"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Quarta-feira, 27 de Março de 2024
A nova Assembleia da República

Captura de ecrã 2024-03-26 094132.png

  Distribuição dos lugares na Assembleia da República
Tanto Bloco como o PCP conseguiram manter os mesmos dois lugares na fila da frente e viram o Livre, que não tinha direito a entrar na corrida por não ter grupo parlamentar, ganhar os mesmos dois lugares equilibrando todos os partidos à esquerda do PS. Já o PS viu a sua bancada parlamentar perder 40 deputados e restou-lhe apenas cinco lugares na frente do hemiciclo. À direita, a vitória pouco expressiva da AD deu direito aos mesmos cinco lugares que os socialistas na montra do parlamento. Depois de não ter conseguido alcançar a meta de engordar a bancada parlamentar, a Iniciativa Liberal não conseguiu reclamar mais do que os dois lugares na frente que já lhe tinham sido atribuídos nas eleições de 2022. Já o crescimento exponencial do Chega permitiu-lhes ganhar mais representatividade também na primeira fila do parlamento, passando de três para quatro lugares. Outra das principais novidades desta nova sessão legislativa é o regresso do CDS ao Parlamento. Graças a esta distribuição que garante a inclusão de todos os grupos parlamentares na frente, também o partido liderado por Nuno Melo irá ter um dos seus elementos na fila mais disputada do hemiciclo.

  
Jose Luis Soares MoreiraFica só a questão! Porquê ainda se continua com 240 deputados, quando grandes em tudo, países europeus lhes chegam cerca de um terço destes 240? Vamos lá Portugal.
Júlio GouveiaJose Luis Soares Moreira são 230 , não 240 . De qualquer modo também acho um grande exagero. É só uma questão de mais despesas , que somos todos nós a pagar. 120 chegavam e mesmo assim ainda eram demais. Poupava-se varios milhares se não mesmo milhoes
David RibeiroSó que com um menor número de deputados algumas forças políticas nunca teriam a possibilidade de lugares no Parlamento, contribuindo assim para o poder único das grandes forças políticas.
Jose Luis Soares MoreiraDavid Ribeiro, também seria possível alterar essa lei, por exemplo atribuir até um ou dois deputados a partir dos 70 000 votos, depois seguir-se-ia o atual sistema. A questão de em Portugal não haver enriquecimento do País para um melhor desenvolvimento e de vida social mais qualificada em termos de sustentabilidade, prende-se com a despesa pública astronômica e criadora de tachos numa grande maioria.
Altino DuarteJose Luis Soares Moreira Creio que a opinião do Jose Luis Soares Moreira é bastante contestável se formos verificar o número de deputados que, de acordo com o número de habitantes, compõem os parlamentos dos vários países da Europa . Em Portugal, 120 eram demais? São livres as opiniões...
Salvador Silva
Jose Luis Soares Moreira, parece-me que são só 230 mas mesmo estes são um exagero.

 

  ELEIÇÃO DA PRESIDÊNCIA E RESTANTE MESA DA AR
1024.jpgNo dia de ontem [3.ª feira 26mar2024] a Assembleia da República, eleita nas Legislativas de 10 de março, numa primeira votação para eleição de José Pedro Aguiar-Branco, deputado eleito por Viana do Castelo pela Aliança Democrática (AD) e candidato único para presidente da Assembleia da República, precisava de, pelo menos, 116 votos para ser eleito (metade mais um dos 230 deputados existentes). No entanto, conseguiu apenas 89. Houve ainda 134 votos brancos e sete nulosEmbora não possam existir certezas sobre quem não votou a favor, há algumas deduções fáceis de fazer. Desde logo, sobre quem terá apoiado a eleição de Aguiar-Branco: a AD (PSD e CDS) tem 80 deputados, pelo que, partindo-se do princípio de que todos eles votaram a favor do candidato proposto, sobram nove votos a favor "incógnitos". Ora, a bancada do Chega tem 50 deputados e a da IL tem oito. Assim, entre as 134 abstenções estará, forçosamente, a maioria dos 78 deputados do PS, bem como boa parte dos 50 parlamentares do Chega. Menos dificil de intuir é o sentido de voto dos 14 deputados da Esquerda (BE, PCP e Livre) mais PAN, que deverão ter sido todos dirigidos para a abstenção e, em menor número, para os nulos.

  
Vitor Soares
Não se comprometem com o Chega... ainda ontem os comentadores de direita diziam que o anterior presidente tinha sido um mau presidente... pumba, não há apoio de ninguém... depois querem entendimento para legislar...vai ser bonito vai
Paulo TeixeiraPalavra dada tem de ser palavra honrada.
David RibeiroMas qual é o espanto?... André Ventura nunca foi e continua a não ser confiável.
Paulo TeixeiraDavid Ribeiro isto nao é tao linear. Sao todos burros. A direita toda é burra e o ps perdeu o sentido de estado. Caminhamos para o abismo.
David RibeiroPaulo Teixeira, o PS (neste caso justiça lhe seja feita) anunciou que iria abster-se, mas o Ventura afirmou que apoiaria a eleição de Aguiar-Branco... só que Ventura é Ventura e facilmente dá o dito por não dito.
Alexandre Lapão Dos SantosPaulo Teixeira nem mais, nem menos. Muito bem dito!!!!
Gonçalo G. MouraDavid Ribeiro foi a AD quem roeu a corda. O acordo foi negado duas vezes pelo Nuno Melo e pelo Paulo Rangel... o Ventura tinha que ser muito ingénuo para o honrar.
David RibeiroNão deixas de ter razão, Gonçalo G. Moura, há "impreparação política" nesta AD.

  E é assim que estamos... O PSD retirou o nome de Aguiar-Branco para candidato a presidente da Assembleia da República. Convictos de que a votação seria igual à primeira, isto é, com PS e Chega a não votarem a favor do nome do PSD, os sociais-democratas optam por retirar a candidatura. Joaquim Miranda Sarmento, líder parlamentar do PSD, anunciou no plenário. “Assistimos à primeira coligação negativa” entre PS e Chega. “Talvez haja uma coligação positiva entre as duas forças e queiram apresentar um candidato.”

 
Isabel Sousa BragaDavid Ribeiro enfim.....
Vitor SoaresDavid Ribeiro mas dizer que é uma coligação negativa sem que primeiro tenham falado com o PS, depois de supostamente haver acordo com o Chega, também não fica lá muito bem ao PSD...
David RibeiroSem dúvida, Vitor Soares. Está na hora de um entendimento entre PSD e PS, não obrigatoriamente no Governo mas pontualmente no Parlamento.
Vitor Soares
Está na hora de mostrarem ao povo português que o povo está a cima dos interesses partidários.
Jose Luis Soares MoreiraComplicado, e agora?

  O Partido Socialista acaba de anunciar Francisco Assis candidato para presidente da Assembleia da República. Aguiar-Branco volta atrás e reapresenta candidatura. Manuela Tender do Chega também se candidata à presidência da AR, o que torna praticamente impossível uma eleição com estes candidatos.
  
Isabel SilvaSerá que os portugueses vão aprender?

  Assis foi o mais votado e passou com Aguiar Branco à segunda volta (Aguiar Branco 88; Francisco Assis 90; Manuela Tender 49; 2 votos brancos). Na segunda votação Francisco Assis teve mais votos que Aguiar-Branco, mas nenhum conseguiu os 116 exigidos. Assis 90; Aguiar-Branco 88; Votos em branco 52. Vamos ter no dia de hoje mais novas candidaturas e as respetivas votações.

 Bernardo Sá Nogueira MergulhãoVergonha, politiquice do pior. Qual o mal de Aguiar-Branco? Nenhum apenas apanhado no triste espectáculo. Siga.

   Notícia desta manhã - 4.ª feira 27mar2024
Captura de ecrã 2024-03-27 101517.png 
  David RibeiroPerante a birra de André Ventura e a imaturidade política de alguns senhores da AD, só há duas opções: ou o PSD retira a candidatura de José Pedro Aguiar-Branco e aceita a eleição de Francisco Assis, proposto pela bancada do PS, ou Pedro Nuno Santos aceita o candidato do PSD.

  Acaba de ser noticiado que o Chega vai apresentar Rui Paulo Sousa como candidato.

  Vitor SoaresOs dois principais partidos da governação têm que se entender e ser claros com os portugueses, nas propostas e na resolução dos portugueses. Se for tudo às escuras e continuarem a não saber comunicar com o povo, só dão força ao Chega.

  A solução encontrada para acabar com a birra do Chega parece-me interessante: PS e PSD acordam presidência dividida da AR - José Pedro Aguiar-Branco será presidente da Assembleia da República durante duas sessões legislativas (isto é, metade da legislatura, se chegar até ao fim), sendo as outras duas entregues ao PS, com Francisco Assis. Mas Assis não confirma se vai ser ele a presidir à AR daqui a dois anos: "O que é certo é que vai ser alguém do PS".

  
Isabel Sousa BragaDavid Ribeiro está cena do chega custou-lhe vários votos
Paulo NevesDavid Ribeiro sinal de que o governo vai durar, pelo menos, dois anos. Sentido de Estado
David RibeiroAssim parece, Paulo Neves. Mas não há garantia que o PS aprove tudo e mais alguma coisa que o PSD apresente no Parlamento. Assembleia da República é uma coisa e Governo é outra.
Paulo Neves
David Ribeiro, claro. A ver vamos. Eu acredito que isto vai durar, pelo menos, dois anos.

  Aguiar-Branco foi eleito Presidente da Assembleia da República
Captura de ecrã 2024-03-27 160315.png
Houve ainda 18 votos em branco. Só votaram 228 dos 230 deputados.
Foram eleitos vice-presidentes da Assembleia da República, Teresa Morais, do PSD, Marcos Perestrello, do PS, Diogo Pacheco de Amorim, do Chega e Rodrigo Saraiva, da IL.

 
David Ribeiro - E já agora: António Filipe é um Senhor. Vai ficar na história da nossa Assembleia da República.
Antero Braga
Tenho para mim ser homem sério e sempre disponível para servir o país. Merece o respeito de todos nós.
Albertina Pena Sousa
Uma pessoa de grande respeito e seriedade 👏👏
Adolfo Barros
A escolha foi má, devia ser o Ventura🤣🤣🤣🤣
Jose Carvalho
Foi o Antônio Filipe porque era o deputado com mais anos de assembleia da republica por isso foi ele que abriu os trabalhos.
Júlio Gouveia
Acho que é uma pessoa séria, embora claro não concorde uma virgula com aquilo que ele pensa. Agora.....acho que quem deveria ser o presidente deveria ser o anorma (peço desculpa ao administradpr mas foi a palavra mais simpatica qie encontrei ) do Ventura. Na minha opinião o tribunal constitucional nem deveria autorizar este partido com aquele programa, totalmente autoritário e com ideias todas contrárias à constituição. 50 deputados ???? O povo está louco ???

  Rescaldo dos últimos dias no Parlamento
434187768_10225014187889764_1150209823337757568_n.



Publicado por Tovi às 07:06
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 22 de Março de 2024
Resultados globais (provisórios) das Legislativas2024

Captura de ecrã 2024-03-21 133653.png



Publicado por Tovi às 07:56
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 21 de Março de 2024
Primeiro ministro já temos...

...agora falta saber qual a composição do Governo

434033056_10224982133248418_8441829107327421282_n.

  Jose BandeiraÉ preciso ir à horta colher os mais pesados e duros 🍅

 

  E enquanto não temos Governo vamo-nos entretendo com o que especialistas de diferentes setores da sociedade portuguesa, consultados pela CNN Portugal, consideram ser mais urgente resolver ou pôr em marcha para Portugal seguir o rumo certo.
Educação. "Gestão autocrática que se vive hoje não está a fazer bem à escola".
Igualdade de género: "reforçar educação contra estereótipos".
Cultura. "Temos de agir junto dos mais novos e apostar na educação para a Cultura".
Militares. "Grande medida só pode ser uma valorização remuneratória".
Turismo. "A resposta é muito simples... Precisamos de uma decisão sobre o novo aeroporto. É a coisa mais importante de todas para o setor."
Agricultura. "Pagar aos agricultores e reverter a extinção das direções regionais".
Justiça. "Resolver a situação dos advogados e dos funcionários judiciais".
Polícias. "Concretizar o suplemento de missão e resolver o problema da pré-aposentação".
Administração Pública. "Definir calendário negocial para dar continuidade ao acordo plurianual".
Habitação. "Regular os preços das casas e das rendas".
Segurança Social. "Apostar no trabalho a tempo parcial".
Saúde. "Estancar a sangria de profissionais e definir um modelo claro de governação para o SNS".
Impostos. "Pôr o contribuinte em primeiro lugar".
Desporto. "Mais dinheiro no Orçamento do Estado".
Imigração. "Regularização não esgota respostas de integração".
Ambiente. "Penalizar os maus comportamentos e investir receita fiscal em incentivos".
Empresas. "Fundamental avançar com a dedução coletável em sede de IRC".

  
Joaquim Pinto da Silva
E nada sobre descentralizar? Vamos longe assim!
David Ribeiro
Joaquim Pinto da Silva, já na campanha eleitoral não ouvi falar nem de descentralização nem tão pouco de Regionalização.



Publicado por Tovi às 07:25
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 16 de Março de 2024
Abril pelas Direitas... foi bonita a festa, pá?

431774628_912880170843378_6894634061945324008_n.jp

Ontem à noite fui assistir ao lançamento no Porto do livro "Abril pelas Direitas" que se realizou no Teatro da Cooperativa do Povo Portuense (Rua de Camões, 578). Gosto de estar informado e para mim o importante era saber até onde vão estas "Direitas". Mas nunca pensei que ainda houvesse quem defende-se o "nacionalismo revolucionário" do extinto Partido do Progresso / Movimento Federalista Português. Tenho que continuar com a minha linha vermelha, não só à esquerda mas também à direita.
432412975_914966573968071_2070279431826509515_n.jp
  
David Almeida
David Ribeiro saudosismos à parte, uma noite profícua com vistas alargadas e às direitas... também, genericamente, gostei do que ouvi!
Frederico Nunes da Silva
David Almeida o José Valle de Figueiredo deixou bem clara a sua oposição - pela direita, até com risco pessoal, ao anterior regime. Não há saudosismo nenhum pois ele nunca viu o seu projecto implementado.
David RibeiroNunca fui militante do PPD/PSD ou do CDS, mas a forma como José Vale de Figueiredo (*) tratou estes dois partidos integrantes da Assembleia Constituinte de 1975 fez-me uma forte comichão nas meninges. 
(*) José Vale Figueiredo é um conhecido monárquico da Liga Popular Monárquica e ex-membro da ANP, organização política do final do regime ditatorial do Estado Novo.
Frederico Nunes da SilvaDavid Ribeiro o CDS e PPD funcionaram como um tampão à direita à área política do José Valle. Porque é que ele ia gostar deles? 
David RibeiroFrederico Nunes da Silva, conheci bem esta criatura nos finais do meu serviço militar no Batalhão de Engenharia n.º 3 em Santa Margarida, quando eu mantinha uma grande ligação política ao Tenente Coronel Fisher Lopes Pires, membro da Junta de Salvação Nacional (JSN) e Conselheiro da Revolução.

 

 

  Como estão a decorrer as audiências dos partidos com o PR
mw-710.webpA vários partidos que já foram a Belém em audiências depois das eleições legislativas, o Presidente da República mostrou que está preocupado com a estabilidade do país e de como o país pode ficar dependente da imprevisibilidade de André Ventura, não abrindo o jogo sobre quem acha que deveria viabilizar Montenegro. Para já, PAN e Livre querem nova ronda de conversas, BE e PCP assumem oposição e IL diz estar disponível a contribuir para a estabilidade, mas à partida avaliará propostas da AD “caso a caso”.

  
Celio Alves
Até ao dia 15 tinham chegado 291.915 subscritos com votos e é bem possível que, a média de 30 mil dia a manter-se até às 19 horas do dia 20 possa levar isto para cerca de 400 mil votos. Ou seja, dos 4 deputados a eleger, pode virar o tabuleiro. Em 2022, PS com 3 e PSD com 1 foi o resultado que, creio, não se deve manter pois, presumivelmente, o CHEGA pode, também aqui, ter um deputado. Mas, imaginemos, que se repete 2022 e em cima da meta o vencedor é outro. Como fica o Marcelo? O PNS deve estar a pedir aos santinhos o segundo lugar, o Ventura "abocanhar" mais 2 e o Montenegro a fazer contas à vida e novembro está próximo.
Albertino Amaral
A democracia afinal é muito mais complicada do que eu pensava.....
David Ribeiro
A Democracia não é complicada, Albertino Amaral, mas tem regras que a tornam o melhor dos sistemas políticos.
Albertino Amaral
David Ribeiro Acredito, mas quem quer ser democrata exemplar, até se confunde com essas regras....... Melhor dos sistemas, é o meu amigo a conversar......



Publicado por Tovi às 07:55
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 14 de Março de 2024
Freguesia mais abastada vs mais desfavorecida

Captura de ecrã 2024-03-13 090259.png 
O Miguel Castelo Branco publicou na sua página do Facebook uma interessante comparação dos resultados eleitorais das freguesias lisboetas de Alvalade e Marvila. E despertou a minha curiosidade para ver o que se passou no Porto. No gráfico os resultados da votação para as Legislativas2024 nas freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde (considerada uma freguesia mais abastada) e na de Campanhã (provavelmente a mais desfavorecida do Concelho do Porto). Dá que pensar... não dá?

  
Mario PinheiroDe acordo com o esperado, não?
David RibeiroSem dúvida, Mario Pinheiro. Mas é a prova provada que cada vez mais só olhamos para a floresta e não vemos as árvores.
Mario Pinheiro
David Ribeiro, os portugueses não são tolos. Alguns serão talvez mal informados, mas todos têm objectivos e fazem escolhas em função deles e do que julgam serem as melhores escolhas. A falta de respostas para uma parte significativa da população leva-a a tentar outras soluções, ou pelo menos a gritar por elas. Julgo que esse grito terá sido ouvido, só não vislumbro que seja atendido.
Pedro PereiraPoderíamos discutir a troca da palavra abastada para esclarecida
David RibeiroMas não era isso que se pretendia comparar, Pedro Pereira.
Pedro Pereira
David Ribeiro certo, mas colocar de outra forma é simplesmente querer ser tendencioso e gerar polémicas.
David RibeiroMas qual polémica, Pedro Pereira?... É ou não é verdade que uma destas duas freguesias é "considerada uma freguesia mais abastada" e a outra "provavelmente a mais desfavorecida do Concelho do Porto"?
Pedro PereiraDavid Ribeiro porquê desfavorecida? Pergunto-lhe da mesma forma: porque não considerar a freguesia com maior escolaridade e a que tem menos escolaridade? Pobreza não se reflete numa escolha. Escolaridade, que tem que ver com conhecimento, já tem!
David RibeiroO que eu pretendi comparar é quem tem mais pão para por na mesa e quem tem menos. Todas as outras comparações são válidas e merecem reflexão, seguramente, mas não foi isso que eu quis fazer. Mas se quer fazer esse tipo de comparações, 'bora lá, estamos interessados nisso.
Antonio DasilvaDavid Ribeiro Sou de Matosinhos. De origem operaria e com a quarta classe...Por isso não abastado...E já mais votarei em partidos de esquerda, e como eu haverá , de certo haverá mais gente assim... A questão é claramente de esclarecimento... Sabe a "revolução Russa " foi à cem anos... Sendo eu da classe operaria e não abastada . Dispenso bem a preocupação e solidariedade dos partidos de esquerda ... A lei que me protege de forma mais eficaz e a "economia sustentada" e sã ... Trabalho que produza riqueza , para gerar trabalho . E assim gerar liberdade ...
Pedro PereiraDavid Ribeiro o problema está aí. Votar tem que ver com escolhas, com percepção de realidades, inteligência, conhecimento, informação. Ter mais Pão na mesa não se reflete no voto, reflete-se em peso, em colesterol, massa gorda, ... Ser pobre não significa votar em esquerda, nem o oposto. Está a tentar alimentar um tema ridículo
Pedro PereiraAntonio Dasilva muito bem. A minha família é muito muito humilde, e sempre teve noção do que eram os ideais de Sá Carneiro, e quais os princípios da esquerda (da extrema e do Mário Soares).



Publicado por Tovi às 07:10
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 11 de Março de 2024
O dia seguinte à vitória da AD

  Resultados provisórios às 07h17 de 11mar2024
Captura de ecrã 2024-03-11 071805.png
  
Isabel Sousa BragaEntão ganhou o PS? Na CNN estão a dizer que foi a, AD
David RibeiroIsabel Sousa Braga... somar os votos da AD com os do PSD+CDS (sem PPM).
Fernando DuarteVamos ter de esperar pelos votos do emigrantes para sabermos quem venceu as eleições

  Resultados provisórios no Concelho do Porto

Captura de ecrã 2024-03-11 085552.png

Júlio GouveiaDavid Ribeiro ainda não foi desta que os socialistas conseguiram retirar a espinha que têm cravada na garganta quanto ao Porto
Manuel MatosQuer dizer que a AD pode não ter ganho?
David RibeiroManuel Matos... dificilmente os votos da emigração retirarão a vitória à AD + PSD+CDS (sem PPM).

  Resultados provisórios no Distrito do Porto
Captura de ecrã 2024-03-11 091520.png
  Altino DuarteA culpa foi dos socialistas por terem escolhido PNS para líder, diz o David Ribeiro. Quanto a mim, como diria o outro, os resultados estavam "escritos nas estrelas" e embora a escolha feita possa permitir essa opinião , parece-me que tudo se conjugava para um desfecho semelhante. Um líder , qualquer que ele seja, só poderá alcançar uma vitória quando tenha dadas provas suficientes, não entre os seus mas perante o eleitorado do país e, no caso do secretário geral do PS, será necessário esperar, se lhe forem dadas oportunidades para tal. A conjuntura que determinou estas eleições , mais por razões alheias à governação que outras que as vieram a determinar , muito embora se diga que seriam a avaliação da mesma, permitem avaliar a tarefa quasi impossível de superar e que estava destinada ao partido do poder. Os resultados confirmam que a alternativa democrática não é suficientemente sólida para uma estabilidade governativa e se chegamos a esta situação que acaba por ser prejudicial a todos quantos querem continuar a viver numa sociedade democrática e que não envergonhe o país devem procurar as razões da provável crise que se adivinha, em outras paragens e outras personagens cuja irresponsabilidade conduziu a esta situação.

  Para memória futura
42495259.jpgPedro Nuno Santos, secretário-geral do PS, garantiu que não vai inviabilizar um governo da AD, mas com um aviso:  "o Chega teve um resultado muito expressivo que não dá para ignorar, não há 18,1% de portugueses votantes racistas e xenófobos, mas há muitos portugueses zangados que sentem que não têm tido representação e aos quais não foi dada resposta aos seus problemas concretos".

  
Renato FerreiraO grande vencedor destas eleições foi António Costa. (Infelizmente, ainda vamos sentir falta daquela “estabilidade”)
David RibeiroRenato Ferreira... eu diria antes: Os grandes derrotados foram os militantes socialistas que entregaram a liderança do PS a um ex-ministro que não há muito tempo tinha sido corrido por António Costa da governação.
Renato Ferreira
David Ribeiro , ratifico a tua resposta, mas uma não invalida a a outra.
Júlio GouveiaNa minha opinião o povo derrotou pesadamente este PS porque este individuo sempre se encostou à esquerda deliberadamente e o povo quanto a mim está cheio das esquerdas , principalmente da extrema esquerda , que o BE simboliza. O PNS emcostou-se demasiado a esta senhora da extrema esquerda e isso foi fatal.Depois claro o voto do protesto que só quem não quiser ver se transferiu do PS para o Chega. Senão para onde foram os 35 por cento de votos que o PS perdeu? E isto prova o quão mau foi este governo Ps pois de outro modo como seria possível que em 2 anos tenham passado de 120 deputados e uma maioria absoluta para 77 deputados e um segundo lugar??? Este PNS foi a pior escolha que o PS podia ter feito
Renato FerreiraJúlio Gouveia daqui a dois anos, a esquerda volta, camarada
Júlio GouveiaRenato Ferreira o povo é que sabe quem manda é o.povo. Agora escusa de me insultar só porque tenho uma opinião diferente da sua. Sim porque camarada para mim é um insulto. Mas já é normal das esquerdas , quando estão aziados passam ao insulto.
Paulo NevesOra, não será culpa do PS o core do terceiro maior partido?
Jose Luis Soares MoreiraPena é só admitirem agora a realidade, que sirva de lição ao futuro do País.

  Comunicado do Presidente da República
marcelo_rebelo_sousa_crise_politica_maio23-5787471Na sequência das eleições para a Assembleia da República ontem realizadas, o Presidente da República ouvirá, a partir de terça-feira, os partidos políticos e coligações que nela estarão representados, tendo em conta os resultados provisórios anunciados pelo Ministério da Administração Interna e sem prejuízo dos círculos que ainda falta apurar, no seguinte calendário:
12 de março, 17h00 – Pessoas-Animais-Natureza
1
3 de março, 17h00 – Livre
14 de março, 17h00 – Coligação Democrática Unitária
15 de março, 17h00 – Bloco de Esquerda
16 de março, 17h00 – Iniciativa Liberal
18 de março, 17h00 – Chega
19 de março, 17h00 – Partido Socialista
20 de março, 17h00 – Aliança Democrática
Depois de conhecidos os resultados dos círculos das comunidades portugueses no estrangeiro, o Presidente da República indigitará o novo Primeiro-Ministro.

  
Graca Gaspar
Tenha paciência Exmo. Sr. Presidente da República! Vai precisar mesmo de muita com alguns partidos
Gonçalo G. Moura
A que horas são servidos os sapos?



Publicado por Tovi às 07:20
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 10 de Março de 2024
L e g i s l a t i v a s 2 0 2 4

o-dia-seguinte-2.jpeg 

É hoje que os portugueses maiores de 18 anos e que gozam de capacidade eleitoral ativa, deverão eleger os 230 membros da Assembleia da República. Deste órgão de soberania sairá o novo Governo. Lá para o fim do dia já saberemos aquilo que os portugueses decidiram. Até mais logo.

 
Isabel Sousa Braga
Já botei 😅  Por vezes temos de engolir uns sapos 🫂🫂
David RibeiroLembram-se de Álvaro Cunhal ter dito numas eleições presidenciais: “Se for preciso tapem a cara [de Soares no boletim de voto] com uma mão e votem com a outra”?... Pois vai ser assim que vou fazer.
Isabel Sousa Braga
David Ribeiro desconhecia essa frase de Cunhal
Elsa Macieira
David Ribeiro essa ficou na memória de todos... pelo menos na minha ficou
Paula Cascalho
David Ribeiro foi o que eu fiz a 1a vez que votei
Maria Helena Begonha
Bom conselho 😀😀😀

  
Captura de ecrã 2024-03-10 143028.png
  
Jose Luis Soares MoreiraA partir das 16h virá sol depois das 19 que seja para todos os portugueses, pois quando brilha a vida ganha mais esperança.
Da Silva Carvalho José
Todos 🎼

Ainda se contam votos, mas...
Captura de ecrã 2024-03-10 202105.png
  
Isabel Sousa BragaE o ADN à frente do Livre, quantas pessoas se enganaram?
David RibeiroOnde viu isso, Isabel Sousa Braga?
Isabel Sousa BragaDavid Ribeiro na CNN
Pode ser uma imagem de uma ou mais pessoas, sala de imprensa e texto que diz "TOTAL NACIONAL RESULTADO Iaclativen Liberal 2,7% CDU 2,5% ADN 2,2 LIVRE 1,4% FREGUESIAS POR APURAR 1.870"
David RibeiroIsabel Sousa Braga... isso é uma minoria de freguesias apuradas.
Isabel Sousa BragaDavid Ribeiro não interessa, quem é o ADN? 99 % da pessoas não sabem quem são, eu só os vi no RAP
David RibeiroIsabel Sousa Braga... o que conta são as percentagens nas distritais, devidamente transformadas em deputados.
Isabel Sousa BragaDavid Ribeiro no Porto tiveram 16 000 votos 🙈
António Leite de Castro
Isabel Sousa Braga Umas 90.000 que, pelas contas de quem está informado, tiraram 3 deputados à AD: 1 em Lisboa, 1 em Viseu e 1 em Coimbra.
Paulo NevesIsabel Sousa Braga mas alguém acredita que os 100 mil votos obtidos pelo ADN foram por engano? Comecem a desvalorizar isto, tal como fizeram com o terceiro maior partido eleito e depois admirem-se. Mais do que a espuma dos dias é preciso perceber a sociologia dos votos
Isabel Sousa BragaPaulo Neves acredito que a grande maioria foi
Paulo NevesIsabel Sousa Braga, grande maioria. Quantos votos dos 100 mil obtidos?
Jose Luis Soares MoreiraDiz a lenda que cá se fazem cá se pagam. Acredito que pela segunda vez escolheram quem não deviam ter escolhido, daí os resultados mas! Foi assim que Portugal não avançou. Haja luz para os vencedores pois nós portugueses merecemos mais e melhor porque é possível.
Mario Pinheiro
Vamos finalmente ver resolvidos os problemas da saúde, dos professores, dos polícias, dos..., e dos... Até que enfim!
Fernando PeresClaríssimo!!!! Seguro ou Carneiro não perdiam estas eleições. Era muito melhor para o País, porque poderiam fazer um acordo de princípios em relação a áreas em que o País precisa de reformas , mesmo sendo oposição um ao outro!!! Foi o que fez Seguro e que Costa rasgou e deitou ao lixo!!! E se Ventura for inteligente e não for para o governo, numas próximas eleições , caso caia um governo AD ( a confirmar se a vitória) , as opções serão duas , PS ou Chega ( no passado era apenas uma). É só necessário que Ventura se rodeie de pessoas mais moderadas e com valor reconhecido na sociedade e eu acho que ele tem inteligência suficiente para isso!
Fernando Duarte
Quando eu dizia que o CHEGA ia eleger cerca de 35 deputados, tantos se riram de mim ....... tantos peritos em politica ........ tantos sàbios ......🤣🤣🤣🤣 tinham razão de se rirem de mim, reconheço que me enganei , o CHEGA não tem 35 🤣🤣🤣🤣🤣


  Resultados provisórios às 23h46 de 10mar2024
teste 2.png



Publicado por Tovi às 07:55
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 8 de Março de 2024
Esmiuçando a campanha para as Legislativas2024

o-que-significa-bullshit.jpg

Amanhã é DIA DE REFLEXÃO durante o qual está vedado às formações partidárias o apelo direto ao voto. A proibição consta do n.º 1 do artigo 141.º da Lei Eleitoral da Assembleia da República, que dispõe que “aquele que no dia da eleição ou no anterior fizer propaganda eleitoral por qualquer meio será punido com prisão até seis meses”. Mas hoje ainda podemos esmiuçar esta campanha eleitoral para as Legislativas2024.

 

  Angela Silva e Matilde Fieschi no Expresso em 7mar2024
Marcelo rejeitará ‘solução Centeno’ da AD (e tudo fará para evitar Chega no Governo). forma como o líder do Chega e alguma esquerda (Pedro Nuno Santos não, mas há no PS quem fale por ele) insistem em agitar o papão de um suposto acordo entre figuras do PSD e André Ventura, para montarem uma solução de Governo que ultrapasse Luís Montenegro se este perder as eleições havendo uma maioria de direita, está a ser vista em Belém como um delírio. “Isso não existe”, confirmam fontes da Presidência da República, garantindo que nunca Marcelo aceitaria um primeiro-ministro de substituição do líder do PSD, da mesma forma que não aceitou Mário Centeno quando António Costa lho propôs para o substi­tuir em S. Bento. (...) Comecemos pelo primeiro: o PS ganhar e a esquerda ter maioria. Neste caso é fácil, o líder do partido vencedor forma Governo e terá vida estável. Só tem um problema — é um cenário improvável, segundo todas as sondagens. Segunda hipótese: o PS ganha e há uma maioria de direita. Neste caso, perante a garantia já comunicada por Luís Montenegro ao país e ao Presidente da República de que se perder não governa e não fará o que Costa fez em 2015, ou seja, derrubar o Governo do partido que ganhou e apresentar uma alternativa com a AD, a IL e o Chega, ou só a AD e a IL se fossem suficientes, aqui o jogo para o Presidente complica-se. O “não” de Montenegro a aproveitar esta chance preanuncia que Marcelo dará posse a um Governo socialista que pode ser rapidamente derrubado no Parlamento caso a AD alinhe com uma das já anunciadas moções de rejeição — do Chega e dos liberais — ao Executivo PS. Isto implicaria que Pedro Nuno Santos teria que ficar em gestão até poder haver novas eleições e, como o Presidente só pode voltar a dissolver em setembro, o Governo poderia durar quase um ano. (...) Ganhando a AD, também há duas hipóteses. Se as ganhar com maioria somada à IL (difícil, segundo as sondagens), levará a Marcelo uma solução de Governo estável. Se ganhar sem maioria (mais provável) e não estando disposto a fazer acordos com o Chega, ficará, caso Ventura o tente derrubar, dependente da viabilização do PS, coisa que Pedro Nuno já lhe garantiu quando, no frente a frente televisivo, lhe disse que não irá apresentar nem votar a favor de qualquer moção de rejeição do programa de Governo. Coisa diferente será a aprovação do Orçamento do Estado seguinte ou de um Orçamento Retificativo, mas essa pergunta é válida para qualquer Governo minoritário, seja de direita, seja de esquerda. (...) Contas feitas, o sonho mais tranquilo para Belém é a AD ganhar no domingo, ainda que sem maioria. Temerário até ao fim, por não saber até onde vai o Chega, o que farão os indecisos, o que preferirá um país que António Costa deixou “amarrado ao Estado” e qual o valor real do líder da AD, Marcelo evoluiu na sondagem que lhe borbulha na cabeça. Há um mês, achava que o PS ganhava. Agora, admite uma ligeira vantagem da AD. Estranha que Montenegro tenha batido pouco Lisboa. E prepara-se para tudo. Mas só espera um Governo do partido mais votado.

  
Júlio GouveiaDavid Ribeiro fazendo fé nas sondagens (???) a esquerda nunca conseguirá formar governo porque toda a direita junta (c/ chega) tem uma ampla maioria e não estou a ver ninguém da direita a votar e deixar passar algum governo PS. Sendo assim fica tudo na mão do CHEGA infelizmente e será sempre governos muito dependentes principalmente da vontade deste, infelizmente
David RibeiroPois a mim, caro Júlio Gouveia, tudo me leva a crer que, mais uma vez, estará tudo na mão de Marcelo. O Presidente da República já afirmou não estar disposto a aceitar um governo com o Chega... e vai tudo voltar ao princípio.
Captura de ecrã 2024-03-08 174748.png
Fernando DuarteDavid Ribeiro onde andam os peritos em politica que diziam que nas próximas eleições, o CHEGA nem sequer 1 deputado elegia? 🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣 
David RibeiroQuem disse isso e quando, Fernando Duarte?
Fernando DuarteDavid Ribeiro muita gente, aqui neste grupo
David RibeiroO Chega criou-te a mania da perseguição, Fernando Duarte.
Xavier CortezDavid Ribeiro o primeiro governo Sá Carneiro e o primeiro Cavaco caíram dando origem a maiorias absolutas. Sim o eleitorado está mais polarizado, mas não gostamos de chico espertos. E dois anos de governação são suficientes para que os reformados percebam que ninguém lhe vai diminuir as reformas
Altino Duarte
David Ribeiro Aqui chegados, compete ao presidente Marcelo a formação de um governo minimamente estável para governar. É ele que tem que resolver, independentemente de ser mais fácil ou mais difícil essa tarefa que só a ele cabe. Até pode acontecer que os resultados e os acordos dos partidos permitam que a estabilidade necessária não seja assim tão difícil de obter. Cada um de nós faz as suas análises e palpites de acordo com as sondagens que, mesmo não tendo acertado nas últimas eleições, não possam agora ser mais verdadeiras. E penso que , a haver alguma surpresa, ela poderá vir mais da votação no partido do dr. Ventura. Não me parece que exista um número tão elevado de eleitores dispostos a votar numa coisa daquelas. Mesmo levando em conta os sinais que agora parecem indiciar uma diminuição dos seus apoiantes, creio que os resultados ainda lhe serão mais desfavoráveis...


Captura de ecrã 2024-03-08 152520.pngCheguei às vésperas das Legislativas2024 com mais dúvidas do que certezas... mas irei votar em consciência, seguramente.

 
Xavier CortezPor isso é que já votei. Deixei de ter dúvidas 😀
Albertino Amaral
Essa, é sem dúvida a grande razão da abstenção. Quando as pessoas começam a ficar com muitas dúvidas e aproveitam as campanhas e ainda ficam piores, acabam por desistir.... História da Carochinha, só existe uma, todas as outras são para confundir e justificar a existência dos partidos........
David RibeiroPara quem tem muitas dúvidas e até ao dia de "botar o papelinho na caixinha" não deixa de as ter, há opções: abstenção, voto em branco ou nulo e ainda há o voto útil.
Albertino Amaral
David Ribeiro Por tudo aquilo que se tem visto, e a serem os do costume a ganhar a eleições, podemos também considerar o voto inútil......
Isabel Ponce de LeãoNão tenho qualquer dúvida. Ninguém é perfeito.

 

  Sábado 9mar2024 - Dia de Reflexão
Captura de ecrã 2024-03-09 153558.png
Eu e a minha mulher, neste DIA DE REFLEXÃO fomos durante a manhã "refletir" para a Praia do Paraíso (situa-se imediatamente a poente do Kartódromo do Cabo do Mundo com um areal de pequenas dimensões e onde existe uma grande abundância de formações rochosas). Estávamos a pensar onde ir almoçar quando fomos surpreendidos por uma forte saraivada, como há muito não víamos. Aguardamos que a tempestade amainasse e com todo o cuidado (o piso estava perigosíssimo) fomos para o restaurante do complexo do Grupo Desportivo Aldeia Nova. Aí banqueteamo-nos com umas fabulosas Ameijoas à Bulhão Pato, seguidas de uma Mista de Peixe na Grelha. O resto da tarde vai ser no sofá a bebericar uns licores... que um almoço destes merece um final de estalo. 

  
Albertino Amaral
Eu confesso que também reflecti muito com um leitão divinal que passou cá por casa hoje. Gostei muito de umas verdades que ele me confessou...... Veio acompanhado de um bruto, que disse ser seu guarda-costas, muito simpático por sinal.......
Rui Lima
Já aí estive no verão e confesso que fui surpreendido por esse restaurante quase escondido. O misto de peixe é fabuloso. Agora com este tempo deve ser de gelar.
José Ferreira Meireles Martins
Assim se descobrem bons sitios para comer. Descobri esse local quando aí fui vêr um jogo de futebol e agora vou de vez em quando, mesmo sem jogo.
Chico Gouveia
Eu refleti com umas papas de sarrabulho do Cabeças, e uma sandes de leitão. Dá uma reflexão mais pesada.
Jorge Veiga
Chico Gouveia ...um Bacalhau à Gomes de Sá feito pela minha Leninha.
Jorge Veiga
Chico Gouveia hehe parra mim é pesado por causa do ovo. Não como ovos de outra maneira...porque não devo.
Chico GouveiaJorge Veiga ovos são bons, para atirar aos candidatos.
Jorge VeigaChico Gouveia os ovos são bons quando já estão maus...
Joaquim FigueiredoBom dia... relaxado



Publicado por Tovi às 10:04
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 7 de Março de 2024
Sondagens da Duplimétrica e da Intrapolls...

...comparadas com o resultado das Legislativas2022

  Evolução das sondagens da Duplimétrica em Tracking Poll
(para TVI e CNNPortugal)
sond 6mar aa.png

   Evolução das sondagens da Intrapolls em modelo Survey
sond 6mar ab.png

  David AlmeidaObrigado, caro David RibeiroDia 10Mar24 não fiquem em casa, votem! 🗳



Publicado por Tovi às 07:01
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 2 de Março de 2024
Sondagens após a formação da "nova AD"...

...comparadas com os resultados das Legislativas2022

hoje.png 1mar b.png

 

 

  Expresso às 9h47 de 1mar2024
Captura de ecrã 2024-03-01 114955.pngPedro Nuno Santos tem-se mantido no ataque à direita, sem carregar nas diferenças entre as esquerdas, mas um conjunto de 300 personalidades juntou-se em torno do Partido Socialista para apelar ao “voto útil”. “Apelamos a que os eleitores, incluindo os que ainda estão indecisos, garantam [...] o voto útil e necessário no PS”, aponta o manifesto eleitoral, dizendo que é o voto que “defende a democracia e a justiça social”. Uma posição que tem em conta que as “eleições [se] realizam num tempo nacional, europeu e internacional marcado por graves perigos e ameaças”. Entre os subscritores estão a escritora Alice Vieira, os médicos Daniel Sampaio e Eduardo Barroso, a historiadora Irene Pimentel, a cantora Lena d’Água ou a já apoiante socialista Rosa Mota. O diretor artístico Tiago Guedes e o escritor Richard Zimler assinam também o texto, que vê um “retrocesso” se houver votos na AD. “Não podemos mudar por mudar, mudando para pior”, continua o manifesto.

  
Jorge Ferreira MarvãoNada de novo com o apoio destas personagens que gravitaram sempre na área do PS. O voto deles será útil, mas não atrai indecisos. Muitos, aliás, foram sempre dependentes dos governos socialistas.
David RibeiroTem razão, Jorge Ferreira Marvão, sobre estas "personagens que gravitam sempre na área do PS", mas o "voto útil" existe no campo dos indecisos e pode fazer a diferença para um qualquer dos lados da balança.
Jorge Ferreira Marvão
David Ribeiro, é verdade. Creio, desejo que os indecisos, maioritariamente, votem na mudança. Os últimos oito anos de governo PS foram muito maus.
Luis Miguel Moreira
O Ps precisa apenas de voto útil ! De inúteis já tem a sua conta

 

  Opções eleitorais 
417498273_7388977337820711_3748947640775935643_n.j



Publicado por Tovi às 07:39
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2024
Sondagem da Aximage para o JN, DN e TSF - 19fev

638lroo0civk.jpg 

Se estes resultados se confirmassem nas urnas, teriam o potencial de se transformar numa espécie de vitória de Pirro para o PS, uma vez que seria difícil conseguir uma maioria parlamentar com uma nova “geringonça”: o bloco de partidos mais à Esquerda (PS, BE, Livre e CDU) soma escassos 44 pontos. que comparam com os 49 do bloco mais à Direita (contando com o Chegas). Mesmo com uma junção do PAN, essa eventual coligação “arco-íris” ficaria nos 48 pontos.

  
Mario PinheiroEste sobe e desce das sondagens serve para vender "notícias" e com elas publicidade. Lembremo-nos do fracasso das sondagens vs resultados mais recentes (22 inclusivé). É melhor ir com calma.
David RibeiroMario Pinheiro... as sondagens são indicação de tendências e deverão ser lidas não cada uma de per si mas a sua evolução.
Captura de ecrã 2024-02-19 112207.png
António Leite de CastroA Aximage não tem credibilidade nenhuma. É dirigida por dois elementos do gabinete de Sócrates, que pertencem ao aparelho mais sombrio do Partido Socialista.
Júlio GouveiaAntónio Leite de Castro exatamente e foi por isso que o PS teve maioria porque publicaram sondagens a poucos dias da eleição dando a vitoria ao PSD , e a esquerda com medo disso foi toda votar no PS esvaziando quer em percentagem quer em deputados o PCP e o BE. Esta nitidamente foi uma mensagem encomendada por socialiatas a socialistas (a Aximage é formada por socialistas que agem a pedido do governo socialista). De resto devido ao nosso método de voto , claro que as percentagens são importantes, mas importante para se saber o peso de cada bloco esquerda ou direita era a sondagem de deputados , porque neste monento parece-me que o mais importante é saber-se que bloco tem maioria.



Publicado por Tovi às 07:05
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 16 de Fevereiro de 2024
Regionalização: o que propõem os partidos?

 Captura de ecrã 2024-02-16 092304.png

  Um trabalho de Carla Soares publicado no JN em 14fev2024

1. PS - Um roteiro para a regionalização
No programa eleitoral do PS para as legislativas, que apenas será divulgado depois de amanhã [16fev2024], o partido assume o compromisso de estabelecer um roteiro para a regionalização. Pedro Nuno Santos já prometeu, no âmbito da sua moção como candidato a secretário-geral, um novo referendo. “A regionalização é um dos instrumentos importantes para empoderar as nossas regiões e, naquilo que elas fazem melhor, poderem elas gerir os seus próprios destinos”. declarou. “É fundamental nós darmos cumprimento à Constituição, e é por isso que para nós é um compromisso claro a realização do referendo para a regionalização”, assegurou o ex-ministro das Infraestruturas e da Habitação.

2. PSD/CDS/PPM - Montenegro opôs-se a referendo
O programa da Aliança Democrática que tem como principal rosto Luís Montenegro apenas será apresentado hoje [14fev2024]. Mas é conhecida a posição do presidente do PSD. “Não havendo um referendo em 2024, que aliás teria de se conciliar com as eleições europeias e as regionais nos Açores, não é num ano como em 2025, quando há autárquicas, ou em 2026, quando há presidenciais e legislativas [agora antecipadas para março deste ano], que essa oportunidade se vai abrir”, defendeu.

3. Chega - Reforçar os poderes dos municípios
Quer “rever as competências das CCDR” para reforçar poderes dos municípios porque “a gestão dos territórios deve privilegiar uma política de proximidade e não extensões do Governo a nível local” com “excessivo centralismo em Lisboa, limitando a autonomia”. E propõe ainda “redefinir as CIM, alavancando o potencial económico e de investimento através do Eurostat e respetiva criação de novas NUT”.

4. Bloco de Esquerda - Dar legitimidade às estruturas intermédias
Pede “um processo participado, aberto e democrático com vista à regionalização”. “É necessário dotar as estruturas intermédias do Estado de legitimidade democrática” porque os serviços públicos devem estar adstritos ao nível “mais ajustado ao seu cumprimento e escrutínio”.

5. Iniciativa Liberal - Retirar pressão dos grandes centros
“É importante descentralizar o país e retirar pressão urbanística dos grandes centros urbanos”, com uma rede de transportes abrangente e descentralização dos serviços do Estado, defende a IL. Além disso, diz que a passagem “efetiva de competências, funções e atribuições para o poder local “é uma das melhores formas de aumentar a eficiência na gestão dos recursos públicos”.

6. PCP/PEV - Contra as assimetrias e o despovoamento
Defende “um leque amplo de políticas integradas e dinamizadas por um poder regional decorrente da regionalização e pelas autarquias locais, dotadas de autonomia administrativa e financeira”. E “um país com equilíbrio territorial e coesão económica e social exige uma política de desenvolvimento regional que combata as assimetrias, o despovoamento e a desertificação”.

7. PAN - Eliminar bloqueadores à regionalização
Propõe “um debate alargado sobre a regionalização, que envolva a Administração Pública, a academia e a sociedade civil”, bem como eliminar “os bloqueadores ao avanço deste processo por via de uma revisão constitucional”.

8. Livre - Assembleia cidadã para discutir regiões
Concretizar a regionalização é uma das propostas do programa eleitoral do Livre. E o partido defende a criação da primeira assembleia cidadã em Portugal para discutir o tema. 

 

 
Bernardo Sá Nogueira Mergulhão
Na verdade vontade de regionalizar de PS é nula,são só mais hipócritas... chamam-lhe descentralizar. Na verdade nenhum partido lutou para tornar uma realidade ,pelo contrário.
Fernando Peres
Agora com PNS é que vai ser!!! Sim, porque o PS não teve maioria ( com outros partidos) no tempo da geringonça, e depois disso sozinho!!! Portanto como não teve maioria no parlamento não pode cumprir a a sua promessa de regionalização!!! Uma vergonha!!!



Publicado por Tovi às 09:19
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 14 de Fevereiro de 2024
E assim vai a campanha eleitoral para Legislativas2024

  Estou indeciso!... Não sei se devo acreditar nos políticos ou nos comentadores.
165731329262c8980cd50da_1657313292_3x2_rt.jpg
  
Joaquim FigueiredoEu já não consigo ouvir os comentadores... cada um ouve de maneira diferente da minha e todos virados para o mesmo lado...
Jorge Ferreira Marvão
O lado da esquerda, certo?
Bernardo Sá Nogueira MergulhãoEm si ,devidamente informado, terá as armas necessárias suficientes para decidir. 😉
Isabel Sousa Braga
"Eu sei que você sabe que eu sei que você sabe" 😅😅
Albertino Amaral
Bom, escolher entre esterco e porcaria, é realmente sempre difícil, sem dúvida.....
Jorge Ferreira Marvão
Albertino Amaral, isto não é resposta. Assim, o país não vai lá.
Albertino Amaral
Jorge Ferreira Marvão Não sabia que o país dependia da minha opinião. Obrigado. Bem haja
Frederico Nunes da SilvaEm nenhum.
J Miguel Regueiras
Ontem, no semanal "bate-papo" entre João Soares e Miguel Poiares Maduro no Telejornal da RTP, foi apresentado um interessante estudo acerca do desvio percepcional que as pessoas (políticos, comentadores, público em geral) têm face às tendências socio-políticas de cada momento. Vale bem a pena. E a conclusão é que distância, tempo, e racionalidade são os melhores conselheiros, digo eu. De resto, humanos somos todos nós, deixemo-nos de maniqueísmos de conveniência.
Jaime Ribeiro - 
Ahaha... esqueça uns e outros e oica a sua consciência, os seus valores e princípios !.... Uma coisa é certa, podemos ter dúvidas relativamente a quem nunca esteve no governo, mas sobre os DDT não há quaisquer dúvidas !...

 

  Comparando com os debates políticos de hoje antigamente eram outra coisa.
427041656_10224814626140845_5458661721275444094_n.

Diogo Jácome de VasconcelosHoje é demagogia em cima de demagogia numa falta de nivel de participantes e moderadores sem precedentes.
Rogerio Parada FigueiredoFalta Adriano Moreira para completar o leque de excelência, na política portuguesa!
Antero FilgueirasRogerio Parada Figueiredo Adriano era melhor do que os jovens na imagem, mas à época ainda cheirava a fascista.
Rogerio Parada FigueiredoAntero Filgueiras é claro que sim. Ainda nos dias de hoje, podemos concluir que estivemos perante um político de excelência. Sempre que falava, num canal televisivo, captava a atenção pelos comentários e forma como fazia. Poderia ser Salazarista, seria um direito dele, mas não invalidava o conteúdo e a qualidade dos seus comentários. É a minha opinião
António ConceiçãoAntigamente, eram a preto e branco.
Celio AlvesTrocava o Freitas pelo Amaro da Costa....
Antero FilgueirasO senhores na imagem andaram 45 anos a prepara-se: os actuais são comprovadamente "pitos de aviário" - gente com pressa e muito apressada, porque atrás deles estão outros iguais ou ainda piores igualmente sedentos de poder e de tudo o que o poder lhes pode proporcionar.
Jorge Ferreira MarvãoNão podemos viver do passado. Foram grandes políticos que marcaram um período difícil.
Mia CoutoJorge Ferreira Marvão O que é pena ,pois com estes e outros que virão,principalmente gente miúda que nada sabem de política ,nunca mais saímos do "Maradona" 😡
J Miguel Regueiras
Em contrapartida, hoje sempre temos um bobo da corte para nos entreter.
David RibeiroJá aqui foi sugerido substituir Freitas do Amaral por Amara da Costa nesta foto... mas recordo-vos que esses "retoques" eram uma prática comum na época soviética.
Jose Pinto PaisDavid Ribeiro meu caro a substituição, presume-se que nao chegue a esse ponto, mas sim ao carater de um e de outro.
David RibeiroCaríssimo Jose Pinto Pais, esta foto, como todas as fotos "retocadas" na época soviética, relatam uma época da história e isto não pode ser alterada "pelo caráter de um e de outro".
Jose Pinto PaisDavid Ribeiro Só de ouvir o nome desse vendido dá-me urticária ... vendedor de pareceres juridicos
Jose RamalhoPena que a premonição de Eça de Queiróz não tenha acabado, antes pelo contrário, refinou-se...assim não vamos a lado nenhum...

 

  Dados do barómetro de fevereiro da Intercampus para o Negócios, Correio da Manhã e CMTV (ainda sem distribuição de indecisos)
Captura de ecrã 2024-02-14 083328.png
O tira-teimas entre Luís Montenegro e Pedro Nuno Santos estará no voto dos indecisos, que têm preferência em votar na coligação liderada pelos sociais-democratas (16,7%), enquanto o secretário-geral do PS cai na intenção de quem ainda não se decidiu, passando de 18% para os 10,9%.

Emanuel Carvalho
Os últimos anos as sondagens não foram fiáveis ou seja erraram mesmo por esse motivo não dou importância a estas ... mas não deixo de ficar agradado ver que a esquerda junta não é maioria ou seja não conseguem ter 50% mais 1voto.
Altino DuarteEmanuel Carvalho Pois é, não damos importância mas ficamos agradados quando nos são favoráveis...!!! 😎
Emanuel CarvalhoAltino Duarte como disse não dou importância e como disse também os últimos anos as sondagens não acertam uma daí não dar importância... quanto ao ficar agradado claro que fico mas como disse não dou importância e não entro em festejos ou tiro conclusões.

 

  Evolução das sondagens bissemanais da Intrapolls (modelo Survey)
Captura de ecrã 2024-02-14 163955.png
Captura de ecrã 2024-02-14 164058.png
Captura de ecrã 2024-02-14 164755.png
  Jaime Ribeiro...O Excel da ingovernabilidade !... Como o Tuga gosta ; "Se não é para mim, também não será para ti" !...



Publicado por Tovi às 07:43
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 8 de Fevereiro de 2024
Sondagens após formação da "nova AD"

Captura de ecrã 2024-02-07 213010.png  Captura de ecrã 2024-02-07 213247.png



Publicado por Tovi às 07:30
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 2 de Fevereiro de 2024
Sondagem do ICS/ISCTE

...para SIC e Expresso

Captura de ecrã 2024-02-01 205058.png 
O trabalho de campo foi realizado pela GfK Metris entre 16 e 25 de janeiro; A margem de erro máxima é de +/- 3,5%.
Nesta sondagem só Chega (+13,82%), Iniciativa Liberal (+0,09%) e BE (+0.6%) têm resultados superiores aos das Legislativas2022. O PS desce em relação às últimas eleições -12,37% e a AD desce -3,69% (total dos resultados de PSD+CDS+PPM).



Publicado por Tovi às 07:19
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Abril 2024
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Posts recentes

A nova Assembleia da Repú...

Resultados globais (provi...

Primeiro ministro já temo...

Abril pelas Direitas... f...

Freguesia mais abastada v...

O dia seguinte à vitória ...

L e g i s l a t i v a s 2...

Esmiuçando a campanha par...

Sondagens da Duplimétrica...

Sondagens após a formação...

Sondagem da Aximage para ...

Regionalização: o que pro...

E assim vai a campanha el...

Sondagens após formação d...

Sondagem do ICS/ISCTE

Barómetro de janeiro da I...

Os "bitaites" de Cavaco S...

Programas Eleitorais para...

Sondagem da Aximage para ...

O Chega e a nova AD

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus