros. Ainda na mesma carta, o homem conta que foi com o "amigo" António Joaquim até um descampado onde o amante de Rosa abandonou o corpo. Aí, esta testemunha diz ter sido ameaçada. "Disse que se eu contasse me fazia o que fez ao Sr. Luís Grilo", revelou.



Publicado por Tovi às 07:21
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 23 de Janeiro de 2020
Será que...?

82969961_10206561850640310_8114634617463504896_n.j

  Tudo sobre "Luanda Leaks", no Expresso

 


No início de 1986, estava eu a trabalhar em Luanda como responsável pela logística de importação de produtos alimentares para um supermercado privativo de funcionários estrangeiros da Fina Petróleos, quando uma arreliadora avaria inutilizou todos os artigos que se encontravam num contentor frigorífico, incluindo umas centenas largas de dúzias de ovos. Como o próximo contentor de produtos lácteos e ovos só chegaria a Luanda dentro de três meses havia que resolver o problema recorrendo à importação por avião (usando o voo semanal de carga da TAAG que fazia Ostende - Luanda) mas os custos eram elevadíssimos e o espaço de que dispúnhamos neste avião era limitado. Foi então que uma das frequentadoras da Loja Fina, Tatiana Kukanova, mãe de Isabel dos Santos na altura uma adolescente de 12 anos, me disse que sua filha criava galinhas poedeiras e que me poderia vender ovos. Educadamente disse-lhe que as minhas necessidades de ovos eram no mínimo de 50 dúzias/semana e que dificilmente a Isabelinha teria capacidade para tal. Que não, que sua filha tinha uma enorme produção e que estavam à vontade para as quantidades que eu desejava, disse a Tatiana. E assim ficou combinado: Uma sua empregada viria semanalmente entregar-me 50 dúzias de ovos (quantidade que poderia ser alterada em qualquer altura) e o pagamento far-se-ia por créditos em compras. E assim funcionou até ao meu último dia de trabalho em Luanda, finais de outubro de 1986.



Publicado por Tovi às 10:38
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 17 de Janeiro de 2020
Que Justiça seja feita

6987e1f7dfadee7948f357073b405bd5.jpg

Não menosprezando de forma alguma as violentas agressões verificadas nos últimos tempos contra professores e profissionais de saúde, quando todos estes se encontravam em pleno exercício das suas atividades profissionais, a verdade é que “a cereja no topo do bolo” verificou-se esta semana no Tribunal de Família e Menores de Matosinhos, onde uma juíza e uma procuradora, durante uma sessão de um processo de regulação de responsabilidades parentais, foram ambas agredidas por uma mulher que intervinha no referido processo judicial. Esta, após ter sido presente a juiz de instrução criminal, no Porto, foi acusada da prática de três crimes, um de coação contra órgão constitucional e dois crimes de ofensas à integridade física qualificada, pelo que foi internada compulsivamente na prisão de Santa Cruz do Bispo, em Matosinhos.
Não há que haver contemplações para com estes hediondos atos… que JUSTIÇA SEJA FEITA.

 

E num outro processo muito mediático Rui Pinto, criador do Football Leaks, ficou hoje a saber que vai ser julgado por tentativa de extorsão (juntamente com o advogado Aníbal Pinto), de sabotagem informática e ainda acesso ilegítimo e violação de correspondência.
Que se faça Justiça.

 

   Ainda a propósito de casos mediáticos da Justiça Portuguesa

O canal televisivo CMTV é muitas vezes acusado de “popularucho”, “facioso” e “ao serviço de interesses inconfessáveis”… e dando de barato toda esta adjetivação gostaria de realçar o facto de um dos seus comentadores – principalmente de atos relacionados com Justiça – ser Rui Pereira, um ex-Ministro da Administração Interna (nos governos XVII e XVIII Governos Constitucionais, de 2007 a 2011) que faz a diferença para todos os outros que pelas TV’s nacionais mandam bitaites sobre tudo e sobre nada.



Publicado por Tovi às 13:28
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 27 de Dezembro de 2019
Muito jeitosa esta malta

Captura de Ecrã (375).png

  Notícia no JN



Publicado por Tovi às 13:57
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019
Violência doméstica... um flagelo

73157118_10215585558459921_8212788978252775424_n.j
Segundo a Procuradoria-Geral da República (PGR) neste ano de 2019 há até agora pelo menos 23 vítimas do sexo feminino (incluindo uma criança) e seis vítimas do sexo masculino "com indícios seguros de morte ocorrida em violência domésticas …/… Existem outros casos, designadamente com vítimas mulheres, que ainda não é possível assegurar com a necessária segurança que as mortes ocorreram em contexto de violência doméstica, aguarda-se que as investigações esclareçam os exatos contornos".



Publicado por Tovi às 08:45
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 5 de Outubro de 2019
Artigo 141.º da Lei Eleitoral da Assembleia da República

images.jpg

Artigo 141º - Propaganda depois de encerrada a campanha eleitoral  

1 — Aquele que no dia da eleição ou no anterior fizer propaganda eleitoral por qualquer meio será punido com prisão até seis meses e multa de 2,49€ a 24,94€.

2 — Aquele que no dia da eleição fizer propaganda nas assembleias de voto ou nas suas imediações até 500 metros será punido com prisão até seis meses e multa de 4,99€ a 49,88€.



Publicado por Tovi às 00:05
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 27 de Setembro de 2019
Tiago Barbosa Ribeiro esteve mal

71561670_2727464657287791_5383802446826962944_n.jp

Tanto é ladrão o que vai à vinha como o que fica à porta... alegadamente.

 


Começamos agora a conhecer o que está no meio milhar de páginas da acusação deduzida pelo Ministério Público no TANCOSGATE. Está lá escrito que “foi dois meses antes da encenação da recuperação do armamento furtado em Tancos que o ex-ministro da Defesa soube da investigação secreta e ilegal da Polícia Judiciária Militar (PJM). Foi informado que esta polícia até estava a negociar a entrega do material com um dos suspeitos do assalto.”
António Costa tem razão quando diz “à Justiça o que é da Justiça e à Política o que é da Política”… mas o TANCOSGATE também é Política.



Publicado por Tovi às 09:07
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 26 de Setembro de 2019
Tancos… é também um caso político

Captura de Ecrã (265).png
Sendo Tancos muito mais do que um assunto da Justiça, já seria tempo do "Papagaio-mor do Reino" fazer uma limpeza higiénica na hierarquia militar nacional. E também é um problema político, pelo que é ensurdecedor o silêncio de António Costa.

 


Dois anos e três meses depois do grave assalto às instalações militares em Tancos, o Ministério Público (MP) acusou hoje 23 arguidos: o ex-ministro da Defesa, Azeredo Lopes (acusado dos crimes de denegação da justiça, prevaricação e abuso de poder), vários militares e traficantes de droga e armas. Entre os militares acusado estão elementos da PJM e da GNR, nomeadamente três coronéis: o diretor da PJM, Luís Vieira e dois da GNR, chefes máximos da investigação criminal daquele corpo.

 

   Comentários no Facebook

David Ribeiro - Conheço pessoalmente Azeredo Lopes e tenho por ele consideração e estima, mas continuo a afirmar que estou convencido que em todo este processo o ex-ministro da Defesa foi "comido de cebolada" pela hierarquia militar.
David Almeida - Traído pelas esferas militares... em bom português... 'comido de cebolada'
Duarte Nuno Correia - Azeredo Lopes e Tiago Barbosa Ribeiro são do pior que o Porto tem para apresentar. No entanto são do melhor que o PS tem para apresentar. Isso diz muito sobre o PS... Pensem nisso na hora de votar.
Fernando Pereira da Silva - Rio tinha avisado.



Publicado por Tovi às 10:03
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Abril 2020
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Posts recentes

Acabou o primeiro capítul...

Bai tudo dentro, carago!....

Muito bem...

Inadmissível…

Rui Pinto tentou dar prov...

Agora?...

Lembram-se da Paula do La...

Novas revelações sobre ho...

Será que...?

Que Justiça seja feita

Muito jeitosa esta malta

Violência doméstica... um...

Artigo 141.º da Lei Elei...

Tiago Barbosa Ribeiro est...

Tancos… é também um caso ...

Será só fumo?... ou haver...

Que a Justiça lhes seja p...

Uma visão lúcida da crise...

Continua a crise no Sport...

Concertar o que os romeno...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus