"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Quinta-feira, 13 de Janeiro de 2022
Transportes públicos grátis

trnsporte públicos gratuitos.jpg
A propósito desta notícia lembrei-me que há cerca de um ano e numa conversa informal já não sei sobre quê, Rui Moreira me ter dito que o futuro a médio prazo passa pelos transportes públicos serem grátis em cidades da dimensão do Porto.



Publicado por Tovi às 07:39
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos (1)

Domingo, 26 de Dezembro de 2021
Presépio na Basílica da Estrela em Lisboa

Presépio da Basílica da Estrela Lisboa.jpg
(Fotos de Ana Luísa Alvim / CML)

Não conheço este presépio... mas numa próxima ida a Lisboa, se me sobrar um tempinho, lá irei à Basílica da Estrela para o apreciar.

 

  É um dos presépios mais deslumbrantes de Lisboa e também um dos maiores da sua época, e pode ser visitado na Basílica da Estrela.
Da autoria de Joaquim Machado de Castro, tem 480 imagens e foi mandado construir pela Rainha D. Maria I em 1781. Demorou cerca de cinco anos a ficar concluído.
É constituído por uma estrutura em madeira e cortiça virgem do Alentejo, em homenagem à virgindade de Nossa Senhora. A luz que irradia da gruta destaca a figura do menino Jesus, acompanhado de Maria e S. José.
O presépio inclui ainda os reis magos, os pastores e o povo, pessoas de todos os cantos do mundo, mais e menos abastados, fazendo lembrar a vida do quotidiano do séc. XVIII.
Uma verdadeira obra de arte que está à espera da sua visita, não só nesta quadra natalícia, mas todos os dias durante todo o ano.



Publicado por Tovi às 15:50
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 4 de Julho de 2021
Lisboa e Porto perdem mais de 24 mil eleitores

Eleitores 2021 variação.jpg
Portugal perdeu 90 560 eleitores em quatro anos. Face a 2017, ano em que se realizaram as últimas eleições para as câmaras, assembleias municipais e freguesias, os dois concelhos com maior quebra são Lisboa e Porto: juntos têm menos 24 268 votantes.

 

    Comentários no Facebook

João Pedro Maia - Uma boa réplica do centralismo. Distritos que ganharam eleitores? Lisboa e Setúbal... é isto...numa só região! E Faro ali perdido...E tem sido feito um trabalho gigante no aglomerado urbano do Porto, mas n chega.

David Ribeiro - É verdade, João Pedro Maia... e há muito que era necessária uma reflexão séria e construtiva sobre este fenómeno.

Gonçalo Moreira - Não confio nestes números nem um bocadinho.

Adao Fernando Batista Bastos - População dos centros históricos foi varrida pelo turismo - alojamentos locais, hotéis... - e pelos preços das habitações. As Câmaras foram inicialmente no engodo e reagiram tardiamente. A solução não passa pela construção de bairros sociais na periferia. Tem de ser encontrada de modo a que não sejam criadas discriminações sociais, guetos onde a pobreza e miséria são raízes da criminalidade.

Altino Duarte - Adao Fernando Batists Bastos... Acho que tem razão. E aqui o poder central não deve ser o responsável.

Adao Fernando Batista Bastos - Altino Duarte claro, há vários Programas a que os Municípios se podem candidatar, desde que tenham projetos. Cooperativista convicto, entendo que as régie-cooperativas para habitação, parcerias entre o público e privados, podendo ou devendo estes serem os próprios candidatos à aquisição i ou arrendamento da habitações. Há dias li no JN artigo do arqº Gomes Fernandes muito interessante sobre este assunto. Abraço.


  • Adolfo Alpoim de Mariz - Antes de publicarem estes mapas, deviam saber onde realmente se situam os distritos…. Ide estudar!!!
  • David Ribeiro - Adolfo Alpoim de Mariz... Realmente a infografia do JN não prima pela qualidade.
  • Altino Duarte - David Ribeiro Pois não, mas não é só o JN que comete erros destes. A figura foi reproduzida de uma qualquer fonte que "transportou" Vila Real para Viseu e vice versa e o jornal deixou passar. Já tenho visto coisas piores...



Publicado por Tovi às 10:36
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 14 de Junho de 2021
Arraial da Iniciativa Liberal em Lisboa

iniciativa liberal.jpg

Sendo isto verdade a Iniciativa Liberal colocou-se ao nível daqueles que sempre criticou. Há que elevar o nível da luta política.

    Notícia do Expresso 

 

    Comentários no Facebook

Fernando Duarte - Quem serà que vota nisto ?

Rodrigues Pereira - Isto só pode ser fake ...

David Ribeiro - A notícia do Expresso até tem fotos, Rodrigues Pereira.

Rodrigues Pereira - David Ribeiro: Este País não cessa de me surpreender, David! Como é que se pode ser tão imbecil??? E o Cotrim até parecia um tipo civilizado ...

Nuno Matos Pereira - Não sou apoiante da IL, não sou a favor de festas e arraiais em pandemia, mas estão de parabéns por usarem os mesmos subterfúgios que alguns artistas que se julgam donos de abril, quanto mais não seja, para enfrentar alguns que se julgam DDTs. Autorizaram a festa do avante, a festa do Sporting, a liga dos campeões, e o presidente juntou mais gente na Madeira! Fizeram muito bem, o sol quando nasce é para todos.

David Ribeiro - O problema, no meu entender, Nuno Matos Pereira, não está no ato em si, perfeitamente legal, mas na forma como foram utilizados alguns "jogos populares".

Nuno Matos Pereira - David Ribeiro, percebo! Os jogos de tiro ao alvo, não demonstram grande respeito! Concordo consigo, não podemos criticar e depois ter atitudes ainda mais rascas! Desceram ao mesmo nível ou ainda mais baixo! Isso foi muito mau.

José Pinto Pais - Alguém sabe se a Iniciativa Liberal vai fazer algum comício no Porto na noite de São João com sardinha assada e martelinhos ?



Publicado por Tovi às 07:02
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 24 de Agosto de 2020
Porto e Lisboa... detestam-se

Sobre as rivalidades entre Porto e Lisboa, escreveu Eça de Queiroz em 1872:
eça.jpg
(in "Uma Campanha Alegre" Volume II, Capítulo XXXII: Epístola: A alma de D. Pedro IV, nos Elísios")



Publicado por Tovi às 09:55
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 29 de Maio de 2020
Terceira Fase de Desconfinamento

8a9a7b9af07f17f0358438ba684b0329.jpg

O Conselho de Ministros já está reunido no Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa, para discutir a mais que provável renovação da situação de calamidade e aprovar as regras por que todos nos vamos reger na TERCEIRA FASE DE DESCONFINAMENTO, a partir de segunda-feira. Tendo em conta que “a taxa de transmissão da doença na região de Lisboa e do Vale do Tejo está acima da média nacional” e ainda porque “o comportamento do vírus não está a acompanhar a dinâmica do resto do país”, já dou uma "marcha atrás" por adquirida. Logo mais veremos como vai ser.

 

   17h57 de hoje – Jornal de Notícias

O Conselho de Ministros reuniu-se esta sexta-feira para fazer o balanço das medidas da segunda fase de desconfinamento e tomar decisões relativamente à terceira fase. O estado de calamidade mantém-se em todo o país.
O número crescente de infetados na região de Lisboa dita que os centros comerciais nesta zona só possam reabrir após 4 de junho, e não 1 de junho, como estava previsto. No resto do país, os shoppings podem manter a reabertura no primeiro dia do mês de junho.
No comércio e na restauração, as lojas com área superior a 400 m2 e as lojas e restaurantes dentro de centros comerciais podem reabrir a 1 de junho e há o fim do distanciamento social desde que se mantenha o distanciamento mínimo de um metro e meio. Segundo António Costa, os clientes na restauração deverão ser separados por barreiras impermeáveis (de acrílico) para evitar a propagação de gotículas.
Na região de Lisboa, as lojas com mais de 400 m2 e feiras podem abrir por decisão camarária.
Ainda na Área Metropolitana de Lisboa vai haver uma reforço da vigilâncias nas áreas da construção civil e de trabalho temporário. Vão ser preparados planos de realojamento de emergência e estão proibidos ajuntamentos de mais de dez pessoas. Os veículos privados de passageiros com lotação máxima de 2/3 e uso obrigatório de máscara.
Quanto às empresas, o teletrabalho deve ser desfasado e com equipas em espelho, mas deverá ser obrigatório para imunodeprimidos, pessoas com deficiência superior a 60% e pais com filhos em casa.
Os ginásios, que são um dos setores mais afetados pela crise pandémica, podem reabrir a 1 de junho e de acordo com normas definidas pela Direção-Geral de Saúde (DGS).
Como já tinha sido anunciado, as celebrações religiosas podem voltar a receber fiéis a partir de 30 de maio, consoante as regras definidas pela DGS e pelas confissões.
As lojas de cidadãos reabrem a 1 de junho com a solicitação dos serviços por marcação prévia e o uso de máscara é obrigatório.
O ensino pré-escolar pode reabrir a 1 de junho, mas o ATL's (não integrados em estabelecimentos escolares) apenas reabrem a 15 de junho.
O setor da cultura vai voltar à atividade nos espaços físicos também a 1 de junho como os cinemas, teatros, salas de espetáculos e auditórios. Também aqui haverá regras a cumprir segundo as normas da Direção-Geral de Saúde.
Ainda que muitos portugueses já tenham ido a banhos este ano, a época balnear só começa a 6 de junho. O primeiro-ministro considera que os portugueses cumpriram as recomendações da DGS nas praias portuguesas, mas assumiu que houve exceções.



Publicado por Tovi às 10:10
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019
Conquista de Lisboa aos Mouros

Não resisto a partilhar... mesmo sem ter pedido autorização ao autor.
74664557_10215666695448295_116636524186959872_n.jp



Publicado por Tovi às 19:20
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 13 de Agosto de 2019
Mais eleitores nas Legislativas'2019

23035366_770x433_acf_cropped.jpg

Nas próximas eleições o número total de cidadãos recenseados e habilitados a votar é de 10.811.436, mais 50.280 do que nas eleições europeias de 26 de maio.

Comparando com o número de eleitores das últimas legislativas, em 04 de outubro de 2015, em Lisboa verificou-se um acréscimo de cerca de 20.000 eleitores e no Porto esse aumento foi de 3.433 cidadãos aptos a votar, pelo que o círculo eleitoral de Lisboa vai ter em disputa 48 assentos em vez dos anteriores 47 e no Porto o total de mandatos passou de 39 para 40. O número de mandatos de deputado a atribuir nos círculos eleitorais da Guarda e de Viseu diminuiu de quatro para três e de nove para oito, respetivamente.



Publicado por Tovi às 08:50
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Domingo, 14 de Julho de 2019
Fim-de-semana de Exposições Caninas em Lisboa

66504273_10215010583605909_1221147304916942848_n.j

(Exposições Caninas Internacionais de Lisboa - Night Show - no Hipódromo do Campo Grande. Estiveram presentes 1.354 cães na sexta-feira e 1.560 cães no sábado)

Viajei na sexta-feira de manhã do Porto para Lisboa no Alfa Pendular. Calhou-me uma composição com aspeto exterior a necessitar de reforma e o interior não primava pela limpeza. A NET estava sempre intermitente (rede ligada mas limitada) o que impossibilitou qualquer trabalho on-line… e eu até tinha um trabalhinho para fazer. Chegamos a Santa Apolónia no horário e foi fácil apanhar táxi para o hotel. Depois do almoço uma soneca… é que a 133ª Exposição Canina Internacional de Lisboa teve início pelas 18h00 e só terminou depois das duas horas da madrugada de sábado. A 134ª E.C.I., também uma “Night Show”, só acabou já passava das três horas da madrugada de domingo.

No regresso à Invicta não consegui lugar no Alfa e tive que viajar no Intercidades, mas curiosamente esta composição estava muito mais asseada que a do Alfa que me levou à capital e até tinha NET com excelente cobertura.

Já agora… viajar de táxi numa grande cidade dá sempre para curtas mas simpáticas conversas com os “chauffers” e nas duas “corridas” que fiz neste fim-de-semana, da estação de Santa Apolónia para o hotel e uma outra do local onde fiquei hospedado para a estação de comboios, em ambas fui conduzido por duas amáveis senhoras, tendo a conversa versado o Turismo. Uma dizia maravilhas dos turistas e da vida que dão à cidade… a outra estava contra tantos estrangeiros, que “até já não se ouve falar português”. É nisto que o nosso Povo é maravilhoso… há sempre gente contra e a favor, todos com argumentos mais ou menos válidos.



Publicado por Tovi às 19:33
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018
Le Pen na Web Summit ?

 24112346_770x433_acf_cropped.jpg

Depois de Paddy Cosgrave ter convidado Marine Le Pen para a Web Summit em Lisboa… depois desconvidada… e novamente convidada… sabe-se agora que afinal a líder do partido francês Frente Nacional já não faz parte da lista de oradores. Diz o organizador do evento que “based on advice we have received and the large reaction online overnight, her presence is disrespectful in particular to our host country" e eu continuo a dizer que vencer pelo PROIBIR é uma derrota a longo prazo.



Publicado por Tovi às 15:48
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 31 de Março de 2018
Região Norte… mas que Norte?

1nnpN.jpg

   Comentários no Facebook

«Mario Ferreira Dos Reis» - O maior entrave da regionalização a Norte não são os votos dos Lisboetas mas a massiva desconfiança dos votantes que são do Norte mas não são do Porto. A haver sucesso regional só separando o Norte em 2 ou mesmo 3/4 regiões. O medo de ficar dependente do Porto é real. Onde mais se nota esse medo é sem Dúvida Trás os Montes e alto Douro que têm uma forte identificação separatista em relação ao Porto. Qualquer tentativa de aglomerar uma região com Trás os Montes e Porto vai ser falhada e contra produtiva!

«David Ribeiro» - Essa tacanhez anti-regionalista não é só de Trás-os-Montes, verifica-se também no Minho, e por si só justifica o atraso considerável a nível económico e social destas sub-regiões. Ainda lhes custa entender que uma cidade como o Porto terá que ser forçosamente o centro nevrálgico de uma futura Região Norte, independentemente do local onde se vierem a instalar os diferentes organismos do poder regional.

«Diamantino Hugo Pedro» - O grande Porto tem que ser uma região separada tal como a grande Lisboa.

«Raul Vaz Osorio» - Isso é tacanhez e mais um argumento falacioso inventado pelos centralistas. Nenhum verdadeiro regionalista quer criar no Porto uma nova Lisboa regional. Nenhum verdadeiro regionalista quer que o Porto seja mais do que o pólo econômico principal do Noroeste Peninsular. Os poderes executivo, legislativo e judicial regionais podem e devem ficar sediados noutros locais, ou numa única capital que, em minha opinião, seria Vila Real, ou então distribuídos à moda dos Açores, por 3 cidades diferentes, eu sugeriria então novamente Vila Real, Bragança e Viana do Castelo O eixo Aveiro-Porto-Braga já tem a predominância economica e demográfica e não precisa de mais nada. Nova Iorque, Chicago, Los Angeles, Milão, Genève ou Munique não precisam de ser capitais para serem cidades importantes. Ver as coisas dessa forma é não só de um provincianismo atavico, como acima de tudo, um erro trágico e um tiro no pé.

«Paulo Barros Vale» - Gosto de Guimarães! Uma coisa estou certo, o Porto não precisa nem deve ser capital administrativa da Regiao

«Raul Vaz Osorio» - Pensei em Guimarães, até pelas raízes históricas, mas acho que é parte integrante do tal eixo Aveiro-Porto-Braga é por isso chutei a coisa para Viana

«David Ribeiro» - Andarmos constantemente a discutir onde será a capital do Norte é "chutar para canto" a Regionalização. A futura e mais que desejada nova divisão administrativa é muito mais do que o local do Poder Regional.

«Mario Ferreira Dos Reis» - Pois eu concordo em parte, mas conheço bem demais a desconfiança que o interior Norte tem do Porto!



Publicado por Tovi às 13:29
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 20 de Março de 2018
Para uma descentralização com pés e cabeça

 20mar2018.jpg

   Ver notícia aqui.



Publicado por Tovi às 10:23
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 16 de Março de 2018
Alarme em dependência do BPI

branco e tinto.jpg

E era de branco ou de tinto?... É que é fundamental saber estas coisas



Publicado por Tovi às 14:09
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 6 de Fevereiro de 2018
Lembraram-se dos sem-abrigo... lá por Lisboa

Nestas noites frias, mais do que nunca, devemos todos dar apoio aos sem-abrigo, mas sem demagogias e populismos como bem nos lembra o Nuno Santos (Chefe de Gabinete do Presidente da Câmara do Porto) neste seu oportuno texto publicado no Facebook.

 destaque_sem-abrigo-1_0.png

  SOBRE O ABJECTO APROVEITAMENTO DOS SEM-ABRIGO

 Um dia qualquer do Inverno, a Câmara de Lisboa decreta que está frio.

1. Nesse dia monta uma tenda em Lisboa e activa o plano de contingência para os sem-abrigo.
2.
Nesse dia, o vereador do BE de Lisboa dá 35 entrevistas.
3.
Nesse dia todas as televisões abrem os telejornais com isso.
4.
Nesse dia, os jornalistas tornam-se loucos por um equivalente no Porto. Afinal, se está frio em Lisboa “lá no Norte” deve estar mais.
5.
Nesse dia o Porto continua a fazer o que faz todo o ano: a apoiar os sem abrigo e a continuar o projecto que lançou e está instalado no Hospital Joaquim Urbano. Onde os acolhe, os alimenta e os orienta todo o ano.
6.
Nesse dia o PORTO recusa a demagogia e o sensacionalismo hipócrita e não entra no show-off mediático que torna a política numa coisa nojenta.
7.
Nessa noite, na “tenda VIP” dos sem-abrigo de Lisboa pernoitou... uma pessoa!

Parabéns a todos os que dois dias por ano se lembram dos sem-abrigo e os usam de forma absolutamente abjecta, como atrás descrevo. E que não percebem que, para quem vive na rua, estarem 2 graus de temperatura como tem estado na última semana ou estar 1 como hoje esteve, é a mesma coisa.



Publicado por Tovi às 13:49
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 30 de Novembro de 2017
Quando a solução é a fonte do problema

canteiro-de-obras-dos-desenhos-animados-com-homem-

Algo está mal nas empreitadas da reabilitação dos bairros sociais no Porto. Vejam o que diz a nossa querida amiga, arquitecta Carla Afonso Leitão:

 

 

Depois de ter auscultado as pessoas, de ter verificado o fundamento do motivo de queixa, depois de ter dado nota ao senhor Presidente da Domus Social - EM, depois de ter contactado o senhor Presidente da Junta de Campanhã, ambos bons ouvintes e com postura de uma lisura notável, hoje, em contacto com um dos empreiteiros que tem a cargo dois blocos para reabilitação, fiquei a saber onde verdadeiramente existe a inércia da solução dos problemas levantados. Disse-me o empreiteiro que ele próprio tinha falado com o arquitecto sobre os elementos em causa, antes das queixas dos inquilinos, mais adiantou “Ele vem lá de Lisboa e não está para ouvir, já disse que não muda absolutamente nada”. O arquitecto está no seu direito, absolutamente. Dito isto, existe algo que um arquitecto deve ter em conta, a sua função social, por força de razão, neste caso, por se tratar de reabilitação de um parque de habitação social municipal. Os elementos seriam absolutamente pontuais, logo, o desvio orçamental seria residual, perfeitamente justificado e com a vantagem de poderem ser colocados sem alterar a linguagem estabelecida, pois ficariam para o interior. Nunca, como arquitecta, estive sem fazer concessões, elas quando acontecem não fazem parte de uma cedência de direito, são antes o reconhecimento de direito de outros função de circunstâncias ditas pela própria obra, pelo dono de obra, ou por qualquer natureza que eu reconheça que se imponha da minha parte resolver problemas e assumir a necessidade de aditar. Apenas tenho uma palavra, lamento. Lamento porque a parte que efectivamente podia ser a fonte da solução é mesmo a fonte do problema.



Publicado por Tovi às 14:46
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Janeiro 2022
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


27
28
29

30
31


Posts recentes

Transportes públicos grát...

Presépio na Basílica da E...

Lisboa e Porto perdem mai...

Arraial da Iniciativa Lib...

Porto e Lisboa... detesta...

Terceira Fase de Desconfi...

Conquista de Lisboa aos M...

Mais eleitores nas Legisl...

Fim-de-semana de Exposiçõ...

Le Pen na Web Summit ?

Região Norte… mas que Nor...

Para uma descentralização...

Alarme em dependência do ...

Lembraram-se dos sem-abri...

Quando a solução é a font...

INFARMED vem para o Porto

A maior catástrofe natura...

Coitadita… nem sabe o que...

Eu... nas Exposições Cani...

130ª Exposição Canina Int...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus