"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."

Quinta-feira, 11 de Julho de 2024
Cimeira da Nato em Washington

Captura de ecrã 2024-07-10 093038.png

Já está a decorrer a Cimeira da NATO em Washington, com Biden, que até agora rejeitou os apelos para se retirar da corrida presidencial, a fazer das alianças tradicionais no exterior a peça central de sua política externa, argumentando que Trump viraria as costas à NATO se retornasse à Casa Branca. Para já uma só coisa há a registar: Zelensky vem mais uma vez pedir "mais defesa aérea" e "caças F-16" e todos nós, os europeus, vamos continuar a pagar tudo isto e o mais que se verá. Estamos em crer que os líderes da NATO mais uma vez não chegarão a oferecer um cronograma garantido para a Ucrânia entrar na aliança, mas apresentarão a Zelensky o que as autoridades consideram de "ponte para a adesão", que supostamente deve estabelecer tarefas específicas, incluindo reformas governamentais, económicas e do estado de direito, que a Ucrânia deve cumprir para se juntar.

 

  Luís Montenegro, falando aos jornalistas na terça-feira [9jul2024], antes de um jantar na residência oficial de Portugal em Washington, acompanhado dos ministros de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Paulo Rangel, e da Defesa Nacional, Nuno Melo, no âmbito da cimeira da NATO que decorre até esta quinta-feira, informou que a ajuda portuguesa à Ucrânia alcançará este ano [2024] um valor superior a 220 milhões de euros [mais 95 milhões de euros que se somam aos 126 milhões já previstos], sendo repetido em 2025.

  
Paulo TeixeiraSim a melhor solução é dar rédea solta ao Putin
David RibeiroNão se trata de dar "rédea solta" a ninguém, Paulo Teixeira, mas sim de encontrar uma forma de se conviver pacificamente no leste da Europa. E só a mesa de negociações é a solução. Ou acreditas que a Ucrânia vai derrotar a Rússia?
Paulo TeixeiraDavid Ribeiro acredito que um pais tem de se defender. Acredito que a capitulação so porque aparentemente o outro é mais forte raia a covardia e a falta de valores. Se quero a paz sim. Mas o que farias se a espanha quisesse pr exemplo o distrito se Portalegre? Drsistias so pq eles sao mais fortes?
David RibeiroPaulo Teixeira, essa comparação de Espanha e o distrito de Portalegre não tem qualquer sentido. Que eu saiba no distrito de Portalegre não se fala castelhano, não há uma esmagadora maioria de espanhóis, nem nunca os seus habitantes reivindicaram a sua autodeterminação.
Paulo Teixeira
David Ribeiro tens de rever a tua historia. O argumento que usas é o mm dos nazis nos anos 30. E se esta e a tua linha de facto nada mais ha a debatwr

  Ao mesmo tempo que se iniciou a Cimeira da Nato em Washington, o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, fez na 2.ª e 3.ª feira [8 e 9jul2024] a sua primeira visita à Rússia desde a invasão da Ucrânia, para discutir questões que incluem defesa e acordos de armas.
Interactive_Russia_India_Defence_equipment-1720533

  O antigo primeiro-ministro holandês Mark Rutte foi formalmente escolhido como o próximo secretário-geral da NATO e vai iniciar funções a 1 de outubro, um homem com experiência em lidar com o antigo presidente Donald Trump que muitos esperam que possa manter a aliança unificada face a um turbilhão de desafios, incluindo uma eventual nova presidência de Trump. Há muita gente que espera que a relação passada de Rutte com Trump, de quando lideravam os seus respetivos países, possa dissuadir o antigo presidente dos EUA de minar a Aliança se for reeleito.

  
Jose Antonio M Macedo
Excelente escolha.
Isabel Sousa Braga
Pescadinha de rabo na boca com a arroz de tomate......🙄🙄🙄🙄 Assim vai a Europa
Castro Ferreira PadrãoVamos ver... ou será a continuidade?
Antero Filgueiras
Lidar com DT é como lidar com a doméstica: ignora-se tudo o que ela diz.

  A “missão de paz” de Viktor Orbán já passou por Kiev, Moscovo e Pequim e continua em Washington, onde o ministro dos Negócios Estrangeiros húngaro defendeu que a a reeleição de Trump abrirá caminho a diálogos para a paz. “Penso que tem de haver um impacto externo muito forte para obrigar [Putin e Zelensky] a negociar, pelo menos. Quem tem hipóteses de o fazer nos próximos tempos? Só o Presidente Trump, se for eleito”, defendeu Peter Szijjarto numa entrevista. A Hungria tem sido a voz crítica do apoio da NATO à Ucrânia, tema que marcou o arranque da cimeira em Washington.

  Disse Stoltenberg sobre a adesão da Ucrânia à NATO: "não é uma questão de 'se' mas de 'quando'". Está cá a parecer-me que o ainda secretário-geral da NATO ou não sabe o que diz ou então não nos conta tudo o que sabe.
Captura de ecrã 2024-07-11 094256.png



Publicado por Tovi às 07:44
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 28 de Maio de 2024
Volodymyr Zelensky em Portugal

AFP__20240527__34U48ZJ__v2__HighRes__SpainUkraineR

No dia de ontem [2.ª feira 27mai2024] o chefe Estado ucraniano foi recebido no Palácio da Moncloa por Pedro Sánchez para assinar um acordo bilateral de segurança entre a Espanha e a Ucrânia. Segundo Sanchez o acordo inclui um compromisso de mil milhões de euros em ajuda militar para 2024. Desde janeiro, a Ucrânia já assinou nove acordos de cooperação em matéria de segurança: Reino Unido (2500 milhões de libras), Alemanha (7000 milhões de euros), França (3000 milhões de euros), Dinamarca, Canadá, Itália, Países Baixos, Finlândia, Letónia e, agora, Espanha.

 

  Visita de Zelensky a Portugal
Captura de ecrã 2024-05-28 113301.pngNa manhã de hoje [3.ª feira 28mai2024] o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, asssinou um acordo bilateral de segurança com o primeiro-ministro da Bélgica, em Bruxelas, antes de viajar para Lisboa para firmar também um acordo com Portugal. A Bélgica tem 977 milhões de euros em ajuda militar prometidos para este ano e também 30 caças F-16, mas nem todos seguem este ano, estando a entrega programada até 2028, com o primeiro a ser entregue ainda em 2024. Afinal, ao contrário do que diziam os comentadores "Rogeiro, Milhazes & C.ª Lda", os F-16 belgas ainda estão por entregar à Ucrânia.
Captura de ecrã 2024-05-28 145512.png"Este senhor simpático, vestido de verde, com um ar fofinho", que "está a querer levar-nos para uma guerra nuclear", aterrou em Figo Maduro para uma visita relâmpago a Portugal com encontros tanto com Marcelo Rebelo de Sousa como com Luís Montenegro. 
  
Jose Pinto PaisMas é este senhor fofinho vestido de verde que foi invadido por um grande fdp, que é um senhor bem vestidinho que tem um madato de captura internacional que nos está a levar para uma guerra mundial. Meu caro explique-me pf o que fez este senhor vestidinho de verde para provocar uma guerra ? Invadiu o pais do senhor bem vestidinho? Toda a UE apoia este senhor vestidinho de verde com excepcao de dois senhores com os quais presumo que o David nao se identifica. Entao toda a UE os USA e outros paises democraticos sao todos uma cambada de burros ? É isso?
David RibeiroO que está em causa, Jose Pinto Pais, é que "este senhor simpático, vestido de verde, com um ar fofinho" não consegue perceber que "um grande fdp", como o meu amigo chamou a Putin, nunca voltará atrás na invasão que fez ao leste da Ucrânia, quer queiramos ou não. E eu realmente não me identifico com esta forma imperial do senhor todo poderoso do Kremlin, mas também não me esqueço tudo que aconteceu em 2013-2014 quando os que derrubaram o ex-chefe de Estado ucraniano democraticamente eleito, num sangrento golpe e perante o qual todos assobiamos para o lado.
Jose Pinto PaisDavid Ribeiro a serio ? Acredita mesmo nisso ? Acha que foi democraticamente eleito ? Ou foi a moda de Putin. E na Primavera Ucraniana tambem nao acredita ? Mas a frente. Por aquilo que diz o gfp pode invadir a vontade o que lhe apetecer, que a seguir os paises invadidos teem de bater a bola baixa porque o grande fdp nao vai voltar atras. Por isso todos os paises que ele considera como integrantes da grande patria russa e que ate considere constitucionalmente, aqui ja nao sei se e fdp se completamente chanfrado vao ter que levar com essa teoria. Por mais que tente nao consigo entender essa sua obecessao pela Ucrania. David Ribeiro e assobiar para o lado quando da invasao da Crimeia ? Nao fala nisso ?
David RibeiroJose Pinto Pais... A anexação da Crimeia foi no mesmo período do diferendo de 2013-14 entre a Rússia e a Ucrânia sobre os territórios ucranianos de maioria russa. E já agora: O Jose Pinto Pais acredita que alguma vez os senhores de Kiev derrotarão as tropas de Putin?... Há que fazer uma paz que consiga salvar a vida ao pobre povo ucraniano.
Jose Pinto PaisDavid Ribeiro e a seguir salvar o povo Moldavo , Georgiano etc. Nao se questiona porque paises que mesmo nos tempos mais criticos da Guerra fria se mantiveram neutrais, agora e rapidamente aderem a Nato ? Passou-lhes assim uma coisinha ma pela cabeca e pediram a adesao assim tipo aderir ao festival da Eurovisao 😀
David RibeiroJose Pinto Pais, pagar para fazerem a guerra por nós nunca deu bom resultado. Lembra-se dos EUA ajudarem o Vietname do Sul a fazer a guerra ao Vietname do Norte e no que é que isso deu.
Jose Pinto PaisDavid Ribeiro ok por si a solucão é deixar o fgp do bem vestidinho fazer o que quiser. Ok mas de CHAMBERLAINS em vez de ajudas ainda bem que os principais paises da Europa se lembram dessa politica de baixar as calcas. Todos temos visto (pelos vistos nem todos) crimes contra a humanidade, assassinios a sangue frio, matar prisioneiros, atacar estruturas civis, quer sejam teatros, hospitais, bairros residenciais, barragens, etc etc e tudo isso deve ser obra do Senhor vestido de verde
David RibeiroO Jose Pinto Pais continua a não entender ou o defeito é meu que não lhe consigo explicar que o que está em questão é a situação atual no terreno que só pode piorar para o futuro do povo ucraniano. Os senhores de Kiev não querem saber da desgraça que se avizinha e tudo leva a crer que continuam a recusar a mesa de negociações, a única via para um paz há muito desejada.
Jose Pinto PaisDavid Ribeiro nao é defeito meu caro , até o tenho por uma pessoa muito ponderada mas neste aspecto da Ucrania desculpe que lhe diga mas a sua parcialidade é por de mais flagrante em prol do Putin. Qualquer assunto serve para criticar a Ucrania, ate os F16 belgas ... como se ja tivessem vindo a terreiro dizer k ja la estavam ... alias as declaracoes do 1 ministro Belga sobre esse assunto ontem foram esclarecedoras. Mas pessoalmente gostava de ver esse seu fervor a falar sobre os crimes que o Sr Putin e o seu rico pais fazem todos os dias. Mas o seu silencio sobre essas materias é esclarecedor
David RibeiroIsso do meu "silêncio" sobre os crimes de Putin, meu caro Jose Pinto Pais, não é de todo verdade. Quantas e quantas vezes me tenho por aqui referido à "democracia" do Kremlin mais a sua forma imperialista de governar a Federação Russa. Agora o que eu não esqueço é quem atualmente governa a Ucrânia.
Jose Pinto PaisDavid Ribeiro meu caro pode nao se esquecer quem governa a Ucrania e ainda bem pois todos os governos democraticos tambem nao se esquecem e apoiam e recebem o vestidinho de verde de bracos abertos. Ja nao se pode dizer o mesmo do Senhor bem vestidinho
Jose Antonio M MacedoDavid Ribeiro Provavelmente, quanto mais cedo a Rússia se fragmentar melhor para a Europa. A China tratará do resto.
Luis BarataDavid Ribeiro explique lá esse golpe de estado malfadado e as suas circunstancias e contra quem foi e qual foi a reação dos... nativos. Já agora. David Ribeiro deu raia... Porque!?...
David RibeiroÓ Luis Barata, para o seu peditório já dei. Putin não é flor que se cheire, mas por aqueles lados já não são comunistas e há muito deixaram de comer criancinhas e dar injeções atrás das orelhas aos velhinhos.
Luis Barata
David Ribeiro o vietnam aconteceu por causa dos russos, a nossa guerra pela defesa das nossas províncias ultramarinas aconteceu por causa dos russos, as guerras de África, América do Sul e Central, todas as guerras na Ásia aconteceram por causa , exclusiva, dos russos! O senhor está agora a por em causa quem se defende e os seus aliados a estas múltiplas e infames agressões!?...É que parece!

Captura de ecrã 2024-05-28 181209.pngDepois de uma reunião com Montenegro no Palácio de São Bento, onde esteve em cima da mesa um acordo de segurança e cooperação militar, Volodymyr Zelensky seguiu para o Palácio de Belém onde foi recebido pelo Presidente da República de Portugal, com honras de Estado. Um jantar de trabalho encerrou a primeira visita a Portugal de Zelensky desde o início da invasão russa na Ucrânia.

  Ainda sobre a visita do Presidente da Ucrânia a Lisboa
951669fb441372c1e62c7a3beb98bca3_N.png
Como eu gostaria de ter ouvido Zelensky dizer o que pensa sobre a putativa inclusão da Rússia na Conferância da Paz na Suiça e sobre o que seria preciso para aceitar sentar-se à mesa a discutir com o seu inimigo. Mas estas perguntas ficaram sem resposta.
  
Isabel Sousa Braga
Não interessam 😏
 Gloria GonçalvesDar o que é da Ucrânia nem pensar. Um exemplo de ser humano que luta pelo seu país.
David Ribeiro
Então vai ser até ao último ucraniano. É isso, Gloria Gonçalves?
Gloria GonçalvesDavid Ribeiro se lhe tirasse o que é seu, fugia?
Adriano MarquesDavid Ribeiro se eu ocupar a sua casa e o seu terreno, aceita negociar comigo com a premissa de que eu nunca lhe vou devolver o terreno??
David RibeiroAdriano Marques e Gloria Gonçalves, se a polícia não me socorrer e a Justiça não me der razão, lá terei que negociar, antes que fique sem nada. Mas mais importante que tudo e por mais que todos nós desejassem um futuro diferente do que a situação que se vive no terreno, a verdade é que a Ucrânia não tem capacidade militar para se opor aos exércitos de Putin. E quanto mais tarde se sentarem à mesa de negociações pior será para o pobre povo ucraniano.
Adriano MarquesDavid Ribeiro antes morrer do que ser roubado e subjugado. Na minha casa mando eu, se alguém me fizer mal a mim ou à minha família, ou a polícia resolve ou então eu trato do assunto, dar as minhas coisas de mão beijada, Nunca...
David RibeiroEntão a solução é até ao último ucraniano, é isso Adriano Marques?
Adriano MarquesDavid Ribeiro antes partir que vergar ... Mas não coloque o ónus da questão do lado Ucraniano, mas sim no lado Russo. Putin só se senta à mesa das negociações se os terrenos ocupados forem considerados Russos, isso já foi dito mais que uma vez. Por isso quem tem que dar alguma resposta sobre intransigências é o Putin
David RibeiroNada foi ainda negociado, Adriano Marques. E as negociações terão sempre como base a situação no terreno, que como é previsível, só tenderá para piorar para o lado ucraniano. 
Luis BarataAs negociações, para serem iniciadas, precisam de sinais francos, verdadeiros e dignos por parte dos intervenientes. Ora nesta guerra, como em quase todas, não existe qualquer tipo de intenção de negociar, foram impostas condições não negociáveis. A agressão continua. E envolve-nos a todos. Cede um e os outros vão a seguir. Limpinho!
Carlos Miguel SousaÉ cedo para incluir a Rússia, e nem o Kremlin aceitaria.
David Ribeiro
Segundo a comunicação social ocidental, citando a estação pública russa RT, o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, descreveu como "absurda e fútil a realização de uma cimeira de paz sobre a Ucrânia sem a participação das autoridades russas", que não foram convidadas para a conferência de junho, na Suíça. Todos sabemos como a Federção Russa lida com estas coisas, mas a verdade é que para "fazer a paz" os dois beligerantes têm que estar à mesa das negociações.

  Roubado por aí
445170723_10232476361919882_101703278275707987_n (

 

 

  28 de Maio de 1926
1024px-Desfile_de_tropas_28_de_Maio_1926.jpgFaz hoje noventa e oito anos que, devido aos graves erros cometidos pelos políticos da Primeira República Portuguesa, caímos numa ditadura de 41 longos anos ininterruptos, desde a aprovação da Constituição Portuguesa de 1933 até ao seu derrube pela Revolução de 25 de Abril de 1974.
  
Frederico Nunes da Silva
41 anos de uma Revolução protagonizada por jovens tenentes (muitos antigos cadetes de Sidónio Pais) e secundada pelo povo do país real contra a "democracia" burguesa e anti-católica de Lisboa, que nos arrastou para o desastre da Grande Guerra na Flandres - tal como hoje ousam pensar em relação à Ucrânia. Independente de se gostar ou não do que veio a seguir, o grosso da Nação esteve com a Revolução Nacional.
Mario Pinheiro
As condições hoje são bem diversas. Dificilmente voltaremos a ter uma ditadura como a saída do 28 de Maio, mas todos os cuidados são poucos, porque a tentação é muita. Haja sensatez e sejamos capazes de olhar para as soluções políticas em presença com espírito construtivo e sem "clubites".



Publicado por Tovi às 08:17
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 30 de Abril de 2024
Intercampus - Intenção de voto legislativo e Europeias

Captura de ecrã 2024-04-29 105608.png 

Sondagem da Intercampus para Correio da Manhã e Jornal de Negócios, publicada a 27abr2024. Os valores indicados são sem distribuição de indecisos.

  Paulo TeixeiraComeçou a saga... e depois no fim de tudo o povo vota... e manda os passear

  Esta sondagem comparada com as Legislativas de 10mar2024
Captura de ecrã 2024-04-29 161144.png

  
Júlio Gouveia
Pois desce , a governação tem sido má, um governo sem maioria que quer impor a sua vontade sem negociar ( pré negociar ) com ninguem , quando muito antes de levar as propostas à AR teria obrigatoriamente de negociar as leis ora com o Chega , para as leis mais encostadas à direita ora com o PS para as medidas mais encostadas à esquerda. Assim como tem governado não vão a lado nenhum
Bernardo Sá Nogueira Mergulhão
Credo medo ,com este líder .

  De acordo com os resultados do mais recente barómetro da Intercampus, 48,8% dos inquiridos elegem o ex-líder do Governo, enquanto o atual tem a simpatia de um universo inferior: 36,7%.
Captura de ecrã 2024-04-30 085921.png
  
Fernando Peres
Quem responde a um inquérito destes só pode ser imprecatado!!! Como é possível avaliar um governo que não tem 1 mês de actividade ? E compara lo com outro que teve 8 anos?
Altino DuarteFernando Peres A avaliação foi entre António Costa e Luís Montenegro.
Fernando PeresAltino Duarte desculpe mas eu consigo ver “ acha que o actual governo é melhor ou pior que o último “ !!! Mas que seja , como é possível comparar um primeiro ministro com 8 anos com um com um mês!!!
Egberto BockPortugal sempre no seu melhor !
Júlio Gouveia
Governar sozinho sim. Mas para governar sozinho sem maioria pressupõe negociação, e neste caso com o Ps ou / e com o Chega para que as leis possam passar na AR. Agora, com prepotência, como este governo tem feito, querendo que a oposição vote as suas leis, não me parece boa ideia nem levará a lado nenhum a governação.
Bernardo Sá Nogueira MergulhãoJúlio Gouveia Não vejo é nenhuma prepotência....negociar sim mas quem governa é governo e não parlamento .
Júlio GouveiaBernardo Sá Nogueira Mergulhão pois então continuem a fazer leis sem negociar com ninguém e vão continuar a ver a oposição a impor que essas sejam aprovadas na AR e a ser chumbadas. O governo para governar, e só tem um terço dos votos , a oposição tem dois terços, tem de pré negociar com a oposição. Não o tem feito, esperando que a oposição aprove as suas leis ( de um terço do povo ) e eu chamo a isto prepotencia , mas pronto ...cada um chama o que quer
Bernardo Sá Nogueira MergulhãoJúlio Gouveia mas quem lhe disse que não negoceia? negoceia não assina em conjunto.
Júlio GouveiaBernardo Sá Nogueira Mergulhão quem governa é o governo, mas para governar tem de fazer aprovar as leis. O problema e mesmo esse é que não negoceia; nada zero. Diga-me uma coisa que eles tenham negociado. As leis têm ido todas ao parlamento sem sequer uma conversa prévia com ninguém
Isabel BarbosaO nosso 1⁰ Ministro vai ter de negociar as suas medidas, afinal há uma maioria de direita(?) no parlamento! Nao se pode deixar passar medidas aprovadas pela maioria de esquerda! Nao é isso que o voto do povo indica!!
Joaquim Figueiredo
Com 1 mês e já com tanta asneira... o que vale é haver uma comunicação social engajada... acrescenta as 7 quinas, o tratado do atlético norte...
Bernardo Sá Nogueira Mergulhão
Que surpresa, assim como assim prefiro mais observar e chegar às minhas conclusões e não ligar nenhuma a sondagens.
David Ribeiro
A liberdade de expressão é um dos direitos inalienáveis que o 25 de Abril nos deixou e o meu amigo Bernardo Sá Nogueira Mergulhão tem todo o direito a fechar-se numa bolha nesta matéria, mas depois não se queixe que as coisas não correram bem.
Bernardo Sá Nogueira Mergulhão
David Ribeiro esta não apanhei, liverdade de expressão, bolha? 1- não proibi ninguém de se expressar 2- eu disse tirar as minhas conclusões é obvio que é informando-me não sei de que bolha fala confesso. Uma coisa lhe digo não é seguramente através de sondagens, isso não está dentro do que considero ser informado.

  E sobre o IRS diz esta sondagem
Captura de ecrã 2024-04-30 135935.png 
  
Bernardo Sá Nogueira MergulhãoDavid Ribeiro teve PSD apresentar proposta de descida do Irs pela primeira vez no Verão ...de 2023 e IL farta de falar em descida de impostos está longe de realidade. Aqui está um caso para não valorizar sondagens e pensar pela minha cabeça. Além de não ser importante quero é que baixem e mais no futuro .
Da Silva Carvalho José"A procissão ainda vai no adro"
Luis Losada
Como se pode compreender o resultado dessa sondagem?! Na minha opinião o Fernando Peres tem razão, quem respondeu é impreparado, não tem a real noção do que aconteceu nos últimos 8 anos....

 

  Primeira sondagem conhecida para as Europeias2024
Captura de ecrã 2024-04-30 145512.png  
 
 Mario Pinheiro  - Arrependidos!??
Paulo TeixeiraTu acreditas nisso? A malta das sondagens faz uns fretes
David Ribeiro
Paulo Teixeira, ouvindo o que para aí se tem dito, mais ponto percentual menos ponto percentual, a coisa não deverá nesta altura do campeonato andar muito longe disto.
Paulo TeixeiraDavid Ribeiro vai andar longe disso. Tens 18 deputados a distribuir pelos 3 primeiros partidos. E as sondagens que tenho acesso dao resultados diferentes desses. E tens tres deputadoa para dar a il ao pc e ao bloco Aos dias de hoje Sondagens feitas a medida da esquerda vou ali e venho já
David RibeiroMeu caro amigo, Paulo Teixeira, ainda é cedo para as Europeias, mas o que acabas de dizer até não é nada de diferente desta sondagem da Intercampus.
Paulo Teixeira
David Ribeiro a minha previsao ao dia de hoje é 7 para o ps 6 para a ad e 5 para o chega com dificuldade para o ultimo do chega. Ainda incerto




Sábado, 13 de Abril de 2024
O Expresso errou...

Pior, publicou uma notícia falsa

Captura de ecrã 2024-04-13 082340.png 

Nota do diretor do Expresso: É mais do que um embuste. É enganar os portugueses (12abr2024 às 23h22)
O Expresso publicou em manchete na sua última edição o seguinte título: “Montenegro duplica descida de IRS até ao verão”. A notícia começou a ser desenvolvida a partir das declarações do primeiro-ministro proferidas na abertura da discussão do programa do Governo. Luis Montenegro disse aos portugueses que ia fazer de imediato uma redução de IRS que teria um impacto de 1500 milhões de euros. Com base nesta afirmação, o Expresso fez perguntas ao gabinete do Ministro das Finanças e contactou várias fontes. Ninguém desmentiu o que tinha sido dito no Parlamento, ninguém corrigiu a informação.
Mais: o Expresso esteve atento a cada palavra do primeiro-ministro no debate. Primeiro disse isto: “Aprovaremos na próxima semana uma proposta de lei que altera o artigo 68º do Código do IRS, introduzindo uma descida das taxas sobre os rendimentos até ao oitavo escalão, que vai perfazer uma diminuição global de cerca de 1500 milhões de euros nos impostos do trabalho dos portugueses face ao ano passado, especialmente sentida na classe média”.
Mas, na dúvida, pelo menos um deputado questionou o primeiro-ministro sobre o montante da redução. Confessando a sua “desilusão” com o programa de Governo, em particular sobre a dimensão da descida do IRS, Rui Rocha (líder da Iniciativa Liberal), afirmou que “o alívio do IRS em nenhum caso representa um alívio superior a 10 euros. Fica sempre abaixo desse valor”. Na resposta, Luis Montenegro, contrariou-o: “Na próxima semana vamos materializar a baixa de IRS para 2024. Vamos fazer com que o esforço fiscal dos portugueses sobre os rendimentos do trabalho seja desagravado em 1500 milhões de euros o que vai perfazer que aquele exemplo que deu não é realista. Vamos estar cinco, seis, sete [vezes], consoante os escalões, muito acima”, garantiu o primeiro-ministro.
Afinal o Expresso errou. Pior. O Expresso publicou uma notícia falsa. Pelo facto pedimos desculpa aos nossos leitores. A publicação desta notícia seguiu as regras e procedimentos que exigimos antes da publicação de uma notícia. Não contávamos era com o facto do primeiro ministro ter, no Parlamento, ludibriado os portugueses.
A redução de IRS que Luis Montenegro anunciou com pompa e circunstância, a redução de impostos que andou na campanha eleitoral a defender, é afinal falsa. São apenas pequenos ajustes sobre a redução já anunciada por António Costa no Orçamento para este ano. Os 1500 milhões de euros são apenas €170 milhões, porque 1330 milhões de euros foram já implementados pelo anterior governo.
Luis Montenegro apresentou uma redução de impostos que não passa de um embuste.
A verdadeira redução de imposto é contrária à ideia que o primeiro ministro vendeu no Parlamento. É contrária à ideia do que andou durante toda a campanha eleitoral a anunciar. Só tenho uma palavra para descrever tudo isto. Fraude.
Contudo, no final do dia, quem errou foi o Expresso. Por ter sido ingénuo a acreditar nas palavras do primeiro-ministro de Portugal. Mais uma vez, peço desculpa aos nossos leitores. Não voltará a acontecer.
 
  JN de 12abr2024 às 21h13
Captura de ecrã 2024-04-13 085507.png
  
Mario PinheiroA mentira tem perna curta.
David Ribeiro
Se Luís Montenegro não quer que lhe chamem "aldrabão" tem que começar a fazer os trabalhos de casa com mais cuidado, ou então encontrar alguém mais competente que lhe faça os discursos para as suas intervenções no Parlamento.
Altino DuarteDavid Ribeiro Não, não é uma questão de mais cuidado nos "trabalhos de casa", caro David Ribeiro nem mais ou menos competência de quem faz os discursos. O texto do director do Expresso não remete para essa conclusão.
  Expresso em 13abr2024 às 00h13

Captura de ecrã 2024-04-13 101832.png

  Finalmente percebi
437718784_10225720357464325_4790947879000995719_n.




Quarta-feira, 10 de Abril de 2024
Sondagem realizada pela Aximage para JN/DN/TSF

Trabalho de campo decorreu entre 29 de março e 3 de abril de 2024; Erro máximo de amostragem deste estudo, para um intervalo de confiança de 95%, é de +/- 3,5%.

Captura de ecrã 2024-04-07 184238.png 
Captura de ecrã 2024-04-07 183924.png
Captura de ecrã 2024-04-07 183951.png
Captura de ecrã 2024-04-07 184038.png
  
Bernardo Sá Nogueira MergulhãoJá? Começam cedo
Ricardo Duarte
Bernardo Sá Nogueira Mergulhão bom ainda que seja expectativa... sim é cedo, mas já há alguns sinais.
Bernardo Sá Nogueira Mergulhão
Ricardo Duarte só se forem sinais e suspeito quais são, os mesmos que tinham antes das eleições porque na verdade suspeito que são mais ideias feitas mais do que outra coisa.
Ricardo DuarteBernardo Sá Nogueira Mergulhão nada disso, sinais politicos na escolha do executivo por exemplo, mas tal como disse concordo contigo em relação a prematuridade da coisa.
Paulo NevesO governo ainda nem apresentou o programa e já sondagens? Irra
Quim Gonçalves
Estamos todos à espera dos aumentos dos ordenados e da baixa dos impostos como prometeram para assim ganharem votos e ir para o poleiro. Se o não fizeram enganaram os portugueses e passam a ter a repulsa de todos menos as dos empoleirados.

 

   Luta interna no PSD entre os pró e os contra o Chega
Captura de ecrã 2024-04-09 173203.png
Um partido que tem inscritos nos seus princípios o humanismo, o personalismo, a tolerância, o direito à diferença, a autodeterminação da pessoa humana, a igualdade de oportunidades, não se sente nem pode sentir representado por opiniões que andem absolutamente arredias destes princípios". [Coelho Lima na rede social X]
Há partidos que são os moderados do sistema, e, portanto, esses partidos devem dialogar exatamente porque os extremos são perigosos. [Carlos Moedas aos jornalistas]


 Jose Pinto Pais
A outra múmia reformou-se? Temos nova múmia?
Quim Gonçalves
Que se digladiem !

 


Captura de ecrã 2024-04-09 235835.png
  Bernardo Sá Nogueira MergulhãoSerá postura mais que previsível . Clássico



Publicado por Tovi às 00:34
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 29 de Março de 2024
Pai!... Mãe!... Já sou Ministro(a)

O XXIV Governo de Portugal toma posse na terça-feira e os secretários de Estado dois dias depois.

432223898_1097104994860630_6683060845981921176_n.j
XXIV GOVERNO DE PORTUGAL
Primeiro-Ministro - LUÍS MONTENEGRO
Ministro de Estado e de Negócios Estrangeiros - PAULO RANGEL
Ministro do Estado e das Finanças - JOAQUIM MIRANDA SARMENTO
Ministro da Presidência - ANTÓNIO LEITÃO AMARO
Ministro Adjunto e de Coesão Territorial - MANUEL CASTRO ALMEIDA
Ministro dos Assuntos Parlamentares - PEDRO DUARTE
Ministro da Defesa Nacional - NUNO MELO
Ministra da Justiça - RITA JUDICE
Ministro da Administração Interna - MARGARIDA BLASCO
Ministro da Educação, Ciência e Inovação - FERNANDO ALEXANDRE
Ministra da Saúde - ANA PAULA MARTINS
Ministro das Infraestruturas e Habitação - MIGUEL PINTO LUZ
Ministro da Economia - PEDRO REIS
Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social - MARIA DO ROSÁRIO PALMA RAMALHO
Ministra do Ambiente e Energia - MARIA DA GRAÇA CARVALHO
Ministra da Juventude e Modernização - MARGARIDA BALSEIRO LOPES
Ministro da Agricultura e Pesca - JOSÉ MANUEL FERNANDES
Ministra da Cultura - DALILA RODRIGUES

  
Carla Afonso LeitãoParabéns, David Ribeiro! Desejo-lhe sorte para os desafios que terá pela frente! 🙂
David Ribeiro
Carla Afonso Leitão, "Pai!... Mãe!... Já sou Ministro(a)" foi o que os meus serviços privados de inteligência ouviram em escutas telefónicas nesta tarde. 😀 😉
Carla Afonso Leitão
David Ribeiro kkkkkkkkk
David Ribeiro
Vou ver se arranjo um tempinho para ir colocar uma velinha ao São Miguel-O-Anjo. Dizem que é muito bom em apoio a coisas difíceis.
Joaquim FigueiredoE eu a pensar que Miguel Guimarães iria ser o novo ministro da saúde para resolver todos os problemas...
David RibeiroJoaquim Figueiredo, sobre Ana Paula Martins sei pouco, mas pelo que sei não me parece ter arcaboiço para resolver a "guerra" que vai na Saúde.
Joaquim Figueiredo
David Ribeiro não sei, o que sei é que a senhora tem credenciais de pessoa competente... mas em função do que já foi ouvindo dos sindicatos, das ordens... não vai ser fácil...e como estes prometeram dar tudo a todos... talvez, inclusive vão criar médicos por geração espontânea

  Capas dos jornais de hoje
Captura de ecrã 2024-03-29 082542.png

  Os ministérios com mais berbicachos
Captura de ecrã 2024-03-29 140109.png

  Os meus preferidos
Captura de ecrã 2024-03-29 143749.png
  
Bernardo Sá Nogueira Mergulhão
Eu acrescentaria a da Energia e Ambiente 😉
Celio Alves
Eu acrescentaria Castro Almeida e Margarida Blasco



Publicado por Tovi às 07:50
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quarta-feira, 27 de Março de 2024
A nova Assembleia da República

Captura de ecrã 2024-03-26 094132.png

  Distribuição dos lugares na Assembleia da República
Tanto Bloco como o PCP conseguiram manter os mesmos dois lugares na fila da frente e viram o Livre, que não tinha direito a entrar na corrida por não ter grupo parlamentar, ganhar os mesmos dois lugares equilibrando todos os partidos à esquerda do PS. Já o PS viu a sua bancada parlamentar perder 40 deputados e restou-lhe apenas cinco lugares na frente do hemiciclo. À direita, a vitória pouco expressiva da AD deu direito aos mesmos cinco lugares que os socialistas na montra do parlamento. Depois de não ter conseguido alcançar a meta de engordar a bancada parlamentar, a Iniciativa Liberal não conseguiu reclamar mais do que os dois lugares na frente que já lhe tinham sido atribuídos nas eleições de 2022. Já o crescimento exponencial do Chega permitiu-lhes ganhar mais representatividade também na primeira fila do parlamento, passando de três para quatro lugares. Outra das principais novidades desta nova sessão legislativa é o regresso do CDS ao Parlamento. Graças a esta distribuição que garante a inclusão de todos os grupos parlamentares na frente, também o partido liderado por Nuno Melo irá ter um dos seus elementos na fila mais disputada do hemiciclo.

  
Jose Luis Soares MoreiraFica só a questão! Porquê ainda se continua com 240 deputados, quando grandes em tudo, países europeus lhes chegam cerca de um terço destes 240? Vamos lá Portugal.
Júlio GouveiaJose Luis Soares Moreira são 230 , não 240 . De qualquer modo também acho um grande exagero. É só uma questão de mais despesas , que somos todos nós a pagar. 120 chegavam e mesmo assim ainda eram demais. Poupava-se varios milhares se não mesmo milhoes
David RibeiroSó que com um menor número de deputados algumas forças políticas nunca teriam a possibilidade de lugares no Parlamento, contribuindo assim para o poder único das grandes forças políticas.
Jose Luis Soares MoreiraDavid Ribeiro, também seria possível alterar essa lei, por exemplo atribuir até um ou dois deputados a partir dos 70 000 votos, depois seguir-se-ia o atual sistema. A questão de em Portugal não haver enriquecimento do País para um melhor desenvolvimento e de vida social mais qualificada em termos de sustentabilidade, prende-se com a despesa pública astronômica e criadora de tachos numa grande maioria.
Altino DuarteJose Luis Soares Moreira Creio que a opinião do Jose Luis Soares Moreira é bastante contestável se formos verificar o número de deputados que, de acordo com o número de habitantes, compõem os parlamentos dos vários países da Europa . Em Portugal, 120 eram demais? São livres as opiniões...
Salvador Silva
Jose Luis Soares Moreira, parece-me que são só 230 mas mesmo estes são um exagero.

 

  ELEIÇÃO DA PRESIDÊNCIA E RESTANTE MESA DA AR
1024.jpgNo dia de ontem [3.ª feira 26mar2024] a Assembleia da República, eleita nas Legislativas de 10 de março, numa primeira votação para eleição de José Pedro Aguiar-Branco, deputado eleito por Viana do Castelo pela Aliança Democrática (AD) e candidato único para presidente da Assembleia da República, precisava de, pelo menos, 116 votos para ser eleito (metade mais um dos 230 deputados existentes). No entanto, conseguiu apenas 89. Houve ainda 134 votos brancos e sete nulosEmbora não possam existir certezas sobre quem não votou a favor, há algumas deduções fáceis de fazer. Desde logo, sobre quem terá apoiado a eleição de Aguiar-Branco: a AD (PSD e CDS) tem 80 deputados, pelo que, partindo-se do princípio de que todos eles votaram a favor do candidato proposto, sobram nove votos a favor "incógnitos". Ora, a bancada do Chega tem 50 deputados e a da IL tem oito. Assim, entre as 134 abstenções estará, forçosamente, a maioria dos 78 deputados do PS, bem como boa parte dos 50 parlamentares do Chega. Menos dificil de intuir é o sentido de voto dos 14 deputados da Esquerda (BE, PCP e Livre) mais PAN, que deverão ter sido todos dirigidos para a abstenção e, em menor número, para os nulos.

  
Vitor Soares
Não se comprometem com o Chega... ainda ontem os comentadores de direita diziam que o anterior presidente tinha sido um mau presidente... pumba, não há apoio de ninguém... depois querem entendimento para legislar...vai ser bonito vai
Paulo TeixeiraPalavra dada tem de ser palavra honrada.
David RibeiroMas qual é o espanto?... André Ventura nunca foi e continua a não ser confiável.
Paulo TeixeiraDavid Ribeiro isto nao é tao linear. Sao todos burros. A direita toda é burra e o ps perdeu o sentido de estado. Caminhamos para o abismo.
David RibeiroPaulo Teixeira, o PS (neste caso justiça lhe seja feita) anunciou que iria abster-se, mas o Ventura afirmou que apoiaria a eleição de Aguiar-Branco... só que Ventura é Ventura e facilmente dá o dito por não dito.
Alexandre Lapão Dos SantosPaulo Teixeira nem mais, nem menos. Muito bem dito!!!!
Gonçalo G. MouraDavid Ribeiro foi a AD quem roeu a corda. O acordo foi negado duas vezes pelo Nuno Melo e pelo Paulo Rangel... o Ventura tinha que ser muito ingénuo para o honrar.
David RibeiroNão deixas de ter razão, Gonçalo G. Moura, há "impreparação política" nesta AD.

  E é assim que estamos... O PSD retirou o nome de Aguiar-Branco para candidato a presidente da Assembleia da República. Convictos de que a votação seria igual à primeira, isto é, com PS e Chega a não votarem a favor do nome do PSD, os sociais-democratas optam por retirar a candidatura. Joaquim Miranda Sarmento, líder parlamentar do PSD, anunciou no plenário. “Assistimos à primeira coligação negativa” entre PS e Chega. “Talvez haja uma coligação positiva entre as duas forças e queiram apresentar um candidato.”

 
Isabel Sousa BragaDavid Ribeiro enfim.....
Vitor SoaresDavid Ribeiro mas dizer que é uma coligação negativa sem que primeiro tenham falado com o PS, depois de supostamente haver acordo com o Chega, também não fica lá muito bem ao PSD...
David RibeiroSem dúvida, Vitor Soares. Está na hora de um entendimento entre PSD e PS, não obrigatoriamente no Governo mas pontualmente no Parlamento.
Vitor Soares
Está na hora de mostrarem ao povo português que o povo está a cima dos interesses partidários.
Jose Luis Soares MoreiraComplicado, e agora?

  O Partido Socialista acaba de anunciar Francisco Assis candidato para presidente da Assembleia da República. Aguiar-Branco volta atrás e reapresenta candidatura. Manuela Tender do Chega também se candidata à presidência da AR, o que torna praticamente impossível uma eleição com estes candidatos.
  
Isabel SilvaSerá que os portugueses vão aprender?

  Assis foi o mais votado e passou com Aguiar Branco à segunda volta (Aguiar Branco 88; Francisco Assis 90; Manuela Tender 49; 2 votos brancos). Na segunda votação Francisco Assis teve mais votos que Aguiar-Branco, mas nenhum conseguiu os 116 exigidos. Assis 90; Aguiar-Branco 88; Votos em branco 52. Vamos ter no dia de hoje mais novas candidaturas e as respetivas votações.

 Bernardo Sá Nogueira MergulhãoVergonha, politiquice do pior. Qual o mal de Aguiar-Branco? Nenhum apenas apanhado no triste espectáculo. Siga.

   Notícia desta manhã - 4.ª feira 27mar2024
Captura de ecrã 2024-03-27 101517.png 
  David RibeiroPerante a birra de André Ventura e a imaturidade política de alguns senhores da AD, só há duas opções: ou o PSD retira a candidatura de José Pedro Aguiar-Branco e aceita a eleição de Francisco Assis, proposto pela bancada do PS, ou Pedro Nuno Santos aceita o candidato do PSD.

  Acaba de ser noticiado que o Chega vai apresentar Rui Paulo Sousa como candidato.

  Vitor SoaresOs dois principais partidos da governação têm que se entender e ser claros com os portugueses, nas propostas e na resolução dos portugueses. Se for tudo às escuras e continuarem a não saber comunicar com o povo, só dão força ao Chega.

  A solução encontrada para acabar com a birra do Chega parece-me interessante: PS e PSD acordam presidência dividida da AR - José Pedro Aguiar-Branco será presidente da Assembleia da República durante duas sessões legislativas (isto é, metade da legislatura, se chegar até ao fim), sendo as outras duas entregues ao PS, com Francisco Assis. Mas Assis não confirma se vai ser ele a presidir à AR daqui a dois anos: "O que é certo é que vai ser alguém do PS".

  
Isabel Sousa BragaDavid Ribeiro está cena do chega custou-lhe vários votos
Paulo NevesDavid Ribeiro sinal de que o governo vai durar, pelo menos, dois anos. Sentido de Estado
David RibeiroAssim parece, Paulo Neves. Mas não há garantia que o PS aprove tudo e mais alguma coisa que o PSD apresente no Parlamento. Assembleia da República é uma coisa e Governo é outra.
Paulo Neves
David Ribeiro, claro. A ver vamos. Eu acredito que isto vai durar, pelo menos, dois anos.

  Aguiar-Branco foi eleito Presidente da Assembleia da República
Captura de ecrã 2024-03-27 160315.png
Houve ainda 18 votos em branco. Só votaram 228 dos 230 deputados.
Foram eleitos vice-presidentes da Assembleia da República, Teresa Morais, do PSD, Marcos Perestrello, do PS, Diogo Pacheco de Amorim, do Chega e Rodrigo Saraiva, da IL.

 
David Ribeiro - E já agora: António Filipe é um Senhor. Vai ficar na história da nossa Assembleia da República.
Antero Braga
Tenho para mim ser homem sério e sempre disponível para servir o país. Merece o respeito de todos nós.
Albertina Pena Sousa
Uma pessoa de grande respeito e seriedade 👏👏
Adolfo Barros
A escolha foi má, devia ser o Ventura🤣🤣🤣🤣
Jose Carvalho
Foi o Antônio Filipe porque era o deputado com mais anos de assembleia da republica por isso foi ele que abriu os trabalhos.
Júlio Gouveia
Acho que é uma pessoa séria, embora claro não concorde uma virgula com aquilo que ele pensa. Agora.....acho que quem deveria ser o presidente deveria ser o anorma (peço desculpa ao administradpr mas foi a palavra mais simpatica qie encontrei ) do Ventura. Na minha opinião o tribunal constitucional nem deveria autorizar este partido com aquele programa, totalmente autoritário e com ideias todas contrárias à constituição. 50 deputados ???? O povo está louco ???

  Rescaldo dos últimos dias no Parlamento
434187768_10225014187889764_1150209823337757568_n.



Publicado por Tovi às 07:06
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Quinta-feira, 21 de Março de 2024
Primeiro ministro já temos...

...agora falta saber qual a composição do Governo

434033056_10224982133248418_8441829107327421282_n.

  Jose BandeiraÉ preciso ir à horta colher os mais pesados e duros 🍅

 

  E enquanto não temos Governo vamo-nos entretendo com o que especialistas de diferentes setores da sociedade portuguesa, consultados pela CNN Portugal, consideram ser mais urgente resolver ou pôr em marcha para Portugal seguir o rumo certo.
Educação. "Gestão autocrática que se vive hoje não está a fazer bem à escola".
Igualdade de género: "reforçar educação contra estereótipos".
Cultura. "Temos de agir junto dos mais novos e apostar na educação para a Cultura".
Militares. "Grande medida só pode ser uma valorização remuneratória".
Turismo. "A resposta é muito simples... Precisamos de uma decisão sobre o novo aeroporto. É a coisa mais importante de todas para o setor."
Agricultura. "Pagar aos agricultores e reverter a extinção das direções regionais".
Justiça. "Resolver a situação dos advogados e dos funcionários judiciais".
Polícias. "Concretizar o suplemento de missão e resolver o problema da pré-aposentação".
Administração Pública. "Definir calendário negocial para dar continuidade ao acordo plurianual".
Habitação. "Regular os preços das casas e das rendas".
Segurança Social. "Apostar no trabalho a tempo parcial".
Saúde. "Estancar a sangria de profissionais e definir um modelo claro de governação para o SNS".
Impostos. "Pôr o contribuinte em primeiro lugar".
Desporto. "Mais dinheiro no Orçamento do Estado".
Imigração. "Regularização não esgota respostas de integração".
Ambiente. "Penalizar os maus comportamentos e investir receita fiscal em incentivos".
Empresas. "Fundamental avançar com a dedução coletável em sede de IRC".

  
Joaquim Pinto da Silva
E nada sobre descentralizar? Vamos longe assim!
David Ribeiro
Joaquim Pinto da Silva, já na campanha eleitoral não ouvi falar nem de descentralização nem tão pouco de Regionalização.



Publicado por Tovi às 07:25
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 30 de Janeiro de 2024
Devemos estar perante um empate técnico

Pode ser uma imagem de 2 pessoas e texto  

 
Altino DuarteA que órgãos da CS correspondem estas imagens , caro David Ribeiro ?!
David RibeiroSão primeiras páginas do Correio da Manhã, Altino Duarte.
Altino DuarteDavid Ribeiro "Correio da Manhã" ... e primeiras páginas ? Não há dúvida, deram para uma boa piada do David Ribeiro mas... não havia necessidade !!!
David RibeiroAltino Duarte... não tenho procuração do CM para aqui os defender, nem é isso a minha forma de estar perante as notícias sensacionalistas, mas a verdade é que estas duas primeiras páginas provam que continuamos num "empate técnico" no que se refere a alguns políticos e os seus malabarismos em propriedades privadas.
Altino DuarteDavid Ribeiro Não entendi porque razão vem dizer que não defende as notícias do pasquim em causa. Não foi isso que eu disse ou, sequer, insinuei...
David RibeiroMas foi isso que eu entendi, Altino Duarte, provavelmente por erro meu.
Celio AlvesCada tiro cada melro! Sugiro alugar um autocarro, o estádio municipal de Oeiras e contratar os Forcados amadores da Moita mais os campinos de Vila Franca de Xira pondo a funcionar os Curros do Jamor e deixálos a pastar no relvado....
Bernardo Sá Nogueira Mergulhão
Veremos , ainda é cedo, pelo menos no caso do Montenegro que era o que acompanhava .



Publicado por Tovi às 07:13
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 19 de Dezembro de 2023
Os dias seguintes à vitória de Pedro Nuno Santos

  Pois é!...
412217819_10224603175214704_107605990955116301_n.j

  
Júlio Gouveia
Chamar social democrata a este " não pagamos " é um insulto à social democracia e a Sá Carneiro. Porque não se chama as coisas pelo seu nome : comunista disfarçado
Bernardo Sá Nogueira MergulhãoO que é uma oposição digna?é que digno é que governo não tem sido.... eu ouço propostas bem razoáveis,não sei que exigem que não exigem minimamente ao PS ...não será mais país de mão estendida?...acho que problema é mais esse....e que tal achar execrável, porque o é, passar anos a dizer que não há dinheiro para pagar integralmente classe docente e de repente ,já depois de chamar irresponsável quando tal foi proposto por PSD, agora que há eleições, milagre afinal o dinheiro devia estar debaixo do colchão. Os portugueses tem é de ser minimamente mais exigentes com quem nos governa .
David RibeiroDos defeitos da governação PS sabemos todos, mas onde está a oposição digna, Bernardo Sá Nogueira Mergulhão?
Bernardo Sá Nogueira Mergulhão
David Ribeiro lá está a oposição é digna, vender ideia todo o santo dia que não há mais nada a não ser PS, ideia perigosa. A rotatividade é a base da democracia. Eu não sei se sabem, é assustador depois de tantos anos e tanta pouca vergonha continuarem achar que não há melhor. Muito mal anda Portugal, mas até eleições, aumenta-se pensões ,salario mínimo, função pública, etc e todas capelinhas estão satisfeitas com migalhas, este país está numa espiral assustadora de dependentes de estado e não vejo forma de quebrar este ciclo. Pronto discordamos eu acho oposição digna.
António Leite de Castro
Pedro Nuno Santos é um extrema esquerda, arrogante ignorante e incompetente, para além de ser malcriado. Tem a ideia que governar bem, é decidir rápido. Será uma fatalidade para o País, se chegar a primeiro ministro. Se Montenegro não ganha a tal personagem, então é porque vale muito pouco, e os eleitores deixam muito a desejar, nas escolhas que fazem.

  Sem dúvida alguma...
Captura de ecrã 2023-12-18 094424.png

 
Mario PinheiroNão será contraditório dizer-se que o PS fica mais à esquerda e não identificar ideias diferentes? O que é então ficar mais à esquera?
David RibeiroNeste momento, Mario Pinheiro, à falta de ideias, resta-nos o curriculum de Pedro Nuno Santos.
Joaquim Figueiredo
Mario Pinheiro o mesmo se disse de Costa... o habitual

  Ascenso Simões tem razão... adivinha-se uma luta fraticida
Captura de ecrã 2023-12-18 101235.png

  Começa bem a campanha... estão bem um para o outro
Captura de ecrã 2023-12-19 092956.png
  
Nuno Solla LacerdaMas há um que até diz a verdade... Não há dúvida que o passado muito recente do PNS como dirigente político é uma tatuagem que o acompanhará para sempre. E é uma tatuagem que só o pode envergonhar, a menos que ele não tenha vergonha na cara (e não tem).
David RibeiroO que me preocupa, Nuno Solla Lacerda, é a "linguagem" usada... o que eu gostaria de ouvir de ambos era coisas concretas e necessárias para o bem estar dos portugueses.
David Almeida
"Isto é uma impossibilidade, porque os partidos têm de dizer ao que é que vêm. É impossível dizer que se quer fazer diferente da maioria absoluta e fazer o mesmo que a maioria absoluta está a fazer", reiterou Catarina Martins.
Bernardo Sá Nogueira Mergulhão
Não há conversa possível com esse pateta Pedro Nuno Santos está visto....só diz disparates.
David Ribeiro"Pateta", Bernardo Sá Nogueira Mergulhão?... um pouco mais de adjetivação comedida era preferível, não acha?

  Ora aqui está algo que eu gostaria de ver líderes partidários a pronunciarem-se
Captura de ecrã 2023-12-19 102756.png

  Contextualizando... mais votados em Legislativas no pós-25Abril
Captura de ecrã 2023-12-19 112048.png

  
Bernardo Sá Nogueira MergulhãoO PRD já teve de 17% e não consta que tenha sido fim do mundo...
David RibeiroBernardo Sá Nogueira Mergulhão, realmente não foi o fim do mundo mas foi o princípio do fim do sonho de Ramalho Eanes e Hermínio Martinho.



Publicado por Tovi às 07:50
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 19 de Maio de 2023
Estou a seguir a telenovela Galambagate...

...mas já estou a adivinhar o fim  

Captura de ecrã 2023-05-18 105323.png

 

  O que se ouviu por aí na quarta-feira 17mai2023
António Costa (jornalista) - Audições da comissão de inquérito à TAP revelam "falência moral do Governo e das instituições".
Pedro Tadeu (jornalista) - Galamba vai ter "dificuldade em defender-se" depois de audição de Frederico Pinheiro.
Álvaro Beleza (socialista e presdiente da SEDES) - "Espero que não seja verdade que um ministro do meu partido ameaçou um funcionário do Governo de pancada".
Rogério Alves (advogado) - “Já todos percebemos que a intervenção do SIS foi ilegal e todas as justificações que têm sido dadas são uma pior do que a outra".
Miguel Relvas (ex-ministro do PSD) - Comissão de inquérito à TAP: “Hoje a oposição foi liderada por André Ventura”.
Luís Rosa (jornalista) - "Assistimos hoje a um espetáculo que comprova que o Governo está na lama".
Mafalda Anjos (comentadora CNNPortugal) - Governo tentou omitir de factos à CPI? "Só isto, num país a sério, faz cair ministros".
Ana Sá Lopes (jornalista) - Estamos perante um grave problema de regime e de Estado de direito. A audição de Frederico Pinheiro na Comissão de Inquérito à TAP mostra um governo num frenesim selvagem, que manda o SIS telefonar a um cidadão à noite – que, até horas antes, era um “leal servidor” do Estado – e o SIS, invocando “ordens de cima”, pede-lhe o computador de trabalho, para isto ir “a bem”. Não há precedentes de um episódio destes nos anais da política nacional em democracia.

 

  O que se ouviu por aí na quinta-feira 18mai2023
Marcelo Rebelo de Sousa - Disse o Presidente da República horas antes da audição de Galamba: "É uma ilusão que se pode ser importante sem pagar um preço".
Sebastião Bugalho (comentador da CNNPortugal) - "Galamba admitiu que Frederico Pinheiro não estava credenciado para ter acesso a documentos classificados. Isso constitui o crime".
João Galamba - "Não disse à CEO da TAP que devia ir à reunião, disse que podia ir".
Ana Abrunhosa - A ministra da Coesão Territorial acredita que o resultado da Comissão de Inquérito à TAP vai "afetar todo o Governo".
António Rodrigues (ex-membro do Conselho de Fiscalização do SIRP)
Telefonema ao SIRP foi "enorme precipitação. Nada configura ameaça à segurança nacional".
Luís Rosa (jornalista) - "Ao ouvir João Galamba lembrei-me muito de José Sócrates, tinha exatamente a mesma estratégia quando era atacado".
Helena Matos (comentadora da CNNPortugal) - "É penoso ver João Galamba". O governante já não tem condições para desempenhar "qualquer cargo com o mínimo de responsabilidade".

 

  Um diz uma coisa o outro diz o contrário. Um deles mente. E a VERDADE fica por se saber.
  
Júlio Gouveia
Palpita-me que nunca se saberá, mas isto claro será a lei do mais forte e o mais é o ministro
Isabel Sousa Braga
Ficou-se a saber quem controla o ministério 😏
David Ribeiro
Está cá a parecer-me que se António Costa um dia demitir Galamba, seguramente é a Eugénia Correia que vai tutelar o ministério das Infraestruturas. 😉
Joaquim Figueiredo
Frederico mente ...provado até à exaustão, só quem já decidiu previamente é que não percebe
David RibeiroCaramba!... O Joaquim Figueiredo está a ver longe, coisa que a esmagadora maioria dos portugueses não consegue enxergar. 😉
Joaquim Figueiredo
David Ribeiro estou a ouvir a CPI e ouço má educação do Sr deputado do PSD, ouço imputações mal fundamentadas e ouço respostas validadas. Ouço atentamente para não condenar previamente...em tudo. Claro que para a narrativa do jornalixo a verdade não interessa, não é só no caso dos nossos amigos
David RibeiroLá está, o Joaquim Figueiredo vê muito mais do que todos nós.
Joaquim FigueiredoDavid Ribeiro estou a ouvir e chego à conclusão que o Galamba está seguro do que diz... é muito difícil falar com quem já tem posição assumida... e o meu amigo tem essa tendência. Má educação do deputado do PSD
David Ribeiro - Meu caro amigo Joaquim Figueiredo... como aqui comecei por dizer nestes dois dias já ouvi nesta CPI tudo e o seu contrário, o que não abona nada na credibilidade dos intervenientes, pelo que não é verdade que eu tenha "essa tendência" que refere.
Bernardo Sá Nogueira Mergulhão
Joaquim Figueiredo provado?
Bernardo Sá Nogueira MergulhãoTem de se ver conteúdo de telemóveis e computador, e a polícia tem de falar há registos das chamadas, autos etc....isso serão provas definitivas, até lá é tudo uma questão de fé.
António ConceiçãoExclui uma hipótese altamente provável: que todos mentem.
Rafael Campos Pereira
António Conceição evidentemente. Apesar de também ser evidente que a versão do Galamba é muitíssimo mais contraditória e confusa.
Jose Pinto PaisA Falencia da Republica, a vergonha dos intervenientes, tudo a mentir. Parece um Big Brother da TVI

 

  
mw-1920.jpgMarcelo Rebelo de Sousa convocou esta manhã os jornalistas para uma declaração às 14h00 de hoje, no Jardim do Buxo, no Palácio de Belém. Contudo, cerca de duas horas depois, a declaração foi cancelada. Mas como para a tarde desta sexta-feira está previsto o encontro semanal entre o Presidente da República e o Primeiro-Ministro, é capaz de haver "novidades" mais para o fim do dia... ou talvez não que com Marcelo nunca se sabe. 


Paulo Santos
Marcelo não consegue ficar calado muito tempo. Se for para falar do Galamba, pode mandar recados, como o fez, ontem. Se for para acrescentar algo como dissolver a assembleia da república (não tem poderes para demitir o governo nem o Primeiro Ministro com já vi escrito em alguns sítios) e convocar eleições então merece mais do que falar as 14h00, é assunto para abrir telejornais das 20:00. Outra coisa é convencer Costa a demitir o governo em bloco e convidar novamente o PS a formar governo…
David Ribeiro - Paulo Santos... inclino-me mais para a hipótese de demissão do Governo e convite ao PS para formar novo executivo... mas com Marcelo nunca se sabe.
Jose Pinto Pais
Paulo Santos anda há 8 dias a morder a língua, até tenho pena dele, 8 dias sem falar. Tadinho

 

  O meu amigo Jorge De Freitas Monteiro distribuiu, e no meu entender muito bem, equitativamente as críticas: "Uma oposição medíocre e impotente encontra palco para atacar o governo ao nível que está ao seu alcance, o das mexeriquices. Um governo medíocre e desorientado não só não soube lidar com o que aconteceu como não sabe lidar com uma comissão parlamentar de inquérito que parece um museu de horrores."



Publicado por Tovi às 07:51
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 18 de Março de 2023
Chega de André Ventura mais próximo do PSD e PS

Captura de ecrã 2023-03-17 203800.png

O PS e o PSD continuam muito próximos nas intenções de votos, uma tendência que se tem verificado nas últimas sondagens. De acordo com o último barómetro da Intercampus publicado nesta sexta-feira, no Jornal de Negócios e no Correio da Manhã, os socialistas obteriam 25,9% dos votos, enquanto os sociais-democratas conseguiriam 24,2%. Os dois partidos sobem face ao último estudo de opinião. O Chega, por sua vez, consegue 13,5%, aumentando em quase 2% as intenções de votos em relação ao barómetro de fevereiro. O partido de André Ventura obtém mesmo o melhor resultado de sempre numa sondagem da Intercampus. Em quarto, segue-se a Iniciativa Liberal, com 7%, registando uma queda de 0,4 pontos percentuais. Os partidos de direita (PSD, Chega, IL e CDS) voltam a estar em maioria face à esquerda (PS, BE, CDU e Livre) e com uma vantagem confortável (46% contra 37,2%). 

  Júlio GouveiaO povo está a começar abrir os olhos e a perceber o quão errada tem sido está governação, em que se apresentou a eleições com um programa socialista e executa o programa comunista que não foi sufragado. E esta governação infelizmente está a fazer o " upa upa " do Chega

 

  Evolução dos valores do  barómetro mensal da Intercampus, comparados com as Legislativas2022
Intercampus evolução até 17mar2023.png

 

  António Costa vs Luís Montenegro
336510137_219486480736356_761621240512850077_n.jpg

Maria Emília FerreiraCosta
Raquel P. Magalhães CorreiaGostaria de ouvir qual o fundamento dos inquiridos para tal escolha.
David RibeiroPois é, Raquel P. Magalhães Correia ... A falta de confiança na oposição dá estes resultados.



Publicado por Tovi às 07:35
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 2 de Julho de 2022
40.º Congresso do PSD

Captura de ecrã 2022-07-01 224217.jpg

Rui Rio despediu-se ontem à noite da liderança do PSD. O social-democrata subiu ao palco do 40º Congresso do PSD, que arrancou esta sexta-feira no Pavilhão Rosa Mota, no Porto, onde começou por agradecer aos militantes que estiveram ao seu lado, sem esquecer "os momentos mais sensíveis". "Nunca na história da democracia portuguesa houve tantos atos eleitorais concentrados num idêntico período de tempo", lembrou, e "num total de 11 atos" os militantes responderam com "a sua presença e dedicação". "Se há valor ético que eu considero fundamental na nossa vida em sociedade, esse é o valor da gratidão", disse, pelo que se mostra "grato a quem, com coerência e dignidade" o "ajudou lealmente neste caminho que agora atinge o seu final". Sem a gratidão, "seria a selva", recordando a memória de António Tropa e Zeca Mendonça. Em seguida, faz a sua "saudação pública" a Luís Montenegro, presidente eleito do PSD. "Melhor do que ninguém, conheço as dificuldades que hoje lhe são inerentes".

Sem discurso escrito, ao contrário de Rio, Montenegro começa por saudar todos os militantes e dirigentes que vão cessar funções neste congresso: um especial agradecimento pela "entrega e dedicação" que tiveram ao partido. Agradeceu a Rui Rio, que foi durante 4 anos e meio presidente do partido e que tem uma vida pública preenchida pelo serviço a Portugal e aos portugueses, como presidente da câmara do Porto, como deputado e como líder do PSD. "Fica aqui o meu respeito pelo esforço que dedicou à causa do PSD", disse, num eleogio ao líder cuja liderança desafiou por duas vezes. Luís Montenegro agradeceu ao seu adversário nas últimas eleições diretas, Jorge Moreira da Silva, também ele já presente neste congresso. O vencedor agradeceu ao vencido por ter sido uma luta leal em que ambos se enriqueceram e enriqueceram o partido. O líder eleito do PSD aproveitou também para lembrar, como Rio fez, Zeva Mendonça e António Topa, duas figuras queridas ao povo social-democrata. Mas acrescentou ainda Almeida Henrique, o autarca de Viseu que morreu com Covid, e aí o congresso levantou-se em palmas.

 

  O presidente eleito do PSD, Luis Montenegro, destacou este sábado o “período de grande unidade e coesão” que o partido está a viver, considerando que vai ao encontro das expetativas do país. “Eu creio que toda a gente já percebeu que estamos a viver um período de grande unidade e coesão no PSD, isso é importante, é aquilo que o pais espera de nós, e vamos dar essa resposta ao país”, frisou, à entrada para o pavilhão Rosa Mota, no Porto, onde decorrem os trabalhos do 40.º Congresso Nacional social-democrata. Este sábado vai ser marcado pela apresentação das listas aos órgãos do partido, mas à chegada ao recinto o sucessor de Rui Rio na liderança do PSD não quis adiantar nomes: “Logo à tarde já saberemos”.

 

  O que já se sabe... à hora do almoço
Moedas é a escolha de Montenegro para encabeçar a lista ao Conselho Nacional. 
O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, será, segundo consta nos corredores desta reunião magna do PSD, o novo presidente da Mesa do Congresso, função que também lhe permitirá, por inerência, presidir aos trabalhos do Conselho Nacional. 

 

  Senhores congressistas... bebam com moderação 
mw-680.jpg
Os trabalhos já recomeçaram, mas a sala está a um terço da capacidade. Os delegados vão regressando aos poucos dos almoços à volta dos jardins do Palácio de Cristal. No mesmo local da reunião magna do PSD e nos mesmos três dias, decorre o Essência Festival, curiosamente com um cartaz de fundo laranja.

 

  O que se foi sabendo... ao longo da tarde
Luís Montenegro escolhe a sua equipa e surpreende ao chamar antigos adversários como Paulo Rangel e Pinto Luz para a sua direção mais restrita. Vice-presidentes: Paulo Rangel, Miguel Pinto Luz, Margarida Balseiro Lopes, António Leitão Amaro,Paulo Cunha, Inês Ramalho. Secretário-geral: Hugo Soares.
Montenegro também anunciou os nomes para os orgãos que vão preparar o programa eleitoral e as propostas do partido. Pedro Reis, economista e ex-presidente da Aicep, vai liderar o Movimento Acreditar e Pedro Duarte, ex-líder da JSD, vai presidir ao Conselho Estratégico Nacional (CEN).
Além de Carlos Moedas como cabeça de lista ao Conselho Nacional, a lista da nova direção ao parlamento do partido é repleta de passistas: Maria Luís Albuquerque, Teresa Morais, Luís Menezes, Pedro Calado e Pedro Nascimento Cabral foram alguns dos nomes referidos por Luís Montenegro.
Moção estratégica de Montenegro aprovada sem votos contra e com apenas duas abstenções. É a unidade preconizada, depois de reveladas as surpresas do congresso: Rangel e Pinto Luz ao lado de Montenegro na direção do partido.
Joaquim Miranda Sarmento será o novo líder parlamentar do PSD. Miranda Sarmento começou por agradecer o papel de Paulo Mota Pinto como líder parlamentar e explicou porque se candidata à sucessão do líder da bancada escolhido por Rui Rio, a quem também agradeceu "os anos de serviço à causa pública".

 

  Luís Montenegro sobre a Regionalização... no Congresso do PSD
image.jpgO líder do PSD acusou, este domingo [3jul2022], o processo de descentralização de ser um "logro" e avisou o PS que não tem o "aval" e a "cobertura" do PSD para fazer um referendo à regionalização em 2024. "Os portugueses não compreenderiam" alegou Luís Montenegro, no encerramento do 40.º congresso do partido, no Porto. Luís Montenegro manteve-se, no encerramento do 40.º congresso do PSD, fiel à posição do partido desde o referendo à regionalização de 1998. Uma posição incutida ao partido por Marcelo Rebelo de Sousa. Ou seja, os sociais-democratas são favoráveis a um efetivo processo de descentralização, com um suficiente envelope financeiro, e recusam uma nova consulta popular, como o PS já anunciou que pretende fazer em 2024. "Fazer um referendo neste quadro crítico e delicado (clima de guerra e crise económica) seria uma irresponsabilidade, uma precipitação e um erro. Os portugueses não compreenderiam", justificou Luís Montenegro, sintetizando: "Não é adequado". O novo líder do PSD deixou, assim, um aviso a António Costa: "Se o Governo compreender o bom senso desta posição, tanto melhor. Mas se o Governo pensar de modo diferente, tem todo o direito de avançar. Só que, nesse caso, avançará sozinho para a iniciativa de convocar um referendo em 2024. Tem uma maioria absoluta que lhe permite fazê-lo. O que não terá é o aval ou a cobertura do PSD". Em alternativa, Luís Montenegro defende um efetivo processo de descentralização, conforme foi acordado entre o PS e a anterior liderança do PSD, nas mãos de Rui Rio. O atual processo em curso, que tem esbarrado na oposição dos autarcas ao nível da transferência de competências na Educação, é "um logro" considera. "O processo de descentralização está a ser um logro por responsabilidade exclusiva do Governo. Como ainda ontem aqui disse e explicou com uma impactante simplicidade o nosso presidente da Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, os municípios não são os tarefeiros da incompetência e incapacidade da administração central", criticou Luís Montenegro.

 

  Os dez principais desafios de Montenegro
Moção de censura - Votar ao lado do Chega ou não se opôr ao Governo
É o desafio mais imediato, o do posicionamento face à moção de censura que o Chega quer agendar para esta semana: votar favoralmente ou não sancionar o Governo, abstendo-se. Uma decisão que poderá levar Montenegro a antecipar a reunião da bancada de quinta-feira e onde vai marcar presença.
Relação com Chega - Evitar que Ventura conduza o caminho da oposição
Ao longo do mandato, Luís Montenegro vai ser confrontado com mais situações provocadas pelo Chega. O novo líder do PSD tem de ser capaz de gerir todas as "ratoeiras", sem ser associado ao populismo e sem perder o título de maior partido da oposição.
Abrir o partido - Renovar a imagem, mudar regras e produzir ideias
Luís Montenegro tem que renovar a imagem do partido, a sua forma de trabalhar e de comunicar. Para tal, vai criar um movimento para fazer o programa de Governo, a Academia de Formação Política e transformar o Conselho Estratégico num laboratório de produção de ideias. Também quer alterar o modelo de eleição do líder.
Manter a união - Conseguir pôr sempre todos a falar juntos contra o PS
O líder do PSD teve durante o 40.º congresso sinais de forte unidade interna. Mas não chega. Tem que conseguir, durante o mandato, manter todo partido a apontar baterias contra o PS.
Fazer oposição - Responder a Costa estando fora do Parlamento
Montenegro vai andar pelo país - uma semana por mês em cada distrito - a falar diretamente com os portugueses e estará no seu gabinete no Parlamento. Isso permitir-lhe-á reagir, de imediato, a ataques vindos do plenário. Mas não entrar em diálogo, nem ter destaque na primeira fila. Essa função estaré entregue ao futuro novo líder parlamentar, Joaquim Miranda Sarmento.
Decidir aeroporto - Conseguir um acordo com Costa sobre a localização
Vai ser o primeiro tema quando se sentar à mesa com o primeiro-ministro. António Costa não esclareceu se a solução contida no despacho será a proposta. Nem o PSD se a aceita.
Descentralização - Garantir que reforma feita com Rui Rio é cumprida
Assumiu como seu o acordo celebrado entre o PS e Rui Rio sobre a descentralização. Mas disse que o atual processo é "um logro" e exige um adequado envelope financeiro para as autarquias.
Regionais - Manter Governo e uma maioria do PSD na Madeira
As regionais da Madeira são já no próximo ano e o PSD tem vindo a descer: passou de 44,35% em 2015 para 39,42%, em 2019, enquanto o PS subiu de 11,43% para 35,76.
Europeias - Forçado a ganhar para ter um impulso vitorioso
As europeias de 2024 são na reta final do seu mandato e Montenegro tem que mostrar ser capaz de ganhar eleições nacionais. Em maio de 2019, o PSD passou de 27,7% (sete eleitos) para 21,94% (seis eleitos).
Renovar mandato - Ser reeleito e evitar ser um líder de transição
Tem dois anos para se afirmar como alguém com perfil para primeiro-ministro ou corre o risco de ser um líder de transição num partido que ovaciona o autarca Carlos Moedas.



Publicado por Tovi às 08:31
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Sábado, 28 de Maio de 2022
Eleição do Presidente do PSD

39Congresso - 2Dia - Santa Maria da Feira - 000891

Hoje, sábado 28 de maio de 2022, entre as 14h00 e as 20h00, teremos a eleição do Presidente do PSD e dos delegados ao 40º Congresso. Estas eleições pareceram-me terem passado despercebidas à opinião pública e ao próprio PSD. E para isto é muito provável que tenha contribuído as constantes lutas internas, rivalidades, tricas e questiúnculas, que muito provavelmente foram causadoras do afastamento dos seus militantes, mas também, dos portugueses. 

 

  O que um querido Amigo meu - Paulo Teixeira - escreveu numa rede social nas vésperas desta eleição
Muito obrigado Mr Rui Rio
Obrigado por ter feito o todo o possível para destruir o PSD. Depois do CDS ter naufragado nas suas posições e incongruências, coube lhe nestes últimos anos o trabalho árduo de destruir o centro direita em Portugal.
Sou dos que defendem o fim do dictat que o PREC impôs a direita em 75.
Mas nunca nas minhas mais loucas ambições pensei que o senhor tão diligentemente conseguisse fazer o que foi feito.
Destruição clara e inequívoca de tudo o que de bom o PSD significa para muitos portugueses, é a medalha que nos deixa.
Vai sair devagar como foi o seu mandato neste fim de semana da liderança do seu partido. Não deixa saudades mas deixa preocupação face ao estado em que deixa isto e aos sucessores que se colocam em jogo.
Temos sempre a visão de que pior que está não fica, mas aqui o futuro é incerto e sobretudo deixa o legado de confusão desrespeito apego ao tacho e um sem mais de tristes feitos
Graças aos Deuses que se vai. Gratos por termos agora a real oportunidade de fazer renascer a direita e o centro direita em Portugal.
Vá e não volte.

 

  Um outro desabafo, este de José Maria Montenegro, Deputado Municipal no Porto (Grupo "Rui Moreira"), nas vésperas da eleição no PSD 
PSD, até quando?
Não sei se se deram conta, mas daqui a dois dias os (ainda) militantes do PSD vão escolher o sucessor do «defunto» Rui Rio (sim, é fraqueza minha, que não resisto ao adjectivo depreciativo).
Repito, daqui a dois dias. Repito, o novo líder do PSD.
Para o bem e para o mal, o PSD é (ainda) o maior partido da oposição. O partido que, à direita (não cedi a dizer «no espaço não socialista» porque desconfio da capacidade de fundamentação e prefiro simplificar) aparentemente poderá (este poderá suspeito que é generosidade minha) liderar um governo alternativo para Portugal. Estará, no fundo, em causa a escolha do pretenso candidato a Primeiro-Ministro alternativo a António Costa.
Já não sei explicar deviamente esta depressão em que estamos (também tomo as dores). Porque pode ter a ver com os candidatos e o entusiasmo que geram. Porque pode ter a ver com a dinâmica que o PSD não tem. Porque pode ter a ver com a escassa mobilização e entusiasmo dos militantes. Porque pode ter a ver com a concorrência dos acontecimentos mediáticos. Porque pode ter a ver com o desgaste de 5 meses de uma teimosa demissão. Porque pode ter a ver com o pobre grupo parlamentar e a sua prestação amorfa, seja qual for o tema ou o debate. Porque pode ter a ver com a condescendência (ia dizer desprezo, mas talvez seja exagerado) que se gerou na comunidade a respeito do PSD e da sua real capacidade de mobilizar e fazer acreditar. Porque, no fundo, pode ter a ver com tudo isto (e mais alguma coisa).
Eu estive atento. Tive mesmo essa preocupação. Assisti a várias entrevistas e li outras tantas (as do Vítor Gonçalves, na RTP, as «Sob Escuta» do Observador, as da Renascença, as do JN, as do Porto Canal). Fui vendo os estafados chavões, as distinções, os apoios e o registo que quer Luís Montenegro quer Jorge Moreira da Silva escolheram para atrair a atenção, a adesão e, no fim do dia, o voto dos militantes do partido. Não acho (insisto, porque estive atento) que lhes tenha sido destinado pouco tempo de antena, ou que estejam a ser vítimas de qualquer desierarquização mediática. O que acho é que por mais tempo de antena que tenham, por mais importância que exibam, já não se cruzam com a disponibilidade das pessoas. Mesmo daquelas (cada vez menos) que se interessam.
Hoje, a dois dias da decisão, se perguntarmos na rua, num centro comercial ou até na mesa, ao jantar, lá em casa, se sabem o que vai acontecer já neste sábado, suspeito que ninguém dará nota da eleição do «novo líder do PSD». Qualquer final da Champions, qualquer concerto dos muitos que temos, ou mesmo o calor que estará de regresso e a consentir uma ida à praia, serão a resposta. Ninguém está alerta, se interessa, quer saber do novo líder do PSD.
O problema é o que o líder do PSD devia interessar-nos. E – talvez mais isso – devia preocupar-nos.
A penúria que vem pautando a vida do PSD (tão eloquentemente ilustrada nas listas que o partido sucessivamente apresenta a eleições) devia sobressaltar-nos.
O PSD, para quem quer uma alternativa ao PS, devia ser uma prioridade na comunidade em geral. Isto, enquanto mantivermos a expectativa de que é do PSD que deve emanar essa alternativa magnânima que ansiamos e de que o país precisa (primeiro na oposição e depois num novo e urgente governo).
Às tantas é vã a expectativa. E cada vez mais me pergunto. Até quando nos manteremos reféns do PSD?

 

  António Maria na sua página do Facebook
281730503_6004516376231283_3928091072025321182_n.j
Nestas eleições do PSD, tenho o privilégio de integrar a lista J, de delegados ao congresso do Partido, pelo concelho do Porto. Amanhã, terá inicio um novo ciclo, confiante, que Jorge Moreira da Silva, é o mais capaz, para juntos termos Direito a um Futuro, mais solidário, mais justo, para um País de todos, e não só de alguns. Seguimos juntos.

  David Ribeiro - Caríssimo António Maria... Permita-me a ousadia de dizer que os “culpados” do estado a que chegou o PSD são unicamente os militantes sociais-democratas, mas é esta a hora de se redimirem do passado recente e elegerem gente séria, amante da Democracia e que estão prontos a lutar por um Portugal melhor, como tenho a certeza é a lista que o meu Amigo integra.
  António MariaDavid Ribeiro, caríssimo, eu assumo as minhas culpas, aí estamos de acordo, tenho o privilégio de entregar uma lista cujo número 1, é um enorme Social Democrata, Manuel Moreira, de acordo, no resto convido o meu amigo para um café e trocarmos, pontos de vista, abraço

 

  Auf wiedersehen, Rui Rio
Captura de ecrã 2022-05-28 202744.jpg
Mais logo saberemos quem vai ser o novo Presidente do PSD... mas Rui Rio já foi à vida e, segundo as suas próprias palavras, é o fim da sua carreira política.

 

  Luís Montenegro é o novo presidente do Partido Social Democrata
img_900x508$2022_05_04_21_28_40_1146273.jpg
O presidente do Conselho Nacional de Jurisdição, Paulo Colaço, declara Luís Montenegro como novo presidente do PSD, com 72,5% dos votos contra 27,5% de Jorge Moreira da Silva.



Publicado por Tovi às 07:03
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Terça-feira, 10 de Novembro de 2015
O dia em que o Governo caiu

PâF aa.jpg

  08h00

Continua hoje na Assembleia da República a discussão do programa do XX Governo Constitucional, liderado por Passos Coelho e Paulo Portas, e que tudo leva a crer acabará por ser rejeitado pelos deputados do PS, BE, PCP e PEV. O início do debate está marcado para as 10 horas, com transmissão em directo em todos os canais televisivos.

 

  08h30

Lendo o que tem vindo na imprensa nacional sobre o “acordo à esquerda” fica-se a saber que PS desiste da reforma eleitoral – É uma ambição antiga de António Costa. Mas volta a ficar na gaveta, “vítima” das negociações com BE, PCP e PEV – que nunca quiseram círculos uninominais. Ora aqui está algo que muito me entristece… António Costa capitulou perante os centralistas do PCP e do BE no que à reforma eleitoral diz respeito.

  Comentários no Facebook

«Fernando Kosta» >> Cobarde; já está a pagar...

«Jorge Veiga» >> o que eu estou a ver é que fica tudo na mesma, excepto as moscas...

«Raul Vaz Osorio» >> Claro que não querem. Uma reforma deste tipo, que eu defendo, tem que pressupor mecanismos de compensação para não fazer desaparecer os pequenos partidos. Como um círculo nacional, ou uma câmara uninominal e outra proporcional, ou um dos outros que já foram propostos por esse mundo fora. O problema é que não é isso que os grandes partidos querem [wink emoticon]

 

  08h45

Não é REGIONALIZAÇÃO mas já dá um cheirinho aquilo que se lê no “acordo à esquerda”: A transformação das atuais áreas metropolitanas, reforçando a sua legitimidade democrática, com órgãos diretamente eleitos, sendo a Assembleia Metropolitana eleita por sufrágio direto dos cidadãos eleitores, o Presidente do órgão executivo o primeiro eleito da lista mais votada e os restantes membros do órgão eleitos pela assembleia metropolitana, sob proposta do presidente.

 

  09h00

No debate de ontem no Parlamento as bancadas do PSD e do CDS fartaram-se de acusar António Costa de fugir ao confronto directo com Passos Coelho – Luís Montenegro sentia-se “repugnado” com silêncio de Costa e Carlos Abreu Amorim desafiou o líder socialista: “Venha ao jogo democrático” – mas parece que Costa escolheu só falar no fim do debate do programa de Governo de Passos e Portas, ou seja, esta terça-feira, minutos antes da votação que ditará a queda da direita. É uma clara pose de Estado de quem sabe já ter ganho esta “batalha”.

 

  09h30

Estão marcadas duas manifestações para o dia de hoje à porta da Assembleia da República: Às 13 horas apoiantes do governo de Passos Coelho e Paulo Portas contra a moção de rejeição prometida pelo PS; às 15 horas a CGTP para “consumar a derrota”. Será que vai haver milho?... A PSP já admitiu que em caso de necessidade criará um corredor de segurança a separar os manifestantes.

  Comentários no Facebook

«Carlinhos da Sé» >> Huuuuuuuuuummmm... E agitadores? A "PSP" (desta vez) não leva?

«Adao Fernando Batista Bastos» >> A direita que nunca se preocupou porque lhe faltou páo , a sobremesa e dinheiro para férias, e por isso nunca teve de se manifestar pelos seus direitos, que são de todos, pouco habituada a "pensar e viver a democracia", está em pánico perante um Governo apoiado pelos comunistas! E grita nºão queremos um Governo Comunista! Afinal 40 anos de democracia e muitos Portuguesees ainda a nao apreenderam! Lamentavel!

«Joaquim Moura» >> O problema parece-me a mim que não é de direita ou da esquerda democrática, à qual o PCP não pertence. Ou será que o PCP mudou assim tanto desde os tempos em que tentou pela via de um golpe de estado impor um ditadura em Portugal?

«Carlinhos da Sé» >> "A vida é feita de mudança"! O "PSD" também mudou, está mais à direita... É a vida!

«Adao Fernando Batista Bastos» >> Passados 40 anos há ainda quem queira o PCP num gueto! Provavelmente proibir que concorra em eleçloes! Estive muitas vezes politicamente contra o PCP e o seu discurso e propostas mas também ao seu lado em lutas pelos direitos dos trabalhadores e dos mais desfavorecidos .No que, reconheço, sempre estiveram mais empenhados que outros.

«Joaquim Moura» >> Mas caso necessário o Norte mais uma vez estará à altura e atento caso seja preciso fazer outro 25 de Novembro.

«José Pinto» >> Os do CDS devem ocupar dois degraus...[ tongue emoticon]

«Jorge Oliveira E Sousa» >> Pancadaria certa...

 

  10h00

Já toca a sineta na Assembleia da República para chamar os deputados ao hemiciclo. Vai começar o derradeiro debate do programa do Governo de Passos Coelho e Paulo Portas, que tudo indica irá cair hoje.

 

  10h12

Ao terminar a sua intervenção, Pedro Filipe Soares do BE, deixou um pedido a Passos Coelho: diga ao “seu futuro eu que não seja piegas, que saia da sua zona de conforto”.

  Comentários no Facebook

«António Lopes» >> Foi uma excelente intervenção!!

 

  10h28

“Apresentaram um programa que nem sequer se atrevem a defender”, diz João Oliveira do PCP, depois de repetir que a coligação “perdeu” as eleições.

 

  10h45

João Oliveira diz que PCP se sente lisonjeado com a preocupação do CDS e PSD sobre a manutenção da identidade do partido, acusando-os de “campanha anticomunista e cavernícola”.

 

  10h50

André Silva do PAN centra a sua intervenção em várias questões de importância nacional, como a barragem de Foz-Tua e a permissão do uso de transgénicos.

 

  10h57

Que mais podia fazer Maria Luís Albuquerque senão defender que o país está hoje melhor?... Diz a ainda Ministra das Finanças que hoje a dívida é maior mas argumenta que acabaram “as práticas desorçamentais”.

  Comentários no Facebook

«António Lopes» >> É a única saída lógica que possui. A sua argumentação será sempre o dia de amanhã, isto é, o país tem já as bases criadas para que o amanhã seja o da real queda da dívida. E não deixa de ter razão. Muitas vezes para diminuir a despesa é necessário aumentar a curto prazo a mesma e é sempre muito difícil conciliar tudo, se isto fosse fácil qualquer um estava lá! É necessário ir ao cerne, à essência, mais tempo ou menos dívida.

 

  11h07

Tem toda a razão o deputado socialista Eduardo Cabrita quando acusa Maria Luís Albuquerque: "A estabilidade que nos fala foi marcada por três orçamentos inconstitucionais".

 

  11h11

Mariana Mortágua do BE acusa o Governo de “arrogância”, “engano” e “manipulação” e pergunta pelo corte de 600 milhões na Segurança Social. E cita uma notícia de hoje do jornal Público, sobre o corte de verbas ao Observatório da Emigração por ter revelado os números antes das eleições. A deputada bloquista questiona também qual será o valor da devolução da sobretaxa.

 

  11h24

As intervenções de Maria Luís Albuquerque já cheiram ao “chumbo” do programa do Governo PSD/CDS e à assinatura do acordo entre os partidos da esquerda. E tinha que vir à baila a colagem da imagem do futuro executivo à presente situação grega.

 

  11h48

Mário Centeno, já apontado como futuro ministro das Finanças do PS, diz na sua intervenção que o programa do Governo PSDS-CDS "tem poucos números e os que tem não estão certos". "Falta a troika ao seu Governo", afirmou.

  Comentários no Facebook

«Albertino Amaral» >> David Ribeiro, é louvável sem dúvida a sua atenção e o seu empenho, em seguir ao pormenor este " combate " político. Contudo, face ao desfecho que se prevê, coloquemo-nos na posição do simples e comum cidadão, que após as últimas eleições, face aos resultados, irá agora questionar-se: Mas afinal que fui eu fazer tão preocupadamente à mesa de voto no dia 4 de Outubro? Se votei no PS, demorou mais de um mês para confirmar a sua vitória… Se votei na coligação governativa, que por sinal ganhou, é caso para perguntar "ganhou o quê?"

«David Ribeiro» >> Meu caro Amigo Albertino Amaral... A Democracia é mesmo isto e só assim poderá ser, pois a Assembleia da República é e deverá continuar a ser o local onde o POVO se vê representado.

«Albertino Amaral» >> Amigo David Ribeiro, concordo consigo porque felizmente tenho capacidade de entendimento suficiente para perceber esse ponto de vista. No entanto, prometo que vou tentar levar para a mesa daqueles que passam dificuldades, têm dívidas porque o país os obrigou a ter, não têm filhos por receio do futuro, emigram porque aqui não vão a lado nenhum, dormem ao relento porque perderam a sua casa e os seus haveres, desesperam a toda a hora porque já não sabem como viver...Pois bem, vou ser um incansável estafeta, na entrega da Democracia que é a sua solução e que tão bem faz a estes necessitados... Viva a Democracia que não passa da desculpa do mau pagador... Não conheço ninguém "à rasca" que esteja grato à Democracia... Ora bolas...!

«Pedro Simões» >> David, hoje veremos se existem deputados que pensam pela sua cabeca no interesse dos portugueses, ou se sao todos paus mandados.

«Diogo Quental» >> David, este teu relato ficará como o relato da tragédia. Infelizmente, não consigo vislumbrar nenhum cenário em que esta história acabe bem.

«David Ribeiro» >> Olha que não... Olha que não... Os tempos do PREC já lá vão.

«Diogo Quental» >> O problema não é o PREC, mas o facto de termos a governar o partido que nos levou à bancarrota e dependente de dois partidos que negam a realidade. É provável que o Sócrates tenha já um bode expiatório para quando chegarmos a nova bancarrota, mas não evitará que o país se volte a atrasar.

«Pedro Simões» >> David, ha varios problemas. A falta de legitimidade, o historico de tentativa de controlo da imprensa e justica, um plano que nos coloca na bancarrota em ano e meio, e seguramente afasta qualquer investidor nacional e internacional, e um novo ataque fortissimo à classe media. Sobretudo pelo desespero de comprar votos para eleicoes a curto prazo valera tudo, excepto o bom senso...

 

  13h30

Agora vou almoçar... porque o Homem também vive de pão

 

  15h20

Cá estamos de volta ao plenário da Assembleia da República… mas agora debate já não existe e tudo o que se diga é chover no molhado. Vamos mas é à apresentação das moções de rejeição que se faz tarde.

 

  15h55

António Costa iniciou agora o seu discurso… Vai ser seguramente um discurso de vitória.

 

  O Governo caiu

A moção de rejeição do Programa do XX Governo Constitucional apresentada pelo Partido Socialista foi aprovada com os votos favoráveis do PS, BE, PCP, PEV e PAN (total de 123 votos), sem abstenções e com o voto contra do PSD e CDS (num total de 107 votos). E agora Cavaco Silva está entre a espada e a parede, tendo que tomar uma destas três atitudes: Convida António Costa a formar governo, manter Passos Coelho em governo de gestão, ou arranjar uma personalidade para chefiar um executivo de iniciativa presidencial.



Publicado por Tovi às 08:12
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Mais sobre mim
Descrição
Neste meu blog fica registado “para memória futura” tudo aquilo que escrevo por essa WEB fora.
Links
Pesquisar neste blog
 
Julho 2024
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Posts recentes

Cimeira da Nato em Washin...

Volodymyr Zelensky em Por...

Intercampus - Intenção de...

O Expresso errou...

Sondagem realizada pela A...

Pai!... Mãe!... Já sou Mi...

A nova Assembleia da Repú...

Primeiro ministro já temo...

Devemos estar perante um ...

Os dias seguintes à vitór...

Estou a seguir a telenove...

Chega de André Ventura ma...

40.º Congresso do PSD

Eleição do Presidente do ...

O dia em que o Governo ca...

Arquivos
Tags

todas as tags

Os meus troféus